Ir para conteúdo
  • Cadastre-se

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''méxico''.



Mais opções de pesquisa

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Mochileiros.com

  • Perguntas e Respostas
    • Perguntas e Respostas
    • Destinos
  • Companhia para Viajar
    • Companhia para Viajar
  • Relatos de Viagem
  • Equipamentos
  • Trilhas e Travessias
  • Nomadismo
  • Outras Formas de Viajar
  • Outros Fóruns

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


Sobre mim


Lugares que já visitei


Próximo Destino


Ocupação

Encontrado 17 registros

  1. México, Belize e Guatemala Relato de Viagem Olá, Mochileiros. Meu nome é Caio Andrade, sou de Manaus – Amazonas, e junto com minha esposa, Gilci Helena, somos apaixonados por viagens. Diferente do que aconteceu com o Mochilão que fiz pelo Peru-Bolívia-Chile, eu não encontrei quase nenhuma informação sobre o mochilão México-Belize-Guatemala. Então, eu fui coletando informações isoladas de outros relatos e também do Instagram da maravilhosa Gabi (@viajandocomgabi). Por este motivo, resolvi fazer este relato o mais rápido possível. Gostaria de informar (e pedir desculpas para quem gosta) que este relato não terá fotos, mas apenas o relato detalho junto com valores, pois é isso que realmente importa. Caso você queira ver algumas fotos e alguns vídeos sobre o roteiro, visite o meu perfil no Instagram (@caioandrade.adv). Gostaria de ressaltar que Então, vamos ao que interessa!!! Roteiro, Duração e Transporte O meu mochilão começou em 12.06.2019 e terminou em 03.07.2019, e perfiz o seguinte roteiro: Cancún (Mex) > Tulum (Mex) > Caye Caulker (Blz) > Flores (Gua) > Antígua (Gua) > San Cristóbal de Las Casas (Mex) > Cidade do México (Mex). Todo o meu trajeto foi feito por ônibus e shutles (minivans). No México, a empresa que domina o transporte é a ADO, que atende todo país. Para montar minha planilha de gastos, eu entrei no site da ADO, simulei os trajetos e obtive os valores. O site não aceita compras com cartões internacionais. Porém, comprando com antecedência no guichê da ADO, assim que você chegar no México, você terá descontos absurdos. Por exemplo: o trajeto San Cristóbal – Cidade do México estava custando cerca de 1.600 pesos, mas como comprei com dois dias de antecedência, ele saiu por 870 pesos. Já na Guatemala, os trajetos são feitos por shuttles (minivans), que são extremamente desconfortáveis, sem encosto para sua cabeça e você não consegue descansar. Ainda procuramos em varias agencias uma minivan que tivesse encosto para cabeça, mas TODOS não tinham. Então, prepare o seu corpo e o seu emocional. Hospedagem Todas as minhas hospedagens foram reservadas pelo Airbnb, pois queria pagar tudo antes da viagem e também porque eu queria ter mais comodidade e privacidade. A hospedagem é um dos pequenos luxos que eu e minha esposa nos permitimos durante a nossa viagem. Rsrsrs Uma dica muito importante: como eu não sabia os valores de certos passeios e precisava montar minha planilha de gastos, eu entrei em contato com o hotel que havia reservado e perguntei os valores dos passeios, visto que todos os hotéis de cidades turísticas oferecem esse serviço. Também já fiz isso pelo booking e funciona também. Qual moeda levar NÃO LEVE REAIS. Fiz isto apenas uma vez quando fui para o Chile e me arrependi. Muitos “nacionalistas” pregam que temos que devemos levar reais, pois, se levarmos dólares, faremos dois câmbios e pagaremos mais. MENTIRA. Já viajei para Chile, Argentina, Bolívia, Colômbia, Uruguai, Venezuela, Peru e Equador, e em TODOS esses países, eu tive mais vantagem levando dólares do que reais. Sem contar que algumas cidades pequenas, como Antígua, San Cristóbal, Caye Caulker, não têm casa de câmbio que aceitem reais. 1oDia – 12.06 (Cancún – México) Primeiramente, queria destacar o programa fidelidade Km de Vantagens, do Ipiranga. Foi graças a ele que consegui comprar milhas aéreas da Multiplus pela metadade do preço regular, o que me deu uma economia de mais de R$1.600. O voo de Manaus para Cancún estava muito caro. Pesquisando, encontrei uma passagem mais barata para a Cidade do México. Como eu queria ganhar tempo, comprei uma passagem pela Interjet, empresa low cost, para Cancún e saiu mais barato. Nosso voo chegou em Cidade do México às 07:30h e logo fui fazer o câmbio dos dólares que levei. No terminal 1, há excelentes cotações. Quanto mais distante do portão de desembarque, melhor será a cotação. Consegui um câmbio de USD 1 = 18,07 pesos mexicanos no CI Banco. No aeroporto, comprei um chip. O mais barato com