Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Posts Recomendados

Olá pessoal, estou planejando uma viagem para Portugal com minha mãe, a ideia era ir agora em maio mas terei que adiar, talvez até para o ano que vem.

Já fiz uma viagem para a Europa em maio e adorei o clima, então gostaria de ir na mesma época dessa vez, entre o mês maio e comecinho de junho. Porém devido ao meu trabalho, esse dois meses ficarão complicado de eu sair para viajar nesse ano e talvez até no próximo. Pensei como alternativa o mês de setembro, já é um pouco fora da alta estação e o clima acho que ainda está bom, qual a melhor época que vocês acham melhor ir para Portugal?

Ainda não vi preço de passagem, hotel, nada. Estou definindo primeiro os lugares que quero visitar para depois ver preços e avaliar se questão de grana, etc.  

Dito isso, meu roteiro está assim:

Dia 1 - Viagem para Lisboa

Dia 2 - Lisboa (Baixa, Castelo de São Jorge e Alfama)

Dia 3 - Bate e volta para Sintra

Dia 4 - Lisboa (Belém, Chiado e Bairro Alto)

Dia 5 - Bate e volta para Óbidos

Dia 6 - Lisboa (Parque das Nações e deixar o resto do dia livre para visitar as atrações que por ventura não tenha dado tempo nos dias anteriores)

Dia 7 - Ir para Fátima de manhã e conhecer o Santuário

Dia 8 - Bate e volta para Mosteiro de Batalha

Dia 9 - Ir de manhã para Coimbra

Dia 10 - Ir de tarde/noite ao Porto

Dia 11 - Porto (Ribeira, Aliados, Praça da Liberdade e Rua Santa Catarina)

Dia 12 - Bate e volta para Braga

Dia 13 - Porto (Ponte de Dom Luis I, Vila Nova de Gaia e tour de barco pelo Rio Douro)

Dia 14 - Bate e volta para Guimarães

Dia 15 - Ir de manhã para Santiago de Compostela

Dia 16 - Santiago de Compostela

Dia 17 - Voltar de manhã ao Porto (hospedar perto do aeroporto)

Dia 18 - Voltar para o Brasil

Como vou com minha mãe e será a primeira viagem dela para a Europa, estou preocupado se ela vai aguentar o ritmo.

Se precisar tirar ou modificar alguns dias, penso em fazê-lo nessa ordem, o que acham?

1- Ir de manhã para Santiago de Compostela e voltar no dia seguinte de noite ao Porto.

2- Tirar Coimbra do roteiro, ir de Fátima direto para Porto

3- Tirar o último dia em Lisboa

4- Tirar o bate e volta para Batalha

Qual desses seria indispensável?

Em Lisboa estou pensando em fazer o Lisboa Card 72 horas já que dá transporte ilimitado e entrada gratuita no Mosteiro dos Jerônimos e Torre de Belém, vale a pena?

Alguém sabe como faço para ver o preço do ônibus de Fátima para Batalha pela Rodoviária do Tejo? E é possível comprar antecipadamente pelo site? No site deles só consigo ver os horários. Parece ser a única cia que faz o trajeto.

Valeu!

  • Vou acompanhar! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi Felipe! Adorei o seu roteiro, ia viajar em Setembro c/a minha mãe para Portugal por uma agência de viagens, adiei porque ficaria muito caro para eu pagar tudo sozinha. Você tem noção de quanto irá gastar? 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não consigo estimar ainda, pois não vi ainda passagem de avião e hotel, os principais gastos da viagem. Posso dizer sobre alimentação, de acordo com minha última experiência, acredito que 1 pessoa com 30-40 Euros por dia consiga comer bem. Se quiser fazer somente uma refeição boa por dia, dá para gastar menos, comendo comida de rua no almoço ou fazendo janta no hotel. Dei uma sondada em atrações e transporte entre cidades, mas aí é muito particular de cada pessoa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Felipe Rozante Oi, Felipe!

Gostei do roteiro, mas dependendo da idade, estilo e saúde da sua mãe pode ficar um pouco puxado mesmo... Na minha primeira viagem internacional eu entendi que precisamos de um respiro entre um passeio e outro, seja para sentar numa praça e ver a vida passar ou passar mais tempo em um restaurante/café bacana.
Tem perguntas aí que não sei responder, mas vou dar umas dicas sobre o que eu vivenciei quando fui pra Portugal, ok?
Fui em dia 21 de setembro do ano passado e senti muito calor!! A carioca aqui achou que ia passar um friozinho maneiro, mas enfrentei temperaturas de 30 graus pra cima de dia kkkkk. Mas não peguei chuva em nenhum dia e isso foi ótimo para manter meu roteiro.

