Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
fabricionn

22 dias: Havana, Varadero, Trinindad, Morrón, Viñales, Cozumel (Cancun), Santiago, Baracoa, Camaguey

Posts Recomendados

Chegou a tão esperada viagem à Cuba. Me baseei em muitos relatos daqui, também do mulambo (cuba-mochilao-mulambo-2015-ponta-ponta-havana-cienfuegos-trinidad-baracoa-santiago-cayo-guilhermo-vinales-t117960.html) que foi bem útil para os preços mínimos das coisas. Hehehe

 

Sou do RJ, mas quando comprei a passagem estava 3500 ida e volta por aqui... De Brasília estava 1900 reais já incluindo a passagem e taxas da tam de ida e volta por lá... Então, mais uma perna e passagem por aeroporto pra economizar essa budega aí. Hehehehe

 

Vôo saindo sexta, após trabalho, 20h35 pra Brasília, de lá pra Havana às 2h25. CUIDADO NA ORA DE COMPRAR trechos na madrugada, quase errei o dia. Hehehe

 

Cotações da viagem:

1 dólar = 3.37 reais

1 euro = 3.79 reais

1 euro = 1.09 CUCs

1 CUC = 24 pesos cubanos

 

Dia 1 - 27/08 - sábado - Habana

 

Chegamos à La Havana e fomos pra casa da Sra. Augustina, muito comentada aqui nos fóruns. Ao tocarmos a campainha, descobrimos que ela tinha falecido dia 11/08 e a casa não mais hospedaria ninguém. Antes que pensássemos em procurar outro lugar, a sra . que nos atendeu informou que seu vizinho debaixo também recepcionava turistas. Felizmente tinha disponibilidade e ficamos lá, pelos 25 CUCs pra 2 pessoas + 5 CUCS por pessoa de café da manhã.

 

Pegamos um bus até Miranmar e Rodamos pelos pontos turísticos lá. O bus é bem barato 1 peso. Demos sorte pra ir, mas não a tivemos para voltar... veio lotado e ficamos distante do centro. Rsrs

Jantamos numa pizzaria perto da casa por 5 CUCS/pessoa.

Chuva fim de tarde forte e depois parou.

 

Dia 2 - 28/08 - domingo - Havana

 

Fomos conhecer a praça revolucionário de táxi por 6 CUCs. A praça é imensa e por todo canto tem sinais "gloriosos" da revolução.

 

Depois voltamos a pé até o centro e caminhamos até a plaza vieja e agregados que são increíblemente preciosos!

Almoçamos no La Narco por 10 CUCs/pessoa com limonada. La é muito bem servido. E voltamos para descansar um pouco.

 

À noite jantamos no Mango por 3 CUC/pessoa que era perto da casa e caminhamos um pouco.

Chuva fim de tarde forte e depois parou. À noite choveu direto até de manhã...

 

Dia 3 - 29/08 - segunda - Havana x Varadero

 

Despertamos temprano, desayunamos y fuimos tomar la famosa guagua hasta Varadero. No meio do caminho mudamos de idéia porque chovia e a guagua é meio aberta... Fomos à via azul de táxi por 7 CUCs . De la Fechamos um táxi por 40 CUCs porque o ônibus tinha acabado de sair às 9h. O próximo somente seria às 13h... ai, já era o dia em Varadero. O próprio taxista buscou uma hospedagem para gente em uma casa particular. Tivemos um pouco de dificuldade em encontrá-la. Quando o taxista achou uma, reparamos que Varadero era mais cara que Havana... 30 CUCs o quarto sem café da manhã. Ficamos em um espaço legal, mas a senhora não é muito cordial, então não recomendamos.

 

O dia estava fechado e foi abrindo, mostrando a beleza da praia caribenha. Almoçamos "risoto" em um restaurante que tem cardápio em russo na calle 62 e não gostamos, porque parecia um miojo de arozz, pelo menos foi 5 CUCS/pessoa. Depois fomos à praia e ficamos até umas 19h, pois escurece umas 20h. Tem uns passeios saindo de Varadero, mas são bem caros, então não pegamos informações adicionais. Por ser mais estruturado, é mais fácil encontrar informações na internet.

 

Decidimos ir para Trinidad no dia seguinte. Jantamos no restaurante Victoria perto da calle 36 que tem um bife duro de comer por 3 CUCs/pessoa. Rsrsrs

 

Dia 4 - 30/8 - terça - Varadero x Trinidad

 

Chegamos à Via Azul às 6h50 para pegar o bus às 7h30, pois segundo o atendente, já não tinha passagens disponíveis para comprar no dia anterior. Pagamos 20 CUCs/pessoa e deixamos uma chuva leve em Varadero.

 

Ao chegarmos a Trindad, umas 14h20, encontramos o céu caindo e mini rios pela rua... Doideira total hehehehe fomos almoçar e depois pra hospedagem. Ficamos numa casa das diversas que nos ofereceriam na própria rodoviária, custou 10 CUCs/pessoa com café da manhã amigável. Endereço na rua Antonio Maceo, 652.

 

A habitação é pequena e humilde, diferente das outras que ficamos, mas, pelo preço, tá excelente! :D

Não fizemos nada além de rodar na cidade e tomar a primeira facada pra usar a internet no cel por 3 CUCs/hora. A noite rodamos pela cidade na chuva mesmo. Pelo menos, estava mais fraca e dando sinais de melhora.

 

Dia 5 - 31/08 - quarta - Trinidad

 

Sol!! Acordamos com o tempo abrindo e fechamos um táxi por 8 CUCs pra ir até a playa ancon, porque perdemos o (ou o último) ônibus que saia às (ou até) às 9h30. Achei a praia sem graça, quando comparada com Varadero, ainda mais porque tem umas plantas aquáticas na areia que ficam passando no pé. Talvez com a chuva dos dias anteriores alterou a agua, porque não estava tão clara também como vimos em fotos... Ficamos numa espreguiçadeira lá por 2 CUCs cada. Ofereciam coisas na praia, mas não comemos e o biscoito Bono chocolate serviu para enganar a fome. Hahaha

 

Na volta, umas 16h, esperamos mais 2 pessoas para dividir o táxi 8 CUCs e fugimos da chuvarada que começou a cair enquanto entrávamos no carro. :)

 

Segundo o taxista falou, tem uma piscina natural que é possível fazer snorkeling um pouco antes de chegar à entrada da praia de Ancon. Pra quem der sorte de não pegar chuva. Em Trinidad também é base de um passeio a cachoeiras Praticamente, levamos sol à região. Hehehehe

 

Há também a possibilidade de fazer mergulho de cilindro em Trinidad na praia Ancon (algum ponto de mergulho) e também em Cayó Blanco. O mergulho seria 35 CUCs e o passeio não pegamos informações.

