Ir para conteúdo
Adeilsonn

Bolívia - La Paz (Chacaltaya + Valle de La Luna + Estrada da Morte - Páscoa em terras Bolivianas - Muitas fotos e preços!!

Posts Recomendados

Salve, salve galera mochileira. ::otemo::

 

Então esse é o meu 1º relato de trip, espero que seja o primeiro de muitos outros.

 

Passei o feriadão de páscoa na Bolívia e como peguei todas as dicas aqui, nada mais justo que deixar o meu relato, pois sei que poderá ajudar outros mochileiros.

Esse foi meu 1º mochilão internacional, na verdade vou chamar de mochilinha pois foi um bate volta.

Vou separar por dia para tentar detalhar o máximo possível, vamos a aventura por terras Bolivianas.

 

A trip iniciou em Novembro de 2013, foi quando a Gol fez uma promoção de passagens de volta a ::ahhhh:: R$ 39,00, e para nossa surpresa minha e do meu amigo, havia passagens para Santa Cruz de La Sierra.

 

Após comprar as passagens comecei a ler os relatos e confesso que a princípio fiquei com medo e receio e ao mesmo tempo ansioso para conhecer o país e a cultura.

 

17/04 – Quinta-feira

 

Como moramos no RJ e o voo partiria de SP(GRU), saimos do RJ no dia 17/04 às 23:59h pela empresa Útil que faz a linha RJ X Guarulhos.

 

Gastos

Passagem RJ X SP – R$ 49,00 (empresa Útil) ::otemo::

Lanche na Rodoviária RJ – R$ 9,00 (Rei do Matte Joelho + Guarana natural)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

18/04 – Sexta-feira

 

Chegamos na rodoviária de Guarulhos por volta das 07:00h e pegamos um busão para o aeroporto, cerca de 20min, chegando no aeroporto tomamos café.

A emoção começou aqui, pois os retardados ::putz:: chegaram cedo no aeroporto e esqueceram a hora do voo, resultado: quando fomos fazer o checkin, nos avisaram que já havia encerrado, desespero! ::ahhhh:: Rsrs Começamos a correr de um lado para o outro, implorando aos atendentes para deixarem a gente embarcar, quando eram umas 10:30h conseguimos embarcar. ::cool:::'> Viajamos mais espremidos do que nunca pois as mochilas também estavam conosco embaixo das poltronas. rsrsrs ::otemo::

 

O voo partiu pontualmente às 11:05h, trajeto super tranquilo. Chegamos em Sta Cruz de La Sierra por volta das 13:00h, quando o avião vai se aproximando do solo em STLS a visão não é das melhores, muito mato e estradas de terra (medo) ::ahhhh:: .

No aeroporto fizemos o primeiro cambio.

Não encontramos passagens aéreas para lugar nenhum, queríamos ir para Uyuni porém não dava para ir de busão pois teríamos pouco tempo. ::bad::

Encontramos uma brasileira “perdida” e rachamos o taxi até o terminal Bimodal.

 

Bimodal.JPG.9006e8b07e9a448cf1d25d9860a7c7c3.JPG

 

Quando chegamos no Bimodal, parecia mais uma feira, os atendentes da agencias de passagens todos gritando desesperadamente os destinos, uma loucura.

Conseguimos um ônibus cama para La Paz ônibus novo, confortável com manta e tv/DVD.

 

Onibus.JPG.1695cd1e78efaff9e1ef5e183c515b37.JPG

 

Literalmente fomos jogados dentro do ônibus e ele partiu (15:00h) não conseguimos comprar nada para comer, a sorte é que tinhamos um pacote de biscoito maisena(nossa salvação)... Após umas 3 horas de viagem o ônibus para num “restaurante”(na verdade uma casa no meio da estrada onde o pessoal janta, o cardápio era Tatu, Frango, Peixe... eu não consegui comer nada, a pessoa que servia os pratos era a mesma que pegava o dinheiro e fritava as coisas, higiene zero e a visão era de embrulhar o estomago, jantei o meu pacote de maisena com refrigerante mesmo.

 

Cardapio.JPG.9b67bb944f0ac108346d67cf9eeeca03.JPG

 

 

OBS1:Antes de comprar a passagem compre algo para comer, pois o pessoal da agência pode vender a passagem e já te jogar dentro do ônibus, lembre-se que no caminho não tem nada para comer e são aproximadamente 17h até La Paz.

