Ir para conteúdo

Posts Recomendados

  • Membros

Legal pessoal. Gostei dos comentários. Sem algodão então!!!

Aqui vão umas informações adicionais então:

Hoje Fui em 2 franquias de lojas da Lupo aqui na minha cidade (Porto Alegre) e eles ligaram para mais 4 lojas pra mim.

Por incrível que pareça, apesar de serem lojas específicas da Lupo, encontrei apenas os modelos Meia Cano Curto Slim Runnig (98% poliamida e 2% elastano) e outro chamado apenas Lupo Sport Dy, que não citei na mensagem acima. Ambas tem a mesma composição. As diferenças: a primeira tem cano curto que cobre o tornozelo, a segunda tem cano curto que deixa o tornozelo exposto. Entretanto a primeira é mais fina e sem reforços, e a segunda tem reforços na espessura do calcanhar e da biqueira (ambas não tem costuras nesses locais). Ambas custam RS 15,90. O ideal seria que existisse uma Lupo Spor Dry com cano alto. Dessa forma pensei que poderia se adaptar o uso dessa meia com alguma polaina para não esfolar o tornozelo. Talvez o tornozelo não sue tanto quanto o resto do pé e então talvez não seja necessário se preocupar com o material das polainas (caso não se esteja em ambiente de alta montanha ou pisando em neve profunda, é claro).

 

Outra coisa que percebi é que todos os produtos que se dizem Dry Fit ou assemelhados, incluindo camisetas, bermudas, calças esegundas-peles são feitos quase 100% de poliamida. No máximo 2 ou 3% de elastano só pra ficar bem aderido ao corpo. Nesse caso, percebi que a maioria das meias sociais são 100% poliamida, portanto pensei que vestir uma ou duas meias sociais pode funcionar como um bom liner. O importante seria saber o que vestir por cima disso: a) meias de algodão, b) meias de lã pura ou quase pura, c) meias pouca lã com muito acrilado (que me disseram ser mais quentes), d) ou meias de futebol (que não tive tempo de pesquisar qual a composição)?

 

1) Acho que li alguem que escreveu nesse fórum algo sobre existir meias boas para trekkig da salomon, adidas e wilson. Alguém sabe o nome dos modelos e a composição delas?

2 )Alguém sabe quais as propriedades do poliester?

3 )Apesar de já ter sido dito que algodão retem suor e molha muito, Alguém sabe se as meias de trekking podem ter um pouquinho de algodão? pois algumas meias que se dizem dry fit possuem combinações variáves de algodão, poliamida e poliester ( a maioria delas com aproximadamente 50% ou menos de algodão, e duas delas (Nike dry fit e modelos Sapatilha Running e Cano Curto Running da Lupo com 1 terço de poliester, 1 terço de algodão e 1 terço de poliamida).

Link para o comentário
  • Membros de Honra

Daniel, meias sociais servem como linner sim, muita gente usa inclusive eu.

Eu uso uma meia social e uma meia de trekking, grossa e de lã, estas aqui:

:arrow:http://www.decathlon.com.br/montanha/ski-e-snowboard/meias-e-colas/meias-quechua-forclaz-warm-2-pares_36874?chosen=cinza

O algodão tem a propriedade de reter a umidade em suas fibras, por isso que usamos toalhas de algodão após o banho: toda água do nosso corpo fica na toalha.

Já as fibras sintéticas não retém a umidade, que é retirada do pé pela membrana respirável/impermeável da bota, ou por um tecido respirável/permeável. Se a bota for totalmente impermeável e não respirável (tipo sete léguas de borracha) o pé vai suar e não tipo de meia que de jeito.

Sobre a meia de cano baixo, além da bota incomodar ela pode "comer" a meia...

Link para o comentário
  • Membros de Honra

Uma meia com 1/3 de algodão reterá 33% a mais de umidade de uma sem... ::tchann::

Se você tem meias com algodão pode usar, mas se vai comprar especificamente para trekking o melhor seria comprar sem.

Claro, dependendo da disponibilidade financeira, pois boas meias para trekking são caras... mas duram bastante...

Compra uma, experimenta. Se não gostar pode usar para passear no shoping. :mrgreen:

Link para o comentário
  • Membros de Honra

tenho meias com 30% de algodão, algumas de produção asiática e, mesmo usando com tênis de caminhada, retem a umidade. podem ser um pouco mais confortáveis para pés sensíveis e interessante que após o uso secam, relativamente, rápido. mesmo assim tb não aconselho para um trekking mais pesado...

Link para o comentário
  • 1 mês depois...
  • Membros

Olá pessoal,

 

Sou novo no fórum e ainda meio perdido por aqui. Farei uma expedição ao Monte Roraima em julho e estou em dúvida quanto às meias que adquiri. Minha bota é uma Nômade Finesterre. Adquiri como Liner uma Lorpen CIC http://www.ciadaaventura.com.br/vestuario/meias/meia-cano-alto-de-collmax-poliamida-e-lycra-modelo-cic-lorpen/ e esta outra Curtlo Trekking Coolmax para usar por cima http://www.orientista.com.br/produto/104-meia-curtlo-trekking-coolmax-preta-mescla. Fiz uma boa escolha?

Minha maior dúvida é quanto ao algodão (50%) presente na Curtlo Trekking. Lendo os tópicos saquei que o algodão é tipo o "maior inimigo do pé do montanhista" devido à retenção de umidade. Mas apesar de ter 50% de algodão, também conta com a tecnologia Coolmax. E o que não consigo entender é: Por que produzir uma meia de trekking com 50% de algodão sendo que justamente este material é altamente desaconselhado para os praticantes de trekking?

Existe alguma informação que possa salvar o que estou pensando sobre esta meia e está passando desapercebida? O uso dela com o liner da Lorpen que possui 75% de coolmax pode resolver o problema de retenção de umidade? Quantos pares de meias devo levar para uma expedição de 9 dias?

 

Valeu!

Editado por Visitante
Link para o comentário
  • Colaboradores

Amigo, no Roraima é tão úmido e chove tanto que o único jeito de ficar com o pé seco é ter o conjunto completo impermeável (bota, jaqueta e calça). Se a calça não for impermeável, ela vai molhar, escorrer para a sua meia e molhar seu pé. No Roraima, o problema não é o suor. O importante é levar vários pares de meias (caso leve o conjunto impermeável completo) ou relaxar e andar os dias no topo com o pé molhado mesmo (foi o que eu fiz). Nada vai secar, especialmente no Hotel Coati. Como as minhas meias que comprei no exterior ainda não tinham chegado, fui com uma meia social como liner e outra de algodão. Não tive problemas.

Link para o comentário
  • Membros de Honra
Por que produzir uma meia de trekking com 50% de algodão sendo que justamente este material é altamente desaconselhado para os praticantes de trekking?

Eu só consigo pensar em duas alternativas: maior conforto e menor custo. Conforto ao toque, não o de ter os pés secos.

Não não adianta ficar na "neura" por pés secos; as meias ajudam mas não fazem milagres. Como o Leo falou, se chover e a calça não for impermeável a água vai entrar por cima e molhar toda a meia.

Para uma trip tipo Roraima, de aproximadamente 8 dias eu levaria 3~4 pares de meia, e mais uns 2 ou 3 de liners. Guardaria um sempre seco, pra dormir, e revezaria os outros dois ou três. Enquanto usa um seca os outros.

Como diz o velho ditado: "A meia de ontem é a meia de amanhã."

Link para o comentário

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...