Ir para conteúdo

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''mochião''.

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Faça perguntas
    • Perguntas Rápidas
    • Perguntas e Respostas & Roteiros
  • Encontre Companhia para Viajar
    • Companhia para Viajar
  • Envie e leia Relatos de Viagem
    • Relatos de Viagem
  • Encontre companhia, faça perguntas e relate experiências em Trilhas e Travessias
    • Trilhas e Travessias
  • Tire dúvidas e avalie Equipamentos
    • Equipamentos
  • Outros Fóruns
    • Demais Fóruns
    • Saúde do Viajante
    • Notícias e Eventos

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que contenham...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


Sobre mim


Ocupação


Próximo Destino

Encontrado 6 registros

  1. Ola amigos viajantes! Estou fazendo uma pesquisa para meu TCC do MBA (literalmente é para o meu TCC hehe). O tema é a relação do storytelling com decisão de compra de hospedagens. Se puderem me ajudar, serei muito grata! Abraços https://forms.gle/BiC7NfEk8pr2ZYih9
  2. Cusco, 17 de outubro A viagem de ônibus entre Arequipa e Cusco não foi muito tranquila… Houve uma parada longa para lanche e banheiros no caminho e a calefação do perturbou bastante. No começo, um calor danado e depois ficou alternando entre os níveis "inferno e polar". Teve um momento em que começamos a subir uma grande serra e os ouvidos sofreram um pouco. Em resumo, nem consegui dormir, só alternei entre alguns breves cochilos. Chegando aos arredores de Cusco por volta das 5:50h, foi feito um sorteio no ônibus de uma passagem de volta à Arequipa e acabei saindo o ganhador! Uhuuuuu… Só que não, né? Não tinha como usar o voucher, que era válido por 20 dias. Mas valeu pela emoção, afinal de contas, sempre sou azarado com sorteios e quando ganho não levo… rsrsrsrs Fui olhando pela janela e tendo as primeiras impressões sobre Cusco… Bem feinha essa entrada da cidade… Chegamos ao terminal de ônibus às 06:30h, que também não era grande coisa. Tratei logo de pegar a mochila e sair em busca de um transporte antes que os demais passageiros chegassem. Pela distância já tive uma idéia do valor máximo que pagaria no táxi e, assim que o enxame de motoristas me cercou, já fui tratando de negociar. Inicialmente pediram 10 soles e ofereci 6, mas acabe fechando por 7 soles para não aguardar muito. Coloquei as mochilas em mais um micro-táxi e partimos para o hostel… Atento ao caminho, fui acompanhando o trajeto no Google Maps e observando os detalhes. Naquela manhã de segunda feira, o trânsito estava tranquilo e poucas pessoas estavam pelas ruas. Devia estar por volta de uns 15 graus de temperatura e estava usando a jaqueta mais leve. E o motorista era bem animado e conversador, ainda mais quando soube que eu era do Brasil 😉 O caminho foi ficando cada vez mais íngreme e estreito e o táxi foi literalmente pulando naquelas ruas de calçamento em pedra já no entorno do centro histórico. Numa rua em que mal dava para passar um carro, veio outro na contra mão e o motorista deu o jeito dele para poder passar… carro pequeno é bom por isso… rsrsrs Chegamos à Calle Arco Iris e fui até a recepção do Kurumi Hostel. Como era muito cedo, confirmei a reserva, fiz o check in antecipadamente (cortesia, pois seria somente às 11h) e gentilmente o proprietário me convidou para tomar um café da manhã, o que, de pronto, aceitei. (note a inscrição da Companhia de Jesus no pórtico!) No café da manhã me forneceram 2 pães, café com leite, um copo de suco, geleia, margarina e uma banana. Tudo muito bom e bem vindo para quem acabara de chegar faminto de viagem! Achei muito boa a hospitalidade e também a estrutura do lugar. Essa é a parte do