Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
Guma1204

Viagem solo em uma Virago 250, Londrina - Florianópolis

Posts Recomendados

Depois de ler vários relatos e ler várias dicas sobre viajar sozinho de moto, posso agora concordar com todos, viajar sozinho de moto foi umas das melhores coisas que fiz.

Tenho uma Yamaha Virago 250 ano 2000, adquiri ela em outubro de 2017 tinha planos de fazer essa viagem. Comecei em dezembro de 2017 a me preparar para fazer a minha primeira viagem de moto. Encontrei uma planilha bem organizada em algum site de viagens e comecei a preparar tudo. Passei janeiro inteiro organizando gastos, comprei uma mochila, um capacete melhor, troquei os pneus e fiz uma revisão na moto.

O que mais eu tinha medo era de acontecer algum problema mecânico na moto, pois não entendo nada de mecânica e se caso acontecesse isso, eu ficaria parado na estrada e por mais que eu desejasse ir sozinho, estava com muito medo. Sairia de Londrina dia 14/fev, passaria por Curitiba e depois seguiria para Florianópolis e retornaria dia 18/fev. No total seriam aprox. 1500 km, nada assim tão grande, mas para mim era um desafio. 

Se você já fez uma viagem sozinho de moto, talvez tenha escutado isso, quando você diz que vai viajar sozinho, todos ao seu redor te desencorajam e dizem coisas do tipo "Mas por que sozinho?", "você não tem medo?", "e se acontecer alguma coisa?". Tudo isso vai te desanimar, mas se é o que você quer, continue firme.

No dia 13/fev, com a ajuda da minha namorada, preparei a mochila, me certifiquei que ela iria ficar segura e firme no sissy bar da moto, abasteci a moto, calibrei os pneus e lubrifiquei as correntes. Nessa noite quase não consegui dormir de ansiedade e ainda estava com medo de fazer a tal viagem.

14/fev - Acordei por volta das 6 da manhã, tomei um bom café da manhã e comecei a arrumar as coisas na moto. O tempo não estava firme, então decidi sair de Londrina com a capa de chuva. Para proteger a bolsa de uma possível chuva, coloquei um saco de lixo e amarrei ela no sissy bar da moto. Sai de Londrina por volta das 7 da manhã. Fui com calma e por volta das 11 horas cheguei em Ponta Grossa - PR. Não consegui relaxar muito nessa primeira parte, pois estava muito tenso com medo de acontecer algo de ruim. Almocei em Ponta Grossa sabia que viria a parte mais dificil desse dia, chegar em Curitiba-PR e encontrar a casa da minha tia. Seria difícil por que iria pelo GPS do celular. Como o celular ficava no bolso, eu precisava andar um pouco, parar, tirar parte da calça da capa de chuva, olhar o mapa, memorizar as ruas e depois andar mais um pouco. Me perdi um pouco, peguei mais chuva durante o caminho, mas cheguei na casa da minha tia em Curitiba por volta das 15:00.

15/fev - Decidi ficar mais um dia em Curitiba na casa da minha tia. Nesse dia, aproveitei pra comprar uma calça de lã, pois passei muito frio no primeiro dia e consegui uma toca emprestada da minha prima. Agora sim, estava preparado, se houvesse algum frio.

16/fev - Amanhaceu com o tempo todo nublado em Curitiba, mas isso não me desanimou, coloquei a capa de chuva e sai de Curitiba por volta das 8 da manhã. Me perdi um pouco para sair mas consegui. Nesse dia, estava completamente relaxado e consegui aproveita bem a viagem. Parei pra tirar algumas fotos na serra do mar no Paraná.

5ab9919976aea_IMG_20180216_092512_HDR-Copia_LI.thumb.jpg.ebb2ee2b4d1ba0de807f6c7b53cc3d0c.jpg

Depois de passar a serra do mar, fiz uma parada em Joinville por volta das 11 da manhã e lá aconteceu algo bem legal. Parei em um posto, para tirar a capa de chuva, pois já estava com o tempo limpo. Nessa parada, conheci por acaso um outro motoqueiro chamado Horácio e começamos a conversar no posto. Ele me deu várias dicas de viagem e disse que estava apenas dando uma volta de moto e que era de Joinville mesmo. Nessa conversa, ele me disse que poderia me mostras algumas praias de Santa Catarina e concordei, com isso, seguimos nós dois viagem. Passamos primeiro em Balneário Camboriú. Depois, pegamos a rodovia Interpraias, uma rodovia que beira o mar muito bonita.

