Ir para conteúdo

Chapada dos Veadeiros - FINALMENTE O RETORNO PARA O PARAÍSO!


Posts Recomendados

  • Membros

Caros mochileiros,

 

Como nos apaixonamos pela Chapada e seus habitantes, nosso tão esperado retorno foi bem no dia do Natal. Ficamos do dia 25/12/10 até 03/01/2011.

 

Nos divertimos demais nas trilhas e cachoeiras, com o direito de ver um casal de arara azul, centenas de maritacas, flores lindas de diversos tipos e cores, vivências na floresta, sol, chuva, histórias mirabolantes, tombos e muito mais.

 

Para quem não viu meu primeiro relato, recomendo lê-lo antes desse. Algumas coisas vc só irá entender lendo o primeiro que é menor.

chapada-dos-veadeiros-o-paraiso-inesquecivel-t42728.html" onclick="window.open(this.href);return false;

 

Gente, esse relato será mais extenso porque muitas pessoas tem me perguntado coisas da chapada que eu poderia ter escrito, então pensei em fazer um relato comprido, mas bem recheado. rsss

 

Vamos lá!

 

20110115100400.jpg

 

Ficamos hospedados numa pousada familiar, na casa do guia Beto e sua amada esposa Sônia (contato ao final do relato). Preciso registrar que foi magnífico. Acordávamos com um gostoso café da manhã com direito a abraços carinhosos de bom dia. ::otemo::

Como já nos conhecíamos, e criamos um amor muito grande por essa família, vocês podem imaginar como foi o reencontro. :D

 

20110107161616.jpg

 

Dessa vez não fomos com o nosso carro e sim de avião até Brasília, onde alugamos um carro pela empresa Movida. Esse aluguel se tornou um pouco traiçoeiro, pois no caminho para a Chapada o carro começou a fazer um barulho estranho e irritante, principalmente porque a estrada estava péssima em muitas partes (Estadual GO-118). Mas péssima mesmo! (devido às chuvas e à falta de manutenção, sobretudo no trecho inicial até São Gabriel) Em algumas partes vc tinha que escolher quais buracos ia passar em cima! Um verdadeiro queijo suíço com enormes crateras, algumas que pegavam metade da pista e Deus que sabe se era fundo ou não. Como choveu, não tínhamos como saber... ::sos::

 

Em Alto Paraíso o guia Beto nos levou até o mecânico de confiança dele há 10 anos que ao olhar em baixo do carro descobriu que o PROTETOR DE CARTER estava quebrado e AMARRADO COM ARAME!!! ::grr::

 

Apesar de meu marido estar soltando fogo e xingando a locadora, os dias foram passando e acabamos por não reclamar da irritante “descoberta”.

 

Ah esqueci!

Nós somos de SP e aí começa as coincidências da vida. Um outro casal daqui também foi pra lá: Rodrigo e Lislaine. (Rodrigo também é o nome do meu marido). Começamos a conversar por e-mail, quem nos colocou em contato foi a Sônia, para quem sabe irmos juntos no mesmo carro, mas já tinhamos comprado passagem e programado tudo. Eles ficaram hospedados na Pousada Jardim do Éden. Detalhe: no meio da conversa por e-mail descobrimos que trabalhamos super perto, as empresas ficam na mesma rua! Kkkk só rindo mesmo...

 

Mas tem mais: quando chegamos lá na pousada já tinha um casal hospedado. E qual não foi a minha surpresa e alegria ao saber que era um casal que foi pra lá porque se apaixonaram pelo meu relato aqui no mochileiros!?! Kleber e Patricia....kkk (Agora são dois Rodrigos e duas Patrícias). E no dia 29 chegou outro casal que entrou em contato comigo ainda em SP, também por causa do relato aqui no site: Luana e Matheus.

Enfim, fiquei mega feliz de saber e estar ao lado desses dois casais que gostaram do meu relato e acreditaram/confiaram no que escrevi.

 

20110114083357.JPG

 

Vamos a primeira mudança na Chapada:

 

O valor da diária do guia conforme associação de Guias da Chapada (Servitur) é de R$ 100,00 (até 10 pessoas conforme resolução do Ibama, sendo cobrado um adicional de R$ 10,00 por pessoa, quando exceder esse total). Para os que estiverem com carro. Quando fomos em fevereiro o valor da diária do guia era 80,00.

 

Quanto aos que estiverem sem carro ou optarem por passeios com jipe 4x4 (off-road) o valor fica a combinar dependendo do local a ser visitado e a quantidade de integrantes no veículo.

 

Vou mencionar o que gastei no dia, mas lembre-se que tudo varia conforme a quantidade de pessoas e o transporte ok?

 

1º Dia- Cachoeira Santa Bárbara – Mirante da Ave Maria/Cavalcante:

 

Resolvemos começar esse retorno ao paraíso já com uma cachoeira maravilhosa situada na cidade de Cavalcante, antigo município da Chapada dos Veadeiros. Possui mais de 60% da área do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Em meados do século passado foi o maior exportador de trigo do país. Fomos até uma comunidade quilombola habitada por descendentes de escravos, chamados de KALUNGAS, cujos antepassados se refugiaram entre as serras durante e depois do Brasil colônia/império. Isolaram-se até quase a metade do século passado.

