Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

México em 58 dias - Pirâmides, pueblos mágicos, cachoeiras, cenotes, museus e praias (com mapas e muitas fotos e dicas)


Posts Recomendados

  • Silnei changed the title to México em 58 dias - Pirâmides, pueblos mágicos, cachoeiras, cenotes, museus e praias (com mapas e muitas fotos e dicas)
  • Silnei featured this tópico
  • 1 mês depois...

  • Membros

Olá, Bom dia, tudo bem? 

Primeiramente, parabéns pelo seu post muito completo.

Segundamente, queria dizer que você foi sozinho porque quis, eu teria ido tranquilamente de boa como companhia rsrs...

Brincadeiras a parte, mexico é meu sonho de vida, e ler seu post me deu um ar de sonho!

Vamos lá, seus preços estão todos em dólar? 

Vi que você conheceu muito de tudo rs, achou que foi dificil se locomover de um Estado para outro? Considera que 10 dias para ir de CDMX para Quintana Roo seria trabalhoso e caro? 

Os cenotes costumam sempre estar no litoral, não tem cenotes nas cidades tipo em CDMX, Puebla?? 

Não é vantajoso comprar pesos mexicanos com reais lá? eu teria uma desvantagem muito grande com relação ao Dolar? 

 

Vou lembrar de mais coisas e te pergunto. 

Beijão! E obrigada mais uma vez

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 3 semanas depois...
  • Membros
Em 10/10/2019 em 11:03, Tallitinha disse:

Olá, Bom dia, tudo bem? 

Primeiramente, parabéns pelo seu post muito completo.

Segundamente, queria dizer que você foi sozinho porque quis, eu teria ido tranquilamente de boa como companhia rsrs...

Brincadeiras a parte, mexico é meu sonho de vida, e ler seu post me deu um ar de sonho!

Vamos lá, seus preços estão todos em dólar? 

Vi que você conheceu muito de tudo rs, achou que foi dificil se locomover de um Estado para outro? Considera que 10 dias para ir de CDMX para Quintana Roo seria trabalhoso e caro? 

Os cenotes costumam sempre estar no litoral, não tem cenotes nas cidades tipo em CDMX, Puebla?? 

Não é vantajoso comprar pesos mexicanos com reais lá? eu teria uma desvantagem muito grande com relação ao Dolar? 

 

Vou lembrar de mais coisas e te pergunto. 

Beijão! E obrigada mais uma vez

Tallitinha, seria boa demais a companhia! 😉

Ah, e antes de tudo, desculpas pela demora. Não recebi notificação do site.

 

Os preços estão em pesos mexicanos. Nesse período que eu fui 1 dólar = 18,20 pesos mais ou menos.  

 

10 dias eu ficaria só em CDMX e arredores ou só em Quintana Roo. Não compensa os deslocamentos e a correria. Sem contar que as duas regiões têm muito para conhecer.

 

É muito fácil se locomover entre um Estado e outro. Muitas vezes tem diferentes opções de transporte e em vários horários.

 

Os cenotes, devido ao relevo, hidrografia e fenômenos naturais, ficam em maior concentração na Península de Yucatán, que engloba Quintana Roo e o estado de Yucatán. Tem um ou outro fora dessa região, mas desconheço em Puebla e em CDMX. 

 

Não é vantajoso comprar pesos com reais. Vc perde muito na conversão.

 

Qualquer coisa, só perguntar. 🙂

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 3 semanas depois...
  • 3 semanas depois...
  • Membros
Em 20/11/2019 em 20:08, Taciano Bahia disse:

Puta que pariu! Isso não é um relato, é uma bíblia! ::ahhhh::

Ainda bem que conheci boa parte dessas atrações porque eu nunca vou ler isso tudo  ::lol3::::lol3::::lol3::

 

Hahahaha, Taciano! Ficou miúdo o relato. hahaha
Volta pra Brasília pra nóis tomar outras, fiote!

Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 1 mês depois...
  • 2 meses depois...
  • Membros

Foi o relato mais completo q já vi, tirando o preço e como chegou em alguns cenotes, foi realmente muito informativo. Estou acrescentando mais cidades pra eu ir assim q acabar a pandemia, ja q só  falta mexico pra eu ter mochilado em todos os paises da América Latina. Incrível, parabéns!

  • Obrigad@! 1
Link para o post
Compartilhar em outros sites
  • 3 semanas depois...

