Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Peça ajuda, compartilhe informações, ajude outros viajantes e encontre companheiros de viagem!
    Faça parte da nossa comunidade! 

Dan Wollker

Quanto levar para argentina (DIA) ????

Posts Recomendados

Galera, devo passa 6 dias em Buenos aires... Minha dúvida cruel é:

Pelo que venho estudando, e meu estilo .. R$ 150,00 reais, sem hospedagem daria por dia ? gosto de tomar uma cervejinha rsrsrs .. mas vou evitar Baladas.. apesar de ser difícil!

Como ficarei em palermo, próximo a estação, vou economizar um pouco no transporte, e a noite UBER !

Trocaria no aeroporto de Jorge R$ 300,00 ..

Cotação comercial agora R$ 300,00 daria $1588,14

porem no Turismo ficaria $1400,00 cotado em $4,70..

Penso em Levar R$ 1000,00 em especie + Cartão de debito e crédito unificado apenas para emergência (internacional)

Viagem ainda é em Agosto, cotação pode variar até lá, e deve cair devido a influencia politica (amem)  mas devo começar em Janeiro, pois tenho outras viagens...

oqe acham ?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Então, troque no aeroporto somente o suficiente para chegar a sua hospedagem e ir até o centro ou mesmo em alguma casa de cambio ou local que faça o cambio, algumas hospedagens aceitam R$ e fazem cambio.

Quando estive em Buenos Aires em 2014, a economia por lá era diferente da atual, mas vou lhe dar alguns exemplos, fiquei 7 dias por lá e gastei pouco mais de R$600,00. De hospedagem lembro-me bem que foram R$132,00 pelas 6 noites de hospedagem, fiquei no hostel Reina Madre, próximo da estação de metro Pueyrredón, a localização foi excelente, perto de baladas, restaurantes e cafés. Fiz todos os passeios por lá de metro,ônibus,trem.  Imagino que seu estilo nesta viagem será como eu fiz em 2014, acredito que os R$1.000,00 serão suficientes. Até mais.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
24 minutos atrás, RicardoRM disse:

Então, troque no aeroporto somente o suficiente para chegar a sua hospedagem e ir até o centro ou mesmo em alguma casa de cambio ou local que faça o cambio, algumas hospedagens aceitam R$ e fazem cambio.

Quando estive em Buenos Aires em 2014, a economia por lá era diferente da atual, mas vou lhe dar alguns exemplos, fiquei 7 dias por lá e gastei pouco mais de R$600,00. De hospedagem lembro-me bem que foram R$132,00 pelas 6 noites de hospedagem, fiquei no hostel Reina Madre, próximo da estação de metro Pueyrredón, a localização foi excelente, perto de baladas, restaurantes e cafés. Fiz todos os passeios por lá de metro,ônibus,trem.  Imagino que seu estilo nesta viagem será como eu fiz em 2014, acredito que os R$1.000,00 serão suficientes. Até mais.

show man, você ficou perto do recoleta né ... linha verde do metro, vou ficar em palermo, hostel ao lado da estação Carranza, tbm linha verde .. e próximo ao AEP(aero)

Então, obrigado pela dica :) .. no Aero troco apenas para o dia.. e faço o cartão do SUBE e vou de ARBUS ate palermo.

show!! 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu gastei cerca de 120 por dia no modo economico+lembrancinhas, não tomei cerveja. Se seu hostel tem café da manha incluso vc ja economiza uma refeição, eu fiquei em Ap então gastei com isso.

Uma coisa cara e ruim lá é água. Uma garrafinha é quase 5 reais, e a maioria tem gosto ruim. As menos ruins são da marca Eco de los Andes e Glacial.

Edit: Lembrando que gastei esse valor fazendo apenas uma refeição ao dia em restaurante. As outras eram compradas em mercado ou lanche mais barato. Muitos lugares tem promoções de empanadas, comprando pra levar. Peguei dois/três dias pizza na Ugis, é um lugar que vc pede no balcão e eles assam na hora e vc leva, bem toscão, mas barato, frequentado por locais. Existem apenas dois sabores, mussarela e cebola, as duas são boas. Em setembro o preço ficava a uns 17 reais, comia eu e meu marido e sobrava pro café da manhã ainda.

