Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
Entre para seguir isso  
ABNER GIANIZELI DE BARROS

Vitória/ES a Buenos Aires passando por Montevideo

Posts Recomendados

Olá, passo a relatar minha viagem, de carro, de Cariacica/ES à Buenos Aires, passando por Montevidéu.

Total rodado: 7.100 Km em 11 dias.

 

IDA

1º dia-> Cariacica/ES a Itaboraí/RJ.

-470 Km, 6,6 horas de viagem.

-BR 101 com muito tráfego e pista simples até campos, depois 80% já com pista duplicada.

-Pernoite em Itaboraí/RJ no Hotel Ibis. Diária R$ 125,00 (quarto triplo)

 

Sugestão: Fiz a 1º parada em Itaboraí porque saí por volta de 12h de Cariacica/ES. Acho que o ideal seria sair mais cedo e fazer a 1º parada em Resende/RJ

 

 

2º dia-> Itaboraí/RJ à Curitiba

-870 Km, 12 horas de vagem

- Após o pedágio de Guarulhos/SP, logo em seguida á direita, peguei o rodoanel em direção a BR 101 litoral. Todo o trecho de estrada excelente com pista dupla, exceto no final da BR 101 para pegar a 116. Trecho numa reserva ambiental sem trafego pesado.

-Pernoite em Curitiba no Hotel Dunamys ao lado da BR 116. Diária de R$ 220,00 (quarto triplo)

 

 

 

3º dia-> Curitiba à Pelotas/RS

-1000 Km, 13 horas de viagem

-BR 101 passando pelo litoral de SC. Estrada excelente com ótimas paradas.

-Pernoite em Pelotas no Hotel Manta. Diária R$ 380,00 (quarto triplo)

-

 

4º dia-> Pelotas/RS à Montevidéu (Uruguai)

-560 Km, 7,5 horas de viagem

-BR 471 até Chuí na fronteira. Rodovia não é duplicada mas é muito boa e sem trafego. Tá para desenvolver

boa velocidade. Trecho chegando em Chuí de reserva ambiental do TAIM de paisagem muito bonita.

-Passagem na aduana tranquila, tudo resolvido em menos de 5min apresentado o passaporte.

Neste momento me solicitaram a "carta verde" (seguro obrigatório). Adquirí o meu seguro junto a "Porto

Seguro". Tudo pela internet em menos de 4h. Fiz o cadastro, recebí e paguei o boleto e em seguida recebí a

apólice, que deve ser impresa em papel VERDE.

-Passando a Fronteira você irá pegar a Ruta 9 até o Departamento de Maldonado e depois a Ruta

Interbalnearia até Montevidéu. Estradas excelentes e com vários pedágios de 10 pesos cada.

-Pernoite em Montevidéu no Hotel Orpheo. Diária R$ 350,00 (quarto triplo). Hotel na cidade velha. Não

recomendo. Escolha um no "Barrio Sur".

 

5º dia->Montevidéu (Uruguai) à Buenos Aires (Argentina)

-590 Km, 7 horas de viagem

-Ruta 2 no Uruguai e depois de passar a fronteira ruta 12 e 9 até BA.

-Rodovias excelentes e com diversos pedágios. Pequeno trecho de uns 50Km de péssima qualidade ainda no

Uruguai..

-Passagem na aduana tranquila e sem stress. Tudo resolvido em menos de 5 minutos, apresentando

somente o passaporte e taxa de +/- R$ 150,00 (Posto de cobrança extremamente precário e não deu recibo,

achei tudo muito esquisito).

 

6º, 7º e 8º dia curtindo Buenos Aires e seus pontos turísticos.

"Hotel OWN Recoleta", diária a R$ 300,00 com quarto triplo com sala e cozinha americana. Recolleta é

um bairro nobre de Buenos Aires e fica próximo ao centro de BA. Excelente localização. Dá para ir a pé na

rua Florida e no marco ZERO na av. 9 de julho. Diversos cafés pela redondeza. O pessoal lá gosta muito de

café.

 

VOLTA

9º dia ->Buenos Aires à Porto Alegue

-Resolví voltar por outro caminho, sem passar pelo Uruguai, indo direto a Uruguaiana/RJ e fazendo o

percurso até Vitória/ES em 3 dias.

