Guias e troca de informações sobre os destinos do estado de Pernambuco
#1208249 por imax
05 Ago 2016, 09:49
Estou pensando em ir dia 26/09 e ficar em torn ode 10 dias.
Só falta comprar tudo... :o :shock:

#1216520 por Karlamorselli
10 Set 2016, 21:35
Olá pessoal!!
Estou pretendendo ir em dezembro pra Noronha, sei que a maré vai estar alta e boa para quem gosta de surf.
Gostararia de saber se vale a pena ir nessa epoca? Vou conseguir ver as principais praias, sanchos e porcos com a agua que vemos nas fotos?

Estou com medo de viajar e nao ver a beleza verdadeira de Noronha e acabar viajado a toa, afinal não e uma viagem barata.
#1220889 por felizzz
28 Set 2016, 09:27
Valdecy Noronha escreveu:Mais um Pacote de Passeios Exclusivo para a Pagina.

Pacote 02 - Ilha tour + Barco + Trilha atalaia Longa
Valor do Pacote com 03 Passeios por: R$370,00
Obs: Promoção por tempo Limitado.
Compre Agora: http://www.lojanoronhamar.com.br/142a28/pacote-02



Não vale a pena.
Principalmente porque o Atalaia longa demora quase meio dia.
#1222213 por Ia Orana
03 Out 2016, 20:33
Karlamorselli escreveu:Olá pessoal!!
Estou pretendendo ir em dezembro pra Noronha, sei que a maré vai estar alta e boa para quem gosta de surf.
Gostararia de saber se vale a pena ir nessa epoca? Vou conseguir ver as principais praias, sanchos e porcos com a agua que vemos nas fotos?

Estou com medo de viajar e nao ver a beleza verdadeira de Noronha e acabar viajado a toa, afinal não e uma viagem barata.


Karla,

Se você pretende ir pra curtir as praias paradisíacas e não para surfar, é melhor evitar o verão. À vezes a partir de outubro já começam a subir mais ondas. Nessa época bate muita onde a água fica mais turva. Fica ruim para fazer snorkeling. Um mês ótimo pra ir sem ondas é setembro.
#1238440 por andre_2004
07 Dez 2016, 13:30
taty maria escreveu:No último dia conheci na Praia do Porto o sujeito conhecido por Ceara. Ele tem um barco e me cobrou R$80,00 por uma hora de planasub. Eu tinha adorado a experiência e no Trovão dos Mares o tempo fui insuficiente. Ceara se mostrou um cara bem legal e disse que faz passeios marítimos, pesca em alto mar, entardecer vip para casais...... disse que nos cobraria R$ 600,00 para passar a manhã conosco, nesse momento me arrependi do Trovão dos Mares, teria sido um passeio melhor e mais barato, mas não tinha mais tempo. Recomendo para quem estiver em grupo ou quiser privacidade.
Uma coisa que li muito é que a comida em Noronha é cara, então fiz um mix de oleaginosas (castanhas de vários tipos, nozes, amêndoa) e levei em grande quantidade. Levamos também algumas garrafas de vinho. Na Ilha da pra comprar agua e outros itens em mercadinhos. Se alguma pousada oferecer a cozinha pra vocês valorizem esse produto. Na cozinha da Pousada preparamos tapiocas e cafés para o jantar.


Alguém tem o contato desse Ceara?
#1248884 por nnaomi
15 Jan 2017, 15:57
juliaangst escreveu:alguém que tenha ido recentemente tem algumas anotações de preços de supermercados de lá para compartilhar?? ::love::


A ilha é linda, mas eu achei a relaçao custo/beneficio questionavel.
nao querendo gerar polemica, mas o nosso país tem locais tao lindos quanto, a um custo mais acessivel.
sim, acho q vale a pena ir p/ conhecer, mas nao pretendo repetir, a menos q alguem me dê a viagem d presente ::otemo::

a ilha tem varios mercadinhos. Comprei pouca coisa, basicamente água. O preço varia pouco, mas acho q depende mto do q vc vai comprar. Eu procurei levar o máximo possível d casa, incluindo lanchinhos p/ o dia (barra d cereal, salgadinhos)
Na Vila do Trinta tem o Supermercado Poty. Tem outro supermercado praticamente do lado.
Na Vila dos Remédio tem o Mercadinho Breakfast
Na Floresta Nova tem um mercado (acho q o nome é Barracão). Um rapaz me disse q era o mais barato da ilha. Eu achei água num garrafão tamanho família e ficou bem mais em conta do q nos outros lugares.

