Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

leocaetano

Dicas: O que fazer em Santiago, Valparaíso e Viña del Mar

Posts Recomendados

Gustavo, como vc pretende ir no Estádio Nacional e vai também a Viña del Mar, aproveite para conhecer o estádio de Sausalito, onde o Brasil de Garrincha deu show em 62. Hoje é um simples estádio (mas, ainda assim, de fazer inveja a alguns grandes clubes brasileiros).

 

É bacana (além de pisar num lugar histórico para o futebol brasileiro) por dois motivos: 1) para ver como os estádios de Copa do Mundo tomaram uma magnitude mastodôntica desde então; e 2) o parque/laguinho de Sausalito que fica ao lado é bacana também.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá caríssimos, retornei do Chile neste domingo.

 

Santiago realmente vale a pena. Uma cidade grande, limpa com um povo muito educado.

 

Hospedagem: Fiquei no hotel Principado, no Bairro da Providência, bem ao lado da Universidade do Chile. A localização é excelente, os quartos são bons e o atendimento tbem. Café razoável. O defeito a ser mencionado consiste apenas no carpete, que é um pouco antigo e acumula poeira. Registro que minha preferência sempre foi albergue então o conforto oferecido foi mais do que suficiente.

 

Lugares para se visitar:

 

a) Começo pela vinícola Cocha e Toro. Muito legal o passeio de aproximadamente uma hora. Especialmente a parte do vinho Casileiro Del Diablo. O passeio simples custa 7000,00 pesos chilenos, com degustação de 02 vinhos. Tem uma opção mais cara que envolve degustação de mais vinhos com queijos e etc, o que ocorre após o passeio.

 

b) O Vale Nevado é outro passeio recomendado. Mesmo sem neve o lugar é incrível. Pode-se ver a neve apenas nos picos vizinhos. Sobe-se por ruas estreitas a mais de 3000 metros aproximadamente. Lá é possível fazer o passeio de teleférico. Deve-se observar que o retorno deve ocorrer antes das 16:00 horas, então é preciso chegar até as 15:00 para fazer o passeio, pois demora + ou – 40 minutos. No mais, vale a pena passear a pé mesmo, levar um lanche e ficar por lá curtindo o visual. É bom não esquecer de um casaco também.

 

c) Fonicular é outra opção interessante. Um parque na região da Providência. Sobe-se de bondinho até o alto de um morro onde se pode ver toda a Santiago. Muito bom para tirar fotos. Não lembro o preço mas é baratinho + ou – 2000 pesos.

 

d) centro da cidade: é meio centrão de qq cidade brasileira. Tem uma rua larga apenas de pedestres, a Catedral de Santiago, o Mercado Central – espécie de mercado municipal – Museu de História Nacional, Prefeitura, lojas mais populares, praças e etc. Bom para sair caminhando um dia.

OBS: Tem um centro mais novo, com prédios modernos que fica para o lado de Las Condes. Não conheci bem esta região mas parece ser bem agradável.

 

e) Palácio de La Modena: Bacana pra tirar um foto e tal. Estava autorizado apenas entrada até um saguão logo na recepção.

 

Deslocamento: O metrô é bom. Da pra usar apenas ele para ir por toda a cidade. Paguei 600 pesos o bilhete. Mas aluguei um carro por 4 dias. Conferi no cartão de crédito e fechou 280 dólares como combinado – incluindo os pedágios para andar no centro e seguro obrigatório. O bom do carro é que fomos até Vinha del Mar/Valparaiso (uns 100 Km), Vale Nevado ( uns 50 Km) e circulamos por toda a cidade, inclusive de madrugada. O carro te da uma certa liberdade. Vantagem tbem porque o hotel tinha lugar pra parar (3 vagas na rua e pelo menos 1 sempre estava livre). E se dividirmos o valor por 2/3/4 pessoas começa a valer a pena se considerarmos o preço dos deslocamentos.

 

Noite: Não sei se conheci bem a noite. Nos 2 primeiros dias falavam que era apenas a região de Bella Vista, que são bares com mesa na calçada e tal. (pra quem é de Curitiba o lugar é estilo o Largo da Ordem). Mas não poderia ser só aquilo porque frequentava só pessoal da Universidade do Chile ali do lado, e deveria ter algo mais animado. Então nos outros dois dias me informei com o pessoal local, e fui em 2 lugares balada mesmo. Recomendo apenas o “Las Uracas”, na Rua Vitacura. Mas acredito que tenha muita coisa rolando de noite. Fiquei com a sensação de que naum fui muito nos lugares certos.