internet ilimitada por 10 dias custa 100 pesos. Comprei um chip no primeiro quiosque que vi por 300 pesos e andando mais um pouco descobri esse de 100. Fizemos nosso check-in na Interjet e chegamos em Cancún às 15h. Fora da sala de desembarque há um guichê da ADO que oferece translado para a estação do centro por 86 pesos. Na estação da ADO, compramos nossa passagem para Tulum e tivemos desconto. Pegamos um táxi para o nosso apartamento. Nosso apartamento ficava localizado bem em frente ao Mercado 28, um mercado de artesanato e restaurantes, e a 15min andando da estação ADO. Não ficamos na zona hoteleira, pois estava muito caro. Desfizemos as malas, trocamos de roupa e fomos andar pela cidade. Almoçamos/jantamos no Mr. Habanero; pedimos tacos e burritos. Em quase todos dos restaurantes mexicanos, são oferecidos nachos com molhos picantes como entrada, sem qualquer custo. Passamos no supermercado e compramos água, café e sabão. Gastos: Chip: 300 Café espresso: 112 Chip: 100 ADO (do Aeroporto para o Centro): 172 (86 p/p) Passagem para Tulum: 238 (119 p/p) Taxi da rodoviário para o hotel: 80 Mr Habanero: 410 Supermercado (água, sabão e café): 47,60 TOTAL: 1459,60 pesos 2oDia – 13.06 (Cancún – México) Como eu e Gilci estávamos comemorando dois anos de casados, resolvemos fazer uma sessão de fotos. A sessão foi na Praia Delfines, uma praia muito linda e com poucas pessoas. Depois das fotos, fomos para o apto trocar de roupa, pois ele estava de vestido e eu de roupa social. Resolvemos voltar para a praia Delfines. Todos os ônibus com a sigla R2 e a palavra Hotel passam pela zona hoteleira e pela praia Delfines. Muito fácil de chegar. Passamos o dia na praia, comi algumas mangas e piñas coladas. Na praia, há um letreiro de Cancún e sempre tem fila para tirar fotos. Voltamos para o apto e comemos sushi no restaurante Akky, o mais barato que encontramos. Gastos: Ônibus: 24 (12 p/p) Salgadinhos: 35,50 Manga: 35 Pina colada de 1 litro: 150 Manga: 30 Ônibus: 24 (12 p/p) Tacos: 99 Helado: 30 Sushi Akky: 418 Total: xxxx pesos mexicanos *Desculpe qualquer erro ortográfico. Estou escrevendo do aeroporto internacional da cidade do México. Na próxima postagem, irei ter mais cuidado.
  2. Por favor, estou planejando uma viagem ao México e gostaria de sugestões para definir o roteiro. Pelas pesquisas que fiz até agora cheguei ao seguinte esboço: 1 - Cidade do México - Centro histórico 2 - Cidade do México - Centro histórico 3 - Cidade do México - Frida Khalo/Xochimilco (ainda desconfiado se incluo, parece muito artificial) 4 - Cidade do México - Teotihuacán 5 - Cidade do México - Nevado Toluca 6 - Cidade do México - Nevado Toluca (talvez durma por lá, por isso 2 dias) 7 - Cidade do México - ??? 8 - Ciudad Valles 9 - Ciudad Valles 10 - Ciudad Valles 11 - Monterrey 12 - Monterrey 13 - Chihuahua - Barrancas del Cobre 14 - Barrancas del Cobre 15 - Barrancas del Cobre 16 - Barrancas del Cobre 17 - Barrancas del Cobre 18 - La Paz 19 - Cabo San Lucas (provavelmente sair de avião) 20 - Guadalajara (ou Puerto Vallarta) 21 - Oaxaca 22 - Oaxaca 23 - Chiapas - Cañon del Sumidero 24 - Chiapas - S. C. de las Casas 25 - Chiapas - Palenque (Ruínas) 26 - Chiapas - ??? 27 - Chiapas - ??? 28 - Yucatán - Mérida 29 - Yucatán - Ruínas Uxmal 30 - Yucatán - Chichén Itzá 31 - Yucatán - ??? 32 - Yucatán - ??? 33 - Quintana Roo - Cancún (apenas uma caminhada pela praia, se não for proibido pelo hotéis 😤) 34 - Quintana Roo - Tulum 35 - Quintana Roo - ??? 36 - Quintana Roo - ??? 37 - Quintana Roo - ??? OBS 1: os destinos em Chiapas, Yucatán e Quintana Roo não serão necessariamente nessa ordem e as interrogações podem ser trocadas por outras atrações em outros Estados. Além disso, posso diminuir o número de dias no México se não achar mais nada de interessante. OBS 2: Os parques da região de Cancún estão totalmente descartados 🤢😜 OBS 3: Cenotes serão muito bem vindos. Alguns eu sei que ficam próximos de ruínas e estão "embutidos" nos destinos. Gostaria ainda de informações sobre as ruínas de Comalcalco, no Estado Tabasco e de Calakmul, no estado Campeche. Tem transporte regular? Vale a pena o esforço de sair da rota tradicional? Abraços e obrigado
  3. caros colegas, acho muito interessante ter um post específico para os cenotes do Mexico (especialmente Yucatan e Quintana), para auxiliar no planejamento das trips. Devido a infindável quantidade deles por lá, que tal citarmos aqui os melhores nos quesitos : Localização (fácil acesso), custo x benefício (beleza do lugar e preço bom). Fiquem a vontade para acrescentar. michradu , help! 😅
  4. Breno Maia