Tem gente que gosta tranquilamente o que eu gastei em um dia em uma única refeição, principalmente se for em restaurante pega turista. Então levem em consideração isso, esse meu valor é bem abaixo do que o turista padrão gasta. Eu não tenho frescura e sempre procuro o mais barato e o que não é muito conhecido.

  • Gostei! 3

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Dan, estou indo este mês e Janeiro para BA. Estarei levando em torno de 1500, tirando o da hospedagem que já está separado, e pela pesquisa que fiz, dá pra aproveitar bastante sim. Tem muita programação ao ar livre, você pode usar as eco bicicletas pra se locomover. Se for aventureiro igual eu, dá sim. Detalhe, vou com meu irmão e passaremos quinze dias. Assim como tem lugares caros, tem os baratos, então depende muito da sua programação. 

No meu caso, preferi alugar um Ap completo com mais uma amiga, assim, poderei fazer minha própria alimentação, o que já dá pra economizar bastante.

Depois conto como foi a experiência rs

 

Abraço.

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 15/12/2017 em 20:05, Nani84 disse:

Eu gastei cerca de 120 por dia no modo economico+lembrancinhas, não tomei cerveja. Se seu hostel tem café da manha incluso vc ja economiza uma refeição, eu fiquei em Ap então gastei com isso.

Uma coisa cara e ruim lá é água. Uma garrafinha é quase 5 reais, e a maioria tem gosto ruim. As menos ruins são da marca Eco de los Andes e Glacial.

Edit: Lembrando que gastei esse valor fazendo apenas uma refeição ao dia em restaurante. As outras eram compradas em mercado ou lanche mais barato. Muitos lugares tem promoções de empanadas, comprando pra levar. Peguei dois/três dias pizza na Ugis, é um lugar que vc pede no balcão e eles assam na hora e vc leva, bem toscão, mas barato, frequentado por locais. Existem apenas dois sabores, mussarela e cebola, as duas são boas. Em setembro o preço ficava a uns 17 reais, comia eu e meu marido e sobrava pro café da manhã ainda.

Tem gente que gosta tranquilamente o que eu gastei em um dia em uma única refeição, principalmente se for em restaurante pega turista. Então levem em consideração isso, esse meu valor é bem abaixo do que o turista padrão gasta. Eu não tenho frescura e sempre procuro o mais barato e o que não é muito conhecido.

Muito bom .. vou levar 200,00 dia .. meu hostel tem café .. faço uma refeição fora (almoço) e jantar hostel, lanche.. a água só glacial mesmo rsrs..

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 16/12/2017 em 11:54, Wesley Felipe disse:

Dan, estou indo este mês e Janeiro para BA. Estarei levando em torno de 1500, tirando o da hospedagem que já está separado, e pela pesquisa que fiz, dá pra aproveitar bastante sim. Tem muita programação ao ar livre, você pode usar as eco bicicletas pra se locomover. Se for aventureiro igual eu, dá sim. Detalhe, vou com meu irmão e passaremos quinze dias. Assim como tem lugares caros, tem os baratos, então depende muito da sua programação. 

No meu caso, preferi alugar um Ap completo com mais uma amiga, assim, poderei fazer minha própria alimentação, o que já dá pra economizar bastante.

