Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

  • 0
j.leandrosilva

Ajuda para mochilão de 6 meses - europa

Pergunta

Bom dia pessoal!

Estou me preparando para realizar um mochilão de seis meses [ou mais] pela Europa, estou dissecando os posts e sites que falam sobre este tema e gostaria de compartilhar com vocês e receber toda a ajuda possível!

Segue o que eu já tenho definido:

  • Investimento: R$ 35.000 [A passagem de ida e volta não esta inclusa neste valor, será comprado uma passagem com liberdade de alteração de data de volta]
  • Tempo de viagem: minimo seis meses [Vai depender muito do meu gasto com acomodação, se conseguir economizar com isso pretendo prolongar a viagem]
  • Hospedagem: Vou tentar fazer o máximo de worldpackers e couchsurf que conseguir. 
  • Data de inicio: Março de 2020. 
  • Tipo de viagem: low cost, viajar anoite, ficar em hostel quando não conseguir lugar para ficar, coisas do tipo.
  • Alimentação: Irei cozinhar nos hostels e quando não conseguir irei sempre buscar por um gasto baixo.

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -

Sobre o roteiro:

Pensei na seguinte ordem:

São Paulo - Portugal
Portugal - Espanha
Espanha -Marrocos
Marrocos - Itália
Itália - Eslováquia
Eslováquia - Croácia
Croácia - Bósnia
Bósnia - Albânia
Albânia - Macedônia
Macedônia - Bulgária
Bulgária - Romênia
Romênia - Hungria
 

Eu gostaria muito de ir para a Asia e voltar depois de um tempo para o território Schengen mas ainda não conseguir dimensionar os meus gastos para a Asia, ou seja, o roteiro acima poderá ter lugares adicionados após Hungria. Caso não vá para a Asia, iria voltar para o Schengen e fazer Alemanha, Noruega, Países Baixos, França, Espanha, Portugal e Brasil.

Vocês acham que é possível eu ir para a Asia com o gasto de 30 euros dia?

Agradeço toda a ajuda que conseguir.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Posts Recomendados

  • 0
5 minutos atrás, j.leandrosilva disse:

@Davi Leichsenring Cara isso que você esta falando é interessante, não gosto tanto de ficar olhando para igrejas e praças....estou indo mais para conversar com o pessoal e trocar experiencias....com isso eu acho que posso até diminuir os paises que irei visitar e assim deixar mais viável a ida para a Asia...vlw!

Experiência própria, viajei pela Europa por 3 meses, conheci uns 15 países, e depois de um tempo começa a virar algo automático e não ser mais tão interessante, pois se vê a mesma estrutura base todo dia, que era passear na cidade,  visitar igrejas, ir em museu, passear nas praças, visitar castelo. Por sorte eu gosto bastante de igrejas e castelos.

Mas, se eu fosse viajar 3 meses direto de novo, eu faria diferente, iria pra fora da Europa ao menos um mês.

 

E, com 35.000 dá pra fazer uma boa viagem sem se preocupar em trabalhar.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

  • 0
26 minutos atrás, j.leandrosilva disse:

Uma pergunta, vocês acham que é melhor eu definir todos os continentes que eu irei visitar e tentar comprar as passagens com antecedência ou deixar a vida me levar e comprar uma passagem mais cara mas que na hora tenha valido a pena?

Se voce deixar pra comprar passagens aereas em cima da hora pode lhe custar um rim e o que vc pagará a mais por isso vai ti tomar alguns bons dias de viagem. Entao seria melhor fazer um planejamento previo de onde irá começar a viagem e a partir de qual país voce pegará o voo  pra Asia por exemplo, depois disso voce monta um roteiro flexivel no meio do caminho mas ja sabendo que terá que estar em determinada cidade tal dia.

 

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0
8 minutos atrás, lobo_solitário disse:

Se voce deixar pra comprar passagens aereas em cima da hora pode lhe custar um rim e o que vc pagará a mais por isso vai ti tomar alguns bons dias de viagem. Entao seria melhor fazer um planejamento previo de onde irá começar a viagem e a partir de qual país voce pegará o voo  pra Asia por exemplo, depois disso voce monta um roteiro flexivel no meio do caminho mas ja sabendo que terá que estar em determinada cidade tal dia.

