Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Marcos Davi Martins Silva

Dúvidas sobre minha primeira visita

Posts Recomendados

Boa noite mochileiros! Blz?

Pretendo fazer minha primeira visita ao Reino Unido (e primeira viagem internacional) no próximo ano.

Minhas dúvidas são:

1-Qual o melhor mês, março ou maio? No quesito valores, lotação de turistas, clima...

2-Trabalho a quase 6 anos em hospital, registrado certinho... eu levando uma carta do RH ou supervisor afirmando meu vínculo e que estou de férias é o suficiente pra imigração?

3-Pretendo ir de trem passar um dia (bate volta) em Cardiff no País de Gales... vale a pena? E a imigração pra voltar a Londres?

 

Desculpem o textão, mas como será minha primeira vez fora do Brasil, estou bem ansioso... agradeço desde já a todos!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá, seja bem vindo.

 

19 horas atrás, Marcos Davi Martins Silva disse:

1-Qual o melhor mês, março ou maio? No quesito valores, lotação de turistas, clima...

Maio é melhor que março, em maio já não costuma ser tão frio como em março.

O mês mais "morto" na Europa em relação ao turismo é fevereiro, em janeiro ainda pega uma parte das férias de final de ano do pessoal, após fevereiro o número de turistas vai subindo mês a mês, até chegar no seu pico em julho/agosto. 

Mas maio ainda costuma ser um mês com  um número de turistas aceitável, nem muito vazio e nem muito cheio, e os preços não mudam muito em relação a março, mas com certeza eles ainda não são tão caros como em julho/agosto.

19 horas atrás, Marcos Davi Martins Silva disse:

2-Trabalho a quase 6 anos em hospital, registrado certinho... eu levando uma carta do RH ou supervisor afirmando meu vínculo e que estou de férias é o suficiente pra imigração?

Se chegarem a perguntar e ver este comprovante, é por que a vaca já foi pro brejo a muito tempo, e este comprovante dificilmente vai mudar algo.

O que você precisa é de passaporte com validade suficiente, passagens de volta compradas e marcadas, reservas de hospedagem, dinheiro suficiente e numa quantidade realista e condizente com o que um turista faz, e saber explicar o que você pretende fazer ou visitar no Reino Unido. 

O resto,  não precisa levar, nunca me pediram nada alem do que citado acima, mas se quiser levar, sem problema, vai servir para lhe deixar mais calmo.

19 horas atrás, Marcos Davi Martins Silva disse:

3-Pretendo ir de trem passar um dia (bate volta) em Cardiff no País de Gales... vale a pena? E a imigração pra voltar a Londres?

O Pais de Gales faz parte do Reino Unido, e não tem imigração para circular dentro do Reino Unido.

Agora se vale a pena, é outra história...

Bate-volta é uma coisa boa, mas só se você souber usar direito.  Num bate-volta, a principal atração costuma ser a cidade em si, você fica a maior parte, se não todo o tempo na rua, apreciando a arquitetura, a paisagem, a cidade, etc..

Ou seja, a memos que você tenha um interesse muito específico naquela cidade, você não faz um bate-volta para ficar enfurnado o dia todo num museu, igreja, castelo ou palácio, mas sim para ficar na rua o máximo de tempo possível.

Como você fica a maior parte do tempo na rua, para ser uma viagem agradável, um bate-volta tem que ser feito num dia de clima bom, pois já pensou fazer isto num dia chuvoso frio?  Fazer isto num dia de 10ºc e chovendo é terrível.

Ou seja, um bate-volta bom é aquele que você pode escolher o melhor dia lá na hora, de acordo com o clima, se estiver fazendo sol, você faz o bate-volta, se o dia amanhecer chovendo, você fica em Londres mesmo, onde tem muito mais coisas interessantes para você ver e visitar num dia de frio e chuva sem ter que ficar tomando chuva e passando frio o dia todo e correr o risco de estragar o restante da viagem.

Mas é ai que está justamente o problema, as passagens de trem no Reino Unido são bem caras, uma passagem trem de de ida e volta de Londres para Cardiff comprada no dia custa umas 130 Libras, já se você comprar a mesma passagem 60 dias antes, ida e volta custam 55 Libras.

Ou seja, se comprar a passagem antecipado, você fica refém daquele dia, e teria que ir a Cardiff naquele dia independente do clima que estiver fazendo, e se o clima não estiver ajudando, a sua experiência  em Cardidd pode ser uma merda, mas se deixar para comprar as passagens lá na hora, elas estarão custando uma fortuna.

