Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

MauroBrandão

Lisboa - Perguntas e Respostas

Posts Recomendados

Voltei ao Brasil pelo aeroporto de Lisboa e então era lá que precisava fazer o tramite necessário para receber o tax free de algumas mercadorias adquiridas durante a viagem.

 

* Um produto com tax free significa a devolução de um imposto que vc paga quando adquire-o na Europa, e se vc morar fora da Europa e retirar esse produto de lá, tem direito a essa restituição. Nem todos os produtos tem a isenção desse imposto, geralmente as lojas tem um adesivo indicando produtos tax free. Na hora da compra não há qualquer desconto desse imposto e sim vc recebe um formulário, juntamente com a nota fiscal, que lhe derá o direito de ter reembolsado o valor do imposto quando sair da Europa.*

 

Voltei pela empresa TAP e na hora do check-in avisei que tinha produtos tax free e nas duas malas que iria despachar, assim, elas foram pesadas e etiquetadas, mas não despachadas pela empresa aerea. Depois me dirigi até o balcão da alfândega (guichê 107) e apresentei todas as notas fiscais e seus respectivos formulários de tax free. No meu caso, o funcionário somente pediu para ver a máquina fotografica que adquiri e que estava na minha bagagem de mão, as demais mercadorias ele não quis ver. Então ele carimba os documentos e te devolve. Ali mesmo despachei a minha mala de rodinhas, a minha outra bagagem, como era uma mochila, não podia ser despachada neste local e tive que me dirigir até a esteira onde despacham bagagens fora do padrão (fica entre o guiche da TAP e o guichê 107).

Logo após passar pelo Raio-X para ir ao setor de embarque, no lado esquerdo há um quiosque de devolução do tax free, o Global. Há opção em receber em euros, dolares ou em crédito no cartão de crédito, optei em receber em euros.

E aqui tive um pequeno probleminha, foi verificado que um formulário meu não estava carimbado e desse eu não iria receber o reembolso, então tive que me dirigir a um outro guichê da alfândega (nessa hora vc não tem mais como voltar ao guichê 107) e tive que chamar um funcionário por telefone e então apareceu o mesmo que tinha carimbado antes e ele não queria mais carimbar esse formulário pq minhas malas já tinham sido despachadas, mas por sorte o aeroporto aquela hora estava vazio e por isso nem fazia muito tempo que tinha mostrado os formulários para ele, e por fim, depois dele reclamar um pouco, carimbou. Então fica a dica para conferir se todos os documentos foram realmente carimbados.

O reembolso de uma das minhas compras não foi possível por esse local perto do raio-x e tive que me dirigir até o piso superior numa farmácia e neste se a opção é o reembolso em espécie há a cobrança de uma pequena taxa, mas mesmo assim preferi receber em euros.

 

Essa parte burocrática pode ser chata e vc poderá ter que enfrentar longas filas, mas compensa, pois receberá um dinheirinho no final da viagem. E talvez vc faça como eu fiz: gastei no free shop!hehe

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Na verdade, para receber a restituição do VAT (ou IVA, ou Tax Free) no Aeroporto de Lisboa, o melhor é conseguir acomodar todas as tralhas compradas e que vão gerar o tax free na sua bagagem de mão (e a TAP até que é generosa na franquia de bagagem de mão, dá para levar muita coisa). Aí, você despacha sua mala (ou mochila grande) normalmente no balcao do check-in, passa pelo portão da segurança e raio-x com sua bagagem de mão com as compras dentro e depois de ser liberado pela segurança, se dirige ao guichê da DIREITA primeiro. É ali onde vão carimbar suas notas fiscais e formulários. Lembre-se que os funiconários ali são meio ranzinzas e MUITOS DELES te dizem o seguinte: "sem mercadoria, sem carimbo"... Ou seja, você tem de mostrar a mercadoria para eles carimbarem o formulário.

 

Depois do formulário CARIMBADO, você se dirige ao guichê da ESQUERDA, que é o gichê da GLOBAL BLUE. Com o formulário carimbado, eles vão fazer a devolução do valor (pode ser em Euro, eu Dólar ou como reembolso no seu cartão de crédito). Se escolher receber em dinheiro mesmo, eles cobram uma taxa. Eu preferi receber e dinheiro (Euros) mesmo. A taxa não foi tão grande assim: tinha comprado apenas um iPad por 479,00 Euros, e a devolução seria de 52 Euros, mas como optei pela devolução em dinheiro, descontei a taxa e recebi 47 Euros.

