Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
Diúlit

Como está a situação para despachar bagagem nas companhias low cost europeias?

Posts Recomendados

Eu não achei nenhum post recente aqui no mochileiros e tenho achado as notícias sobre o assunto um pouco confusas.

Alguém poderia me explicar - ou linkar aqui algum tópico do fórum - como está agora a política para despachar bagagem nas companhias low cost da Europa? 

É obrigatório despachar malas que não se enquadram nas medidas específicas para a bagagem permitida na cabine? Qual o valor que pagamos pra despachar? As companhias estão de fato fazendo vista grossa sobre isso, ou as pessoas continuam levando malas enormes "na sorte"?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu não achei nenhum post recente aqui no mochileiros e tenho achado as notícias sobre o assunto um pouco confusas.
Alguém poderia me explicar - ou linkar aqui algum tópico do fórum - como está agora a política para despachar bagagem nas companhias low cost da Europa? 
É obrigatório despachar malas que não se enquadram nas medidas específicas para a bagagem permitida na cabine? Qual o valor que pagamos pra despachar? As companhias estão de fato fazendo vista grossa sobre isso, ou as pessoas continuam levando malas enormes "na sorte"?
Boa pergunta, estou indo para um mochilão de 28 dias, e essa é uma dúvida minha também!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
8 horas atrás, lucasaugustond disse:
14 horas atrás, Diúlit disse:
Eu não achei nenhum post recente aqui no mochileiros e tenho achado as notícias sobre o assunto um pouco confusas.
Alguém poderia me explicar - ou linkar aqui algum tópico do fórum - como está agora a política para despachar bagagem nas companhias low cost da Europa? 
É obrigatório despachar malas que não se enquadram nas medidas específicas para a bagagem permitida na cabine? Qual o valor que pagamos pra despachar? As companhias estão de fato fazendo vista grossa sobre isso, ou as pessoas continuam levando malas enormes "na sorte"?

Boa pergunta, estou indo para um mochilão de 28 dias, e essa é uma dúvida minha também!

Pois é! Eu passei um mês na Europa em maio e lembro que li algo sobre as políticas estarem mais rígidas e que pra evitar pagar um absurdo pra despachar na hora de embarque (caso tivesse o azar de não poder levar o mochilão na cabine), era preciso já comprar esse serviço antes, e ele custava 20 euros. Eu não quis arriscar a sorte e arriscar pagar taxa na hora do embarque, e só esses 20 euros da taxa pra despachar já saíam bem mais caros do que as passagens de ônibus na época.

Como eu não me importo de ir de ônibus, achei ótimo (viajei só de noite e economizei em hospedagem hehe). Além disso, vi várias paisagens e cidades mais de perto do que eu veria se fosse de avião. Mas agora eu preciso escrever uma reportagem sobre esse assunto e tô perdida no meio de tanta informação incerta :/

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
15 horas atrás, Diúlit disse:

Alguém poderia me explicar - ou linkar aqui algum tópico do fórum - como está agora a política para despachar bagagem nas companhias low cost da Europa? 

 

Está cada vez "pior"!   

Ou olhando por outro lado, finalmente estão colocando ordem na casa, acabando com a folga daquele pessoal egoísta e que olha só para o próprio umbigo e que pensa "eu me dou bem e os outros que se fodam!", e atitude que muio mochileiro aqui do site também tem.

Estou morando na Alemanha e viajo frequentemente a trabalho só com bagagem de mão, e todo voo era aquela briga, os 100 primeiros passageiros entravam com uma mala/mochila enorme, mais outra mochila menor e ocupavam todo o bagageiro com as duas malas/mochilas, e os últimos 100 passageiros não tinham mais onde colocar a sua bagagem.

Várias vezes mesmo estando com uma mala/mochila abaixo do limite de peso e tamanho tive que despachar no porão na porta do avião sem custos, por que simplesmente não tinha mais espaço dentro da cabine por que os funcionários deixar os primeiros entrar com bagagens fora dos limites e simplesmente não tinha espaço para a bagagem dos últimos passageiros.

E isto sempre causava um monte de atrasos nos voos e brigas, por que alem de ocupar todo o espaço este pessoal mal educado e egoísta ainda  fica indignado quando se pede eles colocarem a mochila menor embaixo do assento da frente para liberar espaço no bagageiro para a mala dos demais passageiros.