Então é uma questão se você avaliar os riscos e decidir se arrisca comprar as passagens antecipadamente, e faz uma aposta no clima, torcendo para que ele colabore, mas em todo caso, comprando a passagem antecipada para o bate-volta, você tem que estar bem ciente que se o clima não ajudar, a experiência pode ser uma m...

 

Mas independente desta questão do clima, mesmo comprando 60 dias antes, pessoalmente eu acho 55 Libras muito dinheiro gasto com passagens para ficar só algumas poucas horas na cidade.

Pessoalmente eu tentaria combinar com mais alguma outra cidade próxima que seja do seu interesse, e ficar mais tempo na região, algo como ficar uns 2 ou 3 dias na região de Cardiff, combinando por exemplo com Bath, Bristol, Gloucester, etc, assim você teria mais tempo para explorar a região de acordo com o que o clima permitir. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Uau! Muito obrigado mesmo! Suas resposta além de me deixarem mais tranquilo ainda me fizeram refletir sobre a questão do bate volta e provavelmente farei isso mesmo, ficar uns 3 dias em Cardiff além de estender a viagem mais uns 3 dias em Paris pois nas pesquisas que fiz, as passagens aéreas ficam mais baratas se eu voltar de Paris pra São Paulo... quanto a imigração, falo inglês razoável e se for só isso mesmo, não terei problemas! Mais uma vez obrigado pelas respostas! Abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Fui para lá no meio de Maio do ano passado, tive sorte e peguei sol todos os dias, a temperatura tava boa já, eu vestia só uma jaqueta fina de manhã, mas logo depois já tirava devido ao calor e a noite dava uma esfriadinha de novo.

Estava morando em Dublin, lá, em março estava bem frio ainda, em Londres deve ser parecido.

Questão de turistas, a cidade tava bem tranquila, sem aglomeração de pessoas nas ruas e atrações.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por cassizanon
      Fala Galera, finalmente to tomando coragem pra fazer minha primeira viagem sozinho. Sempre fiquei dependendo de ter alguém pra viajar comigo mas datas, orçamentos e disposição nunca bateram, e nunca consegui viajar. ACHO QUE AGORA VAI, tenho um certo receio de estar por conta própria, mas acho que faz parte da experiência.
      Sempre quis viajar pra Argentina e há anos tenho pesquisado e feito vááários roteiros que nunca se concretizaram. 
      Agora, pesquisando preços de passagens, achei valores que achei incrivelmente baixos e antes de reservar, queria confirmar com vocês se meu (pouco) planejamento até agora está nos conformes e se os valores realmente valem a pena.
      Bem, moro em Florinópolis/SC, mas achei as seguinte passagens:
      Porto Alegre para Buenos Aires
      FLYBONDI
      Ida: 14/04 (19:25 - 20:10)
      Volta: 30/04 (17:05 - 18:40)
      Total: R$426,91
      A Flybondi não tem bagagem incluída, porém eles mencionam isto: A piece of hand luggage of up to 6kg is included. If you are flying to or from Brasil, 10kg are included for hand and cabin luggaged combined.
      Então eu teria 10kg para levar na cabine. Vocês acham que é possivel passar 16 dias (no possível frio de Bariloche) com 10kg de bagagem só? Eu teria que pagar 110 reais por trecho pra levar mala de 20kg.
       
      Buenos Aires para Bariloche
      AEROLINEAS ARGENTINAS
       
      Ida: 17/04 (13:00)
      Volta: 29/04 (15:25)
      Total: R$316,43*
      *Aqui que pega, esse voo não inclui nenhuma bagagem, apenas "mochila que caiba embaixo do assento", não achei peso nem nada, porém para poder levar bagagem adicional, que também não sei ao certo o peso, pelo site da Cia, seria cerca de R$50 por trecho, então o total poderia ficar em R$ 416 +-. O que acham?
       
      HOSPEDAGEM:
       
      No Booking.com, encontrei o Hostel HOPA-Home Patagonia Hostel & Bar, a 1,1km do centro (no site deles diz 700m).
      12 dias - R$371 + R$78 de ISS (Quarto compartilhado com 8 camas)
       
      Alguém já se hospedou neste hostel? Parece ser bom e bem completo, porém queria opiniões da galera daqui. O preço está ok também?
       