 

Resolvi escrever isso também porque quando eu tive de fazer essa devolução foi um verdadeiro parto, porque NINGUÉM no aeroporto de Lisboa sabia dar a informação correta. Eu cheguei a entrar inclusive no guichê 107, mas esse era só para quem tinha mercadoria em mala para ser despachada, que não era meu caso, pois o iPad estava na mala de bordo. Depois de ter ficado uns bons 20 minutos nessa fila, fui informada que meu caso era para passar no guichê da Global Blue, o que eu fiz, e fiquei mais 20 mintos só para descobrir que eu deveria ter passado no outro chichê para carimbar os formulários. Mas 20 minutos nesse guichê e retorno ao guichê da Global Blue ....

 

Enfim, concluí que o melhor é colocar as mercadorias compradas na mala de bordo e passar direto pela segurança e depois:

1º - Guichê da DIREITA, para carimbar os formulários;

2º - Chichê da ESQUERDA (GLOBAL BLUE) para a devolução do VAT.

 

Abs,

 

Cris

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dois dias inteiros seriam suficientes para conhecer os principais pontos de Lisboa ?

Lisboa tem pontos notáveis em cada esquina e tudo vai depender do seu interesse pessoal. Dá para ficar em Lisboa um ano e ver coisas novas e interessantes todos os dias. Só museus são largas dezenas, de grande qualidade, cujas visitas podem durar um dia inteiro. Se a intenção é visitar os lugares de "cartão-postal" o melhor mesmo é pegar o autocarro turístico (Cf. http://www.yellowbustours.com/pt/cidades/lisboa/circuitos/ )

 

Gostaria de passar por Fátima, Obidos, Sintra, Coimbra, Braga, Alcobaça, daria tempo para fazer tudo isso ?

Braga fica um pouco mais longe. Num dia, saindo cedo, pode fazer Obidos, Alcobaça, Batalha (melhor que Alcobaça), Fatima e ir dormir a Coimbra. Retorne ao sul por Tomar e Almourol (belíssimos castelos templários). Évora é uma cidade linda, mas fica a 135 Km ao Sul de Lisboa.

 

Nessas cidades menores tem onde parar carro ? É seguro deixar as malas no carro ? O gde problema é que pra não deixar as malas a vista (duas malas grandes) teria que alugar um carro com mala (bagageiro) grande paraesconder as malas e sairia caro.

Lisboa é a cidade mais segura da Europa e Portugal o país mais seguro. O que não quer dizer que não existam furtos. Não deve deixar bagagens à vista dentro do carro. A esmagadora maioria dos portugueses não utiliza garagens e todos os carros pernoitam na rua, sem problema nenhum.

As estradas portuguesas são excelentes, o trânsito está muito bem organizado e existe estacionamento em qualquer parte, até mesmo nos locais mais centrais de Lisboa. Claro que pode ter parquímetro.

 

 

Tenho como entregar o carro no aeroporto ?

Existem inúmeros locais de entrega e recolha de carros alugados, entre os quais estão todos os aeroportos e terminais de transportes.

 

Qual o melhor lugar para ficar em Lisboa, que fosse próximo a um ponto dos ônibus de turismo ? Gostaria de pagar entre 80 a 100 euros por um hotel.

É possível um casal ficar num bom Hotel por cerca de 50 euros (APA), em Lisboa. A cidade tem hotéis em todas as ruas e utilizando a rede de Metro consegue-se chegar a toda a parte com rapidez e facilidade. Os transportes públicos são frequentes, confortáveis e eficazes. Porque tem faixas de circulação privativa, os transportes públicos podem até ser mais rápidos do que o carro.

Um táxi desde o aeroporto até à baixa de Lisboa pode custar 8 a 15 euros. O preço depende do tempo do percurso (marcado no taxímetro bem visível do carro) e não da distância. Por isso é possível pagar quantias diferentes para o mesmo trajecto. Alguns taxistas do aeroporto tentam ludibriar os turistas, mas para evitar isso no final de uma viagem peça um Recibo. O taxista é obrigado a dar recibo a quem pedir. Se ele não quiser dar, anote o número do táxi (bem visível no interior e exterior do carro) e faça queixa na Polícia.

 

Nota: Existe uma esquadra (delegacia) de polícia especializada só para turistas, na baixa de Lisboa. Fica no Palácio Foz, na Praça dos Restauradores, mesmo à frente da saída do metro "Restauradores". ( http://www.psp.pt/Pages/pesquisa_detalhe.aspx?menu=2&submenu=1&unidade=697 )

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pessoal, me tirem uma dúvida, por favor.

 

Pelo que li aqui a melhor forma de sair do aeroporto de Lisboa é através do AeroBus, estou certo? Pois bem, pelo que compreendi você compra o bilhete e pode usar o transporte público por 24 horas, né isso?

