Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

É possível viver mochileiro?


Posts Recomendados

  • Membros

Tenho 21 anos, comecei a faculdade de letras, porém parei no primeiro periodo pois não me intendifiquei, sempre tive o desejo de falar inglês fluente como os nativos, mas não achei que a faculdade fosse me possibilitar isso então meti o pé, Meu sonho, sempre foi viajar, fiz curso de comissária de bordo, mais não passei na prova da anac, não tinha mais dinheiro pra pagar a prova ( custa RS 200 uma unica prova) dexei de stand by, sempre fui muito independente ( meus pais me ensinaram assim), sempre soube que o meu destino era trabalhar duro já que nunca tive apego pelos estudos, nunca quis familia, filhos casamento ou coisa assim (apesar de ter um namorado há 4 anos) , nem sou muito apegada a familia. Decidi no fim do ano passado procurar um trabalho em navio de cruzeiro, consegui, porém por causa do meu nivel de inglês, consegui uma posição baixa, como cleaner e que paga pouco e rala pra caramba mais fiquei feliz, era o que eu queria viajar, e ainda sem gastar dinheiro e melhorar meu inglês, tava muito bom, a realidade de bordo é dura, 11h de trabalho por dias, as vezes até mais, não tem dia de foga somente horas, não tem sabado nem domingo, a bordo vc até esqueçe os dias da semana, é tudo bem rigoroso, mais a minha vida era otima lá dentro, conheci pessoas diferentes tive contatos com outras culturas sem ter que sair do navio, me apaixonei pela cultura indiana, indonésia, philipina ( são o que mais tem a bordo), fui com o navio para a europa, e conheci muita coisa que jamais imaginava que poderia conhecer, pois não tenho nenhum centavo muito pelo contrário o que tenho são dividas altíssimas, fiquei deslumbrada com o mundo e acabei me viciando nessa vida, desembarquei faz duas semanas por que tive um acidente a bordo, queimei a perna, e tive que desembarcar, enfim.. acho muito legal essa história de ser mochileiro e viver disso trampando em outros paises por pouco tempo e tals, porém não vi nenhum depoimento feminino dizendo que tem essa vida, penso que pra homem é facil, pegar carona, fazer certos trampos e tals, mais e pra nós mulheres? como fica? sinceramente tenho muito medo de sair pelo mundo e acabar quebrando a cara e sofrendo abusos sem poder fazer muita coisa, sempre fui muito feminista, mais tenho consiencia de que vivemos num mundo machista ainda, e que não posso medir certas forças com um homem. o problema no meu caso é, eu já nasci sem saco pra manter um trabalho fixo e uma vida regular, eu já nasci com espirito de viajante, hoje não consigo me ver sentada em uma sala de qualquer faculdade, não consigo me ver cuidado de uma casa, nem de marido nem filhos, não consigo me ver parada em um só lugar, estou a duas semanas em casa e já me sinto presa, entrei no grupo pq quero conhecer pessoas que tenham o mesmo espirito que eu, e acho que vim ao lugar certo, estou começando a planejar um mochilão na europa (o primeiro de muitos) pretendo fazer o proximo contrato e desembarcar na europa e ficar por lá mesmo, e depois voltar pro navio, estou começando a estudar a possibilidade de fazer um curso de fotografia já que sou apaixonada pela porfissão e aproveitar minhas viajem e quem sabe vender minhas fotos?!! adorei essa história de mergulho , nunca tinha pensado nisso, mais vou começar a estudar isso tb, não sei se vou viver de navio a vida toda, então essa já é uma segunda opção.

 

se dar pra viver como mochileiro, isso eu ainda não sei, mais consegui uma forma mais fácil e mais barata e também mais lucrativa, de conhecer muitos lugares, trabalhar em navio de cruzeiro. =D

 

Obs: Eliza adorei a musica.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 429
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

Mais Ativos no Tópico

Postagens Populares

Cara Se conselho fosse bom...a gente não dava..vendia...heheeh! Quando eu era mais jovem, cheguei a cogitar algo do tipo, mas nunca tive coragem... Não me arrependo do rumo que tomei, e não tem com

Sabe o que eu acho estranho? Pessoas totalmente diferentes e desconhecidas terem ideais parecidos... Há pouco tempo achava que só eu era a "louca", desisti por muito tempo dos meus sonhos por medo do

Dá sim.    Vou te contar um pouquinho sobre a minha historia.   Trabalhava como professora no Brasil, 12h por dia, sem contar os finais de semana e feriado prolongado. Ganhava um b

Posted Images

  • Colaboradores

referente a "MULHER MOCHILEIRA" eu conheco uma que pra ela eu bato palmas ::lol4:: ela pega caronas que atravesa estados ::cool:::'>

inclusive eu impedi que ela se casasse ::mmm:::lol4:: ( mas isto eh outra historia ::hahaha:: )

 

eu costumo citar ela como exemplo pra pessoas que dizem que "pra mulher eh isso ou aquilo", pode ter sim suas dificuldades, mas tbm pode ter suas vantagens ::cool:::'>

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Olá Kary!!!

