Ir para conteúdo

CAMPING E CHALES BEIRA MAR - BARRA GRANDE - ALAGOAS


Posts Recomendados

  • Membros
3JMLUhVEamu_IERlLGCc7IUDOiBKwRmIp28pjLzvHgHbsY1CWX0vxQ0X6fOhqA7_OTwrF6bSsaCt0wBaiDhOsn_ZSiG4YGEhW8x6_LKyNJnQSfJtrcohUfHWAwwulYlnJ3XxX9Bh

OLÁ!

Essas informações foram do camping que fizemos em fevereiro/2018. O local ainda existe e ainda é bem estruturado. A ideia é mais saber que existem outros meios de chegar em #Maragogi ou nesse caso Barra Grande sem precisar de transfer ou carro particular, entretanto, esse é um caminho mais low cost.

COMO CHEGAR:

Tem três maneiras básicas de chegar em Maragogi - AL partindo de Recife - PE, que são de ônibus direto, de ônibus baldeação e de carro.
  1. Ônibus Direto: o caminho é feito pela empresa Real Alagoas e você poderá fazer esse trajeto apenas em alguns dias da semana e em horários um tanto incômodos. Não optei por esse e nem indico, só tô deixando aqui a opção.

 

 
  1. Ônibus Baldeação:  esse caminho é mais demorado ainda (coisa de umas 3hrs de viagem) e começa pegando um ônibus na Av. Dantas Barreto (antiga rodoviária) da empresa Viação Cruzeiro ou, ainda, da Viação Progresso até a cidade de São José da Coroa Grande ou até Barreiros; esse ponto de saída pode ser ainda QUALQUER parada da Av. Mascarenhas de Morais, inclusive, na praça do Aeroporto no entanto, no carnaval (como foi o caso) o ônibus tinha ponto de partida na Praça Largo da Paz no bairro de Afogados, ao invés de na Dantas Barreto, mas o resto das paradas se mantinham o mesmo. Em São José você vai descer no centro, de frente aos dois grandes mercados da cidade e lá vai pegar uma van para Maragogi - AL mas no caso desse nosso roteiro pode pedir para descer em Barra Grande, de frente a concessionária da Fiat, sem erro. Esquema parecido é em Barreiros onde, descendo na rodoviária, vai sair dela e já pergunta nos alternativos quem ali faz esse trajeto. O preço das vans dependem da cidade de onde tá saindo.
 
Os valores dos trajetos: [valores consultados em 09.02.18 deixo contato da empresa no fim do post]
Recife - São José da Coroa Grande - Recife: R$22,00;
Recife - Barreiros - Recife: R$19,00;
Alternativos São José da Coroa Grande/Barreiros - Maragogi - AL: R$5,00 - 7,00

Os horários dos trajetos: [horários consultados em 09.02.18 deixo contato da empresa no fim do post]

Recife - São José da Coroa Grande                
Seg-Sáb: 05h40/ 9h15/ 13h40/ 15h/ 18h10  
Dom-Feriados:  05h40/ 9h15/ 13h40/18h10 

São José da Coroa Grande - Recife       
Seg-Sáb: 05h40/  06h30/ 9h10/ 13h/ 18h        
Dom-Feriados: 05h40/ 09h10/ 13h/ 18h

Recife - Barreiros                                                                                   

Seg-Sáb: 06h/06h30/7h30/8h30/10h30/11h30/12h30/14h40/15h3016h40/17h10                              
Dom-Feriados: 06h30/ 08h30/ 11h30/14h30/ 16h40/ 17h40
 
Barreiros - Recife 
Seg-Sáb: 06h/06h30/7h30/8h30/10h30/11h30/12h20/13h50/14h40/16h30/17h30             
Dom-Feriados: 07h30/ 11h30/ 13h30/ 14h50   

 


c) Carro: o jeito mais fácil de chegar, é só botar o GPS e seguir tranquilamente, não esquecendo, claro de baixar o mapa offline para já ajudar. Essa foi a opção que escolhemos pois, como conseguimos economizar muito no combustível valia mais a pena do que ir de busão, mas de busão era a primeira opção valendo.

Depois de citar as maneiras de viajar, vale destacar que, indo pela antiga rodovia (que é por onde o maps indica) após passar o complexo de viadutos que fica uns km depois da garagem da Viação Cruzeiro na BR a pista fica MÃO DUPLA, isso mesmo, a BR 101 vira mão dupla e, devo dizer, num estado não muito bom; estreita, esburacada e MUUUITO sinuosa aqui fica o cuidado quadruplicado.

A CHEGADA
Depois de muita pesquisa decidimos onde ficaríamos uma parte do carnaval e escolhemos o Camping e Chalés Beira Mar, que fica localizado na praia de Barra Grande, município de Maragogi - Alagoas. Para chegar nele não tem errada, o ponto de referência principal é a concessionária da Fiat Mavel, descendo nela ou tendo ela como ponto de referência basta entrar na primeira rua imediatamente a esquerda e, mais uma vez, a esquerda e, do seu lado direito estará o camping.
 

 

Antes de chegar acertamos com o dono que pede para que o pagamento seja feito 50% antes do check in e os outros 50% na chegada. Lá eles aceitam cartão para o pagamento da outra metade mas não aconselho tendo em vista que lá o sinal de telefone é bem precário e eles usam aquelas maquinetas que precisa de telefone, sabe? (eu fiquei TOTALMENTE sem sinal da TIM pelos 3 dias que fiquei lá, foi ótimo!).

