Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Posts Recomendados

Paraguay: A declaração de saida ou de entrada deve ser feita na Ponte da Amizade....ao chegar vc sera automaticamente direcionado a entrar pela direita de que vai ao PY...ai nao tem erro....vai passsar na frente da receita federal......se for de onibus....desça na entrada da ponte, aduana, (nao tem erro)...ai faça a declaração e va ao PY..pode atravessar a ponte a pé...porem tome cuidado....muita gente....tumulto...principalmente nas quartas e sabado. ,,,,ande rapido que nao tera problema.

Ao retornar ao Brasil....ira ser direcionado para o lado direito de quem vem do PY.....ai nao tem erro.....ao chegar na aduana....verifique o local pra declarar....sera a maior fila que tiver...se tiver voltando de onibus...desca e declare....esqueca o onibus..pois ele nao vai esperar.....

Ao declarar seu CPF ficar no registro da Receita Federal.

 

Puerto Iguassu: Pegando o onibus em Foz......desca apenas apos passar a ponte na aduana Argentina, devera descer e dar entrada no pais.

Ao retornar.devera dar baixa na aduana Argentina e siga para o Brasil........A aduana Brasileira na Ponte Tancredo Neves (Argentina)...nao existe nenhuma fiscalização (ao menos ate ontem).....dessa forma vc nao precisa declarar nada. (isso eh contra a lei)

 

Se for seguir a lei ao certo.......Ao entrar no Brasil vindo do PY....faça a declaração.........Ao entrar no Brasil vindo da AR...faça a declaração.....nesse caso ira pagar imposto na segunda entrada no Brasil.......isso eh a lei......mas na Argentina nao tem sacoleiros..nao tem mercadoria nenhuma que vc possa comprar (????)......por esse motivo a receita federal nao faz fiscalização na ponte Tancredo......

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Uma dica para quem já sabe que vai pagar imposto na aduana brasileira.

Em vez de ficar naquela fila interminável, pode ir direto pro inicio da fila que você vai ser direcionado para outra fila dentro do prédio onde verificam o que você está levando e já geram a guia para pagamento.

A fila que fica dando voltas, é uma fila para cadastrar a compra no cpf do usuário para que o mesmo não venha comprar de novo. Evitando que uma mesma pessoa faça pequenas compras de menos de US$300,00.

 

Isso significa que eles não fazem anotação no seu CPF, ou teríamos que voltar depois para toda aquela fila? :?

 

 

Eles sempre lançam o seu CPF, seja na fila para declarar objetos acima da cota (fila menor) ou na fila que você vai se você não trouxe acima da cota (a fila maior que dá voltas e voltas). Assim, você só poderá retornar ao Py após 30 dias. Antes disso paga imposto sobre qualquer valor.

 

Quando você vai no início da fila e aí é direcionado para dentro do prédio, você entrega a DBA que deve ser preenchida nas mesas lá fora (tem o pessoal da receita que fornece a DBA), os fiscais olham sua mercadoria, conferem a nota da compra e se o valor bate com os que eles tem. Aí geram um boleto que você tem que ir pagar no terminal do Banco do Brasil que tem lá na aduana mesmo. Depois de pagar a guia, volta para dentro do prédio informa que você pagou e aí tem que esperar, esperar e esperar até que eles chamam você. Retira a mercadoria e vai embora.

 

Quando os seus produtos são abaixo da cota, você fica na fila gigantesca, entra no prédio e vai nos guichês à direita. Lá entrega a DBA, eles lançam o seu CPF e você vai embora já com a mercadoria.

 

::cool:::'>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
E quanto a forma de pagamento ? O dinheiro é qual ?Faço cambio no Brasil ou lá mesmo ?

Se for no Brasil ,onde no RJ ?As lojas lá aceitam cartão internacional ?

 

Na maioria das lojas no Py a compra tem que ser à vista, em cash. Você escolhe se paga em reais ou dolares.

 

Lembrado que cada lugar tem a sua cotação. Se for comprar muita coisa as vezes pode fazer diferença, aí compensa fazer o cambio nas casas de cambio que tem logo após a aduana paraguaia, no lado esquerdo de quem entra.

 

Neste link, bem no final, tem algumas casas de cambio com a cotação do dia. Atenção: só faça cambio nas casas conhecidas e nunca com os ambulantes. Notas falsas lá são bem comuns.