      O QUE FAZER:
      Bem, aqui eu teria que com tempo reler meus guias, comprar guias novos (o que tenho é de 2013), e meus roteiros antigos, porém tenho uma boa noção do que quero conhecer, até locais mais distantes, como El Bosón, Ventisquero Negro, Rota dos 7 Lagos, etc.
      O problema é que dessa vez meu planejamento vai ser sem carro, e estou 100% desatualizado em como tá a situação lá pra usar Uber, 99, Bla bla car, etc, qualquer tecnologia que facilite transporte. Ou se ainda devo me focar em tours, passeios contratados pra conhecer certos lugares, tipo fazer o circuito chico, grande, rota dos 7 lagos, e idas pra lugares mais longe. E até mesmo transporte dentro da cidade. Vocês poderiam me dar um help nisso? Eu queria muito conhecer alguém lá e fazer esses passeios juntos.
       
      Mas enfim, para conhecer bem Bariloche e região, vocês acham que 11, 12 dias dá com tranquilidade? Não sei que tipo de viajante sou, mas sei que quero apreciar muito o lugar.
      E também, coloquei uns 3 dias para Buenos Aires, acho que vai ser meio corrido, mas como meu foco é Bariloche mesmo, acham que é suave deixar esse tempo pra capital?
       
       
      Eu queria muito incluir Mendoza e o Aconcágua nessa viagem, mas acho que encareceria muito, mas fazia parte do meu roteiro dos sonhos, mas acho que fica pra uma próxima.
      Desculpem o post longo, mas tentei organizar o máximo possível!
      Valeu galera!
       
    • Por flrc888
      Saudações Amigos!
      Meu nome é Franco Coimbra, sou de Minas Gerais. Sempre gostei de viajar, ônibus, avião, trem. Nunca tinha saído do País e achava que não tinha condições para isso. 
      Achei o site mochileiros.com, por acaso na net, é comecei a ler. Entre relatos de viagens, tutoriais, fui apreendendo formas de viajar barato. Muitos relatos de viagem me tocavam, as pessoas estavam sempre felizes amadurecidas e ansiosas, já planejando uma nova viagem. Agora tenho o maior prazer de ajudar e retribui toda a informação que consegui neste site.
       
      PLANEJAMENTO
      Transporte: Tenho uma facilidade com internet pois trabalho com tecnologia.
      Depois de várias buscas de preços descobrir que a melhor formar é se cadastrar no site Skyscanner. Após o cadastro, você criar um alerta de preço no trecho pleiteado. Fiz isso em janeiro de 2018. Em fevereiro comprei uma passagem Brasília a Campo Grande por R$179 incluindo bagagem. Também uma de Bogotá a São Paulo, com escala em Fortaleza por R$ 680,00, todas da Avianca. Descobri também que mudando a localização do navegador, você pode comprar passagens domesticas em outro país de forma mais barata. 
       
      O resto do trecho foi todo de Bus, usei as páginas Busbud e redbus para estimar o preço das passagens para o planejamento. Felizmente não usei o sites para realizar a compra, pois a vista é bem mais barato. Os ônibus em geral são mais confortáveis e baratos que no Brasil. Em países como Peru e Bolívia tem serviço de bordo, e telas de interatividade. As passagens são pechichaveis pode se fazer um leilão indo em várias empresas, mais não deixem de conferir a qualidade das avaliações nos sites que vendem passagens. Foram milhares de quilômetros admirando paisagens deslumbrantes pela janela. Andei em empresas como Copacabana, Trans Titicaca, Oltursa, Tepsa, Civa, Berlinda del Fonce, Ochoa e Bolivariana. Não tive nenhum problema. 
      Foto: Ônibus no terminal Bimodal de Santa Cruz

       
      Fiz uma planilha com a estimativas de custo, e levei 10% a mais. Fiz uma planilha, que ao longo da viagem fui trocando os custos estimados pelos custos reais.
       
      Pará reservar acomodações e estimar custos de hospedagem, usei Hostel Word e Booking.
       
      A VIAGEM
       
      Santa Cruz de la Sierra
      Realmente fiquei só um dia pra descansar, pois fui de bus de Campo Grande a Corumbá e de Puerto Quijarro a Santa Cruz. Não fui de trem da morte, porque estava caro no dia, em relação ônibus.
      Foto: Chaga em Santa Cruz

       
      Foto: Coincidência, boliviana com a tatoo com meu nome.  

       
       
      La Paz
      Um choque cultural, muito bonito e diferente. Um povo amável que lhe mostrará outros níveis de humildade.
      Do taxi ao Uber, tudo muito barato. Deliciosas sopas, empanadas e sal tenhas. Fiquei no Llmas Hostel, próximo a praça Espanha e teleférico. Passei mal, uma forte dor de cabeça, mais nada que Sirochi Pill não resolvesse. Encontrada em qualquer farmácia custa cerca de R$2.00. Fui a todos os parques, praças, miradores e no teleférico. Na noite fui a disco chamada fórum. As pessoas são muito preconceituosas com a Bolívia, La Paz é bonito e seguro.
       
