Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Itália - Rotas e Meios de Transporte


Posts Recomendados

  • Membros

Oi pessoal,

Alessandro, de Roma eu só fiz bate-volta para Capri, e isso já foi a alguns anos, por isso não lembro muito dos detalhes. Mas não é complicado, vc pega um trem que sai de manhã cedo da Estão Termini em Roma e vai para Nápoles. A viagem dura entre uma hora e meia e duas horas, depende do trem, sendo que os mais novos e rápidos são mais caros. Em Nápoles vc pega um barco e segue para Capri (cerca de 45 minutos). A gruta azul é linda, mas como sou claustrofóbica não aproveitei muito.

Wil e Denise fiz a Toscana de carro agora em junho. Sai de Roma, passei por várias cidades, as principais Cortona, Siena, San Giminiano, Florença e Veneza, onde devolvi o carro. Dormi uma noite em Siena, uma em Florença e duas em Veneza, adorei. No tópico "relato de viagens", - relato de Andrea Matos, Italia e França -conto tudo com detalhes, os nomes dos hotéis, sobre a estrada, os pedágios, etc. Postei tb algumas fotos.

Um abraço

Andrea

Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • Respostas 901
  • Criado
  • Última resposta

Mais Ativos no Tópico

  • Membros

Andrea,

vi seu relato e adorei! Cortona, Siena e San Giminiano são sua indicação? ou apostas em outras mais?

Vamos devolver o carro em Milão, preferimos ficar por lá de carro e tentar aproveitar uma esticada até Zurique...

 

Wilwil, pelo que li nos tópicos a carteira de motorista internacional dá a tranquilidade necessária à viagem... A Andrea fez, não é?

Só vão perguntar se vc tem se te pararem... mas meu marido deve fazer sim.

:P

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Denise, só pude parar nessas cidades, porque eu queria ficar mais tempo em Florença e Veneza, mas tenho certeza de que são muitas as cidades pitorescas da região, Montepulciano, por exemplo. Te aconselho a dormir em Siena, como eu disse no relato, para que vc tenha a oportunidade de aproveitar a noite, quem sabe um vinho da região.

As estradas italianas são muito boas e os pedágios não são tão caros assim, mas como são muito sinuosas, a gente acaba ficando tenso e cansado. Pelo menos comigo foi assim. Entre Florença e Veneza existem uns 30 túneis e trafegam muitos caminhões.

Quanto à Carteira Internacional de Habilitação, recomendo a todos que façam. As locadoras não vão exigir, mas se houver algum problema na estrada e for preciso apresentar a carteira à polícia, eles não vão aceitar a nossa. A internacional está escrita em vários idiomas. É super simples obter a internacional, no SAC, só precisa apresentar a CNH e um comprovante de residência, além de uma tax de 68 Reais. A minha ficou pronta em 6 dias.

Um abraço

Andrea

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Olá pessoal,

 

Gostaria que opinassem sobre o meu roteiro.

20/09 (seg) - chego a Milão, acredito que no maximo a três da tarde terei feito o check in e estou livre para circular pela Galeria Vittorio Emmanuele.

21/09 (ter)- vou cedo para Padova, local que escolhi como base para ir para Veneza e Verona;

22/09 (qua)- vou cedo para Veneza e passo o dia por lá e volto à noite para Padova;

23/09 (qui)- vou para Verona passar o dia por lá e volto à noite para Padova;

24/09 (sex)- vou cedo para Firenze (onde vou passar 3 noites), visito a Galeria Uffizi e a Galleria da Accademia;

24/09 (sab)- dia livre em Firenze, com passei marcado apenas para a Galleria Palatina;

25/09 (dom) - passeio por Piza e retorno a Firenze;

26/09 (seg) - ida para Roma (não decidi o horário), resto dia livre em Roma;

27/09 (ter) - Roma, visita à Necrópole e Museo do Vaticano;

28/09 (qua) - Roma, visita à Galleria Borguese e resto do dia livre;

29/09 (qui) - Roma, dia livre (comprei o Roma Pass e pretendo visitar o Coliseo);

30/09 (sex) - Roma, dia livre;

01/09 (sab) - Roma-Mião - marquei hotel em Milão, mas estou na dúvida se deveria voltar neste dia ou no dia seguinte quando retorno para o Brasil(posso desmarcar o hotel).

02/09 (dom) - Milão - visita à última Ceia às 2h45. Embarque as 22h00 para o Brasil.