-1300Km, 14 horas

-Rodovias Argentinas Ruta 12 e 14 excelentes. Quanto a policia caminera (roviária), não fomos parados

nenuma vez. Já o trecho Uruguaiana a POA é uma merda. Cheia de buracos e não duplicada. Não

recomendo sair por Uruguaiana.

-Pernoite no Hotel Ritter em POA.

 

10º dia ->Porto Alegue à Aparecida/SP

-1300Km, 14 horas

-Pernoite numa pousada ao lado da BR 116 na saída de Aparecida/SP (não recordo nome).

 

11º dia ->Aparecida/SP à Cariacica/ES

-770Km, 10 horas

 

Observações

1. Não tive nenhum problema com a polícia rodoviária, seja no Brasil, Uruguai ou Argentina. Não fui parado

nenhuma vez.

2. Ao todo rodei 7.150Km. 90% de todo o percurso é de rodovias excelentes. Dos percursos registrados acima, somente 3 trechos são ruins, são eles:

-BR 101 de Cariacica a Campos. A BR 101 está boa, mas não é duplica e trafego "intenso".

-BR 290 de Uruguaiana a Porto alegre não é duplicado e rodovia muito irregular.

-BR 116 Serra das araras. Não é duplicado e muito trafego.

3. Paisagem dos pampas. após RS é de tirar o fólego.

4. Trecho da BR 101 litoral de SC/RS é muito bonito também.

5. Apesar de muitas horas dirigindo não foi cansativo pois há infindáveis trechos de longas retas onde o piloto automático fica por horas acelerando o automóvel.

5. Ao todo gastei R$ 470,00 de pedágio.

 

DICAS IMPORTANTES

1. Buenos Aires é uma metrópole gigante, pouco menor que São Paulo, porém, sem transito e é fácil se deslocar com auxílio de um GPS. Necessário comprar um chip de celular pré-pago (+/- R$ 10,00) e aproveite o GPS. Qualquer banca tem chip. Meu preferido é o "WAZE" pela vantagem de sinalizar radares. Você vai precisar desta facilidades, são inúmeros os radares, incontáveis, tanto no Brasil como na Argentina. Não ví radares no Uruguai. Fui e voltei sem levar nenhuma multa graça ao "WAZE". Ele é fantástico, indicada TODOS os radares. Já o google map é muito bom mas não tem este recurso.

´

2. MAS NÃO SE ESQUEÇA DE LEVAR UM GPS TRADICIONAL. Demorei a operacionalizar o sinal do celular ( chip comprado no Uruguai e na ARG), neste momento foi ele quem me salvou.

 

3. Na fronteira tanto no Chuí como em Uruguaia tem diversas casas de cambio bem próximo do posto da aduana. Se passar por lá em horário comercial, sem problemas para troca.

 

4. Não se esqueça de habilitar o cartão de crédito internacional para uso fora do Brasil.

 

5. Adquira a CARTA VERDE antes de sair de casa. Trata-se de um seguro para cobrir eventuais danos a pessoas e ao patrimônio dos nossos vizinhos se você se envolver em um acidente por lá. Vale tanto para o Uruguai quanto para a Argentina. O meu por prazo de 15 dias custo +/- 150,00 pela "Porto Seguro".

 

6. Se possível use o passaporte, as autoridades ad aduana te identificam e te liberam mais rápido. Eu e mais 3 viajantes demoramos em média 5 minutos para receber o "carimbaço" de liberação. Já com RG tem que preencher o formulário X, Y e o Z.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tudo bem Abner?

Sou de Vitória/ES e pretendo ir para Argentina no final do ano. Gostei do seu roteiro e das dicas. Gostaria de saber quanto você gastou de combustível? pelo menos uma média. E qual ano vc foi pra lá?. 

Desde já agradeço pelas dicas. Valeu. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 13/09/2017 em 07:31, ThiagoPessoa disse:

Tudo bem Abner?

Sou de Vitória/ES e pretendo ir para Argentina no final do ano. Gostei do seu roteiro e das dicas. Gostaria de saber quanto você gastou de combustível? pelo menos uma média. E qual ano vc foi pra lá?. 