Chegando lá o dono, Ronald, muito simpático acertou nosso check in, preencheu nosso cadastro e fez questão de nos mostrar toda a instalação e ainda disse qual era o lado da sombra durante a tarde (que é o lado direito de quem chega ;] ) ele é muito solícito e organiza de tudo dentro do camping.

 

V07XweUiz5lpBs0ujvxX2D4FPhYlA2iGGeZqNoasRDa5z2nxE51Rk9hESdUWYqeK6Oo2kwAGnqVjmOARFNOcAo7QuXmiLgQs1GUF9-yyQtsB4gjvW5N7wM2LF1V67C4TEUXIYVJD
 
T-92B8T3mqnk5MGvDoMRe1OghFroidvSh18R4IkCLrLioaoeyDmVkvQe71KI_YBsI227GEgh3dhQWjwGDj2HicTsBAWuu4aoTN3jFPjqcDU-zLFnqesZs-VpQvtNjnkIL4vx06ZH N4-9zFcYkz7Z0xK4nHMVYawb2jlUwP_ndQV2PcQo3oj36LcrSK7AO_Jr7QUSDrGw1YRakuyWe40VxQ-ozSSAZ0jRcilttevRrjEi9YCa5H2xg8NXJ_XOLgqD66imom1Zf9Ptmc3h tjlLUuBKtwy6PKvNeoQEaEp3d8tbY3zhqwihc2b6RMqnSd0n3F5DPf7_XVROA-djWt-PBmeufuck9PpJ0oX506OblzZMs6UREeCH-wxBYw7IBaq75CbWJ5pWlZfFWIe2ZP6RZw8v


 

A ESTADIA / INSTALAÇÕES DO CAMPING
Depois do check in pudemos ir montar nossas coisas; Deixamos o carro bem de frente a porta do camping o que facilitou demais o manejo, montamos a barraca e tratamos de levar nossas coisas para dentro, tudo muito tranquilo e sem demais aperreios. Escolhemos a área protegida pela tela por ter alguma sombra e ser perto do totem de energia, ficamos sabendo depois que aquela tela serve para manter a grama sempre verde e confortável, testado e comprovado.
 

 

Quando tava tudo montado fomos conhecer o camping e sua estrutura. Nada muito diferente do que eu tinha visto na internet apenas um pouco menor, mas não menos aconchegante. Conta com uma cozinha completa (duas geladeiras, fogão 6 bocas, microondas, pia e balcão) uma área de convivência com mesa grande, algumas redes, um jogo de lançar aros uma tv e um ventilador.
 
De frente à área da cozinha temos a piscina e, atrás dela, o salão de jogos que conta com uma mesa de sinuca, totó, basquete e ping pong e, nesse mesmo espaço estão os banheiros únicos (banheiros que contam com uma função, ou privada ou banho) 3 femininos, 2 masculinos e um adaptado para pessoas com locomoção reduzida.
Dos lados da área de cozinha há banheiros completos (banho e privada) de um lado masculino e de outro feminino.

 

S_dFbALvtcUqgw9fCamriQ8VyPUm3bTaTWP5UBuPEP5dMyEwHSs4RwAkLhRu52WeIz8ufaCdJ9GtXOODX0pwY0jCkwQGX-CfDaCCsE1G-h5i2e1VQ-vG_OBQCPTJXHM-miBFovFb
 
eqANVvUR6iqf5cKmNkUmF1cgvTYHqmKSP2jj3BOwzyE_dzdRgbmZtDQj7KJyNQRZxLdil1ILIP7q9g_ZbB9c3jchAVZlZhw69AI9m0FlU9uL4KNoUgDX1SFWp6QBjfy3hVkaaij7 iJEqmA_TlLuMDgvn5oWrDxLj5LH1wdwnaplmKucMFJB3aJ1-o_O4sl27KHbjt7exbqxcu-UupMNHCD3wzqUkQ0mJjpeRbxeddSok6uW8NAMhclsucQqJcO0_00rhTiEjcEEUy-X9 ys_05FQq41fPIvgHSiw7AAIFE-j-CSqTmZ6d9t7swLZTw4GbRT8uHSM-FWneu9eJ0ewQSyuI17YPiGb8nc_pb4qcy22ubCxQg6Ci5jX6bBRwR0kjdNxRNjBJVDnLE1kG5XOnazWv

 

Conhecido o camping saímos e ficamos pelas proximidades do camping mesmo, fomos á praia (caminho muito fácil também só voltar para a rua que entrou depois que saiu da BR e seguir direto que já tá na praia) que é razoavelmente movimentada e, apesar de ser carnaval, não estava lotada. A praia em si não possui uma grande estrutura contando apenas com uma barraca ou outra mas a presença de vendedores ambulantes vendendo camarão (e até lagostinha) é bem grande.