Boa viagem!

****************************************
Trilhas:
Grupo CamEcol - Caminhadas Ecológicas Taubaté

Relatos mais recentes:
Paraty e Ilha Grande - jul/2015 - Parte 1: Paraty | Parte 2: Araçatiba e Bananal | Parte 3: Resumão das trilhas

3 dias em Monte Verde - dez/2014
21 dias na BA - fev/2014 - Parte 1: Arraial d'Ajuda | Parte 2: Caraíva | Parte 3: Trancoso | Parte 4: Porto Seguro

11 dias na BA - dez/2013 - Parte 1 e 3: Salvador | Parte 2: Costa do Dendê - Ilha de Boipeba e Morro de São Paulo
21 dias em SE e AL - fev-mar/2013 - Parte 1: Aracaju | Parte 2: Maceió | Parte 3: Maragogi
#1248889 por nnaomi
15 Jan 2017, 16:10
Maria Eduarda Carvalho escreveu:Olá, estou indo sozinha para Noronha no carnaval deste ano e queria dicas de como me locomover pela ilha. Não possuo carteira de motorista, então pensei em alugar uma bicicleta. É tranquilo?


eu andei d bicicleta num dia e nos demais andei d onibus.

É meio chato andar d bicicleta na parte mais moviemntada, a rua é estreita, mas na calçada tem pedestre, entao é meio ruim. Fora do "centrinho" é tranquilo andar e eu transitei pela calçada msm, pois nao tinha nenhum pedestre. Eu esqueci o cadeado e tava preocupada. Porém vi q o pessoal deixa a chave no contato do buggy... Se alguem quiser levar um meio d transporte, vai levar o buggy, quem é o louco q vai sair pedalando naquele calor?! ::lol4::

andei bastante d onibus. Peguei mto onibus lotado e aalgumas vezes esperei mto até o onibus chegar. Entao vc perde mto tempo...

seguem algumas observaçoes:

Há locação de bicicletas, uma opção interessante para quem tem preparo físico. As distâncias são curtas na ilha, porém há vários morros, alguns bem íngremes e certos trechos de terra estão em mau estado de conservação, apresentando buracos e pedregulhos. O calor também não ajuda, não é fácil pedalar sob o sol escaldante, por isso não vi turistas andando de bicicleta. Dependendo de onde estiver hospedado, nem será preciso alugar uma bicicleta, pois algumas pousadas são participantes do Projeto Bike Noronha e receberam 2 bicicletas para uso de seus hóspedes. Teoricamente haveria uma infraestrutura para o projeto: existem bicicletários e bombas em vários pontos da ilha, mas as bombas da Floresta Velha e da Praça Flamboyant não funcionavam. Existe locação de bicicletas elétricas também

Existe transporte público na ilha: um micro-ônibus percorre a BR-363, com seus 7.9 km de extensão, do Porto ao Sueste. Teoricamente, haveria 2 micro-ônibus em operação e 1 de reserva, mas em vários dias, vi apenas 1 circulando, pois o outro estava quebrado. Dessa forma, a espera no pior caso, que deveria ser de meia hora, chegava a quase 1h. Como o veículo é pequeno, em vários horários, circulava lotado e subia os morros com dificuldade. É uma opção econômica, mas pode se perder muito tempo esperando no ponto, além de exigir uma caminhada depois de desembarcar do ônibus, dependendo do destino. A tarifa era de R$ 5,00 em 09/2016.

