Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
rafael.celeste

Chapada Diamantina sem guia: dicas e planilha dos passeios

Posts Recomendados

Visitei a Chapada Diamantina recentemente com mais 2 amigos e conseguimos fazer todos os passeios que queríamos. Contratamos um guia apenas na cachoeira do Buracão, onde dizem que o guia é obrigatório.

Pra ir sem guia, todos nós tínhamos um bom preparo físico e alguma experiência em trilhas. Além disso, baixei a versão completa do app Wikiloc. Se não me engano, custou R$7,50. Frente à economia que você fará com os guias, tá de graça. Dá pra comprar um bom powerbank pra carregar o celular na viagem que você ainda sai no lucro (recomendo o zenpower da asus). Dito isso, com exceção da trilha da cachoeira da fumacinha todas as trilhas foram feitas tranquilamente seguindo o tracklog no celular (tracklog é o caminho que você segue com o GPS). São trilhas bem marcadas, muita gente passa por lá. Vez ou outra há uma bifurcação e você tira a dúvida com o app.

Não vou detalhar todos os passeios que fizemos pois há uma infinidade de relatos que já fizeram isso melhor do que eu poderia fazer. Deixo apenas algumas observações:

 

- Em Ibicoara conseguimos ‘sacar’ dinheiro numa loja de reparo de motos. O dono passa no seu cartão uma compra no valor que você quer sacar e te dá o valor em dinheiro. Pode ser uma boa alternativa, já que são poucos caixas eletrônicos e o correio fica cheio. Pegamos a dica no hostel ibicoara.

 

- A trilha da cachoeira da fumacinha é bem pesada, mas vale a pena. Além do tracklog, baixe esse relato (http://www.oscacadoresdecachoeiras.com.br/2015/09/cachoeira-fumacinha-por-baixo-chapada.html?m=1) e siga-o. Alguns pontos parecem impossíveis, mas lendo o relato dá pra passar.

 

- Se for fazer fumacinha e buracão, compensa dormir na vila do Baixão. Fale com o Luciano (https://www.facebook.com/luciano.guiabicho?fref=ts) ele é guia e recepciona pessoas na casa dele ou indica a casa de alguém da vila. Ficamos na casa da Biazinha, pagamos 100 reais por pessoa, com direito a janta e café da manhã, cada um de nós ficou em um quarto separado. Você economiza alguns km de estrada de terra e tem uma experiência bem legal.

 

- Visite a cachoeira do buracão. Ibicoara fica um pouco afastada das outras cidades da chapada, mas vale muito a pena. A trilha é tranquila, a queda é enorme, o volume de água é bom, dá pra observar por cima e por baixo, há estacionamento, banheiros e colete salva vidas. Lemos em todos os lugares que é preciso de guia para fazê-la, mas vimos um casal sem guia na trilha e suspeitamos que essa história talvez seja apenas um boato muito bem difundido.

 

-Passe uma noite em Andaraí. No hostel donanna. Melhor custo benefício da viagem, hostel limpo, banheiros bons, ar condicionado, ótimo café da manhã, donos super simpáticos. Fica perto da sorveteria Apollo, que é sensacional e tem um bom preço e também do bistrô da cidade, que parece ser a melhor opção para comer lá a noite. Tínhamos planejado passar só uma noite lá, mas gostamos tanto que resolvemos entrar e sair do Vale do Pati por Andaraí, ficando 3 noites no hostel. Andaraí fica próxima dos poços Azul e Encantado e também tem algumas cachoeiras.

 

- Em Andaraí a única operadora que tem sinal é a Claro. Não perguntei nas outras cidades, mas acredito que seja mais ou menos assim no restante da região.

 

- Se tivesse que cortar um dos poços do passeio, eu cortaria o Azul. É nele que se mergulha, mas o Encantado é bem maior e mais bonito, achei uma experiência mais interessante. É possível ir de um poço ao outro por estrada de terra, diferentemente do que recomenda o Google Maps. Pegamos essa dica com um guia no Poço Encantado. O trajeto aparece no Waze. Saindo do poço encantado, volte até a entrada pra fazenda chapadão, à sua direita. Siga por ela até uma bifurcação que indica poço azul à direita e borracharia à esquerda. Pela esquerda também se chega ao poço azul, mas é preciso pagar 10 reais para atravessar uma ponte dentro de uma fazenda.

