Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Posts Recomendados

Ola pessoal tudo bom, eu to para entrar de ferias e queria viajar aqui no Brasil mesmo. Tenho uma ideia de algumas rotas, Região sul, Sudeste(Sp no caso) e Nordeste por ultimo se rolar, como ja disse estou para entrar de férias mas não sei muito bem como, começar ou fazer? quais dicas de rotas, locais, hoteis baratos ou campo se for seguro essas coisas?

viajante.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

A parte inicial é anotar os pontos de interesse. Não existe uma fórmula de viagem para seguir, cada pessoa tem seu gosto pessoal, então é bem complicado dizer os locais para ir. O Brasil é gigante, então é muito subjetivo pra onde ir sem saber do que gosta, ainda mais fazer uma rota e dizer sobre hotéis baratos dentre 10.mil disponíveis no Brasil.

Então, quais cidades você viu que seria interessante viajar? Comece a anotar sem se preocupar se é possível ou não, depois você vê isso.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Já que vc é "iniciante" nesse aspecto, por que não começar com algo mais "light" para ir pegando o pique de como é ficar longe de casa? Tipo, focar em apenas um destino ou um estado, ao invés de pensar em várias regiões de uma vez? Dependendo dos estados, existem diferenças logísticas que podem complicar seu estilo de viagem (que por sinal precisa ser claro, vc vai de carro, de avião, de ônibus, como?)

Primeiro de tudo, decida um ponto de partida, pensa no local que vc mais quer visitar aqui dentro do país. Tipo "ah, quero conhecer floripa, vi as fotos e achei massa", ou "sempre tive curiosidade de visitar a serra gaúcha!". Veja qual estado ou capital (geralmente o ponto de partida de uma viagem de férias é uma capital, por ser um porto seguro, de onde vc vai decidir por onde vai andar) lhe interessa de cara. A partir daí começa ir pesquisando, nesse site mesmo, informação não vai faltar sobre o Brasil quase todo. No google afora sites e blogs com infos sobre as atrações de um estado não faltam. O tripadvisor é um deles, me ajudou bastante em algumas ocasiões. 

Google também te dá uma ajuda, caso vc pesquise "o que fazer em lugar tal", e já fica um filtro disponível com as principais atrações. O google maps também ajuda bastante (a nível local) caso vc queira saber que atrações, hoteis ou afins ficam nas cidades. 

E por fim, sondar isso num roteiro, de acordo com quanto vc pretende (e pode) gastar, e os dias que pretende investir nisso. Aì vai exigir uma planilha, pesquisa em sites de transportes, sites de hospedagens (recomendam bastante o Airbnb, embora eu use bastante o booking), enfim. Penso que é mais gratificante vc montar seu roteiro por conta própria e ir se baseando no que os outros viajantes acharam dos locais.

 

Um mês inteiro viajando, para quem não está acostumado, eu penso que é muito, metade de um mês é possível, até pq vai depender de quanto dinheiro vc está podendo investir com os custos diários, mais seu estilo de viagem. São coisas pessoais que não podemos dar uma luz, sabe.... Mas na minha opinião pessoal, se dedicando a um estado em particular, conhecendo a capital, e umas 3 ou 4 cidades boas, e passando dois, três dias em cada uma para devorar bem as atrações e não ficar "correndo para ver tudo" é um roteiro bem confortável. Uma capital pode te prender por dias, dependendo de quantas atrações ela possui, por exemplo. 

A partir daí vc vai ousando nas próximas viagens. Preparando roteiros para mais de um estado, e várias semanas. 