 

OBS2: Como li em vários relatos que nunca ninguém foi parado pela polícia boliviana para conferir o “verdinho e o cartão de vacinação” eis que somos parados por um guarda dentro do terminal que nos solicitou os documentos, saí do RJ para tomar dura na Bolívia, como estávamos com tudo certo ele nos liberou sem problemas.

 

OBS3:Em SCLS o clima é quente, parece com os 40C do RJ, porém conforme o ônibus se distancia de SCLS vai esfriando e na madrugada faz muito muito frio, então prepare os casacos as calças, meias, luva.

 

Gastos:

Busão Rodoviária X Aeroporto(GRU) – R$ 3,00

Café da Manha Aeroporto(GRU) – R$ 15,00 (Não lembro o nome da lanchonete, pão na chapa + café com leite)

Cambio Aeroporto(VIRU VIRU) – R$ 1,00 X B$ 2,60

Água Aeroporto(VIRU VIRU) – B$ 15,00

Taxi Aeroporto X Terminal Bimodal – R$ 60,00

Taxa de embarque (BIMODAL) – B$ 3,00

Ônibus Sta Cruz X La Paz – B$ 50,00 (TransCopacabana Men 1)

Água + Refrigerante – B$ 5,80

Restaurante.JPG.3f4fa5bdd6c78b6919103d45d1209283.JPG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

19/04 - Sábado

 

Chegamos em La Paz por volta das 07:00h, estava fazendo ::Cold:: 7Graus, pegamos um taxi até o Hostal Copacabana localizado na Calle Illampu 734, por um quarto com 2 camas de solteiro e banheiro, no terceiro andar. Gostei muito do hostal porém não tem elevador, dificultando muito a subida até o quarto. A recepcionista super simpática e nos ajudou mt respondendo nossas perguntas sobre tudo...

 

Termometro.JPG.86c1faa80c1b8aee01143e1d5d6511c6.JPG

 

Estávamos com muita fome tomamos o desayuno no Hostal.

Esse dia foi para adaptação e conhecer o Centro de La Paz, eu não senti nada, não precisei tomar nada, já o :oops: Tiago sentiu fortes dores de cabeça, enjoo, falta de ar e ficou a viagem inteira a base de remédio e bala de coca. :oops:

 

Nesse dia fomos até o Mirador Killi Killi, vale a visita, vista maravilhosa da cidade, da pra ver também o Estádio. Lá de cima temos a certeza que Lá Paz é uma cidade cercada por montanhas.

 

598db750a1408_MiradorKilliKilli.JPG.86cb1445bf692c2a2dd0b21abf4a4e4f.JPG

 

Comemos na Pizzeria Italiana na rua do Hostal, Hamburguer com fritas, ::otemo:: batemos ponto na Pizzaria todos os dias, lá encontramos um ambiente limpo, bonito e bom, achei os Bolivianos bem porquinhos. :?: Rsrsrs .

 

598db750af09f_AlmooPizzeria.JPG.6487d9a5a29601db7a5e7af448bf2f78.JPG

 

Andamos pela Praça San francisco, mercado das Bruxas e percorremos várias agências para fecharmos os passeios, nessa altura já sabíamos que não iriamos conseguir fazer o Salar, então fechamos o Chacaltaya e a Estrada da Morte, fechamos ambos passeios pela http://www.nofearadventuresrl.com/, com cartão de crédito.

 

598db750bc527_PlazaSanFrancisco.JPG.fb86a09bf5087b923033f0236250895d.JPG

 

OBS1: No terminal fizemos nosso 2º câmbio, R$ 1,00 valendo B$ 2,30 (péssimo por sinal). Não façam o câmbio no terminal não, deixem para fazer na Calle Sarganada.