 

Íamos descer pra Morron, mas a Via Azul estava fechada quando chegamos umas 17h30. Ela vai até cierro de Ávila e depois pegaríamos outro transporte.

 

Almoço/jantar no restaurante Bella Trinidad, pizza (cansamos de comida com tempero mais ou menos hahahaha), que tem música ao vivo e um ambiente bem maneiro por 5 CUCS. A pizza não estava boa. Rsrs

 

Disco Ayala é a discoteca que fica numa caverna, que parece maneira, mas não abriu porque tinha chovido muito e estava com água. Rsrs o pessoal fica na praça perto da plaza mayor, onde tem garçons servindo bebida (3 CUCs) ou outros lugares vendendo a 1.50 CUCs (de qualidade inferior, mas com uma relação custo x benefício melhor hehehe). Fica ao pé da casa de la música que é em céu aberto.

 

Dia 6 - 1/09 - quinta - Trinidad

 

Resolvemos fazer o passeio de cavalo com o Pollo (Tel 52901549) que é um cara bem tranquilo e divertido. Esse passeio custou 10 CUCs que achei bem razoável :D A cachoeira tem uma boa queda e um poço de 6m de profundidade que da pra dar uns saltos. :) ela me lembrou a cachoeira de Santa Bárbara, na chapada dos veadeiros, porém com um tom de azul menos aflorado, mesmo no sol. A entrada no "parque" é meio salgada 9 CUCs, mas valeu a pena. O passeio dura o dia todo, saímos umas 9h40 e retornamos umas 16h.

 

Vale a pena sair mais cedo para fugir do sol. Até tentamos, mas uns franceses que iam no passeio atrasaram porque o cara da casa de onde eles ficaram queriam dar uma volta neles, alegando que nosso guia era ilegal. A propósito, eles tem que ter uma permissão para serem guias, como em todo lugar, mas nem ligamos pra isso. Hahaha

Como vivemos no Brasil, país do jeitinho, acho que temos um "felling" de quando as pessoas querem dar uma volta... hehehehe Foi tudo tranquilo e recomendo o Pollo (apelido do cara na cidade).

 

Almoçamos massa num "mexicano" que estava comível. Rsrs a noite, fomos para para a plaza mayor de novo e depois pra discoteca Ayala. As músicas lá são variadas. Detalhe: a discoteca tem umas goteiras mesmo. Então, cuidado na hora de andar porque vi geral caindo. ?? 5 CUCs pra entrar e ganha 1 mojito.

 

Dia 7 - 2/09 - sexta - Trindad x Morrón

 

Decidimos partir de Trindad para Cayó Guilhermo inicialmente, mas ouvimos histórias que lá só tinha resort, hospedagem que ultrapassaria nosso orçamento. No meio do caminho, decidimos ficar em Morrón mesmo, cidade mais próximas do Cayó Coco e Cayó Guilhermo.

 

Fechamos um táxi mesmo de Trindad a Morrón por 25 CUCs/pessoa de porta a porta. O taxista era irmão do Pollo e em tese o carro era bom e tinha ar condicionado, porém, no meio do caminho o carro (Peugeot 405 de uns 20 anos) esquentava e tinha q botar água. Paramos umas 5 vezes na estrada pra isso... Mesmo assim, chegamos em 3h, saindo de Trindad por volta das 9h40. Quando saímos, ele queria nos cobrar 30 CUCs/pessoa, mas como já tínhamos fechado com o Pollo pelos 25 CUCs, permaneceu este valor após insistência e pedido pra ele ligar para o Pollo.

 

Apesar de não ser tão barato, a idéia era ganhar tempo e rodar o menos possível de mochila na cidade (tava um sol digno de verão carioca). Como não tínhamos reserva, o taxista iria nos levar a uma casa. Ele descobriu uma que achamos SENSACIONAL, tanto pela receptividade da Dona Aleida, quanto pela estrutura, que era excelente, com banheiro no quarto, geladeira e TV (impressionante!!), fora ar condicionado, ventilador, serviço de lanche e água, suco e cerveja na geladeira a preços justos. Ah, a cama era extremamente confortável, era um colchão!! (Ficamos surpresos, porque só tínhamos encontrado camas que afundavam até então, fora que TV no quarto é item de MUITO luxo, pelo que vimos também).

 

Ela queria 30 CUCs, mas negociamos por 25 CUCs/dia o quarto e o café da manhã era 5 CUCs/pessoa para ser completo.

 

Contato:

Dra Aleida Castillo - Calle Salomé Machado, #187 - A , Morrón / Tel fixo: 502-473 / celular : 5294-1219 / email: [email protected] / [email protected]

 

Depois, almoçamos na Calle Martí num restaurante do governo por 4 CUCs/pessoa e tomamos o famoso sorvete cubano Coppelia. O sorvete é bom e o preço é ainda melhor. Pagamos em moeda nacional que seria 26 pesos!! Surreal!! Foram 3 sorvetes, 2 latas de refrigerante cubano de limão, fora a água que já dão. Para ter uma idéia, cada lata dessa no mercado custa 0,50 CUCs (24 pesos cubanos) no mercado. Rsrs

 

A Dona Aleida fez nosso jantar com entrada, prato principal (forte), e sobremesa (arroz doce com salada de fruta) por 8 CUCs (frango) e 10 CUCs (peixe). Pode parecer caro, mas não reclamamos, porque o tempero estava bem saboroso.

 

Fomos à Havana Club daqui e parecia uma festa estranha com gente esquisita. Rsrs resolvemos dormir.