 

Gostaria também de saber a opinão de vocês se vale a pena alugar um carro para os dias que ficar em Padova, pois ouvi falar que os arredores da estação parece perigoso para ficar caminhando à noite e teria que gastar com táxi para chegar até o hotel. Caso eu faça o trajeto de Padova-Veneza/Padova-Verona de

trem, gostaria de pegar o trem mais caro por questão de segurança e conforto. Então, em questão de custo talvez seja quase a mesma coisa.

As minhas maiores dúvidas são quanto às facilidade de se locomover de carro nesse trajetos, bem como estacionamentos, etc.

Grato desde já a todos.

Um abraço,

 

Wilson

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Wilson,

O principal de Verona dá para ver em poucas horas: a casa de Julieta, a praça oval, a basílica e a arena. Só conheço Padova de passagem, por isso não posso opinar muito, mas estou achando uma pena vc não passar nem uma noite em Veneza. Quanto a alugar um carro, se o motivo for só a segurança não acredito que exista grande perigo nos arredores da estação de trem. Mesmo em Roma, já me hospedei próximo à Termini e andei à noite, com meu namorado, sem qualquer problema, apenas adotando os cuidados normais, não expor valores, etc. O valor da ou das passagens de trem deve ser comparado com o valor da diária do automóvel, acrescida de combustível, GPS, pedágio e estacionamento. Em Veneza e Florença os estacionamentos são caros (paguei 24 Euros por um dia em Florença), em Padova eu não sei, alguns hotéis oferecem de graça. Se for um casal, acredito que o preço fique equilibrado. Em igualdade de condições quanto ao preço, o carro é melhor pela mobilidade, mas sempre envolve mais estresse e cansaço do que simplesmente comprar uma passagem de trem e viajar confortavelmente, apreciando a vista e cochilando. É a minha opinião.

Andréa

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Colaboradores

Wilson,

 

Se for para alugar carro é melhor fazê-lo na saída de Milão e só entregar na chegada a Roma. A vantagem é conhecer outros lugares e pequenas cidades e vilas pelo caminho e o preço por semana é mais barato em média que por três dias.

 

Agora, viajar de carro é um outro tipo de viagem, para alguns pode ser estressante, como disse a Andréa, e para outros não (meu caso). Depende do seu perfil. Leia o tópico abaixo e também tem um outro da Joyce e mais alguns pelo forum:

 

dicas-para-como-decidir-o-melhor-meio-de-transporte-na-europa-t41185.html

 

Concordo com as opiniões da Andréa, os estacionamentos são caros, Verona dá para ser uma tarde, não esqueça de Siena e acordar e dormir em Veneza deve ser melhor que em Padova. Só uma coisa que eu penso diferente: no trem você curte a paisagem que passa, no carro você escolhe a paisagem que vai passar :)

 

Abraços,

 

David.

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros
Wilson,

 

Se for para alugar carro é melhor fazê-lo na saída de Milão e só entregar na chegada a Roma. A vantagem é conhecer outros lugares e pequenas cidades e vilas pelo caminho e o preço por semana é mais barato em média que por três dias.

 

Agora, viajar de carro é um outro tipo de viagem, para alguns pode ser estressante, como disse a Andréa, e para outros não (meu caso). Depende do seu perfil. Leia o tópico abaixo e também tem um outro da Joyce e mais alguns pelo forum:

 

dicas-para-como-decidir-o-melhor-meio-de-transporte-na-europa-t41185.html

 

Concordo com as opiniões da Andréa, os estacionamentos são caros, Verona dá para ser uma tarde, não esqueça de Siena e acordar e dormir em Veneza deve ser melhor que em Padova. Só uma coisa que eu penso diferente: no trem você curte a paisagem que passa, no carro você escolhe a paisagem que vai passar :)

 

Abraços,

 

David.

 

 

Obrigado David e Andrea,

 

É a minha primeira viagem para a Itália (vou com a minha esposa) e realmente tive muitas dúvidas ao escolher o meu roteiro. Em princípio eu tinha programado passar 1 ou 2 noites em

Veneza em vez de Padova. Entretanto, tive algumas dicas de umas pessoas que falaram que 1 dia para Veneza era o suficiente, bem como que lá as coisas são muito caras e ainda não tratam tão bem o turista como nas cidades vizinhas.

Já estou ciente que em Pádova não tem muita coisa para se ver, mais fica a 30-45 minutos de trem para Vezena e, se não me engano, a 1 hora de Verona. Assim, achei que se Veneza foi muito interessante mesmo (o que acho que sim) posso ir dois dias para lá (inclusive estou pensando em ir direto de Milão para Veneza (deixar minha malas em um locker da estação) e depois seguir a noite para Padova.

