Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

É possível viver mochileiro?


Posts Recomendados

  • Membros
acho que é possivel...

mais mesmo o mais nômade dos nômades não viveria com 60 reais por mês...a não ser que você vivesse literalmente no meio do mato e em um lugar com abundancia de opções para se alimentar (arvores frutíferas, rios)...

acredito que com 300 reais por mês, dê para o cara viver bem nesse estilo (viajando de carona, se alimentando, coletando o que puder na natureza para comer e dormindo em barraca)

A intenção é essa: tirar o máximo de sustento possível da natureza, de tal forma que meus únicos gastos sejam com suprimentos como creme dental, escovas de dentes, pastilhas purificadoras de água, garrafas de água, kits de primeiros socorros, uma ocasional visita a uma LAN House só para me manter informado a respeito da civilização, etc. São coisas que geralmente durariam mais de um mês, o que provavelmente me permitirá manter os gastos a um nível muito baixo.

 

Ainda assim, eu reconheço que é uma coisa difícil de se fazer, mesmo que eu me mantenha próximo a rios e lagos. Talvez R$ 60,00 sejam uma estimativa baixa (a não ser que eu abandone completamente a civilização, mas não quero chegar a tanto), mas eu espero que as despesas não cheguem a R$ 300,00, tampouco, pois isso exigiria uma poupança de pelo menos R$ 75.000,00, coisa que eu levaria anos para conseguir.

 

Ler este tópico me dá esperança, no entanto: é bom saber que existem outras pessoas com ambições semelhantes à minha.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Respostas 429
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

Mais Ativos no Tópico

Postagens Populares

Cara Se conselho fosse bom...a gente não dava..vendia...heheeh! Quando eu era mais jovem, cheguei a cogitar algo do tipo, mas nunca tive coragem... Não me arrependo do rumo que tomei, e não tem com

Sabe o que eu acho estranho? Pessoas totalmente diferentes e desconhecidas terem ideais parecidos... Há pouco tempo achava que só eu era a "louca", desisti por muito tempo dos meus sonhos por medo do

Dá sim.    Vou te contar um pouquinho sobre a minha historia.   Trabalhava como professora no Brasil, 12h por dia, sem contar os finais de semana e feriado prolongado. Ganhava um b

Posted Images

  • Membros

Uma ideia, se tu vai ficar mais afastado da civilização, aprende a fazer algum artesanato, alguma coisa que tu consiga vender e que não ocupe espaço.

Pulseiras,colares, não vai enriquecer,mas quando vê tu consegue sustentar tua viagem fazendo isso e como vai ter tempo de sobra até é bom! Acho que para quem quer viver nesse estilo, vai ter que uma hora ou outra se virar em algum trampo nem que seja o mais simples possível !

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 mês depois...
  • Membros

Tenho 19 anos e estou me preparando para meu primeiro mochilão. Estou largando tudo, emprego, família, estudos ... quero viver no maior estilo nômade possível. Pretendo trabalhar por comida e hospedagem, tenho 4 mil reais para a viagem, mas pretendo usar o mínimo de dinheiro possível, apenas para livrar-me dos perrengues maiores. O amigo quando criou o tópico disse que tinha 15 mil reais, muitos disseram ser pouco dinheiro, eu já não acho ...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 3 semanas depois...
  • Membros

Eu tenho 34 anos e a unica coisa que me arrependo é de ter deixado tão pra tarde e perdendo um pouco de minha juventude...

 

estou deixando tudo pra tras ( com a familia ) e indo mochilar pela america do sul com apenas R$1000.

 

O problema não é ser loucura... O problema não é passar perrengue... O grande problema é continuar vivendo em uma vida que eu não gosto.

 

E como digo... A pior coisa que pode acontecer é eu morrer... E se isso acontecer pelo menos vou morrer sorrindo.