 

Sinceramente, da Europa para a Ásia é uma oferta de voos tão grande que encontra sim muito voo barato em cima da hora. Mas aí é importante estar em um aeroporto europeu com grande disponibilidade de voos - Amsterdam, Paris, Londres, Barcelona, Milão, etc.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0

O problema de comprar passagem para a Ásia em cima da hora, nem é tanto o preço, já que tem uma oferta enorme de voos para lá, e quase sempre rola uma promoção de última hora, mas sim o oficial da imigração querer saber quando que você vai embora.

Uma das coisas que a imigração quase sempre costuma perguntar é:

Quando que você vai embora da Europa?

Teve algumas vezes em que passei a imigração e não perguntaram nada, mas nas vezes que me perguntaram algo, a primeira pergunta sempre foi esta, quando que eu iria embora.

Algumas vezes o assunto se resolveu eu simplesmente falando a data que iria embora, mas também teve várias vezes onde o oficial pediu para ver o comprovante da passagem para confirmar a data que eu falei.

Chegar lá no primeiro aeroporto europeu e o oficial da imigração resolver perguntar a data que você vai embora, e você não saber falar a data ou não ter uma passagem para comprovar isto, geralmente lhe garante um assento no próximo voo de volta para o Brasil.

Na verdade esta recomendação não se aplica somente ao espaço Schengen, se aplica a qualquer outro país, nas duas vezes que fui a Croácia, sempre me perguntaram a data que eu iria embora, quando sai da Croácia para ir a Bósnia a imigração bósnia me perguntou quanto tempo ficaria lá, quando fui a Romênia, a primeira coisa que perguntaram foi quanto tempo ficaria lá, etc...

Na verdade na minha experiência pessoal, a imigração dos países do "leste-europeu" sempre foi mais chata do que a imigração do Espaço Schengen.

Então para não ter problemas com a imigração, é recomendável que sempre que você for passar pela imigração de algum país, você já ter as datas e passagens compradas indo embora de lá, isto reforça perante as autoridades que você tem intenção de realmente ir embora de lá dentro do prazo.

E a melhor maneira de comprovar que você não pretende ficar ilegalmente lá, continua sendo a a boa e velha passagem indo embora.

Não precisa ser uma passagem de volta para o Brasil, pode ser uma passagem para qualquer outro lugar, desde que seja indo embora.

Em resumo, nós brasileiros e turistas no geral, somos bem vindos lá na Europa ou qualquer outro país, desde que eles tenham certeza de que iremos embora! E que não seremos aquele cunhado folgado que vem pra ficar 1 semana, e 2 anos depois ainda está lá dormindo no sofá da sala. KKKKK

 

Sugestão de leitura:

https://viagemeturismo.abril.com.br/materias/numero-de-brasileiros-barrados-na-europa-aumentou-62/

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0
13 horas atrás, poiuy disse:

O problema de comprar passagem para a Ásia em cima da hora, nem é tanto o preço, já que tem uma oferta enorme de voos para lá, e quase sempre rola uma promoção de última hora, mas sim o oficial da imigração querer saber quando que você vai embora.

Uma das coisas que a imigração quase sempre costuma perguntar é:

Quando que você vai embora da Europa?

Teve algumas vezes em que passei a imigração e não perguntaram nada, mas nas vezes que me perguntaram algo, a primeira pergunta sempre foi esta, quando que eu iria embora.

Algumas vezes o assunto se resolveu eu simplesmente falando a data que iria embora, mas também teve várias vezes onde o oficial pediu para ver o comprovante da passagem para confirmar a data que eu falei.

Chegar lá no primeiro aeroporto europeu e o oficial da imigração resolver perguntar a data que você vai embora, e você não saber falar a data ou não ter uma passagem para comprovar isto, geralmente lhe garante um assento no próximo voo de volta para o Brasil.

Na verdade esta recomendação não se aplica somente ao espaço Schengen, se aplica a qualquer outro país, nas duas vezes que fui a Croácia, sempre me perguntaram a data que eu iria embora, quando sai da Croácia para ir a Bósnia a imigração bósnia me perguntou quanto tempo ficaria lá, quando fui a Romênia, a primeira coisa que perguntaram foi quanto tempo ficaria lá, etc...

Na verdade na minha experiência pessoal, a imigração dos países do "leste-europeu" sempre foi mais chata do que a imigração do Espaço Schengen.