 

enkqENx7Z65w2-lWXa6rJoUX5ueEY9OCLUtFELQrr-dZMG5SG__yQkgEaYoh2zXr0mYE7yzeXsY3kgXdPO4r3X2okaEiTu6Wu_BpSk5AgCE-SphFZR0d8B28gFO0JuoBwqfFasQI
 
8JuycNitHFiIu13ePko15o4bxiS-6qjCbSMNDDK7xTBDo-sNOcg5-eJC0AIAf5kWBSw86O8YoykE7Xrac_Cf2q_Uqcgl7pN8fM6F5ckVbqe3Eroj5WmAuRtG8hB4vgOMHjzBqG4z yrSYVLBj8q1EJWnrlQVISVV-ulmzN08DQf-m9ho3plW6SFHZeOdOBaWxBLAwiNHqjSJuq7TrWxVMrjPpEusFUMxIrtV89sJX-H1vMm6i3xvwt4mHCFIelzC1ANNXRKR7CtnzU_Lk vP22zLJzSuRAs2RPGGe3lOwtOqhDXpQwprVdnnYj8afmylQI3u5yFlyIzjlrBQgMsmbSrqL839-Y5EwwcBPHPZ_QiTffdlRFxoAsd54ylMnJ0Yboim1rwaPPtC3-pcHtjFPxn5er
 
Uma coisa que eu não estava preparada foi para o frio que fazia a noite. Claro que não era aquele frio de morrer mas, por ser praia, pensei que passaria calor mas nem perto disso, as noites foram de temperaturas muito amenas (pelo menos a sensação térmica era) e teve momentos em que desligamos o ventilador, tamanho era a friagem.
No entanto, com ventilador desligado a barraca começa a esquentar cedo, 07h10 da manhã já estávamos despertando devido ao sol começar a bater na barraca, daí vai minha dica de mesmo que não chova leve uma lona para cobrir sua barraca do sol e de eventuais chuviscos. Foi só no segundo dia que notamos como deveríamos colocar a lona para proteger a barraca do sol. De tarde dentro da barraca era bem quente, mesmo com ventilador, mas isso só até umas 16h que é quando começa a amenizar a temperatura; como passamos o dia fora da barraca, não foi um problema não.
 

LOCALIZAÇÃO E CONVENIÊNCIAS

O Camping fica na área inicial da praia de Barra Grande, então para conseguir chegar num mercadinho tem que andar por uma distância de 700m pela beira da pista quase sem acostamento. O mercadinho tem um valor razoável mas, para quem estiver de carro, vale a pena dar mais uma caminhada. Conversando com um pessoal do camping fiquei sabendo que, no sentido de Maragogi, havia alguns restaurantes também e, no sentido voltando para Recife, havia até um restaurante japonês (rsrsrs) então, se andar um pouco, dá pra se ajeitar direitinho.
 

EXPERIÊNCIA DO CAMPING
Ficamos no camping por 2 noites e 3 dias e posso dizer que quando chegou na hora de ir embora nem eu nem o boy queríamos ir. Ficamos muito seguros em todo o momento que estivemos por lá, o policiamento é constante (num só dia vi 3 patrulhas) e todas as casas estavam ocupadas, o que dava uma circulação de gente bem bacana.
 
Usar a cozinha foi tranquilo, exceto por um pessoal que veio em família e nem se incomodavam de tirar a panela deles de cima do fogão mesmo quando eles já não estavam mais usando aquela boca, isso um pessoal que estavam nos quartos por que os campistas sabiam dividir tudo e bem. Nas geladeiras ninguém mexeu nas nossas coisas nem ficavam mudando de lugar para benefício próprio, havia um clima de respeito e cumplicidade muito grande entre os campistas, a vibe era incrível.
Teve uma hora que ficou um barulho de som terrível mas, novamente, foi um pessoal de outro quarto que estavam com som bem alto e não se importavam que pessoas queriam poder dormir ali, mas alguém pediu para que eles desligassem e eles o fizeram (pelo menos né).
 
Outro porém que é preciso avisar de lá é que NÃO HÁ ABASTECIMENTO DE ÁGUA CONSTANTE EM MARAGOGI pois o estado de Alagoas passa por uma crise hídrica e, portanto, o uso da água era controlado, desta forma se forem para lá ECONOMIZEM ÁGUA não só os seus companheiros de hospedagem mas também o planeta agradece.

 

d3uzZ5MXGznunPfgIEL4rdg3aMAxRAc3I5JC6LYqHWMBuVkTH6E2KwAEH5QVN3DlLoPOuC0_KdByUocoTJqQ7ujvh3mSSwpzCEXvsmG__KwjFGqpfYCHb_gQPRBTnyMq83-MUkiJ
 
a6fLZNBgE_R7GOc1riKEt9b3-LyfcHupHGtwKt0Lx9hOwdFG1o0Me5in861OCtWGUCnH3AGcn2ygHHCHN7grOappLM1skfU8-3rv9V7vDibu_WUeQa1SJb9a6UI8L78YuMZnPVWW -OoTDoe8VTIsgpXvLuWIHcx20odGoNeUJhL70cahVq9QvJ6HXUcekWvt5dyRgvLOX0jZdbBkzLfgXBrJxFkCBgoiFRglDWoS4PUKZU07ypOD-rR5VjT5zqShcyWEXbGMZ-WXGC1X

 

A VOLTA
 
Havia um trânsito bem intenso na segunda-feira no sentido oposto de onde estávamos indo, então acredito que quem viajar na segunda de carnaval (ou da segunda em diante) vai pegar uns lugares mais lotados. Os postos da polícia rodoviária e da polícia estadual também estavam muito atentos e parando carros com frequência para conferir documentos e situações.
 
Para quem vai de ônibus há uma parada bem na saída da rua do camping mas como os horários dos alternativos não são concretos é bom se programar de acordo com o horário que pretende pegar o ônibus para voltar para Recife seja em São José seja em Barreiros mas, como eu vi, indico São José por que além de ser mais perto da divisa eu vi muito mais vans fazendo esse percurso.
 