Depois conto como foi a experiência rs

 

Abraço.

show man..... passa mesmo a experiencia

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por tqueel
      Conhecer Buenos Aires dá para fazer tudo com muita autonomia, cidade segura e com meios de transporte muito bons, para me movimentar na Argentina utilizei o app Moovit, ele é muito bom e mostra todas as linhas (metrô/ônibus) trocas de meios, etc. Tudo você faz com o mesmo cartão SUBTE, as tarifas variam e você pode deixar ele até 2 passagens negativas (se não me engano), pode ser utilizado por mais de uma pessoa tranquilamente também. 
      É uma cidade Noturna, então não adianta sair tão cedo assim, pois vai encontrar muita coisa fechada.
      Pouquíssimas pessoas em Buenos Aires terão paciência com estrangeiros, mas a cidade continua lindaaa!!
      Ps. O nome do meio de transporte eu chamo de metrô, mas o correto é SUBTE, mas é mais fácil o entendimento. 
      Chegamos a noite e nesse dia apenas fomos direto ao hotel, viemos de buquebus da Colônia del Sacramento, bem mais barato que de Montevideo, rsrs Muito rápido tbm.
      Quando chegamos a internet só funcionava antes de desembarcar, depois esqueça como pedir uber, aí tive que pagar caro em um transfer, mas foi o jeito, eles te mostram uma tabela e você pode pagar em seu cartão de crédito ou money.
      No dia seguinte saímos turistar, ficamos hospedadas no Koten Hotel, bem simples, barato pela região e com café da manhã, mas nada de luxo não, ficava uma quadra da plaza Itália, então muitos ônibus, estação de metrô e com muito comércio perto e não posse deixar de dizer o mais importante, uma Western Union bem pertinho!
      O dia era domingo e eu morrendo de medo de não ter casa de câmbio aberta, pois deixei para trocar direto na Argentina, mas esqueci que era domingo, para minha alegria e sorte a WU estava aberta, geralmente melhor cotação. 
      Pagamos o metrô na plaza Itália e descemos na Catedral, que é uma quadra da casa Rosada, para nossa alegria um dia lindo, ensolarado e aberta a parte da casa rosada (outro dia passamos e só estavam tirando foto de longe), peguei um mapa, pois o wifii das praças de BA diferente do Uruguai NÃO FUNCIONAM quase nunca...
      Encontramos uma feira e fomos passeando por ela, depois descobri que era a de San Telmo, grande variedade, barata!! Indo por ela que se encontra a escultura da Mafalda também, geralmente tem pessoas tirando foto, no domingo filas, rsrs
      Tiramos várias fotos na casa rosada e aproveitamos o sol que tinha no meio da praça, caminhamos até o Obelisco, lá é beeem organizado para foto, com fila, ninguém atrapalha ninguém, gostei disso!!
      Fomos almoçar em um restaurante mais barato, masss, aí tem uma questão SEMPRE confiram bem a contagem e o que vem cobrado, me cobraram café q nem tomamos, etc. Contestei óbvio, mas ainda assim foi em conta, 100 para duas pessoas com bebida. 
      Caminhamos um pouco mais, procurando wifii, fui em um kiosko e não me venderam chip, falaram que eu tinha que ir em uma loja, no fim, fomos no shopping e eu mesma cadastrei, tudo pelo face, bem rápido!
      Fomos no Starbucks, pegamos com Doce de Leite, claro! Ma-ra-vi-lho-so.
      Final de tarde no Porto Madeiro, bonito, cheio de restaurantes, um pouco mais caros...
      A noite fomos no Sullivans era open de Quilmes (Porteño ñ gosta de Quilmes em geral), mas para a brasileira foi ótimo, bebi algumas!! Hahahaha 350 pesos o open!
