Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

Posts Recomendados

São três ônibus pra ir de Olinda até Itamaracá (um até a PE-15, Paulista ou Abreu e Lima, outro até o terminal de Igarassu e de lá um pra Itamaracá), então se quiser ir com a cara e a coragem, é bom sair cedo... Apesar de Itamaracá ser perto, tem esse inconveniente pra quem não tá de carro... E também desconheço passeios de Olinda ou Recife até lá, acho que só tem pra quem se hospeda diretamente na ilha...

 

E sim, uma manhã ou uma tarde é suficiente pra conhecer todos os pontos de interesse...

Compartilhar este post


Link para o post

São três ônibus pra ir de Olinda até Itamaracá (um até a PE-15, Paulista ou Abreu e Lima, outro até o terminal de Igarassu e de lá um pra Itamaracá), então se quiser ir com a cara e a coragem, é bom sair cedo... Apesar de Itamaracá ser perto, tem esse inconveniente pra quem não tá de carro... E também desconheço passeios de Olinda ou Recife até lá, acho que só tem pra quem se hospeda diretamente na ilha...

 

E sim, uma manhã ou uma tarde é suficiente pra conhecer todos os pontos de interesse...

 

 

realmente, perto, porém complicado !

 

Problema é as integrações... mas é tranquilo man, chega fácil demais !

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post

E aí, pessoal!

 

Já agradecendo as dicas que li por aqui, só preciso saber mais umas coisinhas antes de visitar Olinda, já que só terei um dia nessa cidade.

 

Há restaurantes perto da Igreja da Sé e/ou da Rua do Amparo?

 

Como eu e minha esposa vamos estar com nossa filha de 3 anos e meio, tô com um certo (bastante) receio das inúmeras ladeiras. Se ela cansa muito, fica difícil prosseguir o passeio, então ele vai ser bem na manha. Então pergunto, se a coisa apertar, há táxis pela cidade (fáceis de pegar, digo eu)?

 

Pensei num roteiro muito básico e gostaria de ver a possibilidade com quem conhece a cidade:

 

- chegada de busum na praça do carmo; igreja do carmo;

- ladeira da sé até a igreja da sé; almoço aqui ou na ...

- rua do amparo;

- Basílica de São Bento;

- volta à praça do carmo para busum pra recife.

 

Pra fazer mais que isso só pegando táxi! Sei, é muito pouco, mas um dia voltamos com nossa filhota crescida e mais caminhante. Tem algum lugar imperdível que ficou de fora?

 

Muitíssimo obrigado pela atenção e tÔ no aguardo!

Compartilhar este post


Link para o post

Flavio, seguinte:

Há restaurantes naquela área sim. Recomendo muito um restaurante que fica perto da igreja da sé, do lado direito da rua. Não sei o nome, mas é um casarão vermelho, que tem uma parte de restaurante e ao mesmo tempo tem uma parte que é um antiquario. No Amparo so me recordo de bares e casas residenciais, além de pequenos mercados. Então acho que a melhor opção é almoçar pela Sé mesmo.

Quanto ao táxi, pela cidade alta vc não vai achar. Existe um ponto de taxi na praça do carmo, mas até onde eu saiba eles não ficam circulando livres pela cidade alta..

Quanto ao seu roteiro, achei legal. Mas inverteria a ordem: subiria logo a ladeira que vai para igreja de São Bento e de lá seguiria para a Sé, para só depois ir pro Amparo. Se não fosse ficar muito pesado, sugeriria uma passada pelos 4 cantos e pelo Mercado da Ribeira (aqui tem artesanato e um "museu" de bonecos gigantes que vc nao paga pra entrar -pelo menos da ultima vez que eu fui nao me cobraram nada, só tinha uma caixa para doações- e dá pra tirar fotos com os bonecos, além de ter uma vista legal da cidade por trás do mercado).

 

Espero ter ajudado!

Compartilhar este post


Link para o post

Ajudou muito, Romero, obrigado mesmo!!!

 

Mas só pra trocar mais uma ideia, opina aí por favor mais uma vez:

 

Invertendo a ordem, indo primeiro pra igreja de São Bento, acho que vai ficar uma pernada muito longa de uma só vez até a Igreja da Sé, não acha?

 

O que é os 4 cantos e onde fica?

 

Muito obrigado e abração!

Compartilhar este post


Link para o post

Flávio, sugeri começar pela igreja de sao bento "cronometrando" pra vc chegar na Sé na hora do almoço hehehehe (apesar que eu acho que a Sé tem uma vista show ao final da tarde...)

Mas reavaliando, é melhor vc começar pela Sé mesmo, já que no caminho terá a ladeira da misericórida. Como ela é muito íngreme, é melhor descer do que subir! hehehe

Mas seguinte, quanto a ser mais longe (começar pela sé ou pela igreja de sao bento), creio que a distancia seria teoricamente a mesma... o Amparo fica "paralelo", digamos assim, à Sé...então a distancia (horizontalmente falando) que você terá que andar do Amparo ou da Sé até a igreja de São Bento ou vice versa será praticamente a mesma.

No largo do Amparo acho que não tem muito o que ver (alguem me corrija se estiver enganado)...tem somente uma igreja. Acho só legal no carnaval.