Cavalcante em 1736 teve a passagem do garimpeiro Julião Cavalcante e seus companheiros, vindo em busca de novas minas de ouro.

A notícia da descoberta de imensa mina de ouro de grande profundidade à margem do córrego Lava Pés, na serra da Cavalhada, atraiu aventureiros dos mais distantes rincões, iniciando o povoado com o nome de Cavalcante, em homenagem ao fundador e colonizador.

De Alto Paraíso até Cavalcante são 90Km. De lá são mais 27 km em estrada de terra está o povoado do Sítio Histórico Kalunga do Engenho II (Mais 5 km de caminhada no plano pela trilha até a Cachoeira de Sta. Bárbara).

O ex-presidente Lula esteve lá com o Programa Luz Para Todos.

Lá em Cavalcante se vê bem a Serra de Santana, onde era possível fazer uma trilha feita pelos bandeirantes chamada “corredor Santana”, começando lá por Alto Paraíso até Cavalcante, são apenas 8 km, Santana é o nome de um rio, com nascente lá próximo de Alto Paraíso onde foram filmadas partes da mini-série a Muralha.

 

20110107163246.jpg

 

Esse percurso passa por terras que tem dois donos, um na parte de Alto Paraíso e outro de Cavalcante.

De Alto Paraíso, o dono desse lugar é um místico, um coronel reformado que diz ter recebido uma mensagem de que na época de Bush essa área corria grande risco de ser tomada pelos americanos e que ele foi designado como protetor desse lugar que, estrategicamente, seria muito importante...

Agora vem o problema: nesse percurso era cobrado R$ 5,00 para o primeiro dono e R$ 5,00 para o segundo. Muitos ciclistas começaram a fazer as trilhas sem guia e alguns não queriam pagar ao segundo dono. O responsável por cobrar era o capataz. E, como quase todo capataz, rude, ele começou a ameaçar com arma, uma espingarda, aqueles que não queriam pagar o ingresso ao dono das outras terras.

Um dia o dono das terras estava lá e, irritado, também ameaçou quem não queria pagar. Essas pessoas reclamaram com a Polícia em Cavalcante e, a partir daí, o dono proibiu a passagem por suas terras.

 

No caminho à Cavalcante, passa-se pelo Rio das Almas e sobre a ponte que trafega apenas um carro por vez. Não tem lógica nenhuma. Mas quem tiver indo tem que esperar o outro pra voltar...

 

20110107163532.jpg

 

Em baixo da ponte tem um barzinho , o atrativo dos moradores , fica a 5km da cidade, no carnaval rola uns forrós e fica cheio.

 

Primeira parada oficial: Mirante da Ave Maria, dá pra ver a cachoeira do Rio das Almas, com queda de mais de 100m.

 

20110107163801.jpg

 

Nos paramos em Cavalcante onde o Beto nos contou um pouco mais do lugar, nos mostrou a mina desativada e seguimos viagem.

 

20110115100953.jpg

20110115101029.jpg

 

Chegamos ao povoado onde pagamos o ingresso 10,00, detalhe para o céu azul!

 

20110107164223.jpg

 

20110115100704.jpg

 

Continuamos na estrada de terra até a hora que o carro não passava mais, o trajeto é lindo, dá pra entender pq além de motivo de se esconder os escravos escolheram esse lugar, é lindo demais, acho que depois de tanto sofrimento eles mereciam!

 

20110107164825.jpg

20110115101219.jpg

 

Atravessamos o rio acho que duas ou três vezes, até chegamos a primeira cachoeira, uma miniatura da próxima maravilha que encontraríamo logo a frente.

 

Olha essa água verde esmeralda que linda, nunca vi cachoeira assim, (mar você encontra) muito, muito linda!!! ::ahhhh::

 

20110107165053.jpg

 

Tinha mais, Muito mais!!! ::hahaha::::otemo::

 

20110107165431.jpg

 

20110107165443.jpg

 

20110107165456.jpg

 

20110112110314.JPG

 

20110112131824.JPG

 

Ficamos um bom tempo lá, curtindo tamanha beleza que só Deus pode oferecer.

 

Fomos para outras cachoeira ali do lado e ficamos nos divertindo até escurecer:

 

20110115101632.JPG

 

Voltamos para Alto Paraíso e jantamos no restaurante Bonfas (não sei como escreve...), lá é assim: eles vão colocando a comida na mesa, você come a vontade até agüentar...kkk – gastamos 21,00 por pessoa COM BEBIDAS!

 

COMIDA - 42,00 casal

GUIA – 35,00 por casal

 

2º dia – Macaquinhos

 

Nesse dia juntamos com mais dois casais que chegaram no Jardim do Éden, a Pati (que ficou conhecida como Pati Jolie) e o Kleber ( O Aviador) estavam “mortos” na nossa pousada, e não foram, mas nós fomos nos divertir pq gente, Macaquinhos é um parque de diversões!!!