      Foto: Teleférico La Paz

      Foto: sopa de Fidel com Maní

      Copacabana
      O lago titicaca é fantástico, a cidade é pequena e acolhedora. Fiz o passeio na Ilha do Sol. Paisagens perfeitas.
      Foto: São Pedro de Tiquina

       
      Foto: Lago Titicaca (Tirada por mim)

      Cusco
      Em Cusco os preços sobem um pouquinho. Pra economizar é só fugir da rota turística e ir a mercados e restaurantes frequentados por nativos.
      Recomendo o passeio ao Vale Sagrado. Cerca de R$70,00 com almoço buffet. Se conhece as Salineiras, Olaytaitambo, e muita histórias e ruínas do povo Inca.
      Machu Pichu é caro. Recomendo ir de Van até a hidrelétrica, seguir a pé até Águas Calientes, descansar em um Hostal, e subir no outro dia a Machu Pichu, fica cerca de R$230,00. Ao lado da igreja, na praça de Armas, existem 2 Pub s muito legais para sair na noite.
      Foto: Plaza de Armas

       
      Fotos: Mercado Artesanal

       
       
      Foto: Olaytaitambo


       
      Lima
      Fiquei num excelente Hostel perto do mar, na região do Barranco, na minha opinião a parte mais bonita da cidade.
      Fiz muitos amigos no Hostal.
      Foto: Barranco

      Mancora
      Passei do ponto no ônibus, tava dormindo e desci 20km depois num posto de fiscalização. Voltei de carona num ônibus que vinha de Caracas a Lima de refugiados Venezuelanos. Muito triste a situação, gente com a roupa do corpo e 20 dólares pra começar uma vida nova em Lima.
      Foi uma das minhas preferidas. Cidade puquena sem muita infraestrutura. Mais fiquei num Hostel chamado Misfit, fica 1km da cidade. Os quartos são suítes de madeira e palha. Muita tranquilidade e gente agradável. O tempo para. Lugar excelente pra relaxar. Amei.




      Cuenca
      O Equador é lindo. É hoje na minha opinião o país que tem melhor qualidade de vida. Quero trabalhar e viver um tempo no Equador, conhecer melhor o país. Passei no Equador rápido porque estava atrasado no tempo. Fui a Cuenca e de passagem por Guayaquil e Quito.

      Medellín
      Cidade fantástica, povo amoroso. Muito organizada, excelente sistema de transporte. Conheci o centro, o teleférico, o centro, o estádio.


      Cartagena
      Lidissima cidade, mais não deve sair do centro histórico. A cidade tem altos índices de assalto. Mais relativamente segura no centro. Recomendo passeio completo nas ilhas do rosário. Custa cerca de R$100,00. Inclui almoço e um passeio de Snooke muito bom. A praia Baru é super explorada comercialmente. Não sou contra quem tá correndo atrás do seus sustento, mais os vendedores são muito importunadores.




       
      Santa Marta
      Pelo menos uma vez tinha que me hospedar em um party hostal. Fiquei no Brisa Loca, tem um bar, e uma boate no terraço. Quem não gosta de festa não pode ficar lá. A música cessa só as três da madrugada. Muito boa.
       
      Bogotá
      Fiquei na região da candelária. Conhecia só locais próximos que dava pra fazer a pé e de transporte público. Gostei do clima fresco.

      DINHEIRO
      A melhor forma que encontrei, é levar um poço de dinheiro numa doleira. O resta deixa numa conta brasileira. Assim baixei o app da western Union e envia via app do meu banco e depois de meia hora sacava em uma loja local da western Union.
       
