Ir para conteúdo

Visa Travel Money - Perguntas e Respostas


regiscunha

Posts Recomendados

  • Colaboradores
Boa tarde a todos!

 

Viajarei para o México em dezembro e estou com muitas dúvidas sobre como levar o dinheiro (em espécie, cartão do banco pra sacar na moeda local lá ou VTM, crédito só usaria em último caso). Ano passado fui ao Peru e levei toda o dinheiro da viagem em dólar, não tive qualquer problema em relação a segurança, porém, o México não me passa a mesma sensação de segurança que o Peru e eu temo muito por isso. Sobre o VTM o IOF de 6,38% é cobrado toda vez que faço saque ou no momento em que carrego ele ou ambas as operações?! O saque em moeda local só compensa se for em grandes quantias?! Uma parte irei levar em dinheiro, só não sei se em US$ ou R$ para não perder dinheiro em meio as conversões. Alguém que foi recentemente pra lá pode me falar um pouco como lidou com dinheiro nessa viagem e passar algumas dicas sobre, serei eternamente grato por isso!

 

 

Se você for sacar lá com teu cartão do Brasil você precisa sacar a quantia máxima, pois haverá taxas nesse saque. O Banco do Brasil cobra 20 reais por cada saque no exterior. O VTM você paga o IOF na hora de colocar os dólares nele e não a cada transição, o que dá no mesmo. Porém, a cotação do dólar fica "congelada", diferente do cartão de crédito. Você vai ficar muitos dias? Talvez se for ficar pouco tempo pode ser melhor levar tudo em espécie, mas procure ver onde você vai ficar. Se for hotel com cofre é mais seguro.

Link para o comentário
  • Respostas 622
  • Criado
  • Última resposta
  • Membros

Olá Rodrigo, obrigado pela resposta!

 

Então, ficarei 22 dias viajando pelo México, começando pela capital e finalizando em Cancun.

Penso em levar parte em espécie e parte em VTM pois o México não me inspira muita confiança em relação a segurança (posso estar errado), diferente da impressão que tive no Peru. Ficarei em hostel e se eu levar todo o dinheiro em espécie iria deixá-lo no locker e levar comigo apena o que iria usar no dia. Muito arriscado?!

Link para o comentário
  • Colaboradores
Olá Rodrigo, obrigado pela resposta!

 

Então, ficarei 22 dias viajando pelo México, começando pela capital e finalizando em Cancun.

Penso em levar parte em espécie e parte em VTM pois o México não me inspira muita confiança em relação a segurança (posso estar errado), diferente da impressão que tive no Peru. Ficarei em hostel e se eu levar todo o dinheiro em espécie iria deixá-lo no locker e levar comigo apena o que iria usar no dia. Muito arriscado?!

 

A opção de dividir uma parte em espécie e outra no VTM é boa. Deixar tudo no locker pode ser arriscado. Veja os comentários no tripadvisor e booking a respeito da segurança dos hostels. É comum as pessoas relatarem se os lockers são seguros ou se são frágeis e até mesmo se houve arrombamentos e furtos

Link para o comentário
  • 4 semanas depois...
  • Colaboradores

Galera, me ajudem com uma questão:

To planejando uma viagem ao Uruguai e quero levar preferencialmente dinheiro em espécie, porém pra o caso de alguma emergência preciso ter uma grana em cartão, mas que talvez nem seja usado. A questão é a seguinte, não tenho cartão de crédito, nunca tive, sempre usei débito. Meu cartão do BB é internacional mas como é só poupança não posso usar no exterior. O cartão Bradesco não é internacional. Débito no exterior portanto fora de cogitação. Andei procurando alguns cartões de crédito internacional que não tenham anuidade como o da Saraiva, Petrobras e Santander Free, mas todas as propostas são negadas.

Resta então pra mim duas opções e aí q peço orientação de vcs: Melhor fazer um cartão de credito internacional no Bradesco, onde sou correntista, com anuidade cobrando cerca de 15 reais por mês ou faço um VTM que cobra U$ 2,50 por saque e taxa de manutenção de 5 dólares após 12 meses sem movimentação? Ou vcs tem outra ideia?

Lembrando que eu não faço assim tantas viagens internacionais nem uso cartão de crédito no meu dia a dia.

Link para o comentário
  • Colaboradores
Galera, me ajudem com uma questão:

To planejando uma viagem ao Uruguai e quero levar preferencialmente dinheiro em espécie, porém pra o caso de alguma emergência preciso ter uma grana em cartão, mas que talvez nem seja usado. A questão é a seguinte, não tenho cartão de crédito, nunca tive, sempre usei débito. Meu cartão do BB é internacional mas como é só poupança não posso usar no exterior. O cartão Bradesco não é internacional. Débito no exterior portanto fora de cogitação. Andei procurando alguns cartões de crédito internacional que não tenham anuidade como o da Saraiva, Petrobras e Santander Free, mas todas as propostas são negadas.

Resta então pra mim duas opções e aí q peço orientação de vcs: Melhor fazer um cartão de credito internacional no Bradesco, onde sou correntista, com anuidade cobrando cerca de 15 reais por mês ou faço um VTM que cobra U$ 2,50 por saque e taxa de manutenção de 5 dólares após 12 meses sem movimentação? Ou vcs tem outra ideia?

Lembrando que eu não faço assim tantas viagens internacionais nem uso cartão de crédito no meu dia a dia.

 

 

Você vai ficar quantos dias no Uruguai? Se for poucos dias eu acho tranquilo levar tudo em espécie, com as ressalvas de sempre né. Hotel tem cofre? É Hostel? Tem comentários negativos no TripAdvisor acerca da segurança?

Em caso de emergência você possui alguém no Brasil que pode te encaminhar o dinheiro por meio do WesterUnion? Ou do MoneyGram? Lembre-se que possivelmente você pagará taxas para utilizar esses serviços. Você relatou que não usa cartão de crédito em nenhum momento, então acho mais interessante para você adquirir esse VTM que cobra 2,50 dólares por saque e com essa anuidade de 5 dólares. O Banco do Brasil cobra 20 reais por saque no exterior. Verifique no seu banco o quanto é a taxa de saque. Mas eu preferiria o uso do cartão de crédito, porém eu faço uso dele constantemente. Pelo visto você não faz uso desse tipo de cartão. Nesse caso eu acho mais vantajoso utilizar esse VTM ai

Link para o comentário
  • 1 mês depois...
  • 3 meses depois...
  • Membros

Amigos, vou viajar para Europa e tenho um saldo num cartão VTM em dólar. Compensa vender os dólares deste cartão, pagando o câmbio e taxas do BB e comprar Euros ou é melhor fazer compras na Europa com o cartão VTM em dólar? Dá pra fazer as compras em Euro com este cartão em dólar? O câmbio do Visa compensa ou seria melhor vender pagando as taxas e comprar Euros pagando taxas e IOF novamente? Fiquei revoltado com uma cobrança de U$ 3 devido a taxa de inatividade por isso devo cancelar esse cartão quando voltar.

Link para o comentário

Arquivado

Este tópico foi arquivado e está fechado para novas respostas.

Visitante
Este tópico está impedido de receber novos posts.

×
×
  • Criar Novo...