Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Guerra.Adv

Rtw Volta ao Mundo 10 meses Inicio 01 de Dezembro de 2010

Posts Recomendados

Valeu os coment'arios ae galera!

 

Bom.... depois de amanha estou largando pro Japao.... estou meio apavorado e sem saber se vou conseguir me virar por l'a.

Comprei aqui em Sydney o Japan Rail Pass, pra 14 dias custou 570 dolares.... facada, mas ouvi falar que somente uma viajem de trem bala j'a custa isso, e com este cartao tenho acesso livre a todos os trens operados pela JR (quase todos...) e posso viajar bastante por v'arias cidades.

 

O roteiro pro japao vai ser: 3 dias em Tokyo, 4 Dias em Kyoto, 2 Dias em Takayama, 1 dia em hiroshima e 1 dia em Nara.

 

J'a no primeiro dia peguei um albergue que fica pr'oximo ao bairro Akihabara (nao sei se se escreve assim) que 'e um bairro gigante de eletronicos com zilhoes de lojas, dizem que se voce nao achar o que procura ali 'e pq nao existe no mundo.... eu q adoro bugigangas vou ficar que nem " pinto no lixo" !!! eheheheh

 

Sobre a Australia estou saindo com um certo aperto no peito, porque aqui pude ficar com meus amigos, falar portugues, fui tao bem recebido por eles que dava vontade de morar aqui.... agora entendo pq tantos brasileiros vem pra c'a e nao querem mais voltar para o Brasil. A Australia 'e um pais super seguro, voce acha trabalho f'acil e come'ca ganhando no minimo 180 dolares dia, se tem alguma qualifica'cao maior pula facilmente pra 250 dia. isso 'e muito dinheiro para os padroes Brasileiros.

 

'E claro que se gasta muito mais tamb'em com alimenta'cao e outras coisas, mas SIM 'e possivel juntar dinheiro por aqui, 'e so vc se controlar, comprar bastante da marca do COLES (uma marca branca que 'e muuuito mais barata) a nossa dispensa tava que era uma branquidao s'o! eheheheh

 

Fato 'e que aqui vc consegue ter um padrao de vida muito bom trabalhando em coisas que nao 'e necess'ario mais q 2 neuronios, trabalho bracal mesmo, mas mesmo assim conseguir'a ter um carro, comer bem, morar legal, enfim... ter uma vida digna, algo que nao 'e possivel no Brasil com este tipo de trabalho.

 

Mas nao se engane pq o trabalho 'e muito dificil mesmo, eles pagam por hora e fazem voce trabalhar sem sentar, tomar agua ou folgar por 1min, se voce vai pra academia por 2 horas e fica cansado imagine isso por 7 horas por dia, com um chefe chato que nao te deixa nem respirar, tipo gritando (where's the bricks? where's the bricks?, give them the mud!, give them the mud!)

 

A Brasileirada aqui se ajuda mesmo, tipo me senti muito acolhido e fiz grandes amigos.

 

Tenho um sentimento de que na Australia tudo 'e muito: A agua ;e muito fria, se ganha muito dinheiro, se gasta muito dinheiro, o sol 'e muito quente, As australianas sao muito bonitas, se tem muita seguranc'a, se trabalha muito, etc. etc. sempre extremos por aqui.

 

Estou pensando seriamente de depois vir pra c'a e passar algum tempo. Aqui senti que 'e possivel ser mais livre, tipo se pega um trabalho sem nada de responsabilidades, s'o carregar tijolos e massa o dia inteiro, depois pode ir para o apartamento escutar um som brincar com os amigos, me pareceu ser uma vida mais light. De que adianta ser formado trabalhar e se estressar tanto se no final do dia vc tem uma vida pior.

 

Isso 'e o que alguns dos meus amigos me falaram, porque voltar para o Brasil?, estagiar pra ganhar 400 reais se aqui eu tenho meu carro meu apartamento, tenho tudo que eu quero simplesmente carregando tijolo?!. se em 2 dias de trabalho aqui eu fa'co o dinheiro de um m6es de estagio no Brasil? pra que voltar?.... 'e.... isso faz a gente pensar.\

 

Leo, respondendo a sua pergunta eu j'a estou perto dos 30 anos, meu trabalho 'e flexivel, nao tenho chefe, juntei pelo menos 20 mil antes de come'car a trip, mas isso nao d'a pra muito tempo nao, realmente como tinha exposto no inicio do t'opico o dinheiro o tempo e a saude 'e o mais dificil, conseguir conciliar isso 'e o mais complicado, mas 'e so correr atras que d'a. Nao estava nos meus planos trabalhar nao, tive que achar um jeito de melhorar o orcamento.

 

Abra'co! espero escrever novamente do japao, se conseguir me comunicar l'a..... medao!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Guerra, vc é um louco ehehehe!

 

Boa sorte na sua trip! Cuidado com a grana no Japão que lá o bicho pega. Pelo bem do orçamento, considere a possibildade de passar mais tempo nos países low cost como a Tailândia! Tb to partindo pra um RTW rodando no sentido contrário.

To indo com minha mulher. Quem sabe nos encontramos em alguma parte?!

 

Valeu cara e boa sorte!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Japão:

Bom, antes de iniciar a minha passagem pelo Japão, comprei um livro do Lonely Planet, o Discover (um que é colorido e com fotos), nossa como esse livro tem me ajudado por aqui, tem mapas, os melhores lugares e experiências pra se fazer, além é claro dos nomes dos lugares em japonês, com quais linhas de trem pegar, etc. Não é atoa que a maioria dos viajantes tem um livro desses na mão, a viajem fica mais fácil, é só apontar com o dedo no livro o nome do lugar que quer ir e as pessoas te dão a direção.

Começei por Tokio, e ao descer do avião estava muito apreensivo se as pessoas iriam me entender e se conseguiria me comunicar. O pessoal da imigração foi rápido, e aparentemente falavam algumas palavras em inglês, passei pela imigração, peguei a minha mala e fui procurar um ticket office da JR pra pegar o JR Pass.