 

- O poço azul fica cheio e há fila para mergulhar nele. É bom chegar cedo, nós tivemos que esperar 2h na fila.

 

-Em lençóis ficamos na pousada São José 2. 60 reais por pessoa, ar condicionado, café da manhã, boa localização. Recomendo.

 

- O poço do Diabo é de fácil acesso mas não é imperdível. Eu deixaria como plano B.

 

- Praticamente não existem placas indicando o caminho pra nenhuma atração turística de lá. Nem mesmo pro Morro do Pai Inácio que é um dos pontos mais conhecidos. Saindo de lençóis será a primeira entrada à direita depois da Pousada do Pai Inácio, numa estrada de terra. Sem placa alguma. A presença do guia em passeios como Morro do Pai Inácio, Pratinha, Poços Azul, Encantado e do Diabo é completamente dispensável. Ele meramente vai te indicar o caminho e fazer companhia durante os passeios. No Wikiloc você acha os tracklogs para chegar de carro até todos os pontos turísticos da chapada.

 

- Fomos pra chapada em janeiro de 2017 e infelizmente havia pouca água em praticamente todas as cachoeiras. Vale a pena tentar conferir se os rios estão cheios antes de partir pra lá.

 

- É verdade que qualquer carro enfrenta a chapada, mas ele vai sofrer um pouco. As estradas de terra são muitas, são ruins e com muito pó. Vimos alguns donos de Corolla receosos com seus carros por lá. Alugar é uma boa.

 

-Na chapada há uma certa confusão com maracujá. O maracujá amarelo que vendem nos supermercados é

chamado de maracujina, e o que chamam de maracujá é um maracujá do mato, de casca roxa e interior verde. Se você pedir um suco de maracujá e ele vier verde, já sabe o que aconteceu.

 

- A cidade de Lençóis realmente possui a maior estrutura turística da chapada, com ótimas opções de bares e restaurantes, mas não recomendo passar todas as noites lá. A chapada é muito grande e as cidades menores também têm seus atrativos, além de serem mais baratas.

 

SOBRE O VALE DO PATI

-Têm-se acesso ao vale do Pati por 3 caminhos: Saindo do Capão, de Guiné e de Andaraí. Saindo de Guiné é o menor caminho, do Capão o mais longo, mas dizem ser o mais bonito. Fomos e voltamos por Andaraí, onde deixamos o carro. Encaramos a ladeira do Império, um caminho todo calçado por pedras. Gastamos cerca de 5h desde Andaraí até a casa de Seu Eduardo e umas 7h da casa de Dona Raquel até Andaraí. Recomendo fazer pela manhã, evitando o sol.

 

- Não recomendo levar barraca pro Pati. A menos que você queira fazer camping selvagem (há algumas clareiras na trilha) e abrir mão de mordomias como chuveiro, banheiros e acesso às cozinhas comunitárias, não compensa financeiramente. As casas de apoio praticam os mesmos preços (20 camping, 25 pra dormir com saco de dormir e 35 pra dormir em camas, 110 a diária com janta e café da manhã). Ao meu ver, não vale a pena carregar o peso da barraca por essa economia.

 

- As casas de apoio têm vendinhas com alguns alimentos, também vendem água, cerveja e Coca Cola. No Seu Eduardo a Coca era R$7,00 e geladíssima, na Dona Raquel era R$8,00, não tão gelada.

 

- Não suba o morro do castelo sem lanterna. Há uma gruta lá em cima. Ao sair da gruta, ande para os dois lados. Indo pra esquerda há um mirante nas pedras e para a direita você encontra outra saída da gruta. Entre nela que você retorna ao ponto inicial

 

- Alguns tracklogs para a cachoeira do funil têm um longo trecho andando pelo leito do rio, que é pegando uma bifurcação na trilha pro morro do castelo. Esse é o caminho difícil. Há como chegar até bem perto das cachoeiras por trilha, informe-se com os nativos.