 

OBS2:Na Calle Sarganada fizemos câmbio R4 1,00 valendo B$ 2,80, o melhor de toda a viagem. ::otemo::

 

Gastos:

Taxi Terminal X Hostal Copacabana – B$ 15,00

Hostal Copacabana – B$ 180,00 (Quarto 2 camas + banheiro) http://www.hostalcopacabana.com/

Hostal Copacabana Desayuno – B$ 15,00

Taxi até o Mirador Killi Killi – B$ 20,00

Pizzeria Italia – B$ 25,00 (hamburguer com fritas)

598db75089e51_TerminaldeBuses.JPG.fcca9e409af47b04a47cd93624d25e72.JPG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

20/04 – Domingo

 

Passeio Death Road / Estrada da morte ::otemo::::otemo:: com direito a bike básica suspensão dianteira, mais equipamentos de segurança, blusa, cd com fotos e vídeos, café da manhã e lanches (pão com ovo frito e coca cola, barra de cereal, bananas e água, no fim do passeio tem um ótimo almoço). O passeio dura o dia todo.

Acordamos cedo e partimos para o restaurante onde seria servido o café da manhã, de lá pegamos os equipamentos de segurança, entramos na van e partimos para o passeio, tinham americanos, ingleses, espanhóis e nós brasileiros na van.

 

A van nos leva até a parte mais alta da Estrada da Morte e para em um lugar estratégico, daí nos entregam as bikes, conferem os equipamentos de segurança e fazemos uns testes nas bikes, frenagem, equilíbrio...

 

Bikes.JPG.74c7b12dd58397a81110463996ab1b46.JPG

 

Após os testes, iniciamos a descida no asfalto, a adrenalina começa aqui pois nessa parte tem caminhão, moto, carros circulando na estrada. Essa parte de asfalto serve para nos acostumar com a bike e pegar confiança para o perrengue que vem logo depois.

 

Asfalto.JPG.40f2b9976a8b73545f72cbaa63e4b61e.JPG

 

Após aproximadamente 40min, paramos na entrada de um túnel para reunir o grupo e iniciar a descida pela estrada de terra, pedra, barro... Pegamos neblina, sol, chuva e sol novamente ::ahhhh::::Cold:: .

 

598db752d1dbc_Galera1.JPG.100b24e06d373b0048a10b221f16dff2.JPG

 

Teve de tudo, muita adrenalina, emoção... O visual é maravilhoso... Os penhascos incríveis, as curvas super fechadas e sem nenhuma cerca de proteção, estrada estreita... Tivemos a certeza do porque ela é chamada Estrada da Morte.

 

598db752ec82d_Lavemachuva.JPG.8453542f83ed6296786a820cad91b31e.JPG

 

No fim do passeio, dizem que tem banho e piscina e talz, a galera estava mais do que morta rsrsrs Só queríamos era almoçar e descansar e o tempo estava meio chuvoso e frio, então após o pessoal da agência limpar e agrupar as bikes em cima da van, nos levaram até o sítio para o almoço... A van ainda atolou na lama rsrsrsr

 

598db753237d3_Penhasco1.JPG.419e8fb1bb492addfebf425f06012440.JPG

 

Ficou na memória e quero refaze-lo de novo e de novo...

A galera da agência não tenho nem o que falar, todos muito atenciosos, divertidos, sempre por perto prezando pela segurança e divertimento do grupo. Dia e passeio perfeitos.

 

 

OBS: É bom levar uns biscoitos, vá com roupas leves e leve roupas limpas, pois quando o passeio acaba tem lugar para tomar banho e colocar roupas limpas. Eu não sabia dessa dica e tive de permanecer com minha calça e blusa suadas e sujas.

 

Gastos:

Death Road – B$ 330,00 (No cartão de créditos) http://www.nofearadventuresrl.com/

598db75258486_Asfalto1.JPG.e5267c16d6e5d88108e32d5efc86c168.JPG

Neblina.JPG.6c288c23802e5e016e5a6b8fdfb815b2.JPG

598db75368cec_Penhasco3.JPG.431ab9788acee2eedaaa708dffe317a8.JPG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Show de bola! Final de Setembro/Início de Outubro faço o Downhill e volto para contar!!! ::ahhhh::::hahaha::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Show de bola! Final de Setembro/Início de Outubro faço o Downhill e volto para contar!!! ::ahhhh::::hahaha::

 

 

Boa trip para vc Gilmsu... ::otemo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

21/04 - Segunda-feira

 

Mais uma manhã gelada em La Paz, ::Cold:: tomamos um rápido café e partimos para o local combinado onde a van iria nos pegar. Esse é o dia de subir o Chacaltaya e depois conhecer o Valle de La Luna são 2 passeios pelo preço de um, começa por volta das 07:00h terminando 17:00h.