 

Se as duas respostas para as perguntas anteriores forem "sim", aí vem a minha dúvida: essa passagem que eu comprar para sair do aeroporto valerá para o meu retorno ao aeroporto? Pergunto porque passarei menos de 24 horas em Lisboa, então, antes de completar o tempo do bilhete já terei que retornar ao aeroporto.

 

Aliás, quem tiver alguma sugestão para preencher esse tempo. Chegarei em Lisboa dia 13 de julho à tarde (13h) e saio no dia 14 ao meio dia.

 

Desde já agradeço as informações,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se vc tem pouco tempo em lisboa, eu sugiro pegar um taxi até o centro...o aeroporto é relativamente perto da região central...dá menos de 10 euros e vc não precisa se preocupar com nada...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sugestão é ir de taxi, se ficar no centro ou Parque das Nações é bem perto. Lembrar que lá compram uma dicional por mala, algo como 1,5 euro se não me engano.

 

pena é ficar apenas um dia em Lisboa... mas até uma semana seria pouco.

 

Vai ficar onde?

 

Pessoal, me tirem uma dúvida, por favor.

 

Pelo que li aqui a melhor forma de sair do aeroporto de Lisboa é através do AeroBus, estou certo? Pois bem, pelo que compreendi você compra o bilhete e pode usar o transporte público por 24 horas, né isso?

 

Se as duas respostas para as perguntas anteriores forem "sim", aí vem a minha dúvida: essa passagem que eu comprar para sair do aeroporto valerá para o meu retorno ao aeroporto? Pergunto porque passarei menos de 24 horas em Lisboa, então, antes de completar o tempo do bilhete já terei que retornar ao aeroporto.

 

Aliás, quem tiver alguma sugestão para preencher esse tempo. Chegarei em Lisboa dia 13 de julho à tarde (13h) e saio no dia 14 ao meio dia.

 

Desde já agradeço as informações,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Mauro, Luiz, Cris e quem mais puder ajudar. Passo por Portugal com minha mulher em uma longa viagem para a ASIA. Chego em Lisboa dia 22 de dezembro a noite e parto dia 29 pela manhã. Gostaria de algumas dicas.

Dois dias inteiros seriam suficientes para conhecer os principais pontos de Lisboa ?

Teria 4 dias inteiros restantes para outras cidades.

Qual o roteiro de cidades que poderia conhecer com carro alugado, saindo e voltando para pegar o vôo em Lisboa dia 29 as 10:55 para Bangkok?

Gostaria de passar por Fátima, Obidos, Sintra, Coimbra, Braga, Alcobaça, daria tempo para fazer tudo isso ?

Nessas cidades menores tem onde parar carro ? É seguro deixar as malas no carro ? O gde problema é que pra não deixar as malas a vista (duas malas grandes) teria que alugar um carro com mala (bagageiro) grande paraesconder as malas e sairia caro.

Tenho como entregar o carro no aeroporto ?

Qual o melhor lugar para ficar em Lisboa, que fosse próximo a um ponto dos ônibus de turismo ? Gostaria de pagar entre 80 a 100 euros por um hotel.

Alguma indicação ?

desde já agradeço a colaboração de todos.

Fernando - Rio de janeiro

 

Pelo que me apercebi tens 6 dias em Portugal, correto? Dois dias em Lisboa dão para ter uma boa impressão da cidade. Sintra precisa de um dia para visitar o centro histórico e o Palácio da Vila, o Palácio da Pena e o Castelo dos Mouros. Tem também o Convento dos Capuchos mas fica mais afastado então provavelmente não daria tempo. Um dia daria para tu ires a Óbidos, Alcobaça e Fátima. Provavelmente chegarias a meio da tarde em Fátima de maneira que não daria tempo para ir até outro local. Outro dia conseguirias ir até Coimbra, passando por Conimbriga caso te interesses por ruínas romanas (não são monumentais mas dá claramente para se ter uma ideia de como era uma cidade naquele tempo) e terminando em Braga. O dia seguinte podias visitar Braga e provavelmente, na volta para Lisboa conseguirias visitar a cidade de Guimarães, local onde Portugal nasceu.

Estive em Portugal em junho e visitei algumas destas cidades, então tenho uma ideia do tempo que é necessário. Uma coisa que me apercebi é que apesar de contar gastar por exemplo duas horas a visitar uma cidade, acabava sempre por demorar mais, fosse por entrar em alguma loja, fosse por um monumento. Então não dá para querer incluir muitas cidades num só dia.

