Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

É possível viver mochileiro?


Posts Recomendados

  • Membros

Nossa, esse post refletiu bem o que venho me perguntando desde o ano passado.

 

Tenho 22 anos, me formo em Turismo em julho de 2012, adorei a faculdade, abriu meus horizontes, vivi muitas experiências bacanas e conheci muitos lugares bonitos aqui no Brasil. Agora estou pensando no que vou fazer daí pra frente. O natural seria um emprego ou mestrado.

 

Mas o que tem martelado minha cabeça, é que eu não quero viver essa vida sabe? Não quero ficar presa no mesmo lugar, sabendo tudo que vai acontecer comigo desde a hora que eu acordo até a hora de dormir. Sou jovem, tem um mundo enorme aí fora! Juntei uma grana, com os estágios que fiz, e estou pensando em viajar para o nordeste depois que me formar, arrumar uns trampos por lá, falo inglês e espanhol, sei me virar bem, e não sou fresca. ::tchann:: Se eu for em novembro, vai ser começo de alta temporada, imagino que seja mais fácil de arrumar emprego. Depois, de lá, talvez Peru... México. A América Latina é linda! Quero ir para Europa também, mas aí a grana é indispensável ainda mais com essa crise deles lá.. emprego deve estar difícil.

 

Eu amo viajar, mas nunca tive oportunidade/tempo/coragem de ir a todos os lugares que eu gostaria. O que me segura, ironicamente é a incerteza, é que não sei se minha família aprovaria a minha decisão, e bem, se as coisas derem errado ::mmm: a volta do cãozinho com o rabo entre as pernas não vai ser legal... Se tiver mais alguém no mesmo barco, vamos dar as mãos e nos jogar! hahaha

 

Tenho que arrumar companhia, porque mulher viajando sozinha é mais complicado né?

 

Enfim. Tenho seis meses para decidir o que fazer da vida. Adorei o post, espero que você tenha feito o que pretendeu e que as coisas tenham dado certo. ::cool:::'> Fiquei curiosa! Você podia contar hein? =D

 

Se alguem estiver animado também para viajar no segundo semestre, me adiciona no msn! [email protected]

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 429
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

Mais Ativos no Tópico

Postagens Populares

Cara Se conselho fosse bom...a gente não dava..vendia...heheeh! Quando eu era mais jovem, cheguei a cogitar algo do tipo, mas nunca tive coragem... Não me arrependo do rumo que tomei, e não tem com

Sabe o que eu acho estranho? Pessoas totalmente diferentes e desconhecidas terem ideais parecidos... Há pouco tempo achava que só eu era a "louca", desisti por muito tempo dos meus sonhos por medo do

Dá sim.    Vou te contar um pouquinho sobre a minha historia.   Trabalhava como professora no Brasil, 12h por dia, sem contar os finais de semana e feriado prolongado. Ganhava um b

Posted Images

  • Membros
Nossa, esse post refletiu bem o que venho me perguntando desde o ano passado.

 

Tenho 22 anos, me formo em Turismo em julho de 2012, adorei a faculdade, abriu meus horizontes, vivi muitas experiências bacanas e conheci muitos lugares bonitos aqui no Brasil. Agora estou pensando no que vou fazer daí pra frente. O natural seria um emprego ou mestrado.

 

Mas o que tem martelado minha cabeça, é que eu não quero viver essa vida sabe? Não quero ficar presa no mesmo lugar, sabendo tudo que vai acontecer comigo desde a hora que eu acordo até a hora de dormir. Sou jovem, tem um mundo enorme aí fora! Juntei uma grana, com os estágios que fiz, e estou pensando em viajar para o nordeste depois que me formar, arrumar uns trampos por lá, falo inglês e espanhol, sei me virar bem, e não sou fresca. ::tchann:: Se eu for em novembro, vai ser começo de alta temporada, imagino que seja mais fácil de arrumar emprego. Depois, de lá, talvez Peru... México. A América Latina é linda! Quero ir para Europa também, mas aí a grana é indispensável ainda mais com essa crise deles lá.. emprego deve estar difícil.

 

Eu amo viajar, mas nunca tive oportunidade/tempo/coragem de ir a todos os lugares que eu gostaria. O que me segura, ironicamente é a incerteza, é que não sei se minha família aprovaria a minha decisão, e bem, se as coisas derem errado ::mmm: a volta do cãozinho com o rabo entre as pernas não vai ser legal... Se tiver mais alguém no mesmo barco, vamos dar as mãos e nos jogar! hahaha

 

Tenho que arrumar companhia, porque mulher viajando sozinha é mais complicado né?