Os 4 cantos é só um "cruzamento" de ruas que bombam no carnaval e é sempre lembrado nas musicas de frevo. Tem muitos casaroes e botecos praquela cerva gelada! hehe

Então, você deixando o Amparo de lado, pode começar pela Sé (não esqueça de ir nos fundos da igreja, como ja falaram aí e subir na caixa dágua pelo elevador...tem uma vista show de bola da cidade), almoça por la, desce a ladeira da misericórdia devagar (hehehe) seguindo em frente vai passar pelos 4 cantos, vai seguir subindo a ladeira, e a sua esquerda vai estar o mercado da Ribeira. Você da uma parada lá, olha uns artesanatos, tira foto com os bonecos gigantes, ve a paisagem por tras do mercado. Continua reto, se quiser, tem uma sorveteria legal nessa rua, fica do lado esquerdo também, depois do mercado, mas esqueci o nome. E de frente pra essa sorveteria também tem uma vista legal. Seguindo ainda essa rua você verá a casa de Alceu Valença, também do lado esquerdo. A Última vez que passei por la, era uma casa azul e branca. Andando mais um pouco, vc verá do lado direito a prefeitura. E seguindo em frente, chega na igreja de São Bento. De lá, vc ja pode descer a ladeira do lado da prefeitura que vai dar no Varadouro, e de lá pegar o busão voltando pro hotel!

Falando assim parece que o percurso é longo, mas nem é. Creio q a pior parte vai ser subir a ladeira pra sé, descer a ladeira da misericordia e depois subir a ladeira que vai pro mercado da ribeira!

 

Qualquer duvida, so falar aí! Abraço!!

Compartilhar este post


Link para o post

Bah, perfeito mestre, nem sei como te agradecer ... ::otemo::

 

Era um roteiro assim explicadinho que eu precisava, mas não tinha coragem de pedir ... :oops:

 

Pra terminar (acho que juro): Varadouro e Praça do Carmo são o mesmo lugar, ali onde eu vou chegar e na volta pegar o ônibus de volta pra Recife?

 

Um abração !!!

Compartilhar este post


Link para o post

Tranquilo! hehehehe

Varadouro e Praça do Carmo não são o mesmo lugar nao, Flávio! Voce vindo do Recife, o Varadouro fica antes...é so um largo onde passa o Rio Beberibe e tem o Mercado Eufrasio Barbosa, que também tem artesanato! A praça do Carmo fica mais a frente. Se você for começar pela Sé, é melhor descer no Carmo. Se for começar pela igreja de São Bento, é melhor descer no Varadouro. O mesmo se aplica na hora de ir embora (deixando por ultimo a igreja de sao bento, desce pro Varadouro, etc.).

Precisando de qualquer coisa, estamos aí! Pode perguntar sem bronca nenhuma!

Abraço!

Compartilhar este post


Link para o post

Estou montando meu roteiro pra Olinda, espero que o RomeroM tbm apareça pra me ajudar, não apenas ele, toda ajuda é bem vinda !

 

Vamos lá, montei a sequência do roteiro baseada no google maps, pra ver o que era mais próximo um do outro, mas quero ter certeza em relação a distâncias e o que vale a pena ser visto, se estou deixando alguma coisa de fora, e quais desses lugares cobram visitação.

 

Vou visitar Olinda num sábado, se por acaso algum desses lugares não abrem no sábado, por favor, me avisem !

 

Pensei em descer na praça do Carmo, passar pela Praça João Pessoa, dando uma olhada pela orla, e depois voltar pela rua do sol, passando na frente da prefeitura e do albergue de Olinda, vi umas fotos dele, super colorido, achei bonitinho.

Bom, chegando na praça do Carmo, subir a ladeira da Sé, no caminho parar no Convento de São Francisco e continuar subindo até a Igreja da Sé, Igreja de Nossa Senhora da Graça e o Seminário de Olinda. Pretendo almoçar na região da Sé, comer a famosa tapioca tbm.

De lá passar no museu de arte sacra, igreja Nossa Senhora da MIsericordia, virar na rua Saldanha Marinho pra ir na igreja Nossa senhora do Amparo, voltar pela Rua do Amparo até chegar na Ladeira da Misericórdia, passando pelo Museu Regional de Olinda

Ainda descendo a ladeira da misericórdia, parando no Mercado da Ribeira, Museu Mamulengo e no Museu de Arte Comtemporânea.

Parada final no Mosteiro e Basilica de São Bento e pegar o ônibus em Varadouro ou na Praça do Carmo pra voltar pra Recife.

 

Acharam muito puxado ? Não preciso entrar em todos esses lugares, mas pretendo pelo menos passar em frente e bater umas fotos :wink:

Compartilhar este post


Link para o post

Fernanda,

 

Seu roteiro ta show de bola...mas espero que voce tenha pernas boas para fazer ele todo! hehehe

Bom, a praça Joao Pessoa eh a praça que você vai descer qnd vier de Recife. A parada de onibus fica nela. Em frente aos correios. Acho legal vc ir caminhando pela orla até a praça do fortim, e voltar pela rua do sol. Mas tem um equivoco ai no seu roteiro: a prefeitura nao fica na rua do sol. A prefeitura fica na cidade alta, ja perto da igreja de sao bento. Na rua do sol vc vai ver um monte de casas legais e coloridas...bem legal.

Pelo que vi, vc gosta de igrejas. Sugiro então antes de subir a para a sé dar uma passada na frente da igreja de Sao Pedro, que fica ainda na parte baixa e perto da subida para a sé. Tem também a igreja do Carmo que fica naquelas imediações. Recentemente ela estava em obras, não sei em que situação ela esta agora, mas era bem bonita.