      PERRENGUES
       
      O tempo foi curto, talvez o trajeto deveria ser menor.
      Dava pra ter feito trechos de voo, se me programasse e comprava a passagem uma semana antes. Teria ganha tempo. E na maioria das vezes é mais barato que ônibus.
      Já na cidade de Ipiales, comprei uma passagem em um bus noturno para Medellín. Por volta das 04:00 de hoje 19/09/2018, na carretera 25 no povoado de El Cruero, o ônibus é parado pela polícia para uma fiscalização de rotina. Eu estava na poltrona 01, o policial ao notar que eu era estrangeiro me acordou e me chamaram pra dentro da guarita. Era um policial de etnia branca e um de etnia negra. Lá revistaram todas as minhas malas. Não satisfeitos pediram para ligar meu celular e escutaram todas minhas ultimas conversas. Não satisfeitos pegaram minha carteira contaram meu dinheiro (540 dólares). Disseram que poderia pedir para o ônibus seguir viagem, porque estava preso para averiguação da Interpol. Aí eu fiquei muito puto... Falei que estava correto. Que estava legal no país, que tinha visto em meu passaporte, e que o dinheiro que estava por tanta dó estava longe da quantidade limite que poderia portar. O policial de uma forma muito truculenta disse que se não calasse ia me fazer uma multa. Peguei meu telefone, falei que ia ligar numa linha de emergência do consulado brasileiro (nem sei se existe). Para pedir ajuda. Nesse momento um dos policiais foi para fora da guarita, enquanto o outro que ficou, na maior cara deslavada me pediu 100 dólares. Falei que não ia pagar, porque primeiro estou correto, e em segundo porque meu dinheiro estava contado e 100 dólares me faria falta para voltar ao Brasil. Não paguei, repeti que não pagaria, até porque o dinheiro me faria falta mesmo. Perguntaram minha profissão, quanto era meu salário. E por fim quando viram que não conseguiria me extorquir, me liberaram. Atrasou o ônibus em meia hora.
      CONCLUSÃO
      Não sou a mesma pessoa. Mudei e muito. Mais humilde, aberto. Aprendi a chegar nos lugares me apresentar e conhecer todos. Que se tem uma amizade intensa, ou um amor intenso, e depois a vida segue, e a despedida pode ser um adeus. Me renovei quero iniciar novos projetos, estudar mais, melhorar meu salário, cuidar da minha saúde. conhecer muito mais. Viajar sempre. Quero cuidar mais da minha saúde, racionalizar o álcool e para de fumar.
      Estudei muito quase um ano pra fazer essa viagem. Quem quiser dicas e compartilhar experiências meu zap é
      34 9 9944 2608
      Abaixo uma planilha com todos os custos, as datas não estão certas mais os custos sim.
      https://docs.google.com/spreadsheets/d/1_yIgkqtuVEvNEooOlkJhYwEIwpRGtyUKGMFkGk5KjZA/edit?usp=drivesdk
      Me sigam no Facebook e Instagram
      https://www.facebook.com/flrco888
      https://www.instagram.com/fr4nc0.br/





























      V_20181102_072341_N0.mp4
    • Por MatheusRedfield
      Oi gente, não sei se pode esse tipo de postagem mas queria saber: Vocês já compraram algo no Civitatis? deu certo? Vi umas excursões baratas lá e fiquei meio desconfiado. Vocês recomendam?
    • Por vinicius0alves
      Olá galera, em setembro irei para a Holanda em minha primeira viagem internacional e ficarei hospedado na casa de uma tia. Pesquisando sobre viagens, descobri que, na imigração era necessário apresentar uma carta-convite feito por ela alegando que iria me hospedar. No entanto, estou com dúvidas sobre como essa carta deve ser feita, e separei algumas perguntas:
      1. Ela deve ser impressa ou manuscrita?
      2. Passarei pela imigração na Itália, portanto a carta-convite deverá estar em italiano, holandês ou no inglês?
      3. Existe um modelo de carta-convite ou ela se baseia apenas em o dono da casa se identificar com documentos e endereço e afirmar que nos autoriza a ficar em sua casa?
      Espero ter sido claro e aguardo ajudas. Desde já agradeço.
    • Por eai.geovanna
      Oie pessu, sou nova por aqui e irei fazer meu primeiro mochilão e viagem sozinha em FEVEREIRO, devido às férias do meu trabalho e da faculdade 😍😍😍🥰 Estou um pouco perdida em relação ao meu roteiro, escolhi a América do Sul (clássico Bolívia, Chile e Peru).
      A principio, será:
      CAMPO GRANDE X CORUMBÁ X PUERTO QUIJARRO X SANTA CRUZ X SUCRE X UYUNI X ARICA X TACNA X AREQUIPA X CUSCO X LA PAZ 
      Farei o percurso todo de BUSÃOO (menos a volta - até o momento).. mas estou começando a pensar na hipótese de ir de Santa Cruz até Uyuni de avião, é possível? Vi vários relatos de pessoas que passaram pelo Sucre, porém encontrei passagens que vão até Uyuni. O que é melhor a se fazer? Podem me dar um HELPPP
      Podem me indicar por gentileza hostels, agências de turismo para o SALAR, onde encontro coisas mais em conta por lá.. E outra dúvida, com 4.000 consigo ir tranquila a partir de Campo Grande?
      Toda ajuda será muito bem vinda, desde já agradeço à todos 🥰🥰


×
×
  • Criar Novo...