Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Posts Recomendados

Olá pessoal.

Estou pensando em fazer a trilha do Vale do Pati juntamente com o meu namorado.

Tenho uma pequena experiência com trekkings, mas só fiz com agências e não conheço a Chapada Diamantina.

Gostaria de saber se é recomendável fazer o trekking por conta e ir acampando durante  caminho? Existem campings com alguma infraestrutura por lá?

 

Se não for recomendável ir por conta, alguém possui um contato de um guia com preços razoáveis?

Obrigada!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O ideal é contratar um guia.
Não é que vc não possa ir só, mas ai, todo o risco é por sua conta, afinal  vc estará na natureza.
Existem sim campings e outros tipos de hospedagem que são as casas dos nativos do vale, lá é possível utilizar a cozinha (paga-se uma taxa única), inclusive eles têm produtos à venda também.

O preços dos guias são tabelados pela ACV-VC ou vc pode ver com alguma agência.
Tenho vários amigos guias, se quiser o contato, passo pra vcs.

Abraço!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Lá em Lençois tem uma associação de guias, e vc pode contratar um guia para levá-los nos passeios que vcs quiserem. Os preços são tabelados. Porém nem todo guia faz o Vale do Pati. Eu fiz este passeio há uns 10 anos com minha esposa, e as trilhas não são bem marcadas. Se vc for contratar um guia, procure um com experiência no vale do Paty, que já tenha guiado mais de uma vez, porque a trilha é longa e é fácil se perder. Arrume um guia, combina com ele  com antecedência  o passeio, as pernoites e a alimentação (que ele se encarregue de carregar - ajuda a diminuir o peso da mochila), além do transporte até o início da trilha e após o final da trilha. Tem umas agência lá que fazem o passeio. Procura saber o preço para ter uma margem de negociação. Assim, na minha opinião, você consegue um custo/benefício bom.

Abraço

Christian

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu quero ir pra Chapada no final de Janeiro. Tô indo com pouco dinheiro. Em Lençóis, tem o camping Lumiar que, na minha opinião, é o mais estruturado. Já passei por lá uma vez, e também os relatos são positivos. 

.O grande problema é que eu não tenho informações sobre o transporte municipal entre as cidades. Não queria depender de Agência, porque eles metem a faca no valor dos passeios. Queria saber se tem alguma locomoção interna, pra ir de um ponto turístico pra outro. 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 22/10/2018 em 17:19, alanasm disse:

Olá pessoal.

Estou pensando em fazer a trilha do Vale do Pati juntamente com o meu namorado.

Tenho uma pequena experiência com trekkings, mas só fiz com agências e não conheço a Chapada Diamantina.

Gostaria de saber se é recomendável fazer o trekking por conta e ir acampando durante  caminho? Existem campings com alguma infraestrutura por lá?

 

Se não for recomendável ir por conta, alguém possui um contato de um guia com preços razoáveis?

Obrigada!

@alanasm Está pensando em ir quando? Quero ir fazer o vale do Pati sem guia, mas com alguém que tem um pouco de experiência. Preços dos guia não são tabelados, o mínimo que achei foi de 650,00 para 3 dias Se tivesse mais 4 pessoas para fechar junto. 

Estava lá em outubro e curti muito a chapada, só que não deu para fazer o vale do pati e quero conhecer outros lugares na chaoada. Pretendo voltar até janeiro. 

Qualquer coisa chama no whats 34992290143

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

@Dêvisson Andrade você tem que juntar mais pessoas e alugar um carro, diária do carro básico é 150,00 reais e tem o custo da gasolina e não tem seguro, então a franquia se acontecer algo é 2 mil reais.

Fiz vários passeios sem guias, mas fui em turma de 4 pessoas, então compensou!! Se vc for sozinho e não arrumar ninguém lá então tem que ser com o guia mesmo. 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora

  • Conteúdo Similar

    • Por Vanderoots
      Bom dia a todos!

      Vale do pati do melhor jeito baiano de ser, desacelerado.
      Se alguem estiver afim de colar na trip, manda um salve.