OBS: O pessoal curte MUITO dançar. Principalmente um tal de reggaeton, que eu sinceramente achei horrível.

 

 

Dicas finais: Vina del Mar é bem jóia e o acesso é muito fácil. (100 km de Santiago) Fui de carro, mas soube que havia ônibus que cobrava 2500,00 pesos por pessoas, o que é bem razoável. O principal lá é curtir a praia de água super gelada, e ir no cassino.

Já Valparaiso é uma típica cidade portuária. As casas até lembram o caminito argentino por serem bastante coloridas. Lá fui apenas na Casa do Neruda, La Sebastaina, o que também recomendo. Naum sei como é o acesso de ônibus mas de carro é meio complicado. Bem no alto do morro, por ruas estreitas.

 

Enfim, gostei muito da viajem de apenas 06 dias no Chile.Valeu muito a pena!!

Espero ter retribuído as informações que obtive de vcs. Um a

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bacana a galera dando várias dicas aí...

 

eu gostei de fazer compras no Parque Arauco. Tem muitas opções, várias marcas como Calvin Klein, Lacoste. e é muito mais barato que aqui.

 

Bacana é fazer uma caminhada pela Paseo Ahumada, há muito comércio, as lojas mais tradicionais do Chile, o famoso Café com Pernas e você ainda dá de cara na AV. Bernardo O'Higgins e, se caminhar pela sua esquerda, sai no Cierro Santa Lucia, um ponto turistico bem bonito.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Outra coisa que acho muito interessante e que descobri nos últimos dias de viagem foi a Calle Lastarria, próximo ao Parque Forestal.

A rua tem restaurantes, cinemas, bares. Um bairro bem boêmio e cheio de cafés!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Galera uma dica IMPORTANTE!

Voltei ontem de lá...(21/07)

 

Muito cuidado com os FURTOS, estão constantes na cidade e pontos turísticos.

Conheci 2 casais que tiveram bolsas furtadas em pontos distintos.

 

Um eu estava presente, o cara estava na mesma VAN que eu e íamos subir pra Vale nevado, paramos pra alugar equipamentos ele deixou a esposa cuidando da sua mochila e qdo olhou pra trás, já era...

Um casal q conheci tb teve a bolsa furtada em restaurante...e eles me contaram tb de outro casal q tb teve...

 

No Centro uma camelô me indicou pra andar com a mochila pra frente tb pq tem rolado isso pelo centro, principalmente pela região de Passeo Ahumada.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O lemarins tem razão.

 

Me escreveram essa semana falando que o dia do jogo, da Universidade do Chile e não sei mais quem, foram todos assaltados. Roubaram anéis, carteira, documentos e até (pasmem) a roupa!

 

O mês de Julho e o de Dezembro são os piores pra isso no Chile.

 

Vale a pena andar como se estivesse no Centro de São Paulo: cuidado com bolsas, dinheiro, pochetes, carteiras.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
O lemarins tem razão.

 

Me escreveram essa semana falando que o dia do jogo, da Universidade do Chile e não sei mais quem, foram todos assaltados. Roubaram anéis, carteira, documentos e até (pasmem) a roupa!

 

O mês de Julho e o de Dezembro são os piores pra isso no Chile.

 

Vale a pena andar como se estivesse no Centro de São Paulo: cuidado com bolsas, dinheiro, pochetes, carteiras.

 

O que custumo dizer, geralmente a ocasião faz o ladrão...

Não dê mole...

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
O lemarins tem razão.

 

Me escreveram essa semana falando que o dia do jogo, da Universidade do Chile e não sei mais quem, foram todos assaltados. Roubaram anéis, carteira, documentos e até (pasmem) a roupa!

 

O mês de Julho e o de Dezembro são os piores pra isso no Chile.

 

Vale a pena andar como se estivesse no Centro de São Paulo: cuidado com bolsas, dinheiro, pochetes, carteiras.

 

O que custumo dizer, geralmente a ocasião faz o ladrão...

Não dê mole...

 

É, galera!

Um taxista me avisou também para andar com a mochila na frente...mas deu tudi certo!

Vlw!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
O lemarins tem razão.

 

Me escreveram essa semana falando que o dia do jogo, da Universidade do Chile e não sei mais quem, foram todos assaltados. Roubaram anéis, carteira, documentos e até (pasmem) a roupa!

 

O mês de Julho e o de Dezembro são os piores pra isso no Chile.

 

Vale a pena andar como se estivesse no Centro de São Paulo: cuidado com bolsas, dinheiro, pochetes, carteiras.

