Ir para conteúdo
JulianeNS

Mochilas DEUTER

Mochileiros.com

Mochilas Deuter
Avaliações de usuários, dúvidas e troca de informações sobre as mochilas da marca Deuter.
A Deuter é alemã e fabrica mochilas desde 1898.
Site: www.deuter.com

Mensagem adicionada por Mochileiros.com

Posts Recomendados

JulianeNS    0

Oi Pessoal.

Qual dessas três mochilas vocês acham melhor para fazer um mochilão?

AirContact 35+10, Futura 42, Guide 45 ou Act Lite 40+10 ?

Please share your thoughts!

Beijos,

Ju

mochilas-deuter.png

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
hugosp    0

Ju,

 

Eu tenho uma Futura 42 AC e recomendo. Com foi dito anteriormente, ela possui menos pontos de amarração externas, mas tem o sistema Aircomfort que é muito superior ao sistema Aircontact. Vc vai soar bem menos nas costas do que com a Aircontact 35 + 10.

A Airconfort só vale a pena se vc precisar muito dos pontos externos de amarração e se vc for carregar muito peso. Se bem que se for pra andar com muita coisa pendurada do lado de fora é melhor comprar uma maior.

Act Lite 40+10 é mais leve, mas o material é menos resistente. Além disso não vem com a capa de chuva embutida. Não vale a pena comprar essa, o ganho de peso é irrisório e a falta de uma capa de chuva desabona.

A Guide 45 é pra alpinismo. Ela tem esse formato \/ , enquanto uma cargueira tem esse /\. O que isso significa ? Que as cargueiras transferem o peso pra barrigueira e as de alpinismo não. As de alpinismo te proporcionam uma maior agilidade pra se movimentar por causa do formato, mas transferem menos peso para a barrigueira, q nessas mochilas tem mais a função de estabilizar a mochila.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
hugosp    0

Ah, que tipo de mochilão vc vai fazer ?

Essas mochilas são de tamanho médio. Pra um mochilão grande elas não dão conta por causa do tamanho.

Qq dúvida, entre em contato. Eu tenho 3 Deuter e conheço bem a marca.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Braga    0

Essa é pro pessoal que conhece ou tem mochilas Deuter (talvez vc possa me ajudar hugosp):

- Procuro uma mochila entre 30 e 45 litros (por isso postei neste tópico) com o máximo de durabilidade possível (principalmente no que diz respeito aos tecidos utilizados). Qual da Deuter vcs escolheriam neste caso?

- Estou com dúvidas sobre os materiais que Deuter utiliza - qual é o mais resistente e a comparação destes com o Cordura 500, usado nos modelos da Curtlo que são minhas outras opções.

 

Agradeço a atenção de todos

 

Abraços

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
hugosp    0

Braga,

 

Dá uma olhada no site da Deuter, www.deuter.com.br .Lá tem todos os modelos que têm no Br, além de explicar os sistemas e tecidos usados nas malas. Vê a que te agrada mais. Depois vc me fala de qual vc gostou pra ver se eu conheço.

 

Sobre a resistência do tecido, não tem nem comparação com as nacionais. A matéria-prima é a mesma do Cordura, basicamente poliéster e/ou poliamida. O Cordura 500, é um tecido feito desses materiais com 500 DEN, que é uma medida que reflete a densidade da linha que compõe o tecido. Por ex., a Futura 42 AC que eu tenho é feita um tecido de mais de 600 DEN, e no fundo é um tecido de 1000 DEN. A Mountaineer da Curtlo é feita de Cordura 500 e o fundo de Cordura 750 DEN. Ou seja, o tecido é bem mais resistente, além de ter uma cor mais firme e um brilho maior.

 

Eu tenho uma Speed Lite, uma Futura 42 Ac e uma 60+10 Sl. Posso dar opiniões concretas sobre estas.

 

Se vc quiser, posso te dar umas dicas sobre onde comprar Deuter um pouquinho mais barato em SP.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
fernandoab    0

Pessoal,

 

Estou indo fazer um trekking de 8 dias e vou ter quelevar tudo, desde comida, barraca, etc na mochila. Estou cogitando comprar uma mochila gringa ja que a minha Curtlo 75 ja ta bem cansada e tenho receio de ela abrir o bico na viagem. Assim a curtlo ficaria paa viagens curtas e a gringa para trekkings e travessias.

