Ir para conteúdo

La Paz, Isla del Sol, Trekking Condoriri + Huayna Potosi - 11 Dias - (Junho 2019)


Posts Recomendados

  • Membros

10° Dia (parte 1) - Subida ao Campo Alto

Neste dia tivemos a manhã livre para arrumar as mochilas com tudo que seria preciso para o ataque ao pico. Como eu já tinha decidido que não faria a escalada, simplesmente esvaziei minha mochila o máximo que pude, deixando somente o saco de dormir e algumas coisas de higiene pessoal. O restante da bagagem deixei guardado no campo base mesmo, para pegar no dia seguinte quando eu descesse.

Como fiquei pronta muito antes dos outros e ainda faltava muito para o almoço, fiquei tentando ajudar o pessoal a organizar suas mochilas. Muitos tinham dificuldade para tentar acomodar todos os equipamentos. As botas de alpinismo são grandes e rígidas, então é muito difícil conseguir encaixá-las. Quase todo mundo optou por prendê-las por fora da cargueira. 

A minha mochila era uma Curtlo Mountaineer de 55L, expansível por mais 10L (65L máximo). Somente o saco de dormir (Deuter Orbit -5) já ocupa grande parte dela, pois ele é volumoso. Eu teria passado muita dificuldade para tentar encaixar todo o equipamento extra dentro dela (jaqueta extra, fleece extra, luvas de alpinismo, grampones...).

Já não me recordo o que tivemos de almoço, mas nesta parte de alta montanha as refeições começaram a ser bem mais simples. Provavelmente a refeição deve ter sido um prato cheio de arroz branco e um pedaço de frango frito. 

Começada a subida, estranhamos a falta de um dos guias. O combinado seria que meu namorado e eu seríamos guiados pelo Edwin e o espanhol e o francês pelo Luis. Porém o Edwin nos informou que o Luis tinha tido um problema familiar e precisou voltar a La Paz, então subiríamos os 4 juntos e o Luis subiria depois, a tempo de guiá-los na escalada. 

Logo de início já percebemos um problema: o francês e o espanhol estavam se sentindo muito bem fisicamente, queriam caminhar rápido. Eu mal conseguia tomar ar para caminhar por 5 minutos, meu namorado também não. Essa diferença de condicionamento foi se acentuando ao longo do caminho. O francês estava tranquilo com nossa demora, parava para tirar selfies e gravar mil vídeos, estava animado com a experiência de alta montanha e vivia repetindo "I am living an adventure!" 🤣. Já o espanhol se mostrava impaciente, a ponto de perguntar ao Edwin se ele poderia ir na frente sozinho para não precisar acompanhar nosso rítmo lento (ele não permitiu).

A subida ao Campo Alto foi de longe a caminhada mais difícil que já fiz. A título de comparação, eu já tinha feito muitos trekkings com subidas exigentes (Pico da Bandeira, Pedra da Gávea no RJ, Torres del Paine no Chile, além do próprio Pico Áustria no Condoriri) e me saído bem. Nada se comparou à dificuldade que senti na subida deste dia, a altitude estava me causando um cansaço absurdo. Comecei a pensar que se eu estivesse carregando todo o peso dos equipamentos na mochila, talvez nem tivesse conseguido subir. 

IMG-20190612-WA0075.thumb.jpg.01b5c152dfd602027595a01b1cb4d95e.jpg20190611_141522.thumb.jpg.ae1df0c8c1500e0858d9160be030fb45.jpg

Foto: Mochila dos que subiram com equipamentos

Avistamos o primeiro abrigo e bateu a felicidade de finalmente ter chegado. Aí descobrimos que aquele não era o abrigo da nossa agência e que precisava continuar subindo por mais uns 10 minutos. Que tortura! 

Levamos mais de 3h para terminar a subida, com o Edwin avisando em voz alta que estávamos em ritmo muito lento e mais de meia hora atrasados em relação ao tempo normal que as pessoas levam para subir 😑

IMG_20190611_151919.thumb.jpg.e900c6e2739b984976109a8d56a89072.jpg

Foto: Campo Alto - Abrigo da Hiking Bolivia

 

  • Gostei! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 1 ano depois...
  • 11 meses depois...
  • Membros

Olá, você pensa em ir para a Bolívia por terra para economizar?

Eu prentendo pegar o onibus da rodoviária, Barra Funda de São Paulo, no começo de dezembro, até a divisa com a Bolivia e de lá pegar o "trem da morte" até Santa Cruz de La Sierra e depois montanhas da região de La Paz, com agência local, apesar de não ser a temporada correta para escaladas.

Meu WhatsApp é 11 98200-4167

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...