Desde já agradeço pelas dicas. Valeu. 

Thiago, blz?

fez a viagem. como foi?

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

  • Conteúdo Similar

    • Por matheusinacioca
      E aí, tudo bem
      Estou terminando de organizar minha viagem e preciso de algumas dicas...
      Meu voo de ida chega em Buenos Aires dia 19.01.19 (onde já tenho reservado no HOSTAL MILLHOUSE AVENUE até dia 22.01.19) e meu voo de volta sai de Ushuaia dia 23.02.19; concluindo assim 36 dias de roteiro.
      Meu segundo destino depois de BNA é Bariloche (vou de ônibus, empresa: VIA BARILOCHE). A partir de Bariloche a ideia é ir para el Bolsón, el Calafate-el Chaltén, Puerto Natales (parque Torres del Paine), e por fim, Ushuaia. Pretendo fazer todos esses trajetos de bus... 
       
      Minhas duvidas são em relação da quantidade de dias que reservo para cada cidade... Pensei da seguinte maneira:
       
      BUENOS AIRES: 3-5 dias
      BARILOCHE: 4 dias (até pensei em ficar mais, mas devido ao preço da cidade não sei se convêm)
      EL BOLSON: 4 dias
      EL CALAFATE: 3 dias
      EL CHALTEN: 5 dias
      PUERTO NATALES (P.TOR.PAINE): 6 dias
      USHUAIA: 5-7 dias.
       
      *Outras duvidas:
      1.devo agregar no trajeto: Villa la Angostura??... vi que tem bastante coisa legal por lá.
      2. de el Calafate vou para Puerto Natales, onde o objetivo é fazer o Parque Torres del Paine, acho que vou acabar optando pelo W, alguém tem alguma dica sobre??
      3. posterior ao Parque Torres del Paine, tenho que voltar para el Calafate pra descer até Ushuaia, trajeto que pretendo fazer de ônibus, vi que tenho que ir primeiro para Rio Gallegos... seria interessante reservar 1-2 dias para conhecer está cidade? ou melhor sigo direto para Ushuaia?
      4. en el Calafate, no glaciar Perito Moreno... minitrekking vs. big ice... já li tanto sobre isso que ainda não consegui decidir... alguém que fez, tendo em conta os valores, vale a pena o Big Ice?
      5. el Chaltén, pode fazer camping no Fitz Roy??
      6. Estendo para 5 dias em Buenos Aires antes de descer para Bariloche, ou 3 já está de bom tamanho?? quero conhecer Tigre tb...
       
      Desde já muito obrigado galera
    • Por matheusinacioca
      E aí, tudo bem
      Estou terminando de organizar minha viagem e preciso de algumas dicas...
      Meu voo de ida chega em Buenos Aires dia 19.01.19 (onde já tenho reservado no HOSTAL MILLHOUSE AVENUE até dia 22.01.19) e meu voo de volta sai de Ushuaia dia 23.02.19; concluindo assim 36 dias de roteiro.
      Meu segundo destino depois de BNA é Bariloche (vou de ônibus, empresa: VIA BARILOCHE). A partir de Bariloche a ideia é ir para el Bolsón, el Calafate-el Chaltén, Puerto Natales (parque Torres del Paine), e por fim, Ushuaia. Pretendo fazer todos esses trajetos de bus... 
       
      Minhas duvidas são em relação da quantidade de dias que reservo para cada cidade... Pensei da seguinte maneira:
       
      BUENOS AIRES: 3-5 dias
      BARILOCHE: 4 dias (até pensei em ficar mais, mas devido ao preço da cidade não sei se convêm)
      EL BOLSON: 4 dias
      EL CALAFATE: 3 dias
      EL CHALTEN: 5 dias
      PUERTO NATALES (P.TOR.PAINE): 6 dias
      USHUAIA: 5-7 dias.
       