 

- Também existem dois caminhos entre a prefeitura e a casa de Dona Raquel, um em cada margem do rio. O caminho mais suave é o que fica à direita do rio, pra quem está indo pra Dona Raquel.

 

Também fiz uma planilha com os passeios da Chapada, acho que pode ser bem útil. Vou deixar a edição livre, pra adicionarem ou atualizarem as informações

https://docs.google.com/spreadsheets/d/1_4-nOWQOdKMwG-fntIXCsLC3i_HlP8i9YeBz5Z_9VpQ/edit?usp=sharing

 

Os relatos em que me baseei pra viagem foram esses:

http://www.nathalyporai.com.br/2016/12/chapada-diamantina-raio-x-dos-gastos.html

http://www.mochileiros.com/chapada-diamantina-vale-do-pati-t134101.html

http://www.mochileiros.com/descomplicando-o-vale-do-pati-com-ou-sem-guia-fotos-t89310.html

http://www.mochileiros.com/chapada-diamantina-guia-de-informacoes-t29075.html

http://www.mochileiros.com/chapada-diamantina-em-07-dias-gastando-pouco-no-carnaval-2015-t109690.html

 

Espero que as informações sejam úteis, aproveitem a Chapada.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Também fiz uma planilha com os passeios da Chapada, acho que pode ser bem útil. Vou deixar a edição livre, pra adicionarem ou atualizarem as informações

https://docs.google.com/spreadsheets/d/1_4-nOWQOdKMwG-fntIXCsLC3i_HlP8i9YeBz5Z_9VpQ/edit?usp=sharing

 

Na sua planilha diz "cachoeira da fumaça por cima - Entrada até as 13hs". Tem algum ponto de controle lá? alguém vigiando pra ninguém seguir depois das 13hs? ou é apenas uma dica devido ao tempo necessário pra chegar lá antes de escurecer?

Vou em abril e estou começando a planejar o roteiro. Passaria pela Fumaça indo de lençóis para o vale do capão, possivelmente no 3º dia de trilha seria a parte alta, terminando o dia no capão.

Obrigada pelo relato e dicas!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Na sua planilha diz "cachoeira da fumaça por cima - Entrada até as 13hs". Tem algum ponto de controle lá? alguém vigiando pra ninguém seguir depois das 13hs? ou é apenas uma dica devido ao tempo necessário pra chegar lá antes de escurecer?

Vou em abril e estou começando a planejar o roteiro. Passaria pela Fumaça indo de lençóis para o vale do capão, possivelmente no 3º dia de trilha seria a parte alta, terminando o dia no capão.

Obrigada pelo relato e dicas!

 

Vanessa, no começo da trilha da fumaça por cima há uma guarita da associação de condutores ... o prazo limite pra subir é as 13 horas pois o trajeto tem o seguinte tempo estimado:

 

1 hora de subida

1 hora de caminhada por cima

1 hora de contemplação

1 hora de caminhada por cima

1 hora de descida (um pouco menos)

 

Portanto se entrar após as 13 horas você corre o risco de descer no escuro!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Na sua planilha diz "cachoeira da fumaça por cima - Entrada até as 13hs". Tem algum ponto de controle lá? alguém vigiando pra ninguém seguir depois das 13hs? ou é apenas uma dica devido ao tempo necessário pra chegar lá antes de escurecer?

Vou em abril e estou começando a planejar o roteiro. Passaria pela Fumaça indo de lençóis para o vale do capão, possivelmente no 3º dia de trilha seria a parte alta, terminando o dia no capão.

Obrigada pelo relato e dicas!

 

Vanessa, no começo da trilha da fumaça por cima há uma guarita da associação de condutores ... o prazo limite pra subir é as 13 horas pois o trajeto tem o seguinte tempo estimado:

 

1 hora de subida

1 hora de caminhada por cima

1 hora de contemplação

1 hora de caminhada por cima

1 hora de descida (um pouco menos)

 

Portanto se entrar após as 13 horas você corre o risco de descer no escuro!