 

No caminho vimos uma família de porcos:

 

20110107170345.jpg

 

A Estrada para Macaquinhos estava mais ou menos, derrapamos bastante mas chegamos vivos, para voltar que foi muito pior, até os 4x4 tiveram dificuldade! Kkk ::mmm:

 

Paramos no mirante da Nova Aurora e o que aconteceu? CHUVA!!! 5 minutos depois parou, é que foi encomendado para aquele momento! kkk

 

20110107170523.jpg

 

Logo depois paramos em outro lugar para ver essa vista linda, e o Beto nos contou a história do Paulo, uma pessoa muito especial que desencarnou aos 55 anos. A

irmã levou suas cinzas para serem levadas ao vento ou enterradas lá, o que foi decidido na hora foi por enterrar e ainda se plantou algumas mudas para enfeitar o local. Hoje, o Beto leva todos para visitarem ao local e nos contou que muitas pessoas acabam por rezar para o Paulo. Depois de contar essa história três pessoas já disseram: Beto, se eu for antes de vocês eu também quero, já vou avisar minha família! Kkk

 

Beto, eu também quero, mas lá na Montanha da Baleia!

 

20110107171138.jpg

 

20110107171152.jpg

 

20110107171247.jpg

 

Voltamos pro carro e continuamos até a entrada oficial, pagamos o ingresso de 15,00(o mais caro que vi até agora) para o Fausto dono do local (ele parece o Barney rsss) e tivemos que ficar uns 20 minutos esperando pq a chuva voltou e dessa vez com ventania.... enquanto isso meu marido dormiu na rede e eu fiquei olhando o patuá do Fausto...

 

20110107171634.jpg

 

Enfim entramos na trilha. Comemos aquela florzinha roxa de novo, Canela de Ema e logo no começo, a primeira queda “as Três Marias” que depois se mostrou a minha alegria ::otemo::

 

20110107171954.jpg

 

Ainda nela, na queda d'água dá pra brincar de escorregador:

 

20110107172453.jpg

 

Continuamos na trilha, tinha várias flores amarelas:

 

20110107172608.jpg

 

Chegamos à outra queda e claro, hora de pular! Quer dizer, eu enrolei bastante, mas bastante mesmo, mas fui (de mão dada com o Beto...rsss) e adorei!

 

20110107172727.jpg

 

Chegamos em outra cachoeira que tem uma caverna, não sei se leva para algum lugar, ela estava lotada de madeira devido as chuvas.

 

20110107201126.JPG

20110107201319.JPG

 

Olha a galerinha!

 

20110107201141.JPG

 

Próxima, nessa o Beto nos contou que levou uma vez um grupo de místico e que durante os “rituais” uma integrantes do grupo disse que tinha um Buda sentado de braços cruzados na cachoeira, é no lado esquerda, a água está caindo na cabeça dele, vocês acharam?

 

20110107201548.JPG

 

Mais uma, nessa dava para pular também, mas a correnteza estava forte e só 3 pessoas foram, o Beto, e os dois Rodrigos. Para pular precisa entrar no buraco, é uma caverna lotada de coco de morcego, e mais algumas coisas mortas, disseram que o cheiro estava insuportável...eca! ::dãã2::ãã2::'>

 

20110107201932.JPG

 

20110107201916.JPG

 

Nessa parte fazia um barulho muito forte, (acho que o nome que o Beto falou é endoscopia).

 

20110107202822.JPG

 

Antes de ir embora passamos lá na primeira cachoeira, as Três Marias, e olha só essa foto, vocês acreditam que eu estava de pé nessa hora?

É que exatamente nessa parte existe um buracão, e como tinha muito água parecia uma máquina de lavar! Adorei!

 

20110107203051.JPG

 

20110107203113.JPG

 

Aí fomos embora, mas antes passei na casa do Fausto, não disse que ele é o Barney, até a casa é parecida!

 

20110107203242.JPG

 

Ao chegar em Alto Paraíso fomos comer no restaurante da Néia, Tapindaré, para matar a saudade aquele peixe maravilhoso que descobrimos da outra vez, e qual não foi minha surpresa ao ver a mega reforma que ela fez no local. Antes o chão era aquele cimento rústico, as mesas de ferro, essas de bar, tudo muito simples, olha só como ficou lindo, ela decorou com coisas da Amazônia, sua terra natal.

Só fiquei triste pois um dia antes a Néia tirou merecidas férias e viajou...não pude matar a saudade! ::putz::

 

Adorei o teto, ficou lindo demais, e na mesa tem o retrato da minha amada Cabocla Jurema! ::otemo::

 

20110107203702.JPG

 

20110107203933.JPG

 

O cardápio mudou um pouco, antes vinha o prato pronto, peixe, arroz, feijão, salada, agora não. Tem o famoso por kilo e o peixe vem separado no valor de 10,00.

Eu consumi: 5,05 comida + 10,00 do peixe + dois sucos, aqueles verdes de limão com salsinha - meu marido comeu o frango que continua vindo o “prato pronto” + 2 sucos, pagamos 47,00.

 

COMIDA – 47,00 total

GUIA – 25,00 POR CASAL.

 

3º dia – Cristal/Água Fria - Esse dia amanheceu chovendo muitooooo. Ficamos morgando a manhã toda e o Beto aproveitou para fazer um curso de reciclagem obrigatório para todos os guias, realizado duas vezes ao ano, uma para época de seca outra para a chuva, dessa vez tiveram algum problema e fizeram bem na temporada... Ainda bem que choveu não é?

