Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Mendoza , Bariloche , Puerto Madryn , El Calafate , El Chatén , Ushuaia - 28 dias sozinha ( Mi_Gr )


Posts Recomendados


  • Respostas 154
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • 2 semanas depois...
  • Membros

Mi_Gr... Tenho que confessar que fikei com inveja da sua viagem!

 

Entao, em Julho agora eu e uns amigos vamos fazer um roteiro semelhante (O Planejamento atual tah BA - Mendonza - Bariloche - Puerto Madryn - BA) na verdade seria só Mendonza- Bariloche - Puerto Madryn, ta show a sua tabela, mas eu to com algumas dúvidas:

 

1) a Mar Y Valle ainda realiza Bariloche a Puerto Madryn? E eu só consigo verificar e comprar passagem pessoalmente la em Bariloche? To igual a uma louca procurando na internet uma empresa que faça a rota, mas nao to achando... o mais proximo que eu achei foi realizar duas viagens.

2) Os passeis que vc fez em Bariloche, vc fez por conta ou contratou agencia?

 

Valew

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

1) a Mar Y Valle ainda realiza Bariloche a Puerto Madryn? E eu só consigo verificar e comprar passagem pessoalmente la em Bariloche? To igual a uma louca procurando na internet uma empresa que faça a rota, mas nao to achando... o mais proximo que eu achei foi realizar duas viagens.

2) Os passeis que vc fez em Bariloche, vc fez por conta ou contratou agencia?

 

Oi Camilla, demorou! A Mar Y Valle fica na rodoviária de Bariloche. Acho que não dá pra comprar por site. Lá na Rodoviária ainda tem outras empresas que fazem o mesmo percurso. Você vai em temporada, então, assim que vc chegar em Bari, já compra a passagem de saída. Mas Pode comprar lá sem problemas... Minha viagem é recente e essa empresa é bem conhecida. Eles não vão parar de operar tão cedo. (quem me indicou essa empresa foi o próprio hostel de Puerto Madryn, pq eu ia comprar com a Andesmar, mas o busão deles demora mais pra chegar).

 

Lá, eu contratei os passeios no balcão do hostel que eu fiquei. Todos com agências locais.

Mas vc tem a opção de alugar carro e ir por conta. Para esquiar, vc pode pegar ônibus no centro. Não tem erro.. é bem fácil. Se tiver dúvida, tem coisa postada no tópico Bariloche - Perguntas e Respostas.

Beijos e boa trip.

:)

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Adoramos o seu relato e ele está servindo de inspiração para nossa viagem de férias agora em Julho. Mas estamos com uma dúvida: como vai ser inverno, será que todos os lugares citados por você ainda valerão a pena? Ou corremos o risco de alguns estarem fechados e nem podermos fazer os passeios? Onde você sugere a gente deixar para ir numa próxima? Ou não tem problema, é só firo mesmo?!

 

Obrigadão!

Juliana e Leandro

www.diasadois.wordpress.com

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Excelente relato!!! Com certeza ele será parte daqueles que utilizarei para planejar a minha viagem. Uma pergunta baseada na sua experiência: Olhando para trás, se você fosse dividir essa viagem em duas partes, qual seria o roteiro de cada uma e em qual período do ano?

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra
Adoramos o seu relato e ele está servindo de inspiração para nossa viagem de férias agora em Julho. Mas estamos com uma dúvida: como vai ser inverno, será que todos os lugares citados por você ainda valerão a pena? Ou corremos o risco de alguns estarem fechados e nem podermos fazer os passeios? Onde você sugere a gente deixar para ir numa próxima? Ou não tem problema, é só firo mesmo?!

 

Juliana, td bem? Então, se vc viu no decorrer da discussão da galera, e em outros tópicos, essa época é complicada, infelizmente! Muiros passeios não funcionam mesmo. :( Acho que o sul está comprometido sim, mas aconselho vc a ler guias mais confiáveis do que se basear só na minha resposta. Eu não sei o que fecha e o que não fecha... só sei que a maioria dos passeios fecham.

 

Excelente relato!!! Com certeza ele será parte daqueles que utilizarei para planejar a minha viagem. Uma pergunta baseada na sua experiência: Olhando para trás, se você fosse dividir essa viagem em duas partes, qual seria o roteiro de cada uma e em qual período do ano?

Por questões óbvias geográficas, acho que eu faria Mendoza, Córdoba, Santiago e se der Bariloche. Deixaria Puerto Madryn, Calafate, Chaltén e Ushuaia para épocas em que os passeios funcionam. Tem muita coisa pra fazer nesses lugares, seria uma judiação não fazer pelo menos a maioria dos passeios.