Dicas Extras: Fiquei sabendo lá que há transporte meio que municipal para chegar em Maragogi vindo de Maceió então, se for lá pro camping saindo da capital alagoana, pode valer a pena descer em Maragogi e pegar esse mesmo alternativo. Quem tem os horários e preços desse trajeto é a Arsal e no site deles tem sempre os valores das tarifas, onde pegar esses ônibus e quais os trajetos que eles fazem.
O valor em 15.02.18 do trajeto Maragogi - Maceió (via Japaratinga) R$ 22,00

PREÇOS
No site deles eles disponibilizam os valores tanto de hospedagem quarto quanto de camping, daí o valor que vocês pagarão dependerá da quantidade de dias, de pessoas e época do ano em que irão. Vale a pena também confirmar o valor com eles pelo Facebook ou Whatsapp que eles respondem bem rápido.
 
Obrigada pela leitura e, até a próxima!
_________________________________________________________________________
Links úteis
 
Camping e Chalés Beira Mar:
Real Alagoas:
Viação Cruzeiro:
0800-766-9000 (consegui todas as informações por aqui, então é melhor ligar)

Empresa de transporte público em Alagoas:
http://www.arsal.al.gov.br/servicos (abrindo a aba transportes)
 
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 3 meses depois...

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

  • Conteúdo Similar

    • Por vania.sp
      Fala, pessoal!!! Gostaria de pedir ajuda quanto a informações sobre transporte publico entre as cidades alagoana: Piranhas X Penedo, gostaria de saber sobre linhas de ônibus que façam esse trecho. Já procurei bastante na internet, porém estou tendo dificuldades para achar essa informação. Como pretendo fazer um mini mochilão pela costa do Nordeste já quero me inteirar sobre essas coisas.
      Desde já agradeço muito a quem possa ajudar
    • Por Braccialli
      Boa tarde, galera. 
      To querendo aproveitar o final de semana do dia 30/31 de outubro podendo se estender até terça no feriado, mas não sei para onde ir.
      Estou no centro-oeste de São Paulo (Marília) e queria indicações de lugares perto para aproveitar, de preferencia que tenham camping e cachoeira. 
       
      Valeu!
    • Por Tadeu Pereira
      Trilha da Praia do Bonete - Ilhabela - São Paulo
      Praias: Praia do Bonete, Buraco do Cação e Praia das Enchovas
      Cachoeiras: Cachoeira da Laje, Cachoeira do Areado e Cachoeira do Saquinho
      Dificuldade: Média
      Distância: 15 km
       
      Salve salve mochileiros!
           Segue o relato desta famosa trilha situada em Ilhabela no litoral Norte de São Paulo, iniciada na parte sul da ilha a aproximadamente 9Km da balsa entre São Sebastião e Ilhabela. A trilha é de nível fácil/moderado com muitas subidas e descidas na maior parte caminhando dentro da mata, passando por três lindas cachoeiras, com alguns mirantes e sempre caminhando com o som do mar. 
      Partida - 13/09/21 - Ida 9:00am - São Paulo x São Sebastião -> BlablaCar R$60,00 - Balsa x Ponta da Sepituba  -> Ônibus R$5,00
           Partimos do Terminal Rodoviário do Tietê na zona Norte de São Paulo por volta das 9:00hrs da manhã de carona que conseguimos pelo aplicativo BlablaCar pagando R$60,00 cada um até a Balsa entre São Sebastião e Ilhabela. A viagem foi tranquila e em aproximadamente duas horas e meia chegamos na Balsa do lado de São Sebastião. Tivemos a sorte de chegar e já pegar a balsa/catamarã até Ilhabela que durou menos de 30 minutos a travessia. Chegando do lado de Ilhabela caminhamos por alguns metros até um pequeno terminal de ônibus à esquerda onde pegamos o ônibus com nome de Borrifos. O ônibus logo saiu e seguiu sentido sul da ilha passando por praias como a Praia da Feiticeira, Praia do Julião, Praia do Veloso entre outras até parar no ponto final. A trilha começa basicamente neste ponto pois após descer do ônibus começamos caminhando por 3 km até a entrada da trilha.  
       
       


           Na entrada da trilha existe uma guarita onde fica um monitor passando algumas instruções, informações e dicas da trilha. Enchemos nossas garrafas d'água na guarita, checamos nosso equipamento, passamos o repelente e iniciamos a trilha por volta das 13:00hrs. Já no início da trilha se tem uma ideia de como será difícil todo o percurso com todo o peso das mochilas nas costas. Já começamos com uma subida daquelas onde o filho chora e a mãe jamais vê ahahahahha. Mas como quase toda subida tem uma recompensa no final ahuahauha, fomos presenteados também com o primeiro mirante com vista para o mar da trilha. 


           Depois de alguns minutos contemplando aquele lindo visual do mirante, seguimos em frente por mais uns 2 quilômetros até chegar na entrada da Fazenda da Lage. O local tem uma estrutura boa e simples onde oferecem camping, pousadas, restaurante, wi-fi, cozinha compartilhada, cachoeiras, linda vista do mar e uma linda vista de cima do famoso Buraco do Cação. Para quem quiser passar o dia só para visitação será cobrado o valor de R$10,00 Reais e para camping o valor e de R$60,00 Reais por pessoa. Existem também opções de quarto compartilhado e suítes. Como tínhamos tempo e provavelmente iríamos chegar quase à noite na Praia do Bonete naquele dia, resolvemos ficar na Fazenda da Lage e curtir os atrativos naturais do local e seguir a trilha até o Bonete no dia seguinte. Conseguimos acampar por R$50,00 Reais em um camping com um visual de tirar o fôlego.
       