Quando deu 12:30 a chuva finalmente parou e o céu limpou um pouco. Encontramos a galera no Cat, lá soubemos através de outros turistas que várias cachoeiras estavam fechadas, e as que não sabíamos precisava de guia, o que seria quase impossível naquele dia, cada um vinha com a informação de algum lugar, só tínhamos duas opções, quase todos foram para a Fazenda São Bento, mas como ainda tínhamos que nos trocar, passar no mercado e tudo mais acabamos por ir à Água Fria/Cristais com a Pati Jolie e o Kleber.

 

No mercado comprei um salgadinho muito conhecido por lá chamado GERGELIKO. É um salgadinho, parecido com o Baconzitos, mas de gergelin.

 

20110111153200.JPG

 

Eu não gostei muito, aliás, nenhum de nós quatro, mas encontramos com o Rodrigo e a Lislaine dia 31 no mercado e eles estavam levando vários!!! rssss A Lis disse que adorou!

 

Por fim acabou saindo um belo sol, fomos direto para a Água fria, que gente...ESTAVA GELADÉRIMA!!!

 

20110107204524.JPG

20110118200016.jpg

 

Não se engane, essas pedras são super escorregadias!

 

20110118200129.jpg

 

Voltamos e fomos nos poços da Cristais.

Gente preciso dizer uma coisa, se vc quer fumar sua maconha, se enfia na droga do seu quarto e viaja sozinho, mas não, sempre tem um infeliz, no caso 3, que vão no meio do povo e acham que todo mundo tem que sentir o cheiro do baseado dele, ainda por cima num local onde vai muita criança, fico PPPPPPPPPPPPP DA VIDA com essas coisas! Várias vezes sentimos o cheiro de maconha nas cachoeiras até que achamos os donos na cachoeira Paraíso. Eram 2 mulheres e um cara, aliás uma delas não era brasileira. Foi nessa cachoeira:

 

20110107204757.JPG

 

Olha como saiu sol!

 

20110107204934.JPG

 

Como já disse no outro relato, lá tem uma lanchonete que serve um pastel delicioso! Claro que comemos, e depois corremos para assistir o pôr-do-sol no Jardim de Maytrea:

 

20110107205036.JPG

 

20110112114300.jpg

 

20110112114313.jpg

 

20110112114346.JPG

 

Fomos jantar na Néia novamente e comermos só no por kilo.

 

COMIDA – 26,00

INGRESSO -7,00 x 2 – 14,00

PASTEL 3,00 CADA– 7,00

SEM GUIA

 

4º dia – Couros

 

Mais um dia que amanheceu chovendo, mesmo assim lá fomos para o tão aguardado Couros!

 

Foi nesse dia que chegaram na nossa pousada uma família maravilhosa que nos acompanharam, eram em 4: Ana, Andrade, e os filhos, Laís e Kiko.

 

Nós fomos no 4x4 do Beto, choveu bastante mas fizeram 2 desvios na estrada de terra.

 

No caminho paramos para ver essas árvores, é uma simbiose de uma palmeira com a gamelera, símbolo do candomblé no Rio, ela é uma “parasita”.

 

20110108155417.JPG

 

Brincamos um pouco no estrada em cima do 4x4 do Beto, tadinho do meu marido ficou correndo atrás da 4x4 e eu em cima gritando corre amorrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr

 

20110108155734.JPG

 

20110118200450.jpg

 

Já na trilha:

 

20110110132639.jpg

 

20110118201208.jpg

 

Olha que lindinho, ele não tinha nem 1 semana, achoq ue eram 5 dias!

20110115205406.jpg

 

Olha o tamanho dessa formiga!!! A Pati Jolie deu um nome que se encaixou perfeitamente...BOI!

 

20110112112405.jpg

 

Caminhamos um pouco na trilha totalmente alagada e olha o que nos aguardava....

 

20110110133041.jpg

 

Continuamos seguindo o rio, algumas partes fazíamos um malabarismo básico:

 

20110110140126.jpg

 

Entramos na água um pouco, tomei um chão bonito, ainda bem que foi de bunda... Era tanta água que vc tinha que ficar bem atento para não ser levado pela força dela, por isso não fomos muito longe...

 

20110110140210.jpg

 

20110118200958.jpg

 

E aí o tempo começou a fechar...mas ainda vimos essa beleza:

 

20110110140447.JPG

 

Quando começamos a voltar caiu uma chuva forte, por isso saímos “correndo” na medida do possível. Jantamos novamente no Bonfas.

 

COMIDA – 22,70 x 2 – 45,40

GUIA + 4x4 = 60,00x2 = 120,00

 

5º dia – Jardim de Maytrea, Vale da Lua e Raizama - Mais um dia que choveu pacas, por isso fomos obrigados a ir no Vale da Lua que já conhecíamos, e como é um lugar bem legal, não seria um dia perdido!

 

Depois que a chuva deu uma trégua, lá pelas 10h30...Logo na saída o Beto já começou a contas as histórias:

 

20110110160510.JPG

 

Paramos no Jardim de Maytrea, e tentamos montar essa madala. Meu marido inventou de tirar toda a roupa e ficar de sunga pra não sujar muito... um olhou para a cara do outro e saiu tirando a roupa também! ::Cold::

O Beto estava mostrando como fazer, junta pé com pé, essa coisa toda e todos lá deitados no meio da estrada só de biquíni, um frio, garoando, estrada molhada e para completar passou o que?