      Depois queríamos sair dançar, mas segunda é complicado... Iamos caminhar até a balada, nos pararam oferecendo para entrar no Brujas, é péssimo, não gostei, falaram que tocaria Kumbia (o mais próximo de sertanejo kkkk) não tocou, falamos com o cara que nos vendeu sobre isso e para nossa supresa!!! FOMOS EXPULSAS KKKKK não nos deixaram nem pedir uber. Um ponto de atenção é que o uber não está legalizado, então inclusive, nessa área tivemos que pedir mais distante, aeroporto dizem ser quase impossível, mas ir ao aeroporto bem tranquilo.
      No segundo dia passamos o dia no Caminito, pegamos se ñ me engano o 64, na plaza Itália e parou lá na frente, muito fácil e prático. Amei!
      Lá tem os pega turistas das fotos do Tango, caso queira sua foto negocia antes o valor...
      Adorei os artesanatos, realmente mais baratos ali, inclusive me arrependi de não ter comprado algumas coisas!!
      Para equilibrar e tentar economizar nesse dia almoçamos fast food, dei uma nota e aguardei o troco, acredita que a menina não iria me passar? Isso são situações chatas, mas que aqui no Brasil também ocorrem, então tranquilo...
      A noite fomos ao mercado, comemos uma empanada e um chocolate em um café e deitamos cedo, turistar cansa também. 
      No terceiro dia, esse quase morri, caminhamos MUIIITOOO, depois quando estávamos quase chegando lembramos que poderíamos ter pego ônibus/metrô kkkkk
      Fomos ao Rosedal de Pallermo, muito lindo, o lugar que mais me encantou, de verdade!! E ainda quando chegamos os trabalhadores nos entregaram rosas que estavam podando, achei linda a atitude e fiquei toda boba! Hahahahaha
      Depois disso fomos caminhando até a Floralis, tiramos umas fotos e descansamos, acerca dali tem a faculdade de derecho, aproveitamos e passamos no cemitério, mas como não faz muito nosso estilo de turismo, não quisemos ficar muito ali, rsrs na praça do cemitério tem aquelas cabines de telefone (igual de London) para fazer fotos.
      E não paramos por aí, hahahaha 
      Fomos na biblioteca El Ateneo, muito linda, tem um café no fundo, amei!!!
      Almoçamos, tipo jantar junto, pois era bem tarde... fast food novamente, rsrs
      E nesse dia nem pensar em levantar, estávamos MORTAS! Pois ainda caminhamos até o hotel, rsrs
      No último dia, fomos ao Jardim botânico, bem bonito, organizado...
      Fomos sentido casa Rosada novamente caminhamos mais (nesse dia q estava fechado os portões), fomos até o Obelisco e ali próximo almoçamos em um restaurante muito bom (precisávamos comida). 
      A tarde caminhamos na calle Florida, tem várias lojas, lembrancinhas, tudo que você imaginar na verdade, uma coisa que eu não podia deixar de passar antes de ir embora era o café Havanna, muito charmoso, gostoso, lógico que pedimos outro de doce de leite!
      A noite fomos no local onde minha amiga trabalha, cara, que lugar MASSA, o nome é BIERLIFE, você gosta de chopp artesanal? Tem que ir lá!! Várias torneiras de chopp de todos os tipos, você pode provar antes de pedir e tem o happy hour, voltamos umas 21 e foi bem tranquilo de SUBTE, até porque a cidade é noturna.
      No dia seguinte pedimos Uber para o aeroporto, foi metade do valor que seria de táxi, ou seja, vale muito a pena, como não está regulamentado, sempre sentar adelante e tratar como conhecido ao descer.
      Eu super retornaria, pois a cidade é bonita, limpa, fácil de se locomover e conhecer tudo por conta.
      Umas das coisas que mais queria conhecer era o zoo de Lujan, mas ir sozinha é complicado pelas fotos, mas o bom que tem ônibus que vai direto até lá e não precisa pagar o absurdo dos transfer, joga no moovit e já aparece!!
       