           Com o sol ainda alto no céu deixando o tempo abafado e muito quente dando um cenário ideal para curtir uma boa cachoeira de águas geladas da Mata Atlântica, resolvemos nos refrescar primeiramente na Cachoeira da Laje. Após uma trilha de 5 minutos logo chega em um complexo com diversas cachoeiras e corredeiras chamada de Cachoeira da Laje. 



       






           Depois da alma lavada nas águas geladas da cachu, retornamos o mesmo caminho e fomos para a outra trilha que leva para o mar. A trilha também é de 5 minutos e leva para a costa do mar. Não existe praia neste local e sim um costão onde o mar encontra as rochas fazendo do local ótimo para contemplação dos elementos da natureza. 



           Com o sol quase se pondo atrás das montanhas, corremos para fazer a trilha do Buraco do Cação. Retornamos ao camping e de lá partimos para a trilha que leva ao local. A trilha é rápida, fácil, sinalizada e em poucos minutos estávamos em cima da fenda do Buraco do Cação. A vista é fantástica! O buraco do Cação é um paredão de rocha de aproximadamente 80 metros de altura e devido as altas marés existe uma caverna esculpida nas rochas de quase 50 metros de comprimento. A vista de cima é surreal e ao mesmo tempo muito perigosa. O acesso ao final da trilha onde da uma visão exatamente de cima da fenda e extremamente perigoso e com muita exposição a altura. Mas o visual é de tirar o fôlego e vale muito a pena!
       



           Antes do sol se por retornamos para o camping para tomar um bom banho quente, comer alguma coisa e jogar um pouco de conversa fora com alguns locais e campistas que estavam no local. A noite estava linda e estrelada com o som forte das ondas contra as rochas e com um clima muito agradável. Fomos dormir cedo para descansar e acordar com disposição para ai sim fazer toda a trilha até a Praia do Bonete. 




             Assim que os primeiros raios de sol saíram nós despertamos para comtemplar o seu nascer. Fizemos um bom café da manhã reforçado para encarar a trilha e como o tempo amanheceu muito bom, não podíamos perder tempo para começar a caminhar. Desmontamos acampamento, despedimos do pessoal e partimos para trilha rumo à Praia do Bonete por volta das 9:00hrs. 

           Saindo do camping Fazenda da Laje caminhamos por poucos metros e já atravessamos por meio de uma ponte a Cachoeira da Lage. Logo após atravessar a ponte ou pela água mesmo, em poucos metros existe um pequeno desvio que leva a algumas cachoeiras e poços d'água para nadar e mergulhar que fazem parte do complexo de cachoeiras da Lage. 
       
       

           Continuamos a caminhada sem ficar muito tempo nas cachoeiras, pois pelos relatos o trecho a seguir entre as cachoeiras da Laje e do Areado seria o mais complicado da trilha. E realmente foi. Neste trecho existem muito sobe e desce, muitas pedras escorregadias pelo caminho e o clima estava muito quente e úmido que nos desgastou um pouco. Após aproximadamente umas duas horas e meia caminhamos até chegar na Cachoeira do Areado, que também contém uma ponte para travessia sem necessidade de atravessar pelas águas. Fizemos uma breve parada para fazer um lanche, encher as garrafas d'água e partimos.



           Após a Cachoeira do Areado o caminho se torna um pouco melhor rendendo mais na caminhada. Neste trecho encontramos o primeiro mirante que da vista para a praia do Bonete, uma dose de ânimo para chegar logo à praia. Andamos por aproximadamente mais uma hora e chegamos na Cachoeira do Saquinho. Na minha opinião a cachoeira mais bonita das três da trilha. 


           ,

       

           Passando pela Cachoeira do Saquinho já se vê uma placa informando que faltaria somente 1 km para praia. É um dos trechos mais bonitos da trilha, pois existem diversos mirantes com a vista completa da Praia do Bonete. 



       
           A Praia do Bonete realmente é fantástica. Suas areias claras, águas claras azuladas, rio de água doce, praia vazia, as pessoas da comunidade são super receptivas com turista e muita natureza para sair explorando, foi a combinação perfeita para um dos lugares mais bonitos de Ilhabela. Colocar os pés naquelas areias foi como ganhar um troféu! Ficamos por algumas horas sentados debaixo de uma sombra na areia da praia comtemplando aquele paraíso. 
       



            Assim que chegamos vimos uma placa de um camping com uma vibe bem legal e de pé na areia. Fomos até lá onde fomos recebidos pela proprietária Valéria extremamente simpática conosco e resolvemos ficar lá mesmo. O  camping se chama Outro Canto e fica no canto da praia assim que se chega pela trilha. Fechamos por R$45,00 para cada um. Neste dia havia somente dois lugares de camping disponíveis, o outro chamado de Camping da Vargem ou Camping do Eugênio é muito bom também porém fica um pouco mais para dentro da comunidade mas com chuveiro quente, já o Camping Outro Canto estava só com ducha fria, mas resolvemos ficar mesmo assim. O camping disponibiliza banheiros com ducha de agua fria, cozinha compartilhada, área para camping na areia ou grama e fica de frente para o mar. Para quem gosta de mais conforto o espaço também disponibiliza quartos compartilhados e individuais. 