Ouvi vários comentários sobre a prática da carona na ilha. Porém, não é tão fácil assim, pelo menos não para um casal, pegamos carona apenas uma vez; agora, as meninas jovens e desacompanhadas não esperam muito tempo no ponto de ônibus – aqui fica uma ressalva: a criminalidade na ilha é praticamente zero, mas há um relato de crime em janeiro/2016.

Todas as pousadas oferecem traslado gratuito do aeroporto à pousada. Cada pousada tem uma espécie de convênio com uma das agências e é uma maneira da agência vender os passeios. Fui com a Atalaia e realmente demora um pouco, pois tem que esperar todos os passageiros e ainda para na agência para passar um vídeo da ilha, vender os passeios e uma operadora de mergulho aproveitou para fazer a sua propaganda. No retorno, o traslado pousada-aeroporto é oferecido por algumas pousadas; dependendo do caso, o traslado só está disponível para quem contratou um passeio com a agência

Boa viagem!

****************************************
Trilhas:
Grupo CamEcol - Caminhadas Ecológicas Taubaté

Relatos mais recentes:
Paraty e Ilha Grande - jul/2015 - Parte 1: Paraty | Parte 2: Araçatiba e Bananal | Parte 3: Resumão das trilhas

3 dias em Monte Verde - dez/2014
21 dias na BA - fev/2014 - Parte 1: Arraial d'Ajuda | Parte 2: Caraíva | Parte 3: Trancoso | Parte 4: Porto Seguro

11 dias na BA - dez/2013 - Parte 1 e 3: Salvador | Parte 2: Costa do Dendê - Ilha de Boipeba e Morro de São Paulo
21 dias em SE e AL - fev-mar/2013 - Parte 1: Aracaju | Parte 2: Maceió | Parte 3: Maragogi
#1255833 por lugadelha
08 Fev 2017, 11:51
nnaomi escreveu:
seguem algumas observaçoes:

Há locação de bicicletas, uma opção interessante para quem tem preparo físico. As distâncias são curtas na ilha, porém há vários morros, alguns bem íngremes e certos trechos de terra estão em mau estado de conservação, apresentando buracos e pedregulhos. O calor também não ajuda, não é fácil pedalar sob o sol escaldante, por isso não vi turistas andando de bicicleta. Dependendo de onde estiver hospedado, nem será preciso alugar uma bicicleta, pois algumas pousadas são participantes do Projeto Bike Noronha e receberam 2 bicicletas para uso de seus hóspedes. Teoricamente haveria uma infraestrutura para o projeto: existem bicicletários e bombas em vários pontos da ilha, mas as bombas da Floresta Velha e da Praça Flamboyant não funcionavam. Existe locação de bicicletas elétricas também

Existe transporte público na ilha: um micro-ônibus percorre a BR-363, com seus 7.9 km de extensão, do Porto ao Sueste. Teoricamente, haveria 2 micro-ônibus em operação e 1 de reserva, mas em vários dias, vi apenas 1 circulando, pois o outro estava quebrado. Dessa forma, a espera no pior caso, que deveria ser de meia hora, chegava a quase 1h. Como o veículo é pequeno, em vários horários, circulava lotado e subia os morros com dificuldade. É uma opção econômica, mas pode se perder muito tempo esperando no ponto, além de exigir uma caminhada depois de desembarcar do ônibus, dependendo do destino. A tarifa era de R$ 5,00 em 09/2016.

Ouvi vários comentários sobre a prática da carona na ilha. Porém, não é tão fácil assim, pelo menos não para um casal, pegamos carona apenas uma vez; agora, as meninas jovens e desacompanhadas não esperam muito tempo no ponto de ônibus – aqui fica uma ressalva: a criminalidade na ilha é praticamente zero, mas há um relato de crime em janeiro/2016.