 

Que bom que gostou da letra, é meu hino rs!!!!

Sobre os medos, acho comum e totalmente compreensíveis, porém não podem impedi-la de seguir em frente, vc já têm muita experiência e é muito nova!!!

Como vc leu no meu post sou casada, e isso nunca me impediu de viver aventuras ou seguir meus sonhos, pelo contrário, meu marido sempre me deu apoio e me acompanha em tudo que faço, inclusive vai deixar tudo para me seguir ano que vem, ao contrario de todos os posts anteriores (que condenam a vida a dois) posso dizer que na prática foi minha alavanca...

Sobre ser mulher e enfrentar tudo que virá, concordo com o peregrino, não é motivo para desistir, mulheres são muito mais fortes que homens, tenho certeza que é apenas questão do pontapé....

 

Um super abraço

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Cara, apaixonado pelos relatos daqui.

Eu tenho 20 anos, estou no meu 4º ano da faculdade de informatica e trabalho na dura vida de Analista de Sistemas 8hrs por dia trancafiado num escritorio (inclusive agora estou aqui em minha mesa de trabalho digitando esse texto). Já trabalho a 2 anos como analista e sinceramente, não dá... Pelo menos não agora, eu não consigo.

 

Eu moro em uma das cidades mais legais do país, o Rio de Janeiro e não tenho tempo nem de conhecer minha propria cidade. Esses dias passeando pela orla de Copacabana depois de sair de um cansativo dia de trabalho eu parei pra apreciar a vida, as pessoas, o mar, o céu, sentir a brisa. Me sinto um prisioneiro tomando um banho de sol, limitado a pequenos tempos de vida e o resto apenas de sobrevivencia.

 

Começei a pensar em largar tudo depois de ler a classica frase do Dalai Lama:

 

“O que mais me surpreende na humanidade são os ‘homens’. Porque perdem a saúde para juntar dinheiro. Depois, perdem dinheiro para recuperar a saúde. E por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem-se do presente de tal forma que não vivem nem o presente, nem o futuro. E vivem como se nunca fossem morrer… E morrem como se nunca tivessem vivido.”

 

Depois de ler isso, cara, não tem mais como ficar parado !

 

Ganho relativamente bem, tenho o que a sociedade considera uma "boa carreira" e vou continuar assim por um tempo. No proximo ano eu pretendo usar minhas ferias pra fazer uma viagem pela America do Sul (Chile, Bolivia, Peru) pra ver como será essa vida, se eu me adapto e depois disso o foco será a volta ao mundo em 2015 ! É planejamento pra em 2015 por o pé na estrada e voltar sabe-se Deus quando.

 

Assim como os relatos acima, nunca fui muito ligado em familia. Meus pais são muito religiosos e fechados, e apesar de amar muito eles, certo que não vou viver a mesma vida que eles levam. Em relação a formar uma familia minha, isso o tempo dirá. Vamos viver o hoje, né?

 

Como diria Cazuza: "Vida louca, vida breve, já que eu não posso te levar, quero que você me leve..."

 

Abraços

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Pessoal, simplesmente fantástico esse tópico! Não consigo parar de ler...

 

Muito bom conhecer pessoas que compartilham da mesma visão do mundo que a gente. Sinto falta disso no meu dia-a-dia, pq as pessoas do meu círculo de amizades são consumistas ao extremo, como 99% do povo da minha cidade, Vitória-ES. Tudo gira em torno do comprar e principalmente de mostrar aos outros o que têm e o que não têm, sempre achei isso vazio demais, egoísta demais, e cada dia que passa minha aversão a esse comportamento aumenta.

 

Como a maioria aqui passei a vida inteira seguindo o que a sociedade e a minha família queria que eu me tornasse, sempre tive boas notas, fiz um curso técnico e me formei em engenharia há pouco tempo. Hoje tô com 24 anos, trabalho de segunda a sexta, 8h por dia e estou muito insatisfeito com tudo isso. Percebi que essa 'realização' que eu sempre acreditei nunca vai chegar, a gente sempre vai querer mais e mais, ganhar um salário melhor, ter um carro melhor, uma casa melhor... tudo isso pra mostrar pros outros que somos "bons"... quando na verdade a felicidade não depende disso...

 

Até hoje fiz poucas viagens, fiquei mais ou menos um ano em Floripa estudando ciências sociais (antes de virar um escravo do capitalismo) e ano passado fiz uma trip de férias de 1 mês em Vancouver, e hoje posso falar que esses foram os melhores momentos da minha vida, principalmente pelas pessoas que eu conheci...

