Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Peça ajuda, compartilhe informações, ajude outros viajantes e encontre companheiros de viagem!
    Faça parte da nossa comunidade! 

Leo Macedo

Ir morar no Uruguai sem nada, só coragem

Posts Recomendados

Boa noite pessoal, eu e minha esposa estamos pensando em ir pro Uruguai, somos de Curitiba, queremos dar um tempo da rotina e de viver aqui, pensamos em ir sem nada mesmo só a passagem de ida, e la vender brigadeiro na rua ou algo mais pra conseguir viver, alguém tem dicas e sugestões pra gente do que fazer ? Será que é muita loucura kkk

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Você já tentou se informar ou pesquisar se os uruguaios sabem o que é o tal "brigadeiro" e se comprariam eles? Será que não achariam aquilo um negócio meio esquisito e quase ninguém compre?

Ou seja, nem tudo o que funciona no Brasil funciona em outros países, tem que ver a cultura e os costumes do país, para ver se o seu produto teria saída, ou se seria um produto "exótico" que quase ninguém conhece e só os mais "curiosos" compram.

Tente descobrir o que os uruguaios gostam e o que eles costuma comprar na rua, você tem que vender algo que as pessoas tenham costume de comprar na rua, e não chegar lá com um produto que talvez eles não tenham costume de comprar na rua.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Uma outra questão a se pensar numa aventura destas, é se você tem um plano B, uma reserva de emergência, ou alguém que possa lhe ajudar quando a coisa realmente apertar e ficar complicada.

Uma vida destas não é um mar de rosas como muitas pessoas pintam ou sonham, já pensou que vocês podem não conseguir vender os seus produtos em alguns dias e não conseguir dinheiro para pagar um teto para dormir ou para comprar comida?

Vocês estariam dispostos a dormir na rua ou então ir mendigar uns trocados no sinal ou um prato de comida na porta de um restaurante caso não consigam dinheiro?

Quando a minha família tinha uma pousada/camping em Foz do Iguaçu, quase toda semana chegava algum mochileiro lá que estava rodando o mundo sem dinheiro, a maioria chegava todo sujo, maltrapilho, implorando por um lugar para dormir ou um prato de comida.

Toda noite as marquises dos prédios ficam cheios de gente que quis largar a rotina e viver o livre e sem compromisso, muito poucos conseguem ser bem sucedidos, a maioria não aguenta as dificuldades de uma vida destas e acaba na sarjeta, sucumbindo as drogas ou atos ilícitos.

Nas cadeias brasileiras bolivianas, colombianas, asiáticas e europeias também há uma quantidade enorme de gente que quis largar a rotina e viajar por ai sem compromisso, mas você precisa arranjar dinheiro para pagar por tudo isto se não quiser viver mendigando na rua, e muita gente acaba se envolvendo com o tráfico e virando mulas de drogas para arrumar um dinheiro fácil e rápido, e acaba terminando a vida numa cadeia.

Vocês estariam dispostos a se sujeitar a isto caso o dinheiro de vocês acabe e não consigam vender as mercadorias? Tem alguma reserva de dinheiro para emergência? Ou tem alguém a quem possam recorrer e pedir dinheiro caso a coisa fique feia?

Vocês tem uma cabeça boa a ponto de não entrar em desespero e sucumbir quando as dificuldades começarem a aparecer, se entregando a atos ilícitos ou as drogas?

Isto somente vocês podem responder, se a resposta for sim para a maioria das questão, vá se jogue, mas se a resposta for não para muitas, pense num outro plano de ir morar fora, que lhe garanta o sustento enquanto estiver fora, sem entrar em atividades ilícitas.

  • Gostei! 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, poiuy disse:

Uma outra questão a se pensar numa aventura destas, é se você tem um plano B ou alguém que possa lhe ajudar quando a coisa realmente apertar e ficar complicada.

Uma vida destas não é um mar de rosas como muitas pessoas pintam ou sonham, já pensou que vocês podem não conseguir vender os seus produtos em alguns dias e não conseguir dinheiro para pagar um teto para dormir ou para comprar comida?

Vocês estariam dispostos a dormir na rua ou então ir mendigar uns trocados no sinal ou um prato de comida na porta de um restaurante caso não consigam dinheiro?

Quando a minha família tinha uma pousada/camping em Foz do Iguaçu, quase toda semana chegava algum mochileiros lá que estava rodando o mundo sem dinheiro, a maioria chegava todo sujo, maltrapilho, implorando por um lugar para dormir ou um prato de comida.