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por Jv21Games
      Olá, quero passar pela fronteira uruguaia, de carro alugado, porem vou apenas de visita, vou entrar pelo chui e pretendo sair pela barra del chuy, dando uma parada no parque aquático. Sabe se vou precisar do seguro carta verde? De que documentos eu preciso? Alguém sabe responder? Grato, João.
    • Por Gleiseane Martins
      A viagem para São Thomé das letras eu fiz com o grupo de trilha que faço parte aqui no Rio de Janeiro o grupo "Tô na trilha".
      Saímos do Rio de janeiro ás 21:30 da sexta feira dia 13/12/2019 em um micro-ônibus, chegamos em São Thomé das Letras no sábado ás 06:30 da manhã, após 9 horas de viagem duas paradas para esticar as pernas, ir ao banheiro e beliscar alguma coisa. Ao chegar em São Thomé das Letras estacionamos o micro-ônibus bem em frente a Pousa Mirante das Pedras local que nos hospedaria neste dois dias a pousada é bem aconchegante com uma decoração rustica, quartos amplos e banheiro privativo nos quartos além de serviço um ótimo café da manhã 👏👏. O grupo se acomodou nos quartos compartilhados e seções de fotos na praça que fica em frente a pousa, local que fica localizado a igreja de Pedra, café da manhã 😋 e rua, partiu explorar São Thomé das Letras. O grupo contratou um guia local que nos levou nos pontos turísticos da cidade, 1º para foi a gruta e cachoeiras do Sobradinho mais uma piscina de águas naturais maravilhosa a entrada no espaço custa R$30,00. Fomos almoçar no restaurante cachoeira buffet liberado no valor de R$25,00, achei lindinho o espaço das redes para descansar depois do almoço e o restaurante ainda presentou cada pessoa do grupo com um garrafa média de cachaça mineira. No Período da tarde fomos na cachoeira Véu da Noiva e ver o por do Sol na Pirâmide, a noite foi livre e eu fui em uma hamburgueria e experimentei o hambúrguer de cevada artesanal... não curti muito. 
      No domingo, acordei cedo e uma parte do grupo foi tentar ver o nascer do sol mas a tentativa foi frustrada pois o céu estava cheio de nuvens então ficamos em uma seção de fotos até a Pedra da Bruxa, voltamos a pousada para tomar café e mais uma vez o guia local nos levou no ônibus para os atrativos começando com a Ladeira do Amendoim, Pedreira, Vale das Borboletas e fizemos uma trilha de 40 minutos para ter acesso a Cachoeira Garganta do Diabo. O almoço foi na Fazenda Boa vista, buffet liberado no valor de R$25,00 ainda tem um espaço de piscina maravilhoso. Ás 15h voltamos a pousada e arrumar as coisas para retorno ao Rio de Janeiro as 16h.
      Pode ver imagens e vídeos dessa viagem e de outras no meu canal do youtube Conhecer desfrutar e ser feliz.
       
    • Por Guia Claudia Lucia
      Beleza pessoal? Passando só para deixar contatos. Somos um grupo de trilhas no RJ, sempre haverá companhia para trilhar. Quando passar pelo RJ da uma olhadinha na nossa agenda, trilhas de segunda a segunda por R$25.
      AGENDA em nossas redes sociais
      No rodapé do site: partiunatureza.com
      Na aba eventos do Facebook:
      https://facebook.com/partiunatureza
      Nos destaques do Instagram:
      https://Instagram.com/trilhaspartiunatureza
       

    • Por isaribeiro
      Olá Mochileiros!
      Hoje vim relatar um pouco sobre minha viagem para Ilha Grande, que fica na cidade de Angra dos Reis, no Rio! Angra pra mim sempre foi sinônimo de luxo e riqueza e depois de trabalhar o ano todo, decidi separar um pouco mais de dinheiro e conhecer essa ilha. Como essa viagem aconteceu em agosto e minha memória não está tão fresca para preços exatos, vou tentar ao máximo resumir a experiência e dar dicas de como economizar e aproveitar esse paraíso.