Bom, acredito que se vc quer passar pela igreja de sao francisco, não deve subir pela ladeira da sé. Sugiro subir pela rua sao francisco, vai passar em frente a igreja de sao francisco e sai exatamente na altura da igreja de nossa senhora das graças. De lá vc pega a esquerda no sentido da sé, ainda passa por uma galeria de artesanatos a sua direita, até com aqueles paineis pra tirar foto!

O museu de arte sacra eu nao sei te dizer se funciona aos sabados, mas creio que sim.

Dependendo da hora que vc fizer o passeio, quando estiver voltando pela rua do Amparo, tenta dar uma passada na "budega do veio"! Eh bem interessante...o cara vende de tudo lá...no melhor estilo de budega mesmo! E a cerveja lá é gelada demais! hehehe Continuando, tenta sair da rua do amparo na altura da rua do bonfim. Vc vai sair no pé da ladeira da misericordia e olhando para frente, vai ver logo os 4 cantos.

Pra ir do mercado da ribeira pro MAC, tem um pequeno atalho: em frente ao mercado da ribeira existe um beco. Voce pode ir por la e ele sai em frente ao MAC. Mas so recomendo ir por li se ainda estiver cedo. De lá, volta pra rua Sao Bento e continua teu roteiro, sentido igreja de sao bento, com aquela parada na prefeitura e na casa do alceu valença!

Bom...da igreja de são bento, a parada de onibus mais proxima eh a do varadouro. Mas se vc ainda tiver perna, pode voltar pro carmo, passando pela famosa sede do bloco de carnaval da pitombeira (pela rua 27 de janeiro, que por sinal, vai sair na igreja de sao pedro, aquela que falei la no começo).

Bom, espero ter ajudado.

E mais uma vez, se eu estiver enganado, me corrijam!

Fernanda, e qualquer duvida, pode perguntar!

Compartilhar este post


Link para o post

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

  • Conteúdo Similar

    • Por tqueel
      Foram mais de 2.000 km, 4 estados, 7 cidades principais para pouso, 15 dias, mais de 3 mil fotos (ótimas fotos por sinal), muitas praias lindas, trocas de experiências, algumas (muitas) paradas em artesanatos, praias paradisíacas, muitos pães com mortadela, volto mais preta, mais pobre de dinheiro, mas com histórias para contar, recordações e transbordando de felicidade!
       
      Faço sempre meus controles, um pouco confusos, mas sempre dividindo por dois e quando considero mercado é pão, mortadela, vina, maionese e Nescau, rsrsrs
       
      Primeira parada é João Pessoa - PB
      chegada 23/06/2018

      Alugamos um carro - R$650,00 dividido em duas pessoas, para retirada em Jampa e devolução em Maceió. 
      Gasolina em João Pessoa - 75, 00 para cada.
      Hospedagem - R$113,35, ficamos através do airbnb, em Tambaú 
      Brindes - R$29
      Alimentação na feirinha - R$48,00

      Totais de Jampa - Gasolina 50 / Jantar 19 / Lembranças 14 / Mercado 20 / Cerveja 36 e 14 = 25 / Mercado 16 = 152 ÷ 2 = 76,00 para cada um no primeiro dia.

      No segunda dia, os gastos foram - Lembrança 15 / gasolina 50 / passeio 50 areia vermelha / mercado 24 / forte 2 / mercado 16 / estacionamento 25 / gasolina 50, já separado por dois.

      Tem muita opção gastronômica, optamos por um rodízio de Pizza que custava R$ 20 (para mim isso é Barateza!!!)

      TOTAL GERAL JOÃO PESSOA - 266,00

      Passeios realizados:
      Festa Campina Grande - bem legal, viagem MUITO cansativa, eu se fosse voltaria para posar, ñ tinha muito trânsito, até buscamos hospedagem, mas ñ deu certo, valores altíssimos. 

      Praias Sul, são passeios que valem muito a pena, fácil de chegar de carro, achamos tudo muito tranquilo.

      Praias Norte, muito bonitas as praias mesmo, mas pegamos blitz no caminho, além disso vimos muitas, ou seja, beber e dirigir não!!
      A noite em João Pessoa, achei excelente, uma das melhores praias, feirinha (amo), comida boa e barata e me parece bem seguro na Orla.

      Recife - 26/06
      Hospedagem - R$138,00
      Brindes - 29,50
      Alimentação - 70,00
      Passeio - 22,00
      Gasolina - 95 00
      Estacionamento- 5,00

      95 gasolina dividido / 16 brindes / Tapioca 16 / caldo de cana 4 / acaraje 10
      20 guia / almoço 40 dois / cerveja 8 / brindes 12 / brinco 1,50 / entrada convento 2,00 / cerveja 10,00 / 10 Estacionamento

      Total - R$369,00

      Jampa e Recife - 635,00 ÷ 5 = 127,00

      Passeios
      Boa viagem, a feirinha acahamos excelente, praia bonita (mas ñ me arrisco para banho), 

      Olinda, achei a cidadr estranha em um primeiro contato, os guias te cercam, mas francamente um me deu medo, hahahaha aí conhecemos um guia bem legal q nos levou em nosso carro alugado.