 

De todas que vi a que tem a melhor reputação la fora e (estranhamente) tem o preço em Reais mais proximo do preço em US$ la fora é a Deuter Paragon, a top de linha da Deuter. Ela custa US$400-450 la fora, e aqui sai por R$1300. Alguem ja usou ou conhece alguem que tenha uma Paragon? Ela vale esse preço todo (uma Curtlo 75 sai uns R$500)?

 

Abraços

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
p4f    0

Fernando,

 

O melhor seria compará-la, frente-a-frente, com outros modelos da Deuter, especialmente a Aircontact.

 

Por coincidência ou não, também preciso de uma mochila cargueira nova e hoje fui na Half Dome. Lá não tem a Paragon mas tem a Deuter Aircontact 60+10, e passei 2 horas comparando-a com uma Curtlo (Mountainer 75+15) e três Lowe Alpine (Australis 70, Netherworld 70, e Sirocco II 70+15). É verdade que a comparação é bastante injusta. Estas mochilas da Lowe Alpine tem quase uma década de existência e, portanto, sua tecnologia já encontra-se levemente defasada. Já a Curtlo é mais recente e, de modo geral, segue as tendências mais atuais.

 

A Deuter Aircontact oferece um sistema de ajuste chamado "Harness adjustment system" ou "Vari quick". Este sistema se mostrou muito mais prático do que aquele presente na Lowe Alpine e sensivemente mais prático que aquele presenta na Curtlo, ainda que no geral, todos cumprissem exatamente o mesmo papel. Já a Paragon segue outro tipo de sistema de ajuste, aparentemente sem nome. A julgar pela enorme diferença de preços entre a Aircontact e a Paragon, pode-se acreditar que o sistema dessa última seja mais prático ou mais eficiente. Mas como mencionei, o melhor seria realmente comparar ambas, lado-a-lado.

 

Notei que a Curtlo apresenta bolsos externos maiores que aqueles presentes na Deuter e na Lowe Alpine. A Curtlo apresenta ainda ziper frontal, característica que na minha opnião é importante, faz diferença, mas que não está presente nem na Aircontact nem nos modelos da Lowe Alpine. Todavia, a Paragon também apresenta zíper frontal.

 

A Aircontact tem capa de chuva embutida. A Paragon não tem (há todavia sites de venda internacional com promoções da Paragon mais capa de chuva por cerca de $400). Se estiver comprando a Paragon aqui no Brasil, isso poderá representar cerca de R$70 de gasto adicional. Além disso nem a Aircontact, nem a Paragon, nem os modelos da Lowe Alpine apresentam alça auxiliar de mão. Outro gasto adicional de aproximadamente R$20. A Curtlo também não vem com capa de chuva mas possui alças de mão já embutidas.

 

A Aircontact que ví era uma 60+10. Mas há ainda uma Aircontact 75+10. Já a Paragon é uma 75+15+8 (não estou considerando o outro modelo da Paragon, a 60+15+7 pois esta é modelo SL, isso é, adaptado para o corpo feminino, e sinceramente não sei se isso seria um ponto positivo ou negativo). Enfim, esses últimos 8 litros sobressalentes da Paragon são, na verdade, de uma pequena mochila extra, destacável. Daí um dos motivos do encarecimento da Paragon. Cabe avaliar até que ponto essa mini-mochila de 8 litros teria alguma uma real utilidade (em algúns casos pode ser mais vantajoso uma grande pochete adicional, adquirida separadamente). Evidentemente, esse extra também ocasiona incremento no peso. Enquanto a Aircontact pesa 3.1k, a Paragon pesa 3.9k, ou seja, 800 gramas de peso a mais. Já a Curtlo Montainer, pesa 2.5k!

 

A Paragon por outro lado, conforme indica o site da Deuter, é composta de Cordura, entre outros materiais. Isso pode significar maior durabilidade se comparada a Aircontact. A Curtlo também é fabricada em Cordura.

