Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Paris - Perguntas e Respostas


Posts Recomendados

  • Membros
Pessoal, alguém aqui já fez o passeio dos principais pontos turísticos de bicicleta?? è relativamente plano? Alguém daqui conhece o Velib??

Obrigada

 

Eu conheço o sistema Vélib, mas apesar de amar andar de bicicleta, eu não cheguei a usar. Primeiro porque o sistema do Vélib te faz uma cobrança de "caução" no teu cartão, no valor de 300,00 Euros, quando você insere o cartão no totem para retirar a bicicleta. Obviamente o valor é devolvido quando você devolve a bicicleta, mas eu não queria o debito dessa caução, porque nem sempre o levantamento da caução é imediata em alguns cartões. Segundo porque eu acho o trânsito de Paris meio caótico, e inclusive algumas ciclovias dividem o mesmo espaço que os ônibus nas ruas e avenidas! Me pareceu meio perigoso! Os parisienses são impacientes e eu quase fui atropelada por um Smart por lá!

 

Em todo caso, Paris é relativamente plana, sim. A maior parte dos pontos turísticos estão "no plano". A parte um pouco mais alta, que tem obviamente lombadas com inclinação mais íngreme é a região de Montmartre (Sacre Coeur, Moulin Rouge).

 

E pelo que eu andei lendo nas ultimas semanas, parece que agora o usuário casual (como o turista) pode se cadastrar no site do Vélib e se registrar ali para poder retirar as bikes sem ter a caução de 300,00 Euros debitada. Não sei bem como tem funcionado isso, porque eu li no site em francês, e então, posso ter perdido alguma informação importante!

 

Usei um sistema parecido de bicicleta em Londres (Barclay Cicle Hiring), que não cobra a referida caução na hora do empréstimo. O valor só é cobrado se você realmente não devolver a bicicleta... E eu usei a bike somente no Hyde Park, huahuahua, por medo de andar na mão inglesa!!

 

Abs,

 

Cris

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 262
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

Mais Ativos no Tópico

Postagens Populares

Olá Galera, vou para Londres em Maio e quero aproveitar e dar uma passadinha por Paris. Mas pretendo ficar apenas 2 Dias na Cidade.   Localização: Estou procurando Hostels e ainda estou um pouco p

2 Dias não é o ideal, mas se você realmente só tiver este tempo, dá sim para fazer isto em 2 dias, não vai dar entrar em cada lugar, mas se escolher 1 ou 2 destes lugares da sua lista para entrar por

Entendo. Como meu foco é Londres, não pretendo passar mais de 2 dias mesmo. Vou apenas aproveitar que estou próximo para dar uma passadinha. E como pretendo utilizar o Batobus para me locomover de uma

Posted Images

  • Membros

Olá pessoal. Alguém pode me ajudar indicando algum livro e/ou material sobre o CONTEÙDO de alguns museus de Paris?

 

Por exemplo, explicando algumas obras, algum conteúdo do museu do Louvre, do Museè d´Orsay, do grand Palais, ou do petit Palais.

 

É que eu irei a paris com meu noivo mas ele é meio ignorante no assunto e eu gostaria de passar um material para que ele leia e quem sabe desperte algum interesse. Sabe, até para eu mesma alguma informação história sobre as obras e pra saber o que eu vou me interessar pra conhecer por lá.

 

Não quero simplesmente entrar no louvre e ter uma experiência do tipo

 

"ah tá. legal. um cara pintou esse quadro aí há X anos. legal. e dai?"

ou então

"ah, acharam uma estátua quebrada do no rio e colocaram ela aí pra gente ver. tá legal."

"hum, mais uma estátua quebrada"

"hum, pintura de um casal com roupa esquisita"

"hum, aqui tem uma cabeça em cima dum pedestal. Aqui no pedestal tem vários rabiscos"

 

Então, alguém tem algo para me indicar, para me ajudar?

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

Para saber do conteúdo dos museus, eu faço assim:

 

Visito a página oficial do museu para ver se tem alguma informação sobre os "destaques" do acervo (até para decidir se tenho vontade de visitar o museu ou não). E muitas vezes gosto de ler também o artigo da wikipedia (artigos em inglês geralmente são bem completos). Eu gosto de ler na wikipedia pois fica bem fácil de seguir os links e ir me educando sobre os assuntos / obras / períodos históricos etc. Enquanto faço isso vou anotando num documento as obras/objetos que gostaria de ver. Claro que uma vez dentro do museu não fico bitolada na minha lista, mas acho interessante entrar num museu com algum objetivo (caminhar a esmo em museus pode ser interessante mas também pode ser muito cansativo).