      Porto de galinhas 28/06
      Hospedagem - R$80,00
      Brindes - 44,00
      Alimentação - 48,00

      Mercado 18,00 / pedágio 7,30 / estacionamento 5,00 / caipiroska 10 / estacionamento 5,00 / caução 20,00 / 15 lanche com refri / Lembranças 44,00 /

      Carneiros sexta 50,00 / 15 comida / tictac 4

      Mergulho 50

      303,30 ÷ 2 = 151,65


      Passeios

      Piscinas Naturais, fizemos mergulho de cilindro, eu particularmente não gosto, acho q lá estava muito mexido o mar, talvez melhor snorkel.

       Muro alto, foi a primeira praia, ficamos o dia todo lá, mas parece que não chega nunca, a maioria tudo propriedade particular, o segundo estacionamento é o mais barato, não pare no primeiro. 

      Macaraipe, você pode fazera travessia de duas formas, uma delas entra em um terreno (o pessoal q cuida dos carros indica), escolhemos esse pois a maré estava bem alta, masbem tranquilo atravessar o rio, não pagamos jangada. (Tinha até crianças atravessando).

      Carneiros, fizemos com guia, mas noa arrependemos, você tem uma liberdade muito maior indo de carro, embora os estacionamentos sejam caros, mas a igrejinha é inesquecível!!!
       
      Porto de galinhas a noite é delicioso, ficamos próximo ao centro, tudo muito seguro e bonito, dá vontade de nem dormir e ficar no centrinho, nem q seja caminhando...

      Maragogi 01/07
      Hospedagem - R$40,00
      Brindes - 10,00
      Alimentação - 22,50

      Passeios
      Zoológico, fui em um zoológico interativo q possui na praia de Peroba, chegando em Maragogi ou dentro (sou péssima em localização)

      Piscinas Naturais, fizemos as piscinas na praia de Antunes, francamente eu fiquei ENCANTADA e babando pela praia. PARAÍSO. Antunes com toda certeza MELHOR PRAIA, mas a cidadede Maragogi nem nada tem estrutura... Com toda certeza voltaria!!!!

      19 comida (tapioca, dog, refri), 10 copinho,
      3,50 mercado / mercado 11,00 / kayak 50 /jantar 58,30 / balsa 15,00 / 50 gasolina / 50 lembranças

      216,80

      Maceió 02/07
      Hospedagem - R$194,91
      Brindes - 80,00
       Alimentação - 82,30
       
      Passeios
      São Miguel dos milagres, achei MARAVILHOSO, fizemos as piscinas naturais lá, super valeu a pena. Não concordo, mas o pessoal jogou salgadinho (fandangos) brotou mais peixes ainda, estava espetacular!!! Mas vale investir no pãozinho para a foto clássica alimentando os peixes.

      Patacho, achei a praia muito bonita, meio deserta, gosto de locais assim, sem muito movimento, aproveitamos a tarde,  após as piscinas em São Miguel dos milagres.

      Praia francês, praia bem agitada, (aqui conseguimos valor mais barato para piscinas naturais, mas já tínhamos feito o passeio e a grana estava curta para mais um hahahaha), mas muito linda, vale a pena conhecer e ficar, principalmente se gosta de mais movimento.

      Gunga, achei extremamente comercial, começando pelo mirante (3,00), mas rende fotos espetaculares. Para entrar na praia paga valores diferentes para carro/moto, 

      67,30 mercado / 15 sorvete / 20 lembranças/ 10 lembranças/ 50 saída de praia / 25 entrada forró / 20 bebidas / 80 gasolina / 7,50 galinha / 50 lembranças/ 20 mercado / 15 Estacionamento/ 6 entrada mirante /12,50 lembranças/ coca 5 /
      50 poscinas são miguel / jantar 48,63 / gasolina 20

      Aracaju 05/07
      Hospedagem - R$69,00
      Brindes
      Alimentação
      Passeios
       
      São Francisco, fizemos o passeio que dura um dia inteiro, bem cansativo, mas vale a pena conhecer, queríamos ter feito outros, mas estávamos sem carro e é onde tem os passeios mais caros do Nordeste, tudo acima de 100,00 - nas outras cidades eram bem mais baratos...rsrs
       
      City tour, fizemos a orla a pé, foi bem gostoso e concordo é a orla mais Bonita do Brasil e achei super organizada, decorada.
      forró muito bom!!!

      Passagem 66 / uber 20,20 / Lembranças 20 / passeio são Francisco 115 / uber forró / acarajé e coca 20 / almoco 40 /

      aluguel carro = 650,00
      Hosp = 635,26
      Gasolina = 244,54
      Estacionamento = 41,15
      Passeios = 252,00
      Mercado = 97,90
      Lembranças = 309,00
      Diversos = 239,63

      Total = 2.469,48

      1571 km
      285 km Maceió até Aracaju
      89 foz + 89
      Total 2034 km
       
       
      insta @tqueel




    • Por Diego Minatel
      Para mim é algo realmente complicado traduzir em palavras os momentos vividos nos dias da minha viagem. Viagem esta que não se traduz num simples mochilão ou turismo de longa duração. Foi o encontro de uma pessoa comum com seu sonho de andar por terras que tanto o inspiraram, terras mãe da esperança, terras de homens e mulheres feitos de histórias e de coração, corações gigantescos. O sentimento que fica depois de quase seis meses na estrada é o de gratidão, do agradecimento as infinitas pessoas que ajudaram esse pobre viajante das mil e uma maneiras possíveis, para vocês meu muito obrigado.