           Depois de uma boa proza com a proprietária, estávamos aptos para desbravar aquele paraíso com algumas opções para fazer. Como o dia estava de sol, ficamos aproveitando a praia, pois pelas previsões dos locais o tempo iria mudar ainda naquela tarde. Andamos por toda a praia até a outra ponta onde fica o Rio Nema de água doce e que desagua no mar. É onde também ficam todos os barcos que chegam e voltam com os turistas. Caminhamos voltando por dentro da comunidade do Bonete para conhecer. A comunidade do Bonete é muito charmosa e seus moradores muito simpáticos. Fui muito bem recebido por todos que encontrei. 

       
       
           Deu tempo só de voltar para o camping ahahaha, a previsão dos locais estava muito certa e o tempo deu uma grande reviravolta trazendo muito vento e chuva para aquele finzinho de tarde. Retornamos para o camping e algumas barracas de campistas estavam todas reviradas pelo vento. A noite chegou fizemos um rango e descansamos para acordar bem no dia seguinte. 
           Acordamos bem cedo, preparamos um bom café da manhã e partimos para a trilha do Mirante da Barra e para a Praia das Enchovas. A trilha inicia dentro da comunidade ao lado da Pousada da Rosa ou vá seguindo as placas. 
       

           Caminhamos por aproximadamente 40 minutos cruzando toda comunidade do Bonete e subimos até o Mirante da Barra que tem uma visão muito bonita da Praia do Bonete de um lado e da Praia das Enchovas do outro. Ficamos por um tempo contemplando aquele lugar e logo descemos para a Praia das Enchovas.

        


           A trilha para a Praia das Enchovas ou Anchovas levou uns 15 minutos partindo do Mirante da Barra até a praia. O lugar e maravilhoso com praia de areia clara e em alguns pontos negra por causa das diversas pedras de formatos redondos que se encontram na praia. Existe também um rio de água doce que desagua no mar e somente uma residência. Um lugar muito paradisíaco!




           Após um tempo de contemplação tivemos que retornar pois o tempo estava se fechando outra vez. Retornamos toda trilha e ao chegar na comunidade resolvemos passar em algum lugar para comer e achamos o Restaurante Camping da Vargem onde ficamos para almoçar. Foi o tempo de entrar no restaurante e a chuva começou a cair sem piedade ahahha. Ficamos um bom tempo conversando com alguns nativos e turistas e logo fomos para o camping onde ficamos o resto do dia.  
        
           A chuva veio e ficou o dia e a noite toda. Acordamos com o tempo ainda muito fechado e chuvoso. Tomamos café da manhã ainda no camping e saímos um pouco pela praia para tentar achar alguém para negociar a ida até a Ponta da Sepituba de barco. Conversando com alguns moradores descobrimos que o mar estava um pouco mexido e com previsão de ressaca e que talvez poderia ser difícil a saída da praia de barco naquele dia. Até nos indicaram uma pessoa que faria o trajeto, mas o valor ficaria um pouco alto por ir somente duas pessoas no barco. Devido a esse imprevisto resolvemos ficar mais um dia no Bonete e gastar esse valor na estadia.
       
           Retornamos ao camping e no meio do caminho resolvemos mudar de lugar para passar a próxima noite. Entramos em uma pousada e perguntando por quartos mais em conta descobrimos uma pousada que ficaria só cinco reais mais caro que o valor do camping e ainda tinha o café da manhã incluso. Como o tempo estava muito chuvoso e não estava com cara de que o sol iria abrir e o mar acalmar, decidimos sair do camping e ficar hospedado na pousada até o próximo dia. 

           A decisão foi muito boa, pois ficamos na pousada mais tradicional e antiga da Praia do Bonete. A famosa Pousada da Rosa. O valor de um quarto duplo com banheiro particular fora do quarto com café da manhã incluso ficou por R$90,00 Reais. Fizemos o check-in na pousada e logo saímos para fazer a trilha da Cachoeira do Poço Fundo. 
           A trilha se inicia pelos fundos da comunidade, foi só seguir algumas placas e perguntando para as pessoas que logo chegamos ao Poço Fundo. Chegando lá vimos que não existe uma grande cachoeira e sim pequenas quedas d'água e um grande poço para mergulhar e nadar. Ficamos pouco tempo pois os mosquitos estavam com armamento pesado este dia. Fomos bombardeados pelos famosos mosquitinhos da Ilhabela, os Borrachudos ahahuahauha.  

           Retornando a trilha resolvemos passar novamente no restaurante que almoçamos no dia anterior, (Restaurante Camping da Vargem) pois além da comida ser ótima tem o fator economia que cabia no nosso bolso e ainda ganhamos uma ótima conversa com a proprietária do lugar que nos contou diversas histórias do lugar. Foi muito interessante e acolhedora essa conversa. 
           Passamos o resto do dia tentando encontrar algum barqueiro ou mais pessoas que queriam fazer a travessia de volta à Ponta da Sepituba mas não obtivemos sucesso nessa missão. O dia estava nublado mas sem chuva com poucos turistas na praia, um cenário perfeito para desligar de tudo e de todos. 


