Ir para conteúdo

Atins


Posts Recomendados

  • Respostas 78
  • Criado
  • Última resposta

Usuários Mais Ativos no Tópico

Usuários Mais Ativos no Tópico

  • Membros de Honra

Oi,

 

no meu relato (link na assinatura) tem mais informacoes.

dá p/ ir e retornar no mesmo dia sim, mas fica muito corrido e muito caro, pois vai ter q reservar tudo privativo, por causa dos horarios.

lancha privativa de Barririnhas a Atins, depois uma Toyota de Atins até Canto de Atins onde tem o Rest. da Luzia.

Nao compensa, pois nao vai dar p/ passer, nem ver nada. Não vale o trampo todo se for só p/ comer o camarão.

não dá p/ ir com a voadeira do passeio pelo Rio Preguiças, pois ela vai parando no meio do caminho e chega em Caburé quase na hora do almoço. Depois vc ainda tem q ir até a Atins (d barco p/ cruzar o rio) e depois até o Canto de Atins, onde fica o restaurante.

Link para o comentário
  • 1 mês depois...
  • Membros

Desculpe a minha resposita que demora tanta !!! mas agora que o viagem passou por virar saudades real, eu devo escrever o que eu fisse. Por lembrança eu estou um francès indelicato que não apprendeu o portuguès (portanto casado com uma brasileira)!!! Eu viagei com minha esposa e minha filha (5 anos) sem carros. Nos fomos de Manaus para São Luis de avião. Do aeroporto, nos fomos diretamente na rodoviara e pegamos um omnibus até Barreirinhas chegando là de noite. Passamos uma noite dentro uma pousada que eu encontrei aqui (mas não me lembro mais do nome : é uma senhora qui se cuida da casa e dentro do centro da cidade).

O primeiro erro foi de pegar a barca de linie : é muito lento e não vale a pena ; a unica coisa interessante é que vocé posse encontrar a gente (turistas) que vocé vai ver depois em Atins !!!

Nos ficemos em Atins na Pousada do Irmão 5 dias. Atins é realmente por gente que não gosto (com eu) de ficar com turistas chatas uma terra ideal sem macadam. Là tem 2 restaurantes e (2 pousadas?). Là não tem industria turistica.

Atins foi meu melhor lembrança dessa viagem. A proximidade dos Lençois, das praias é ideal. A contrario, não tem muito coisa para fazer com uma gracinha de filha, mas se vocé gostou de cavalo, tem muita roda para ver.

Eu acho que algumas propriedades vão se mudar em pousada até proximo. No final da aldeia, tinhava construção nova e o proprietario era francès (não foi eu!!). ::lol4::

 

Vocé posse ver algumas fotos que eu fisse aqui :

Link para o comentário
  • 2 meses depois...
  • Membros

Amigos apreciadores de Atins , boa noite.

Meu filho e eu estivemos nos Lençóis Maranhenses duas vezes, sendo que na última esticamos até Atins, por Barreirinhas.

Nossa, foi a melhor esticada da minha vida até hoje! Sofremos pra chegar, primeiro porque não havia transporte regular aos domingos (e era, mas felizmente um funcionário de pousada conseguiu pra nós uma toyota de linha, extra!), segundo porque por terra (ou água? rsrsrs...) sacode demais e a gente corre o risco de atolar (ou naufragar) e precisar de resgate, dependendo da época (nas duas vezes fomos em época de pouca chuva, terceiro trimestre do ano).

Até 2009 havia poucas opções de pousada, ficamos na Filhos do Vento: arrumadinha, café da manhã simples, perto da foz do Rio Preguiças, donos simpáticos e atenciosos, mas os pernilongos e os ventiladores vagarosos (energia muito oscilante) nos incomodaram bastante à noite.

Em um único dia, munidos de um quadricilco pilotado por um superhipermegashow de guia local, conseguimos fazer excelentes passeios, desde a manhã até o anoitecer: 2 lagoas, cachoeira do bonzinho, canto da Luzia e camarão do Antonio, praia, igarapé, restaurante do Pedro Bruno p/ combinar o jantar e pôr do Sol na foz do Preguiças, ufa! À noite, o superhipermegashow nos conduziu ao jantar, um delicioso e enorme filé de robalo grelhado.

No dia seguinte, pela manhã, a pé (sem o superhipermegashow, infelizmente), voltamos aos igarapés c/ amigos turistas. Antes, porém, fomos conhecer o Rancho do Buna, considerada a melhor pousada da região (e parecia ser mesmo!). Almoçamos comida simples, mas saborosa, na nossa pousada, arrumamos as malas e fomos embora p/ Barreirinhas pelo Preguiças, por lancha voadeira (com direito a uma parada pra banho em Caburé), que nos deixou no cais central da cidade, de onde subimos até a avenida principal e pegamos o ônibus de volta p/ São Luís.

Enfim, 2 dias e 2 noites em Atins nos renderam imagens e passeios maravilhosos, que jamais esqueceremos. E o superhipermegashow? Hoje somos + do que bons amigos kkk!