 

Quando estávamos percorrendo as agências, um atendente falou que não tinha neve no Chacaltaya, que nessa época do ano era impossível ver neve e talz ::ahhhh:: ... nos deixando sem vontade de conhecer. Por sorte não acreditamos no vendedor e depois fechamos com outra agência. ::otemo::

 

Na van tinham 5 brasileiros, um casal de idosos argentinos e 3 ingleses... Mesmo tendo feito a descida da estrada da morte no dia anterior, observamos que após a van sair do asfalto a estrada/caminho até o Chacaltaya da muito muito medo... ::ahhhh:: pois tem muitos buracos, pedras, cascalhos, curvas e mais curvas.

 

 

Subindo.JPG.c15a81dd855c5aa746b547affe869c92.JPG

 

 

Quando o guia nos mostrou bem de longe a montanha completamente branca, coberta de neve, os brasileiros enlouqueceram... rsrs ::hahaha:: (brasileiro não conhece frio e muito menos neve), chegamos em uma parte em que o chão estava branco (fizemos a van parar para já iniciar-mos a sessão de fotos na neve rsrsrsr). ::otemo::

 

 

598db8b1bc6a7_1imagemdoChacaltaya.JPG.913575f3077dc308d38ea52d1b3f09a0.JPG

 

 

598db8b1ca40a_1vestigiodeneve.JPG.f278a1d3e5ca81602eb687aa1cf2481c.JPG

 

 

598db8b345191_Pareavan1.JPG.deb74c013ea1d8b065214b7d116409c5.JPG

 

 

Após várias fotos nessa parada (forçada rsrs), entramos de novo na van, após esse ponto a subida foi ainda mais emocionante, pois a van ia deslisando no gelo...

 

 

598db8b1d767a_Agoradeviacaocanela.JPG.8296f916f0016833d453eb8daa76ec98.JPG

 

 

Tinha tanta neve que a van nos deixou no meio do caminho. Ainda conseguimos andar/escorregar e subimos um bom pedaço em direção ao topo, mais infelizmente não conseguimos chegar ao cume do Chacaltaya, onde fica a base de pesquisa, pois estávamos todos mortos por ter andado muito a quase 5.000m de altitude e para nossa surpresa por volta das 11h o tempo fechou muito e começou a nevar.

 

 

598db8b1ec3f7_Caminhando2.JPG.8ce78182477213b4dd0692e0ed1ba3d8.JPG

 

 

Falta pouco galera, vamos, vamos... vocês estão vendo 2 pessoas nessa foto abaixo??

 

 

598db8b2064c9_Faltapouco1.JPG.a0197ee03f14177bf7a2336fba236293.JPG

 

 

Deixa eu aproximar um pouco... e agora estão vendo?? Sim ainda estamos caminhando... rsrsrs ::otemo::

 

 

598db8b20d22a_Faltapouco2.jpg.f873b7688f8da2537139396c75bc358e.jpg

 

 

Nosso guia com receio do mal tempo e da neve aumentar decidiu encerrar a aventura no Chacaltaya, pois segurança vem em 1º lugar.

 

 

598db8b300643_Tempofechando.JPG.44e4be390e84f6f1b7634c4317d45cf1.JPG

 

 

Mesmo não tendo conseguido chegar ao topo, essa aventura foi maravilhosa, muito muito muito lindo. ::cool:::'>

Fiz até um bonequinho de neve, meio tosco ::lol4:: mais que geral tirou foto com ele.. ::otemo::

 

 

598db8b30ce95_Meubonecodeneve.JPG.594a07dee2ea3a52ee250b77d03fef3a.JPG

 

 

Partindo para o Valle de La Luna, paramos em um mirante que não lembro o nome, onde da para observar toda La Paz e também o Chacaltaya ao fundo.

 

 

598db8b3239a7_Mirante2.JPG.3772cc97e7d216f3a9878659483793b7.JPG

 

 

Depois seguimos para o Valle de La Luna, um lugar místico, bonito, porém não tinha nada demais, valeu mais pelas histórias contadas pelo guia.