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
  • Conteúdo Similar

    • Por Johw Laeb
      ESTOU NA ESTRADA JÁ  FAMILIIA ESTOU EM PIÇARRAS A CAMINHO DE CURITIBA-PR,VISITAR O JARDIM BOTANICO E DEPOIS SUBIR O LITORAL DO BRASIL VISITANDO TODAS AS PRAIAS.
      Se increve no meu canal e segue minhas redes sociais para acompanhar a viagem. 
      YOUTUBE: Benedetto Viajante
      INSTA: @benedettobeal  
      FACE: Benedetto Coke 
      TWITCH: cokebenedetto
      Vou fazer lives na twitch qd estiver nas festas e bailes fml vlw agradeço tmj!!!!!
    • Por Johw Laeb
      Bom dia família de mochileiros,venho aqui postar minhas skills e fazer amizades para marcarmos novas viagens inesquecíveis,Eu faço lives na twitch e vou transmitir várias partes e festas do mochilão la na plataforma, entao vou deixar o link para quem puder me dar uma força lá seguindo assistindo ajuda muito fml ,muito obrigado pela atenção se alguem souber de roost nessa regiao entre #ITAJAI-SC e #CURITIBA-PR  poder deixar o maximo de dicas ai nos comentários,
      EU SERIA EXTREMAMENTE GRATO!!!!!
      VLW PESSOAL TMJ!!!!

      (Estou indo de Itajaí-SC  para Curitiba-PR com destino ao Chile,conhecendo as mais Diversas culturas da majestosa america do sul).

      ----SKILLS
      Painting assistant and bricklayer from 14 to 18 years old.
      Painter and general services from 18 to 20
      Electrician assistant at 20 for 2 months.
      Still framing and drywall assistant at 20 for 1 month.
      (Several freelancers)
      Currently I work with digital marketing that occupies a few hours of my day, that is, I can very well paint a house during the day and at night relax and do my job without any problem. I am proactive with the ability to work as a team and make new work friends.

      -----TWITCH : https://m.twitch.tv/benedettocoke/profile
      @benedettocoke
      -----INSTAGRAM  : @benedettobeal
      -----EMAIL : [email protected] 
       
    • Por Felipao86
      Olá pessoal,
       
      Dando continuidade a atualização de alguns relatos, vou contar um pouquinho de uma viagem que fizemos até Carrancas, no Sul de Minas, no feriado de Tiradentes.
      Nessa viagem minha filha mais velha estava com 1 ano e 2 meses e fomos também acompanhados dos meus pais.
      Hospedagem: Chalé da Tica, via Airbnb.  620 reais para 3 diárias. Muito charmosinho e arrumado, só a água do chuveiro que não esquentava legal.
      Obs1: as atrações são divididas em “complexos”, porque com uma entrada visita-se várias piscinas naturais e cachoeiras. Geralmente dá para visitar 2 complexos por dia.
      Obs2: todas as atrações visitadas encontram-se um pouco afastadas do centrinho da cidade, mas em estradas de terra muito tranquilas de percorrer, mesmo em carro comum.
      Obs3: Carrancas tem otimos preços, média de 5-10 reais a entrada nos complexos de cachoeiras. A exceção fica pela pelo Parque Serra do Moleque, que custa 25 reais a entrada (porém é o que possui melhor infraestrutura).
      Dia 1: Chegada + Cachoeira da fumaca
      Saimos de BH cedo, é uma viagem de cerca de 5 horas considerando uma parada de 20 minutos para esticar as pernas. A chegada em Carrancas já é uma atração a parte, a medida que vamos nos aproximando da serra sabemos que iríamos conhecer um lugar especial. Fomos direto nos instalarmos no chalezinho e procurar um lugar para almoçar. Achamos um barzinho que tinha comida self-service por 10 reais por pessoa, bem saborosa.
      Após o almoço fomos até a Cachoeira da fumaça, que apesar de muito linda é proibido o mergulho. Ficamos lá curtindo a natureza diante de nós. À noite pedimos pizza.


      Dia 2: Complexo da Ponte + Complexo da Toca
      Após o café da manhã partimos para o primeiro complexo de Carrancas, o complexo da ponte: ao longo da trilha já se apresenta diversas pequenas poços que são deliciosos para experimentar as aguas extremamente geladas, mas no final você atinge a estrela do lugar, que á Cachoeira do Salomão, que é deliciosa, é fácil de sentar em baixa de sua queda e curtir uma hidromassagem natural.