 

Dia 8 - 03/09 - sábado – Morrón - cayó Guilhermo - playa pilar

 

Playa Pilar é a praia mais popular e famosa de Cuba. Fechamos o táxi por 55 CUCs para nos buscar às 8h30, levando 1h15 para chegar e retornar de lá. Como não encontramos outros turistas, não conseguimos reduzir o custo. Realmente, praticamente não vimos turistas nas ruas de Morrón, o que dificultou lotar o táxi. Rsrs A volta era até às 18h, mas saímos umas 16h porque o sol estava castigando. Hehehe

 

A praia é bonita, mas não achei nada de mais mesmo. O mar é verde e não azul como em outras partes do Caribe. Temperatura excelente. Alugamos a espreguiçadeira por 2 CUCs/pessoa. Na volta, almoçamos no mesmo restaurante do dia anterior, La Fuente. Sobremesa na Coppelia de novo. Yessss! :D

O snorkeling é feito numa ilha em frente da praia por 25 CUCs/pessoa e dura 1h30. Ficamos só na praia mesmo. Rsrsrs

 

Dia 9 - 04/09 - domingo - Morrón x Santa Clara x Viñales

 

Nossa idéia era chegar agora em Viñales no menor tempo possível de Morrón. Cómo pra pegar o via azul teria que sair de cierro de Ávila e assim ir pra outro canto, preferimos ir pra Santa Clara porque, pelo que ouvimos, teriam mais opções para ir pra Havana/Viñales. Fechamos com o taxista que nos levou ao Cayó por 80 CUCs. Apesar de alto, fica ainda mais barato que no Brasil. Rsrsrs

 

Saimos de Morrón umas 8h40 e chegamos à Santa clara umas 11h40. Lá já tinham uns caras oferecendo transporte até Havana por 20 CUCs/pessoa. A via azul era 18 CUCs/pessoa e somente sairia às 17h. Não tivemos dúvida e partimos até Havana.

 

Almoçamos na parada no posto de gasolina por 2 CUCs/pessoa (pizza e refrigerante) e o taxista nos deixou em um ponto lá onde tem outros taxistas coletivos por volta das 15h. Lá já tinha um casal esperando gente pra fechar um grupo pra Pinar del Río. Com isso, chegamos e já trocamos de táxi. O transporte custou 15 CUCs/pessoa até Viñales e ele já nos deixou na pousada por volta das 17h30. Negociamos por 25 CUCs/dia com café da manhã.

 

Dia 10 - 05/09 - segunda - Viñales

 

Resolvemos fazer o passeio a cavalo. Negociamos na pousada mesmo que ficamos. Descobrimos que "tínhamos que pegar um táxi até o início do passeio" quando a senhora da casa disse que o carro (?!?!) tinha chegado. Pra ir até o início da fazenda, gastamos 3 CUCs.

 

O passeio consistia em passar pelas plantações da região, ir na gruta que tem a piscina e finalizar na fábrica de tabaco.

Saímos da pousada umas 8h40 e o passeio durou umas 2h30. O preço meio tabelado era de 3 CUCs/hora/pessoa, então gastamos 7,50 CUCs para o passeio. O visual é muito bonito e vale a pena, ainda mais que pegamos uns cavalos meio malucos que corriam do nada. Hahaha

 

Dia 11 - 06/09 - terça - Maria la Gorda

 

De Viñales e Pinar del Río tem saídas com frequencia para Maria la Gorda. La é um centro internacional de mergulho, muito conhecido pela visibilidade e pela parede imensa que tem.

 

Foi a 1ª vez que vimos água azul na viagem, apesar de que uns espanhóis deram sorte de ter visto algo assim em Playa Pilar.

 

As agências de Viñales vendem o transporte de ida e volta pra La Gorda. Quando se chega a Maria la gorda, lá tem uns horários de mergulho já pré-definidos.

 

A empresa que opera lá é a Transgaviota e também oferece serviço de hospedagem, refeições e etc, tudo bem caro. Vou colar as fotos que tirei para se programarem.

 

O grande "bizu" que posso dar de lá é, pra quem quer mergulhar mais vezes e também ir lá pela noite é ficar na vila chamada La Bajada porque ali tem hospedagens a preços excelentes (10 CUCs/pessoa) e fica a uns 15km da base, que o pessoal costuma ir e voltar de carona dessa vila.

 

O mergulho foi sensacional! Não imaginava que seria tão impressionante. Visibilidade excelente também. Valeu a pena.

 

Gastos deste dia:

Taxi ida e volta Maria la Gorda - 35 CUCs/pessoa

Mergulho: 35 CUCs/pessoa com certificação open water + 14 CUCs aluguel dos equipamentos

 

Entrada de 5 CUCs/pessoa no "complexo" dos quais 3,50 CUCs são revertidos em consumação. Neste valor já está incluída a "entrada", acesso a banheiros (sem chuveiros) e espreguiçadeira na praia com eventual sombra. Rsrsrs

Na volta, jantamos na despedida de Viñales num "ristorante italliano" de um cubano que morou na Itália por 11 anos. Jantar meio caro para o padrão de Cuba e massa boa.

 

Fomos à casa da música de novo por não ter o que fazer mesmo, mas lá é meio bizarro... cantores lá com qualidade estilo "karaoke". Hehehehe

 

Dia 12 - 07/09 - quarta - Viñales x Havana x Cancun

 

Um pessoal que encontramos no mergulho falou que tinha uns preços bons pra ir de Havana pra Cancun pela aeromexico direto e, pensei... por que não?

 

Então, com a informação, dei uma pesquisada na cara internet e consegui comprar pro mesmo dia a passagem aérea ida e volta Havana x Cancun x Havana por 120 euros.

 

O táxi de Viñales ao aeroporto foi 15 CUCs/pessoa e me deixou lá. Uma coisa excelente em Cuba são esses táxis coletivos. Hehehe

 

Ao chegar à Cancun, não tinha hospedagem e não indiquei nenhum lugar pra ficar... Se não fosse o carimbo dos EUA no meu passaporte, acho que pensaram que eu ia ficar lá e não voltar mais hahahaha após isso, foi a vez dos charutos...

 

Comprei 50 charutos (máximo pra sair de cuba) e os trouxe pro México. Mas, querendo dar uma entubada nos desavisados, o limite pra entrar no país é 25. Como não li o formulário de imigração direito, tive que pagar o excesso de charutos.

 

O ônibus do aeroporto a playa del carmen custou 168 pesos mexicanos.

 

Cotações

1 euro = 20,25 pesos mexicanos

1 CUC = 14,40 pesos mexicanos

1 dólar = 17,35 pesos mexicanos

 

Chegando ao terminal de playa del carmen, fui procurar hospedagem e achei uma de argentinos (!?!?!). Paguei 12 dólares/dia pra dividir o quarto, no hostal Buena Vibra. O pessoal lá é legal, mas a limpeza não é tanta assim...

Comi uns tacos numa praça ali perto por 15 pesos cada um.

 

Dia 13 - 08/09 - quinta - Cozumel

 

Fechei um snorkeling em Cozumel por 30 dóóares no dia anterior. Foi o menor preço que encontrei em Playa del carmen. Os mergulhos estavam variando entre 75 e 120 dólares (???).

 

JAMAIS FAÇA SNORKELING PAGO EM COZUMEL! Eu me senti enganado. Eles te levam pra ver uns "corais artificiais" com umas cabeças de pedra e falam que cada um desses pontos são "diferentes". Na hora de vender o passeio, dizem que são 3 CAÍDAS na água... enfim. Além disso, em Playaéé mais caro que fechar em cozumel... paguei 5 dólares a mais...