      Foto 1 - A companheira de viagem
      Tinha uma vida igual a tantas outras, era bem razoável por sinal, mas a vontade de caminhar e estar frente a frente com o novo me atormentava todos os dias. Queria conhecer com meus olhos as diferenças, os sotaques, as comidas, as belezas. Desejava não ter pressa, fazer tudo no seu tempo necessário, não estar preso a rotina dos dias e principalmente aprender. Sim, aprender, não com fórmulas prontas e nem sentado dentro de uma sala de aula. Queria aprender com experiências. Queria conhecer pessoas. De alguma forma queria fugir da minha vida cotidiana, não por ela ser ruim, mas pelo desejo de se conhecer e assim, quem sabe, voltar uma pessoa melhor. Quando esse sentimento passou a ser insuportável decidi que tinha que partir.
      Por um ano ajuntei algum dinheiro, queria ficar seis meses na estrada. A grana não era o suficiente, mas suficiente era a minha vontade. Dei um ponto final no trabalho. Abri o mapa e não tinha ideia por onde começar. Decidi não ter um roteiro, apesar de ter muitos lugares em que eu queria estar.
      Assim começa a minha história (poderia ser de qualquer um). O relato está dividido da seguinte forma:
      Parte 1: de Rio Claro ao Vale do Itajaí
      Parte 2: Cânions do Sul
      Parte 3: de Torres a Chuí
      Parte 4: Uruguai
      Parte 5: da região das Missões a Chapecó
      Parte 6: Chapada dos Veadeiros e Brasília
      Parte 7: Chapada dos Guimarães
      Parte 8: Rondônia
      Parte 9: Pelas terras de Chico Mendes, Acre
      Parte 10: Viajando pelo rio Madeira
      Parte 11: de Manaus a Roraima
      Parte 12: Monte Roraima y un poquito de Venezuela
      Parte 13: Viajando pelo rio Amazonas
      Parte 14: Ilha de Marajó e Belém
      Parte 15: São Luis, Lençóis Maranhenses e o delta do Parnaíba
      Parte 16: Serra da Capivara
      Parte 17: Sertão Nordestino
      Parte 18: Jampa, Olinda e São Miguel dos Milagres
      Parte 19: Piranhas, Cânion do Xingó e uma viagem de carro
      Parte 20: Pelourinho
      Parte 21: Chapada Diamantina
      Parte 22: Ouro Preto e São Thomé das Letras
      Parte 23: O retorno e os aprendizados
      O período da viagem é de 01/10/2015 a 20/03/2016. De resto não ficarei apegado nas datas exatas em que ocorreram os relatos que irão vir a seguir, tampouco preocupado em valorar tudo. Espero contribuir com a comunidade que tanto me ajudou e sanar algumas dúvidas dos novos/velhos mochileiros.
    • Por lukasmauro
      10 Porquês de Pernambuco Ser Tão Foda – Recife, Olinda, Nazaré da Mata, Itamaracá
       

       
      Introdução
       
      Olá, Meu nome é Lucas, meu parça é Marcelo.
      A última vez que escrevi um relato nesse site foi do mochilão em Cuba:
      http://www.mochileiros.com/cuba-mochilao-mulambo-ponta-ponta-havana-cienfuegos-trinidad-baracoa-santiago-cayo-guilhermo-vinales-t117960.html
      Naquele contexto éramos dois mulambos.
      As condições financeiras, tanto minha, quanto de Marcelo, melhoram muito desde então.
      Daí que essa trip pra Pernambuco não foi tãao rootzera quanto aquela pra Cuba.
      Pudemos viajar com mais conforto, se alimentar melhor e etc.
      Ainda assim, esse relato traz algumas dicas daquele que foi, disparado, O MELHOR CARNAVAL DE NOSSAS VIDAS.
       

       
      10 Constatações:
       
      1- É O MELHOR CARNAVAL DO MUNDO
      Simplesmente.
      Frevo, maracatu, afoxé, samba, marchas líricas, caboclinhos....
      A lista de tradições carnavalescas de pernambuco parece não ter fim.
      Não tem nenhuma região no mundo que viva tão intensamente o carnaval.
      É uma energia incrível!
      É de arrepiar e faz a terra tremer.
       

       
      2- ELES “BRINCAM” O CARNAVAL
      Brincar é comumente uma coisa associada a crianças, mas não para os pernambucanos.
      Crianças, adolescentes, adultos e senhores brincam o carnaval.
      Essa palavra maravilhosa: BRINCAR!
      Quem dera brincássemos mais, lamentaríamos menos.
      Vestiríamos mais cores e menos cinza.
      Mais urucum e menos gravata.
       
      3- MEO DEOS DO CÉU OQ É O CARNAVAL DE NAZARÉ DA MATA?
      Essa talvez tenha sido o momento mais incrível da viagem.
       

       
      Pegamos um Uber e fomos pra essa cidade que fica a 1h30 de recife.
      Lá tem o maior encontro de maracatu de baque solto (maracatu rural) de Pernambuco.
      É muito difícil tentar usar palavras para descrever momentos que nos enchem os olhos só de lembrar.
      Meu amigo, minha amiga: NÃO DEIXE DE IR PARA NAZARÉ DA MATA!
      Os brincantes de todas cidades próximas vem para Nazaré pra esse grande encontro de maracatu.
      São senhores e senhoras que em grande parte trabalham no corte de cana-de-açúcar e que ralam o ano inteiro para que “um dia, afinal, tenham direito a uma alegria fugaz, uma ofegante epidemia, que se chama carnaval”.
      Enquanto os mestres fazem seus repentes, a cidade inteira escuta, compenetrada.
       