 

Então por curiosidade fui verificar a página do Museu D'Orsay (procurei no google: http://www.musee-orsay.fr/ escolhi inglês, tem outras linguas). A página traz muitas informações detalhadas sobre o acervo, mas foi informação demais (para mim) num momento inicial - eu queria mesmo ter uma noção mais geral. Lendo o tópico (em inglês) da Wikipedia sobre o museu encontrei informações mais sucintas sobre o acervo. Lendo o artigo na wikipedia li que o Museu D'Orsay tem uma obra de Gustav Klimt e uma obra de Edward Munch, fiquei muito curiosa para ver quais obras são essas... para isso voltei no site do museu e pesquisei no acervo. Fiquei bastante tempo conferindo diversas obras, foi bem interessante.

 

Depois fui por curiosidade olhar a página do Louvre, onde encontrei vááááárias sugestões de percursos para ver "o que há de melhor no Louvre" dentro de variados temas, tudo explicado tim tim por tim tim... olha só: http://www.louvre.fr/en/parcours?nrppage=30 Fiquei com vontade de fazer vários percursos, começando com os sumérios. Achei a página do Louvre tão fascinante que nem tive vontade de conferir o artigo da wikipedia.

 

Quanto ao Grand Palais e Petit Palais: não procurei nada, pois até onde eu sei são apenas "salões de exposições" sem acervo permanente... vou deixar para você descobrir se é o caso ou não.

 

Bom, meu método é esse aí (pesquisa em site oficial + wikipedia). Gostei muito do seu tópico e aproveitei para pensar na minha próxima viagem a Paris (ano que vem). Agora já sei que, se sobrar um tempo, vou entrar no Museu d'Orsay e conferir "Noite estrelada sobre o Ródano" de Van Gogh, entre outras obras. Com tudo isso aprendi também que a maioria das obras do Monet na verdade não estão no Museu D'Orsay (como eu imaginava) e sim no museu Marmottan http://www.marmottan.fr/ Então o Marmottan vai ser parada obrigatória :)

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Eu fiz o passeio do Batobus (barco no Sena) e gostei. Você compra um bilhete que te dá direito a usar o barco um dia inteiro, e embarcar/desembarcar em qualquer estação. Se não me engano, são umas 10 estações ao longo do Sena.

 

Eu usei o bilhete em um dia inteiro e andei para lá e para cá. Tipo, fiz primeiro uma volta completa. Depois, embarquei novamente na estação da Notre Dame, desci na estação do Louvre. Depois, embarquei novamente no Louvre e fui até a Torre Eiffel (não subi nesse dia, apenas quis ver as luzes acenderem "de fora"). Depois, quando já havia anoitecido um pouco (mas ainda não estava escuro), embarquei na estação da Torre e voltei à Notre Dame (perto do meu hotel).

 

Como o preço do Batobus é mais barato que o preço do ônibus turístico, eu preferi o passeio de barco. É claro que você não tem a mesma visão que tem andando num ônibus de dois andares, porque você só tem a visão do que tem às marges do Sena. Mas eu já tenho experiências desses ônibus em outras cidades (Madrid, Berlim) e acho que não acrescenta muita coisa, exceto o fato de ser "hop-on/hop-off" (assim como o barco do Batobus).

 

Fazer os dois passeios eu acho meio redundante! (é que eu prefiro parar nos lugares de interesse e "ver de perto/entrar na atração", ao invés de ficar rodando pela cidade só olhando pela janela....

 

Abs,

 

 

 

Cris[

 

Obrigada Cris. Realmente o fato de debitarem o caução e depois devolverem é muito ruim. Pode ser que nesse intervalo de tempo, a fatura do cartão de crédito feche e daí temos que pagar a totalidade. Isso me desanimou rsrs Valeu pelas infos!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Eu fiz o passeio do Batobus (barco no Sena) e gostei. Você compra um bilhete que te dá direito a usar o barco um dia inteiro, e embarcar/desembarcar em qualquer estação. Se não me engano, são umas 10 estações ao longo do Sena.