 

hum.. obrigada por esclarecer! Mas então isso é no caso de quem vai do Capão até lá e não de quem está vindo de lençóis, certo? Ou os dois caminhos passam pela guarita?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Na sua planilha diz "cachoeira da fumaça por cima - Entrada até as 13hs". Tem algum ponto de controle lá? alguém vigiando pra ninguém seguir depois das 13hs? ou é apenas uma dica devido ao tempo necessário pra chegar lá antes de escurecer?

Vou em abril e estou começando a planejar o roteiro. Passaria pela Fumaça indo de lençóis para o vale do capão, possivelmente no 3º dia de trilha seria a parte alta, terminando o dia no capão.

Obrigada pelo relato e dicas!

 

Vanessa, no começo da trilha da fumaça por cima há uma guarita da associação de condutores ... o prazo limite pra subir é as 13 horas pois o trajeto tem o seguinte tempo estimado:

 

1 hora de subida

1 hora de caminhada por cima

1 hora de contemplação

1 hora de caminhada por cima

1 hora de descida (um pouco menos)

 

Portanto se entrar após as 13 horas você corre o risco de descer no escuro!

 

hum.. obrigada por esclarecer! Mas então isso é no caso de quem vai do Capão até lá e não de quem está vindo de lençóis, certo? Ou os dois caminhos passam pela guarita?

 

Só é utilizado o caminho entrando pela guarita do capão...

 

Deve ter outra forma se chegar lá mas através de trilhas bem mais longas... O que não é usual

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ótimas dicas.

Você acha que 5 dias inteiros na região da chapada da pra conhecer o básico?

(5 dias de muita disposição e de moto)

Abrass,

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tiago, 5 dias é uma quantidade razoável para conhecer alguns pontos de localidades especificas.

Porém te garanto que vai ficar ansioso para retornar e ver o que não viu.

Recomendo escolher um ponto de apoio, como por exemplo o Capão, Andaraí, Igatu, Mucugê, etc. e explorar as redondezas.

Ficando no Capão você pode utilizar os 5 dias para conhecer a Fumaça e o Riachinho (dia 1), Angélica, Purificação e Fadas/Duendes (dia 2), Rodas e Rio Preto (dia 3), Conceição dos Gatos/Poço das Cobras (dia 4), Águas Claras e Morrão (dia 5).

Na Fumaça recomendo ir cedo, se seguro ir até a queda d'água e na volta depois ir no Riachinho,

Rodas e Rio preto recomendo passar por fora da cachoeira por uma trilha pouco explorada e vir descendo e aproveitando os pequenos poços e passagens entre pedras,

Poço das Cobras recomendo atravessar e se banhar numa pequena queda meio escondida.

A chapada é fantástica e muito sempre haverá para ser explorado.

Garanto que voltará várias vezes.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Adorei as dicas! To indo sozinha para Chapada entre 28 de abril e 10 de maio. Se alguém animar combinar algo!

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Conteúdo Similar

    • Por Yuri Gondim
      Fala galera, sou Yuri Gondim, estou focando em começar minha primeira viagem como mochileiro... Interessado em começar pela chapada Diamantina, ainda esse mês de Dezembro 2018... Alguém tem dicas... Interesses em ir nessa jornada? Contatos para voluntariado e trabalho para manutenção da viagem etc...
    • Por Heloisa Amaral Antunes
      Oi pessoal, tudo bem? 
      Estou indo passar um tempo no Jalapão e depois vou para Lençóis na Chapada Diamantina. Procurei na Internet informações sobre deslocamento por ônibus entre municípios principais na rota entre as duas cidades, como Barreiras, mas não consegui informações. Preciso fazer um deslocamento barato. Alguém teria uma dica para dar? Obrigada desde já!
    • Por alanasm
      Olá pessoal.
      Estou pensando em fazer a trilha do Vale do Pati juntamente com o meu namorado.
      Tenho uma pequena experiência com trekkings, mas só fiz com agências e não conheço a Chapada Diamantina.
      Gostaria de saber se é recomendável fazer o trekking por conta e ir acampando durante  caminho? Existem campings com alguma infraestrutura por lá?
       