 

Sobre o snorkeling, o guia era engraçado e fazia umas graças na água, mas não vale em hipótese alguma os 30 dólares que cobram.

 

Almocei por volta das 17h na indicação dos guias por 170 pesos (peixe, taco, mini arroz e mini feijão + 1 margarita incluída do passeio). Razoável.

 

O transfer pra Cozumel de Playa del Carmen custa 135 pesos cada trecho. Paguei 270 ida e volta.

O grande lance de ter ido a Cozumel foi achar uma empresa que fazia mergulho lá por 59 dólares! Pelo que vi, foi o melhor preço da ilha!! Então, com preço assim, tive que voltar no dia seguinte. Hehehehe

 

Dia 14 - 09/09 - sexta - Cozumel

 

Paguei o mesmo transfer ida e volta de 270 pesos mexicanos. E sai 8h.

Quando cheguei na empresa, uma das saídas já tinha ido, para o principal ponto da ilha (Palancar e Colômbia).

 

Como ficava muito longe pra ir sozinho, mergulhei em outros pontos que também eram bem interessantes e cheios de caverna (1o ponto) e vida marinha (2o ponto). Valeu a pena!

 

Depois, descobri um restaurante por 70 pesos com entrada na rua a..... EXCELENTE custo x benefício!

 

Além disso, o hostel hostelito tem preços bons também! Vale a indicação pra dormir na ilha e se planejar melhor. Se eu tivesse me planejado, teria economizado 270 de transferir adicional... rsrsrs

 

A noite comi uns tacos na praça com suquinho por 50 pesos. :)

 

Dia 15 - 10/09 - sábado - Cenote 2 ojos

 

A atendente do hostel 3B falou muito bem desse local. Custou 500 pesos e inclui serviços no cenote. Cenote é uma espécie de poço formado por estalactites e estalagmites com água. É impressionante porque não parece que tem água efetivamente do "outro lado". No Brasil, tem vários lugares assim que não são a fortuna que é aqui na região... rsrs Mas, queria saber sobre o que falam tão bem aqui... Então, consiste num snorkeling dentro de uma "gruta" ou um mergulho com cilindro (95 dólares o mais barato que vi com 1 cilindro). O local é bonito e pra quem nunca foi ao abismo de anhumas, ou chapada Diamantina, vai gostar bastante (o que não é o meu caso) Rsrsrs

 

Almocei no restaurante que tem logo na entrada. Burrito de carne de porco 75 pesos com um refrigerante de 15 pesos. Muito bem feito. Hehehe

 

À noite, lanche na praça e arrumar malas pra viajar dia seguinte e voltar pra Cuba. :) Bati perna pela calle 12 e realmente ali é o point pra sair à noite.

 

Dia 16 - 11/09 - domingo - Playa del Carmen x Havana

 

Peguei o bus de Playa até o aeroporto às 7h30 por 168 pesos mexicanos. Esqueci que tinha que pagar de novo a entrada em Cuba... arghhh 20 dolares novamente (tenho que sentar e planejar uma viagem direito... rsrsrs).

 

Ao chegar à Havana, parece que vários voos (uns 4 ou 5) chegaram ao mesmo tempo. Moral da história: 2 horas para pegar a bagagem e sair do aeroporto depois do avião pousar...

 

Minha idéia era ir pro oriente e conhecer mais lugares em Cuba. Peguei um táxi que me levou por 15 CUCs (após negociação) até a Via Azul. Lá, como já não dava para pegar o bus das 15h pra Santiago (pousei 12h27, horário de Havana e fui sair do saguão do aeroporto 14h20, fora uma chuva surreal intensa no aeroporto), comprei o bus das 00h30 que chegou lá 16h. Bom que não precisei pagar uma diária de hospedagem.

 

Detalhe do dia: o carro que me pegou, deixou que eu guardasse a mala na casa dele, que fica do lado do centro de Havana. Perfeito! Não ia ter condição de rodar de mochilão pela cidade...

 

Julio

Cel +53 5481-5348

Depois de deixar as coisas lá, parti pro farol e depois Coppelia a pé mesmo. 2h de fila e sorvete comido. :)

 

Dia 17 - 12/09 - segunda - Santiago de Cuba

 

Peguei o bus da via azul saindo de Havana às 00h30 por 51 CUCs. O bus chegou às 16h30. O bus faz um roteiro padrão e passa em várias cidades... numa delas "tomei café" às 12h e comi pizza com caldo de cana (garapa) por 1.60 CUCs.

 

No terminal, fechei com um taxista pra ir ao castelo castillo e depois ao cetro (cespede) por 10 CUCs (antes era 20 CUCs). O castelo tem um visual legal, mas não a ponto de valer entrar por 4 CUCs pra mim. Hehehe o taxista foi ex-combatente na Revolução e tecia ótimos comentários, apesar de os jovens já verem diferente as coisas.

 

Fiquei rodando pelas praças e comi onde parecia um preço bom (até 4 CUCs). Hehehe

 

Fiz hora numa casa simples que ia tocar música variada (campesina, bolero e salsa). Acho que foi mais na sorte, porque a casa é simples também. Pra finalizar antes de ir pra Baracoa, mais uma pizza perto da praça cespede.

O táxi desta praça até o terminal foi 5 CUCs.

 

Dia 18 - 13/09 - terça - Santiago x Baracoa

 

O bus saiu de Santiago às 1h50 por 15 CUCs. Lado bom, não gastei com hospedagem. Lado ruim, cheguei destruído. ??

 

Não tinha hospedagem, mas isso não é um problema... sempre tem gente oferendo lá na hora. Boa chance de fazer um bom negócio. Rsrs eu fechei com Sr. Arturo y Yamira.

 

O quarto é bom e o café da manhã também, mas ficava a uns 8 quarteirões da praça principal que se chama Parque Central.

 

Depois do banho, fui de táxi coletivo 15 MN até o rio Yamuri, onde tem um pessoal te oferecendo lá Trekking e almoço. Como já estava meio tarde, não pesquisei muito e fechei a trilha por 8 CUCs e o almoço com suco e sobremesa (doce que não comi) por 5 CUCS. Hehehe o Trekking foi bem interessante, não pelo visual em si, mas pelas frutas de diversos pés que íamos comendo pelo caminho (maracujá doce, conde, coco, mamilo, etc) e também pela aproximação que ele proporcionou com a vida de um autêntico campesino cubano e a casa onde moram também.