A dúvida quanto a alugar um carro surgiu pelo fato de Verona e Veneza ficarem perto de Padova e assim poderia ter mais liberdade para retornar a hora que quisesse dessas cidades. De Milão para Veneza/Padova; ou Firenze para Roma eu não tinha pesando a respeito, porque são trechos mais longos ( não tão-longos), mas queria também curtir parte da viagem pelo Eurostar.

Estava pensando em alugar um carro popular mesmo. Eu adquiri um GPS da Garmin (1310) esta semana e instalei um mapa atual da Europa. Será que esta marca funciona direitinho por lá? Aqui em Curitiba de vez em quando ele diz para virar em rua que é contra-mão. As estradas do trajeto que vou passar (Milão-Veneza-Padova-Verona-Firenze-Roma) são muito complicadas e congestionadas ou não? Desculpe a minha ignorância.

Muito obrigado pela atenção de vocês.

Um abraço,

 

Wilson

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • Membros

Caro Wilson,

 

David está certo quando diz que a viagem de carro é de outro tipo, porque vc tem mais liberdade de escolha e pode parar e partir onde e quando quiser. As pessoas que gostam de dirigir e que têm costume de dirigir em estrada costumam gostar bastante de dirigir na Europa, onde as estradas são "um tapete", costumam ter barra lateral de proteção, bons postos de conveniência, etc... No meu caso, que não tenho tanta experiência assim, foi um pouco estressante, porque são estradas de alta velocidade, onde passam muitos caminhões. De Roma a Florença tudo bem, depois de San Giminiano até Veneza foi que o negócio complicou um pouco, porque a estrada é muito sinuosa e movimentada, cheia de túneis. Entre Padova e Veneza é um pouco mais calma.

 

Também temos um GPS Garmin, mas como a maior parte da viagem não ia ser de carro, resolvi deixar o meu em casa e alugar um, para não ter que carregar mais uma coisa (sou extremamente minimalista quando se trata de bagagem). Além disso, imaginei que o GPS da Hertz tivesse mapas atuais. Ocorre que houve momentos em que o GPS deles errou, me conduzindo para uma rua sem saída. Perto de Veneza, o carro ficou "flutuando" no GPS, sem mostrar a estrada onde estávamos. Entrei na que indicava Milão e minutos depois o mapa apareceu. Errei uma entrada importante, porque indicou que virasse em 200m e era antes... Por causa desses erros, acabamos perdendo o jogo do Brasil do dia 25 de junho e chegando quase de noite em Veneza. Foi esse estresse ao qual me referi. Com medo de errar de novo, fui direto para a Hertz de Mestre, para entregar o carro, sem encher o tanque, como deveria, e acabei pagando uma multa de 30 Euros.

 

Assim, em resumo, se vc gosta de dirigir em estrada e está acostumado, não tenha receio. Apesar desses contratempos, a verdade é que as estradas são muito boas e bem sinalizadas, de modo que se vc for um motorista prudente, nada de mal vai acontecer e um carro econômico serve bem (aluguei um Fiat Punto). Se vc e sua esposa, contudo, não têm costume e ficam tensos com estradas movimentadas, aconselho que vá de trem, que também tem seu charme. O importante mesmo é ir para a Itália, que é linda, maravilhosa!

 

Quanto ao roteiro, reveja a possibilidade de passar uma noite em Veneza. É uma cidade cara, mas eu achei um hotelzinho barato e bem localizado, o Ca dei Fuseri. Não é luxuoso, mas é muito limpo, tem banheiro no quarto, com um bom chuveiro de água quente e ar condicionado, pertinho da Rialto e da Praça São Marcos. Evite os bares e restaurantes da Praça São Marcos, pois estes sim, são bem caros. Na região da Rialto vc consegue jantar e almoçar pelo preço do resto da Europa (casal entre 40 e 60 Euros). Mas dá para economizar comendo pizza, além disso, tem uma feira diária repleta de frutas, queijos...Acho um despedício não ver as luzes de Veneza à noite. É um lugar muito romântico. Quanto a ser bem tratado, acredito que quando tratamos as pessoas de forma educada e respeitosa, recebemos de volta o mesmo tratamento. Os únicos "ossos duros de roer" que encontrei na Europa foram funcionárias do Aeroporto de Lisboa. Uma mulher da TAP e outra da Air France (em 2 viagens diferentes). As coitadas devem ser extremamente infelizes.

 

Qualquer dúvida me pergunte. Terei muito prazer em ajudar, retribuindo a ajuda que sempre tive neste site.

Um abraço.

Andréa

Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

×
×
  • Criar Novo...