 

O que custumo dizer, geralmente a ocasião faz o ladrão...

Não dê mole...

 

É, galera!

Um taxista me avisou também para andar com a mochila na frente...mas deu tudi certo!

Vlw!

.Ah e taxistas tb mto cuidado!!!

Um grupo de meninas contou para nosso grupo q um trajeto que daria uns 4mil cobraram 20mil delas...

Pior q foi no taximetro,mas q fato q estava sendo adulterado de alguma forma, elas falaram q ele ficava com a mão proxima ao aparelho e fica puxando assunto,etc...

Um conhecido chileno falou q alguns mal taxistas aproveitam qdo sãomulheres...caso desses tem q procurar os "carabineiros"

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Em Santiago: Se você gosta de caminhar, em um dia você pode conhecer vários lugares: No centro da cidade, vá à Plaza de Armas e conheça ali a Catedral de Santiago, o Museo Chileno de Arte Precolombino (entrada paga), o Ex Congresso Nacional, o Correo Central, além de algumas cafeterias que ficam na praça, com mesas na calçada e um ambiente bem agradável! Próximo a essa praça (uns três quarteirões) há o Palacio "La Moneda". Dia sim/dia não há a troca da guarda, com toda uma pompa que vale a pena assistir. Abaixo desse Palacio (no subsolo mesmo!) há o Museo de La Moneda (entrada franca), onde há lojas com artesanato chileno, além das exposições. Ande mais alguns quarteirões e conheça o Cerro Santa Lucia, um parque público na vertical, com vista privilegiada de Santiago. Você pode subir caminhando ou usar um elevador panoramico (gratuito). Tem bancos para descansar e a vista é realmente maravilhosa, especialmente se o dia estiver claro. A fonte na saída do parque é realmente linda e dá uma boa foto! Prossiga em direção ao Bairro Bellavista (uns 10 quarteirões, dá pra ir caminhando, tranquilo, e aproveite para almoçar em algum dos diversos restaurantes da rua Pio Nono - comida boa e barata) e vá ao outro cerro, maior e mais alto que o primeiro. Trata-se do Cerro San Cristobal. a subida a pé é demorada (40 min. aprox.), mas dá pra fazer. Você também pode pagar cerca de 2 mil pesos chilenos (uns R$ 8,00) e usar o Funicular, uma espécie de bondinho que sobe e desce o parque. Neste cerro há um zoológico e, mais acima, uma capela, uma igreja, lugares para compras e lanches. A vista é espetacular, especialmente se você for no inverno e o céu estiver claro (a Cordilheira fica logo atrás e dá excelentes fotos!). Ao voltar, indico uma feira de artesanatos na "saída" do bairro Bellavista, próximo à estação de Metrô. As coisas por lá são boas, bonitas e baratas. Vá ao Museo de Bellas Artes, que fica ali pertinho. A entrada é gratuita aos domingos, mas estudantes pagam meia entrada, mesmo sendo de outro país! Eu dei sorte de, num sábado à noite, ir a um concerto da Orquestra Sinfônica de Santiago que aconteceu no museu (e gratuito!).

Certifique-se de ficar em algum lugar próximo a uma estação de metrô! Em Santiago, o metro é rápido, barato e super eficiente! São quatro linhas que se interligam e permitem que, com apenas uma passagem, você vá a praticamente QUALQUER lugar da cidade (exceto o aeroporto!). É praticamente todo no subsolo, com algumas poucas exceções. Na linha vermelha, na última estação (Los Dominicos) há um parque enorme que tem uma feira de artesanato também enorme! Os preços são variados e vale a pena caminhar pelo parque! Na linha quatro (que é apenas parcialmente subterrânea), você sai do subsolo e se surpreende com uma vista incrível da Cordilheira. Desça na estação Las Mercedes, pegue um micro-ônibus e vá à vinícola Conhcha Y Toro, do famoso vinho chileno "Casillero del Diablo". O passeio é relativamente barato e você ainda degusta vinhos e queijos (dependendo do passeio escolhido). Você ainda leva a taça em que degustou de lembrança!

Se quiser fazer compras, vai uma dica: roupas em Santiagos são extremamente baratas! Você encontra roupas de grife por preços irrisórios! É sério!

Se não estiver animado a andar, use o metrô. Em todos esses lugares que mencionei tem uma estação próxima! É possível conhecer mais do metrô chilene no site prórpio (http://www.metro.cl).