 

Estou partindo em 5 dias e agradeço a vcs por tudo que aprendi aqui.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 3 semanas depois...
  • Membros

Boa noite. Li o thread inteiro, acho que levei umas 4 horas kkk mas enfim, depois de tudo que li gostaria de deixar a minha mensagem aqui também.

 

Acredito que seja possível sim viver mochileiro, desde que tu não se importe em deixar pra sempre a tua zona de conforto e souber viver humildemente.

 

Eu tenho 25 anos e sempre adorei viajar, e acredito que isso esteja no meu sangue, pois meu falecido pai rodou muito esse país e volta e meia "fugia" de casa pra andar por aí, sabe se lá por onde. Em fevereiro/2013 eu saí de Florianópolis onde morava com minha mãe, para voltar à minha terra, o Rio Grande do Sul. Larguei meu emprego estável de programador lá, larguei casa, família, coloquei minha mochila nas costas só com umas poucas peças de roupa e meu notebook, e vim com uns 2000 reais na conta corrente pra Porto Alegre, onde estou até hoje morando numa pensão no centro da capital gaúcha e onde depois de 3 meses consegui outro emprego estável como programador. Isso tudo porque eu não estava feliz lá, e hoje posso dizer, que nesse quase 1 ano vivendo no RS eu nunca tinha aproveitado tanto a minha vida. Agora sinto denovo aquela inquietação de viajar. Eu amo o Rio Grande do Sul, eu amo Porto Alegre, mas eu quero ir muito mais longe.

 

Hoje estou com as passagens compradas para a Grécia em junho/2014. Comprei passagem de ida e volta pra 15 dias depois, pra facilitar a minha entrada na área Schengen da qual a Grécia faz parte. Pra todos os efeitos eu vou como turista, mas claro que a minha intenção é ficar por lá mesmo e rodar a Europa por um bom tempo. Tenho a consciência de que não vai ser uma vida fácil, posso ficar sem dinheiro e não arrumar trabalho logo (lembrando que a Grécia está quebrada por conta da crise, devendo bilhões ao FMI, muita gente desempregada, eu teria que competir por trabalho com os próprios gregos, com os europeus que tem direito a trabalhar lá, com os milhares de refugiados e com outros imigrantes), posso ter que dormir na rua, posso acabar passando necessidade, tudo pode acontecer, mas eu aceito as consequências, tudo pra poder ser livre. Como sou desapegado emocionalmente e de bens materiais (tudo o que tenho hoje são minhas roupas e meu notebook), não tenho nada a deixar pra trás, não tenho nada a perder, então vou "meter a cara" e f***-se o conformismo. Eu quero é viajar por aí seja lá o que for!!!

 

Não desista de ir fazer mochilão só porque as pessoas dizem que não vale a pena ou que tu é louco ou qualquer outra coisa desse tipo, porque só a gente sabe o que é melhor pra nós mesmos, ninguém pode nos julgar, o importante é fazer o que o teu coração tiver vontade, e enfim, ser feliz, porque a vida é muito curta pra se preocupar com as opiniões dos outros sobre as nossa próprias decisões. A vida é tua, e ninguém melhor do que tu pra cuidar dela.

 

Abraços e sorte a todos!!!

 

PS: Quando eu chegar na Grécia eu venho pra contar as experiências e os perrengues kkkk

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 semanas depois...
  • Membros

Eis que aqui tá o tópico pelo qual passei minha vida inteira procurando! ::otemo::

 

Tenho atualmente 17 anos, e desde que me lembro como gente sinto essa inquietude, essa coceira que não quer largar do pé, essa vontade de cair na estrada de vez e não dar a mínima pro que todos vão pensar. Honestamente, não sei se realmente vou chegar a fazer isso algum dia, mas depois de ler todos os posts, ver que tantas pessoas pensam parecido e as histórias de cada um, podem ter certeza que a minha coragem cresceu, e muito! Ainda bem que ainda sou muito novo e tenho a vida inteira pela frente pra realizar o que me der na telha, mas creio que a idade não deve ser um impedimento para realizar o que se sempre sonhou, muito pelo contrário. Nunca é tarde.

