Ir para conteúdo

Everest - Perguntas e Respostas


Posts Recomendados

  • Membros

Oi, galera........deixa eu ver se ajudo um pouco....

 

Fiz o trekking ao Campo Base no ano passado e fiz a opção Pachage Trekking.

Óbvio que fica mais caro, mas se você tem grana disponível, acho que vale o investimento. Afinal, depois de um longo dia de caminhada, você já chega em um lodge com reserva feita, o Porter já chegou e deixou suas tralhas, você não precisa ficar procurando lugar pra ficar, etc....

 

Fomos em 4 pessoas (nos conhecemos no aeroporto) e contratamos um Guia e 2 Porters para levar nossas bagagens. Durante a caminhada, carregamos apenas uma mochila pequena para as necessidades do dia (água, um casaco, binóculo, dinheiro, etc...). Nesse esquema está tudo incluído (hospedagem, refeições, porters, etc...).

Tem gente que acha que fazer o trekking nesse esquema não tem graça, mas aí é uma questão de opinião. Eu fiz desse jeito e acreditem......foi a melhor experiência da minha vida.

 

 

 

icon_paperclip.gifDownload Attachment: 013.jpg

45,88 KBEstou com inveja de vocês......queria muito voltar para aquele lugar fantástico !!!!!!!

 

Hendrik, não se preocupe com a trilha......é impossível se perder. Na verdade, a trilha é um caminho único, sem bifurcações, e não há como se perder. Como fiz o trekking a partir de Lukla, não sei dizer se o caminho de Jiri até Lukla também é assim.........

 

Stink, respondendo o email que você me enviou, não se preocupe com as baterias. No caminho, há várias vilas onde será possível recarregá-las (Lukla, Monjo, Namche, Tengboche, Dingboche, Gorak Shep, Gokyo). Acho que só não será possível carregar as baterias em Lubuche, Dzongla e Deboche).

 

Qualquer outra dúvida, é só perguntar.......

 

Um abraço..........

 

Rogério

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 184
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

Stink,

quanto à disponibilidade de telefonia, o negócio é o seguinte:

 

Nos principais vilarejos (Lukla, Namche, Khunjung, Tengboche e Gokyo) há alguns lodges que já possuem telefonia satelital. A discagem é muito simples e bem estável.

Eu fiquei em alguns lodges que não tinham telefonia. Nesses casos, é só procurar os melhores lodges do lugar que você acaba encontrando serviço de telefonia.

 

Mas.........prepare o bolso........os caras (sherpas) cobram a bagatela de US$ 5,00 por minuto !!!!!!!

 

Em Namche há diversos locais com acesso á Internet, bem mais em conta (se me lembro bem, algo como US$ 10,00 por 30 minutos de acesso).

 

Abraços,

 

Rogério

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Valeu pelas dicas Rogério... ...o phoda é a ansiedade mesmo... ...nesse sábado fui a Adventure Sport Fair, aqui em São Paulo, pra dar uma olhada, e pra minha surpresa tinha palestra no Waldemar Niclevicz. Ele narrou as duas escaladas do Everest (1995 e 2005), e da tentavida de cume de 2002 seguida do ataque bem sucecido ao Lothse.

Foi só pra atiçar ainda mais a minha lombriga de botar o pé na trilha...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Pô, cara, eu também estava lá....

 

Assisti a palestra do Niclevicz às 14:15 e a palestra do Rodrigo Raineri e do Vitor Negrete às 16:45.

O Rodrigo e o Vitor escalaram o Everest pelo Tibet. O Vitor chegou no cume e encontrou o Niclevicz e o Irivan lá no cume. O Rodrigo desistiu quando estava a 8.800 metros !!!!!! A apenas 50 m do cume !!!!

 

Conheci o Rodrigo no trekking que fiz em Out/2004, ....gente finíssima.....

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Que pena que nao pudemos trocar uma ideia por la'. Ontem achei um blog dentro do www.bootsnall.com de um cara que teve HAPE e HACE na volta do KP. Na verdade ele teve no final da subida e nao conseguiu chegar ao topo. Teve que ser resgatado de yak+cavalo+helicoptero... ...e nao foi so' ele, o guia tambem teve um episodio semelhante e foi igualmente resgatado. Ambos estavam fazendo a trilha a partir de Lukla, e deixaram de fazer um dia extra de aclimatacao em Pheriche se nao me engano. A oxigenacao do cara caiu para 52%... ...a conta do resgate+atendimento medico bateu nos USD 4.000,00. Por isso na semana passada fechei um seguro-viagem incluindo uma extensao para acidentes e resgate em trekkings. E' bom pesquisar, pois achei precos muito diferentes entre as diversas operadoras de 100USD a 350USD para um periodo de 30 dias.

 

Ta' ai o link pra quem quiser ver... ...por sinal o blog do cara e' otimo: http://tblogs.bootsnall.com/theglobaltrip/updates/005259.shtml

 

Voce teve algum mal estar com a altitude Rogerio?

