Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Tatiana Germuzesque

Relato + custos e fotos - Viagem de Carro para Uruguai, Argentina e Chile (incluindo Atacama) 2015/2016

Posts Recomendados

Jackson , sou de Maringá, próximo à Astorga, onde moram seus pais. :)

 

Tenho planos de Visitar San Pedro do Atacama em Janeiro com a esposa e filhos, todo o trajeto de carro. É possível que eu chegue até o Pacífico, mas nada certo, pois o tempo é curto, apenas 15 a 16 dias.

 

De qualquer forma, boa viagem...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Sairei de Astorga/Maringá (casa dos meus pais e do meu sogro), aí vou para Foz do Iguaçu, Ciudad de Leste, Puerto Iguazu, Corrientes, Resistência, Rafaela, Córdoba, Mendoza, Uspallata, Viña Del Mar, Valparaíso, Santiago, Buenos Aires, Montevidéu, Punta Del Este, Chuí, Porto Alegre, Caxias do Sul, Gramado, Lages, Curitiba e retorno pra minha casa, em Ponta Grossa.

 

Me diga uma coisa, a gasolina nos países sul-americanos que não tem adição de alcool, faz o carro render mais em quilometragem? Obrigado por trazer os valores do combustível por lá, alimentação e tudo mais. Me diga qual hotel que você não gostou em Montevidéu. Eu ia ficar no Íbis e achei mais interessante o Hotel América.

 

Vou dia 12 de dezembro e chego em PG dia 03 de fevereiro.

 

Tenho muita coisa pronta já, queria mostrar para você se estou no caminho certo.

 

Valeuuu

 

Oi Jackson!

 

Que delícia, quase dois meses de viagem! Muito bom!

 

Você vai ficar alguns dias em Corrientes e Resistência? É que lá uma cidade é ao lado da outra e, pelo menos pelo meu ver, não são muito turísticas, então aconselho não passar muitos dias por lá.

 

De Santiago vai voltar direto para Buenos Aires ou vai passar por alguma cidade?

 

Quanto a gasolina, fez sim, pois a média máxima na estrada aqui no brasil na gasolina é de 16 km por litro, na Argentina o carro chegou a fazer 18 km por litro, já no Chile não lembramos. Como não abastecemos no Uruguai, não vou poder te dizer.

 

Em Montevidéu pegamos um apartamento pelo Airbnb, recomendo muito mais do que hotel pelo preço e conforto, se for em mais gente, claro. Não gostamos do hotel de Buenos Aires, Hotel Central Cordoba, muito ruim, sujo, café da manhã só com media luna e café, não recomendo mesmo!

 

Espero ter ajudado!

::otemo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Leandro, beleza e aí...

Que legal, quando vocês viajam?

 

Se o ano correr bem, e a economia do país melhorar, vamos em janeiro de 2017. Apesar de estar longe ainda, pra mim parece que falta anos, .rsrsrsr

 

::tchann::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
10/01 - Continuação

 

Voltamos para o centro de carro por volta das 15h para o segundo passeio do dia que seriam às Lagunas Lickan Antay (ou Siete Lagunas, como alguns falam). O caminho não é difícil, porém, não tem sinalização e a estrada é de chão.

 

Pagamos a entrada, para variar, e a van nos deixou nas lagunas. O lugar é incrível, um salar no meio de um vale, muito bonito. Lá existem sete lagoas com uma cor que variam do transparente ao azul turquesa, de diversos tamanhos e há um caminho que liga cada uma. A primeira fica um pouco antes da entrada do parque e as outras seis depois. Só se pode entrar na segunda lagoa (a primeira após a entrada do parque) e na última e você deve escolher apenas uma para entrar (pelo menos nossos guias não nos deixaram entrar nas duas), mas ambas te permitem boiar totalmente, porque o nível de sal é tão alto que você não afunda. Um dos guias nos sugeriu fazer o seguinte: primeiro visitar todas as lagoas e quando chegar na última decidir se entra nela (que é maior e mais escura) ou se volta para a primeira (menor e um pouco mais clara), pois elas tem um alto nível de sal e ficar andando pelo deserto, debaixo de um sol de rachar, com a pele cheia de sal, com certeza não vai ser bom hahaha! Ele nos sugeriu nos banhar na primeira, pois é bem mais perto dos chuveiros!!! E foi o que fizemos! Seguimos pelo caminho para ver cada uma das lagoas e quando chegamos à última decidimos voltar para a primeira, primeiro porque o caminho até os chuveiros realmente era um pouco longo e o sol fortíssimo e segundo porque tinha muita gente e queríamos curtir mais sossegado.