 

Já faz um tempo que eu percebi que essa vida de servidão às formas, aparência e dinheiro, deixando a essência de lado, não é pra mim. O colchão confortável e a comida gostosa trazem conforto e segurança, mas não verdadeira plenitude. É possível ser feliz sem eles. Li uma vez por aí e gostei:

 

"Um barco está mais seguro quando está no porto. Mas não é para isso que foram feitos os barcos."

 

As pessoas estão cada vez mais comodistas e conformadas em passar seus dias fazendo o que odeiam com o objetivo de juntar dinheiro para poderem fazer uma vez por ano o que amam. Já decidi que vou lutar o máximo para evitar que a minha vida chegue a esse ponto. Não é possível que seja impossível passar a vida fazendo o que fascina a mente e faz o coração ficar em chamas, seja isso viajar ou qualquer outra coisa! Sejamos apaixonados pelo que fazemos todos os dias, vinte e quatro horas por dia, e não apenas um mês por ano!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 semanas depois...
  • Membros

Toda viagem tem custos. Carona nem sempre se consegue. Às vezes é necessário pagar passagens. Café, almoço, janta, custa dinheiro.

Durante estas excursões permanentes tem-se que angariar os recursos necessários para financiar o custo de vida. Trabalhar durante essas andanças se faz necessário.

* Uma opção é trabalhos esporádicos/free lancer de garçon (R$ 70,00/100,00 a diária).

* Pode se oferecer como xapa para carregar/descarregar caminhão por R$ 50,00 ou R$ 70,00 ou R$ 100,00

* Fazer artesanato, como por exemplo, pintura em azulejo e em pratos de cerâmicas, e vedé-los na calçada ou em praça pública.

* Fazer grafite em estabelecimentos comerciais. Neste caso tem que ter um carro, uma kombi, ou Vam, por exemplo, para carregar todas as ferramentas: compressor de ar, latas de tintas, aerógrafo,/pistola de pintura, etc. Dá até para dormir na kombi; com um fogão de duas bocas, um botijão, dá para preparar comida.

* Trabalhos free lancer, ou temporário, em Lava-Rápido.

Enfim, todo e qualquer trabalho honesto ajuda a se manter, e cobrir as necessidades básicas.

Li um post de um viajante que cria, desenvolve e vende aplicativos para internet. Ele tem consigo um note book; ele o carrega consigo.

Busque usar a criatividade para conseguir dinheiro, porque pedir nas ruas, viver de esmolas é uma grande furada.

 

A economia (qualquer que seja a quantia) que se leva consigo ao sair de casa, para empreender-se nesse tipo de aventura ou estilo de vida, acaba algum dia.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 2 semanas depois...
  • Membros

Já li boa parte aqui do fórum, mas esse, com certeza, foi um dos melhores tópicos que eu já li. Na verdade ainda não acabei, já to há horas nesse tópico e parece que não vai acabar nunca, e eu não quero que acabe mesmo.. cada post é uma história sensacional, pensamentos e idéias muito parecidas com as minhas.

Eu tenho 20 anos, e passei praticamente o ano passado inteiro pensando em tomar um rumo desses na minha vida, pegar a mochila e nunca mais voltar... mas depois de pensar muito e conversar com algumas pessoas, creio que a melhor alternativa, pra mim, vai ser juntar a grana o ano inteiro e viajar nas férias, e talvez assim que acabar a faculdade fazer umas viagens mais prolongadas por 6 meses ou 1 ano... Talvez eu ainda mude de ideia, e queira algo mais radical, mas acho sou bastante jovem e ainda tenho tempo pra tomar decisões com calma.

 

Enfim, esse sentimento por viajar, colocar o pé na estrada e ser livre é algo inexplicável, bom saber que mais pessoas compartilham desse pensamento. Excelente tópico, vou seguir lendo outro dia..

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...