JR PASS: É um passe que lhe permite andar em qualquer trem da linha JR (grande maioria dos trens do Japão), inclusive os trens bala shinkansen (exceto o Nozomi q é ainda mais rápido, mas esse nem precisa...), ESSE PASSE SÓ PODE SER COMPRADO POR ESTRANGEIROS EM VIAJEM AO JAPÃO, E AINDA SOMENTE PODE SER COMPRADO FORA DO JAPÃO.....Comprei o meu em Sydney e por 14 dias de passe livre paguei cerca de U$$ 500,00.

Mais informações é só entrar no site da JR: http://www.jrpass.com

O passe eu peguei logo no subnivel, no local de venda de tickets, daí peguei o NEX (Narita express) que vai de Narita onde o aeroporto está localizado para Tokio central station.

Realmente os japoneses não falam muito inglês não, a comunicação é bem difícil, mas mesmo não falando farão de tudo pra te ajudar, só faltam te carregar no colo...usando a forma de comunicação universal (o dedo...) e agindo como um surdo mudo eu consegui até agora comer em restaurantes, me transportar, pegar trens, fui em uma cidade bem no interior do Japão chamada Kinosaki onde NINGUEM falava inglês, e mesmo assim me hospedei no hotel, comi e consegui pegar o trem de volta.... então o negócio é encarar que vai dar tudo certo!

Sobre Tokio.

Tokio em sua região metropolitana possui cerca de 39 milhões de habitantes e na sua área central cerca de 12 milhões, mas mesmo assim possui na minha opinião o sistema de transporte mais eficiente do mundo.... mesmo com essa quantidde de gente e sendo uma capital tão grande se consegue atravessar de um lado ao outro pela linha Yamanote (uma linha da JR que anda em circulo por toda Tokio) em cerca de 25 minutos, e passa um trem a cada 3 minutos, então se perdeu um nem esquenta que daqui 3 min tem outro!

Fiquei 3 dias e consegui conhecer bastante coisa mesmo em tão pouco tempo:

 

Shibuia: Cross (em shibuia na frente da estação) é uma famosa intersecção de 4 vias, onde quando se abre o sinal verde vem uma multidão de gente, esse bairro parece a times square cheio de neons telas gigantes, também é o bairro de gente jovem e de compras “fachions” aqui você verá gente vestindo cada coisa estranha alguns iguais aos dos desenhos animados, vi um igual ao personagem do final fantasy...

Sobre a moda por aqui, as mulheres vestem saias bem curtas e meias estilo colegiais, os homens tem os cabelos espetados pra cima e as vezes usam roupas bem diferentes, outra coisa que me chamou a atenção é que os japoneses ainda continuam com aquela “mania gripe suína”, muitas pessoas andando de máscara nas ruas tem até maras de máscaras e estilos diferêntes de máscaras, e propagandas, etc,... virou moda.

Prédio do Governo em Shinjuku: É um prédio muito alto, onde de graça você tem uma visão magnífica da cidade e onde poderá ver os prédios gigantes ao lado também, não contei quantos andares, mas tem prédios na volta que passam dos 200 metros de altura fácil...

Bairro Akihabara: Este é um bairro de eletrônicos, onde existem vários shopings gigantes com todas as novidades que se pode imaginar, se não existe aqui provavelmente não existe no mundo, tem uma loja chamada Yodobashi com 9 andares de eletrônicos e com um andar inteiro de fotografia que é um absurdo.... tipo tem TODAS as marcas e modelos de qualquer coisa eletrônica... mas essa é bom só pra ver porque não é a mais barata.... aliás o japão não é mais barato que os EUA ou Hong Kong, mas certamente é o que tem a maior variedade e os últimos lançamentos. Sempre verifique se o que você quer comprar funcionará no Brasil, pq a voltagem deles ;e diferente e certas coisas só funcionam no japão... os celulares são de outro sistema também.

Tokio Natinal Museum: Excelente museu, onde pude ver algumas espadas de samurai, roupas antigas e pinturas legais, vale a pena uma visita (entrada 600 yenes)

Tsukiji mercado de peixe: Maior mercado de peixes do mundo, legal ir bem cedo pra pegar os leilões de atum com mais de 200Kg cada um, cheguei tarde, mas dei uma olhada rápida comi um sushi e fui embora.

Area de Asakusa: tem um templo bem legal lá, é bom pra ver como funciona uma religião japonesa, lá você pode tirar a sorte e se vier uma ruim amarra o papel em um varal para o vento levar ( a minha foi ruim dai amarrei no vento...eheheh), também neste local tem muuuuuuitas lojinhas com tudo que é produto japonês, desde facas de cerâmica até kimonos, comidas, etc. Também é um local legal para ver um autêntico tempo japonês, caso você não vá a Kioto aqui é um excelente lugar para tirar algumas fotos e explorar um pouco o lado clássico do Japão deixando a correria de Tokio um pouco de lado.

Fiquei em um hostel no bairro Asakusabashi ( pra chegar desce em akihabara e depois pega outro trem na plataforma 6 pra Asakusabashi) no site do Hihostels tem todas as informações de como chegar.

Gostei do hostel por ser bem próximo da akihabara (da pra ir apé), é um bairro calmo, com bons e baratos restaurantes (comi bem por 500 yenes) e o hostel tem todo o estilo japonês com camas no chão e aqueles biombos separando as camas....

No último dia dormi em um hotel de capsulas no bairro shibuia, eles tem vários desses hotéis pelo japão, no lugar de um quarto onde caberiam 2 pessoas colocam umas 20 capsulas, todas com tv e rádio, achei muito confortável de dormir. Nesta de shibuia ainda tem o banho japonês onde se toma banho sentado em um banco e depois entra em uma banheir coletiva e tinha sauna também.

Ai vai o mapa de como chegar:

dsc07832c.jpg

Paguei cerca de 3.500 Yenes por uma noite.

Dicas Importantes sobre Tokio e sobre alguns costumes japoneses:

O serviço de trens não é 24 horas, chegou meia noite os trens param onde for.... e só retomam o serviço as 5:30 da manhã.

Quando você entrar em um restaurante todos te cumprimentam, dão gritos de boas vindas... isso ae é bem legal! Apenas responda “Konishiuaaaaaaa!!”  Oi

Quando for pagar uma conta de restaurante ou qualquer coisa é falta de educação dar o dinheiro na mão da pessoa, o certo ;e colocar o dinheiro (ou cartão de crédito) na caixinha da frente e dai a pessoa pega da caixinha, ou alguns locais você paga em uma máquina na rua e só entrega o ticket do que escolheu.