 

Eu usei o bilhete em um dia inteiro e andei para lá e para cá. Tipo, fiz primeiro uma volta completa. Depois, embarquei novamente na estação da Notre Dame, desci na estação do Louvre. Depois, embarquei novamente no Louvre e fui até a Torre Eiffel (não subi nesse dia, apenas quis ver as luzes acenderem "de fora"). Depois, quando já havia anoitecido um pouco (mas ainda não estava escuro), embarquei na estação da Torre e voltei à Notre Dame (perto do meu hotel).

 

Como o preço do Batobus é mais barato que o preço do ônibus turístico, eu preferi o passeio de barco. É claro que você não tem a mesma visão que tem andando num ônibus de dois andares, porque você só tem a visão do que tem às marges do Sena. Mas eu já tenho experiências desses ônibus em outras cidades (Madrid, Berlim) e acho que não acrescenta muita coisa, exceto o fato de ser "hop-on/hop-off" (assim como o barco do Batobus).

 

Fazer os dois passeios eu acho meio redundante! (é que eu prefiro parar nos lugares de interesse e "ver de perto/entrar na atração", ao invés de ficar rodando pela cidade só olhando pela janela....

 

Abs,

 

 

 

Cris[

 

Obrigada Cris. Realmente o fato de debitarem o caução e depois devolverem é muito ruim. Pode ser que nesse intervalo de tempo, a fatura do cartão de crédito feche e daí temos que pagar a totalidade. Isso me desanimou rsrs Valeu pelas infos!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra

O valor da caução não é realmente "cobrado" no seu cartão, na verdade é somente feito um bloqueio "preventivo" do valor correspondente a caução no limite do seu cartão.

 

Quando você devolve a bicicleta este valor bloqueado é liberado, ou então em caso de não devolver a bicicleta dentro do prazo, ai sim o valor é efetivamente debitado na fatura do seu cartão.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Eu não sei como funciona bem o sistema, pois como eu disse, eu não quis arriscar, hehe... É claro que se a pessoa devolve a bicicleta o bloqueio temporário é levantado, mas vá que a pessoa precise do dinheiro bloqueado durante o uso da bicicleta? É só uma precaução minha, até porque eu já tive uma experiência meio ruim com esse tipo de bolqueio temporário, num apart hotel em Bruxelas (400 Euros, sem nenhuma explicação mais razoável)...

 

O tal "bloqueio" temporário só foi levantado depois de 35 dias de eu ter saído do apart, quando eu já estava de volta ao Brasil ... No fim, eu acabei gastando o mesmo valor que me foi devolvido, de tanto tentar resolver o problema com muito "trololó" ao telefone, quando ainda estava na Europa (eu fiquei 3 dias na Bélgica e depois ainda teria mais 6 dias de viagem entre Amsterdã e Lisboa, então, o dinheiro realmente precisava ser devolvido com rapidez (o que me rendeu um final de viagem um pouco estressante, digamos assim - tive de deixar de fazer algumas compras que estava interessada e apertar na hora do almoço, sem falar em não poder nem pensar em passar pelo freeshop na volta, hehe.)

 

Mas como eu disse, parece que agora tem um esquema de você se cadastrar no site e aparentemente não acontecer o bloqueio ou caução, enfim. Como eu vou novamenmte a Paris nas minhas próximas férias (janeiro ou fevereiro de 2015, ainda esperando definições de escala de férias), vou ver o que eu descubro sobre a situação, hehe. Vou estudar o site do Vèlib com mais atenção!

 

 

 

Abs,

 

Cris

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros de Honra
Pessoal, alguém aqui já fez passeio de bicicleta? è relativamente plano? Alguém conhece o Velib? Obrigada

 

Olá, usei o sistema velib e achei super tranquilo, tanto usar o sistema como pedalar em Paris. A cobrança do velib funciona como o Adriano já explicou. Paris é relativamente plana, tirando a colina de Montmartre. Eu moro em cidade pequena e achei o transito de Paris bem normal, tanto como pedestre, ciclista e motorista. Mas se vc não se sente segura no transito, há ciclovias e ciclofaixas. No site da prefeitura vc encontra mapas atualizados: http://www.paris.fr/pratique/deplacements-voirie/velo/carte-des-principaux-amenagements/rub_9931_stand_64244_port_24784'>http://www.paris.fr/pratique/deplacements-voirie/velo/carte-des-principaux-amenagements/rub_9931_stand_64244_port_24784 Caso o link não funcionar, vai em http://www.paris.fr e procura por "carte cyclable".

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...