Ir para conteúdo

Luminárias: Cachoeira do Mandembe + Cachoeira Pedra Furada (ônibus e a pé)


Posts Recomendados

  • Membros

Luminárias: Cachoeira do Mandembe + Cachoeira Pedra Furada (ônibus e a pé)

(02/02/2020 a 05/02/2020)

Localizada no sul de Minas Gerais, Luminárias é um município que faz parte do antigo caminho da estrada real e possui, assim, diversas Cachoeiras cercadas por uma região montanhosa. Apesar de todo o potencial dessa cidade, não aparenta ser tão visitada quanto São Thomé das Letras e Carrancas, que são alguns municípios limítrofes, e que recebem um maior contingente turístico do que Luminárias.

Bom, então partindo de São Thomé das Letras, eu fui fazer uma visita a esse lindo e tranquilo lugar. O transporte foi o coletivo mesmo e para ir aos atrativos eu encarei a estrada na caminhada. Numa boa, na paz! Fiquei hospedado na Pousada Vó Vevinha, no centro de Luminárias. Pra almoçar eu fui ao Restaurante Padre Bento, comida boa e é self service!

O roteiro foi bem simples: Um dia na Cachoeira do Mandembe e outro dia na Cachoeira da Pedra Furada, lembrando que fiquei com muita dúvida pois queria ir pra região da Cachoeira Serra Grande, mas ficará pra próxima ida!

Como Cheguei

Embarquei no ônibus da Viação Coutinho saindo de São Thomé das Letras rumo a São Bento Abade, o horário foi o das 13h15, era domingo. Cheguei em São bento as 14h e o próximo ônibus que me levaria pra Luminárias só passava as 18h, a viação é a Trectur. Bom, aproveitei a tarde de domingo nas lanchonetes, bares e na praça de São Bento. Enfim, cheguei em Luminárias as 18h45 e a pousada já é na rua do ponto final da linha. Foi tranquilo!

1.thumb.JPG.f080269a4208176182c0b51ac140cc33.JPG

(Legenda: Cachoeira do Mandembe I - Luminárias - MG)

 

Cachoeira do Mandembe

Distante menos de 8km do centro de Luminárias, a Cachoeira Mandembe é linda e de fácil acesso, possui pelo menos duas quedas e alguns poços para banho. As quedas não são grandes, mas são bem agradáveis e com água cristalina. Não há necessidade de se fazer trilhas extensas, pois se está bem próxima da estrada e dos dois lados da estrada se tem quedas. Vale a pena demais. Vou dizer como foi minha caminhada até lá!

Acordei cedo, tomei café da manhã na pousada e já segui pro destino do dia. Conferi se o celular estava com a bateria devidamente carregada, até porque o mapa da cachoeira estava nele e seria minha referência. No caso fiz umas cópias do mapa do google e de trackloc com uma aproximação bem boa pra não se perder na caminhada.

As 08h eu passo pela placa que indica a estrada para Cruzília e Cachoeira Mandembe, na Rua Prefeito Antônio Furtado. Segui direto até chegar na Estrada do Areião, com isso já veio uma ladeira pra subir numa boa e após ter subido o morro me deparei com a primeira bifurcação, tomei à esquerda pois na direita eu iria pra estrada da torre. A partir de então começou uma descida! Nisso já era 08h40min.

2.thumb.JPG.e142bcc44461a6cda47d35c6c36cc39e.JPG     3.thumb.JPG.995089e36d212df8bf22b5e80110f241.JPG

(Legenda: Rua Prefeito Antônio Furtado - Legenda: tomei à esquerda)

Mais 15 minutos e encontrei outra bifurcação e tomei à esquerda novamente! Tinha até uma espécie de barricada na via da direita, acho que muita gente se perdia ali. Mas enfim, segui mais 10 minutos e tomei à esquerda novamente! Passei por umas casinhas que na ida não tinha ninguém ao redor, mas na volta eles me cumprimentaram, com aquele ar bem receptivo. Eu já tinha passado por diversos pastos, o visual das montanhas era lindo e com algumas tonalidades de verde, por vezes eu via as pedreiras trabalhando e deixando suas marcas nas montanhas! Não se passava muitos carros, passaram algumas motos e caminhões carregados de pedras.

4.thumb.JPG.a30382d7c33c6f7d8b53eccf7295d081.JPG     5.thumb.JPG.b1fc434ed614e7b12d8391842fcf3aa2.JPG

(Legenda: esquerda novamente - Legenda: outra esquerda)

As 09h15, ou seja, 10 minutos depois da última bifurcação, eu continuei à esquerda e a partir de então segui pela estrada de terra sempre na principal até chegar numa ponte, vejam bem, ponte é ponte não é mata burro rs. Na ponte já é a Cachoeira Mandembe, daí é só escolher o lado que quiser visitar primeiro. Eu desci pra direita primeiro, depois subi pra esquerda!

6.thumb.JPG.24bb418759762165a32bba9644cb90c9.JPG     7.thumb.JPG.0433ce4ca107debd59af7679cff17169.JPG

(Legenda: seguir direto! - Legenda: tinha uma cobra no meio do caminho)

8.thumb.JPG.163388e244eb6f230bbbba57b993d06c.JPG

(Legenda: Cachoeira Mandembe, direita da ponte)

Curti numa boa paz aquela queda, o sol começava a aparecer naquele poço, pois já se ia passando das 10h00, arrumei uma “cama” natural bem em frente a queda e lá fiquei por um tempo. Depois segui o leito do rio, que estava tão calmo e reluzia o sol numa beleza imensa, assim fui até encontra uma confluência com um rio bem turvo e então eles seguiam junto virando a direita. Voltei, e fui pro outro lado da ponte!