 

No quesito hidratação, tanto a Aircontact quanto a Paragon estão preparados pra sistema de hidratação ainda que não sejam vendidas com reservatório. A Curtlo não. As Lowe Alpine, se não me engano, também não apresentam nenhuma facilidade no assunto.

 

Não se pode esquecer dos pequenos detalhes presentes da Deuter, muitos sem grande importância, mas que dão um charme a mais. Porém não justificam de forma alguma o preço mais elevado.

 

Tem ainda a questão da garantia. As pessoas julgam que essas mochilas duram uma vida inteira, mas isso nem de longe é verdade. Uma vantagem de comprar uma Curtlo é a garantia vitalícia oferecida, aliada a facilidade de consertar, ajustar e até mesmo trocar, já que a empresa encontra-se aqui no Brasil.

 

Por tudo isso, recomendo que também faça o "teste da farinha": encontre a Paragon em uma loja aqui em SP, vá até lá, experimente e compare. Passeie pra lá e prá cá com a mochila nas costas. A Half Dome não a tem neste momento, mas ligue e pergunte se já não está pra chegar uma por lá. Ou faça uma visita aos caras pra conhecer a Aircontact. Aproveite a oportunidade, peça o catálogo de modelos da Deuter e leia as informações alí contidas. Avalie e pese com consciência e verifique até que ponto a Paragon é realmente uma top de linha.

 

Minha opnião: apesar de não tê-la vista pessoalmente, ainda não encontrei nada na Paragon que realmente justifique o seu preço. Enquanto a Paragon custa $400, a Aircontact 75 sai por $220. No Brasil, a Aircontact 75 não sai por menos de R$800. A Curtlo Montaineer, apesar de produto nacional, atua como um bom concorrente e tem lá suas vantagens como garantia e também preço: R$540. E tem ainda a Curtlo Highlander 70, que vem fazendo sucesso, e que custa algo em torno de R$450. Toda essa diferença de preços não corresponde a uma grande diferença de qualidade. Ainda é cedo pra falar, mas eu ficaria com uma Curtlo ou outra marca que oferece as mesmas características por preço mais acessível.

 

Abraços e conte-nos depois que mochila comprou e como foi a viagem!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
p4f    0

Olá Victor

 

Em qual loja irá comprar? E quanto aos impostos e frete? Por quanto sairia, no final das contas esta mochila?

 

Abraço

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
hugosp    0

Fernando,

 

Eu tenho uma Aircontact 60 + 10 SL e posso dar alguns pitacos hehehe.

 

1. O sistema Quick-Vari é ótimo. Muito superior mesmo, como disse o Alex.

 

2. A Aircontact vem com a capa de chuva embutida, o q é importante. Se não me engano, a Paragon vem com uma capa melhor, que se não me engano tb serve pra despachar a mala em aeroportos e tudo mais.

 

3. Sobre a Cordura, a maioria das mochilas é feita de cordura, mas há diferenças de qualidade. A Cordura utilizada pela Deuter é mais resistente que a da Curtlo, vc tem que vem quantos DEN tem a cordura. A Highlander da Curtlo usa cordura 230 Den, a Aircontact usa uma cordura superior, no fundo da mochila chega a ser Cordura 1000 Den q é bem mais grossa. A paragon usa uma cordura tão grossa qto as Aircontact, mas q é mais leve.

 

4. Hidratação: o sistema da Deuter é o melhor. Bem resistente e mais fácil de lavar q p camelback q tem um bocal de rosca.

 

5. A questão da assistencia. Compre uma mochila q tenha assistencia no Br. Desencana da Lowe. Eu tive problemas com uma mochila da hidratacao da deuter e eles resolveram tudinho. Deixei a mochila na Pé na TRilha e eles mandaram pro revendedor no RJ. Fizeram vários testes e arrumaram o defeito. Assistencia é uma ótima qdo um zíper estraga, ou vc precisa comprar uma presilha q quebrou, etc.