Você vai tirar os sapatos várias vezes para entrar nos templos, hotéis, etc. Então tenha meias, melhor ainda tenha meias bem grossas no inverno e limpas.

Eles não demonstram afeto em público... não vi ninguém beijando na rua ou fazendo qualquer coisa desse tipo, no albergue alguém falou que mesmo nas festas eles não beijam em público.

Não deixe os palitinhos da comida enterrados no arroz quando for embora, ou não passe a comida de palito a palito, pois eles fazem isso nos funerais e é falta de educação.

Palavras básicas Aliás as únicas que eu sei...eheheh Oi (Konishiua), Obrigado( Arigatou), você fala inglês? (Ego ga hanasemaska?), thau (sayonara).

KYOTO

Kyoto é onde você vai encontrar aquele Japão das fotos, aquele Japão tradicional com Gueixas, templos antigos (mais de 1600 em Kyoto), e também onde você poderá dar uma desacelerada e curtir um pouco de meditação sobre os costumes do Japão.

Fiquei no Hana Hostel, o qual até o momento foi o melhor hostel que me hospedei.... tudo muito limpo e organizado, camas com cortinas, internet muuuuito rápida e gratuita, paguei 2500 yenes por noite. Gostei da localização, a 2 minutos da Estação principal de Kyoto, desce do Shinkansen e já está ao lado do Hostel.

Templos que visitei:

Em Arashiyama foi o primeiro local que fui, pois lá está o caminho de bambus que é simbolo de Kyoto e também fui a dois templos (na verdade treês mas o outro não sei o nome...) Tenryu-Ji com belos jardins e um templo bem grande e Gio-Gi bem pequeno mas com um jardim bem bonito.

No outro dia fui ao templo dourado de Kinkaku-ji e para Kiozumi-dera, que é um dos mais famosos de Kyoto, neste você pode tomar da água sagrada (claro pagando 200 Yenes, depois de pagar a entrada de 500 Yenes, aliás todos os templos cobram entrada, isso eu não gostei.), pode também andar pela pedra do amor, são 2 pedras separadas por 18 metros, se você conseguir andar de uma a outra com os olhos fechados seu desejo se realizará, se errar terá de esperar bastante tempo. Eu não andei... vai que eu erro! Ehehhehe

Também fui a um templo em frente ao museu de Kyoto, onde existem 1000 budas dourados e um Buda lindo no centro, não deixam tirar foto e dizem que vão inspecionar a câmera na saída, etc, eu tirei mesmo assim e fiquei até meio culpado achando que estava desrespeitando alguma coisa, quando vejo que na saída eles vendem as fotos dos budas! Afff....

Após ver tantos templos e caminhar bastante decidi ir para a cidade de Kinosaki, a qual é 2 horas de trem de Kyoto, pois lá é uma das principais cidades para se fazer o “Onsen”, ou “hot Spring” , o famoso banho japonês, com aguas naturalmente quentes e sulfurosas, o japão é o País que mais tem essas aguas quentes naturais, e nesta cidade de Kinosaki você pode pular de um banho a outro usando um autêntico kimono Japonês que todos os jotéis te dão.

Nossa Foi uma experiência única vestir aquele kimono, andar de chinelos de madeira e tomar banho naquelas águas.

Eu nunca tinha visto a neve, e em Kinosaki tinha Muuuuuita neve!!!!, me emocionei muito quando peguei um monte de neve na mão!, a primeira coisa que fiz quando cheguei no hotel foi pedir pro pessoal da manutenção uma pá, eles ficaram meio sem entender nada, mas dai fui pra rua no frio pro meio daquela neve toda fazer adivinha o que?! Ahhhhh o meu boneco de neve!! Isso era um sonho pra mim!

Dae viram que eu estava meio mal com aquele chinelo de madeira e me deram umas botas, não ficou muito bom mas orgulhosamente finalizei o meu primeiro boneco de neve! Eheheheh

Dentro do onsen naquela agua quente, após tirar o kimono, vendo a neve caindo na rua, realmente valeu muito a experiência e a fugida de Kyoto por 1 dia.

Em Kinosaki realmente ninguem falava Inglês, foi tudo só no dedo e na comunicação de surdo mudo mesmo.

Agora estou escrevendo este post dentro do trem, a caminho de takayama, a qual é uma cidade bem tradicional Japonesa, é entrada para os alpes, deve ter neve e estar frio por lá também.

Em Takayama está a sede principal da arte mahikari e será mais uma emoção poder visualizar aquele templo maravilhoso e poder estar mais em contato com deus.

Fotos do Templo mundial da Mahikari:

lostfilejpg17144256.jpglostfilejpg15936576.jpg

 

A Arte Mahikari é uma espécie de doutrina/religião que acredita na cura de doênças e evolução espiritual pela imposição das mãos e meditação, você fica de olhos fechados meditando por cerca de 10 minutos enquanto outra pessoa lhe transmite okiome (uma energia purificadora).

Quem tiver interesse em conhecer a arte mahikari existem diversas sedes pelo Brasil, mande MP que eu passo o endereço e telefones da sede da sua cidade.

Depois fui pra Hiroshima, ver o local onde foi detonada a primeira bomba atômica da humanidade.

O local é bem carregado de emoções, várias pessoas fazendo preces, várias homenagens aos mais de 200 mil mortos, também fui no museu, onde se pode aprender mais sobre a história da guerra e do porque que a bomba foi detonada em hiroshima.

Este é o Bomb Dome, que é o local que foi preservado exatamente como estava quando a bomba caiu.

Por fim visitei o castelo reconstruído da 5 infantaria, (ná época da guerra).

Hong Kong

Nossa que cidade cheia de gente! Muitas e muitas milhares de pessoas nos trens e se batendo nas ruas.

Fiquei em um hostel em Mong Kok, que é um centro de compras e fiquei até com medo de sair na rua de tantas luzes e gente.... tipo aquelas galinhas penduradas nas ruas, um fedor de comida estranha, gente, gente e gente!