O carro da polícia!!!! rssssssssss ::putz::

Acho que pensaram, olha lá, mais um bando de maluco na Chapada!!! Kkkk Eles pararam, perguntaram se estava tudo bem e foram embora, nós corremos e deitamos novamente. Tivemos que levantar mais 2 vezes devidos aos carros que não paravam de passar. ::ahhhh::

O Beto subiu um pouco no morro e tirou algumas fotos lá de cima.

 

20110110155906.jpg

 

20110110155921.jpg

 

Fomos até a cerca do Jardim de Maytrea e ouvimos mais algumas histórias até que desabou essa chuva aí...que parou logo em seguida.

 

Dá uma olhada nessa foto, se não tivesse a placa diríamos que se trata de uma pintura não é?

 

20110118200649.jpg

 

Aqui também teve desmoronamento...

 

20110118200746.jpg

 

Seguimos pra Vale da Lua, a estrada um verdadeiro rali em algumas partes, mas chegamos bem.

Logo no começo da trilha percebemos que ocorreram algumas mudanças no local e o Beto nos contou que o Vale da Lua foi embargado, ficou fechado em Julho, alta temporada, durante 10 dias para pressionar os proprietários a melhorar a estrutura e a segurança do local devido aos constantes acidentes no local. Assim, o ingresso aumentou de 5,00 para 10,00 reais.

 

Durante a trilha encontramos várias dessas florzinhas rosas, vc passa a mão na folha e ela fecha.

 

20110110161611.jpg

 

O Beto também nos mostrou essa planta, ele disse que o fruto tem gosto de banana e o ponto certo é quando ela está preta. Ninguém encarou...kkkk

 

20110110161719.jpg

 

Durante a trilha se você ficar bem atento verá algumas cachoeiras, chamadas de Cachoeiras Clandestinas. Quando começou a chover surgiram mais algumas.

 

20110110162054.jpg

 

Na mesa de pedra: Seria uma sessão de cura ou um sacrifício? ::sos::

 

20110110162554.jpg

 

Quem foi o pezão que deixou essa marca hein???

 

20110115205631.jpg

 

20110118202018.jpg

 

Olha a turma se divertindo na Lua!

 

20110110162848.jpg

20110110162930.JPG

 

Olha que vista linda!!! E a chuva chegando de novo...

 

20110110162951.JPG

 

20110110163100.JPG

 

20110110163229.JPG

 

O Beto falou o seguinte sobre esse buraco: Mulher com a mente pura diz que é um útero (ou uma colher) e as sacanas pensam numa privada! Se eu contar que antes dele terminar de falar a Pati Jolie já estava sentada vcs acreditariam? kkkkkkk

 

20110110163700.jpg

 

Estou lavando os cabelos?

 

20110110163835.JPG

 

Criamos coragem, e entramos naquela água mega gelada. Para não ficar no "ai que gelado", uma molhou a outra e tudo bem.

 

20110112100507.jpg

 

Mas tinha uma parte que formou uma micro cachoeira, acho que de água da chuva, estava quentinha! kakakaka

 

20110112100825.jpg

 

Claro que começou a chover bastante. Tivemos que ir embora porque estava realmente muito forte e ficou perigoso. Tão perigoso que tive uma "pequena" queda durante essa fuga. Nada como mais alguns arranhões e um belo corte no pulso.

 

Mesmo assim, ainda saímos dando risada e seguimos para o próximo "atrativo".

 

RAIZAMA - Seu símbolo é o do infinito –

 

20110110170647.JPG

 

Tenho que dizer que é um lugar um tanto estranho. Achei a energia bem diferente dos outros lugares, posso dizer que eram muito da terra.

 

Que lugar mais louco aquele...

 

20110110171531.JPG

20110110171729.JPG

 

Pegamos a trilha e logo chegamos na hidromassagem. Como choveu demais a água esta super barrenta.

 

20110118201507.jpg

20110110171837.JPG

 

Dá-lhe água! Da cachoeira e do céu!

 

20110110171929.jpg

 

Aqui o Beto nos contou que na época da seca dois garotos entraram no parte pela mata para não pagar e foram exatamente nessa parte, um deles caiu lá em baixo, mas como ele era bemmmmmmmmm rabudo, existe uma parte que é só um buraco, todos desesperados achando que o ele tinha morrido, mas ele ficou preso nessa parte e pode ser resgatado, o Beto contou que ele ainda disse ser muito azarado e teve a resposta azarado, vc já viu onde caiu? Era pra vc estar morto e teve somente uma perna quebrada, sorte é o que não te falta.

 

20110110172027.JPG

 

As duas doidas...kkk

 

20110112101251.jpg

 

Na trilha de volta que parece ser bem maior da que pegamos para ir, tiramos foto de várias flores um tanto estranhas:

 

20110118201954.jpg

 

Na volta resolvemos fazer um show para ver se parava de chover! Não adiantou muito não é? ::lol4::

 

20110110172218.jpg

 

20110110172512.JPG

 

20110110172751.jpg

 

O JANTAR - MATULA NO RANCHO DO SEU WALDOMIRO

 

Fomos conhecer o famoso restaurante do seu Waldomiro na beira da estrada. Já tínhamos passado lá de manhã e feito reserva para nosso pequeno grupo.