Eu visitei Sintra em um dia e do que falei acima, não consegui visitar o Palácio da Vila e o Castelo dos Mouros precisamente porque não deu tempo. Cheguei eram 9h e saí de lá ás 17h. Claro que não andei a correr, entramos em lojas, almoçamos tranquilamente, então esticando um pouco daria provavelmente para incluir o Palácio da Vila ou o Castelo dos Mouros, mas o melhor seria nao contar com isso. Almoçamos um menu turistico que dependendo do que escolhem fica entre 10 e 12 euros com sopa, prato principal, bebida e cafe. Fomos num restaurante que fica bem no centro, em frente ao Palácio da Vila, numa pracinha, debaixo de umas árvores. Comemos spaghetti a bolonhesa e vinha bastante.

Lisboa fiquei um dia e meio e visitei o Mosteiro dos Jeronimos, a Torre de Belém, Padrão dos Descobrimentos numa tarde, e no outro dia percorri o bairro da Mouraria até ao Castelo de São Jorge, Sé Catedral, Terreiro do Paço e ainda fui ao Jardim Zoológico onde se perde perfeitamente uma tarde. Não consegui fazer mais nada. Mas como tenho um filho de pouco mais de 2 anos, ao final da tarde voltavamos para a pousada. Almoçamos por cerca de 13-14 euros por pessoa perto do Castelo.

Fátima é basicamente o Santuário. Não querendo assistir a nenhuma missa, duas horas no máximo vocês visitam o Santuário. Eu cheguei la deviam ser umas 17h30 e sai as 19h. Jantei e dormi por lá. Fora de época encontram-se quartos por 50 euros (paguei quarenta e cinco se nao me engano mas nao me lembro do nome do hotel). No final do ano nao sei se é considerada época alta. normalmente todos os dias 13, de maio a outubro, é que são mais caros e se esse dia for num final de semana, mais caro ainda.

Não fui a Alcobaça mas antes à Batalha. São ambos mosteiros e na Batalha demorei-me por uma hora la dentro entre igreja, claustro e capelas imperfeitas. Para lá chegar vai-se por uma estrada nacional que se pegar camião demora um pouco. Para Alcobaça deve ser identico ja que o mosteiro também se encontra no interior.

Óbidos nunca fui.

Braga a Coimbra fui lá em 2007. Acho que meio dia em cada vocês visitam o principal mas se visitarem Conimbriga não deve dar para visitar Braga no mesmo dia. Deixariam para o vosso último dia, juntamente com Guimarães que tem um bonito centro histórico, bastante antigo, e o castelo e paço dos duques.

Em cada uma das cidades existem restaurantes que têm o prato do dia que fica mais em conta do que escolher num cardápio. É só procurar que se acha.

Resumindo: começariam 2 dias em Lisboa, depois Sintra, Óbidos, Alcobaça e Fátima, Coimbra, Braga e Guimarães.

 

Fica a sugestão.

Mais dúvidas, questões, só perguntar. :wink:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Aproveitando... esta semana foi inaugurada a linha de metrô saindo do Aeroporto de Lisboa, portanto tá muito melhor ir pro centro se não tiver muita bagagem.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Pedro e Filipe, obrigao pelas dicas.

Pedro, resolvi estender minha visita em Portugal para 10 dias. Chego dia 22 e fico até o dia 01 de janeiro, então vai dar para conhecer mais lugares. Estou pensando atéem ir a Santiago de Compostela e voltar no dia 31 o mais cedo possível para chegar em Lisboa no começo da tarde, em uma viagem direta.

Se puderem postar mais dicas de outras cidades agradeceria.

mais uma vez obrigado,

Fernando

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Pedro e Filipe, obrigao pelas dicas.

Pedro, resolvi estender minha visita em Portugal para 10 dias. Chego dia 22 e fico até o dia 01 de janeiro, então vai dar para conhecer mais lugares. Estou pensando atéem ir a Santiago de Compostela e voltar no dia 31 o mais cedo possível para chegar em Lisboa no começo da tarde, em uma viagem direta.

Se puderem postar mais dicas de outras cidades agradeceria.

mais uma vez obrigado,

Fernando

 

As sugestões do Pedro são bem legais.

 

Eu separaria:

 

um dia pra conhecer a cidade do Porto

outros pra Cascais, Cabo da Roca e Estoril

outro para Tomar, Fátima e Óbidos

 

Não conheço Batalha nem Alcobaça, nem Nazaré e nem Sesimbra, mas recebi excelentes recomendações.

 

Se quiser comprar roupas não deixe de ir ao Freeport, um excelente outlet que fica do outro lado do rio Tejo. Saem onibus da Gare do Oriente.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...