Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
Claudinei Zdanski

Ajuda - Primeira Viagem p/ Europa

Posts Recomendados

Boa tarde amigos, vou fazer uma primeira viagem em casal para a Europa, devido a dificuldade no domínio do inglês estou quase fechando um pacote com a CVC de 12 dias entre Itália e Paris, porém achei o valor  elevado (cerca de R$ 20 miil + 7/8 mil aéreo + seguro = total de +- 30 mil no mínimo, provavelmente chegue a 40 mil com passeios, alimentação etc ).......Caso dominasse bem o inglês faria um roteiro similar mais detalhado por conta própria, mas vai ficar para uma outra viagem qd aperfeiçoar o idioma.....

Como alternativa pensei em fazer por conta própria apenas Portugal e Espanha ou só Itália, onde a comunicação é mais fácil sem inglês fluente.......Pretendo conhecer, além das capitais, algumas cidades do interior, de preferência as mais medievais, minha esposa sonha conhecer a Toscana e eu quero visitar um castelo/fortaleza medieval (não palácio, mas uma fortaleza só de pedra mesmo...eheheh).

Aos que já conhecem bem, acham que financeiramente vale mais a pena arriscar sozinho do que o pacote da CVC com as comodidades (e o engessamento do pacote tbem?).....

Antes de tentar montar um roteiro, peço ajuda quanto as seguintes dúvidas:

1º: 15 dias seria razoável para portugal/espanha ou Iália por conta própria?....(claro que não se conhece tudo nem em um ano) 

2º: Locação de veículo: dá pra locar veículo em portugal e devolver na espanha, por exemplo, ou vice versa?...vale a pena pelo valor?.....Para inexperientes dirigir por esses países é tranquilo ou complicado?......Ou seria melhor tentar ficar nas capitais e visitar alguma cidade medieval próxima de trem?.....Por ex, sair de Roma para alguma cidade da toscana de trem.....Penso que o carro daria mais liberdade de escolha de destinos, hospedagem, etc, mas tbem a inexperiência pode complicar......Por outro lado arriscar montar um roteiro, reservar hotel sem antes ter o ticket de trem não daria... 

3º: Falo espanhol bem, entao portugal e espanha creio ser tranquilo, mas caso fosse para a itália consigo me comunicar o suficiente com frases básicas de hotel, restaurante, etc?

Enfim, por ser nossa 1ª vez no Velho Mundo, estou por um lado receoso das dificuldades com o idioma, mas por outro pensando que 40 mil  compra um carro zero popular...rs

 

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi Claudinei,
 

Realmente fazer pacotes fechados assim podem ser bem caros. Na Europa é bom que dá pra fazer bastante turismo sozinho, então se você se entender bem com mapa, é tranquilo se comunicar em restaurantes e hotéis por lá. E assim você fica mais livre para visitar o que quiser e no tempo que quiser. 

  • Obrigad@! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Claudinei Zdanski fazer uma viagem pela CVC ou qualquer agencia de viagens é apenas pra quem quer pegar tudo pronto e "mastigado e consequentemente os altos valores é o preço que se paga por tudo isso.  Há uma série de dúvidas que podem pairar sua cabeça como: Será uma viagem engessada? SIM! Poderia fazer o mesmo trajeto por conta propria pagando menos? SIM! 

Aqui no fórum vc nao vai encontrar ninguem ti encorajando a fazer o tour com a CVC, aqui todos são viajantes independentes que criam seus proprios roteiros e viajam por conta propria. Com um pouco de pesquisa, seja aqui no fórum ou na net, voce ira encontrar muitas sugestoes de roteiros e dicas diversas e consequentemente poderá montar seu proprio roteiro, visitando onde desejar e ficando quanto tempo quiser, muito diferente de uma viagem pela CVC na qual vc tem datas definidas, tempos ja estipulados para cada lugar e tudo tem que seguir rigorosamente um roteiro pre definido.

Com o tempo disponivel seria mais proveitoso vc ficar em um unico país, assim poderia viajar mais devagar, conhecer melhor cada canto visitado e ir em mais lugares. Dividindo o tempo em dois países vc tera que fazer uma viagem mais rapida e "perderá" mais tempo fazendo deslocamentos.

Sobre a questao do aluguel do carro vc tem que pensar tambem na questao do estacionamento, terá que se preocupar onde deixar o carro e o custo pra isso, em cidade grandes poderá ter problemas quanto ã questao do estacionamento, sem falar com o tempo perdido no transito. É preciso entao colocar no papelo o custo beneficio de se alugar ou nao um carro. 

Alugar o carro em uma cidade e devolver em outra pode ser possivel porem será bem mais caro, devolver em outro país entao se for possivel sera muito mais caro ainda, acho que nao valha a pena algo assim. 

Nao deixe que a dificuldade no idioma seja uma barreira intransponivel, se vc ao menos ja tem uma noçao do ingles poderá se virar tranquilamente no dia a dia. Na minha opiniao vc pode aproveitar mais e gastar muito menos fazendo a viagem por conta propria, sem depender de uma CVC que vai lhe arrancar o couro.

Boa sorte!

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá, vocês estão com um orçamento muuuuito bom. Minha recomendação é, não vá com este pacote. Não que eu seja radicalmente contra operadoras de turismo, mas é que em muitos casos elas cobram muito mais caro por algo simples.

Você está muito preocupado com a questão de comunicação, eu relaxaria em relação a isso, tudo se resolve com algumas palavras, tirando eventos pontuais, em todos os países da Europa você consegue se virar bem sem falar inglês.

Eu ficaria em cidades grandes como base e faria passeios de 1 dia de trem ou ônibus. Alugar carro é muito bom e barato para conhecer o interior, nas grandes cidades é péssimo. Devolver em outro país custa caro, mas é possível. 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
16 horas atrás, Claudinei Zdanski disse:

40 mil com passeios,

Amigo se estiver disposto a investir essa grana, da para passar mais de 30 dias se não colocar  muitas cidades caras no roteiro.