jardim, com o refeitório ao fundo à esquerda (amarelo), lavanderia também à esquerda. O muro que aparece era parte de uma construção inca. Deixei as coisas no quarto que era compartilhado, peguei as câmeras e parti para explorar os arredores. O Hostel fica numa parte elevada da cidade, bem próximo à igreja de San Cristóbal e também do acesso à Sacsayhuaman. Da igreja tive uma bela visão panorâmica de Cusco e, por ser um lugar histórico, me detive um pouco mais para registrar. Além da igreja, um grande muro de pedras muito bem trabalhadas chamava a atenção. Era uma antiga construção inca de um quartel abaixo de Sacsayhuaman. Descendo, fui em direção às próximas atrações que já havia marcado no Google Maps. As ruas com calçamento em pedra e os vestígios de antigas construções chamavam a atenção… Pelo caminho, passei em frente ao hotel que o taxista tinha dito que era um dos mais caros da cidade, o Palácio Nazarenas (5 estrelas), situado em um importante construção histórica inca que, no período colonial, havia abrigado um antigo convento. No muro de pedras bem na esquina, estão 7 cobras em alto relevo no entorno, um dos poucos sinais do templo que havia no lugar. Quando os espanhóis chegaram para ocupar Cusco, os templos foram destruídos mas grande parte dos edifícios serviram como base para a construção de igrejas, quartéis e casarões. As pedras removidas foram usadas para erguer as catedrais, calçamento e fortificações. Mas o que eu queria ver mesmo era a Pedra dos 12 ângulos, uma verdadeira prova da habilidade de recorte e encaixe de grandes blocos na qual a perícia dos Incas ficou conhecida. Realmente impressiona pela precisão tanto dos cortes quanto pelos encaixes perfeitos, formando uma construção sólida que resistiu aos piores terremotos desde a construção. Andar pelas ruas estreitas é como estar em um museu a céu aberto! Difícil caminhar muitos passos sem ter que parar para apreciar os detalhes e tirar muitas fotos. E assim fui indo descendo… até que passei em frente a uma agência de turismo e fui perguntar, por curiosidade, sobre os passeios. Pelo que eu havia pesquisado até então, não daria para fazer o passeio ao Vale Sagrado, devido ao horário que cheguei. Mas, para a minha surpresa, fui informado que daqui a 15 minutos sairia um tour… E por somente 30 soles! Putz, perguntei se daria tempo e, como responderam que sim, tratei de sair correndo para trocar o dinheiro e pegar algumas coisas no Hostel, pois falaram que me esperariam. Na avenida El Sol encontrei a melhor cotação de toda a viagem 1 Sol por Real! Nossa, troquei dólares e reais e subi correndo até o Hostel. (quase morri subindo correndo por essas escadas) Peguei um casaco (ainda bem, porque à tarde gelou), mais baterias para as câmeras e um lanche. Cheguei na agência no horário combinado. Descemos correndo até a Plaza de Armas e a van já havia saído. Até fiquei com raiva, porque eu não atrasei e me garantiram que daria tempo. A alternativa que me arrumaram era pegar um táxi que conheciam. Conversamos com o motorista e ele queria cobrar 20 Soles! Nem pensar. O passeio de quase um dia inteiro era 30!. Ofereci somente 10 soles e ele acabou aceitando. Saimos rápido e fomos subindo a cidade toda, passando Sacsayhuaman e indo bem mais adiante. Pelo que andamos, até achei que os 10 soles tinham sido pouco… rsrsrs Encontramos o ônibus no caminho e, finalmente embarquei no passeio. Paguei os 30 soles para a guia e tratei de me acomodar na janela… como sempre! Ufa, que correria! Ainda bem que o período em Arequipa serviu para me aclimatar em relação à altitude, senão não teria esse fôlego todo de sair subindo e descendo por Cusco. E quem diria, justamente um dos passeios que mais queria e que já havia me conformado de que não conseguiria fazer estava agora em andamento… E, como tudo tem o seu preço, depois me traria um contratempo que quase arruinou a minha aventura… Mas isso, veremos nos próximo episódios!