 

Em Viña del Mar: Aconselho comprar a passagem na rodoviária de Santiago, IDA+VOLTA (sai mais barato). A viagem demora cerca de duas horas! Você pode alugar uma van na rodoviária de Viña del Mar ou fazer o percurso a pé/metrô. Conheça o Oceano Pacífico (vale "pisar" na água gelada!). Há o famoso Relógio das Flores, o Cassino, o Estádio onde o Garrincha tirou um cachorro do campo, no meio do jogo (é sério!), o mirante, onde dá pra ver a cidade e, ao fundo, o Pacífico, o Museu de Arqueologia (tire uma foto com um MOAI, tirado da Ilha da Páscoa) e almoçar em algum restaurante à beira-mar! DICA: os chilenos tem o costume de divulgar o MENU: trata-se do prato do dia, com entrada+prato principal+bebida+sobremesa (com pequenas variações entre os restaurantes). Costuma sair mais barato! Vai almoçar/jantar em um restaurante? Pergunte sempre pelo MENU primeiro!

 

Em Valparaíso: A cidade é colada em Viña, dividida por uma ponte! É uma cidade histórica, mais antiga que Viña. Vale conhecer uma das 3 casas do Pablo Neruda (as outras duas ficam em Isla Negra e Santiago - entrada paga), o centro da cidade (com praças lindas), passe em frente ao Congresso Nacional, vá ao porto e suba no bondinho (uns 300 pesos por pessoa - pouco mais de R$ 1,00)! A vista é incrível e a feira de artesanato lá em cima é muito boa! Se você estiver hospedado em Santiago e sua passagem rodoviária foi de IDA+VOLTA pra Viña del Mar, você pode voltar pela rodoviária de Valparaíso, SEM PROBLEMA ALGUM! De Valparaíso, a viagem é de uma hora e meia para Santiago!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por Carol.Barbosa94
      Olá, 
      Aqui vou descrever sobre os meus gastos e como foi a minha viagem ao Chile do dia 02 a 10 de Outubro de 2019. Fora da temporada de neve, porém, com uma beleza encantadora.
      Vou deixar meus insta aqui pra quem quiser mais informações: @barbosa_carolin
      Passagens Aérea (ida e volta):
      R$ 709,00 Guarulhos x Santiago
      R$ 239,00 Santiago × Calama
      Companhia SKY Airline (comprei pelo site Maxmilhas). É possível encontrar bem mais barato, mas comprei muito em cima da hora hehe...
       
      Cambio:
      Comprei $25.000 pesos no aeroporto de Santiago, a cotação é ruim, mas é melhor que trocar no Brasil e saiu por 153 pesos por real. Então gastei R$ 170,00 (com uma taxa de $1.043,00 pesos incluso, que é cobrado na casa de câmbio do aeroporto)
       
      A conversão é feita assim: o total de pesos que você precisa dividido pela cotação do dia. 
      Ex: 26.043,00 ÷ 153 = R$ 170,21
      Sugiro trocar no aeroporto só o que for usar para o transfer.
      Transfer Aeroporto x Hostel (ida e Volta)
      De Calama p/ San Pedro leva em média 1h30 de viagem e o transfer é tabelado e custa $20.000 pesos ida e volta com desconto. (Só ida ou volta $12.000)
      Do aeroporto de Santiago até o hostel no centro ida e volta com desconto ficou por $13.320,00 pesos. (Só ida ou volta $7.400)
       
      Total Transfers: R$ 210,00
       
      Hospedagens:
      Em San Pedro de Atacama, fiquei no Tiny Hostel, super limpo e organizado e perto de tudo. 29.300 pesos (R$ 174,40) por 3 dias e meio e não paguei os 19% do IVA porque apresentei o PDI e identidade.
      Em Santiago, fiquei no Hostal Yungay localizado no centro e indicado para quem busca mais tranquilidade a noite. O custo foi bem parecido com de Atacama, porém foram 05 diárias por 29.400 pesos. Devido a diferença de cãmbio o meu gasto foi de R$ 175,60.

      No Total, gastei R$ 350,00 para 08 diárias.
       