      Saída: 01/04/2019 (Andaraí)
      Chegada: ???? (vale do capão).
       
      só vamos! 
    • Por Diego Minatel
      Para mim é algo realmente complicado traduzir em palavras os momentos vividos nos dias da minha viagem. Viagem esta que não se traduz num simples mochilão ou turismo de longa duração. Foi o encontro de uma pessoa comum com seu sonho de andar por terras que tanto o inspiraram, terras mãe da esperança, terras de homens e mulheres feitos de histórias e de coração, corações gigantescos. O sentimento que fica depois de quase seis meses na estrada é o de gratidão, do agradecimento as infinitas pessoas que ajudaram esse pobre viajante das mil e uma maneiras possíveis, para vocês meu muito obrigado.

      Foto 1 - A companheira de viagem
      Tinha uma vida igual a tantas outras, era bem razoável por sinal, mas a vontade de caminhar e estar frente a frente com o novo me atormentava todos os dias. Queria conhecer com meus olhos as diferenças, os sotaques, as comidas, as belezas. Desejava não ter pressa, fazer tudo no seu tempo necessário, não estar preso a rotina dos dias e principalmente aprender. Sim, aprender, não com fórmulas prontas e nem sentado dentro de uma sala de aula. Queria aprender com experiências. Queria conhecer pessoas. De alguma forma queria fugir da minha vida cotidiana, não por ela ser ruim, mas pelo desejo de se conhecer e assim, quem sabe, voltar uma pessoa melhor. Quando esse sentimento passou a ser insuportável decidi que tinha que partir.
      Por um ano ajuntei algum dinheiro, queria ficar seis meses na estrada. A grana não era o suficiente, mas suficiente era a minha vontade. Dei um ponto final no trabalho. Abri o mapa e não tinha ideia por onde começar. Decidi não ter um roteiro, apesar de ter muitos lugares em que eu queria estar.
      Assim começa a minha história (poderia ser de qualquer um). O relato está dividido da seguinte forma:
      Parte 1: de Rio Claro ao Vale do Itajaí
      Parte 2: Cânions do Sul
      Parte 3: de Torres a Chuí
      Parte 4: Uruguai
      Parte 5: da região das Missões a Chapecó
      Parte 6: Chapada dos Veadeiros e Brasília
      Parte 7: Chapada dos Guimarães
      Parte 8: Rondônia
      Parte 9: Pelas terras de Chico Mendes, Acre
      Parte 10: Viajando pelo rio Madeira
      Parte 11: de Manaus a Roraima
      Parte 12: Monte Roraima y un poquito de Venezuela
      Parte 13: Viajando pelo rio Amazonas
      Parte 14: Ilha de Marajó e Belém
      Parte 15: São Luis, Lençóis Maranhenses e o delta do Parnaíba
      Parte 16: Serra da Capivara
      Parte 17: Sertão Nordestino
      Parte 18: Jampa, Olinda e São Miguel dos Milagres
      Parte 19: Piranhas, Cânion do Xingó e uma viagem de carro
      Parte 20: Pelourinho
      Parte 21: Chapada Diamantina
      Parte 22: Ouro Preto e São Thomé das Letras
      Parte 23: O retorno e os aprendizados
      O período da viagem é de 01/10/2015 a 20/03/2016. De resto não ficarei apegado nas datas exatas em que ocorreram os relatos que irão vir a seguir, tampouco preocupado em valorar tudo. Espero contribuir com a comunidade que tanto me ajudou e sanar algumas dúvidas dos novos/velhos mochileiros.
    • Por Yuri Gondim
      Fala galera, sou Yuri Gondim, estou focando em começar minha primeira viagem como mochileiro... Interessado em começar pela chapada Diamantina, ainda esse mês de Dezembro 2018... Alguém tem dicas... Interesses em ir nessa jornada? Contatos para voluntariado e trabalho para manutenção da viagem etc...
    • Por Heloisa Amaral Antunes
      Oi pessoal, tudo bem? 
      Estou indo passar um tempo no Jalapão e depois vou para Lençóis na Chapada Diamantina. Procurei na Internet informações sobre deslocamento por ônibus entre municípios principais na rota entre as duas cidades, como Barreiras, mas não consegui informações. Preciso fazer um deslocamento barato. Alguém teria uma dica para dar? Obrigada desde já!


×