  3. Olá pessoal, como vão? Em Jan 2022 estou programando um "mini roteiro", vou sair de SP e vou até Floripa, a pé ou no mais de carona. Estou buscando alguém que vá fazer o mesmo destino e que possa ser um companheiro (a) nas estradas. No mais, até breve!!!!!
  4. E ai genteee! sou do RS aqui do litoral norte ,estou pensando em fazer meu primeiro mochilão, já vi muitas pessoas saírem por ai sem destino certo e queria fazer parte desse mundo também, sabe visitar lugares conhecer gente nova outras culturas... ( meu sonho seria começar pelo Uruguai) mas n faço ideia de: por onde começar? de quanto dinheiro preciso? do que preciso? 😀contem como foi o primeiro role de vocês se tiveram medo, como fizeram para sanar a duvidas simples? contato: piteramartinsnunes@gmail.com link face add! https://www.facebook.com/piter.nunes.735/?viewas=
  5. Estou a procura de pessoas interessadas em fazer uma trip de carro saindo do RS para vários estados do Brasil, no mês de fevereiro, to jogando a ideia pra achar pessoas que tem o mesmo interresse! Quem quiser trocar uma ideia pode chamar no what’s tbm 51981830738 Lucas
  6. Olá viajantes ! Me chamo Josy, tenho 29 anos e sou uma completa sonhadora . A minha se inicia assim : desde criança me envolvi em um desejo enorme de descobrir e conhecer o mundo . Fui motivos de risadas da familia e chegados ... as pessoa diziam que eu não sabia do que estava falando , que o mundo não é fácil . Eu concordo o mundo não é fácil rs ... Mas se nois não metermos a cara pra encarar os obstáculos como vamos sobreviver a eles ??? beleza! Vamos lá! tô sem emprego , estava em um emprego temporário sempre dura dm meia 3 a 4 meses. Sou rejuntadora , trabalhava rejuntando piso em finalizações de grandes construções de condomínios e prédios. Meu emprego acabou e tô apertada nessa caixa até sair outra obra affs ... 😥 sempre isso ... tô nessa a 5 anos . Sou solitária, tomei um pé na bunda do meu ex namorado a quase 2 anos ... fiquei em depressão e melancólica por uns meses , até ir visitar a família dele em São Paulo. Aí eu me dei conta que viajar sempre me fez tão bem , me sinto livre e feliz ... isso foi a 1 ano. Agora neste exato momento estou aqui no Rio de Janeiro ( o povo pensa , legal morar no Rio é massa . Vei na boa quando se mora aqui tudo se torna chato ) venho de um bairro pequeno esquecido do mundo na baixada fluminense. Agora moro na cidade . Tô aqui nesta merda de caixa triste , esquecida pelo mundo, sem emprego e sem esperança de encontrar meu antigo amor ... ( que trabalha viajando ). Meu sonho de criança ainda está vivo em mim .. e gritando pra sair no mundo a fora ... acabei de conhecer uma moça que está indo pra Argentina e patagonia de início. Sem data pra voltar . Mas ela pretende passar o Natal com a família aqui. Eu vou iniciar minha viagem no Rio, encontrar ela em SP e seguir pra buenos Aires, queria dicas !! Sempre é bom. Vale lembrar que é a minha primeira vez fora da caixinha depressiva... meu sonho de conhecer o mundo não pode morrer aqui ... Tô sem grana mas da pra chegar na Argentina de la pretendo trabalhar e arrumar pra seguir em frente... quem quiser me encontrar no caminho beleza 😁 vamos no início de dezembro ... Vou me aventurar e me encontrar nesse mundão... ps; desculpa pelo textão e que adoro ler e escrever também kkkk minha vida vazia vai encontrar sentido nessa viagem.. me mandem dicas pra quem quer viajar sem grana 😘😘 Grande beijo para todos !!!
×
×
  • Criar Novo...