Para acabar com esta bagunça, a Ryanair agora apertou de vez, o limite agora é um único volume de 40 x 20 x 25cm e 5 Kg, mas em compensação criaram uma nova tarifa para despachar malas/mochilas de até 10 Kg.

Agora na Rynair para levar uma mochila de 10 Kg abordo você tem pagar 6 Euros adicionais, caso contrário só pode levar um único volume de de 5 Kg. Adicionalmente eles também criaram uma taxa de 8 Euros para despachar uma mala de 10 Kg no porão, antes o preço era de 15 a 25 Euros para 15 Kg.

WizzAir e Vueling já falaram que estão estudando adotar as mesmas regras da Ryanair nos próximos meses.

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Diúlit disse:

Eu não quis arriscar a sorte e arriscar pagar taxa na hora do embarque, e só esses 20 euros da taxa pra despachar já saíam bem mais caros do que as passagens de ônibus na época.

Passagem de ônibus de longa distância por menos de 20 Euros você acha em muito poucas rotas, na maioria das vezes é bem mais caro que isto.

Na Europa as linhas de ônibus eram concessões dos governo até poucos anos, e era bem complicado conseguir uma autorização para uma linha, mas a alguns anos isto foi liberado, qualquer empresa pode operar as rotas que desejar desde que atenda os critérios mínimos de segurança.

Isto levou a uma explosão na quantidade de linhas de ônibus e na queda dos preços, mas como tinha mais oferta de assentos que passageiros, as passagens estavam muito baratas, e isto está causando uma quebradeira geral nas empresa de ônibus, simplesmente não é lucrativo operar com os preços que elas estavam praticando.

E esta quebradeira está fazendo com que muitas empresas de ônibus sejam vendidas e englobadas por outras, e está fazendo com que os preços estejam aumentando em muitas rotas, a ponto de serem mais caras do que uma passagem de trem ou avião.

 

1 hora atrás, Diúlit disse:

Como eu não me importo de ir de ônibus, achei ótimo (viajei só de noite e economizei em hospedagem hehe). Além disso, vi várias paisagens e cidades mais de perto do que eu veria se fosse de avião. Mas agora eu preciso escrever uma reportagem sobre esse assunto e tô perdida no meio de tanta informação incerta

Seja honesta e sincera, você conseguiu dormir e descansar no ônibus noturno?  E conseguiu aproveitar bem o dia seguinte, sem estar com sono e cansada?

Por que a maioria das pessoas simplesmente não consegue, e o dia seguinte a noite no ônibus acaba sendo uma merda, com a pessoa cansada e com sono e sem conseguir fazer ou aproveitar direito as coisas.

Tirando os mochileiros, pouca gente está disposta a encarrar um ônibus noturno, onde não consegue dormir direito, poucas pessoas conseguem dormir no ônibus, e por causa disto chegam cansadas e com sono no destino, e se for no verão, fedendo, suadas, sem tomar banho, etc...

Pouca gente também está disposta a perder um dia inteiro de trabalho ou de viagem para encarrar 10 ou 12 horas de ônibus durante o dia, a maioria das pessoas simplesmente não tem tempo para perder o dia inteiro no ônibus por que trabalha.

A maioria dos turistas também tem preferido pegar um voo direto e ter pelo menos a tarde ou manhã livres para fazer um passeio legal na cidade ao invés de ficar entediado um dia inteiro dentro de um ônibus, e sinceramente, esta história de "ver paisagens legais pela janela", é uma desculpa meio fraquinha que a maioria das pessoas inventa para se convencer de que aquele dia inteiro perdido na estrada por causa de 10 ou 15 Euros não foi um grande desperdício de tempo...

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 minutos atrás, 111111 disse:

Passagem de ônibus de longa distância por menos de 20 Euros você acha em muito poucas rotas, na maioria das vezes é bem mais caro que isto.

Na Europa as linhas de ônibus eram concessões dos governo até poucos anos, e era bem complicado conseguir uma autorização para uma linha, mas a alguns anos isto foi liberado, qualquer empresa pode operar as rotas que desejar desde que atenda os critérios mínimos de segurança.