      Passeios:
      1° Dia - Valle de la Luna: É um tour maravilhoso, com paisagens incríveis, passando pelas dunas e mais alguns pontos famosos como as 3 Marias. Geralmente feito na parte da tarde e encerra com um lindo pôr do sol. 
      2° Dia - Lagunas de Baltinache: São 7 lagunas simplesmente lindas!!! Fiquei encantada com aquele lugar, pode entrar na primeira e na última Laguna, água extremamente salgada e gelada rsrs... Também encerramos com um pôr do sol maravilhoso.
      A noite fiz o Tour astronômico. Super recomendo. 
      3°  Dia - Piedras Rojas e Lagunas Antiplanicas: Pra quem não sabe, a entrada na Piedras Rojas está fechada, podemos ir apenas até o mirante, mas é um passeio fantástico também, só o caminho até chegar lá já faz valer a pena. Muitas histórias, vegetação, animais. Ainda passamos pela placa de  Capricórnio. Nas Lagunas de Miscanti e Miñiques pudemos ver um pouco mais de perto os vulcões com o mesmo nome. Paisagem que parece uma pintura de tão lindo que é.
      4° Dia - Deixei livre para conhecer um pouco mais de San Pedro e fazer algumas comprinhas de lembrancinhas. No seu dia livre pode alugar uma bike também para desbravar um pouco mais.
       
      Todos os passeios em San Pedro de Atacama ficaram por 87.500 pesos. (R$ 520,00) o pacote fechado com a mesma agência "Tour Connection" que super indico, os guias são maravilhosos. Agora vamos seguir para Santiago onde fiz os passeios com a Agência Bora Pro Chile Br e recomendo muito, excelente atendimento e acompanhamento do inicio ao fim de cada passeio.
       
      5° Dia - Manhã livre no centro, fiz a visita guiada no Palácio de la Moneda agendei Com 1 mês de antecedência e assisti um pedaço da troca de guardas e conheci a Catedral.
      Na parte da tarde fui com a agência na Vinícola Undurraga. É simplesmente linda. 
      6° Dia - Viña Del Mar e Valparaíso. Que lugar lindo, alegre e cheio de Cores e arte. Não deixe de conhecer, é um dos principais passeios.
      7° Dia - Portillo. O passeio mais esperado por  mim. Que paisagem linda do inicio da estrada até a fronteira com a Argentina. Paisagens de quadro. Vale muito a pena conhecer, aquela Laguna del Inca é surreal!!
      8° Dia - Vale Nevado & Farellones Sunset (Esse eu fiz com a agência Morandé) Pra quem assim como eu é apaixonada por montanha e pelo pôr do sol, esse passeio é super recomendado. Mesmo sem neve foi incrível.
       
      Todos os passeios em Santiago ficaram por 105.000 pesos (R$ 600,00) fechando os 3 primeiros com a mesma agencia e o ultimo com uma agencia diferente.
       
      Total com passeios e tickets de entradas R$ 1.120,00
       
      Alimentação:
      A média que estabeleci para refeição foi de 12.000 pesos por dia, mas gastei bem menos. Como alguns passeios oferecem café da manhã, teve outro que oferecia almoço, então acabei economizando. Ao todo gastei R$ 545,00 em refeições. Lá existe os pratos prontos com entrada+prato principal+sobremesa por 4.000 pesos, McDonalds, Subway ou o famoso La Piccola Italia, são opções bem econômicas para comer.
       
       
      GASTO TOTAL DESSA VIAGEM: R$ 3.173,00 







    • Por Jeffersonwbds
      Nossa primeira viagem ao Chile foi incrível! 
      A primeira vez na neve a gente nunca esquece, né!? 
      Como recordação produzi um vídeo contendo trechos de diversas partes do chile, espero que gostem! ♥
       
       
    • Por Wes Bonfante
      Olá, pessoal, saio neste sábado, 13 de julho de Niterói, Rio de Janeiro, em direção a Santiago no Chile de mochilão. Quero descer até Montevideo, visitar Buenos Aires novamente, Mendoza, e seguir até Santiago. Queria chegar em Santiago até dia 22 de julho. Gostaria de dicas diversas, sobre o caminho a percorrer, segurança, banhos, tempo, também aceito ofertas para couchsurfing... Ah, preciso de seguro viagem pra cada lugar? 
    • Por guilherme.hotz
      Olá Mochileiros! Irei em agosto para o Chile e uma das minhas tantas dúvidas era quanto me custaria estar por lá durante uma semana.
      Para tanto fiz um esboço de roteiro que irá contemplar uma diversidade de atividades, que serão alteradas ainda devido à proximidade da viagem, clima na semana e disponibilização do calendário do Campeonato Chileno de Futebol (pois quero ver um jogo).
      Todavia, segue o esboço de forma que outros viajantes tenham uma noção de preços, e o que fazer.
      Fico à disposição para discutir possibilidades, sanar dúvidas e ouvir sugestões.
       
       
      CRONOGRAMA CHILE-1.pdf


×
×
  • Criar Novo...