       
      Quando o mestre pausa, a banda retoma o baque e os caboclos de lança dão seu show.
      Incrivel. Fabuloso. Inesquecivel. Indescritivel.
       
      4- DESFILAR POR UMA NAÇÃO DE MARACATU É MUITO MASSA
      Somos dois aficionados pelo maracatu de baque virado.
      Em São Paulo participamos das oficinas do Bloco de Pedra aos sábados (todas/os convidadas/os).
      Por aqui cantamos e tocamos as loas das nações do maracatu de Recife.
      Pois que se não admirá-las ao vivo foi muito emocionante.
      Como se não bastasse fomos convidados para desfilar pelas nações do maracatu Encanto do Pina e Porto Rico.
       

       
      Para coroar, Porto Rico se sagrou campeã do carnaval 2017.
      Demais!
       
      5- FOI ÓTIMO FICAR NO BAIRRO DO PINA
      As duas nações de maracatu pelas quais desfilamos ficam no bairro do Pina.
      Mais precisamente na favela do Bode.
      Ficar nesse bairro nos facilitou para estarmos próximos das nações.
      Foi muito bacana conhecer a história e a reverência que os batuqueiros de recife têm pelos orixás, pelos ancestrais, pela história do maracatu, pelos reis, rainhas e mestres de suas nações.
      O Pina também é um bairro que tem acesso fácil para o recife antigo, em que tem os festejos tudo.
      Além disso é perto do shopping Riomar que dá bastante opção pra comer.
      E, por não ser uma região muito valorizada, o aluguel da casa ficou relativamente barato.
      É uma boa pedida.
       
      6- HÁ GRANDE RIVALIDADE ENTRE AS NAÇÕES DE MARACATU
      Esteja atento para não cantarolar, inadvertidamente, uma toada do Estrela Brilhante quando você estiver em um ônibus do Porto Rico.
      Sim, eu fiz isso.
      Bem, me perdoaram, mas não curtiram não.
      O baguio é Corinthians x Palmeiras.
      Não brinque com isso.
       
      7- O IDIOMA SERÁ NORDESTINENSE
      To até agora procurando no google:
      “como me livrar do sotaque recifense”
      É um jeito muito gostoso de falar
      Um diálogo convencional faz parecer um eterno recital de poesia.
       

       
      Caso um dia o nordeste se torne independente, realizando o sonho de Bráulio Tavares, o idioma será nordestinense, a bandeira de renda cearense e “Asa Branca" será o hino nacional.

       
      8- BEBA AXÉ
      É uma cachacinha com canela, mel e mais umas ervas misteriosas que os rastafári vendem no carnaval.
      Não tenha medo de beber.
      É gostoso e dá um barato
       
      9- NOITE DOS TAMBORES SILECIOSOS É MUITO EMOCIONANTE
      pqp chorei demais vei
      Não vou estragar a surpresa do que rola, mas pelamor não deixe de ir.
       

       
      É na segunda feira de carnaval
      #descubra
       
      10- NÃO PERCA O GRUPO BONGAR NA COMUNIDADE XAMBÁ
      O grupo Bongar é o mais famoso grupo de coco do Brasil
      Se vc nunca sentiu a energia dos cara dá uma chegada nesse vídeo:

      Eles são provenientes da favela Xambá em Olinda e todo carnaval se apresentam num palco instalado lá.
      O trabalho que eles desenvolvem lá vai muito além da música e da dança.
      É todo um trabalho de desenvolvimento social, aliado a preservação do patrimônio cultural.
      Trabalho com crianças e tudo mais.
      Bem bacana.
      Vale demais conferir.
      Ocorre na quarta feira de cinzas.

       
      Day by Day
       
      *Os gastos mencionados são relativos a uma pessoa.
      *Os uber dividíamos em dois, salvo nas viagens para Nazaré da Mata e pras praias, que dividimos em quatro. Então qd vc ler “uber.. R$ 12” é pq o preço total da viagem é R$24.
      *Ida e volta de avião: R$ 900, de Avianca.
      *Alugamos uma casa com amigos, deu R$ 270 por dez dias.
      *R$ 250 com alimentação e outros R$ 300 entre cervejas, uber e passeios.
      *custo total: R$ 1820/pessoa – 11 dias
       
      Dia 1: CHEGADA – 22.02
      “volteeeei recifee”
      Mentira.
      Não voltei pq nunca tinha ido.
      Mas já vai se acostumando com essa música pq ela vai tocar móinto em seu carnaval

      Ao chegar no aeroporto já fomos recebidos com caipirinha de Pitú e frevo. (emoji)
      Deixamos as malas na casa e saímos para um rolê no Recife Antigo chamado “Tambores de Ogum”
      Já deu pra sentir o gostinho
      Teve Afoxé, teve maracatu de baque virado e muita cerveja.
       
      uber do aeroporto até o bairro do pina: R$13
      uber do pina ao recife antigo e volta: R$12
      “três latão é dez”: R$20
       