 

Entramos na primeira lagoa, a água era ótima, um pouco gelada, mas para o calor que tava, não podíamos reclamar, haha ::otemo:: ! E realmente você não afunda! No começo é meio esquisito, porque o seu corpo involuntariamente começa a subir, as pernas parecem não obedecer direito, hahaha, demorei um pouco até me acostumar. Só tome cuidado para não entrar água nos olhos, a quantidade de sal é muito grande e arde muito, tanto os olhos quanto qualquer ferida que possa ter pelo corpo.

 

Ficamos um tempão lá curtindo a água até que decidimos sair e tomar uma ducha. Você sai da água e em apenas alguns minutos sua pele fica branca, parece que passou pó de giz em todo o corpo, por conta do sal. De lá até os chuveiros já é uma pernadinha e com o sol na cabeça, nossa pele já começou a arder, andamos o mais rápido possível para ficar menos tempo no sol.

 

A ducha é bem simples, com pouquíssima água, mas permite que você tire todo o sal do corpo. Se for fazer esse passeio, já vá com roupa debaixo e leve roupa íntima, toalha, chinelos e uma muda de roupa, caso queira. Chinelos aqui é bem importante porque não rola colocar tênis novamente depois de sair da água e andar descalço na região é perigosíssimo, têm muitas pedras de sal, algumas com pontas afiadas, então o risco de se cortar é grande.

 

Depois da ducha voltamos para a van que nos levou até o mirante Lickan Antay para ver o sol de pôr. Não consegui ver direito onde era a entrada. Chegando lá foi servido pisco com batas fritas. Tiramos fotos, conversamos com o pessoal e vimos o sol lindamente se pôr.

 

Após retornar para San Pedro, pegamos o caro e fomos abastecer, pois infelizmente nossa jornada pelo deserto do Atacama tinha acabado! Só tem um posto de gasolina da cidade, com duas bombas, mas que é bem ajeitado, fica dentro de um hotel, não me lembro o nome. Voltamos para nossa cabana e jantamos.

 

Custos:

- Entrada do parque Lagunas Lickan Antay: $ 5.000 por pessoa (eu como tinha carteirinha paguei $ 3.000)

 

 

Oi! eu de volta rs

Qual o valor que você pagou pelo tour às lagunas lickan antay? Sei que a entrada é $5.000, mas e o tour na agência? ::otemo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Desculpe, retorno 3 de JANEIRO.

Sou profe$$or ahuehuaehaeeu, não tem como ficar quase 2 meses viajando. Serão 23 dias de viagem. Te add no face, por favor, aceite.

 

Oi Jackson, desculpe a demora! Te adicionei lá! =]

 

Dúvidas é só avisar!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
10/01 - Continuação

 

Voltamos para o centro de carro por volta das 15h para o segundo passeio do dia que seriam às Lagunas Lickan Antay (ou Siete Lagunas, como alguns falam). O caminho não é difícil, porém, não tem sinalização e a estrada é de chão.

 

Pagamos a entrada, para variar, e a van nos deixou nas lagunas. O lugar é incrível, um salar no meio de um vale, muito bonito. Lá existem sete lagoas com uma cor que variam do transparente ao azul turquesa, de diversos tamanhos e há um caminho que liga cada uma. A primeira fica um pouco antes da entrada do parque e as outras seis depois. Só se pode entrar na segunda lagoa (a primeira após a entrada do parque) e na última e você deve escolher apenas uma para entrar (pelo menos nossos guias não nos deixaram entrar nas duas), mas ambas te permitem boiar totalmente, porque o nível de sal é tão alto que você não afunda. Um dos guias nos sugeriu fazer o seguinte: primeiro visitar todas as lagoas e quando chegar na última decidir se entra nela (que é maior e mais escura) ou se volta para a primeira (menor e um pouco mais clara), pois elas tem um alto nível de sal e ficar andando pelo deserto, debaixo de um sol de rachar, com a pele cheia de sal, com certeza não vai ser bom hahaha! Ele nos sugeriu nos banhar na primeira, pois é bem mais perto dos chuveiros!!! E foi o que fizemos! Seguimos pelo caminho para ver cada uma das lagoas e quando chegamos à última decidimos voltar para a primeira, primeiro porque o caminho até os chuveiros realmente era um pouco longo e o sol fortíssimo e segundo porque tinha muita gente e queríamos curtir mais sossegado.

 

Entramos na primeira lagoa, a água era ótima, um pouco gelada, mas para o calor que tava, não podíamos reclamar, haha ::otemo:: ! E realmente você não afunda! No começo é meio esquisito, porque o seu corpo involuntariamente começa a subir, as pernas parecem não obedecer direito, hahaha, demorei um pouco até me acostumar. Só tome cuidado para não entrar água nos olhos, a quantidade de sal é muito grande e arde muito, tanto os olhos quanto qualquer ferida que possa ter pelo corpo.