      *Outras duvidas:
      1.devo agregar no trajeto: Villa la Angostura??... vi que tem bastante coisa legal por lá.
      2. de el Calafate vou para Puerto Natales, onde o objetivo é fazer o Parque Torres del Paine, acho que vou acabar optando pelo W, alguém tem alguma dica sobre??
      3. posterior ao Parque Torres del Paine, tenho que voltar para el Calafate pra descer até Ushuaia, trajeto que pretendo fazer de ônibus, vi que tenho que ir primeiro para Rio Gallegos... seria interessante reservar 1-2 dias para conhecer está cidade? ou melhor sigo direto para Ushuaia?
      4. en el Calafate, no glaciar Perito Moreno... minitrekking vs. big ice... já li tanto sobre isso que ainda não consegui decidir... alguém que fez, tendo em conta os valores, vale a pena o Big Ice?
      5. el Chaltén, pode fazer camping no Fitz Roy??
      6. Estendo para 5 dias em Buenos Aires antes de descer para Bariloche, ou 3 já está de bom tamanho?? quero conhecer Tigre tb...
       
      Desde já muito obrigado galera
    • Por egabbi
      Boa tarde meus amigos.
      Vou pra BsAs dia 26/01 e fico até dia 10/03, vou trabalhar em um Hostel neste tempo.
      Eu não vou ter disponível muito dinheiro, meus cálculos giram em torno de 20 a 50 reais por dia, basicamente para me alimentar, e o que sobrar para lazer. Meu plano inicial é ir para aprimorar o meu Espanhol (já que faço faculdade de Letras - Espanhol e entrei em um projeto de formação de tradutores). Gostaria de saber de vocês, algumas coisas para se fazer me Buenos Aires nesta época do ano! Dicas daquele lugarzinho que só quem já foi muito sabe, boas atrações free ( ou outras atrações não tão caras). Onde comer barato? Como faço pra ter um cartão recarregável de metrô ou ônibus? Estou basicamente aceitando todo e qualquer tipo de dica.
      Muito brigado a todos! Vou realizar um sonho.
    • Por isaribeiro
      Oi pessoal, tudo bem?
       
      Acho que uma das melhores partes de viajar é poder escrever um relato depois e tentar ajudar esse fórum maravilhoso que tanto me ajuda. Essa foi minha segunda viagem internacional, sendo que a primeira foi um mochilão no Peru e esta uma viagem confortável com o meu namorado para a Patagônia argentina em plena primavera.
      Como esse fórum é voltado para mochileiros, não vou entrar em detalhes com questão de quanto gastei com alimentação, transporte e outras comodidades, pois me planejei bastante para GASTAR, principalmente com comida e vinhos, coisas que amo.  Caso tenham alguma dúvida específica nessa questão, ficarei feliz em responder os comentários.
       
      INTRODUÇÃO:
      PASSAGENS:
      Dividimos a viagem nas seguintes datas:
      16/10 – 18/10: BUENOS AIRES
      18/10  –  22/10: EL CALAFATE
      22/10 – 26/10: USHUAIA
      26/10 – 27/10: EL CALAFATE
       
      Todos os voos foram Aerolíneas e não tivemos problema com atraso.
      Compramos a passagem múltiplo destino BSAS – CALAFATE – BRASIL em uma promoção do Melhores Destinos no Viajanet por R$ 1.600,00 incluindo as taxas e deixamos para comprar a de Ushuaia mais para a frente, imaginando que seria a mesma coisa que comprar LIMA – CUSCO. Não achei muitas informações sobre isso, um voo nacional, de apenas 1h não seria tão caro, certo? pensei. ERRADO. Ao colocar o rastreador na passagem, fomos surpreendidos por valores acima dos mil reais e bateu aquele desespero. Ir de ônibus não era uma opção por causa do nosso tempo limitado e cancelar Ushuaia também não.
      Depois de alguns meses conseguimos comprar a passagem CALAFATE – USHUAIA por R$ 772,40, o que é considerado ótimo para esse trecho. Simulando o mesmo roteiro com uma passagem múltiplos destinos incluindo Ushuaia, daria em torno de dois mil, então acabou que não fez tanta diferença.
       