            Este cachorro muito fofo na praia que ficava trazendo vários cocos para brincar com ele. Ficava latindo o tempo todo para alguém jogar o coco para ele ir correndo buscar. Foi engraçado! 

       
      Retorno - 17/09/21 - 11:00am - Praia do Bonete x Porto de Borrifos -> Barco R$80,00 - Borrifos x Balsa -> Ônibus R$5,00 - São Sebastião x São Paulo -> BlablaCar R$50,00
           Retornamos para a pousada e fomos informados que possivelmente na manhã seguinte um barqueiro iria fazer o trajeto que precisávamos para retornar. Acordei bem cedo e entrei em contato com o barqueiro mas a mensagem não tinha chegado pelo Whatsapp. Então tomamos um belo café da manhã da Pousada da Rosa com direito à frutas, bolo, pães, suco, leite, café e cereais e retornamos ao quarto até chegar o nosso check-out às 13:00hr e ai iriamos resolver o que fazer. Foi quando umas das funcionárias da pausada nos chamou e informou que o barqueiro já estava na lá nos aguardando para retornar com ele. Arrumamos as mochilas bem rápido, fizemos o check-out na pousada e negociamos com o barqueiro que já estava na pousada nos aguardando por R$80,00 para cada um até Borrifos nos fundos do Restaurante Nova Iorqui. Saímos da pousada direto para o Rio Nema onde estava o barco. Arrumamos nossas mochilas para não molhar com uma lona que o barqueiro já tem para isso, nos acomodamos no meio da embarcação e partimos. O mar ainda estava mexido mas conseguimos passar pela praia onde tem as maiores ondas e após 30 minutos chegamos no ponto de Borrifos.
       

           O local onde ficamos é uma espécie de porto onde possui um local para pequenas embarcações. Descemos com segurança e seguimos por uma trilha subindo até a rodovia onde estava o ponto de ônibus para retornar à balsa. Seguimos a trilha por algumas placas e depois de aproximadamente uns 15 minutos chegamos na estrada e no ponto de ônibus. 



       

           Assim que chegamos no ponto já tinha um ônibus saindo para a balsa. O trajeto levou aproximadamente 20 minutos e custou R$5,00 Reais. Descemos no ponto e caminhamos por 5 minutos até a balsa de Ilhabela para São Sebastião. Aguardamos por volta de 20 minutos até pegarmos a balsa e a travessia levou aproximadamente o mesmo tempo. Já em São Sebastião conseguimos um Blablacar às 15:00hr por R$50,00 Reais para cada um até o Terminal Rodoviário do Tietê em São Paulo onde desembarcamos por volta das 19:30hr e terminamos esse rolê incrível de baixo custo e muito próximo da cidade de São Paulo. Vlw Galera, espero ter ajudado em algumas dicas... qualquer dúvida fico a disposição de vocês! Vlwwwww 

       
      Facebook: https://www.facebook.com/tadeuasp
      Instagram: https://www.instagram.com/tadeuasp/
       
    • Por ledamaia
      Viajar sempre foi uma paixão. Antes da pandemia eu tinha uma viagem marcada para NY e lá se foi o sonho americano.
      Esse ano após quase entrar em depressão, escolhi me presentear no aniversário de 30 anos com uma viagem. Escolhi o destino que julguei mais seguro no momento e que era um sonho de vida: Fernando de Noronha. Mas isso é papo pra um outro tópico. Enfim. Depois de Noronha senti segurança para visitar os lençóis maranhenses em julho e por fim, criei coragem para a tão sonhada road trip pelo nordeste.
      COMEÇA AQUI
      Nossa viagem começou em um destino que quase ninguém escolhe: ARACAJU. A terra do carangueijo. 
      Pegamos um voo de Manaus x Aracaju que durou 5h com uma conexão no Recife. De Recife para Aracaju o avião é aqueles beeem pequenos, que da até um certo medo voar hahahaha. Escolhemos a azul porque é nossa companhia de “fidelidade” e acaba compensando as vantagens que temos sendo diamante.

      DIA 01 - Aracaju (SE)
      Chegamos em Aracaju por volta de 10 horas da manhã e fomos deixar as malas no hotel Recanto da Orla. O hotel está super bem localizado, não é dos mais novos e modernos, mas tem um bom atendimento é um bom custo benefício. É bem grande e tem tipo uma ante sala antes do quarto, o que nos ajudava a deixar as malas lá e tudo aquilo que vinha da rua (espaço importante na pandemia).
      Do hotel para a orla são 3 minutos caminhando, de lá até os arcos da orla são 15 andando. 
       

       
      Andamos por toda orla até a Passarela do Carangueijo, ponto muito famoso da região. Eu comi em um bar que não lembro o nome agora, foi um pastelzinho de camarão com uma original bem geladinha 🥶, meu namorado tomou um suco de laranja, tudo deu 33 reais.
      De noite jantamos no Cariri, restaurante muito recomendado, tem música ao vivo e shows de forró a noite. Mas ainda não pode dançar agarradinho 😔 Dica: chegue cedo pois lá lota. É barato? Não! Mas foi um dos lugares que mais curti a noite durante a viagem. Nossa conta deu salgados 253 reais. Consumimos 2 originais 600ml, uma parmegiana para duas pessoas e dois drinks pina colada.