      Se não for recomendável ir por conta, alguém possui um contato de um guia com preços razoáveis?
      Obrigada!
    • Por Jean Pedro de Quadros
      De dia 9 ao dia 14 de Julho, 2018.
      Passagem Azul de Poa a Salvador: 600 reais com uns 3 meses de antecedencia, meu amigo que foi comigo pagou 800 porque comprou depois
      Aluguel de carro: 687 reais do dia 9 ao dia 15 (fiquei 1 dia a mais com o carro em Salvador)
      Gasolina: 320 reais
      Guia Ibicoara, Joao 320 reais os dois dias com a entrada do Buracao incluido - recomendo
      Hostel Ibicoara - 160 reais os 2 dias com cafe da manha
      Guia Itaete, Orlando 300 reais os dois dias - recomendo
      Pousada Aconchego, 300 reais com almojanta e cafe da manha
      Dia 9 - DESLOCAMENTO SALVADOR IBICOARA - chegamos em Salvador de manha alugamos um carro e fomos direto para Ibicoara, chegamos por volta das 10h da noite, sao quase 500k e pegamos um acidente passando Mucuge. Ficamos no Hostel Ibicoara, com o Fabio, carioca gente boa, nos serviu cafe da manha as 6h30 nos dois dias que ficamos la, trocamos ideia sobre nosso roteiro e ele curtiu muito, vao pegar so as mais loucas da Chapada disse ele, roteiro brocador! Falamos com o guia Joao, lenda na cidade e otimo guia, e deixamos acertado passar na sua casa e pousada para sair as 7h, ele iria nos acompanhar nos proximos dois dias.
      Dia 10 - CACHOEIRA DA FUMACINHA - Saimos cedo e fomos de carro ate a entrada da trilha, estrada muuuuito ruim, em torno de 40 minutos ate o povoado do Baixao - ha opcoes de dormir la e evitar esse trajeto de carro cedo ate la -, depois uma trilha dificil de 18 km ida e volta, mas fizemos em menos de 3h ate a entrada da fenda da cachoeira, absurda, linda demais! Vale toda a caminhada ate la, sao mais de 100 metros a Fumacinha!! Ficamos umas 2h la, ate que chegou um novo grupo e ai voltamos, nos banhamos em mais uma cachoeiras menores e no rio na volta, e em torno de 2h30 fizemos o trajeto (o Joao nos levou por um caminho alternativo na volta, que tem uns pocos e atalha bastante, falou que nao leva todo mundo ali, so quem esta ´´bom de pulo`` hahaha). Chegamos no hostel antes das 6h da tarde (Fabio falou que fizemos muito rapido que normalmente o pessoal chega perto das 8h da noite), bem cansados, comemos algo e fomos dormir.
      Dia 11 - CACHOEIRA DO RIO NEGRO + CACHOEIRA DO BURACAO - Saimos tambem as 7h e fomos para a trilha da Cachoeira do Rio Negro, que e uma cachoeira nao muito explorada em Ibicoara, mas ela e muito top, tem 50 metros, um poco enorme e a trilha e tranquila, fizemos os 6km ida e volta em 1h20 a ida e a volta 1h. De principio nao iamos nela, mas valeu muito a pena, ficamos sozinhos la de boas. Saimos as 10h30 de onde deixamos o carro para a Buracao, que e a mais famosa da regiao, o Joao nos levou por cima dela, dois dois lados, animal! (Nao e todo mundo que o Joao leva ali tambem) Descemos a trilha que leva em torno de 3h ida e volta, trilha facil/tranquila de 8km ida e volta! Que lugar e que cachoeira!! Como voce tem que usar o colete nessa cachoeira que e bastante explorada na regiao, pode-se entrar pelo canyon nadando, ir atras da cacheoira, subir em algumas pedras, e uma experiencia incrivel!! Aproveitamos e por volta das 4h da tarde voltamos que teriamos em torno de 90 km de chao numa estrada pessima e mal sinalizada, nos informamos muito e usamos o gps, mas cuidado que essa estrada e bastante ruim, mas deu tudo certo. Chegamos Itaete por volta das 8h na Pousada do Aconchego, que fica na Colonia, um povoado no interior do interior Itaete, a dona Landinha, dona da pousada foi muito querida nos serviu um almojanta muito bom isso nos 2 dias apos voltarmos das cachoeiras, e tambem um cafe da manha otimo, com direito a cuzcuz e tapioca. Conversamos por telefone com o guia Orlando e deixamos tudo certo nossa saida para Cachoeira Encantada as 7h30 da manha do dia seguinte.