 

6. Compre o apoio de mão. É dificil de achar o da Deuter, mas vale a pena.

 

7. Eu já vi essa PAragon. É uma baita mochila. Sistema de hidratação top, cabe 2 sistemas de hidratacao, o tecido é o melhor, a armação interna é animal. Só q tem um porém, apesar de ser animal, ela é BEM mais cara q a Aircontact. Além disso eu a achei muito pesada. Acho q tantos recursos valem a pena se vc faz umas viagens bem pesadas. Pra fazer trilhas normais, eu iria de Aircontact e já faria bonito.

 

8. Qto ao preço, eu conheço um cara q vende barato. Se vc é de SP vale a pena pq ele te entrega a mochila em mãos. Assim dá pra vc ver a mochila "in loco". Ano passado eu paguei 600,00 na minha. Acho q hj já deve ter aumentado

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
p4f    0

Fala Hugo!

 

Muito legal esse esclarecimento sobre a Cordura. Sempre pensei que haveriam diferentes Corduras, mas nunca imaginei que existisse até mesmo uma medida de resistência. Passarei a prestar atenção a isso!

 

Tenho um streamer da Deuter. Cara, sua qualidade e praticidade é realmente imbatível. Ao menos posso afirmar que não existe um nacional sequer que chegue aos seus pés.

 

Esse seu contato aqui em SP vende outras marcas de mochila ou outros tipos de equipamento? Isso muito me interessa! :)

 

Abração

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
fernandoab    0

Viagem feita e alma lavada!

 

Minhas impressões sobre a Paragon 75 (sim, desembuchei a grana e comprei uma)

 

é uma p..ta mochila mas tem suas limitações.

 

Tamanho: se colocar ela do lado de uma curtlo 75L parece que ela é 90 ou 95L, é muito maior e mais espaçosa. Com varios compartimentos e bolsos.

 

Conforto: poderia ser um pouco melhor, o revestimento das alças e do abdominal tem um sistema fantastico de resfriamento mas são bem duros e acabam irritando a pele com o uso prolongado.

 

Ajustes: demorei uns 2 dias para conseguir colocar ela direito mas um vez que acertei é fantastica, fica na altura certinha e não fica batendo na cabeça.

 

Material: nota 10, toda de cordura impermeável e super resistente. Tomei uma baita chuva nas 3 horas finais do retorno do roraima e tava tão acabado e sem saco que nem peguei a capa de chuva. Não molhou quase nada por dentro, só um pouco perto dos ziperes.

 

Capa de chuva: nota 8.5, a pesar de ser excepcional para despachar no avião (pois fecha tudo como se fosse uma mala grande com alças) é exatamente por isso meio estranha de se usar como capa, fica muita coisa sobrando e ela não fecha muito bem, mas da pra dar um jeito. Ah, é 100% impermeavel.

 

Mochila de ataque: outra baita sacada, usei a mochilinha no avião e para andar nas cidades, ela é leve e uma vez solta cabe até bastante coisa, na mochilona fica um perfil bem fino.

 

Peso: o maior problema dessa mochila, pesa quase 4 kg.

 

Acho que em termos do que se encontra no Brasil é a melhor, deixa as Curlos e Kailashs bem pra tras, acho até melhor que as Alpine Lowe. Até deixa as outras Deuters no chinelo, como as Aircontact, dai a diferença de preço. Mas pelo que me dizem ainda está um pouco atras das tops la fora, como North Face, Gregory, e outras com preço similar por la.

 

Acho que é isso.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
hugosp    0

Esse lance da medida, DEN de denier, quase ninguém sabe. É uma medida usada nos fios sintéticos, as meia-calças femininas tem por volta de 30 DEN.

O povo acha q Cordura é tudo a mesma coisa. Aquele velox da Curtlo é bem menos resistente q a Cordura normal q eles usam nas mochilas mais caras. Na média, a Cordura usada nas Deuter é bem melhor q as usadas nas nacionais.

 

O André vende Deuter, Curtlo, Conquista e acho q ainda vende Snake. Eu já indiquei pra uma galera do forum e eles têm aprovado. O atendimento do cara é show e o preço bem em conta.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
ogum777    0

tenta a half dome e a pé na trilha. ambas de sp e ambas com site na net. mande mail pq nem sempre anunciam o que têm no site.

e ambas trabgalham com a deuter.