 

Enfim. Tenho seis meses para decidir o que fazer da vida. Adorei o post, espero que você tenha feito o que pretendeu e que as coisas tenham dado certo. ::cool:::'> Fiquei curiosa! Você podia contar hein? =D

 

Se alguem estiver animado também para viajar no segundo semestre, me adiciona no msn! [email protected]

 

Gaby, talvez você não precise de fato ter uma "vida mochileira", mas sim de um ano sabático, por que não? É super comum lá fora tirar um ano de férias após a faculdade pra viajar, conhecer lugares... por que o natural seria emprego e/ou um mestrado, se a vida nos oferece mais que isso?

 

Aproveita sua idade e a grana que você juntou pra curtir seus planos. Claro, isso pode atrapalhar em algumas coisas no que diz respeito a seus amigos, namorado e família, mas é tudo uma questão de conversa. Inclusive essa questão "da volta do cãozinho" não deveria ser vista como algo negativo, mas sim como um porto seguro que você terá ao voltar de suas viagens. É muito mais confortável encarar o desconhecido, cair na estrada sem destino, acampar, passar frio, fome e sede (hehe) quando se sabe que, a alguns quilômetros dali, há a casa dos pais/amigos com uma cama quentinha te esperando na hora que você decidir voltar.

 

Essas e demais decisões são suas, escolha com sabedoria, e lembre-se: tic-tac, tic-,tac, tic-,tac, tic-,tac... o tempo não para!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Boa tarde “Mochileiros Anónimos” (adorei a expressão) ::otemo::

 

Tenho vindo, ao longo dos últimos tempos, a pesquisar a internet sobre o conceito de mochilar e sobre possíveis rumos a seguir pois, como o postador original deste tópico, eu também estou com uma vontade enorme de sair daqui, pegar na mochila e abrir os braços para o mundo…

Mas passo a explicar melhor a situação para que também possam perceber em parte o que sinto… considero que já viajei muito, de mochileiro mas também para resorts caros, mas foi sempre de mochila às costas e a caminhar que fui mais feliz… sou divorciado e como a minha ex-mulher gostava muito de resorts de luxo e bens mais materiais fizemos muitas viagens desse género (não que não tenha gostado, a companhia era a melhor por isso o sítio nem importava muito… mas a minha paixão é mesmo a mochila, a tenda, a natureza, as estrelas como teto, o albergue barato pois é só para dormir, e a cidade nova, pessoas novas, culturas novas para conhecer).

 

Desde sempre que tenho esta paixão, mas atualmente tenho 30 anos, sou professor de educação física e dou aulas de momento, emprego semi-estável (hoje em dia professor nenhum no mundo é estável… hehehe), tenho a minha casa, minha família, amigos, tudo o que uma pessoa pode querer… e eu, é isso que quero? Não… a casa e os bens materiais estou a vender pois não me fazem falta, o trabalho vou deixar pois não me sinto feliz mais no colégio onde estou, tenho uma família maravilhosa que me apoia, tem medo que eu saia por esse mundo fora mas também não me impede pois sabe que a vida em Portugal nos dias de hoje é f*** e sei que um dia, se voltar, tenho os braços abertos para me receber! Sinceramente, só estou mesmo à espera de vender a casa pois está difícil, depois disso, meus amigos, é mochila nas costas e mundo me aguarda…

 

Bom, mas agora que falei um pouco de mim falo do que o tópico fala mesmo, ou seja, eu acho que é possível viver de mochileiro e é o que eu pretendo fazer… ao longo da minha vida tive imensos trabalhos e depois de terminar a faculdade só dei aulas, mas antes disso trabalhei em supermercado, em call center, em restaurante, num hostel, tudo… não tenho medo de trabalhar e acho que isso, no mundo atual, é o mais importante… uma pessoa que saiba que tem de fazer qualquer coisa para sobreviver vinga e assim sendo, o resto é conversa!!