 

Achei que valeu a pena. Fiz o passeio com Justo Manuel (algo parecido com isso) e ele foi contando histórias das dificuldades que passam, não de comida, mas de bermudas e calçados. Negociei com ele de me fazer o passeio a 4 CUCs e ele ficar com minha máscara de mergulho. Ele ficou contente porque poderia pescar e poder melhorar sua condição. Pra ele foi um ótimo negócio, tá? A máscara custa mais de 100 reais. Hehehehe

 

Na volta, peguei pela primeira vez uma guagua. Na moral, não sei como o mulambo se empolgou tanto com essa guagua. O percurso de 22km que fiz indo com o carro coletivo foi de 30min. Com a guagua foi de 1h porque ela vai parando direto e ao longo da rodovia, fora o banco que, da guagua que andei, achei melhor ir em pé, porque já tava maltratando minha coluna. ??????

 

A guagua custou 2 MN, ou seja, ridículo de barato. Hehehe decidi preservar minha coluna pro resto da viagem e tentar não andar mais de guagua. :D O valor atrai mesmo, mas não tenho o fortalecimento natural dos cubanos e nem mais vinte e pouco anos de idade pra isso. Hahahaha

 

Dica de refeição barata em Baracoa é o restaurante 1511. Não comi, mas acho que custa 1 CUC... com esse preço.... parece uma delícia já. ??

 

Dia 19 - 14/09 - quarta - Baracoa x Holguin x Camaguey

 

Acordei cedo pra fazer o passeio ao Parque Nacional Alexandro Humboldt, mas ao chegar na agência (Cubatur), eles ligaram para o parque e informaram que estava chovendo... ai, pensei: ir a praia aqui ou ir a qualquer praia (já que praticamente todas são belíssimas) em uma cidade mais próxima de Havana? Rsrsrs Arranjei um táxi coletivo a Holguin por 20 CUCs e parti pra Holguin.

 

Na hospedagem em Baracoa gastei 10 CUCs na diária e tomei 2 cafés da manhã a 3 CUCs/dia, que era muito bom por sinal.

 

Fechei um transfer pra Holguin que pensei que era um táxi, mas era uma guagua (carro) por 20 CUCs. A estrada de Baracoa a Holguin tem um início horrível e foi sofrido. Rsrsrs Depois de Moa fica menos pior ir nesse carro na parte de trás. Saímos perto das 11h e chegamos a Holguin por volta das 16h. Que dureza ir de guagua. Hahahaha agora entendi porque a via azul não vai de Holguin pra Baracoa... a via azul passa por Santiago pra ir pra lá porque a estrada é menos horrível.

 

Chegando a Holguin, tive que pegar um táxi por 3 CUCs até o terminal de ônibus, que ficava do outro lado de onde cheguei.

 

No terminal, falei com o "líder dos gestores de passagem" que me mandou pra Camaguey (porque inicialmente eu iria pra Playa Santa Lucia), sob o pretexto de que era mais fácil de Camaguey que de Las Tunas. Ele "arrumou um carro" por 20 CUCs que, a principio, eu iria sozinho, mas depois surgiram outros 2. Moral da história: paguei mais caro (seria entre 12 e 15 CUCs normalmente) para chegar antes e já numa casa, porque pela a via azul só sairia 21h15 de Holguin.

 

Em Camaguey fiquei numa casa que o pessoal do carro indicou que são bem receptivos por 18 CUCs/dia com café da manhã.

 

Dia 20 - 15/09 - quinta - Playa Santa Lucía (Camaguey)

 

Fui a playa santa lucía atrás do mergulho com os tubarões touro. Aqui eles alimentam os tubarões e você mergulha próximo a eles.

 

Seria perfeito, se não tivesse pão-durado no carro. Rsrs a Sra da casa onde fiquei disse que os camiones (guagua) demoravam cerca de 2h para chegar, porém demora quase 3h. Além disso, o Sr. que ela me indicou não estava na praia, pois a mãe dele passou mal e ele teve que ir a Camaguey... Moral da história: nao mergulhei com os tubarões. Rsrsrs

 

Minha rotina em vão foi: acordei 5h30, cheguei ao "terminal de camiones" às 6h, ela saiu às 7h (normalmente sai às 6h), cheguei às 10h, consegui contato com o Sr. Gemso às 10h20, peguei um "taxi" que na verdade era uma carrossa puxada a cavalo às 10h35, encontrei o "pescador-instrutor" às 10h50 e começamos o mergulho umas 11h15. Água mexida e visibilidade fora do padrão Cuba (no Brasil seria algo muito bom hahaha).

 

Apesar dos pesares, o Gemso foi extremamente atencioso e esforçado em "me ajudar" diante do cenário adverso. Hehehe apesar de ele não ter certificado de mergulho, tenho certeza que tem mais experiência de mar e de possíveis problemas que um mergulhador certificado. Então, fui tranquilo. Seu equipamento era bom, melhor que em muitas agências que fui.

 

O melhor de tudo foi a amizade que fizemos e o almoço de robalo fresco que me ofereceu e eu, gentilmente, paguei 7 CUCs.

 

Deixo o contato para quem se interessar em mergulhar com ele. O mergulho em si, foi até mais divertido que se fosse com a empresa, pois ele "brincava" com os peixes. Hehehe

 

Fiz contato inicial com Sr. Macau - que mora na Playa La Boca casa 20 A - Mobil - 5274-1173. Ele me repassou para o Gemso Mobil 53711704 - la chusmita. O contato precisa ser feito por telefone mesmo. Os preços deles (30 CUCs sem tubarões e 50 com tubarões) são mais econômicos que a agência daqui também (40 CUCs sem tubarões e 69 CUCs com). RECOMENDO pagar mais caro pra chegar a tempo de mergulhar com os tubarões e água limpa, porque mais tarde ela fica mexida com a movimentação marinha no canal que ocorrem os mergulhos.

 

A volta foi melhor que a ida, pois utilizei o mesmo ônibus dos trabalhadores que vão e voltam todos os dias da playa a Camaguey, pelo menos foi a história que ouvi. Hehehe Esse bus custa 12 MN, mas, como estava num dia de mão aberta, paguei os mesmos 20 MN da ida na volta. Hehehehe

 

Dia 21 - 16/09 - sexta - Camaguey x La Havana

 

A Sra da casa onde fiquei arranjou um transporte pra Havana por 40 CUCs. O preço da via azul era de 33 CUCS, mas até o terminal, contando que o custo de deslocamento em Camaguey e Havana dos terminais seria maior, escolhi o táxi mesmo. A viagem é longa e chata. Rsrsrs Saimos às 9h40 e chegamos a Havana 16h 20.