      Após o almoço partimos para o complexo da Toca, que também possui vários poços, quedas dagua e o escorregador da Toca que é legalzinho (mas o da Zilda é muito mais, rs), mas a cereja do bolo sem dúvida era o poco do coração e do coraçãozinho, extremamente disputados, rs. A trilha também é belíssima, com bela flores arroxeadas que minha esposa adorou.

       
      Dia 3: Complexo da Zilda + Parque Serra do Moleque
      O complexo da Zilda fica um pouco mais afastado do centrinho de Carrancas (cerca de 12km), mesmo assim em menos de 30 minutos já estávamos lá.
      É cheio de atrações, inclusive para os mais aventureiros tem o racha da Zilda, que pelo que eu li é difícil de ser acessado, pois em determinado momento  precisa atravessar  o rio contra a correnteza.
      Para os meros mortais as melhores atrações são Cachoeira do Indio, as pinturas rupestres e a cereja do bolo: o escorregador da Zilda. É um tobogã absolutamente natural, delicioso de escorrega e cair um poco de agua no final. Ficamos uma manhã inteira somente subindo e descendo por ele.
       
      Depois fomos ao Parque Serra do Moleque, que é na mesma região e onde encontra-se a cachoeira mais gostosa de carrancas, na minha opinião: a Cachoeira da Zilda. Você deixa o carro no estacionamento e desce de jardineira até a entrada da trilha, onde tem banheiro e restaurantes. A trilha até a cachoeira é leve e totalmente sinalizada e acessível, com escadas e pontes. Um poco enorme com uma prainha te espera ao final. Ficamos o restante da tarde ali só curtindo essa maravilha.

      VID-20190421-WA0019.mp4 VID-20190421-WA0019.mp4  
      Dia 4: Complexo da Vargem Grande + Retorno para casa
      Nesse dias meus pais já estava um pouco cansados então fomos só eu, minha esposa e minha filha.
      Esse complexo na minha opinião é o mais lindo. É onde encontra-se a famosa Cachoeira da Esmeralda, ao final da trilha. Mas no caminho até lá já aparecem várias piscinas naturais belas e deliciosas para mergulho. Se chegar na cachoeira por volta de meio dia, a incidência da luz solar faz a agua ficar verde transparente, muito bonita.
      Almocamos num restaurante de comida caseira, que na verdade é na casa de uma senhora mesmo. Demos uma volta no centrinho da cidade, uma rapida passada na sua igreja principal que é bem bonita e voltamos para Belo Horizonte descansados e satisfeitos.

       
      Considerações finais: destino delicioso, de bom custo-beneficio e com ótimos atrativos naturais. Ao contrario de capitólio, que a cada dia que passa fica mais e mais elitizado, Carrancas preserva um ar mais rústico e bom para o bolso. A infraestrutura que ainda é um pouco limitada, fomos num feriado, a cidade estava lotada, poucas opções de bares, lanchonetes e restaurantes, todos lotados, com fila de espera. E também poucas opções de pousadas. Creio que melhorará com o tempo.
       
       
       
    • Por Paulonishi
      Em Florianópolis são muitos os lugares para se visitar, mas um deles é quase obrigatório, a Lagoa da Conceição. Marco da colonização inicial da cidade, tem muitas atrações culturais, históricas e gastronômicas. Deixarei abaixo um panorama do lugar, com dicas e impressões da última visita em dezembro de 2020. 

      A lagoa da conceição é onde a cidade começou.  Está ao leste de Florianópolis e é dividida em duas partes por uma ponte, a lagoa de dentro e a de fora, estando  ligada ao mar pela Barra da Lagoa
      Para se chegar até ela entrando na ilha, pega-se a beira mar Norte até o Itacorubi. Mas calma, não se preocupe porque tem muitas placas indicativas até o acesso à rodovia SC 404, que nos leva até o nosso destino.

      É uma via de pista simples e que fica bem complicada durante a temporada, devido ao movimento intenso e pelo relevo íngreme e bem sinuoso.
      Na parte mais elevada, temos um mirante com um pequeno estacionamento gratuito. Oportunidade para se ter uma visão da bela paisagem da região.
      Depois disso, agora é só descida, mas com curvas ainda mais fechadas, pedindo muita atenção e paciência até o final.
      Chegando no chamado centrinho da Lagoa, o mais difícil e encontrar um lugar para estacionar durante a temporada, porque na principal são poucas vagas e as ruas transversais são bem estreitas.