      Dia 2: TURISTAS + CABOCLINHOS + BAQUE MULHER – 23.02
      Dia de caminhada para conhecer a cidade.
      O Paço do Frevo - Durante muitas décadas, o carnaval de recife e Olinda eram o frevo e o frevo era o carnaval.
      O “fervo”...
      A sombrinha que hoje usamos para dançar o frevo é apenas uma metáfora dos verdadeiros guarda-chuvas com os quais se dançava em outros tempos.
      O frevo nasceu da capoeira, até então proibida, e o guarda-chuva era uma verdadeira ferramenta de luta disfarçada.
      No Paço do Frevo você vê as fotografias, estandartes e relatos que trazem toda essa história.
      Além disso dê um bizoi na programação de lá porque sempre tem umas apresentações de frevo e musica erudita.
      Casa de Cultura – é um presídio abandonado que se tornou pólo de artesanato. É interessante brisar na arquitetura do local, as lojinhas são mais ou meno.
      Casa dos bonecos gigantes – a gente se divertiu pacas com os bonecos.
      Mas é um pico estilo “madame trousseau”, saca? Um role meio pra gringo ver. Se vc tiver com pouca grana dexa no gelo.
      É um espaço pequeno, com cerca de 100 bonecos gigantes das mais diferentes áreas – política, artes, folclore e etc..
       

       
      Teatro Mamulengos – esse é mais interessante, mas é o mesmo estilo do anterior. É legal, mas só se vc tiver tranquilo de tempo e grana.
      É pequeno, mas tem representações de figuras clássicas do carnaval de Pernambuco – como a dama de passo, o caboclo de lança e etc.
      De noite fomos pra recife antigo porque tava tendo encontro de caboclinhos
      Caboclinhos é uma dança folclórica em que índios e grupos fantasiados de índios, com cocares, adornos de pena, colares, representam cenas de caça e combate.
      Foi muito massa.
      Durante o carnaval vêm grupos do estado inteiro para recife apresentar suas danças.
       

       
      Depois disso acompanhamos o “Baque Mulher”, um grupo de maracatu formado apenas por mulheres e que mandam benzão.
      Começou a chover forte e enquanto todos se abrigavam, eu e Marcelo jogávamos capoeira na chuva.
       
      uber do pina ao recife antigo: R$6
      Paço do Frevo – R$ 4 (a meia)
      Casa de Cultura – regata R$ 10
      Casa dos bonecos gigantes - R$ 10
      Teatro Mamulengos - R$ 10
      “três latão é dez”: R$20
       
      Dia 3: COMEÇOU – 24.02
       
      Nesse dia conhecemos as duas nações de maracatu do bairro do Pina e providenciamos todos os preparativos para o desfile de domingo.
      De noite no marco zero teve a abertura oficial do carnaval 2017, com mais de 600 batuqueiros de 13 nações de maracatu de baque virado.
      O homenageado foi Naná Vasconcelos que faleceu em 2016.
      Eleito oito vezes o melhor percussionista do mundo pela revista americana Down Beat e ganhador de oito prêmios Grammy (brasileiro com mais prêmio Grammy).
      Só.
      Olha o que esse homem e vê se ele não merece 600 batuqueiros:

      Lenine e Virgínia Rodrigues, acompanhados do Coral Voz Nagô, deram um show e a abertura do carnaval ficou tão grandiosa que mais parecia a noite da virada de ano.
       
      uber do pina ao recife antigo e volta: R$12
      “três latão é dez”: R$30
      Axé: R$ 10
       
      Dia 4: OLINDA– 25.02
      Enfim, o carnaval de Olinda.
      Muito frevo, muita ladeira, muita cerveja.
      Chegamos as 15h e saímos de madrugada.
      Muitos nos deram a dica de fugir pra Olinda durante o Galo da Madrugada em Recife.
      Isso porque Olinda fica intimista enquanto recife fica tumultuado demais.
      Seguimos a recomendação e não nos arrependemos.
      Vimos o Homem da Meia Noite, que é bastante tradicional e dançamos um forrózim de uma banda familiar.
      uber do pina e a Olinda e volta: R$24
      “três latão é dez”: R$30
      Caipirinha de pitu: R$ 8
       
      Dia 5: DESFILE– 26.02
      Passamos o dia ajudando às nações de maracatu do Pina a se preparar para o desfile da noite.
      Pela noite vestimos as fantasia e saímos pela passarela.
      Foi mágico.
       

       
      Nesse dia também foi muito emocionante assistir, dançar e cantar enquanto desfilavam outras nações como Estrela Brilhante de Recife, Leão da Cambinda e Aurora Africana.
      Ainda deu tempo pra dançar um forrózinho com a dupla Caju e Castanha.
      uber do pina ao recife antigo e volta: R$12
      “três latão é dez”: R$30
       
      Dia 6: NAZARÉ DA MATA + TAMBORES SILENCIOSOS – 27.02
      Esse dia foi louco.
      Já contei como foi nos itens 3 e 10 das constatações.
      uber do pina a Nazaré da Mata: R$40 (total R$ 160)
      ônibus de Nazaré da Mata a recife antigo: R$ 11
      “três latão é dez”: R$30
       

       
      Dia 7: SHOWS – 28.02
      Dormimos a tarde toda pq a viagem até aqui foi realmente muito intensa
      No fim da tarde fomos pro marco zero.
      Desfile das campeãs do carnaval de 2016: Sóbrios
      Show do Geraldo Azevedo: Altos
      Show do Lenine: Beubos
      Show da Elba Ramalho: Dormindo de boca aberta na cabine de uma pick-up estacionada na rua.
       