Todas as pousadas oferecem traslado gratuito do aeroporto à pousada. Cada pousada tem uma espécie de convênio com uma das agências e é uma maneira da agência vender os passeios. Fui com a Atalaia e realmente demora um pouco, pois tem que esperar todos os passageiros e ainda para na agência para passar um vídeo da ilha, vender os passeios e uma operadora de mergulho aproveitou para fazer a sua propaganda. No retorno, o traslado pousada-aeroporto é oferecido por algumas pousadas; dependendo do caso, o traslado só está disponível para quem contratou um passeio com a agência

Boa viagem!



Nnaomi...

Sabe me dizer qto era o valor de aluguel da bike elétrica e o preço que tava a água?
#1255909 por nnaomi
08 Fev 2017, 16:26
lugadelha escreveu:Sabe me dizer qto era o valor de aluguel da bike elétrica e o preço que tava a água?

olá, vou ficar te devendo, nao vi o valor da bike eletrica.
eu pedalei numa convencional e era da pousada, entao nao paguei nada.

água estava 5,50 a garrafa de 1,5 l.
depois descobrimos um garrafão de 10 litros por 20,00 (no Barracão da Floresta Nova) q compensou para caramba. Enchia as garrafas térmicas. mesmo q a garrafa nao seja termica, se vc congelar a água e guardar dentro da mochila, ela se mantem fresca por um bom tempo.
o pessoal disse q bebe água da torneira mesmo, pois é tratada, mas ela é dessalinizada.
Nao achei q fosse salobra, mas sempre prefiro mineral por via das dúvidas...
• Se comprar uma squeeze (acho q era 750ml) em um dos PICs (do parque), você tem direito a 3 recargas e depois paga 3,00 para reabastecer. É bem mais em conta do que comprar água em lanchonete/restaurante, mas sai mais caro do que comprar água em supermercado em embalagens maiores
os preços sao de set/2016. A inflação em Noronha é cruel.

para comer:
• Pelo que vi apenas o Restaurante São Miguel oferece bufê por kg no horário do almoço. Tem pouca variedade, mas é bonzinho. O Flamboyant fechou (estava em reforma em set/2016), Ousadia também fechou e não vi outra opção de bufê por kg
• Marmitex pode ser encontrado no Restaurante da Pousada Tio João, no Jacaré e no Valdênio. O Jacaré e o Valdênio também oferecem opção de bufê livre por pessoa, você come o quanto aguentar, mas acho que só compensa para quem come muito mesmo, senão é melhor pegar um marmitex; vi o bufê do Valdênio e tinha pouca variedade. O Tio João e o Valdênio funcionam no almoço e jantar, agora o Jacaré eu não sei informar se também funciona no jantar. Experimenteii o do Tio João (fiquei hosepdada lá) e achei bom, o marmitex é grande, quem come pouco até cosnegue dividir 1. Acho q os preços eram iguais. Marmitex É a opção mais em conta q eu vi.

Porém o meu local preferido p/ comer foi o Mãezinha (ou acho q era Tempero de Mãezinha ) fica junto de uma loja e farmácia na Vila dos Remedios, fácil de achar. O a la carte fica pouca coisa mais caro q o marmitex, achei q valia a pena, pois eu enjoei depois d alguns dias d marmitex. Tem várias opções, pasteis, tapiocas, sanduíches, prato executivo e refeições para 2. O atendimento é um pouco demorado, mas não tenho frescura e não passo aperto. Depois de pegar uma mesa, busquei o cardápio, escolhi e pedi direto no balcão. O prato chegou logo, sem demora. No final, passei direto no caixa da loja para pagar. Aceita cartão. Foi tudo rápido, pois eu mesma me virei. Repeti o processo nas outras vezes que voltei lá e não tenho reclamações. Se o serviço deixa a desejar, por outro lado, não cobra 10%, achei honesto. Tem gente q ficou esperando o garçom e saiu reclamando.

Tapioca da Babalu é muito boa. Uma tapioca alimenta bem e nao fica caro.

estou escrevendo um relato, mas ainda nao terminei...

Boa viagem!