De noite fui na avenida das estrelas onde se tem uma vista linda da cidade.

Hoje quero ver se vou no the peak que é um ponto alto da cidade e talvez no grande buda.

Realmente os preços de hong kong são muito bons, tipo jogos de ps3 se compra aqui por 20 reais, várias marcas a preço de custo chineses.... isso é bom! Mas não tenho mais espaço nenhum na mochila pra comprar nada... então e melhor só conhecer a cidade mesmo.

Amanhã estarei partindo pra Tailândia pra encontrar a minha namorada que vai viajar mais de 35 horas do Brasil pra me encontrar por lá!, estou muito feliz e ansioso pra encontra-lá e conhecer a Tailândia que dizem que é linda e (finalmente) barata.

Abração a todos que acompanham o post!

Fotos:

dsc07732n.jpg Estacionamento de Bikes

dsc07746v.jpg Estilo japones, máscara, saia e meias de colegial

dsc07756a.jpg A segurança é incrível, laptops no metro é normal...

dsc07763h.jpg Hotel de Cápsulas

dsc07826j.jpg

dsc07837f.jpg Com o Japão Rail Pass se pode viajar para qualquer lugar do japão de forma rápida, eficiente e econômica

lostfilejpg10066211.jpg Meu primeiro boneco de neve!!! eheheheh

lostfilejpg10821695.jpg Em Kinosaki onsen, a neve lá fora e banho quente de termas dentro.

p1000321l.jpg Templo em Tokio

lostfilejpg18399927.jpg Ruas de Takayama cheias de neve

lostfilejpg19440768.jpg Bomb Dome em Hiroshima, prédio mantido como no dia da bomba A.

lostfilejpg19751872.jpg

lostfilejpg19789942.jpg

lostfilejpg19841024.jpg Homenagens as vítimas e memorial da Paz

lostfilejpg20445824.jpg

lostfilejpg21981504.jpg

p1000003o.jpg Hostel em Tokio, estilo japonês, tatame e deita no chão.

p1000051l.jpg Comidas japonesas com sabores muito diferentes e ovo cru! eheheh

p1000070v.jpg Estilo Japonês

p1000085a.jpg Prédio do governo, com entrada free e excelênte vista da cidade

p1000108r.jpg

p1000132h.jpg Metro eficiente mas lotado nos horários de pico

p1000215k.jpg Yodobashi em Akihabara, se não achar aqui não existe! 9 andares de eletrônicos

p1000221q.jpg As vending Machines em tudo que é lugar, café quente ou gelado na hora.

p1000242w.jpg Museu de Tokio

p1000254nu.jpg

p1000271m.jpg

p1000277j.jpg

p1000281bz.jpg

p1000352j.jpg Banho japonês, sentado e depois vai para o onsem ou banheira quente (mais de 40 graus...)

p1000360y.jpg Trem Bala, eficiente.

p1000362q.jpg

p1000368m.jpg

p1000386w.jpg Monte Fuji de dentro do shinkansen

p1000458c.jpg

p1000462df.jpg

p1000542b.jpg Banheiro estilo japonês, faz em pé! eheheh

p1000554j.jpg Kyoto e seus jardins e templos (mais de 1600...)

p1000582eh.jpg

p1000588d.jpg

p1000623m.jpg

p1000662y.jpg

p1000671p.jpg

p1000737s.jpg

p1000770m.jpg Pedra do amor se andar de uma a outra de olhos fechados pode fazer um pedido

p1000786x.jpg Estacionamento onde o elevador leva o carro estaciona e tras de volta..

p1000816c.jpg Mais comidas diferentes, lá eles adoram comer esses pasteis com fejão doce dentro, eu particularmente não gostei não...

p1000817s.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sensacional, Guerra!

 

Estou acompanhando e torcendo pro essa sua aventura!

Sempre que der poste!

Saiba que você me inspirou muito e já estou traçando o meu roteiro de RTW!

Brigadão e boa viagem!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Agora estou no aeroporto das Maldivas.... são 3 e 30 da manhã, a minha namorada está dormindo no banco aqui atrás e como tenho que esperar até as 9h da manhã para ir pra ilha do hotel vou escrever sobre Hong Kong, Camboja e Tailândia, que foram os 3 últimos destinos.

 

Ai está a situação!

dsc08329gd.jpg

 

HONG KONG

 

Em Hong Kong fiquei em um hostel que reservei pelo http://www.hostelworld.com, a escolha de pesquisa que estou usando para reservar os hoteis pelo hostelworld, hihostels e booking.com é sempre colocando como critério a opinião dos usuários, esta na minha opinião é a melhor ferramenta para se hospedar bem, claro que nas melhores notas sempre estarão os mais caros, porém se for indo mais pra baixo encontrará um em conta e que ao mesmo tempo é bem recomendado.

Fiquei em um hostel no meio do bairro Mong Kok, que é um bairro de compras muito grande, milhares e milhares de pessoas se batendo nas ruas, um cheiro de galinha estragada, umas barracas de comidas onde pegam o dinheiro e tiram um pato inteiro de um caldeirão, cortam com uma tesoura enferrujada e colocam em um pão.... filas de gente pra comer aquilo! Tá loco!

Os preços de Hong Kong realmente são muito bons, mas comparei com a Tailândia e acho que para os produtos de qualidade os preços são quase os mesmos.... a Tailândia é muito boa para compras também.

Reservei apenas 3 dias para Hong Kong, pois sabia que este era um destino sem muitos atrativos turísticos.

O que fiz nesnes 3 dias:

1- Bairro Mong Kok: Bairro conhecido pela multidão e barganhas de produtos, não achei muita variedade, mas excelêntes preços, comprei alguns jogos de ps3 por 20 reais, um helicóptero de controle pequeno por 50 reais e despachei para o Brasil por cerca de 50 reais... espero que chegue...

2- Avenida das estrelas na noite: Depois de ficar perdido, ficar com medo de não me achar mais naquela muvuca de Mong Kok tomei coragem e peguei o subway para conhecer a famosa avenida das estrelas, conhecido cartão postal da cidade com os prédios todos iluminados ao fundo, com barcos passando, o famoso relógio e também um show de lasers em frente ao museu que acontece todo o dia as 8h da noite.