      uber do pina ao recife antigo e volta: R$12
      “três latão é dez”: R$30
      Axé: R$ 20
      Ganjah: R$ 10
       
      Dia 8: XAMBÁ – 01.03
      Esse dia eu também já contei no item 10.
      uber do pina ao xambá: R$24
      “três latão é dez”: R$30
      Axé: R$ 15
       
      Dia 9: COROA DO AVIÃO + PRAIA DO SOSSEGO + FESTA NA NAÇÃO – 02.03
       
      Visitamos pouquíssimas praias nessa viagem.
      Mas, também, com o carnaval batendo forte em Recife, quem quer saber de praia?
      Quero voltar pra Pernambuco pra conhecer Porto de Galinhas, Carneiros e Cabo de Santo Agostinho.
      Conversamos com um motorista de Uber que fechou o dia pra nos levar a conhecer dois tesourosna ilha de Itamaracá.
      A praia do forte Orange é uma praia belíssima com uma relativa estrutura pra receber turistas.
      O destaque dessa praia é mesmo as ruínas de um forte construído pelos holandeses na época da colonização.
      Depois disso nosso motorista nos levou a Praia do Sossego que é uma praia quase deserta.
      Lindissima.
       

       
      Conhecemos o “mozão” e a “mozona” que mantém um barzinho lá e choramos de rir com as histórias deles.
      Voltando de lá recebemos a notícia de que Porto Rico tinha sido campeã.
      Fomos pra sede da nação, tava tendo open de cerveja.
      Bebemos, dançamos e bebemos mais ainda. Selok
      Pina às praias e volta – R$ 40 (R$ 160 no total)
       
      Dia 10: CINEMA SÃO LUIZ + BARES DA AURORA – 03.03
      O cinema de Recife é muito foda.
      Pra quem ainda não manja, aí vai algumas recomendações:
      - Boi Neon, Amarelo Manga, A Febre do Rato, o Som ao Redor e Tatuagem.
      O cinema São Luiz é tradicionalzão em Recife, tombado como monumento histórico e tudo mais.
      Assistir um filme pernambucano (Redemoinho) naquele lugar foi muito massa.
      Depois fomos beber nos famosos bares da Aurora onde os “alternativos” da cidade se reúnem (Rua Mamede Simões).
       

       
      uber do bairro do pina até o são luiz: R$8
      Heinekens: R$ 40
       
      Dia 11: ATÉ BREVE – 04.03
      uber do bairro do pina até o aeroporto: R$13
       
      CONCLUSÃO
      Marcelo: Às vezes nós que moramos em outros Estados e regiões temos um contato muito distante com a cultura popular e o que esta representa.
      Quando a nós chega algo que faça referencia a ela logo caricaturamos e pensamos aquilo como algo pitoresco e folclórico, algo que ficou no passado e nada tem a ver com nossa vida.
      Porém quando pisar em Pernambuco propomos que você esteja disposto a romper com essa visão e mergulhar em toda a beleza e cor, infância e calor, todo sabor e grandiosidade desta cultura.
      Lá você irá se compreender e enxergar suas raízes e perceber que toda essa herança permanece até os dias de hoje!
      Vai se apaixonar pelo movimento sincero da dança dos caboclinhos, pelo baque forte dos batuqueiros de Maracatu, pela leveza e frenesi dos passos do frevo, pela expressão sincera e majestosamente colorida e bela dos Maracatu Rural, do sorriso negro estampado nas faces de cada pessoa do afoxé, pela alma sertaneja em cada nota tocada em uma rabeca, sanfona, triangulo e zabumba, pela alegria sincera dos blocos líricos.
       

       
      Com certeza depois desta experiência temos o desejo sincero de gritar para o mundo inteiro ouvir o quanto nos orgulhamos do nosso povo e o quanto hoje fazemos de nossas vidas também uma busca por conservar e espalhar as belezas que tanto são marginalizadas!
       
      O nome dos poetas populares.
      (Antônio Vieira)
       
      A nossa poesia é uma só
      Eu não vejo razão pra separar
      Todo o conhecimento que está cá
      Foi trazido dentro de um só mocó
      E ao chegar aqui abriram o nó
      E foi como se ela saísse do ovo
      A poesia recebeu sangue novo
      Elementos deveras salutares
      Os nomes dos poetas populares
      Deveriam estar na boca do povo
       
      Os livros que vieram para cá
      O Lunário e a Missão Abreviada
      A donzela Teodora e a fábula
      Obrigaram o sertão a estudar
      De repente começaram a rimar
      A criar um sistema todo novo
      O diabo deixou de ser um estorvo
      E o boi ocupou outros lugares
      Os nomes dos poetas populares
      Deveriam estar na boca do povo
       
      No contexto de uma sala de aula
      Não estarem esses nomes me dá pena
      A escola devia ensinar
      Pro aluno não me achar um bobo
      Sem saber que os nomes que eu louvo
      São vates de muitas qualidades
      O aluno devia bater palma
      Saber de cada um o nome todo
      Se sentir satisfeito e orgulhoso
      E falar deles para os de menor idade
      O nomes dos poetas populares.
       

       
      Lucas e Marcelo
       
      Lucas: (11) 993380033 https://www.facebook.com/Lukasmauro10?ref=bookmarks
      Marcelo: (11) 98899-2391https://www.facebook.com/marcelo.guglielmi?fref=ts


×
×
  • Criar Novo...