Toda noite as marquises dos prédios ficam cheios de gente que quis largar a rotina e viver o livre e sem compromisso, muito poucos conseguem ser bem sucedidos, a maioria não aguenta as dificuldades de uma vida destas e acaba na sarjeta, sucumbindo as drogas ou atos ilícitos.

Vocês estariam dispostos a se sujeitar a isto caso o dinheiro de vocês acabe e não consigam vender as mercadorias? Ou tem alguém a quem possam recorrer e pedir dinheiro caso a coisa fique feia?

Vocês tem uma cabeça boa a ponto de não entrar em desespero e sucumbir quando as dificuldades começarem a aparecer, se entregando a atos ilícitos ou as drogas?

Isto somente vocês podem responder, se a resposta for sim para a maioria das questão, vá se jogue, mas se a resposta for não para muitas, pense num outro plano de ir morar fora, que lhe garanta o sustento enquanto estiver fora, sem entrar em atividades ilícitas.

tem aparecido muita gente com esse perfil por aqui e em outros grupos de mochileiros que eu frequento.
não vejo vantagem - minha opinião - nenhuma em ser andarilho ou sem teto nem no brasil, imagina em outro país, com outra língua, outro clima, outros costumes, sem uma rede de proteção pro caso de tudo dar errado (família, amigos, ex-colegas de trabalho).
ficar doente sem ter nem onde morar é complicado, vender coisas na rua é complicado, ser imigrante é complicado. pode parecer glamouroso - muitos usam a ideia de "ser nômade" - mas na minha opinião (novamente) não é nada prazeroso ser "mochileiro" assim, sem poder nem viajar dentro do país porque não tem dinheiro, ou não poder ver uma exposição/assistir um show/comer em um lugar que não seja só pra sobreviver.
enfim, desejo sorte se é isso mesmo que quer, mas pense bem em outras possibilidades antes de abandonar tudo e se aventurar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não vá sem nada, planeje antes de ir.

Planejamento faz as coisas darem certo, mesmo que seja para vender algo na rua, tenha planejamento. Faça pesquisas de como é la e etc;

 boa sorte.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Contando tb que o Uruguai é um dos países mais caros pra se viver na America do Sul. Muitos setores são dolarizados, muitos insumos importados e aluguel e alimentação são acima da média.

Não vá sem planejamento, junte um colchão de segurança para possiveis dificuldades.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Acho ideal visitar o país primeiro.. entender como eles vivem e depois tirar a conclusão se vale ou não a pena. 

E seguir o que os colegas comentaram aqui no tópico. 

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Obrigado pelas dicas pessoal, acho que me expressei meio mal, o objetivo não é viver assim sempre, ir sem nada pois não temos muito dinheiro mas pra uma emergência sim, o objetivo seria tentar morar lá mesmo conseguir um emprego tudo legalmente, mas de início enquanto não tivesse se virar como desse, ou argentina por ser próximo daqui

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
20 horas atrás, Leo Macedo disse:

Boa noite pessoal, eu e minha esposa estamos pensando em ir pro Uruguai, somos de Curitiba, queremos dar um tempo da rotina e de viver aqui, pensamos em ir sem nada mesmo só a passagem de ida

Uma coisa que precisa se perguntar é o que vai acontecer ou o que irão fazer de diferente na vida de vocês que a vida a dois, seja no Uruguai ou na Argentina ou em qualquer lugar do mundo, vai ser melhor lá do que a vida de vocês aqui? Que "rotina" ruim vocês acreditam que tem aqui que não terão lá sem recursos?

Não querendo desanimar ninguém aqui, mas o que vejo é muita gente se iludir achando que ao atravessar a fronteira de saída do país vira empreendedor, com expertise em determinado assunto que não entende aqui. Não que não possa aprender ou dar certo, mas é como falaram acima, se é difícil aqui, imagina em um lugar que você não tem conhecimento dos hábitos do consumidor...

20 horas atrás, Leo Macedo disse:

alguém tem dicas e sugestões pra gente do que fazer ?

Se estruture... Se sua meta é vender brigadeiro (ou qualquer outra coisa), busque vender aqui... aperfeiçoe sua receita aqui...  junte recursos e experiencia aqui .... depois que você entender que seu bairro ficou "pequeno", que as pessoas vêem valor no seu produto, aí sim é a hora de se arriscar mais...

Essa é a minha dica para vocês dois.

Um grande abraço e boa sorte em seu caminho!

 

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...