      Transfer em Buenos Aires, Ezeiza – Palermo com a Class Receptivo: R$ 100,00
       
      Transfer Aeroparque – Ezeiza: GRÁTIS se seu voo for conexão da Aerolíneas. Se não for, o ônibus da Tienda Leon custa uns ARS 1.000 e o táxi tem corrida fechada por ARS 780.
       
      HOSPEDAGENS:
      Todas as hospedagens foram em apartamentos.
       
      Buenos Aires, 3 noites:
      https://www.airbnb.com.br/rooms/12705538
      R$ 428,05
      Muito bom apartamento, próximo do centro de Palermo, com ótimos restaurantes ao redor, há poucas quadras do Rosedal e perto do metrô.
       
      El Calafate, 4 noites:
      https://goo.gl/uLQPxo
      US$: 153,24
      Foi a melhor hospedagem da viagem, chalé fofo, confortável, quentinho e próximo do centro. A dona da hospedagem, Paola, e sua cachorrinha fazem o lugar ainda melhor.
       
      Ushuaia, 4 noites:
      https://goo.gl/Cn41vx
      US$ 159,32
      Apartamento muito bom, moderno, equipado com a ressalva que além de um pouco longe da Av. San Martin (cerca de 2km) fica no alto de umas ladeiras. Para descer é fácil mas a subida era impraticável.
       
      CÂMBIO:
      Levei:
      RS 1.000,00
      EUR 250,00
      USD 200,00
      Cotação do real em Buenos Aires na agência Mais Brazucas (Florida 656 PB 1, Buenos Aires, em frente a Zara) foi de ARS 9,45. Melhor cotação que achamos.
      Cotação Dólar em Ushuaia foi de ARS 35
      Cotação Euro em Ushuaia foi de ARS 39
      O real estava entre ARS 8,50 tanto em El Calafate e em Ushuaia.
      DICA: PRESTEM ATENÇÃO NO HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DAS CASAS DE CÂMBIO!! Principalmente em El Calafate. Quando fomos, fechava as 18hrs e não abria no domingo. Em Ushuaia as lojas fecham no almoço e voltam só as 16hrs. Existe uma casa de câmbio em cada cidade, não olhamos o paralelo.
      Voltei com 50 dólares e alguns pesos. Não usei cartão de crédito, esse dinheiro que levei foi para praticamente tudo: passeios, comida, transporte, compras... salvo passagens, minitrekking, pinguinera terrestre e as hospedagens de BSAS e Ushuaia, tudo foi pago na Argentina.
      O total aproximado da viagem foi de R$ 5.000,00, lembrando que as únicas coisas que não foram divididas por 2 foram os passeios, compras pessoais e passagens. Se você for uma pessoa econômica, vai conseguir fazer essa viagem por uns 4 mil e dependendo dos passeios, por 3 mil, fácil. O mais caro que achei foi comida em restaurante, em torno de ARS300-500 os pratos mas indo de 2, considerando o tamanho gigante das refeições, tem como dividir tranquilamente. Você também acha empanadas beeem recheadas, pizzas por poucos pesos e os mercados sempre são uma boa opção. 
       
      CLIMA:
      Não achei sobre o clima da Patagônia em outubro/primavera em nenhum lugar, o que foi a principal motivação de escrever esse relato.
      Em Buenos Aires, dos 3 dias que ficamos, fez sol e calor insuportáveis e no último dia choveu de manhã, mas logo o céu abriu. 
      Dos 4 dias que ficamos em El Calafate, a maioria foi de céu limpo e solzão e o último dia foi de chuva torrencial e céu fechadíssimo. A temperatura média era de uns 8° de dia, 2° a noite e no dia da chuva foi de 2° o dia inteiro (com direito a neve nas montanhas). Quando voltamos para pernoitar na cidade 1 semana depois, ainda estava chovendo. Foi onde passei mais frio, as roupas "térmicas" que comprei no Brasil não deram conta. Chegando em Ushuaia tive que comprar uma calça urgente.
      Dos 4 dias que ficamos em Ushuaia, todos foram de céu limpo e sol com temperatura média de 10°, o degelo nas montanhas era visível. 
      Não sofremos com os ventos patagônicos, acredito que por causa do fim do inverno, mas senti que estavam começando a voltar.
       
      Dito isso, vamos ao relato.
       


×