 

O chão é de argila e o telhado de folhas de Buriti.

 

20110110172841.jpg

 

Ah...eu e a minha chará, Pati Jolie estávamos comendo manga verde com sal. A Pati que despertou esse apetite em mim, ela gosta da mais azeda, a coquinho.

E não é que tinha uma árvore lotada delas no quintal do seu Waldomiro? Saímos com um saco lotado...kkkk

 

20110110172856.jpg

 

Seu Waldomiro nasceu na chapada. A Montanha da Baleia está na propriedade dele.

 

Parte da minissérie a Muralha foi filmada lá e a Ana Maria Braga também já filmou um programa no restaurante dele.A Matula também está na revista 4 Rodas desde 2001 como prato tradicional da Chapada.

 

Tenho que dizer, ele é um senhor super risonho,que não se acanha, vai te dar um abraço forte como um avô amado. É simples e super simpático.a><!-- l -->" onclick="window.open(this.href);return false;

 

A Matula foi desenvolvida por ele na época que se levava o gado até Barretos como refeição para o pião que precisava de sustância. É feita com feijão, lingüiça, carne de lata,(carne bovina cozida na banha de porco para ser conserva por até 2 anos, mas que ele serve é fresca), carne cozida, paçoca de carne de sol socada no pilão e farinha de mandioca, servida em folha de bananeira.

Tudo acompanhado de arroz, salada de tomate, mandioca frita e abóbora. Você pode experimentar os licores a vontade e as cachaças também - R$ 20,00 por pessoa

 

20110111093750.jpg

20110112105255.jpg

 

No gosto da mulherada o melhor foi o licor de jabuticaba. ::otemo::

 

20110111094255.jpg

 

Para dar um pouco de risada:

 

20110118201718.jpg

 

INGRESSO – 10,00 Vale da Lua + 10,00 Raizama - 20,00x2 = 40,00

JANTAR – 21,5x2 = 43,00

GUIA – 10,00x2 = 20,00

 

6º DIA – MORRO DA BALEIA – EBAAAAAAAAAAAAAAAAA

 

Então, lá vou eu escrever de novo: choveu e ventou bastante, a estrada estava uma beleza....

 

Mesmo assim lá fomos nós, dessa vez a família do Beto foi conosco, ainda bem, senão ficaria triste de não fazer uma passeio com eles!!

 

Adorei a frase dele:

- O importante é que o sol vive dentro da gente, e quando é assim não lembramos se choveu, se estava nublado ou não estava, o dia vai ser legal na medida que permitirmos!

Pensando nisso veja essas fotos...kkkkk

 

20110111094547.JPG

 

20110111094645.JPG

 

A Ana achou uma moto!

 

20110111094716.JPG

 

Percebeu que estávamos nos divertindo não é? Devido à forte ventania, e alguns dias de uso, algumas capas rasgaram e o Kiko virou nosso costureiro! Olha só o que ele aprontou usando mato:

 

20110111094904.jpg

 

20110111095010.jpg

 

Durante a trilha encontramos muitas dessas flores negras e do famoso chuveirinho:

 

20110111095200.JPG

 

20110111095218.JPG

 

Fizemos a trilha normalmente. O Beto contou suas histórias e fez inclusive as famosas vivências que só essa família sabe nos proporcionar. Ter os olhos ventados e depois poder ver as maravilhas desse lugar toca qualquer coração que realmente estiver aberto para as belezas da natureza.

 

Chorei tanto...

Sabia que estava com saudades da Chapada, mas acho que foi naquele momento que percebi a enorme saudade que sentia da minha verdadeira casa.

 

20110111095618.JPG

 

20110111095738.JPG

 

Fiquei olhando a floresta encantada e pensando: Que pena que chove. Acho que não poderei visitá-la, nem aos seus habitantes especiais...

Mas ouvi alguns gritos de alegria de lá, tinha gente visitando-a, fiquei morrendo de inveja.... :?

 

Comemos nosso lanche e tb fomos atacados por várias formigas enormes...kkk

Foi aí que o Beto parou e disse: Bom, se todos realmente quiserem...VAMOS DESCAR GALERA???

 

PUTS EU DEI UM GRITO: CLAROOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

 

E lá fomos nós com todo o cuidado do mundo, e nos surpreendemos, a trilha não estava tão ruim assim por isso descemos de boa, ninguém rolou morro abaixo como eu fiz da outra vez sabe...! kkkk

 

20110111095947.JPG

 

20110111100252.JPG

 

Fizemos outra vivência na Floresta Encantada.

Só eu e meu marido estivemos lá antes que os outros do grupo e eles disseram: "É BEM CLARO O PORQUÊ DE VOCÊS DAREM O NOME DE FLORESTA ENCANTADA PARA ESSE LUGAR!"