 

[]s, see ya!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

há dois meses mais ou menos eu encontrei a travaller 70 e 80 na half dome vila nova, mas nao sei se eles ainda tem da uma ligada pra eles, acho que a mundo terra deve ter, mas a traveller 80 é um monsto!ela tem 80l + 10l porque expande com ziper como mala de viagem e + 15l aprox. da mochilinha destacável. haja espaço!!

boa sorte na procura e compra!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
ogum777    0

tem na ecotrek: www.ecotrek.com.br

como dito, essas são monstruosas. grandes mesmo!

 

pena que não temos nada no brasil como as karrimor global, que com a traveller 80 são expansíveis, além de terem as mochilinhas, e ainda por cima têm 6 fitas de compressão, e não apenas 4.

 

[]s

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
marcelim    0

já vi a mochila ao vivo e sei como é grande, é muita mochila!! vou dar uma olhada nessas lojas! obrigado amigos!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
marcelim    0

galera,

 

resolvi comprar pela internet mesmo, no site que o ogum indicou, www.ecotrek.com.br , ainda deu pra parcelar em 6x, maravilha!

 

comprei ontem de manha e chegou aqui agorinha. putz, a mochila é um espetácuilo!! acho que ainda vou gastar uns 3 dias pra descobrir tudo que ela tem uhauhahuhuauh

 

vlwww

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


  • Conteúdo Similar

    • Por Mochileiros.com
      A Aircontact PRO 60+15 é uma mochila para trekking de longa duração ou mochilão.  Esse modelo possui um material super resistente e o costado com sistema Vari-Flex proporciona um ótimo conforto, mesmo quando carregando bastante peso. A barrigueira flexível facilita os movimentos e não deixam perder o equilíbrio, mesmo em terrenos mais difíceis e ainda distribui a carga uniformemente, reduzindo o cansaço.
       
    • Por gvogetta
      Olá Pessoal!
       
      Como havia prometido, segue o review sobre a cargueira Deuter... Enjoy!
       
       
      REVIEW – MOCHILA DEUTER AIR CONTACT PRO 70+15
       
      APRESENTAÇÃO
       
      Recentemente encarei uma decisão difícil: trocar de mochila cargueira. Creio que é uma decisão difícil por se tratar de um equipamento indispensável à vida de qualquer viajante ou trekker e um verdadeiro ícone da cultura mochileira. Diria que chega a ser quase um casamento. Além disso o mercado apresenta atualmente várias opções interessantes que podem tornar a escolha da companheira de viagem ainda mais difícil.
       
      No intuito de ajudar outros na escolha deste importante item apresento esta revisão técnica com as minhas impressões sobre o modelo cargueira que escolhi para me acompanhar nas minhas próximas aventuras: a Deuter Air Contact Pro 70+15.
       

       
      O fabricante dispensa maiores apresentações. A Deuter é uma marca alemã, tradicional, que desenvolve e fabrica equipamentos esportivos desde 1898, possuindo uma extensa linha de produtos que inclui mochilas, sacos de dormir, alforjes para bike e etc.
       
      O modelo de mochila ora apresentado é, segundo o seu fabricante, o "peso-pesado" da sua linha de mochilas de aventura. Reúne capacidade volumétrica, resistência e conforto de uma forma que não vi em outros modelos à venda no Brasil. Confesso que não sou fã “incondicional” da marca, especialmente em razão dos preços elevados. Também sempre preferi usar e apoiar produtos de fabricantes nacionais, no entanto minhas experiências recentes com alguns produtos e o atendimento das marcas brasileiras me levaram a abrir o leque de opções a considerar, o que felizmente me trouxe aqui.
       