Passando para um padrão médio, hospedando-se em hotel, construindo um roteiro sem deslocamentos mirabolantes, fazendo duas refeições em restaurante, visitando as atrações, bebida alcoólica moderada.... um casal fica confortavelmente em torno de 20 dias e arrisco a dizer que sobra dinheiro ai. Estourando que as passagens de ida e volta fiquem R$ 6.000,00. Te sobram em torno de 7.400,00 euros ...e isso é uma bela grana

Para tomar por base 2018 fiz 10 dias entre Paris e Bélgica com minha namorada, estiquei sozinho mais uns 09 dias para Amsterdam e Berlin (nossas hospedagens e deslocamentos ja estavam pagos)... Gastamos na faixa de 2.000 euros, talvez um pouco menos... isso pagando alimentação e passeios, taxi, UBER, balada... alguns UBER's ficaram no cartão de credito...

Eu acho que um Inglês faz toda diferença: Já fui falando próximo a zero (rs) e já fui quase fluente... são experiencias completamente diferentes. Mas, se falar fosse um empecilho para viajar os mudos não sobreviveriam, não é mesmo? Vão rolar perrengues... mas voce sobrevive...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Claudinei Zdanski

Vá por sua conta, monte seu próprio roteiro, existem milhões de tipos de roteiros, veja o que mais te interessa. Esqueça isso do Inglês, é como o Rafael falou, são experiências diferentes, mas não que não consiga sobreviver, eu falo pouco mas sobrevivi. Estou aprimorando, mais isso leva tempo até ser fluente, diria que estou bem longe ainda, e esta ano, em maio estarei pelo velho continente de novo com minha esposa, que começou a estudar inglês agora.  

Pelo que percebi, você montou o roteiro com base no idioma, se eu fosse você faria o roteiro básico:

LISBOA, PARIS (isso você consegue com stopover pela TAP), BARCELONA, e volta por ROMA (opção múltiplos destinos).

Coloque 5 dias pra cada e seja feliz! Caso tenha menos dias, tire alguma delas. Mas o ideal é pelo menos 4 noites liquidas nestes destinos.

Agora isso que falou de comprar carro 0km, esquece !!! O nosso melhor investimento é viajar. 

Mas com a grana que você tem disponível, da pra usar metade na viagem e metade de entrada num carro. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não deixa que o perrengue da língua te prenda a um pacote extorsivo.   

Além disso, prefiro mil vezes ter dificuldades de comunicação do que ficar preso e não poder fazer o que eu quero.  Mas isso vai de cada um.

Se você conhece o básico de inglês,  já se vira bem na Europa toda.  Se não conhece, pesquise e estude um pouco sobre o básico que você precisa saber para viagens.  Não é complicado, vai por mim.

Pesquisar os roteiros e seguir os passos de quem já fez o que você pretende fazer também é um bom caminho.  Muitas vezes você já pega tudo mastigado, minimizando a necessidade de tratar as coisas lá.

Sobre dirigir, depende do seu roteiro.  Eu só alugo carro ou moto quando é a melhor opção.  Na minha primeira viagem à Italia, cheguei por Roma, aluguei um carro no último dia na cidade e fui até Veneza, cortando toda a Toscana.  Foi maravilhoso.  Mas isso foi planejado com antecedência, a entrega fechada com a locadora no aeroporto de Veneza, pesquisei hotéis com garagem, vi que em cidades menores (medievais) os carros ficam fora da cidade... enfim, tudo é pesquisa e planejamento.

Tem gente que gosta de fazer, que já curte essa etapa como uma das partes da viagem, mas tem gente que não gosta.

Nada de errado com nenhum dos tipos.  Apenas, leia bastante e descubra que tipo de viajante você é e seja feliz!!

Boa trip!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 19/02/2019 em 21:12, Uma Volta e Meia disse:

Oi Claudinei,
 

Realmente fazer pacotes fechados assim podem ser bem caros. Na Europa é bom que dá pra fazer bastante turismo sozinho, então se você se entender bem com mapa, é tranquilo se comunicar em restaurantes e hotéis por lá. E assim você fica mais livre para visitar o que quiser e no tempo que quiser. 

Obrigado amigos, já estou mais confiante em aventurar-me por conta própria......

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Obrigado amigos, já estou mais confiante em aventurar-me por conta própria......

P.S: Não pretendo gastar 40 mil não, nem comprar carro popular, foi só um comparativo entre os valores....ahahah

Como o aéreo fica entre 7 e 8 mil, mais uns 700 de seguro viagem, se vcs acham que um casal passa tranquilo com cerca de mil reais de despesa por dia, acho que 15 dias por conta própria vai fechar uns 20/25 mil reais, já é bem menos do que os 40 mil indo por operadora. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

É isso aí. Se tiver um tempinho, siga as pesquisas e crie seu próprio roteiro. Verá que, além de poder personalizar como quiser, escolher os pontos de interesse e tempo dedicado a cada um deles, sentirá um certo "orgulho" e até uma sensação de liberdade por ter ido por conta.

Reforçando o que já foi dito, nada impede de que opte pela opção "mais fácil" de comprar um roteiro em agência de viagens. Mas, como veio num forum de viajantes e mochileiros, pode ter certeza que os que aqui frequentam é porque pensam em fazer algo por conta e, justamente por isso, encontrará vários tópicos com dicas e informações para te auxiliar na viagem.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Peça ajuda, compartilhe informações, ajude outros viajantes e encontre companheiros de viagem!
    Faça parte da nossa comunidade! 



×
×
  • Criar Novo...