 

Como todos aqui cada dia que passa minha vontade de chutar o balde e jogar tudo pro ar aumenta, mas, não sei se por bem ou por mal, sempre faltou a tal da coragem... Eis que há pouco tempo me surgiu uma luz no fim do túnel, fui aprovado no último concurso da Petrobras pra trabalhar embarcado, 14 dias trabalhados por 21 de folga, não vejo a hora de ser chamado e começar a botar em prática meu plano de desbravar o mundo em etapas, com mochilões de uns 15 ou 20 dias, acho que dá pra curtir né?! não aguento mais essa rotina casa-trabalho, vendo a vida passar pela minha frente e não fazer nada...

 

Não sei se meu depoimento vai agregar mta coisa ao tópico, mas eu queria mesmo é mostrar que é mto bom descobrir que existe gente com as mesmas ideias que a gente e que esse tópico mexeu demais comigo...

 

Espero encontrar com alguns de vcs na estrada!!

 

Abraços

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Depois de reler o tópico todo, me veio a pergunta:

 

Existe alguém de um país pobre como o nosso, que não tenha nascido em berço de ouro ou não tenha ganho em alguma loteria da vida, que tentou viver nesse estilo e conseguiu nem que fosse por alguns anos??? Pra alguém do primeiro mundo é muito fácil, como já foi falado aqui, mas e pra um brasileiro???

 

Eu duvido muito, ainda mais agora que a maioria dos países pelo mundo (inclusive o nosso) dificulta cada vez mais a entrada de estrangeiros em seu território até pra turismo, imagina pra viver e trabalhar temporariamente... A não ser que quem conseguiu tenha feito isso apenas em território brasileiro ou no máximo sulamericano...

 

Mas quanto mais duvido, mais me motivo pra pelo menos dar o pontapé inicial daqui a alguns anos...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Cara

 

claro que é possivel pow!

tenho amigos que vivem assim aqui no Brasil e pelo mundo e são felizes!

mas como foi dito antes, viver uma situação destas não é para qualquer um!

tem que ter espírito livre! se não tiver, não se desapega e não consegue ter prazer em uma situação destas!

 

Abs!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 meses depois...
  • Membros de Honra
Depois de reler o tópico todo, me veio a pergunta:

 

Existe alguém de um país pobre como o nosso... ...que tentou viver nesse estilo e conseguiu nem que fosse por alguns anos??? Pra alguém do primeiro mundo é muito fácil, como já foi falado aqui, mas e pra um brasileiro???

 

Eu duvido muito... ...A não ser que quem conseguiu tenha feito isso apenas em território brasileiro ou no máximo sulamericano...

 

Mas quanto mais duvido, mais me motivo pra pelo menos dar o pontapé inicial daqui a alguns anos...

 

eu particularmente nao conheco nenhum brasuca que tenha feito isso, mas tenho certeza q eh possivel sim, viver assim com excedente acumulando grana eu acho bem dificil, mas ganhar o suficiente pra pagar o rango e conseguir onde dormir, transporte, nem que seja de carona, isso eu tenho certeza q eh possivel. Eu ja trabalhei na inglaterra e no egito, nao tenho berco de ouro e tb nao tenho passaporte gringo, tb nao tinha visto de trabalho... mas nao conta pra ninguem, rs. E fiquei numa boa. Tem eh q botar o pe na estrada. Fora como ja falei conheci umas par de ripanga, especialmente argentinos... q tao na luta so fazendo artezanato... essa nao eh minha onda, mas da pra fazer.

 

o que nao pode eh ficar falando q o europeu pode e a gente nao consegue... pra nois eh mais dificil, mas querendo, rola!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Esse tema veio bem na hora. Nas ultimas semanas andei cogitando fazer isso, largar a estabilidade e cair no mundo. Explico.

Eu trabalho desde os meus 14 anos, comecei com estágio, algo como hoje existe o menor aprendiz e sempre na área de criação (sou formado em publicidade e trabalho a 8 anos como diretor de arte ou designer. Hoje, com 30 anos dobrando a esquina, esposa e filha estou muito descontente com minha vida, não no familiar mas com o emprego e o sentimento que tenho desde a adolescencia, de que não nasci pra viver onde moro atualmente e que na realidade, o mundo é a minha casa. Ainda criança, meu sonho era ser piloto de avião para o que? Ver o mundo. Meu pai trabalhava na Varig e por isso, fotos de aeronaves e materias sobre viagens sempre estiveram ao meu redor. Conversei com minha esposa sobre largarmos tudo o que temos aqui (que basicamente é um carro e nossos empregos) e rumar para Europa por um tempo, arranjar um trabalho freelancer ou outro trampo qualquer para capitalizar e rumar para outra cidade. A ideia de inicio, por termos uma filha foi abortada mas um dia, quem sabe um dia...

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...