3- Grande Buda e teleférico: O grande buda é um passeio obrigatório em Hong kong na minha opinião, é realmente muito grande e muito lindo, acho que até agora é o buda mais lindo que vi, para chegar lá pegue o subway até a estação do teleférico, pague cerca de 30 doláres por um passe ida e volta do telefêrico (que é gigante), logo logo você verá o grande buda sentado em um dos montes. Ao descer tem várias feirinhas com artigos típicos e você sobe uma grande escada para chegar aos pés dele, um lugar de muita paz.

4- The Peak: A partir da estação “central” você pega um ônibus e vai até o ponto mais alto da cidade, onde se tem uma visão de 360 graus da metrópole... procure ir próximo as 7 horas que poderá ver o por do sol e também a visão noturna da cidade, é bem lotado de gente (como toda a hong kong) mas acho que vale a pena. Achei que poderia ver o show de lasers do the peak, mas os prédios da frente dos que fazem o show tapam a visão a partir do the peak, então se quiser ver o show é melhor a partir do museu.

Impressões sobre Hong Kong:

Volto a lembrar que estas são apenas opiniões pessoais de um turista superficial que passou 3 dias na cidade, respeito quem pense o contrário e desde já peço desculpa por qualquer ignorância da minha parte...

Bom, tendo dito isto achei Hong Kong muito lotada, o transporte achei eficiênte, o povo achei de certa forma mal educado, pois atiram lixo no chão, arrotam e peidam na tua frente ( sim isso mesmo, e até as mulheres fazem isso, eu estava no elevador e uma chinesa deu um grande arrotão, dae começei a rir e disse pra mim mesmo ahhhh é guerra então é?! Eheheheh)

Eles penduram as galinhas e os patos inteiros com as cabeças em tudo que é lugar, até no aeroporto tem isso, as comidas de rua são nojentas e o cheiro de mong kok é fedorento, (estou reclamando, agora quero ver quando chegar na Índia...)

Containers e mais containers quando se pega o ônibus e vai para o centro se vê a potência que é aquilo, os prédios são muito altos, mas não é um prédio alto são quase todos com 50, 60, 90 andares...

Acho que foi um certo choque cultural depois de ter desembarcado do Japão, mas não posso falar muito mais, pois só fiquei 3 dias.

Algumas fotos:

p1020149v.jpg Muvuca de Mong Kok

p1020151da.jpg

Hostel, por dentro era legal mas o prédio um lixão

p1020175f.jpg Noite na avenida das estrelas

p1020202k.jpg

p1020214k.jpg Prédios altíssimos

p1020230w.jpg Grande Buda sentado no alto da montanha

p1020244e.jpg

p1020269w.jpg

p1020288w.jpg Teleférico

p1020290.jpg

p1020351m.jpg Vista de Hong Kong a partir do The Peak

p1020377ml.jpg Containers e mais containers...

p1020379n.jpg Os patos pendurados, estes eram os do aeroporto, mais limpos.

 

TAILÂNDIA

 

Na Tailândia encontrei a minha namorada, e isto foi muito bom, pois já estava sentindo muita falta das pessoas que amo. A viagem e as experiências são bem diferentes quando se está sozinho, quando se está com amigos que falam português e quando se está com quem se ama. Tanto pra bom quanto pra ruim.

Explico:

Quando se está sozinho você sente muita saudade de quem ama, sente muita falta de falar português com alguém, se sente muitas vezes deslocado e sozinho em suma, maaaaas o lado bom é que esta situação faz com que você se abra mais, fale mais com as pessoas em inglês (único jeito de se comunicar), faz com que se aprenda mais inglês e também aprenda mais sobre novas culturas já que são estas novas pessoas e estas realidades dos países deles ou dos que está os maiores assuntos a conversar.

Com os amigos você fala quase que esclusivamente português, tira onda dos gringos, e acaba meio que se fechando em um “micro-cosmos” Brasileiro, o lado bom é que você se sente em casa, o lado ruim é que não evolui muito o inglês.

Com quem se ama é tudo maravilhoso, exceto pela questão de que se gasta mais e pela questão de conciliar vontades a respeito de passeios, hotéis, restaurantes, etc.

Bom, mas voltando pra Tailândia:

Fiquei 15 dias e isto É MUITO POUCO TEMPO PRA TAILÂNDIA E PONTO.

É um país exótico, tem muita coisa boa e muita coisa ruim, meu roteiro foi o seguinte:

4 dias em Bangkok, 2 dias em Koh Samui, 4 dias em Koh Tao, 1 dia em Suratthani (forçado), 1 dia em Phuket.

Antes de falar do que fizemos em cada local ai vão algumas impressões do que achei bom e ruim sobre a Tailândia:

Bom:

- Preço das coisas.

- Comida muito saborosa (nos locais com boa higiene, porque alguns dá medo de tentar!)

-Aluguel de motonetas com diárias por 150 baths (5 dolares)

-Preço dos cursos de mergulho em Koh Tao (menos da metade do preço do Brasil...curso open water por 280 dólares, advanced por 230 dólares e ainda ganha a hospedagem)

-Praias e clima: praias muito legais para relaxar, agua limpa e clara, excelentes pontos de mergulho.

-Massagem: a massagem é muito boa, dura uma hora e se gasta menos de 10 dólares, muito mais barato que no Brasil, e vc ainda pode escolher entre diversos tipos (oil massage, thai massage,foot... e por aí vai!)

-Festa Full Moon em Ko Phangnan: Não fomos, é mais para solteiros, mas quem foi diz que é uma das melhores festas do mundo, as pessoas se pintam com tintas fluorescentes pulam cordas de fogo e bebem em baldes ou melancias, pessoas do mundo inteiro vão nesta festa que acontece a cada lua cheia.

-Templos e monumentos: muito lindos e de arquitetura única.

Ruim:

-Preço das coisas para os turistas: sempre tentam te passar a perna, SEMPRE negocie o preço, é normal os taxistas não quererem ligar o taximetro para cobrar o dobro , os tuk tuks irem aumentando o preço no caminho ameaçando te largar, etc, etc. Os passeios dos tigres é caro pra entrar (600 baths), mas se quiser entrar na jaula com os grandes ou tirar fotos com os tigres pequenos é mais 1000 baths, isso é um roubo, e não avisam até tu já ter entrado.