IMG_20180216_122324_HDR.thumb.jpg.8ceb70ffec3707810d86b200b099b40a.jpg

IMG_20180216_133343_HDR.thumb.jpg.e03446851816f331aba66de339d269c7.jpgIMG_20180216_133405_HDR.thumb.jpg.659f4b80f3595d1b1263e32af46cceb5.jpg

IMG_20180216_141105_HDR.thumb.jpg.d5751360a441da7366590216b1b6d2fe.jpgIMG_20180216_141127_HDR.thumb.jpg.1e6e84949d392b007bd99e92d7f3e37a.jpg

Me despedi do amigo Horário e parti pra Florianópolis. Cheguei por volta das 16:00.

IMG_20180216_182240.thumb.jpg.235f5b132e10f4c9fb3baa949e837ac7.jpg

Passei dois dias apenas em Florianópolis e retornei dia 18/fev fazendo o trajeto de volta direto. Nesse dia percorri por volta de 700 km.

IMG_20180218_085318_HDR.thumb.jpg.7d8f08eb39373528e360e732a1e8b00a.jpgIMG_20180218_091739_HDR.thumb.jpg.032b89471a89ac1639635000cd6ce2ae.jpg

Foi uma viagem "pequena", porém gostei muito. A minha companheira, Virago 250, se mostrou uma ótima moto, excelente na verdade. E realmente comprovei que viajar sozinho de moto é a melhor coisa que já fiz na vida. Estou começando agora a planejar uma próxima viagem para a Chapada dos Veadeiros em Goiás.

Grande abraço a todos!

 

 

 

 

 

 

 

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito bem!

Excelente viagem. Devagar vai aumentando os limites das viagens e já já estará rodando bem longe.

Abrass,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 02/04/2018 em 08:10, tiagokxuera disse:

Muito bem!

Excelente viagem. Devagar vai aumentando os limites das viagens e já já estará rodando bem longe.

Abrass,

Sim cara, devagar um dia chegamos no Ushuaia!!

 

Abraços

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Legal sua viagem, sou de Londrina tbm, esse ano quero ver se consigo ir pra Serra do Rio do Rastro - SC, e um dia no Ushuaia kkk

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 17/04/2018 em 00:10, domorato disse:

Legal sua viagem, sou de Londrina tbm, esse ano quero ver se consigo ir pra Serra do Rio do Rastro - SC, e um dia no Ushuaia kkk

Serra do Rio do Rastro é um destino interessante também, um dia pretendo ir pra lá também!

 

Abraços

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Conteúdo Similar

    • Por TMRocha
      O Nando resolveu desbravar um pouco da Serra dos Alves, em Minas Gerais, com sua companheira, a Joyce.

      Confira agora como foi o seu passeio.
      Caso queira acompanhar o post diretamente pelo blog clique no link abaixo:
      http://viagensdosrochas.blogspot.com/2017/10/nando-um-pequeno-passeio-pela-serra-dos.html
      Sem mais delongas, vamos ao vídeo:
      *********************************************************************************
      ANTES DE ASSISTIR, CONFIRA PRIMEIRO SE A QUALIDADE DO VÍDEO ESTÁ NO MÁXIMO.
      *********************************************************************************

      Passeio finalizado!

      Boa sorte...

      ... e até a próxima!
    • Por TMRocha
      Dessa vez não estarei falando sobre um relato de viagem próprio meu, e sim do meu irmão mais novo, o Fernando [apelidado carinhosamente por nós de Nando ou Nandinho].

      Confira como foi a sua espetacular viagem em sua moto Yamaha Ténéré 250cc saindo de Contagem (MG), seguindo do Brasil até a América do Sul com rumo a Antofagasta, no Chile.
      Caso queira acompanhar o post diretamente pelo blog clique no link abaixo ou em uma de suas respectivas partes:
      http://viagensdosrochas.blogspot.com/2018/02/viagem-tenere-250cc-pela-america-do-sul.html
      Lista de Partes:
      [PARTE 1] [PARTE 2] [PARTE 3]
      [PARTE 4] [PARTE 5] [PARTE 6] [PARTE 7]
      Infelizmente ele teve um ano de 2017 muito difícil e passou por muitos perrengues, por isso, para compensar tantos problemas ele resolveu realizar uma verdadeira aventura em 2018, pra já começar o ano de forma diferente e mais inspiradora.
      Sua meta era chegar a Antofagasta, no Chile, passando também por Foz do Iguaçu [PR] para conhecer as Cataratas pelo lado brasileiro e em seu caminho ele ainda queria encontrar a Mão do Deserto no Deserto do Atacama [Chile] e o maior Salar do mundo, que fica em Uyuni, na Bolívia.

      A moto que ele utilizou para essa aventura foi uma Yamaha Ténéré 250cc, já bem rodada e com sua manutenção em dia.