Isto levou a uma explosão na quantidade de linhas de ônibus e na queda dos preços, mas como tinha mais oferta de assentos que passageiros, as passagens estavam muito baratas, e isto está causando uma quebradeira geral nas empresa de ônibus, simplesmente não é lucrativo operar com os preços que elas estavam praticando.

E esta quebradeira está fazendo com que muitas empresas de ônibus sejam vendidas e englobadas por outras, e está fazendo com que os preços estejam aumentando em muitas rotas, a ponto de serem mais caras do que uma passagem de trem ou avião.

 

Tirando os mochileiros, pouca gente está disposta a encarrar um ônibus noturno, onde não consegue dormir direito, poucas pessoas conseguem dormir no ônibus, e por causa disto chegam cansadas e com sono no destino, fedendo, suadas, sem tomar banho, etc...

Pouca gente também está disposta a perder um dia inteiro de trabalho ou de viagem para encarrar 10 ou 12 horas de ônibus durante o dia, a maioria das pessoas simplesmente não tem tempo para perder o dia inteiro no ônibus por que trabalha.

A maioria dos turistas também tem preferido pegar um voo direto e ter pelo menos a tarde ou manhã livres para fazer um passeio legal na cidade ao invés de ficar entediado um dia inteiro dentro de um ônibus, e sinceramente, esta história de "ver paisagens legais pela janela", é uma desculpa meio fraquinha que a maioria das pessoas inventa para se convencer de que aquele dia inteiro perdido na estrada por causa de 10 ou 15 Euros não foi um grande desperdício de tempo...

 

Eu fiz mais de cinco rotas de ônibus e todas as passagens me custaram bem menos do que as passagens de ônibus ou trem, deixei claro que foi na época.

Obviamente isso não significa que todas as pessoas vão encontrar os mesmos preços que eu, e nem que elas precisem escolher o mesmo meio de transporte. Só significa que acho sensato ponderar todos os meios, de acordo com a disposição, o tempo e o orçamento de cada um.

Eu falei da minha experiência. Eu consegui dormir no ônibus, eu não cheguei cansada, nem suada e nem fedendo. Eu não acho que perdi tempo e eu realmente acho que as paisagens pela janela foram legais pra mim. Eu, sabe? Deixei bem claro o "eu" no relato da minha experiência, que não foi mais do que isso, aliás: o relato da minha experiência. Não foi um achismo, nem uma tentativa de pintar as viagens de ônibus como a melhor escolha para qualquer pessoa, em qualquer ocasião.

Novamente, é óbvio que se uma pessoa tem problemas com viagens de ônibus, ou não quer perder muitas horas, ela não precisa escolher isso.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

As políticas de bagagem atuais você tem que consultar diretamente com as companhias aéreas, no site de todas elas você encontra esta política, pois cada empresa possui regras ligeiramente diferentes.

Pessoas desonestas e que tentam burlar as regras e limites sempre existiram e sempre vão existir. 

Então sim, como vem acontecendo "desde sempre", as pessoas continuam a "tentar a sorte", com bagagens fora dos limites e torcendo para que ninguém perceba ou reclame.

Semana passada mesmo eu fui pegar um voo da Eurowings e vi um senhor já na casa dos 50 anos tentando embarcar com uma mala enorme, claramente fora dos limites, a mala era enorme e devia pesar mais de 20 Kg. 

Ele arrumou a maior briga quando impediram-no de embarcar com a mala, alegava que sempre tinha viajado com esta mesma mala como bagagem de mão e nunca tinham impedido ele.  Mas sinceramente, a mala dele era enorme e claramente fora dos limites, se ele realmente conseguiu embarcar alguma vez com uma mala destas, foi muita sorte mesmo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Diúlit viajei em maio do aeroporto de Madrid para Bucareste, na Romênia,  pela Ryanair a 9 euros o trecho.

Comprei a bagagem extra despachada por 20 euros para 20 kg e fui super cuidadosa com todas as recomendações do site oficial. Além disso paguei mais 10 euros para marcar assento e para embarcar com uma mochila de 10 kg.

Mas chegando no embarque eles mal olharam para as pessoas e para as malas. Daria para ter entrado com pelo menos a mochila de 10kg facilmente sem ter pago os 10 euros.

Eu optei por pagar pra não ter chateação. Acho que a situação varia muito e é melhor não arriscar, já que mesmo pagando os extras, normalmente o preço continua valendo muito a pena :)

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×