Link para o comentário
  • 1 ano depois...
  • Membros

Atins vale demais a pena, junto à Quiemada dos Britos, é a vila mais autêntica e gostosa dos lençois. Impressionante a sensação de um lugar ainda não descoberto pelo turismo compulsório. Tomara que permaneça assim. Além de chegar de Toyota ou d barco pelo Rio preguiças, é possível também contratar um guia e ir caminhando. São 15 km a partir da Lagoa do Peixe, em aproximadamente 5 horas de caminhada. Se não estiver com muito peso, é uma opção bacana pra, de fato, vivenciar algumas horas em meio às dunas. Mas deixe o passeio pro início da manhã ou pro final da tarde quando o sol não estiver muito quente e quanto mais gente for, obviamente, mais gente pra dividir a diária do guia que no meu caso ficou em 150 R$.

Ah, por falar em guia, vale a pena procurar o Marciel - o cara de jaca, é um dos guias mais famosos da região, gente boa pra caramba.

Link para o comentário
  • 2 meses depois...
  • Colaboradores

Pessoal,

farei FortalezaxSão Luis agora em maio e já está quase tudo programado, mas ainda tenho algumas dúvidas no trecho entre Tutóia e Atins. Vi que tem transporte regular deTutóia para Paulino neves, mas depois eu teria que ir até Barreirinhas pra chegar em Atins, pelo que entendi.

Não quero ir pra Barreirinhas, então estou pensando em fazer esse trecho entre Paulino Neves e Atins a pé, pela praia. Pelo que vi no Wikimapia deve dar uns 15km, mas gostaria de saber se é viável mesmo essa travessia, ou se tem algum trecho bloqueado. Alguém tem informações a respeito?

Agradeço desde já!

Link para o comentário
  • Membros de Honra

Ana, existe transporte regular de Tutoia p/ Paulino Neves e de Paulino Neves p/ Barreirinhas.

 

entre Paulino Neves e Caburé eu fiz d quadriciclo, mas estava no sentido inverso e em Caburé ficava o pessoal c/ quadriciclo p/ fazer o passeio. Era a opção + em conta na época. Fretar carro é complicado, pois é dificil encontrar c/ quem rachar. Tem q ser 4x4

Na saida da cidade tem um posto d gasolina, onde ficam pessoas p/ fazer transporte alternativo e o pessoal fica esperando carona. Lá poderá pegar algumas infos.

 

acredito q a pé vc fará o msm trecho q eu fiz d quadriciclo. Sairá da cidade até a praia e seguirá pela areia da praia até Caburé. Naõ tem obstaculos no caminho, morros, pedras, falésias. Acredito q nao tem perigo d ficar encurralada c/ a maré, pois se a maré subir, basta recuar e passar + por dentro. Eu nao lembro mto bem, mas se passei d quadriciclo e carregando mala, daria p/ passar a pé tb. Agora nao sei te dizer a distancia...

 

D Caburé vc pega um barco p/ atravessar o rio até Atins. Acho q nao dá p/ passar a pé, msm c/ maré baixa, pelo menos nao lembro d ninguem dizer q atravessou a pé...

 

eu coloquei alguns dados no meu relato. Fiz no sentido inverso, nao sei se te ajuda, mas tem alguns contatos lá.

Link para o comentário
  • Membros

Prezada Ana Christ,

Lendo sobre seu roteiro da viagem, posso te informar o seguinte:

1. Há transportes regulares entre Tutóia e Paulino Neves, através de veículo tipo "Toyota" adaptada para transporte de passageiro, ao custo médio de R$ 15,00, e demora cerca de 1 h de viagem; Não espere encontrar ônibus que sai de uma e vai para outra cidade.

2. Em Tutóia, há boa infraestrutura hoteleira e restaurantes para atender os turistas que pode ali passam. Já em Paulino Neves, não há muitas opções de hospedagem e alimentação;

3. Quanto a fazer o trecho entre Paulinho Neves e Atins (Atins é comunidade pertencente ao município de Barreirinhas) a pé, informou que a distância, ultrapassa pouco mais de 30 km. E não há infraestrutura de apoio nesse trecho (restaurante ou hotel, pousada). Você terá que viajar auto-suficente levando água e comida.

4. Você pode também fretar uma Toyota, em Tutóia ou Paulino Neves que a levará direto para Atins ou Caburé, (povoados de Barreirinhas), passando pelo Coração dos Lençóis Maranhenses. O custo de um frete para esse trajeto passa do R$ 400,00. Há algumas agências de turismo na cidade de Tutóia, que fazem pacotes de viagem, com grupos de turistas que poderá tornar a viagem mais barata.

5. Para se chegar em Atins, vindo de Paulino Neves, passa-se antes por Caburé. De Caburé, pega-se um barco que a atravessará para Atins, já que o rio Preguiça separas as duas comunidades;

6. Há com certa regularidade, partindo de Paulino Neves, algumas Toyotas que fazem linhas para Barreirinhas, via Lençóis Maranhenses. Mas nada certo!

 

Sem mais,

Quebec.

São Luís, MA

Link para o comentário
  • Silnei changed the title to Atins

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


×
×
  • Criar Novo...