    • Por Aretha&Cesar
      Boa tarde mochileiros..
       
      Eu e meu marido vamos fazer uma viagem de duas semanas passando uma ou duas noites por Buenos Aires, atravessando o Rio da Prata ate Colonia do Sacramento e sem destino até então.. 
      Já fizemos diversas pesquisas sobre hospedagem, vamos querer alugar um carro no Uruguai e passear por lá para conhecer o país.. 
      Ando procurando em diversos posts daqui mas achei que seria melhor fazer um dedicado.. 
       
      Teriam dicas sobre lugares para conhecer, viagens que podemos fazer de carro por lá etc.. 
      Vamos no dia 17/06.
    • Por bea111
      Boa noite!
      Estou de viagem marcada para Buenos Aires no mês de Julho com duração de 22 dias, sem muito recurso financeiro, pretendia ir para Cordova, queria muito conhecer a região mas minha companhia de viagem não acha viável,  e agora não sei se vale a pena ou se seria melhor visitar lugares mais perto de Buenos Aires, e nesse caso quais cidades seriam as melhores. 
    • Por egabbi
      Bom dia, amigos. Já fui muito ajudado aqui, agora não vai ser diferente haha.
      Vou lhes passar o cronograma da nossa viagem do curso de Letras, após isso tenho algumas perguntas.
      "Cronograma e roteiro de viagem:
      Dia 27/04 – Saída as 14h em frente ao antigo ------
      Dia 28/4 – Chegada a Montevideo por volta do meio dia. Paradas no hostel Che Lagarto e no hostel Circus.
      Sem deslocamentos entre o dia 28 a 01
      Dia 01/05 – Saída as 04:30 com destino a Buenos Aires.
      Dia 01/05 – Sem atividades.
      Dia 02/05 – Saída as 09:30 do hotel alma de plata passando pelo hostel Milhouse com destino a Universidad de Buenos Aires(UBA) – Av. Puan 480 – Almoço (proximidades da Universidade ou, se não for encontrado lugar para estacionar o ônibus, em Palermo) – Apresentações de minicursos nos Bosques de Palermo até as 16:00 – As 16h Feira do livro (podemos ir a pé).  – Retorno aos hotéis as 21h.
      Dia 03/05 – 16h Feira do Livro (Prédio La rural) – Retorno aos hotéis as 21h
      Dia 04/05 – Saída de Buenos Aires as 11h – Retorno."
       
      Agora eu tenho umas dúvidas pontuais, não é muita coisa. Primeiro, o que fazer em Montevideo? Me parece uma cidade chata e meio sem graça... Não sou fã de festas, mas iria. Gosto de museus, coisas históricas, coisas exóticas/diferentes. Gostaria de ir onde os moradores de lá vão, meu estilo de viajante não é o turista, não quero ir tirar foto em monumento, quero viver a cidade, viver como um Uruguaio. Vamos a Buenos Aires logo após, então não consigo pensar em outra coisa pra fazer em Montevideo a não ser fumar maconha e ir nos lugares mais famosos/bonitos. Alguém ai conhece aquele restaurante escondido maravilhoso? Um lugar de comida típica? Qualquer coisa. Se entrar num Mc Donalds ou pagar 800 pesos numa janta eu me mato.
      Tenho também algumas dúvidas quanto a cannabis. Atualmente tenho 24 anos, fumo praticamente todo dia desde os 18 ou 19, então sei exatamente o que eu quero procurar lá. Pesquisei por meses e meses e, apesar de não ser legalizado para turistas, sabemos que há formas de se conseguir. Seja conhecendo alguém que planta, ou achando alguma farmácia que não queira perder o dinheiro de um grupo de turistas... Alguma dica quanto ao acesso?
      Outra coisa que tem me perturbado. Não vou trazer maconha pra o Brasil, isso é óbvio, eu não sou imbecil, mas...... e chocolate? Se trouxer uma barrinha na mochila da muito ruim? Visto que vamos antes à Buenos Aires, pra então retornar ao Brasil. Não sei como funcionam os controles de fronteira, não sei se vão entrar com cachorros nos ônibus e tudo mais.
      No mais, acho que é isso. Qualquer coisa eu comento aqui embaixo. Obrigado <3
       
       
       
    • Por Victor Fernando
      Boa tarde povo, vi outros mas vou ser um pouco específico e se puderem me ajudar agradeço. Meu destino é Bariloche e.minha viagem é no final do mês de junho, vou ter uma escala em Buenos Aires no Aeroparque e precisava de dicas para comprar roupa de frio e até neve próximo ao aeroporto, ou talvez não seja o recomendado, me digam aí por favor.


×
×
  • Criar Novo...