Continuando, fomos a cachoeira que também chamamos de Cachoeira do Silêncio, na verdade ela só é chamada de chacoeira do Morro da Baleia e mesmo naquele frio tremendo lá na parte de cima, entramos na cachoeira:

 

20110111112612.JPG

 

20110111112800.JPG

 

Na volta foi um corre corre danado! Chegamos à casa de Dona Adília quando escureceu. Foi pisar na casa dela que caiu uma tempestade com direito a trovões! Kakaka

Seu filho já nos aguardava na varanda com a famosa viola, cantou e tocou um pouco. A chuva diminuiu e fomos embora.

 

20110111115802.JPG

 

Assim terminou o nosso ultimo dia de passeio de 2010.

 

Fomos para a Pousada e corremos para o Espaço Gota, onde aconteceria uma apresentação especial das 22h até a virada 24h realizada pela Geetika.

Para quem não conhece, é uma cúpula em forma de GOTA, nas dimensões da cúpula principal do Taj Mahal, propicia ambiente especial para o relaxamento e a audição multidimensional do Som e do Silêncio. As apresentações são realizadas com instrumentos de timbres raros, mantras e música xamãnica, está aberta a visitação todos os fins de semana.

 

A Geetika foi Professora de fisiologia na FPE por 21 anos, tem doutorado em Endocrinologia em Paris VI, e estudou Terapia da respiração e Música na Multiversity - Poona - Índia. É Meditadora, amante da natureza, encontrou no Vale do Moinho, na beira das nascentes do rio Maiana, o lugar ideal para vivenciar e compartilhar: música, silêncio, respiração, passeios conscientes, banhos de ervas, relaxamento, celebração e centramento. (http://aldeiamaiana.blogspot.com/" onclick="window.open(this.href);return false;)

 

Fomos eu, meu marido, o Claude (se lê CLOUDE), um francês super educado que já veio várias vezes a Chapada e ficou na mesma pousada que nós, a Ana com o marido e seu filho Kiko.

 

20110111115921.JPG

 

Estava bem mais cheio que o de costume, mas quando foi chegando 23h30 lotou, tinha mais de 25 pessoas, normalmente não passa de 10! (acho que dá pra perceber pela quantidade de sapato na porta) e nós fomos embora para passar a virada com o pessoal da pousada.

Mas antes tenho que dizer que de novo tinha uma mulher doidona lá, deve ter fumado vários e queria cantar mais alto que todos, inclusive da Geetika!

Ela estava no maior uhuuuuuu, e não parava quieta, passava a mão no cabelo e jogava o corpo pra um lado, e pro outro... Para quem não sabe, o menor barulho feito na Gota ecoa por todos os cantos, ai que raiva...tinha vontade de colocá-la para fora!

Vai viajar no meio do mato e deixa os outros em paz! ::grr::

 

20110111120015.JPG

 

Enfim, voltamos para a pousada. Nós tinhamos ido no mercado de manhã e compramos várias pizzas e coisas para encrementá-las, era 23h55 quando chegamos. Curtimos e fomos dormir.

 

20110111130313.JPG

 

INGRESSO: 5,00x2 – 10,00

Guia – 10,00x2 – 20,00

INGRESSO ESPAÇO GOTA – 10,00x2 – 20,00

 

7º dia – Brasília.

 

A Pati Joli e o Kleber foram embora neste dia.

 

 

8º dia – Araras e Espaço Gota

 

Nesse dia não fizemos nenhum passeio, estávamos muito cansados e ficamos morgando.

Na Pousada enquanto estávamos na rede ouvimos as Araras "gritando", saimos correndo e era um casal que estava numa árvore, na mangueira do vizinho. Não conseguimos tirar foto a tempo, até correr no quarto, pegar a câmera e tudo mais ela foram embora, mas a Pati Jolie e o kleber conseguiram tirar foto de um casal no Jardim de Maytrea.

 

20110111152338.jpg

20110111152723.JPG

 

Como era domingo também não tinha nada aberto na cidade, nem as lojinhas de lembrancinha. Resolvemos ir ao Espaço Gota novamente pois estaria bem mais calmo. E lá fomos nós, dessa vez, eu, meu marido, o Claude e a Ana.

Esqueci de mencionar, mas o Claude canta mantras e nos prestigiou com sua voz maravilhosa, quando deu 13h e terminou a apresentação entraram um casal argentino e a moça começou a cantar algumas canções. No povoado dela as pessoas se reúnem e cantam, as vezes viram dias cantando. Muito lindo.

 

20110111140104.JPG

 

20110111140128.JPG

 

20110111140634.JPG

 

20110111143522.jpg

 

Perguntei a Geetika quando ela lançaria o próximo CD, e não é que ela já tinha gravado?

Disse que o rapaz tinha ficado de levar pra ela mas não apareceu. Ela tinha 1 na casa dela e foi buscar pra nós, fiquei super feliz!

 

20110111143722.JPG

 

 

A tarde, a Ana e sua família foram embora.

Almoçamos no Jatô, é comida por kilo. Não achei tão gostosa assim, mas todos gostaram de lá, gastamos 15,00 de comida mais bebida por pessoa.

 

20110112085639.JPG

 

ALMOÇO - 39,00

 

9º dia – TIROLESA Nosso último dia na Chapada.

 

Como nosso vôo era só as 19h, acordamos e fomos para a Fazendo São Bento, queríamos muito fazer a Tirolesa.