 

Algumas lojas aceitam cartão internacional mas sempre com acréscimo no valor da compra. Também não é aconselhável usar cartão de crédito lá (foi o que disse o gerente do meu banco quando pedi para ele liberar compras internacionais).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Belabela não faça nenhum câmbio pague direto em reais, e cartão de crédito as melhores lojas aceitam, mas vc vai pagar uma taxa de 10% a mais também não vale a pena. Pagar em dólares somente se vc tiver em teu poder.

Só tome cuidado contra batedor de carteira, esconda bem o dinheiro.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

BelaBela,

 

quando fui para lá paguei tudo em reais. Leve uma calculadora com você, pois isso ajuda bastante na hora da conversão e diminui os riscos de você ser enganada. Pague à vista, que vale mais a pena, pois como Mauro falou, eles cobram 10%.

Evite comprar coisas nas ruas, principalmente se o vendedor for ambulante e daqueles "insistentes" sem ponto fixo. Eles te enganam na maior facilidade. Se você for comprar algo eletrônico, peça para testar e se tiver 0k mantenha os olhos fixos no equipamento, pois os vendedores podem trocar por outros que não funcionam na hora de embalar, por exemplo.

Lá é lobo querendo comer lobo. Fique atenta!!! Precaução nunca é demais.

Abraços

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Apesar dos avisos, um conhecido meu foi pra lá esses dias (esse foi um conhecido mesmo, eu já sou vacinado) e caiu na tentação de comprar um pen drive, 32 Gb "kingstone", de um vendedor ambulante. ::essa::

 

O preço era R$ 30 e foi abaixando, abaixando ... chegando a R$ 5,00. Resultado: chegou em casa e o pen drive funcionou uma vez, e só. ::putz::

 

Agora, se você gosta de um tererê, na rua vale a pena comprar a erva (kurupi ou Campesino) e também alho.

 

Quanto ao câmbio, cada um cada um. Eu normalmente faço o câmbio nas casas de câmbio lá, logo na entrada. Casas bem conhecidas claro (alberdi, bonanza, maxi)!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom Dia pessoal. Vou para Foz em abril para fazer uma prova e aproveitar para conhecer a cidade e as cataratas. Mas tb gostaria de comprar no Paraguai. Vou de avião. Tem algum problema quanto à cota? Eles revistam TODA a bagagem dos passageiros? E se eu declarar os 300 dolares e levar mais algumas coisas sem declarar, alegando que havia levado comigo na viagem? :roll:

 

Desde já agradeço.

 

Abraços.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se for feita a verificação completa o que estiver fora da lista vc perde.

Mas se vc comprar algo a mais que seja um perfume coisas pequena é melhor ficar quieto esta história que já era teu não pega.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Não adianta personalizá-lo. Digamos que vc deveria ter declarado seu computador, antes de ir, como se tivesse indo para fora do brasil. Já ouvi historias de mais de uma pessoa, que não declarou seu computador antes de ir e na volta teve ele apreendido. Tem que ter a nota fiscal ou ter feito a declaração, senão vai perder o computador.

Computador e eletrônicos é dificil comprar lá por causa disso, mas roupas e coisas de menor valor é mais fácil, uma vez que estiver na sua mala, dificilmente eles vão encrencar... a não ser que tenha uma quantidade exagerada =P

 

Obrigado pela resposta juuu. Pelo que estou vendo se eu for comprar um not no paraguay vou ter que pagar o imposto mesmo... hehehe

 

Bom, aproveitando, alguém sabe quais coisas eu posso comprar e não ter problemas com a fiscalização? Tipo tênis, camiseta, óculos, perfumes, comida (enlatados e chocolate)... Têm que declarar até isso?

 

Abrass.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

pessoal, fui mais uma vez pra Ciudad del Este neste carnaval fazer umas compras e os preços de algumas coisas estão ótimos...já de outras, tipo computador não acho que valha a pena para quem mora em SP, por exemplo. Na Santa Ifigênia se acha coisas com mais qualidade e mais baratas.

 

O que compensou foi --> nintendo wii : US$ 230 (aqui no BR tá 1000 reais); Ipod Touch (sai pela metade do preço) atenção: os Iphones não são uma boa comprar por lá...estão muuuito caros. Jogos de playstation 3 nintendo wii: em geral, metade do valor que custa no BR. GPS bom (Garmin) sai 1/3 do preço que estão cobrando em SP.

 

Detalhe: a loja Monalisa é muito cara...20% de preços em comparação com as outras lojas. Não compre lá.