9.thumb.JPG.eb1b77c3b17e574a677f989488d465e8.JPG     10.thumb.JPG.86a8124eb020ae9d09c9f08b9a318cc9.JPG

(Legenda: placa da entrada - Legenda: parte da esquerda)

 

Foi então que me surpreendi mais ainda, formando um poço enorme e muito cristalino e límpido, não sei como explicar direito, mas ali fiquei bem contente, sensação ótima de estar ali e como era meio de semana, eu era dono do lugar por alguns instantes. Até nadar eu nadei, mas tem uma parte do poço que é bem funda, sempre bom ter cuidado!

Em suma, assim foi o meu dia. Voltei pra pousada numa caminhada agradável, totalizando uns 16km no dia. Almocei e fui relaxar escutando o barulho da chuva!

MAPA Google (https://goo.gl/maps/mQk1pY49XZ2Le9db7)

11.thumb.JPG.df20484a21fcfabd9329ae7928b4e64c.JPG

(Cachoeira Pedra Furada, Panorama das quedas!)

 

Cachoeira da Pedra Furada

Chuva fina pela manhã, tempo nublado e um frio de leve. Assim começou o dia 04/02, uma terça-feira. O meu programa era ir até a Pedra Furada e fui. Tomei um café da manhã sem nada de pressa e antes das 08h30 o tempo sinalizou, vá! Conferi o que tinha que levar e nesse dia a caminhada seria de mais 9km até o destino.  

Dessa vez segui pra Rua João Ferreira Diniz e assim mudou de asfalto para estrada de terra. A ladeira veio novamente como no dia anterior, mesmo sendo outro caminho. Em resumo, a primeira bifurcação apareceu depois de 1 hora de caminhada e fui pra direita! Tem uma placa tímida nessa bifurcação, mas na foto se vê como é. Mais 10 minutos e teve outra bifurcação, dessa vez segui à esquerda, pois direto ia rumo a Fazenda Palestina (tem placa mas já tava apagada).

12.thumb.JPG.14d90472eaa60ac728b8263f9964d16c.JPG     13.thumb.JPG.6b15663d9f64ebcd1c3fb3942bb3f574.JPG

(Legenda: festas tradicionais e natureza - Legenda: chegando estrada de terra)

14.thumb.JPG.01aaf2434a708bb4b5f7554d5d5c00e7.JPG     15.thumb.JPG.0323fe510b5574856f0336b53b23aa5c.JPG

(Legenda: seguir pra direita - Legenda: agora pra esquerda)

Menos de 10 minutos e mais uma à esquerda, que na verdade não se sai da principal, nessa bifurcação teve uma placa indicando que a Cachoeira Pedra Furada estaria a 3km dali. Assim segui e voltou uma leve subida de serra. Mais 40 minutos de caminhada e veio outra bifurcação, fui à esquerda e então já estava quase lá. Com mais 20 minutos andando, eu cheguei na Cachoeira. Tem um estabelecimento lá, pois é propriedade particular e cobra-se uma taxa de conservação de R$5,00. Como não tinha ninguém cobrando nesse dia eu desci direto e qualquer coisa na volta eu ia pagar.

16.thumb.JPG.83f06c5b15e03bdaba5e70b58181aea7.JPG     17.thumb.JPG.5c448cc26a4a1e784c94fe356094fb87.JPG

(Legenda: seguir esquerda, falta 3km - Legenda: à esquerda, já tá chegando)

Mais um lugar sensacional, superou a expectativa. Mesmo com o céu nublado a paisagem estava bela. São várias quedas ao longo do complexo Pedra Furada, tem algumas trilhas e vale a pena fazê-las para obter diferentes ângulos de mais um pedaço do paraíso. Novamente eu estava sozinho no local e pude ficar bem em paz. Acho que não preciso nem me alongar nas descrições, mas só por esses dois passeios que fiz deu pra perceber que Luminárias vale muito a pena e mesmo para quem esteja de carro, um fim de semana ainda é pouco. No entanto, se essa for a possibilidade de ir por que não ir? Fica a dica! Quem sabe em breve eu volte pra ir ao Complexo de Cachoeiras Serra Grande e esticar até Carrancas... Pé de Natureza!

18.thumb.JPG.0973a035b5cf21be68ba932ec01f6eb9.JPG      19.thumb.JPG.33e05b34d5d1a826e42f90edd48630ac.JPG

20.thumb.JPG.f7e2dfe4bafe0b0ad4cebc0bec7250db.JPG

21.thumb.JPG.7fed8e040e8dbc31dcb53b953add2070.JPG      22.thumb.JPG.7cc61f4c162f0bd5f725e88494dde632.JPG

- De São Thomé até São Bento Abade

Horário ida: 13h15, preço R$8,75

- De São Bento até Luminárias

Horário ida: 18h00, preço R$10,50

 

- De Luminárias até São Bento Abade

Horário volta: 07h00, preço R$10,50

- De São Bento até São Thomé

Horário volta: 07h50, preço R$8,75

 

Maiores informações de horário é bom ligar para a Viação Coutimnho e a Viação Trectur.

- Pousada Vó Vevinha: Diária com café da manhã, R$60,00

- Almoço no Restaurante Padre Bueno: R$17,00 self service

- Ótimo pastel na lanchonete de frente a Vó Vevinha.

- São bento Abade tem algumas lanchonetes legais também!

  • Gostei! 1
  • Obrigad@! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...