-Comida apimentada e a diarréia: dos meus amigos que foram pra tailândia 90% tiveram diarréia, um cara do hotel de Koh Tao teve uma infecção por causa da comida que ficou todo duro, a pimenta é mega forte e eles colocam em tudo que é comida e até na salada! Então você pede: ‘please, no hot, no pepper and no chili!!!” ok, ok eles dizem, dae vêm o prato e advinha?! Meeeega apimentado, dae você troca o prato e talvez venha normal, isto aconteceu mais de 5 vezes com a gente, por isso achei importante postar. Ah...e cuide pra que não cobrem por este prato trocado, nenhum lugar cobrou a a mais por isso. Quanto a diarréia não tivemos, mas nosso estômago reclamou, tomamos luftal, digestivos, etc.

-Trânsito!!! O trânsito é muito violênto, você vê várias pessoas quebradas por terem caído de motoneta, ou por terem bebido demais e terem sido atropeladas, tem até placa de trânsito dizendo “cuidado bêbados atravessando”, eu aluguei uma em Koh Tao e um cara veio dando ré comigo parado, eu buzinando e ele bateu na moto, no ônibus pra Phuket o motorista atirou-se para o cordão da calçada para não bater no carro da frente, isto foi o que aconteceu com a gente, fora as histórias que ouvimos.

-Transporte: nossos vôos atrasaram, o ônibus para Phuket era para ter saído as 7 horas da manhã, saiu as nove e por outra agência, não tinha banheiro, o motorista tava quase dormindo e bateu o bus no cordão da calçada! Fica a dica, NÃO programe as coisas com pouco tempo para cada lugar, pois o transporte pode demorar bem mais do que o programado.

O que fizemos na tailândia....

Bangkok:

Fomos no 1◦ dia para a Chatuchak (não sei se é bem assim que se escreve), acho que uma das maiores feiras que existe no mundo desse tipo.Vc pode ir tanto de skytrain como de subway. Ela abre somente aos finais de semana, por isso acabamos indo lá primeiro, e tem de tudo! Desde comida regional, muitas frutas, bebidas, artesanatos, roupas de todos os tipos, galinhas, móveis, calçados, chapéus...enfim.Tudo é muuuito barato, mas sempre barganhamos com os preços, já que eles sempre cobram a mais.Se fores a Bangkok no fim de semana, não deixe de visitá-la e aproveite pra comprar tudo o que quiser por lá pq foi o lugar mais barato que achamos na Tailândia. (minha namorada escrevendo...eheheh)

Neste dia também conhecemos um dos vários templos budistas que existem, Wat Pho, onde fica um Buda gigante deitado, muito lindo, mas tivemos que pagar para entrar.

No outro dia fomos para o Grand Palace pela manhã, mas como havia uma cerimônia só para monges acontecendo não conseguimos entrar.

Vale lembrar 2 coisas: todos estes templos abrem cedo,mas tbm fecham cedo e cuidado com as roupas que usar. O Grand Palace que é a maior atração de lá, com vários templos, estátuas de budas e com algumas áreas probidas para entrar pois são de uso do rei, abre as 8:30h e fecha às 15:30h, e para todos estes passeios em templos são proibidas roupas como regatas, blusas mais cavadas que mostram os ombros ou são decotadas, bermudas mais curtas como shorts ou saias e vestidos.

Como não conseguimos ir ao Grand Palace, conhecemos um taxista que nos levou, por 1500thb, a 3 atrações bem conhecidas por la mas que são bem distantes, ao floating marketing que é um mercadão flutuante, ao parque dos elefantes e ao Temple Tigers onde podemos ver os tigre de perto.

No Marketing floating pagamos cerca de 15dólares para os dois(mas tentaram nos assaltar com quase 100!!!Não se esqueça de barganhar!)

É um barquinho no qual você passa por vários canais com pessoas vendendo comida, roupas e artesanatos locais; no parque dos elefantes demos uma volta com um deles e os alimentamos com bananas e no Templo dos tigres, onde eles são criados por monges, podemos tirar fotos com alguns deles, mas as principais atrações do lugar que eram entrar na jaula com eles soltos ou segurar os bebês eles cobravam a parte (1000 baths!!) e então decidimos não fazer.

Fomos tbm na Khao San Road, rua onde só tem backpackers, barzinhos e muita muvuca.

O taxista dos tigres nos cobrou na verdade 1500 baths de início, mas no meio do caminho comecei calcular que ele andou com a gente neste dia cerca de 900 Km (450 ida + 450 volta), em uma boa camioneta, dae vi que o preço do litro da gasolina era 32 baths, vi que ele já tava meio mal humorado, pois acho que deu o preço errado, e acabei por dar mais 500 baths pra ele. Aliás ;e normal te darem um preço e depois mudarem no meio do caminho, principalmente nos tuck tucks.

Neste mesmo dia iamos assistir o show do “ping pong”, um show de pompoarismo bizarro onde elas atiram com as perserguidas bolas de ping pong longe! eheheh, mas como já tinhamos gasto muito e chegamos tarde acabamos não indo.

Ko Samui

Em Ko Samui ficamos 2 dias em um ótimo hotel, conhecemos o centro e a praia. Achei os preços mais caros que em Bangkok.

Ko Tao

Pegamos o barco rápido a partir de Ko Samui, ele demora cerca de 2h para chegar custa cerca de 700 baths.

Fomos a Ko Tao focados em fazer cursos de mergulho, que lá é bem mais barato que no Brasil, pagamos menos da metade do preço pelos cursos, por 9800 baths minha namorada fez o curso open water e eu por 8000 baths fiz o advanced, eles por esse preço ainda te oferecem a hospedagem, ou seja poderiamos ficar 6 dias no hotel pagando apenas o preço do curso. Os instrutores Sebastian e Eva são Uruguaios e conseguiram transmitir os cursos super bem pra gente.

Gostamos bastante de Ko tao, o mergulho é muito bom, fora os trigger fishs que nos atacaram lá, mas nada demais só morderam as nadadeiras.