       
      A MOCHILA - IMPRESSÕES GERAIS
       
      Primeiramente a mochila impressiona pela sua capacidade volumétrica: os seus 70+15 litros principal são “maiores” do que os 70, 80, 85 ou 90L de outras marcas. Na verdade são 70L nos 2 compartimentos principais que se expandem em mais 15L com a extensão superior na tampa e mais 10L nos 2 bolsos laterais externos, totalizando portanto 95L. Segundo informações a Deuter considera no projeto de suas mochilas normas de medição diferentes de outras marcas, o que faz com que suas mochilas resultem mais espaçosas. A qualidade e o acabamento dos materiais também impressionam já no primeiro contato: tecidos robustos, costuras bem feitas, fivelas de poliamida e ajustes bem pensados se sobressaem já no primeiro manuseio da mochila. O sistema e ajustes das alças (Variflex) e da barrigueira estruturada são muito práticos e precisos. Detalhes inteligentes, como a capa de chuva embutida, a capacidade de portar 3 sacos de hidratação de até 3 litros cada, em compartimentos independentes e o sistema de abertura em “U” na parte frontal (permitindo acesso à praticamente todo o corpo da mochila) são diferenciais interessantes e podem justificar os $$ a mais dispendidos na compra deste modelo.
       

       

       

       
       
       
      Os principais pontos positivos, a meu ver, são:
       
      1. A barrigueira estruturada, com ajuste feito puxando para frente (o que facilita muito o ajuste na cintura) e que permite movimentos laterais, acompanhando os movimentos do corpo, bem como o excelente acolchoamento, côncavo em sua parte interna para melhor ajuste ao corpo, que absorve bem o peso e não atrapalha os movimentos, mesmo com grandes cargas. Há ainda um pequeno bolso tipo ”pochete”, com zíper, num dos lados da barrigueira, o que permite carregar ali dinheiro, canivete, documentos ou outros itens que precisam estar à mão, para acesso rápido e fácil;
       

       
      2. Alças: O sistema Variflex de ajuste da altura das alças da mochila, muito simples e engenhoso, permitindo um ajuste rápido e fácil do comprimento das alças. Estas por sua vez são compostas em espuma de alta densidade, em tamanho adequado a todas as estaturas e revestidas em tecido telado “air mesh”, que facilita a secagem do suor gerado em contato com o corpo do usuário. As alças possuem ainda o auxílio de uma tira peitoral ajustável (inclusive na altura) e de tiras tensionadoras/estabilizadoras de carga com regulagem de posição e altura. Possuem também presilhas com velcro para fixação das mangueiras dos sistemas de hidratação e argolas plásticas frontais para prender equipamentos como bússola ou GPS;
       

       
      3. Costado: com sistema Air Contact, que melhora o fluxo de ar entre a mochila e as costas do usuário, reduzindo a temperatura e, consequentemente, a transpiração;
       

       
      4. Acesso frontal: Prática abertura frontal em “U” com zíper reforçado, que permite acesso fácil a praticamente todo o interior do compartimento principal. Existem ainda tiras com ajuste de tensão e presilhas de poliamida (nylon) de reforço e compressão, que além de ajustar a mochila ao seu conteúdo, evitam a sobrecarga do zíper, tornando virtualmente impossível arrebentá-lo com o esforço da carga em seu interior;
       

       
      5. Acesso inferior: Abertura com zíper em “U” invertido no fundo da mochila, dando acesso ao compartimento inferior que internamente é dividido do restante da mochila por outro zíper, permitindo o transporte de itens que devem ficar isolados do restante da carga, como calçados roupas molhadas, saco de dormir, etc. Este compartimento conta ainda com o reforço de duas alças com presilhas que, além de garantir o zíper contra o peso da carga interna, servem ainda para carregar itens presos por fora da mochila, como barracas, isolantes e outros (embora eu particularmente não recomende isso, mas apenas por não gostar de caminhar com a mochila cheia de penduricalhos);
       
      6. Capacidade de operar com 3 sacos de hidratação, sendo 2 simultaneamente, se o usuário assim desejar e precisar: um no compartimento principal (no centro da mochila) – a meu ver uma posição frágil por deixar a bolsa de hidratação sujeita a pressões do peso da carga interna da mochila, podendo romper-se ou causar vazamentos. Os dois outros localizados nos bolsos laterais externos. Essa capacidade dá a opção de carregar até 9L de água totais no interior da mochila (usando os streamers de 3L da Deuter), o que é interessante em trilhas e expedições por locais com escassez de água;
       

       

       

       
      7. Transferência e distribuição de peso: o sistema de sustentação, baseado no sistema clássico de 2 barras de alumínio, que neste modelo seguem um posicionamento quase em “V”, consegue transferir eficazmente o peso das costas para a barrigueira, tornando a mochila confortável mesmo com grande carga.