Sobre Belém, tudo lá fecha as segundas. Então tome cuidado na hora de montar o roteiro. Eu não comprei os ingressos online porque quis economizar no IOF, mas quando fui estava tudo superlotado, filas enormes e acabei não visitando nenhum lugar por dentro. Então se quiser conhecer por dentro, compre antes sem medo! - E isso vale pra outros pontos imperdíveis durante a viagem também. Dica de ouro de Belém: os famosos pasteis de Belém. Enfrente a fila, sente em uma mesa, peça seu pastel e um café - vale cada segundo e cada euro!

Em Sintra, vale um passeio mais cronometrado se vc quiser conhecer tudo. Eu passei muito tempo no Castelo dos Mouros, depois fui para o Palácio da Pena e não tive tempo de ir na Quinta da Regaleira - frustrada até hoje kkk. Eu curto mais verde, natureza, paisagens naturais, então a Quinta me fez falta! Esse foi um dos poucos lugares da trip que eu comprei os ingressos na hora - e deu super certo, é só chegar pela manhã.

Se vc tiver tempo, inclua a Igreja dos Clérigos (no Porto) no seu roteiro. Todos os dias ao meio dia (acho) tem concerto dos orgãos e é lindo!

Eu fiz todos os cálculos do Lisboa Card e não achei interessante pra mim. A ideia é vc somar o que gastaria sem ele e o que gastaria com ele pra ver se realmente vale - muitas vezes não vale pra quem faz muito bate-volta para fora de Lisboa.

Enfim, Portugal é um país incrível, cheio de cultura, história, comida barata e vinho a 1 euro no mercado kkkkk. Mesmo que vcs não consigam ver uma coisa ou outra, a viagem valerá muito a pena!

Boa pesquisa e espero ter ajudado :) 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Obrigado Camila.

É complicado, eu fico com dor no coração de tirar destinos mas se eu deixar eu sei que vai ficar cansativo para ela, 18 dias é muito, eu fiz um mochilão sozinho de 18 dias também e nos últimos já estava querendo ir embora. Eu fazia tudo a pé, ficava até tarde visitando tudo o que eu podia, além que estava morando 8 meses fora do Brasil, tava louco para voltar para casa. Mas essa quero fazer mais tranquilo, por causa da minha mãe. Intercalei os passeios em outras cidades até para dar tempo de descansar, e ainda estou pensando e tirar esse bate e volta para Batalha e aumentar um dia em Coimbra ou Santiago de Compostela, para dar uma respirada.

Cheguei a pegar 36 em Cracóvia quando fui para lá em maio, imaginava que setembro seria parecido, porém um pouco mais ameno.

Pesquisei por cima sobre o Lisboa Card e me pareceu vantajoso, ele dá descontos nas atrações de Sintra, inclusive abono no trem.

Acho que com o Lisboa Card você possa furar fila nas atrações, sabe se é isso mesmo?

Quero muito experimentar os pastéis de Belém e a Torre dos Clérigos está na lista, mas não sabia sobre o concerto, muito obrigado pelas dicas.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Felipe Rozante Lembro que pesquisei mt na época sobre o Lisboa card ele não dá direito a furar fila. O que acontece é que em qualquer lugar lá vc tem 2 filas: de quem vai comprar ingresso e de quem já comprou. A fila de quem já comprou é sempre menor e com o Lisboa card, vc entra nessa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Felipe Rozante Fiz um roteiro parecido no ano passado,troque o dia de Guimarães pelo de Braga.O ônibus passa por Braga, lá tem um hotel Ibis barato,ou se quiser,pode seguir para Compostela na mesma tarde,pois Braga tem muito pouco para conhecer.

O ônibus para Batalha sai as 13h e volta as 17h,se estou bem lembrado. É o tempo necessário para conhecer o mosteiro, mas a cidade tem também um museu da batalha que livrou Portugal da Espanha há quase 1000 anos.Tem que escolher, a visita é imperdível.É muito barato,Batalha nem rodoviária tem,compra se na hora.

Lisboa Card só serve se for a muitos lugares em pouco tempo,para mim,não serve,pois ando com calma.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por Ricardo Bueno
      Fomos para Portugal explorar suas belezas e também sua tão famosa comida. Fomos atrás do bacalhau! Mmmm só de lembrar...
      Passamos por Lisboa, Sintra e Porto e registramos tudo em nosso canal no Youtube. Nos vídeos você vai encontrar dicas do que fazer, quais pontos turísticos visitar (com preço atualizado) e também onde comer (com preço atualizado). Esperamos que goste!
      Ahhh, e se tiver alguma dúvida ou precisar de mais dicas, fale conosco comentando nos vídeos (no Youtube) ou enviando direct em nosso Instagram: https://www.instagram.com/ossaboresdomundo/
      Aqui está o link para assistir no Youtube:
       
    • Por Mari D'Angelo
      Em 2012, quando viajamos para Portugal, decidimos alugar um carro e ir do Porto à Lisboa conhecendo alguns lugares no caminho. A primeira parada foi a Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra, em seguida o Santuário de Nossa Senhora de Fátima (onde derramei litros e litros de lágrimas!) e por último o Palácio Nacional da Pena, na vila de Sintra. Todos são muito interessantes, mas meu encantamento pelo Palácio todo colorido foi imediato e só aumentava a cada ambiente percorrido!
       