 

Ficamos um tempão lá curtindo a água até que decidimos sair e tomar uma ducha. Você sai da água e em apenas alguns minutos sua pele fica branca, parece que passou pó de giz em todo o corpo, por conta do sal. De lá até os chuveiros já é uma pernadinha e com o sol na cabeça, nossa pele já começou a arder, andamos o mais rápido possível para ficar menos tempo no sol.

 

A ducha é bem simples, com pouquíssima água, mas permite que você tire todo o sal do corpo. Se for fazer esse passeio, já vá com roupa debaixo e leve roupa íntima, toalha, chinelos e uma muda de roupa, caso queira. Chinelos aqui é bem importante porque não rola colocar tênis novamente depois de sair da água e andar descalço na região é perigosíssimo, têm muitas pedras de sal, algumas com pontas afiadas, então o risco de se cortar é grande.

 

Depois da ducha voltamos para a van que nos levou até o mirante Lickan Antay para ver o sol de pôr. Não consegui ver direito onde era a entrada. Chegando lá foi servido pisco com batas fritas. Tiramos fotos, conversamos com o pessoal e vimos o sol lindamente se pôr.

 

Após retornar para San Pedro, pegamos o caro e fomos abastecer, pois infelizmente nossa jornada pelo deserto do Atacama tinha acabado! Só tem um posto de gasolina da cidade, com duas bombas, mas que é bem ajeitado, fica dentro de um hotel, não me lembro o nome. Voltamos para nossa cabana e jantamos.

 

Custos:

- Entrada do parque Lagunas Lickan Antay: $ 5.000 por pessoa (eu como tinha carteirinha paguei $ 3.000)

 

 

Oi! eu de volta rs

Qual o valor que você pagou pelo tour às lagunas lickan antay? Sei que a entrada é $5.000, mas e o tour na agência? ::otemo::

 

 

Oi Camylla, desculpe a demora! O tour separado era esse

 

- Lagunas Lickan Antay (das 15h às 20h, parada na Laguna e no mirante Lickan Antay, incluso lanche no final da tarde): $ 18.000 por pessoa + entrada Lagunas Lickan Antay $ 5.000 por pessoa

 

Mas como éramos em três e pegamos todos os passeios com eles, ganhamos um desconto, hehe!

::otemo::::otemo::

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tatiana, estamos indo em Agosto para o Atacama e pretendo fazer o mesmo trajeto, porem inverso.... qual foi o GPS que usaram na viagem? onde fizeram o seguro SOAPEX? como foi para sacar dinheiro no itaú, tinha bastante caixas por onde passou?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Tatiana, estamos indo em Agosto para o Atacama e pretendo fazer o mesmo trajeto, porem inverso.... qual foi o GPS que usaram na viagem? onde fizeram o seguro SOAPEX? como foi para sacar dinheiro no itaú, tinha bastante caixas por onde passou?

 

 

Bom dia Daiana, tudo bem?

 

Levamos dois GPSs, um da Foston e outro da Multisaler, ambos simples que utilizam o Igo. Atualizamos os dois com os mapas que compramos pelo Mercado Livre:

 

http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-694363649-mapas-gps-igo-primo-amigo-america-do-sul-brasil-radar-_JM

 

Este é um ótimo negócio porque custa R$ 10,00 todos os mapas da América do Sul e é difícil encontrar mapas que funcionem bem. ::otemo::::otemo::::otemo::

 

Como o meu marido é técnico em informática, ele instalou o Igo Amigo, que é mais simples, no GPS da Foston e o Igo Primo no Multilaser e carregou os mapas do Uruguai, Argentina e Chile. Na época que compramos, se não me engano o mapa do Paraguai não estava incluso no pacote anunciado, mas agora vi o anúncio e lá diz que tem, então é bom confirmar com o vendedor.

 

O seguro SOAPEX contratamos no site Magallanes.com.cl, porém, quando tentamos entrar no site agora ele redireciona para a HDI, acredito que a empresa tenha comprado a seguradora. De qualquer forma, podem fazer com eles mesmo, só cotar o Seguro Obligatorio para Vehículos Extranjeros. Se quiser, pode tentar cotar com outras seguradoras chilenas, acredito que as outras também fazem este seguro.

 

Vimos somente uma agência do Itaú no Chile, mas também porque não procuramos em outras cidades ou lugares, sacamos apenas uma vez, foi em Santiago, a agência fica próxima à Casa de la Moneda. Vale a pena dar uma googlezada e ver onde ficam as agências do Itaú, não parece ter muitas. De qualquer forma, já adianto que é sempre bom levar dinheiro, na maioria dos postos, tanto do Chile quanto na Argentina, não conseguimos passar no cartão de crédito, não me pergunte o porquê, não sei se era o frentista que não sabia passar direito, sofremos um pouco com isso, foram poucos postos que conseguimos passar no cartão.

 

Se precisar de mais alguma coisa me avise!

 

=]

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...