 

Como da outra vez que fomos lá também não fizemos, dessa vez eu queria muito muito! ::otemo:: Mas vamos combinar que realmente estava muito caro, 70,00!!!

 

Quem faz esse trabalho é a empresa Travessia. Na verdade, pagam uma comissão para uma galera que fica lá prestando serviço.

Eles te levam até o outro lado da montanha com o carro deles, acho que era um Gol, mas gente ele estava caindo aos pedaços!!! A estrada também estava péssima, quase atolamos, mas chegamos bem.

 

Aí começou a garoar e ventar bem forte, ficamos esperando um tempo até que diminuiu e lá fomos nós.

 

É possível levar um vídeo, eles cobram 25,00. Como eu estava com minha câmera, tiramos foto e filmamos a travessia toda. Mesmo com um pouco de neblina, curtimos bastante, conseguimos enxergar normalmente.

 

20110111144420.jpg

 

20110111145552.jpg

 

20110111145625.jpg

 

E assim terminou a nossa viagem.

 

Resumindo:

 

ESPAÇO GOTA - Ir e sair flutuando continua sendo maravilhoso!

 

RESTAURANTES - Todos os lugares que fomos jantar foram ótimos, recomendo todos: Bonfas, Rancho Sr. Waldomiro - Matula, Restaurante da Néia (Tapindaré, na Av. Principal).

 

GUIA - O Beto continua sendo nosso guia oficial, mesmo na chuva não tem como ficar entediado! - [email protected], (62) 3446 1027,(62) 9669-6027.

 

PASSEIOS - Dessa vez os melhores foram:

 

BELEZA - Sta. Bárbara em Cavalcante, Pôr-do-Sol no Jardim de Maytrea e Morro da Baleia.

DIVERSÃO - Macaquinhos

GRANDIOSIDADE - Couros

DIFERENTE - Raizama

DESCANSAR - Cristais continua sendo ótima(e tem aquele pastel delicioso) e Água Fria linda, além de dar ótimas fotos na trilha.

 

A viagem foi dez!

Conhecemos lugares novos, pessoas legais e novamente nossos corações choraram na despedida.

 

Vamos ter que voltar, olha que triste, além de matar a saudade que já se instalou novamente, não conseguimos ir:

Na Cachoeira do Segredo, onde se atravessa 14 vezes o rio;

Na Cachoeira Anjos e Arcanjos;

No Rio da Prata em Cavalcante;

Abismo e Águas Termais.

 

Caso queriam falar comigo: [email protected] ou [email protected]

É isso aí!

Bjus

 

Paty

20110111155939.JPG

Editado por Visitante
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 semanas depois...
  • Membros de Honra

Oi, Pati! Que bom que voltou pra Chapada!

Adorei o relato e as fotos. Vc tem que ir lá nos Couros com sol. É lindo demais!

E a Santa Bárbara eu não conheço, mas depois dessas fotos já entrou para os meus planos... rsrs. Vi água dessa cor na Cachoeira da Formiga, no Jalapão (vc ia amar!).

Qdo vier de novo, tenta vir entre maio e setembro. É a época de mais sol, mas a água continua gelada. Dessas que vc quer conhecer, uma imperdível é o Abismo. De um lado uma cachoeira pequena, mas bem bonita; do outro uma vista deslumbrante, um vale enorme. Vale muito a pena.

Bjos!

P.S.: eu gosto do gergeliko... rsrs

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 1 mês depois...
  • Membros

E aí Pati, tudo bem ?

 

Fiquei fascinado com os seus dois relatos sobre a Chapada e estou pensando em dar um 'pulinho' lá em Julho.

É tranquilo ir para lá sem carro? Esses valores de guia que você especificou era só o guia ou incluía o 4x4 ?

Sabe se tem albergues por lá?

 

Obrigadão!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 3 semanas depois...
  • 2 meses depois...
  • Membros

Pessoa, acreditem se quiser, mas eu voltei ontem, dia 27 de junho da Chapada...heheheheh ::love::

 

Minha terceira visita ao Paraíso foi maravilhosa! ::hahaha::

 

O valor da diária do guia continua R$ 100,00 e só fui para lugares novos, portanto, me aguardem tenho fotos maravilhosas para meu terceiro relato!!! ::otemo::

 

bjus

Paty

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros
E aí Pati, tudo bem ?

 

Fiquei fascinado com os seus dois relatos sobre a Chapada e estou pensando em dar um 'pulinho' lá em Julho.

É tranquilo ir para lá sem carro? Esses valores de guia que você especificou era só o guia ou incluía o 4x4 ?

Sabe se tem albergues por lá?

 

Obrigadão!

 

Léo,

 

A chapada é maravilhosa!!!

Voltei de lá ontem e agora em Julho, nas duas ultimas semanas tem festival em São Jorge, por isso se prepare, é mega lotado! :shock:

Não sei te informar de albergue, somente sei que tem camping.

Os preços que passei são de guia, os passeios que fizemos foram com os nossos carros, cada lugar ou guia cobra um preço diferente pelo 4x4, depende da distância também. O guia o valor é 100,00 a diária, vc faz as contas dividindo por pessoa, ele leva até 10 pessoas.

bjus

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...