 

 

Valle.JPG.7f8b52469a7786b92c545e3d7b330c35.JPG

 

 

Nesse dia fomos para o Hostal Jr, na mesma rua, porém no primeiro andar, essa diferença de altitude faz toda a diferença.

 

 

OBS1:Esses 2 passeios duram o dia inteiro, então é bem interessante levar uma mochila com coisas para comer.

 

OBS2:Leve filtro solar, óculos escuros, roupas de frio.

 

 

 

Gastos:

Chacaltaya + Valle de La Luna – B$ 140,00 (Cartão de Credito) http://www.nofearadventuresrl.com/

Ingresso Valle de La Luna – B$ 15,00

Hostal Jr – B$ 120,00

598db8b1e3a15_Caminhando1.JPG.9f5bac02c07917081458c5c3a6591508.JPG

598db8b2e7117_Tempofechando2.JPG.59c628ed30afcc2582d250a01333fac6.JPG

598db8b319464_Mirante1.JPG.57f662de1d7424ddb589574569de4b2d.JPG

598db8b32f1d0_Valle2.JPG.e051ef281ae04a7cc01cd57bd8fee478.JPG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

22/04 – Terça-feira

 

Último dia em La Paz. :cry::cry:

 

Andamos mais um pouco e fomos até a Plaza Murilo e depois ao Terminal de Buses para comprar a passagem de volta para Sta Cruz, compramos no ônibus cama com TV/DVD para as 16h.

 

DSC_2663.JPG.58718655919d5891be63babc8a9a48c2.JPG

 

Almoçamos na Pizzeria (fiquei fã), compramos algumas guloseimas para aguentar as mais de 17h até Santa Cruz e partimos para o Terminal de buses.

 

Gastos:

Ônibus La Paz X Sta Cruz – B$ 170,00 (Transcopacabana Men 1, mesma empresa preços diferentes)

Pizzeria Italia – B$ 37,00 (Macarronada molho 4 queijos)

Taxi Hostal X Terminal de Buses – B$ 15,00

Taxa de embarque _ B$ 2,00 (Terminal de Buses)

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

23/04 – Quarta-feira

 

A viagem de La Paz X Santa Cruz estava indo tudo bem, tudo bom, ::otemo:: até que começamos a ver vários ônibus parados e o nosso começou a diminuir a velocidade até que parou também, ::ahhhh:: estávamos há aproximadamente uns 20min do Terminal Bimodal... Pensamos que era um engarrafamento, daí o motorista parou, puxou o freio de mão e de repente abriu a porta e gritou (está acontecendo o PARO daqui nada passa, geralmente eles liberam a estrada por volta das 17h). ::ahhhh::::ahhhh::

 

Como assim PARO??? E meu voo??? Onde estou??? ::hein:::hein:

 

Descemos do ônibus e seguimos o fluxo de pessoas, caminhamos... :|

Passamos por várias barricadas de troncos de árvores, pedras, entulho, terra...

 

598db8b35c6f9_Povo1.JPG.b7a0cbe2efcb7b1c42c08dfdb6a3e9fa.JPG

 

 

598db8b368be6_Segueofluxo.JPG.ffb2049ba75b8a545233be9a699686d7.JPG

 

Bem longe avistamos uma nuvem de fumaça negra, sabíamos que teríamos que passar por la... Porém antes de chegar, vimos todos voltando, correndo... até que descobrimos o pq estavam voltando, descobrimos da pior maneira possível (já não conseguia respirar, garganta e olhos estavam ardendo muito, efeito do gás de pimenta) sim sim saí do Brasil para passar perrengue na Bolívia (gás de pimenta é horrível).

 

O desespero bateu. Vou perder meu voo?? Vou apanhar?? Vou tomar mais gás de pimenta na fuça??

 

Não tenho mais $$... Quero minha mãe!! rsrs ::ahhhh::::quilpish::

Achamos uma fila de taxi, porém nenhum queria nos levar até o aeroporto... Mais desespero e medo....