 

Fui de bus de Foz para Ciudad del Este e vice-versa. Pararam a gente e mandaram descer do bus para declarar as coisas. Mas a fiscalização deixa muito a desejar, vários laranjas passando livremente à pé pela ponte, os fiscais da receita aceitando umas notas totalmente forjadas como cupom fiscal...lamentável. Está claro que eles fazem vista grossa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Conteúdo Similar

    • Por Anderson Paz
      Para quem acha que o Paraguai é só para compras está muito enganado. Além de um povo extremamente simpático e de ser um país barato para se viajar, e Paraguai tem outros atrativos. Segue algumas dicas de locais interessantes para conhecer no país, a partir de uma viagem pelo país em fev/2011 com amigos.
       
      Ciudad del Este
      - A cidade, na parte mais próxima da fronteira, é uma grande feira de importados. Fazer compras em Ciudad del Este é muito estressante! Não dê atenção às pessoas que te abordam para te levar em lojas. Elas ficarão no seu pé e acharão ruim
      - De Ciudad del Este, é possível ir às atrações de Itaipu sem ter pagar nada, enquanto que o custo das atrações do lado brasileiro é meio carinho.
      - Saltos del Monday: a 4 km de Ciudad del Este e aproximadamente 20km da fronteira com o Brasil, encontram-se belas cataratas. É possível chegar por ônibus público.
       

       
      Reduções Jesuíticas
      - La Santísima Trinidad de Paraná: a 380 km (5 h) de Foz do Iguaçu está a mais completa das reduções jesuíticas; lindíssima! Tivemos sorte de ir em uma dia que havia visita guiada à noite, com um espetáculo de som e luz. Vale a pena! No dia seguinte ainda fizemos ainda a visita guiada diurna. Ambas as visitas foram muito bem guiadas pelos guias locais. Depois do passeio diurno, fomos com a guia ao local de onde tiravam rochas para serem usadas na construção da redução. Esse passeio porém é dispensável.
       


      - Jesús de Tavarangue: a apenas 12 km de Trinidad. Redução jesuítica também bastante imponente e interessante. Há um ônibus entre as duas localidades.

       
       
      Assunção
      - Em Assunção, conhecemos basicamente o centro histórico, que achei muito bonito, e a estação ferroviária abandonada.
      - Nos hospedamos em uma boa e econômica pensão familiar de uma senhora super atenciosa: Pension Da Silva (Eligio Ayala 843). Recomendo-a bastante.
       

       
      Conhecemos duas cidades nos arredores da Assunção: Areguá e San Bernadino.
       
      Areguá
      À 29 km de Assunção. Cidade bem agradável, com alguns prédios históricos. Sua maior atração é o Cerro Koi, que fica um pouquinho afastado do centro, que é um sítio com formações geológicas de pedra arenisca hexagonal, presente somente nesse local, no Canadá e na África do Sul.
       


      San Bernadino
      À 50 km de Assunção. Cidade balneário às margens do Lago de Yparacarai, charmosa e com algumas discotecas e diferentes opções de bares e restaurantes. É muito movimentada durante dezembro e janeiro, porém como fui em meados de fevereiro estava bem pacata e a maior parte dos estabelecimentos estava fechada.


       
       