 

Como disse, trabalhei num hostel, foi este verão, e foi uma experiência maravilhosa… conheci pessoas de todo o mundo e as experiencias deles foram enriquecedoras e só me deram ainda mais vontade de largar tudo e partir por esse mundo fora… tenho também estado em contacto com um escritor português, Gonçalo Cadilhe, que vive a viajar (claro que é pago para isso) mas com o conhecimento que ele tem do mundo foi uma grande ajuda… falei com ele sobre a minha viagem de sonho que é começar na Turquia e ir até ao sudeste asiático de autocarro, carro, carona, a andar, de qualquer forma… mas fazer essa viagem é o sonho de minha vida e quero fazer isso bem breve… no meio de muitas opiniões dele, a mais importante foi: “Nuno, o mundo é fácil, só tens de sair da tua zona de conforto, a partir daí é deixares as coisas andar que tudo acontecerá naturalmente”.

 

Bom, creio que me alonguei muito mas a partir de agora estarei mais vezes em contacto com o pessoal daqui que já vi que é tudo gente boa!! 

 

Abraço a todos

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Oiii galera!

Antes de mais, começo por me apresentar! Chamo-me Rita, tenho 24 anos sou portuguesa, recém graduada em Geologia, mas sinto que a minha educação e formação pessoal não só se devem à universidade, mas também às inúmeras viagens que fiz, e as maravilhosas pessoas que conheci pelo caminho cujos ideais me inspiraram bastante! Muitas delas devido ao Couchsurfing, que recomendo a todos usarem e abusarem! Os meus estudos deram-me uma oportunidade de fazer intercâmbio de estudos em Barcelona, e posteriormente uma bolsa de estágio na Alemanha, entretanto os meus estudos acabaram e continuo na Alemanha a aprender alemão, e não consigo arranjar trabalho na minha área! Nos últimos meses senti-me bastante perdida, ainda para mais num país gelado e com um inverno rigoroso, e a minha vontade de viajar e conhecer o mundo falou mais alto e começei a explorar as minhas opções e o que realmente tinha vontade de fazer e não o que me sentia pressionada a fazer!

Decidi fazer voluntariado, fiz muita pesquisa na net, e acabei encontrando uma instituição fantástica que trabalha com crianças, a Aldea Yanapay , e lá vou eu para Cusco em Março, estou muitooooo entusiasmada! Meu plano é mochilar depois e conhecer o resto do Sul da América, Bolívia, Argentina, etc, até onde o dinheiro me permitir, e o destino dirá o futuro!

Frequento este site, penso que há coisa dum ano, e hoje finalmente registei-me ehehe e consegui ler este post todo e todas as diversas opiniões sobre viver mochileiro!

Vi o último post do Nuno que falava do Gonçalo Cadilhe, que também tem sido a minha inspiração e fonte de coragem para alguns mochilões que fiz sozinha! Tal como ele diz

“Nuno, o mundo é fácil, só tens de sair da tua zona de conforto, a partir daí é deixares as coisas andar que tudo acontecerá naturalmente”.

Não sei se quero viver mochileira, e penso que a maioria das pessoas sente a mesma insegurança e dúvidas que sinto, mas a unica maneira de as desvendar é arriscando!

Talvez me apaixone pela vida em onibus, em hostels, conhecendo pessoas fantásticas e alargando cada vez mais meus horizontes, ou talvez um dia acorde e descubra que preciso de estabilidade e conforto!

Mas é esse mesmo o objectivo de viajar: descobrir-nos a nós próprios! Se nunca arriscarmos, nunca saberemos!

 

Nuno, boa sorte para a tua viagem e coragem!!!

Citando Cadilhe, o mundo é fácil!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 3 meses depois...
  • Membros

Sou fã de todos vocês que deixaram uma vida remota pra viver uma verdadeira aventura digna de filme, mesmo longe de casa e nesse jeito louco(como outras pessoas veem, principalmente minha mãe).

Eu sou nova nisso tudo e nunca saí da zona de segurança do Brasil e ultimamente tenho tido uma vontade perturbadora de aprender outras línguas e de viajar assim como um mochileiro sem pressa de voltar pra casa.

Gostaria de sugestoes e de roteiros pela America Central e do Sul e quem sabe com muito esforço eu consiga ir pra America do Norte e Europa, desde já agradeço e espero contato. Abraço!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Cada um é cada um .

Quem pensa muito em grana e estabilidade certamente não ia se dar bem.

Prá quem a inquietude e a vontade de arriscar está no sangue, não tem outro jeito. Uma hora acaba indo.

 

E outra coisa. Prá viver um sonho não existe idade.

 

"Tudo vale a pena quando a alma não é pequena".