                     
      RESUMÃO
      A ILHA – impressões, como chegar, onde ficar, onde comer, o que fazer e passeios.
       • Impressões e como chegar
      Bem, como o nome diz, Ilha Grande é uma ilha e nela só se chega por barco. Há diversas opções, mas decidimos contratar um serviço de transfer ida e volta que nos pegaria no Aeroporto do Galeão e nos deixaria em nosso hotel no Rio na volta. O valor do serviço incluindo transfer terrestre e marítimo com lancha rápida ida e volta custou R$210 reais por pessoa, com a empresa Transfer Ilha Grande que recomendo demais, o serviço foi muito bem prestado.
      Opções mais baratas para chegar na Ilha vindo do Rio é pegar carona/um ônibus na rodoviária até a cidade de Conceição de Jacareí e de lá comprar o ticket de barca para Abraão por 35,00.
      Em ilha grande existem 3 cidades para hospedagem: Abraão, Palmas, Araçatiba e Aventureiro (sendo que esse ultimo só se chega de barco saindo de Angra dos reis). Nossa escolha foi Abraão por ser a maior e principal. Logo no desembarque já sabíamos que a viagem valeria a pena, o lugar é paradisíaco. Não tenho palavras para descrever a beleza do lugar, uma vila simples, pequena, onde o comércio fecha de 13:00 – 17:00, rodeado por uma mata atlântica viva. O dress code é chinelo ou pé no chão, mas não esqueça de incluir um casaco e tênis na sua mochila.
       
      • Onde ficar
      Sobre as hospedagens em Abrãao... Precisa ser levado em consideração que a Ilha é um lugar bem simples, originalmente era uma vila de pescadores e tudo precisa chegar de barco. É uma logística meio complicada que também influencia na inflação dos preços. Estivemos na Ilha em agosto, baixa temporada para o Brasil, mas férias na Europa e consequentemente os valores não estavam tão baratos, pois a Ilha lota de Europeus nesse mês, fomos descobrir isso por lá. Estávamos em casal, não queríamos ficar em camping, nem quarto compartilhado, o ideal era uma pousada com cama confortável e chuveiro quente. As diárias variam muito, escolhemos a pousada Horizonte dos Borbas pelo custo benefício e ótima localização. Foram 6 diárias e o valor total ficou em R$ 877,50 com café da manhã incluso. Recomendo esse lugar, foi um bom achado. Opção mais barata para Ilha Grande é camping e hostel. Recomendo bastante o Che Lagarto. DICA MOCHILEIRA: acampar em Ilha Grande é um prato cheio. Caso decida por essa opção, não deixe de acampar em Parnaioca ou Aventureiro.  
       
      • Onde comer
      Comer em Ilha Grande é absurdamente caro. Não tem meio termo, ou você cozinha no hostel/camping ou gasta, no mínimo, 40 reais em um prato. Até no mercado as coisas são muito caras, e olha que sou de Brasília onde preços altos normalmente não assustam, o que me deixou meio indignada. Uma água de 5 litros custa 10,00. Se você for ficar hospedado em pousada/hotel, recomendo separar pelo menos 100 reais por dia para alimentação entre almoço e janta, contando que sua hospedagem tem café da manhã. Sim, não é exagero.
      O preço é caro, mas a comida é boa. Recomendo os seguintes lugares:
      - Café do Mar Bar e Restaurante
      - Lonier Garoupas
      - Pizzaria Fornilha
      - Ateliê Cafeteria
      - Creperia Tropicana
       
      • Passeios e o que fazer
      A Ilha é dividida entre trilhas que levam até algumas praias e passeios que você faz apenas com barco. As trilhas são perfeitamente demarcadas, não sendo necessário guia apenas disposição. Contratamos todos os passeios com a empresa LIG – Lanchas Ilha Grande. Os passeios saem diariamente de Abraão, não compramos nada com antecedência, porém alguns passeios são determinados pela maré, então recomendo ir atrás dos passeios logo na chegada para garantir. Fizemos os seguintes passeios em nossa estadia por lá:
      - Ilhas Paradisíacas (R$ 90,00)
      - Volta a Ilha (R$110,00)
      - Meia Volta (R$80,00)
      - Lopes Mendes (independente)
      - Trilha até praia de Abraãozinho (independente)
       
      Vou detalhar cada passeio a seguir:
       


×
×
  • Criar Novo...