Os restaurantes e o clima perto do bans diving resort é muito bom, a praia e o por do sol são maravilhosos, e é relativamente barata a alimentação por lá, se come bem na beira da praia em um ambiente limpo por cerca de 70 baths.

Ae vai o link do Bans resort em Ko tao:

Também fizemos a famosa massagem tailandesa por 300 baths, ela dura 1 hora e você sai de lá bem relaxado, muito legal a experiência.

Surathanni

Ficamos um dia forçado em Surathanni, pois esqueci uma das bagagens em Ko Tao, para sair da ilha pegamos um barco noturno onde se dorme no barco, ele sai as 8 e 30 de Ko Tao e chega próximo as 5 da manhã em surathani para depois pegar o ônibus para Pucket, esse barco é muuuuuito lento, e balança bastante, então e melhor tomar um dramin e dormir logo de início.

O preço do barco noturno + transfer de ônibus para Pucket foi 850 baths.

Surathanni não tem nada pra conhecer, somente um mercado ou feira pública, dá um certo medo de andar na rua com macacos e cachorros soltos, cortei meu cabelo lá, a mulher veio com a gillete usada pra aparar a barba, uma gilete que ela usa pra todo mundo e eu disse Não! Não!!, muito obrigado amiga mas Aids não é um presente que quero levar pra casa da Tailândia.

Pucket

Ficamos apenas 1 noite em Pucket, mas em um hotel muito bom e com preço justo (cerca de 22 dolares), é o at home hotel, ai está o link:

Alugue uma motoneta por 150 baths e saia para conhecer pucket, tem muitos shoppings, praias e vida noturna, foi a maior praia que conhecemos, é a mais agitada e populosa, também possui a maior variedade entre as praias para compras, hotéis, etc.

 

Fotos:

 

dsc08190c.jpg

Curso de mergulho no Bans Diving

p1020403bn.jpg Vista da frenética Bangkok

p1020448t.jpg Primeiro templo que visitamos, próximo de onde mora o Rei e próximo da Khao san Road

p1020459t.jpg Grande Buda deitado

p1020490.jpg mais dois templos de Bangkok

p1020549hr.jpg

p1020575l.jpg Mercado flutuante (1hora de da cidade)

p1020692g.jpg Tiger Temple, monges tratam os tigres como animais de estimação.

p1020712sj.jpg

p1020715c.jpg Pode-se entrar na jaula com eles soltos (1000 baths para entrar)

p1020723e.jpg

p1020732l.jpg

p1020740l.jpg Pode-se alimentar e tirar fotos com os filhotes (1000 baths a mais também… )

p1030507y.jpg Bar noturno com show de malabares pegando fogo

p1030523y.jpg Pad tia, comida típica tailandesa (peça sem pimenta!)

p1030527t.jpg os bares da beira da praia tem esses mini colchões e as mesas são baixas, também sempre passam filmes a noite, é muito bom para relaxar

p1030533c.jpg Pôr do sol em Ko Tao

p1030542j.jpg

p1030561z.jpg Barco noturno para surathani (caminho de Pucket), 10 h de viagem, tome um remédio para enjôo

p1030565l.jpg Couberam 12 com bagagens nesse tuck tuck em Surathani!!!

 

CAMBOJA

 

Programamos ficar 2 dias no Camboja pois a principal razão para irmos lá era conhecer as ruinas de Angkor Wat em Siem Reap.

Primeiro: Não troque dolar no aeroporto, pois eles em toda a cidade só querem dolar, o dinheiro deles eles não querem aceitar....

Fomos surpreendidos muito positivamente com o Camboja!

Primeiro o que salta aos olhos é a limpeza da cidade, o povo é muito pobre, ainda mais pobre que na Tailândia, mas ainda assim são muito cuidadosos com a cidade e tratam os turistas muito bem.

Por 4 dolares você pode contratar um motorista para lhe levar aos templos durante um dia inteiro, cuidado com as ofertas dos taxistas logo que sai do aeroporto, pois estes te oferecem tours por 20 dolares ao dia, isto é muito caro para o Camboja.

Ficamos em um hotel por 20 dolares a diária, foi um hotel muito bom, onde os funcionários falam bem inglês, a comida muito boa também.

O hotel chama-se Skyway hotel, ai vai o link dele:

Neste hotel jantamos, pedimos 3 pratos, 4 shakes de frutas, depois pedi a conta e veio U$$ 6,50!!, perguntei se não estava errado, mas estava certo e esse foi o preço total já com taxas de serviço, etc.

Os templos são muito lindos e muito bem conservados, eles mostram o auge do império Khmer que foi próximo do ano de 1200 D.C este império englobava Tailândia, e vários países do sudeste asiático.

Recomendamos jantar no Angkor international restaurant, lá fecha as 8:30 PM, depois de visitar os templos poderá jantar e assistir a um show de danças típicas, é um buffezão livre que quase morremos de tanto comer, muito bom. Custa 12 dólares por pessoa.

Pode ser que esta área de Angkor seja apenas uma vitrine do País para os turistas, é claro que provavelmente saindo daquele centro é que realmente vá se conhecer o Camboja, mas ao menos naquela área é tudo muito bem organizado.

Vimos várias pessoas trabalhando em serviços sociais, conhecemos algumas enfermeiras que trabalham com as crianças de lá, sempre existe muitas crianças cercando os turistas querendo vender alguma coisa, também vimos muitas vítimas das minas terrestres com membros amputados, é uma realidade bem dura de se presenciar, mas faz você dar mais valor ao País que vive.

 

Fotos:

p1020802k.jpg Indo para Angkor de tuck tuck adaptado puxado por uma bis..

p1020812p.jpg

p1020914.jpg Restaurante Angkor internacional, comida muito boa e show típico

p1020927h.jpg

p1030105a.jpg Ruínas de Angkor Wat

p1030110.jpg

p1030140qg.jpg

p1030153w.jpg

p1030156.jpg

p1030187b.jpg

p1030204v.jpg

p1030234v.jpg

p1030291.jpg

p1030309vu.jpg

p1030326.jpg Hotel Skyway, muito bom, bonito e barato!