      Yamaha Ténéré 250cc.
      [Para que sua leitura fique fluida e confortável, a partir de agora começarei a contar como foi essa viagem em 1ª pessoa]
      Dia 1: Sábado, 20 de Janeiro de 2018
      Após andar por quase 200 km em minha moto, uma Yamaha Ténéré 250 [que diga-se de passagem, está rodando pela América do Sul pela 2ª vez] resolvi fazer minha primeira parada no atendimento da concessionária de Formiga (MG), às 7:19h. Por enquanto estava tudo tranquilo, friozinho, de boa e com a moto boa, em suma, tudo funcionando bem!

      Continuando... Segui viagem por pouco mais de 2 horas e nesse meio tempo deu pra ver alguns cânions. Nossa! É bonito pra caramba, deve ser muito doido andar de lancha lá, entre eles, pena que não parei pra tirar fotos nessa parte do caminho. Após isso resolvi parar para tomar mais um cafezinho.

      MG-050, entre Furnas (MG) e Passos (MG).
      Às 9:48h fiz mais uma parada na concessionária para tomar água e um cafezinho. Acho que passei por uns 6 pedágios de R$ 2,90 cada um, caro pra caramba! Pensei em vir por aqui para economizar, mas ao que parece era melhor ter vindo por São Paulo.
      Uma coisa legal que fiz nessa viagem, ao menos enquanto estava no Brasil, era avisar de tempos em tempos a minha família o que estava fazendo para que eles ficassem mais tranquilos, já que essa aventura foi realizada totalmente sozinho.

      Às 10:14h passei por Itaú de Minas (MG). Até esse momento já tinha rodado uns 318 km. E a gasolina por aqui é bem cara, simplesmente R$ 4,50 o litro. Finalmente, às 13:46h, após simplesmente 505 km rodados no mesmo dia, cheguei em São Sebastião do Paraíso (MG), praticamente na divisa entre Minas Gerais e São Paulo.


      Parei para almoçar e segui pela estrada novamente. Dei conta de fazer todo esse trajeto porque a estrada estava boa e eu ainda tinha muita energia.
      Fui tão no embalo que segui direto por mais quase 4 horas e acabei chegando em Sertanópolis (PR), praticamente na divisa entre São Paulo e o Paraná, às 18:31h. Minha ideia era passar por Londrina, mas acabei passando direto. O pessoal da minha casa já estava louco e quase que suplicava para que eu parasse de andar na moto.


      Feito tudo isso chegou a hora de descansar, pois amanhã tinha mais estrada para percorrer nessa aventura!

      Também não valia a pena andar mais porque estava bem escuro e chovia muito:
      Vídeo 01:

      Dia 2: Domingo, 21 de Janeiro de 2018
      Estando aqui preferi mudar a rota para seguir rumo a Foz do Iguaçu. Já passei por lá no passado, mas tinha visto as cataratas apenas pelo lado argentino e dessa vez resolvi conferir como ela era pelo lado brasileiro. [Um dado não muito bom que descobri por aqui era que tinha previsão de chuva para todos os dias]

      Perto das 11:40h parei em Corbélia (PR) para almoçar e conversar um pouco com a minha mãe pelo zap.

      Ela disse que meu pai deu azar e teve um pane na moto dele. Nada sério, mas quer era algo chato de se resolver. De bucho cheio continuei com minha viagem e passei por Matelândia, no Paraná.

      Já em Foz do Iguaçu, às 13:25h procurei por uma pousada para ficar, ajeitei as minhas coisas e saí para dar uma volta pela cidade. Saí depois das 15:00h e cheguei próximo de lá perto das 18:30h.
      Vídeo 02: Com eu muito feliz com as expectativas!

      Vídeo 03: Com eu meio triste depois da realidade!

      E a família não perdoou!

      Eu tinha visto que estava chovendo e protegi o celular e a carteira, mas esqueci da doleira e acabei molhando tudo. Mas o que importa mesmo é que consegui avistar as cachoeira pelo lado brasileiro, e percebi que é muito mais bonito do que o lado argentino, é realmente incrível!
      [Então, bora ver o que pude ver nesse meio tempo: Entre os vídeos da Expectativa e da Realidade!]
      Coisas interessantes vistas pelo caminho:
      Vídeo 04:

      Vídeo 05:

      Vídeo 06:
      Esse é um quati, um animal típico dessa região:
       
      Vídeo 07:

      Vídeo 08:

      Vídeo 09:

      Dessa vez o som das cataratas estava tão forte que nem deu para ouvir o que eu estava dizendo.
      Vídeo 10:

      Vídeo 11:

      Mais fotos de Foz do Iguaçu:





      Só tenho uma coisa a dizer sobre esse lugar, é um verdadeiro espetáculo da natureza, uma maravilha natural do mundo que fica no Brasil.