 

Fiquei hospedado no mesmo local de quando chegamos a Havana, no Fran(k) por 20 CUCs sem café da manhã e almocei no Lo Narco por 6 CUCs porque precisava comer bem e lá é muito bem servido. ??

Bati perna pra cansar e esperar o dia de retornar. Hehehe

 

Dia 22 - 17/09 - sábado - Havana x Rio de Janeiro

 

Chegou o dia de retornar e voltar a comer bem. Hehehe Meu retorno foi alterado direto pro Rio, porque o vôo para Brasília foi modificado. Bom que não precisei ficar em Brasília, ruim que não deu tempo de passar no freeshop porque só tinha 1h de conexão entre as aeronaves.

 

Depois uber do galeão pra casa. :)

 

OBSERVAÇÕES:

 

1. Demos sorte porque somos morenos e passávamos por Cubanos. Hehehe mas, o pessoal fica empurrando serviços diversos quando percebiam que éramos estrangeiros.

 

2. A internet custa 3 CUCs/hora (ou 2 CUCs se conseguir comprar diretamente na loja) e não é lá grandes coisas. Você não consegue fazer chamada pelo whatsup e o Apple store não funcionam. Não testei o play store. Instale todos os programas necessários antes de chegar aqui. Recomendo MUITO o "Map of Cuba offline" que você consegue usar em todo país com localização e também o "Cuba" que mostra os principais pontos turísticos de cada cidade. Com eles, já dá pra montar uma boa programação. Parece que o Viber não é bloqueado para conversar com vídeo.

 

3. Em Havana, recomendo usar o ônibus pra turista do City tour, pois ele roda bem a cidade. Como andamos pra cacete, fizemos quase tudo que ele faz. Com o bus ganharíamos tempo, fora que o transporte em Havana é bem ruim. Poucos ônibus e os táxis não circulam pela cidade... ficam só na área turística. Para sair de Miramar foi um sufoco e demoramos umas 2h pra chegar ao centro onde ficamos.

 

4. Demos azar, porque, como somos morenos, acho que a polícia não tem tanta certeza se éramos Cubanos ou não. Em Trinidad e em toda Cuba, o nativo não é bem visto quando está abordando um turista (basicamente europeus). Fomos abordados pela polícia em Trinidad, nos perguntando se éramos cubanos num tom suspeito, digamos assim. Caso se enquadrem na descrição, fica a dica. Hehehe

 

5. Não pensava que os cubanos fossem tão viciados em novelas brasileiras. Hahaha Como não as acompanho, não sabia falar sobre nada delas. Rsrsrs além disso, vale trazer umas revistas sobre isso e uns doces e chicles pras crianças... ai, elas ficam mais amigáveis e sempre rolam uns descontos. ;)

 

6. A via azul tem um serviço de venda horroroso! Se tiver como, use o táxi coletivo. Não são tão confortáveis como o ônibus, mas chegam mais rápido e os "gestores de passagem" são mais atenciosos e esforçados que a via azul. Hehehe fora que o preço.... Praticamente iguais a via azul. Rsrsrs

 

7. O snorkeling em Cozumel é fraco demais e caríssimo pelo serviço que oferecem!! Detalhe, eles tem o hábito de pedir "propina" (gorjeta) pra tudo!

 

8. Cancun tem vários atrativos interessantes, porém caríssimos. Vale ter facilidade de deslocamento ou tempo pra isso pra procurar fechar passeio no local. Sempre será mais barato que por agência. Fica a dica pro snorkeling ou mergulho com o tubarão baleia, que não tive a chance de ir porque saia de umas ilhas (holbox ou isla mujeres) que não consegui uma boa logística pra ir...

 

9. Se pensa em mergulhar com os tubarões na Playa Santa Lucía em Camaguey, va de máquina (táxi antigo) ou outro meio de transporte mais ágil. Perdi essa chance porque os tubarões já tinham ido do ponto onde "esperam" os mergulhadores darem comida. Vou ter que mergulhar com eles em outra viagem. Hehehe

 

10. Se for alugar um carro, muita atenção na estrada. Toda hora tem carrossa, alguém andando de bicicleta, pessoas atravessando a estrada... Confesso se tivesse alugado um, teria sofrido. Hehehehe

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Que tristeza ao ler que Dona Agustina morreu. Era um amor de pessoa!

 

Quanto ao snorkel em Cozumel, eu quero dizer que talvez você tenha ido para um lugar ruim. Fiz o snorkelling na ilha e foi maravilhoso. Um casal de amigos foi e também adorou. Acho que talvez tenha dado azar e não ter ido ao um lugar bom ou estado num dia ruim.. não sei dizer. Só queria colocar o meu ponto de vista. Espero que um dia volte e tenha ótimas impressões de lá porque eu acho que o mar de Cozumel e principalmente o que está submerso vale muito a pena.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Realmente! O mar lá é espetacular mesmo. Vai ver não dei sorte com a agência mesmo. O mergulho foi sensacional. Sem dúvida retornarei a Cozumel no futuro, para mergulhar nos pontos mais conhecidos da Ilha.

 