 

Beijos people! :)

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Gente, quem vai no Inverno já é uma outra parada, estou indo agora em julho pela 4a vez a Argentina no inverno, mas primeira vez a Ushuaia e El Calafate, pelo que tenho pesquisado, é um outro tipo de turismo. As caminhadas, os treckings, ver os pinguins, esses pelo que li só no verão mesmo, outros vc ainda consegue fazer, e outros só no inverno mesmo, como esquiar, trenó puxado por cães, patinação no gelo, etc. Em El Cafalate por exemplo eles incentivam o turismo de inverno, olhe esse site, tem hostel que vc paga 2 noites e ganha a 3a grátis, eu mesma já reservei assim. http://www.turismo.elcalafate.gov.ar/. Já no site de Ushuaia: http://www.turismoushuaia.com/, tem os passeios possíveis de serem feitos, pelo que vi só não é possível ver os pinguins nessa época do ano e tem todos os preços atualizados, e é claro, dicas dos esportes de inverno. Não dá pra dizer qual melhor época de ir, mas sim, qual o seu objetivo na viagem, uma viagem pra treckings longos e campings, melhor no verão, sem dúvida, e uma viagem pra esquiar e curtir a neve, só dá mesmo se for no inverno! Frio de matar, é um fato, mas tem quem goste, como tudo nessa vida, tem doido pra tudo! ::cool:::'>

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Oi pessoal, queria agradecer as dicas da Mi_Gr e do Pavan, foram muito valiosas. Também quero dar minha colaboração para os colegas mochileiros, já que acabei de chegar do Ushuaia.

Vou numerar, assim ninguém perde nenhuma:

1) Caso vá de avião, ao descer em Buenos Aires, não troque dinheiro na loja de câmbio interna do desembarque. A cotação lá estava R$ 1,00 = AR 1,67. Se você andar 100 metros, dentro da área do aeroporto mesmo, vai encontrar o Banco Piano, cuja cotação estava R$ 1,00 = AR 2,20. Isso mesmo! NUNCA TROQUEM NA GLOBAL EXCHANGE, é a pior casa de câmbio da Argentina. Também evitem trocar no microcentro, a cotação não é muito melhor que na Global Exchange.

 

20100601020341.JPG

20100601020411.JPG

 

2) Para comprar roupas de frio sem ser assaltado, vá até a loja da Montagne que fica ao lado do Shopping Pacifico, na Calle Florida. É um outlet que permitiu uma boa economia na aquisição de roupas que não vamos usar com tanta frequência. Verifique bem os produtos que está levando antes de pagar, só para ter certeza que não tem nenhum rasgo ou pequeno defeito (isso é bem importante em roupas de frio, já que você corre o risco de congelar se tiver alguma abertura na roupa). Além disso você deve pedir o Tax-Free, para poder ser ressarcido no aeroporto. Não esqueça de carimbar seus cupons em um dos guichês do aeroporto (não lembro o número especifico) antes de subir no local que faz o ressarcimento, pois se esquecer vai ter que pegar a fila duas vezes. Se quiser, pode receber o valor em pesos ou então em crédito no seu cartão de crédito. Sempre pergunte nas lojas se eles têm Tax-Free antes de comprar e exija o comprovante.

 

3) Dica de hotel: passei por vários, inclusive verifiquei o Youth Hostel, mas nenhum tinha melhor relação custo-benefício que a Hosteria América. O valor era de AR 250 por dia, mas era limpissímo, tinha calefação, ficava bem perto do centro (que, no caso, é a Calle San Martin) e deixava você usar internet a vontade, sem cobrar nada. O café da manhã também era muito bom (sucos, sucrilho, doce de leite, pães, torradas, salada de frutas, chá, café, bolos, etc).

O atendimento da recepção também era excelente. Procure o Nicolas e fale que o Alex do Brasil que indicou. Ele é apaixonado pelo Brasil e já foi até no Galo da Madrugada do Recife.

Coloquei umas fotos abaixo, para vocês terem uma idéia do local:

 

20100601022608.JPG

 

 

20100601023322.JPG

 

O albergue era mais caro e ficava mais longe, já que era em um morro. Se você, apesar de ter ido para o Fim do Mundo, tiver preguiça de voltar a pé para o hotel, pode pegar um táxi da Calle San Martin, do ponto da igreja, para o hotel por apenas AR 6,00 (menos de R$ 3,00).

 

Espero ter colaborado. Depois mando mais dicas do Ushuaia.

Abraços,

Alex ::otemo::

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...