****************************************
Trilhas:
Grupo CamEcol - Caminhadas Ecológicas Taubaté

Relatos mais recentes:
Paraty e Ilha Grande - jul/2015 - Parte 1: Paraty | Parte 2: Araçatiba e Bananal | Parte 3: Resumão das trilhas

3 dias em Monte Verde - dez/2014
21 dias na BA - fev/2014 - Parte 1: Arraial d'Ajuda | Parte 2: Caraíva | Parte 3: Trancoso | Parte 4: Porto Seguro

11 dias na BA - dez/2013 - Parte 1 e 3: Salvador | Parte 2: Costa do Dendê - Ilha de Boipeba e Morro de São Paulo
21 dias em SE e AL - fev-mar/2013 - Parte 1: Aracaju | Parte 2: Maceió | Parte 3: Maragogi
#1256291 por nnaomi
10 Fev 2017, 09:10
D FABIANO escreveu:Quanto estão essas quentinhas que diz acima?


lembrando q os preços sao de set/2016 e a inflaçao na ilha é cruel.

marmitex 20,00
no jacare e valdenio, tinha opção p/ comer a vontade por 30,00 eu acho. (nao experimentei)
no Tio Joao, alem do marmitex, tinha prato executivo a 35,00. Tb tinha café da manhã por 30,00, bem caprichado com suco, frutas, paes, bolos, tapioca, ovos mexidos, omelete, etc. A movimentação para pegar marmitex era intensa tanto no almoco qto no jantar.

almoço por kg no Sao Miguel: 66,90

Tempero de Mãezinha:
prato executivo a 35,00
prato para 2 na faixa d 40,00 a 55,00
tinha opções d lanches diversos
aqui eu repeti varias vezes, A comida é simples, mas é bem servida e normal/te acompanha, arroz, salada (era caprichadinha, geral/te com alface, tomate, pepino,etc. Tem local q é só repolho e/ou cenoura ralada) , feijao e farinha. alguns pratos tem opção d pedir c/ ou s/ fritas (por 10,00)

Tapioca da Babalu:
12,00 a tapioca
acho q tinha uns tipos incrementados com preço pouco maior, tipo a hambioca (hamburguer com tapioca no lugar do pão)
tem comida japonesa tb, mas nao experimentei

Lanchonete do PIC (do parque): pizza de mussarela bem pequena 15,00, queijo quente 10,00, misto quente 12,00
O preço não é barato (padrão FN e ICMBio), mas é uma boa opção para quem está no Sancho e quer tomar um lanche rápido.

Pizzaria Muzenza, Pizza 75,00
a pizza é carinha, mas depois d uns 4 dias d marmitex, fui lá uma vez p/ variar.
o ambiente é legal.
Tem música ambiente, mas tem reggae na quinta e samba no sábado, com couvert artístico de 20,00 eu acho. No dia q eu fui nao tinha musica ao vivo

Tricolor: moqueca d peixe a 90,00
Ambiente agradável, na beira da BR-363, quase em frente ao ICMBio, inclusive é uma boa pedida para antes ou depois da palestra do TAMAR. O preço não é barato, segue o padrão FN, mas achei a relação custo/benefício boa, pois é um ambiente gostoso e a moqueca é muito boa.

Boa viagem!

****************************************
Trilhas:
Grupo CamEcol - Caminhadas Ecológicas Taubaté

Relatos mais recentes:
Paraty e Ilha Grande - jul/2015 - Parte 1: Paraty | Parte 2: Araçatiba e Bananal | Parte 3: Resumão das trilhas

3 dias em Monte Verde - dez/2014
21 dias na BA - fev/2014 - Parte 1: Arraial d'Ajuda | Parte 2: Caraíva | Parte 3: Trancoso | Parte 4: Porto Seguro

11 dias na BA - dez/2013 - Parte 1 e 3: Salvador | Parte 2: Costa do Dendê - Ilha de Boipeba e Morro de São Paulo
21 dias em SE e AL - fev-mar/2013 - Parte 1: Aracaju | Parte 2: Maceió | Parte 3: Maragogi

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante