Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

  • 0

Entrar no país só com passagem de ida


Ir para solução Solucionado por poiuy ,

Pergunta

  • Membros

Estou a fazer um plano com amigos de voar para os Estados Unidos e, de lá, comprar uma passagem para o Canadá e em seguida Europa. 

Seria possível seguir esse mochilão dentre os países apresentando só a passagem de ida na imigração? Com tudo legalizado e com visto, é claro.

Link para o post
Compartilhar em outros sites

9 respostass a esta questão

Posts Recomendados

  • 0
  • Membros
  • Solução

Como o Davi já comentou, a primeira coisa que a imigração costuma perguntar é a data que você vai embora do país, e geralmente eles pedem para você apresentar o comprovante da passagem para provar isto.

Ou seja, ao entrar no país, uma das coisas que a imigração quer se certificar é que você você vai ir embora de lá dentro dos prazos, não importa para onde você vá depois, desde que seja indo embora, não precisa ser necessariamente de volta para o Brasil, pode ser para um terceiro país. 

Então ir com uma passagem só de ida, sem uma passagem indo embora, costuma dar problema em praticamente todos os casos.

Para não ter problemas, ao entrar no EUA, você já teria que ter uma passagem comprada para o Canadá, e ao entrar no Canadá, você já teria que ter uma passagem comprada para a Europa, e ao entrar na Europa, você já teria que ter uma passagem comprada indo embora da Europa, e assim por diante...

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • 0
  • Membros
1 hora atrás, FCRO disse:

@lobo_solitário de verdade nunca ouvi falar de um caso que a pessoa cumprindo todos os requisitos ela ser impedida de deixar o país

O grande problema de passagem só de ida é justamente na chegada ao destino

A cia aerea no momento do checkin é responsavel por verificar se o passageiro cumpre todos os requisitos para entrar no país de destino (visto, vacina, passagem de volta, etc), caso a cia nao verifique isso e o passageiro nao seja admitido no destino a cia aerea é resposavel por leva-lo de volta ao pais de origem visto que a responsabilidade de verificaçao era dela.

Realmente pode acontecer de voce fazer uma viagem internacional e a pessoa do checkin nao ti pedir isso, mas com certeza será por falta de atençao dele. Eu ja fiz uma rtw e cansei de passar por isso, de ter que mostrar a passagem de saida do pais de destino na hora do checkin. Quando sai do Brasil eu ja tinha comprado os trechos BRA - NZ - AUS, aqui no Brasil tive que mostrar a passagem de saida da NZ. Quando eu estava embarcando para a AUS eu nao tinha uma passagem de saida de lá, apesar de saber que ja iria para a Indonésia depois. No momento do checkin o cara me barrou e eu tive que comprar uma passagem pro outro país nas pressas.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0
  • Membros
2 horas atrás, FCRO disse:

@lobo_solitário de verdade nunca ouvi falar de um caso que a pessoa cumprindo todos os requisitos ela ser impedida de deixar o país

O grande problema de passagem só de ida é justamente na chegada ao destino

Na ultima vez que eu estive no Brasil, ao fazer check-in na Ibéria, no guichê ao lado tinha um passageiro só com passagem de ida, ele estava tentando argumentar com o funcionário para permitir o embarque, mas o funcionário contra-argumentava de que eram regras da empresa não permitir o embarque sem que a pessoa comprovasse que tinha passagens indo embora da Europa dentro do prazo, e que sem passagens de volta ou indo embora, ele muito provavelmente seria barrado na entrada na Espanha, e ai Ibéria teria que trazer ele de volta, as custas da Ibéria...

Eu fiz o meu check-in, fui comer algo na praça de alimentação, fui no banheiro, e uns 30 ou 40 minutos depois, quando fui entrar na área de embarque, passei na frente dos guichês da ibéria novamente, e o passageiro ainda estava lá argumentando, lembro bem dele por que ele usava uma camisa bem chamativa.

Não sei como a história terminou, mas eu não lembro de ter visto ele no avião, e nem no desembarque em Madrid...

 

Pessoalmente eu já viajei várias vezes do Brasil para a Europa  com ida e volta compradas separado, em empresas diferentes, algumas vezes não questionaram nada no embarque, mas também teve algumas vezes onde questionaram sim, e pediram para ver a passagem de volta.

Ou seja, a maioria das companhias aérea possui sim esta politica, mas algumas vezes acredito que devido a correria o funcionário acabe não percebendo isto e passando batido...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0
  • Membros de Honra

Olha, eu já entrei em alguns paises sem passagem de saída, inclusive na Europa, e em imigrações consideradas complicadas, como Inglaterra e Espanha. Na ida pra Inglaterra quase fui barrada no check in mesmo da Latam no Galeão. Tive que dar muita explicação mas consegui passar.

Agora Estados Unidos e Canadá são países onde não é comum sair por terra, então eu diria que a chance de você entrar sem passagem de saída é próximo de zero. Eu não arriscaria. Acho que você não sai nem do aeroporto do Brasil se não tiver a passagem de saída.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0
  • Membros

Por falar em entrar/sair por terra dos EUA ou Canada, a menos que tenha mudado no último ano, o Visto-Eletrônico do Canadá que se faz pela internet, só permite entrada por avião, para entrar no Canadá por via terrestre vindo dos EUA, precisa de um visto diferente, que era emitido presencialmente no consulado Canadense em SP ou Brasilia...

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0
  • Membros

Minha última ida aos EUA foi apenas com passagem de ida. GIG x IAH pela United e não me pediram nada aqui nem lá na imigração. Passagem foi emitida por milhas, não sei se isso pesa na Cia aérea de não falarem na volta.

Como meu irmão mora lá, eu fui preparado em caso de pedirem para ver a passagem de volta na imigração, dizer a verdade que passaria um tempo com eles(ele e a família) e depois emitiria a volta  quando tivesse com bom preço. Claro que dentro do período de 6 meses permitidos.

Minha experiência foi essa, mas sei que tem um risco e não é muito recomendável se você tem um bom fundamento.

 

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
×
×
  • Criar Novo...