       
      O local é na verdade um enorme parque com lagos e construções diversas espalhadas pela imensidão verde. Com muito pesar tivemos que renunciar a esse incrível passeio e ir direto ao topo da montanha, onde se encontra o palácio. Como o tempo era muito curto, pois já estava quase no fim da tarde, subimos e descemos com o transfer (3€).
       
      Ao chegar, pegue o áudio-guia (3€). Ouvir a história do local, como as pessoas viviam e o porquê de cada detalhe faz toda a diferença na visita. Falando nisso, aqui vai um resuminho da história deste lugar fascinante.
       
      Antigamente, o topo da Serra de Sintra, abrigava uma capela em homenagem a Nossa Senhora da Pena, o lugar foi doado à Ordem de São Jerónimo que construiu um convento de madeira. Algum tempo depois dois desastres naturais, um raio e um terremoto, destruíram quase por completo o local, restando apenas uma parte da capela. No século XIX, Fernando II, conhecido como o Rei-Artista, adquiriu as ruínas do convento com o intuito de reformar e transformar em “casa” de veraneio. Para isso, contratou o Barão von Eschwege, arquiteto alemão que já havia trabalhado para ele em outras ocasiões, depois de recusar os primeiros projetos, o rei aprovou o trabalho e inclusive participou da concepção de algumas áreas.
       
      Em 1853, a esposa do rei, Dona Maria II, morre em seu 11º parto. Ele casou-se novamente com a cantora lírica e condessa Elisa Hendler e após sua morte, em 1885, deixou o Palácio como herança à ela. Como o casamento dos dois nunca foi aprovado pela sociedade portuguesa, houve uma grande polêmica sobre os direitos do local, que a essa altura já era um monumento histórico. Então, Luis I, em nome do Estado português, comprou a propriedade, deixando à condessa apenas um chalé, onde ela continuou residindo. O palácio tornou-se então patrimônio nacional da Coroa Portuguesa. Outros membros da família real lá se instalaram até a queda da monarquia. Depois disso, o lugar se transformou no museu que conhecemos hoje.
       
      A arquitetura do palácio, encrostado em rochas, foi fundamentalmente romântica, porém vários estilos se misturam na construção, entre eles o medieval, o gótico, o renascentista, o manuelino e o árabe. Misturas de padrões e texturas, azulejos diversos e cores vivas estão presentes em todo o monumento, dando um ar aconchegante à cada canto do palácio. Além disso, seus detalhes estão carregados de simbologias.
       

       
       
      No pórtico de entrada, chamado de Arco dos Lagartos, 3 rosas abertas simbolizam o conhecimento. Já no interior do castelo, há o Pórtico do Tritão, alegoria muito rica em detalhes que representa a criação do mundo, trata-se de uma figura mística, meio homem meio peixe , concebida por D. Fernando II. Uma das partes mais interessantes do palácio!
       

       
      Dos terraços desnivelados temos vistas incríveis de toda a cidade e arredores, inclusive da muralha do Castelo dos Mouros.
       

       
      Outra área que merece toda a atenção é o Claustro Manuelino, parte original do antigo mosteiro. Meio surrealista, a área é toda revestida de azulejos hispano-árabes. Em seu centro, há uma taça em forma de concha sobre 3 tartarugas apoiadas em heras, os animais recordam que o caminho é lento e as plantas são o símbolo da eternidade.
       

       
      É possível visitar alguns dos ambientes internos, como o salão nobre, com motivos orientais e orgânicos, a sala árabe toda pintada com afrescos, os quartos e a cozinha, onde estão expostos alguns dos utensílios usados na época. Mas não é permitido tirar fotos.
       
      O monumento não está em perfeitas condições de conservação, mas seu estilo lúdico e colorido, tão diferente do que normalmente vemos em uma edificação da realeza européia, compensam a visita. Espero voltar um dia para poder explorar todo o entorno do palácio e ainda conhecer a cidadezinha de Sintra, que dizem ser uma graça!
       
      Informações úteis:
       
      Site oficial: http://www.parquesdesintra.pt/parques-jardins-e-monumentos/parque-e-palacio-nacional-da-pena/
       
      Nele é possível simular o gasto total de acordo com a data, número de pessoas e quais áreas gostaria de visitar!
       
      Relato original e mais fotos aqui: http://www.queroirla.com.br/o-colorido-palacio-da-pena-em-sintra


×
×
  • Criar Novo...