       
       
      Os únicos pontos negativos que consegui identificar neste modelo até agora são:
       
      1. Preço: é a cargueira mais cara do mercado nacional, chegando a custar atualmente mais de R$ 1.000,00 dependendo da loja;
       
      2. Peso: suas 3.300 g de peso não são o que os minimalistas poderiam considerar leve. Eu particularmente achei o peso compatível com a volumetria total atingível e robustez dos materiais empregados na mochila, pois ela te transmite a sensação de resistência e segurança que outros modelos da marca, mais leves, não te dão;
       
      3. Cores: Particularmente acho o catálogo de cores da Deuter para suas mochilas muito “cheguei”. Combinações de cores mais discretas, com padrões predominantes em preto, cinza e verde seriam bem vindos. Para o modelo 70+15 só existe a opção vermelho+preto. O modelo 60+15 tem atualmente 2 opções: cinza+verde e preto+cinza. Já o modelo 55+15 SL – feminino, apresenta 3 opções: cinza+cinza (2 tons), preto+cinza e laranja+cinza.
       
       
      OUTRAS CARACTERÍSTICAS E CONSIDERAÇÕES FINAIS:
       
      As mochilas deste modelo possuem ainda algumas outras características digna de nota, ainda que menos importantes, como as duas fitas “daisy chain” na parte posterior, permitindo pendurar/carregar equipamentos externamente, como corda, capacete, mosquetões e costuras expressas, ou ainda criar um pequeno “varal” para deixar roupas úmidas para secar ao caminhar com a mochila nas costas. Na tampa superior, que é destacável e transforma-se em uma pequena mochila de ataque (com pequena alça e presilhas inclusas no bolso interno), existem externamente 4 presilhas de nylon para amarras, permitindo fixar e carregar objetos sobre a tampa da mochila, como um isolante ou um anorak, por exemplo. Na tampa existem 2 bolsos internos e 1 externo, todos com zíper e, ainda, uma “etiqueta inpressa” com instruções SOS básicas. Um porta piolet ou bastão de caminhada na parte externa traseira, com alças inferiores de fixação, complementa o conjunto.
       

       

       

       

       

       

       

       

       

       

       
       
       
      Os materiais são de primeira linha, equivalentes ou superiores aos empregados por outros fabricantes de mochilas. O Deuter Duratex, usado na maior nas áreas mais exigidas como o fundo, por exemplo, é um tecido de 1000 DEN revestido internamente com PU, equivalente em resistência ao Cordura 1000 da Du Pont. Nas demais áreas externas vêm o Deuter Hex Lite 210 e o Deuter Duratex, tecidos que aliam resistência à abrasão e leveza ambos também revestidos internamente com PU para resistência à água. No revestimento do costado e das alças é usado o 3D Air Mesh, tecido telado que alia resistência, respirabilidade e é aplicado sobre camadas de espuma, garantindo conforto. Os zíperes utilizados são todos da marca YKK (tidos como os melhores do mundo). As presilhas e fechos são feitos em Poliamida 6.6, praticamente inquebráveis.
       
       
      FICHA TÉCNICA RESUMIDA:
       

      Capacidade: 70 + 15 litros (compartimento principal + extensão) + 10 litros em bolsos laterais
      Peso: 3300 g
      Materiais: Deuter-Ballistic 420 DEN / Deuter-HexLite 210 DEN / Deuter-Duratex 1000 DEN / Deuter 3D Air Mesh
      Dimensões: 88 x 40 x 30 cm
       
       
      [linkbox]Site oficial da Deuter Brasil, linha de mochilas Air Contact Pro:
      http://www.deuter.com.br/show-linha-aircontact-pro
       
      Review completo (texto, vídeo e fotos) da mochila Deuter Air Contact Pro 60+15 por Mário Nery (Trekking Brasil):
      http://trekking.marionery.com/review-mochila-deuter-aircontact-pro-6015/[/linkbox]
       
       
      Espero ter ajudado os companheiros que procuram uma mochila cargueira de qualidade para suas aventuras.
       
      Abraços,
×