Ir para conteúdo

Alfândega - Perguntas e Respostas


Posts Recomendados

  • Respostas 151
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

Mas poxa vida, você estava trazendo um Notebbok e um Ipad 2 e estava passando no raio-x sem declarar os bens... Não imposta que você tenha dito verbalmente para o funcionário do raio-x.. Você deveria era preencher a DBA e fazer o pagamento do tributo. Mesmo seu Ipad 2 sendo velho e já com uso, você teria de ter a comprovação da entrada desse bem de forma legal no país (Nota Fiscal de quando comprou o bem ou o comprovante de desembaraço aduaneiro de quando você o trouxe e pagou a taxa do valor acima da cota de US$ 500,00, se você chegou a fazer isso).

 

Nesse caso, a ação da Receita Federal foi correta, pois como você passou sem declarar esses bens e sem nota fiscal que comprovasse a sua compra por um valor abaixo da cota de US$ 500,00, o que te restou mesmo foi pagar a multa por sonegação.

 

Veja bem, eu mesma tenho um iPad 2 já usado, que eu comprei ano passado em Barcelona, e que quando eu voltei, por ter sido mal orientada, eu não declarei. O iPad estava na mala de bordo que passou pelo raio-x, mas não fui fiscalizada e o que ocorreu foi que o meu iPad 2 acabou entrando no Brasil de forma incorreta.

 

Sei que quando levar esse iPad 2, já usado, para outras viagens internacionais, eu corro o risco de na volta ser multada também por sonegação, mas é algo que eu estou inteiramente consciente e que não vou achar nenhum abuso ou arbitrariedade por parte da Receita Federal se assim ocorrer. Já fui e voltei com ele novamente em outra viagem internacional e na volta não fui parada pela Receita, mas é um risco que eu sempre vou correr conscientemente, pois apesar de ter a nota fiscal, eu não tenho o comprovante de desembaraço aduaneiro, que eu não fiz ...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores

Realmente, além da falta de habilidade no trato, não houve nada revoltante.

 

Bom, aproveitando a deixa, vale a pena dizer que agora vc tem a sua declaração de que os bens estão legalizados. O documento de pagamento do imposto de importação vale como comprovação. Da próxima vez que deixar o país com esses bens basta vc levar esses documentos comprovando que já pagou o imposto de importação e não haverá problema algum.

 

Abrçs

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Minha revolta não é por ter pagado os impostos e a multa, mas pela maneira como foi feito. Não teria tido problema nenhum em declarar os bens que trazia comigo, mas como eu disse, não havia essa possibilidade naquele momento, existia apenas a fila do raio-x, na qual informei que trazia equipamento tributável, mas ainda assim fui autuado como sonegador. Faltou organização da Receita no Aeroporto de Confins. Além da mencionada grosseria do fiscal da receita, que, para mim, é inadmissível. De qualquer maneira, o post é somente um alerta para que outras pessoas não sejam pegas por desatenção, como eu fui. A receita está agindo com muito mais rigor neste tipo de fiscalização, não é mais como antigamente que se podia contar com a sorte. Eu também já passei por diversas vezes pela alfândega com o mesmo Ipad velhinho e nunca tive problemas antes. Por tudo isso: declarem sempre. Abraço.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 3 semanas depois...
  • Colaboradores
Bom dia,

 

Vou para Disney e NY, e tenho algumas duvidas.

 

Eu gostaria de levar minha filmadora (pequena) que já possuo, e não comprarei outra lá. Como faço para que eles não confundam e queiram cobrar como se ela tivesse sido comprada lá, já que não possuo mais a nota fiscal? É arriscado?

 

De lá, eu gostaria de trazer: Ipad (530 dolares) e um Hd externo (110 dolares).

A câmera fotográfica, o PSP (e os 3 jogos) entram na minha cota de uso pessoal, certo?

 

Então, declararei 640 dolares, e pagarei 50% de 140 = 60 dolares.

 

Gostaria de saber se esta minha interpretação está correta para não ter surpresas.

 

Obrigada pela ajuda!!!

 

O PSP entra sim como produto da cota, já tributaram um meu e os jogos também. Eu estava sem a nota e eles ficaram bens mais caros conforme entendimento adotado pelos auditores da receita... faz parte.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

BOA NOITE, PESSOAL, ESTOU VIAJANDO COM MINHA ESPOSA E FILHO PARA OS EUA. PRETENDEMOS COMPRAR 2 LAPTOPS, ESSES PASSAM A COTA DE 500 PARA CADA UM. ALÉM DE CADEIRAS DE CARRO PARA BEBE, UM CARRINHO BARATO, UM DVD PLAYER BARATO. DEVO DECLARAR TUDO? OU SERÁ QUE DECLARANDO APENAS UM LAPTOP E O RESTANTE, TENTANDO ESCONDER O OUTRO LAPTOP PODE DAR CERTO?

OBRIGADO.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Dar informações para o descaminho não é norma do site, o risco é grande, só depende da tua descisão. Este negócio de declarar a metade a chance é grande, muito grande mesmo de não dar certo.

Voceis estão em dois, pense numa fórmula ideal.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 semanas depois...
  • Membros

Ola, boa noite!

Pretendia ir pra europa, e trazer da alemanha uma guitarra de 2150 euros. Instrumentos musicais desse tipo sempre são barrados ou é possivel passar direto e não pagar imposto? Pretendia levar 11mil reias, +- 4200 euros. Se eu pagar esse imposto, a guitarra iria pra 2975 e sobraria apenas 1225 euros pra ficar 10 dias, o q eu nao sei se é suficiente pra comer e dormir. Vcs acham q é um mal negocio ou vale a pena levando em conta q esssa guitarra aqui custa qse 12 mil reais?

 

Ficaria grato se alguem me ajudasse, Obrigado!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Olá, Dehrocker,

 

Até onde vai o meu "conhecimento alfandegário", essa gitarra deve pagar o imposto, sim. E pelas dimensões de uma guitarra, creio que dificilmente ela passará "despercebida" pelos fiscais da alfândega, e por isso, você deve sim, declarar e pagar o imposto. Porque se não declarar, na hora de ser fiscalizado, vai pagar o imposto mais multa, o que sairá bem mais caro.

 

Não vejo outra solução para a compra desse bem além de você levar mais Euros para suas desdepas de viagem.

 

Quanto a comprar lá ou aqui, pela cotação de hoje, o preço dessa guitarra, inlcuindo o imposto, ficaria em torno de R$ 8.000,00. É uma boa diferença em relação aos R$ 12.000,00 aqui do Brasil. Mas você não conseguiria fazer esse preço aqui do Brasil parcelado? Pelo menos o rombo orçamentário ficaria mais atenuado!

 

Abs,

 

Cris

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Boa noite pessoal. Nunca postei no forum, mas tenho consultado muito para planejar minha primeira viagem intenacional. Agora tenho algumas dúvidas, e acho que podem me ajudar.

 

Minha situação é a seguinte:

Vou fazer uma viagem para Buenos Aires, e não tendo passaporte, eu tenho direito a cota de US$ 500,00?

 

E outra, tenho um tablet que mei pai trouxe dos EUA, com valor de 250 dólares. O único documento que eu tenho dele é uma nota da Best Buy. Meu tablet entrou da forma correta no país? Eu posso ter problemas caso leve esse tablet na viagem?

 

E por último, eu não posso trazer comidas na volta? Nenhum tipo??

 

Obrigado pela ajuda pessoal!

abraços

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


×
×
  • Criar Novo...