A revolta pelos U$ 30,00 dólares mal gastos foi grande, confesso. hehehe

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Conteúdo Similar

    • Por Amoni
      Pessoal, algm conseguiu  ou sabe como comprar o trecho Santiago-Calama pela Sky air lines ou Jet smart? Já tentei de tudo, sem parcelar, pelo site Atrapalo, colocando os valores em dólar...Não sei mais oq fazer, algm tem uma dica, solução que nao seja Latam Brasil?
      Obs: meu cartão já é lberado pra compras internacionais
    • Por Camilla Provenzano
      Oi mochileiros! Tudo bem?
      Procurei bastante algo sobre ficar hospedado em Valparaiso e Viña, porem geralmente acho apenas relatos de bate e volta! 
      Vou em janeiro pra lá, conhecerei Santiago inicialmente, mas a ideia é ficar uns dias em Valparaiso também, até para tentar conhecer algumas praias diferentes da região com calma.
      O que vocês acham de ficar hospedado em Valpo? Vale a pena? Quais praias na região vocês indicam? 
      Obrigada!
    • Por PerdidosNaTrip
      ~~ Chile é um país com muitos turistas e um fluxo muito grande de mochileiros, a maior parte da população do chile está em Santiago, e mesmo assim sempre encontramos mais turistas do que chilenos ... Mas existem muitas coisas que não tem contam sobre Santiago  No relato de hoje, dois fatos sobre Vida Noturna e Bebidas !
      Se precisar de mais dicas, pode me chamar +56931144094 ou seguir @perdidosnatrip
       Cuando Brazil se une a Francia, Chile, Colombia y Portugal, no hay nada igual
      - Algo que até hoje eu não me acostumei, são os Horários... 
      Aqui os horários de acordar, trabalhar, almoçar, carretear e dormir, são bem diferentes do que estou acostumada, eles são mais tranquilos, calmos e tudo começa mais tarde.
      Por exemplo: As 8h30 da manhã você não encontra quase nada aberto pela cidade, as coisas começam a funcionar depois das 9h, normalmente as 10h, creio que as 11h é o horário ideal se quer sair para comprar coisas por ai... O horário de almoço não é bem 12h como ai no Brasil, o fluxo maior é entre 14h-15h... e cuidado, muitas lojas fecham no horário de almoço! 
      E a vida noturna de Santiago, é algo extraordinário. Nunca fique preocupado de sair de casa as 22h e estar tarde, 22h é super cedo aqui, é hora da Janta, na verdade se você pretende ir por exemplo ao BellaVista ou a alguma Disco, nesse horário de 22h você pode começar a pensar em se arrumar, sair de casa 23h ainda é cedo. 
      O horário ideal, e que vai ter um montão de gente é depois de 1h30,2h da manhã, AH! Mas se você quiser entrar nas baladas sem pagar, saia do apê, ou hostal, antes de 00h, tudo é livre e grátis, mas a vida não é um mar de rosas,  tudo acaba entre 4 e 5h, não pense que vai ficar carreteando até o dia clarear! 
      - Falando em Baladas, aqui é proibido tomar Bebidas Alcoólicas pelas ruas, praças, parques, lugares públicos em geral e também andar bêbado, fazendo bagunça ou gritando pelas ruas.
       E não é só uma Lei, é uma lei que funciona de verdade, se os policiais te encontrarem na rua bêbado/bebendo, eles podem te levar para delegacia para prestar depoimento, podem te cobrar uma multa que custa cerca de 250R$, e dependendo do seu grau de embriagues podem te manter na delegacia por horas, até você melhorar ... e se você for roubado, e estiver bêbado, não conte muito com a ajuda dos policiais, eles não dão moral para turistas bêbados nem nessas situações. ãã2::'>
      O único momento do Ano que você pode beber na rua é no Ano Novo – alguns se aproveitam da exceção e bebem em excesso, não foi uma experiência legal passar meu Réveillon na rua --, mas okay, você também pode beber na famosa Fiesta Pátrias (#SuperRecomendo, se você estiver por aqui), nessas festas existem Fondas espalhadas por todos os parques da cidade, ali a bebida é liberada, tem bebidas tipicas maravilhosas e muita cerveja artesanal.
      Alguns estabelecimentos só podem vender bebida se você consumir;  na área de bares e baladas, você pode até beber, ali sentadinho na mesa do bar; e a maioria das lojas em bairros são proibidos de vender bebidas à noite ... Claro que tem vendinhas clandestinas pelas ruas, mas até isso é interessante, nessas Botillerias você não pode entrar, escolha a bebida e o senhorzinho te passa pelo portão. 
       
      O que acharam desses #RelatosDesconhecidos ? 
      Se você leu até aqui e gostou do assunto da um :'> LIKE   
      Ficarei feliz em saber que tem alguém por ai que está curtindo e sendo ajudado pelos meus relatos
      Um beijinho e BoaViagem
       

    • Por PerdidosNaTrip
      ~~ Em Santiago existem bares e baladas de todos os tipos e gostos, não tem como fazer uma listinha que agrade todos, mas farei uma listinha com lugares que fui para conhecer, algum deles pode te agradar... Se quiser saber mais me manda uma mensagem que posso te ajudar! +56931144094 @perdidosnatrip =)
       
       


      ~~ Tem tantos países e histórias nessa foto que dá vontade de voltar no tempo ~~
       
       Vamos lá ! No BellaVista você encontra de tudo um pouco, eu particularmente não sou a fã numero um de lá, devido a grande quantidade de bêbados e vendedores pelas ruas, mas o maior fluxo de pessoas está por lá, porque querendo ou não, é o ponto mais divulgado e conhecido da vida noturna !      Se quer Reggaeton no BellaVista, na rua PioNono, você encontra lugares como Campus Central, Espacio Harvard, Oxford, Bora Bora,  são baladas/bares de fácil acesso e muita gente sempre, e nas ruas ali por perto você encontra a Ex Fabrica, Club Chocolate são mais difíceis de entrar, mas são melhores também...  E claro tem o Club57, sou um pouco suspeita de falar de lá, porque sempre vou lá levar hospedes, eu amo aquele lugar, as musicas que são bem variadas entre reggaeton, eletrônica, funk, cumbia, anos 80, tem duas barras e a área vip excelente com mesas e sofás, com ela tudo lá fica melhor ! E trabalhei um tempo com eles, então caso queira ir, e não pagar entrada, me chamaa     Mas se quer outros tipos de Discos no BellaVista tem também, vá ao Jammin-Club se quer Reggae e Dancehall; conheça o Micro Club se quer curtir uma Musica Eletrônica; se é mulher e solteira, conheça o Club Burbujas; se é homem e solteiro, conheça o Diosas; se quer dançar/aprender Salsa, conheça o Maestra Vida....   Agora o melhor está nas baladas Gay Friendly, se quer dançar todo tipo de musica que existe e com gente que saiba dançar, conheça ao menos uma... Por ali, temos  Hangar,  Soda , Club Príncipe e a Bunker – essa é uma coisa incrível , não vou muito porque é grande e lotada, mas não perca a oportunidade de ir na Bunker em uma quarta-feira, a maior festa de estrangeiros em Santiago, acontece lá e nesse dia... E por favor, se for, me convide !    Em outros bairros, você também encontra discos/bares excelentes que agradam todo tipo de pessoas. Em Providencia temos : o Club Subterraneo, a Fausto, Jazz Corner, Ex Oz, EsquinadoSamba (BR) e  a/o Mito Urbano que assim como a 57, tem um espaço diferenciado no meu coração porque toda semana passava por lá ...
       
      Por outros bairros de Santiago, temos o Club Caleido, La Batuta, Teatro Caupolican, Club Matta em Ñuñoa, a Blondie e o Club Hipico na Alameda, Club Femme em Vitacura...
       