 

"Pior que morrer, é perder a vida"

 

E como já disseram, ou melhor cantaram, as grandes Beth Carvalho e a rainha suprema Mercedes Soza:

"Eu só peço a Deus, que o futuro não me seja indiferente. Que a morte não me encontre um dia, solitário, sem ter feito o que eu queria."

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 semanas depois...
  • Membros

pessoal, como é bom ler tantos relatos de pessoas interessadas em viver a vida de uma maneira diferente (e bota diferente nisso, né? rsrsrs)

 

pois então... minha vontade de seguir mundo afora, "sem lenço e sem documento" (exceto o passaporte hehehehe), iniciou-se há uns 3 ou 4 anos, e desde então apenas cresce!

 

apenas recentemente resolvi dar o primeiro passo: pesquisei na internet sobre o assunto, encontrei o site do "mochileiros" (excelente!!!), e comecei a poupar $$$ para a tão sonhada viagem...

 

contudo, vejo que o plano de alguns colegas é viver um dia de cada vez, sem pensar muito no amanhã... e exatamente este parece ser o grande "medo" daqueles que querem seguir uma vida de mochileiro... pelo menos é o meu grande medo... tenho receio de voltar pro Brasil sem um tostão no bolso, e ter que "recomeçar" uma "vida pacata" do zero... afinal, pode ser que um dia eu queira estabilidade, família, filhos...

 

por isso, meus planos são diferentes... pretendo "viver de rendimentos"...... não será fácil, contudo nada é impossível.... e pretendo juntar $$$ suficiente para tanto em aproximadamente 3 a 5 anos...

 

tenho 27 anos, portanto pode ser que inicie meus sonhos quando tiver uns 30 ou 35 anos... já estarei "velho" demais pra isso? terei a mesma vontade de seguir pelo mundo? já não terei família pra cuidar? esse é o outro lado da moeda, que também me preocupa... pois quero muuuito seguir pelo mundo, fazer uma RTW de anos, ou talvez nunca mais voltar!!! conhecer todos os continentes, vivenciar diversas culturas e pessoas!!!

 

bom... são muitas dúvidas... e sei que minha hora ainda não chegou.... não estou preparado ainda para a minha RTW... e, portanto, no momento apenas procuro por experiências alheias... se alguém tiver uma "luz", uma experiência, um relato qualquer, serei muito grato ::otemo::

 

quem quiser se comunicar melhor comigo, meu e-mail/msn: [email protected]

 

e mais: quem possui planos semelhantes para daqui há uns 3 ou 5 anos, e quiser dividir as alegrias da RTW, estou inteiramente à disposição para servir de companhia ::lol3::

 

abraços a todos!!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores

interessante como "novas" pessoas expressaram suas ideias aqui ::cool:::'>

 

mas nao esquecam que vcs precisam apenas de essencia e do sentimento, viver viajando qs todas pessoas do mundo querem. portanto nao eh questao financeira nem familiar que vai pesar na balanca. quem quer partir simplesmente parti por terem a essencia dentro de si, ou por nao saberem o que fazer ::cool:::'> ::cool:::'> ::cool:::'>

 

forte abraco do peregrino !

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

tenho 27 anos, portanto pode ser que inicie meus sonhos quando tiver uns 30 ou 35 anos... já estarei "velho" demais pra isso? terei a mesma vontade de seguir pelo mundo? já não terei família pra cuidar? esse é o outro lado da moeda, que também me preocupa... pois quero muuuito seguir pelo mundo, fazer uma RTW de anos, ou talvez nunca mais voltar!!! conhecer todos os continentes, vivenciar diversas culturas e pessoas!!!

 

 

Sinceramente, acho que se vc nao sair ate os 35 provavelmente, eu disse provavelmente, vc nao sai mais. A galera se enrosca, e na boa, uma grande regra q vejo por ai eh qto mais velha, a galera fica mais bundona. Nao estou falando q nao vai acontecer, mas se vc esta disposto a esperar tanto, eh pq provavelmente nao tem o bug no cerebro de verdade q te move a romper e vazar... desculpe, pareco rude aqui, mas eh como eu vejo a resposta a sua pergunta. Na verdade vejo uma luz no fim do tunel, se o seu plano for realmente bom q te permita realmente viver de renda, dai eh uma bela visao a longo prazo, mas se nao....

 

Basicamente o q quero dizer eh, vaza logo q qto mais esperar, menor as chances de realmente concretizar a balada

 

ab

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...