 

 

MALDIVAS

 

Nosso vôo para as maldivas fazia conexão no Sri Lanka, pensamos em descer para conhecer, mas depois que descobrimos que é necessário visto anterior e que se paga mais de R$ 120,00 por ele decidimos que não valia a pena para somente ficar lá por 8h (tempo da conexão).

Peguei umas moedas, uns selos e um imã de geladeira só para dizer que passei pelo Sri Lanka! mesmo sem descer esse é um País que nunca pensei em conhecer.

Bom voltando para as maldivas.....

Quem acompanhou o post desde o início deve ter visto o quanto reclamei do Tahiti na questão preço, bom...... nas maldivas é ainda pior!!!!

O Aeroporto é em Male que é uma das ilhas, a partir de male você pode fazer tours por algumas ilhas e voltar para seu hotel na cidade (opção mais barata) ou você pode optar em se hospedar em uma das ilhas privadas em um dos resorts (opção mais cara).

As duas opções tem prós e contras, eu optei por me hospedar em um dos resorts, em uma das ilhas privadas, ficar só lá, fazer os mergulhos a partir da ilha também.

Se tivesse me hospedado em Male poderia ter pago metade do preço do resort, mas gastaria mais com os transportes e não seria o mesmo clima de já estar em uma ilha paradisíaca.

Hoje não sei se faria a mesma opção do resort, pois você fica refém deles pra tudo, sendo o lugar mais próximo a meia hora de barco rápido você não tem pra onde fugir, achei que estava tudo tranquilo, pois a minha reserva tinha meia pensão, mas com um calor de 40 graus e a água a 5 dolares é morrer de sede ou gastar uma fortuna em bebidas.

Os sucos 8 dólares, tudo ainda tem 10% de taxa de serviço, mais taxa não sei do que, o transfer do aeroporto no barco custou 100 dolares, nossa é roubo atrás de roubo.

Os funcionários são na maioria Indianos ou do Sri Lanka e não atendem nada bem.

Maaaaasss depois de pagar na entrada, e tirando o aspecto financeiro o lugar realmente é o paraíso na terra.

Aquelas fotos de posters que se vê nos cartões postais realmente existem de verdade, tirei fotos que nem um louco, pois as vezes não acreditava que eu realmente estava ali me banhando naquele mar.

Aquele lugar tinha tudo de perfeito, o mar com 3 tons de azul, o snorkel com centenas de variedades de peixes muito coloridos, vimos espécies realmente muito diferentes, o por do sol atrás dos bangalôs, a comida era muito boa também. Se existe o paraíso deve ser daquele jeito.

Se fosse hoje eu reservaria no máximo 3 dias em um resort desses e o resto em male como base para fazer outros tours.

Dessas ilhas paradisiacas entre: Tahiti, Maldivas, Aruba,Barbados e Curaçao a que definitivamente eu voltaria é Aruba, pois tem o melhor custo benefício de todas, você fica em excelêntes hotéis, tem infraestrutura e paga ¼ do preço das outras (bem menos até que Fernando de Noronha).

 

Fotos:

 

dsc08402j.jpg Peixes coloridos vistos de snorkel das maldivas

dsc08509s.jpg

dsc08536k.jpg

dsc08655d.jpg

dsc08726o.jpg

dsc08738e.jpg

dsc08787.jpg

 

 

 

 

p1030601ya.jpg As ilhas realmente são um paraíso, apesar do custo ser o mais elevado que já vi, até mesmo mais que o Tahiti.

p1030709c.jpg

p1030759l.jpg

p1030793.jpg

p1030830e.jpg

p1030890m.jpg

p1030924c.jpg

p1030990d.jpg

p1040037h.jpg

p1040058iv.jpg

p1040078m.jpg

p1040097k.jpg

p1040116l.jpg

p1040168s.jpg

p1040192y.jpg

p1040208y.jpg

 

É isso ae!

 

Eluzi respondendo a tua pergunta o passe de trem no Japão vale muito a pena sim, pois somente uma passagem de trem bala já quase custa o preço do passe. Obrigado pela energia positiva ae, agora no Nepal e na Índia vou precisar +….

 

Agora estou partindo para o Nepal, vou fazer a trilha dos anapurnas e rumar para a Índia de lá, vou ficar sem internet por um tempo eu acho... depois posto mais.

Abraço a todos!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Show ! sudeste asiático é sensacional, você não quis conhecer mais da china?

 

Acho que eu ficaria muito encucado com grana pra passar pelas maldivas, mas pelo visto é um paraíso mesmo...

 

Bom passeio pelo nepal e índia, teu roteiro tá muito parecido com o que eu imagino pro meu então vai dar pra aproveitar boas dicas :-)

 

[]'s

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Irado rapaz!!! Bem loca a trip!

 

To no meio da minah RWT agora na Tailandia, em Koh Tao, fazendo curso de mergulho tbm! Irado aqui!

 

Po, o que ta me surpreendendo na sua trip é que voce ta indo incrivelmente rapido!!! hehe nao ta esgotando suas energias nao??? 15 dias na tailandia (com o curso de mergulho!) e 2 no camboja?

 

Muita noite no buzao em hehe! eu ja me cansei de ir rapido e acabe mudando os planos e to indo bem tranquilo agora! Comprei um violao em bangkok e agora vou passar uns 15 dias so nas ilhas tailandesas!

 

Aproveita ai que a viagem é grande mas uma hora acaba!!! abracao!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Heheheh, esse violão combina perfeitamente com o por do sol de ko-tao, que ilha linda!

 

Realmente os cursos de mergulho são bons e baratos se comparado com outros lugares, se estiver fazendo no bans não deixe de conhecer os instrutores Sebastian e Eva, eles são muuuuuito parceros!

 

Realmente deveria ter pego mais tempo pra Tailândia, mas estou querendo conhecer o máximo que puder em pouco tempo, depois volto para onde achar melhor.... O problema é que estou gostando de todos os lugares!! eheheheh cada um com seus problemas, diferenças, coisas boas e ruins, mas cada um com seu encanto também.....

 

Valeu! Boa viagem pra ti, espero que corra tudo bem e que aproveite bastante!, parabéns pela iniciativa!

 

Abraço.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...