       
      DIA 02 - Canyons do Rio São Francisco
      No dia seguinte acordamos bem cedo pois a NOZES TOUR iria nos pegar as 06:30 para levar pro passeio. A van passa em alguns pontos da cidade para pegar gente. É bom ver com antecedência se terá o passeio pois está bem difícil de formar as saídas, a procura está muito baixa. Nós iríamos fazer a croa do goré caso esse não fechasse, ou o parque dos falcões. Que também são outras opções de passeio da região.
      A van custa 96 reais, o catamarã custa 110 (parcela até 10x) e o almoço custa 44 por pessoa Buffet livre.
      foi um dos passeios mais emocionantes da minha vida. O velho Chico impressiona demais! 
       

      no catamarã são servidos drinks (20 reais mais ou menos) e também petiscos. Depois de uns 40 minutos navegando chegamos em um flutuante que tem uma piscina cercada para que vc possa tomar banho.
      também tem o passeio de canoa entre os canyons. vale a pena? Não sei, é bem frustrante pq imaginei que vc realmente navegava canyons a dentro mas só te leva até um pedacinho e volta. Da uns 10 minutos no máximo e custa 20 reais por pessoa. Aceita pix.



       
      O Buffet self service foi um desafio porque tem gente mal educada que nem sempre usa máscara para se servir, mas fomos um dos primeiros então a comida não estava mexida. E valeu cada centavo. Que delícia!
      chegamos em Aracaju por volta de 20h da noite, paramos na rodoviária para comprar nossas passagens para Maceió no ônibus que saia 06:15 do dia seguinte. Foi 70 reais cada passagem. 5h de viagem.
    • Por ledamaia
      Viajar sempre foi uma paixão. Antes da pandemia eu tinha uma viagem marcada para NY e lá se foi o sonho americano.
      Esse ano após quase entrar em depressão, escolhi me presentear no aniversário de 30 anos com uma viagem. Escolhi o destino que julguei mais seguro no momento e que era um sonho de vida: Fernando de Noronha. Mas isso é papo pra um outro tópico. Enfim. Depois de Noronha senti segurança para visitar os lençóis maranhenses em julho e por fim, criei coragem para a tão sonhada road trip pelo nordeste.
      COMEÇA AQUI
      Nossa viagem começou em um destino que quase ninguém escolhe: ARACAJU. A terra do carangueijo. 
      Pegamos um voo de Manaus x Aracaju que durou 5h com uma conexão no Recife. De Recife para Aracaju o avião é aqueles beeem pequenos, que da até um certo medo voar hahahaha. Escolhemos a azul porque é nossa companhia de “fidelidade” e acaba compensando as vantagens que temos sendo diamante.

      DIA 01 - Aracaju (SE)
      Chegamos em Aracaju por volta de 10 horas da manhã e fomos deixar as malas no hotel Recanto da Orla. O hotel está super bem localizado, não é dos mais novos e modernos, mas tem um bom atendimento é um bom custo benefício. É bem grande e tem tipo uma ante sala antes do quarto, o que nos ajudava a deixar as malas lá e tudo aquilo que vinha da rua (espaço importante na pandemia).
      Do hotel para a orla são 3 minutos caminhando, de lá até os arcos da orla são 15 andando. 
       

       
      Andamos por toda orla até a Passarela do Carangueijo, ponto muito famoso da região. Eu comi em um bar que não lembro o nome agora, foi um pastelzinho de camarão com uma original bem geladinha 🥶, meu namorado tomou um suco de laranja, tudo deu 33 reais.
      De noite jantamos no Cariri, restaurante muito recomendado, tem música ao vivo e shows de forró a noite. Mas ainda não pode dançar agarradinho 😔 Dica: chegue cedo pois lá lota. É barato? Não! Mas foi um dos lugares que mais curti a noite durante a viagem. Nossa conta deu salgados 253 reais. Consumimos 2 originais 600ml, uma parmegiana para duas pessoas e dois drinks pina colada.

       
      DIA 02 - Canyons do Rio São Francisco
      No dia seguinte acordamos bem cedo pois a NOZES TOUR iria nos pegar as 06:30 para levar pro passeio. A van passa em alguns pontos da cidade para pegar gente. É bom ver com antecedência se terá o passeio pois está bem difícil de formar as saídas, a procura está muito baixa. Nós iríamos fazer a croa do goré caso esse não fechasse, ou o parque dos falcões. Que também são outras opções de passeio da região.
      A van custa 96 reais, o catamarã custa 110 (parcela até 10x) e o almoço custa 44 por pessoa Buffet livre.
      foi um dos passeios mais emocionantes da minha vida. O velho Chico impressiona demais! 
       

      no catamarã são servidos drinks (20 reais mais ou menos) e também petiscos. Depois de uns 40 minutos navegando chegamos em um flutuante que tem uma piscina cercada para que vc possa tomar banho.
      também tem o passeio de canoa entre os canyons. vale a pena? Não sei, é bem frustrante pq imaginei que vc realmente navegava canyons a dentro mas só te leva até um pedacinho e volta. Da uns 10 minutos no máximo e custa 20 reais por pessoa. Aceita pix.



       
      O Buffet self service foi um desafio porque tem gente mal educada que nem sempre usa máscara para se servir, mas fomos um dos primeiros então a comida não estava mexida. E valeu cada centavo. Que delícia!
      chegamos em Aracaju por volta de 20h da noite, paramos na rodoviária para comprar nossas passagens para Maceió no ônibus que saia 06:15 do dia seguinte. Foi 70 reais cada passagem. 5h de viagem.
×
×
  • Criar Novo...