      Dia 12 - CACHOEIRA ENCANTADA - Saimos da pousada as 7h30 e deixamos o carro na entrada da cachoeira, o caminho e de dificuldade media, muito bonito e em torno de 5h ida e volta, pinturas rupestres, canyon impressionante e a cachoeira de 230 metros imponente, estavamos nos dando conta o privilegio de ser as unicas pessoas na Terra de estar ali na cachoeira naquele dia, unico! Umas da cachoeiras mais impressionantes que ja vi!! Curtimos e voltamos mais devagar, tomamos banho numa cachoeira menor na volta e voltamos para a pousada, almocojantamos por volta das 6h e descansamos apos os 14 km de ida e volta ate a Cachoeira Encantada. O Orlando foi muito parceiro durante o dia todo, otimo guia tomou uma ceva merecida com nos apos o dia irado!!
      Dia 13 - CACHOEIRA DO HERCULANO + CACHOEIRA DO BOM JESUS - Saimos novamente as 7h30 e fomos para o Herculano, trilha nivel media de menos de 4h ida e volta e 10km, tambem muito bonita a trilha, pedras enormes. Chegamos la e nao deixa a desejar a nenhuma das outras cachoeiras que fomos, impressionante, sao 3 quedas de mais de 100metros e um poco enorme acho que o maior de todas as que fomos, nadamos la, tomamos banho!! Na volta, Orlando nos apresentou um lugarzinho abencoado, banheira do Herculano, uma piscina natural num paredao, demais!! Ficamos ali relaxando um tempo! Tem foto abaixo. Saimos, pegamos o carro e fomos para a entrada da Cachoeira do Bom Jesus, em torno de 7km e 2h30 a ida e volta da trilha de nivel facil, estavamos cansados ja de todos os km dos dias anteriores, sem esperar tanto dela, mas nos surpreendeu, que cachoeira! O sol batendo forte nos seus 60 metros inclinado..tem pedra que da pe logo abaixo das quedas, muito top ficar ali, valeu demais ir em mais essa!! Na volta o Orlando, que conhecia o Fabio do Hostel Ibicoara, ficava zuando ele e falando como se fosse ele do nosso roteiro, "os caras brocaram!! hahahaha vieram la do sul pegaram so as monstruosas", uma figura! Almocojantamos na dona Landinha, tava de novo muito bom e descansamos, foram 63 km de trilhas em 4 dias!
      Dia 14 - POCO ENCANTADO + POCO AZUL  - Saimos da pousada as 9h30 pois era nosso dia mais tranquilo, tinhamos a viagem da volta e sabiamos bem os horarios,  chegamos as 10h30, melhor visibilidade do poco fica entre as 10h e 13h30, fomos la e ao entrar bateu o sol que estava querendo se esconder antes, muita sorte, nao se pode entrar mas e muito bonito apesar de ser uma contemplacao apenas de 15 minutos, vale a pena, sao 30 reais para ajudar na preservacao! Saimos de la e fomos para o Poco Azul, entrando as 13h, melhor horario era das 12h30 as 14h, entrao tava demais a agua, e possivel nadar e fazer snorkel por 20 minutos, que sensacao unica, muito top tambem. Tambem 30 reais justos para o lugar e para ajudar! Almocamos ali do lado do Poco Azul comida caseira bem boa e suco natural otimo de qualquer fruta que tu imagine! Saimos de la por volta das 3h e dirigimos os mais de 400km de volta ate Salvador com a sensacao de dever cumprido e dias incriveis!! O roteiro e pesado e exige disposicao, cuidado e preparo, mas e possivel e demaisss!!
      Segue fotos abaixo, em ordem: Cachoeira da Fumacinha, Cachoeira do Rio Negro, Cachoeira do Buracao, Cachoeira do Herculano, banheira do Herculano, Cachoeira do Bom Jesus, e  Poco Azul.


       






×