Graças a Deus apareceu um que topou nos levar, cobrando quase o dobro do valor normal, não pensamos 2 vezes e aceitamos o valor, entramos no carro e o taxista saiu cortando, fazendo bandalha, andando pelo meio do mato, passando por lama, buraco, passando por cima de galhos de árvores... até que conseguiu passar pelo bloqueio e nos levou até o aeroporto. Claro que ele ainda cobrou mais B$ 50,00 pois teve que dar uma outra volta para chegar até o aeroporto.

 

 

 

Chegando em SP, já havia comprado as passagens do aeroporto para o Terminal Tiete.

Pegamos o busão no Tiete por volta das 22h, cheguei em casa as 05:00h do dia 24/04.

 

 

OBS1: No aeroporto (Viru Viru) tivemos que pagar a taxa de embarque B$ 175,00.

 

 

Gastos:

Taxi Sta Cruz X Aeroporto VIRU VIRU – B$ 150,00

Valor normal do taxi B$ 60,00

Lanche VIRU VIRU – B$ 69,00

598db8b373eea_Fumaa.JPG.d86c1fce56be9365b64e08a250cffce0.JPG

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

CONSIDERAÇÕES FINAIS:

 

Essa foi minha 1ª viagem internacional, literalmente o 1º mochilão, pois já fiz alguns bate e volta nos fins de semana aqui pelo RJ mesmo.

SIM FARIA TUDO DE NOVO E DE NOVO, ::otemo::::otemo:: como li vários relatos aqui no site sobre a Bolívia e os perrengues que os mochileiros passam por la, já li casos de assaltos, internações por causa do mal da altitude ou por causa da comida, fui com medo e receio e claro que tentei tomar todos os cuidados possíveis para não ter surpresas.

 

Felizmente não senti nada, não tive problema nenhum com comida ou altitude.

 

Infelizmente como tive pouco tempo não consegui fazer o Salar, passaria pelo perrengue do último dia de novo... Emoção e adrenalina não faltou. Bolívia me aguarde pois ainda quero conhecer o SALAR, LAGO TITICACA, POTOSI, SUCRE... Ainda tem muita coisa para conhecer.

 

Faltou algumas despesas como lembranças e coisas que compramos para trazer, e algumas despesas como água, biscoitos, refrigerantes... que sinceramente não lembro desses valores.

 

TRANSITO

 

La Paz é uma cidade com o transito caótico, sinal vermelho não diz nada, nos cruzamentos vence o mais audacioso, pois ninguém para pro outro passar não... Eles amam buzina, barulho infernal... Ande SOMENTE pela calçada, OLHE 1000X para os lados antes de atravessar uma rua.

 

ALIMENTAÇÃO

 

Fiquei fiel a comia da PIZZERIA, macarrão, hamburguer, pizza... Não quis arriscar a comer nada diferente ou típico deles não... Eu achei os bolivianos meio porquinhos, tipo vi inúmeras barraquinhas vendendo pães, doces, sem nenhum tipo de higiene, com a mesma mão que pegam o dinheiro eles pegam os produtos (sem luva, sem nada). E tudo fica exposto pegando poeira, sol, insetos posando...

Geladeira?? Não lembro de ter tomado nada gelado não.

 

OBS:Bebidas, todas em temperatura ambiente, nada de geladeira não... Coca cola, água, suco...

 

IDIOMA

 

Entendo e falo apenas o básico em Espanhol, porém não tive nenhum problema, pois o PORTUNHOL funcionou direito.

 

É isso galera, essa foi minha aventura por terras Bolivianas no Feriadão de Páscoa.

 

Se alguém tiver dúvidas e eu puder ajudar, é so falar.

Espero que essas informações sejam úteis para alguém, assim como os vários relatos que li me ajudaram muito.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi Adeilton!

Vc falou que tinha um casal de idosos p subir o Chacaltaya. Eles ubiram de boa? Não sou idosa , mas estou chegando lá rsrsrs( 56). Eles fizeram o passeio de bike tb? Esse é o que mais me interessa, mas estou com medo rsrsrsr

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Oi Adeilton!