      Cara de conquista realizada:

      Lembrando em, essa era a minha lista de lugares a serem visitados:
      - Cataratas do Iguaçu, PR - Brasil [Visitado]
      - Salar del Uyuni, Bolívia
      - La Mano del Desierto, Deserto do Atacama - Chile
      - Antofagasta, Chile
      :: Ao menos o primeiro destino dessa lista já estava completo. Ainda faltavam mais três para se conhecer::
      Depois disso voltei para a pousada e dei um jeitinho como um autêntico brasileiro para resolver o problema das coisas molhadas enquanto eu aproveitava para fazer meu lanche noturno.
      Vídeo 12:

      Após toda essa aventura descansei um bocado e aproveitei para conversar com meu pai e um dos meus irmãos pelo zap. Também tracei a minha rota para o outro dia e estudei como fazer o seguro da carta verde, mas apesar de chegar no local já estava tarde e lá estava fechado.
      Vídeo 13:

      Esse foi o resumo da minha noite:


      E ainda teve o Templo Budista que estou afinzão de ir. Não pude por causa dos contratempos... e que amanhã não irá abrir!
      Ainda com aquela labuta de colocar minhas coisas para secar dos temporais daqui!
      Vídeo 14 [Parte 1]

      [Vídeo 15 - Parte 2] Nada que um elástico não resolva!

      Terminado o dia, a meta para o próximo seria ir para Assunção, no Paraguai, mas como já estendi muito esse relato, continuarei na próxima parte.
      E antes de ir embora, meu trajeto ficou assim até o momento:

      Continue acompanhando, pois ainda tem muito mais relato para se contar!
    • Por TMRocha
      O Nando é um motoqueiro nato e aventureiro nas horas vagas e de vez em quando sai por aí pelo Brasil e nos mostrar paisagens impressionantes de nosso país.

      Confira como foi o passeio dele e de seus colegas pela impressionante travessia da Lapinha, na Serra do Cipó (MG).
      Caso queira conferir o post diretamente pelo blog clique no link abaixo:
      http://viagensdosrochas.blogspot.com/2018/06/nando-travessia-da-lapinha-de-moto-com.html
      Sem mais delongas, vamos ao vídeo:
      *********************************************************************************
      ANTES DE ASSISTIR, CONFIRA PRIMEIRO SE A QUALIDADE DO VÍDEO ESTÁ NO MÁXIMO.
      *********************************************************************************

      E pra fechar, observe essas imagens e repare que a Serra do Cipó é realmente um lugar de belezas, abençoado por Deus e apreciado pelos homens.


      Boa sorte...

      ... e até a próxima!
       
    • Por TMRocha
      O Nando é um motoqueiro nato e aventureiro nas horas vagas e de vez em quando sai por aí pelo Brasil e nos mostrar paisagens impressionantes de nosso país.

      Confira num vídeo rápido como foi a passagem dele e seu grupo por Itabirito, Glaura, Ouro Preto, Mariana, Bento Rodrigues, Morro da Água quente, Catas Altas e Barão de cocais.
      Caso queira acompanhar o post diretamente pelo blog clique no link abaixo:
      http://viagensdosrochas.blogspot.com/2018/08/nando-uma-pequena-aventura-sob-2-rodas.html
      Sem mais delongas, vamos ao vídeo:
      *********************************************************************************
      ANTES DE ASSISTIR, CONFIRA PRIMEIRO SE A QUALIDADE DO VÍDEO ESTÁ NO MÁXIMO.
      *********************************************************************************

      Pouco vídeo para tantos lugares? Isso aconteceu porque dessa vez eles fizeram um tipo de passeio raiz, em que priorizaram a aventura e por isso o vídeo ficou tão pequeno.
      Itabirito


      Glaura


      Ouro Preto


      Mariana


      Bento Rodrigues


      Morro da Água quente


      Catas Altas


      Barão de Cocais


      Mesmo assim não deixa de ser interessante, não é? Boa sorte...

      ... e até a próxima!
       
    • Por TMRocha
      Confira aí um passeio bem legal que o Nando fez com a sua companheira, a Joyce.

      O destino escolhido por eles foi a Serra do Cipó e a Lapinha, ambos em Minas Gerais.
      Se quiser acompanhar o post diretamente pelo blog clique no link abaixo:
      http://viagensdosrochas.blogspot.com/2018/08/nando-serra-do-cipo-e-lapinha-mg.html
      Sem mais delongas, vamos ao vídeo:
      *********************************************************************************
      ANTES DE ASSISTIR, CONFIRA PRIMEIRO SE A QUALIDADE DO VÍDEO ESTÁ NO MÁXIMO.
      *********************************************************************************

      Esse é ou não é um destino para os casais apaixonados?

      Boa sorte...

      ... e até a próxima!
  • Seja [email protected] ao Mochileiros.com

    Faça parte da maior comunidade de mochileiros e viajantes independentes do Brasil! O cadastro é fácil e rápido! 😉 

×