Então para não ter problemas com a imigração, é recomendável que sempre que você for passar pela imigração de algum país, você já ter as datas e passagens compradas indo embora de lá, isto reforça perante as autoridades que você tem intenção de realmente ir embora de lá dentro do prazo.

E a melhor maneira de comprovar que você não pretende ficar ilegalmente lá, continua sendo a a boa e velha passagem indo embora.

Não precisa ser uma passagem de volta para o Brasil, pode ser uma passagem para qualquer outro lugar, desde que seja indo embora.

Em resumo, nós brasileiros e turistas no geral, somos bem vindos lá na Europa ou qualquer outro país, desde que eles tenham certeza de que iremos embora! E que não seremos aquele cunhado folgado que vem pra ficar 1 semana, e 2 anos depois ainda está lá dormindo no sofá da sala. KKKKK

 

Sugestão de leitura:

https://viagemeturismo.abril.com.br/materias/numero-de-brasileiros-barrados-na-europa-aumentou-62/

 

Verdade, uma opção seria se programar para estar na Rússia ao final dos 6 meses.

Mata dois coelhos: tem data fixa para sair da Europa e Moscou é um aeroporto com uma disponibilidade absurda de voos para Ásia. Acha barato em cima da hora com certeza.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0
18 horas atrás, João Rosenthal disse:

Se for sem contar passagens, dá fácil. Lá é tudo muito barato, você encontra hostel a 8 euros e refeição a 3.

Gente, calma lá. A Ásia é o maior continente do planeta e tem de tudo por lá. Acho muito difícil achar hostel a 8 euros e refeição por 3 no Japão, Hong Kong, Dubai ou Coreia do Sul, por exemplo.

Tem que ser mais específico quando fala que quer conhecer um continente. Em outro tópico um viajante perguntou se precisaria levar blusa pra conhecer a Europa no verão. Se ele for pra Tromsø, na Noruega, provavelmente vai precisar de uma roupa de frio, mesmo na estação mais quente do ano.

O problema de não ser específico é que as pessoas que querem ajudar podem pensar em lugares diferentes. Daí vc corre risco de receber dicas que não tão úteis.

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0
Agora, anselmoportes disse:

Gente, calma lá. A Ásia é o maior continente do planeta e tem de tudo por lá. Acho muito difícil achar hostel a 8 euros e refeição por 3 no Japão, Hong Kong, Dubai ou Coreia do Sul, por exemplo.

Tem que ser mais específico quando fala que quer conhecer um continente. Em outro tópico um viajante perguntou se precisaria levar blusa pra conhecer a Europa no verão. Se ele for pra Tromsø, na Noruega, provavelmente vai precisar de uma roupa de frio, mesmo na estação mais quente do ano.

O problema de não ser específico é que as pessoas que querem ajudar podem pensar em lugares diferentes. Daí vc corre risco de receber dicas que não tão úteis.

Claro, mas a partir do momento que ele fala que quer economizar, supõe-se que seja o Sudeste Asiático.

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0

@João Rosenthal @anselmoportes é isso mesmo, eu estou pensando no Sudeste, mas precisamente Tailândia, Laos e Vietnã. O que eu estou fazendo é planejar o gasto para a Asia em 30 euros, sei que irá acredito que irá gastar menos, porém assim tenho uma gordura para imprevistos. Ah isso sem contar a passagem, que irei comprar daqui.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 0
2 horas atrás, João Rosenthal disse:

Mata dois coelhos: tem data fixa para sair da Europa e Moscou é um aeroporto com uma disponibilidade absurda de voos para Ásia. Acha barato em cima da hora com certeza.

@João Rosenthal Depois que você falou do fator "oferta de voo" estou mexendo um pouco na ordem dos paises para tentar sair depois de 5 meses na europa [68 dias Schengen e alguns no Leste Europeu].

Estou dando uma lida nos relatos para montar algo com essas informações, por enquanto esta assim:

Portugal > Espanha > Marrocos > Italia > Croacia > Hungria >Romenia > Bulgaria>  Alemanha > Laos > Tailandia > Vietnam > Alemanha > Paises Baixos > França > Espanha > Portugal > Brasil

Sempre tomando cuidado com os 90 dias dentro e fora do Schengen.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder esta pergunta...

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.




×
×
  • Criar Novo...