    • Por amochila
      Fala Viajante,
      Quero compartilhar com vocês nossa Trip pelo Paraguay. Muitos viajantes acabam tirando esse país da sua trip por ter poucas informações de viagens e com o objetivo de contribuir aqui e quem sabe, inspirar você a conhecer esse país que é maravilhoso.
      Bom, nossa viagem começou por Foz do Iguaçu (PR) onde alugamos um carro na Localiza. Fizemos um plano que nos permitia sair do país com o carro. É um pouco mais caro, porém é mais vantajoso ir de carro do que ter que depender de ônibus no país, que ainda é meio precário. Como estávamos na fronteira do Brasil com o Paraguay, a nossa viagem pelo país começou por Ciudad del Este (CDE) mesmo.
      Em Ciudad del Este (CDE) tem muita coisa para conhecer além do setor de compras, aliás, se puder, fuja dessa parte da cidade e vá um pouco mais para dentro de CDE. Nossa primeira parada foi no Parque Saltos Monday. Como estávamos de carro, ficou mais fácil, mas dá para ir de táxi também (é bem tranquilo e barato). A entrada do Parque custou G$ 12.000 e lá dentro tem a opção de utilizar o elevador para ir a um ponto e visualizar a queda d'água lá debaixo. Vale super apena para fazer altas fotos e ter a percepção de uma pequena Cataratas só pra você. O custo do elevador foi de G$ 10.000 e pode ser pago diretamente na entrada do elevador. Ah, como estávamos de carro, tivemos que pagar o estacionamento que custou G$ 10.000.
      Se quiser saber mais detalhes sobre como é o Parque dos Saltos Monday, o que dá pra fazer nele, entre muitas outras coisas, lá no Blog da Mochila contamos mais detalhes.
      Em CDE tem um parque aberto no meio da cidade e que vale muito visitar para curtir um belo por do sol.
      De volta à estrada, dirigimos rumo à cidade de Caacupé. Essa cidade é conhecida pela Basílica de Caacupé onde milhares de fiéis paraguaios se dirigem no mês da Padroeira de Nossa Senhora de Caacupé e lotam a cidade. A cidade é pequena e não tem muita coisa para se fazer, mas vale para conhecer a Basília que traz um pouco da história do povo Guarani A Basílica é bem grande, cheia de adornos e vitrais de tirar o fôlego. Foi sem dúvida um dos momentos mais ricos e significativos da nossa viagem. Para os viajantes religiosos, a Basílica proporciona momentos de renovação da fé, mas não se preocupe se você não é nem um pouco religioso, a Basílica tem um lugar muito legal para você conhecer. Além de muitos espaços legais para apreciar um pouco da cultura religiosa do povo guarani, no alto da Basílica tem um Mirador que guarda uma grande relíquia do povo desse país.
      Do momento em que você inicia a subida até a Cúpula da Basílica, é possível se deparar com pinturas feitas nas paredes e que contam um pouco da história do povo guarani. São imagens bem bonitas e ao mesmo tempo, provoca no viajante uma reflexão do quanto o povo guarani sofreu com o processo de colonização e catequização jesuítica. Nas paredes, a história de um povo, de uma cultura única na América Latina. É simplesmente mágico! Para subir na Cúpula da Basília pagamos uma pequena contribuição de G$ 2.000 guaranis.
      Se quiser saber mais detalhes sobre como visitar a Basílica de Caacupé, acesse nosso Blog e aproveite nossas dicas desse lugar fantástico.
      Como nosso objetivo era chegar o mais rápido possível em Asunción, partimos de Caacupé rumo à Tobati que é uma cidadezinha bem ao lado.
      Mas sobre o resto da viagem fica para um próximo Post...
    • Por xmday
      Olá amigos
      Nesse curto post, vou resumir a dica de como fazer a visita à usina de Itaipu pelo lado paraguaio a custo zero, já que eles não cobram absolutamente nada.
      Eu já fiz a visita à Itaipu do lado brasileiro em 2012 (na época 20 e poucos reais) e em 2019 retornei à Foz do Iguaçu. Me assustei com o aumento do preço (42 reais) e resolvi pesquisar como ir na Itaipu paraguaia, já que ia passar um dia em Ciudad del Este.
      É muito fácil ir à Itaipu paraguaia, mas antes pesquise os horários das visitas no site:
      https://cti.itaipu.gov.py/es/node/20
      1. pegue o ônibus internacional que faz Foz do Iguaçu x Ciudad del Este. Desça próximo do ponto final e vá ao micro terminal de ônibus urbano de Ciudad del Este
      O terminal é pequeno e há muitos ambulantes dentro vendendo de tudo, rs.
      https://www.google.com/maps/place/Terminal+Bus+Urbano/@-25.5101438,-54.6162558,16z/data=!4m8!1m2!2m1!1sterminal+ciudad+del+este!3m4!1s0x0:0xd2de0bcc4d38d8f4!8m2!3d-25.5101438!4d-54.6162558
       
      2. pegue um ônibus para Hernandarias. O boleto custa 3000 Gs (cerca de 2 reais). O ônibus vai fazer +/- o percurso abaixo. Calcule pelo uns 45min de deslocamento (ônibus + caminhada) + o tempo de espera do ônibus para Hernandarias.
      Desça no ponto de ônibus do lado oposto ao posto de gasolina da Petropar (o ponto de ônibus da volta fica colado ao posto). Aguardamos uns 10min apenas para pegar o ônibus e o deslocamento durou menos de 30min.
      Ponto onde vc vai saltar:

      E o ônibus segue para Hernandarias....

      3. caminhe 650m até chegar no centro de recepção de visitantes da Itaipu paraguaia
      Só seguir as placas

      Chegamos

      4. Para voltar, pegue o mesmo ônibus no ponto colado ao posto de gasolina Petropar

       
      Aproveito para protestar sobre o alto custo da visita à Itaipu brasileira rssss


×
×
  • Criar Novo...