Vc falou que tinha um casal de idosos p subir o Chacaltaya. Eles ubiram de boa? Não sou idosa , mas estou chegando lá rsrsrs( 56). Eles fizeram o passeio de bike tb? Esse é o que mais me interessa, mas estou com medo rsrsrsr

 

Maria A G P Ferreira, o passeio de bike eles não fizeram... O principal da estrada da morte é saber andar de bike (pois tipo 70% do percurso é descida ::otemo:: ), então correndo ou devagar você conseguirá chegar ao final... E esse passeio eles vão parando para reagrupar e descansar um pouquinho ::otemo::

 

O Chacaltaya como tinha muita muita neve, a van parou muito distante do do cume, eles e mais uma jovem (aproximadamente uns 30anos rsrs) ficaram na van. No Chacaltaya acredito que com ou sem preparo físico é desgastante por conta da altitude e falta de ar...

 

Espero ter ajudado!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ando todos os dias de bike, mas como minha cidade é plana, estou treinando subida na academia. O jeito vai ser começar a treinar descida na cidade ao lado rsrs. Ano passado fizemos a Chapada Diamantina e me arrependi de não ter tentado a Cachoeira da Fumaçinha. Fizemos de boa a Cachoeira do Buracão.

obrigada!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Ando todos os dias de bike, mas como minha cidade é plana, estou treinando subida na academia. O jeito vai ser começar a treinar descida na cidade ao lado rsrs. Ano passado fizemos a Chapada Diamantina e me arrependi de não ter tentado a Cachoeira da Fumaçinha. Fizemos de boa a Cachoeira do Buracão.

obrigada!

 

 

Estamos aqui para tentar ajudar... ::otemo::::otemo::

Boa Trip. Se precisar de mais alguma info é so perguntar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Parabéns pelo relato! Deu muita sorte de comprar a passagem de volta por esse preço! No próximo ano vou em julho, tomara que apareça outra promoção dessa, rsrs]

abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quando fiz o Chacaltaya, em maio do ano passado, só tinha gelo lá no cume e mesmo assim em pouca quantidade. A van nos deixou na estaçao de ski desativada a 5300m de altitude e subimos os demais 130m a pé e é muito desgastante mesmo. Achei mais desgastante do que o Downhill.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Adeilsonn,

 

Gostei bastante de seu relato. Observei bem essa questão da limpeza (ou falta dela). Terei bastante receio com isso pra não ter problemas com meu estômago numa viagem tão aguardada. :cry:

 

Muito bom seu relato sobre o Chacaltaya, anotei muitas coisas. ::hahaha::::hahaha::

 

"Nesse dia fomos para o Hostal Jr, na mesma rua, porém no primeiro andar, essa diferença de altitude faz toda a diferença."

 

Como foi o atendimento?? ::quilpish::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Adeilsonn,

 

Gostei bastante de seu relato. Observei bem essa questão da limpeza (ou falta dela). Terei bastante receio com isso pra não ter problemas com meu estômago numa viagem tão aguardada. :cry:

 

Muito bom seu relato sobre o Chacaltaya, anotei muitas coisas. ::hahaha::::hahaha::

 

"Nesse dia fomos para o Hostal Jr, na mesma rua, porém no primeiro andar, essa diferença de altitude faz toda a diferença."

 

Como foi o atendimento?? ::quilpish::

 

 

Eriendson, desculpe pela demora em responder.

Cara pode parecer bobeira, mais 1metro faz muita diferença rsrsrs

Não tenho do que reclamar do atendimento no hostal não, a questão eh a "qualidade" do quarto. Quanto mais barato, menos conforto...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Adeilsonn;

Primeiramente parabéns, gostei muito do seu relato e das fotos!!!!

Estou planejando minha trip em La Paz e minha dúvida é sobre din din... Dá pra levar só Real e cambiar para moeda local de boa? Quando vou à outros países geralmente levo dólares (exceto na Argentina, onde o real era aceito em toda parte)... E vc fechou os passeios de bike e Chacaltaya com a mesma agencia?

Desde já agradeço a ajuda!

Forte abraço!

:?::?::?::?::?::?::?:

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fabio Fischer, obrigado pelo elogio do post. rsrs

Respondendo a sua pergunta, levei apenas Reais e foi super fácil cambiar em LaPaz na calle Sagarnaga tem inúmeras casas de cambio.

Os passeios fechei na mesma agência pois estava com um bom preço e ainda aceitava cartão de crédito rsrsr

Não é propaganda, mais segue o link da agência http://www.nofearadventuresrl.com/

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


×