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Stink, meu roteiro foi o seguinte :

 

Dia 01 : Lukla - Monjo

Dia 02 : Monjo - Namche Bazar

Dia 03 : aclimatação em Namche

Dia 04 : Namche - Khunjung

Dia 05 : Khumjung - Tengboche

Dia 06 : Tengboche - Dingboche

Dia 07 : aclimatação em Dingboche

Dia 08 : Dingboche - Lobuche

Dia 09 : Lobuche - Gorak Shep - subida Kala Pattar (5.545 m)

Dia 10 : Gorak Shep - Base Camp - Gorak Shep

Dia 11 : Gorak Shep - Lobuche

Dia 12 : Lobuche - Dzongla

Dia 13 : Dzongla - Chola Pass - Gokyo

Dia 14 : subida ao Gokyo Ri (5.483 m)

Dia 15 : Gokyo - Dole

Dia 16 : Dole - Namche

Dia 17 : Namche - Lukla

 

Quanto a mal estar de altitude, comecei a sentir um pouco de dor de cabeça em Dingboche (aprox. 4.400 m), mas nada assustador.

Mas fiquei só o pó no dia em que fui de Lobuche para Gorak Shep e ainda subi o Kala Pattar. Fiquei lá em cima até escurecer e desci de volta à G.Shep á noite, com head lamp.

 

Cara, nunca senti tanto cansaço na vida. Não tinha forças para nada.

Fiquei tão fraco que no dia seguinte acordei com conjuntivite, diarréia, etc......

Nesse dia tia um holandês que meu um Diamox. Não sei se foi o tal Diamox, mas a verdade é que melhorei bastante durante o dia, no caminho para o Campo Base.

 

Considerando meu preparo físico (não sou nenhum atleta), acho que me saí muito bem..

 

Em Gorak Shep, vi uma argentina ser resgatada de helicóptero com HAPE e no lodge em Lobuche (4.900 m) apareceu um alemão muito mal. A sorte é que tinha um médico espanhol por lá que conseguiu reanimar o cara. Mas o alemão é maluco. Fez G.Shep - Kala Pattar - Base Camp - Lobuche no mesmo dia. Quase o fulano morre de parada cardíaca.

 

 

O resumo da história é : vá devagar e sempre, respeite os seus limites, curta muito o visual e a cultura local. Assim, com certeza nada vai dar errado.....

 

Abraço...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

A tal da AMS é um medo pra todo mundo... ...no livro do Luciano Pires, o guia (Blake), não os acompanha em um trecho por medo de detonar uma crise, já que estava com dor de cabeça.

 

Eu espero que partindo de Jiri, e portanto ascendendo mais lentamente, tenha chances maiores de não desenvolver nenhum episódio mais sério.

 

Tenho um preparo físico razoável, já que corro uns 30-40km por semana (diminui o ritmo agora por medo de fazer besteira e me machucar às vésperas da viagem). Li no LP que não por acaso o pessoal com melhor preparo físico é mais susceptível a problemas por forçar a barra. Pra remediar essa "fome" de subir, eu espero ter um antídoto poderoso: fotografar, fotografar, fotografar... ...tenho um dedo pesado na câmera, e acredito que por tudo que li e pesquisei, não me faltaram motivos para parar e metralhar paisagens,pessoas, templos, mani stones, stupas, dzopkyos, naks, yaks, yetis...etc

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

30/40 Km por semana ?!?

Eu não fazia nem metade disso na época em fui pra lá. Então nem precisa se preocupar......você não vai ter nenhum problema com a altitude.

 

É só seguir aquelas regras que você lê em todos os livros: beber muita água, subir devagar (máximo 300/400 metros verticais por dia), se alimentar bem, etc......

Tirar fotos é uma grande terapia....tirei 700 fotos !!!!

 

Depois de chegar no Campo Base, você vai voltar pela mesma trilha ou vai até Gokyo, cruzando o Chola Pass ?

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Eu queria cruzar o Cho La, e voltar pelo vale oposto até Namche.

Até fiz uma alternativa ao meu roteiro. O problema é que se eu tiver problemas em Lukla pra voltar para Kathmandu, corro o risco de perder a conexão do meu vôo para o Brasil, sem falar que não vou ter tempo algum em Kathmandu para conhecer a cidade (Quero ir a Bakthapur de qualquer forma!).

Então o meu roteiro deve ficar mais ou menos assim:

 

Kathmandu-Jiri

Jiri-Deurali

Deurali-Sete

Sete-Jumbesi

Jumbesi (aclimatação)

Jumbesi-Nunthala

Nhuntala-Khari Khola

Khari Khola-Puiyan

Puyian-Phadkding

Phakding-Namche Bazaar

Namche Bazaar (aclimatação)

Namche Bazaar-Khumjung

Khumjung-Tyangboche

Tyangboche-Dingboche

Dingboche-Lobuche

Lobuche-EBC-Gorak Shep

Gorak Shep - Kala Pattar - Pheriche

Pheriche - Tyangboche

Tyangboche-Monjo

Monjo-Lukla

Lukla-Katmandu

 

Quanto as fotos. No começo do ano fiquei umas semanas entre Itália e Espanha... ...tirei mais de 1000 fotos tranquilamente. Lembro que por dia iam duas baterias de Lithium de 650mAh. Comprei mais um par de 1000mAh assim posso passar pelo menos três dias em média sem energia, e ainda assim vou levar a SLR. Uma Tele de 300mm, uma grande-angular de 28mm, além da normal (50mm).... peso pacas, mas compensa.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Pena que você está com problemas de tempo.

O Cho La e os lagos de Gokyo são simplesmente fantásticos. Isso sem falar da visão da Face Norte do Everest, visto do cume do Gokyo Ri.

 

Pelo menos você já vai ter motivo para voltar ao Nepal e fazer essa rota.

 

Tem muito lugar bacana para se conhecer em Kathmandu.

Quantos dias livres você vai ter lá ?

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


×
×
  • Criar Novo...