      Apesar de poucos hotéis, tem muitas opções de hospedagem em hostels e casas de aluguel por temporada, que considero a melhor opção para quem viaja acompanhado.
      Encontrando uma opção próxima ao centrinho e ao terminal urbano, é possível explorar as principais atrações à pé e de ônibus, sem o stress do trânsito e do gasto com estacionamento.

      Da pequena ponte que corta parte da lagoa, se tem uma bela visão da marina e da chamada Lagoa de fora… Boa também para observar o cotidiano do lugar
      A avenida das rendeiras é passagem obrigatória e caminhar pelo calçadão é uma ótima maneira de apreciar a vista com calma e temos acesso às belíssimas dunas de areias branquinhas e bem finas, é uma atração bem característica da região.

      Continuando a caminhada no sentido a Joaquina, essa parte da Lagoa tem uma boa estrutura para passar o dia, com sombras e gramados, além de ser bem em frente aos restaurantes. Bateu fome, é só atravessar a rua para comer. Conta também com quiosques, aluguel de caiaques e aulas de Stand Up e windsurf.

      Suas águas são bem rasas e limpas na maior parte da sua extensão, mas convém sempre dar uma conferida, principalmente nas épocas de maior movimento.
      A lagoa de dentro tem águas mais escuras.. parecendo sujas 😦
      No Centrinho encontramos agências bancárias dos principais bancos, supermercados, vários restaurantes e um comércio bem variado… ah, e muitos brechós!
      Estando por lá, não deixe de visitar a parte histórica, que preserva parte do calçamento original que dá acesso ao Santuário de Nossa Senhora da Imaculada Conceição da Lagoa, que deu o nome a esta região.

      Esta igreja recebeu a visita ilustre de Dom Pedro II por 2 vezes, que doou 2 sinos para ela. Um pouco mais acima, ainda preservando a arquitetura colonial, temos a casa do vigário, datada do século 18, mais uma belo panorama do lugar.
      Em termos de opções gastronômicas, temos uma variedade bem grande, assim como em preços… Uma boa opção para quem gosta de culinária oriental é esse buffet, com ótima variedade em carnes, saladas e até sushis.

      Fica no Shopping Via Lagoa e abre todos os dias para almoço
      Você vai encontrar dois tipos de ônibus. O amarelo é o executivo. É mais caro (o dobro do comum) e confortável. Para em qualquer lugar também, bastando acenar. O outro é comum (azul e branco), que tem interligação entre os terminais.

      A terceira opção são os barcos, que fazem o transporte pela Lagoa nos mesmos valores dos ônibus urbanos.

      O transporte por aplicativo também é uma opção… Não tão barata, mas com uma ótima disponibilidade e comodidade para quem quer conhecer as outras atrações na ilha, principalmente a noite
      As atrações mais próximas são o passeio de barco até a Costa da Lagoa, a Praia da Barra da Lagoa, a Praia Mole, Praia da Joaquina.
      E, para aqueles dias em que está chovendo muito, uma ida até o centro da cidade para visitar o mercado público ou andar pelos museus e igrejas é uma das opções.
      Ah e no final da tarde, o por do sol na Lagoa é imperdível!
      Esse é só um resumo, procurei detalhar e ilustrar no vídeo sobre o lugar. Dá uma conferida e se lhe foram úteis as informações, deixe o seu comentário e o like lá no youtube (@trips.flicks).
      É isso aí, um grande abraço e até breve!
       
       

       
    • Por Fakten_soup
      Fala galera, tudo bem? 
      Então, estou me preparando pro meu novo destino. No momento, procurando me informar bastante e aprender cada vez mais para não acabar me frustrando. 
      Gostaria da ajuda de vocês sobre como se preparar para uma viagem estilo roots. Quais equipamentos são essenciais, o que devo ter em mente sobre destinos e lugares para dormir, como fazer dinheiro e etc. Sobre caronas, quais cuidados devo ter? Estou pensando em vender macramê, acessórios, bordados ou cantar pra ajudar na grana. 
      Enfim, gostaria muito da ajuda de vocês! E se alguém se interessar em fazer essa trip comigo só comentar, seria ótimo poder fazer isso acompanhado. 
       
      Sou da Baixada Santista - SP 
×
×
  • Criar Novo...