      E chegando a parte alta de Santiago, se estiver próximo a ela ou quiser conhecer, entre Vitacura e Las Condes acontece o melhor After Office - minha opinião, e temos lugares excelentes, como o Club Amanda, Sala Gente, Sala Omnium, Club Eve, MosaiCafé, e claro que a calle Isidora 3000 não ficaria de fora da minha lista, lá esta o primeiro hotel W da América do Sul, além de lindo com vista para a cordilheira, tem o Red20ne, o W Lounge e a famosa baladinha Whiskey Blue ! 
       
       
      Se você leu até aqui e gostou do assunto da um LIKE ^^ Se quer outras dicas me chama ou segue no [email protected]
      Ficarei feliz em saber que tem alguém por ai que está curtindo e sendo ajudado pelos meus relatos
      Um beijinho e BoaViagem  .
       
       
       
       
    • Por lucasmsilva
      Fui para Santiago em Junho/18 (24/06/2018 a 29/06/2018) e acabei esquecendo de relatar por aqui. Mas nunca é tarde. Meu roteiro foi:
      Dia 1. RJ/Santiago
      Dia 2. Santiago - City Tour
      Dia 3. Embalse El Yeso
      Dia 4. Valle Nevado/Farellones
      Dia 5. Valparaiso e Viña del Mar
      Dia 6. Museus e Feira de Artesanato Santa Lucia - Voo Santiago/RJ
      O cambio estava  1/148 Pesos na Augustinas.
      Passagens: Uns R$800,00 pela Avianca, voo com atraso na ida. Refeição e Aeronave foi nota 10. Recomento a Avianca.
      Tranfer Aeroporto/Hotel/Aeroporto: Fizemos pela Transfer Brasil. Recomento, confiável e barato. Claro que tem opções mais baratos tipo onibus, mas vale o conforto. Busca no hotel com hora marcada e aceita pagamento em reais. Show de bola.
      Hospedagem: Apart Hotel Carlton House, Maximo Humbset 574 Centro U$ 26.00 pelo site Decolar. Hotel simples, café da manha simples, porém escolhi pelo preço e localização, já que só iríamos utilizar o hotel para durmir. Fica em frente ao Cerro de Santa Lucia e perto da Rua Augustinas, onde tem tudo.
      Seguro-viagem: Pela própria decolar.com, e foi super barato, acho que uns 20 reais por pessoa.
      Passeios: Agência Morande, fechados na Augustinas. Não conhecia a agência, acabei fechando lá na hora e não me arrependo. Super boa e o preço mais barato ou igual as outras agências, com diferencial que fizeram um desconto para fechar os 3 passeios e o atendimento fora do normal, ótimo. Os passeios foram: Embalse El Yeso: Para nós o melhor passeio, Valle Nevado/Farrelones: Bom para conhecer e brincar na neve. Val Paraíso e Vina Del Mar: Vale pela cultura e paisagens no caminho.
      OBS. Não lembro os valores exatos, mas acredito que todos não passaram de uns 140.000 pesos.
      Outros. Fomos em cervejarias (pois sou viciado em cervejas artesanais) a tarde/noite e alguns restaurantes temáticos. Museu da ditadura foi muito bom, City Tour etc.
      Comemos a Centolla no restaurante Ocean Pacific's. E comemos muito no restaurante La Piccola Italia.
      Dia 1 - Peguei o Voo Noturno para RJ-Santiago, atrasou e resultado, cheguei depois de meia noite, uma friaca do Cão.

      Dia 2 - City Tour e Restaurantes.

       

       



      Dia 3 - Embalse El Yeso


      Dia 4. Valle Nevado/Farellones

      Dia 5. Valparaiso e Viña del Mar

      Dia 6. Cerro San Cristobal e Cerro de Santa Lucia, e restaurante Los Vikingos (foto de carne de cervo)

       



      Cevejaria Kross e Kustman

       
      Em resumo, o passeio valeu muito a pena. Santiago é uma cidade fantástica, bem limpa e segura.
      Observações
      DINHEIRO - Voltaria fácil. Único detalhe,  como nosso real estava desvalorizado, as coisas ficam bem caras, principalmente comida na rua.
      Saquei no santander de lá. Tem em tudo quanto é canto. Levei reais também. Melhor cambio, Calle Augustinas (tem que ficar procurando pq tem inumeras casas de cambio).
      VINHOS - Vinho é muito barato no mercado, encontramos garrafas por 600 pesos (aprox 4 reais). Mais barato que água. Como não gosto muito, comprei apenas alguns pra trazer. As vinículas não sei dizer se é bacana. Tenho amigos que foram e adoraram, mas como não sou fã nem fui.
      CERVEJA - Como prefiro cerveja, tomei todas que consegui. Não vou falar que é ruim porque não existe cerveja ruim, mais não são como as artesanais do Brasil que tem um padrão superior, é diferente.
      ÁGUA - As águas de lá tem gosto. Foi difícil encontrar uma marca que não tinha, mas encontramos. O jeito é pesquisar ou ir na tentativa e erro. Não tive coragem de ficar tomando da torneira (os chilenos fazem isso), o gosto é bem ruim.
      LOCOMOCAO - Só fiquem atentos ao utilizar uber lá. É bem mais seguro e barato que táxi, porém tem que ter cuidado pois os taxistas não aprovam e tivemos um pequeno problema ao pegar em uma avenida movimentada. Jogaram pedra no carro e quebrou o vidro de tras (o app uber me extornou a corrrida e me deu suporte - show). Eles percebem que vc entra pelo banco de trás e sabem que é aplicativo, entao, se possivel andem pelo carona no banco da frente, e ainda pegue em ruas menos movimentadas, longe de taxistas. Taxistas são "espertos" (troco errado, dao voltas, dinheiro falso) então como fiquei sabendo disso nem utilizei. Porém metro e onibus lá funciona bem, se for pra economizar é otimo.
      PASSEIOS - Todos os passeios saem bem de manha, mas bem de manha mesmo, entao nao da tempo para tomar cafe no hotel. Comprem algumas coisas para levar nos mercados e economizem.
      IDIOMA - Os chilenos falam muito rápido, é dificil no começo Eles são um pouco frios (é cultura, eles não são mal educados, só são frios) tb, entao paciencia. Já com os estrangeiros é tranquilo entender. Como tem muitos venezuelanos lá imigrantes é de boa. Em hoteis, normalmente são venezuelanos.
      CENTOLLA - Prato típico. Carangueijo gigante. Não é nada de mais, vale para experimentar, mais pra quem nao gosta de frutos do mar não recomendo. Até porque é bem caro (aprox 200 reais por pessoa em media)
      OBRIGADO A TODOS DA COMUNIDADE MOCHILEIROS QUE AJUDARAM.
      SE PRECISAREM DE ALGUMA COISA, É SO ENTRAR EM CONTATO. ABÇS


×