    Deslocamento Cuba/México

    Olá, amigos! Estou planejando final do ano visitar Cuba. Depois, ainda pretendo ir para o México. Vcs sabem se existe algum transporte marítimo que ligue os dois países? Cancun fica de frente para Cuba e seria um bom local para entrar no México. Abraços desde já.
  5. Salve mochileiros!!!🤙 Aqui de novo pra relatar mais uma viagem, dessa vez pela parte sul da terra do Chaves, Chapolin, Maná, Maria del Barrio, Catrina, mariachis, tequila, mezcal, pimenta, enchiladas, marquesitas, esquites, micheladas e tantas outras cositas más... Os objetivos desse relato são ajudar viajantes a planejar suas viagens, por isso procuro colocar os preços dos passeios, transporte, hospedagens, alguns pontos positivos e negativos de alguma coisa e minhas impressões pessoais; e também documentar minha viagem, como se fosse um diário de bordo, para que daqui a um tempo, quando bater saudade da viagem eu possa voltar aqui e lembrar os lugares onde passei, as coisas que fiz e as pessoas que conheci, por isso costumo colocar nomes das pessoas que conheci pelo caminho. Escrever um relato é também uma forma de agradecer aos que fizeram seus relatos e assim me inspiraram a viajar. Então aqui estou tentando escrever um relato bem detalhado no melhor estilo novela mexicana e contribuir para o crescimento dessa magnífica rede de solidariedade que é o Mochileiros.com ROTEIRO: Ciudad de México, Puebla, Oaxaca, San Cristóbal de Las Casas, Palenque, Valladolid, Bacalar, Tulum, Playa del Carmen, Isla Mujeres e Ciudad de México de novo [emoji28] CUSTO: Não fiz um cálculo certo, mas estimo por volta de 6 mil reais. Claro que isso varia de pessoa pra pessoa. Os gastos com alimentação, bebedeiras e presentinhos/lembranças/quinquilharias são coisas muito pessoais. No relato vou focar mais nos valores dos gastos com hospedagens, passeios, ingressos e transportes que são mais comuns a todo mundo. A passagem BH-CDMX eu comprei ida e volta por 1800 reais e o voo Cancun-CDMX comprei por 190 reais. Esse voo de Cancun pra Cidade do México eu queria comprar pro final da viagem e assim voltar de Cancun já pro Brasil mas os voos na Semana Santa estavam absurdamente caros a partir da quinta-feira então acabei comprando na quarta-feira e alterei meu roteiro que seria ficar os 4 primeiros dias na Cidade do México pra ficar 2 dias no inicio e 2 no final. Levei 4 mil reais que troquei tudo no aeroporto da Cidade do México. Aí você me pergunta: MAS VC LEVOU REAIS PRO MÉXICO??? Sim, e digo que valeu a pena. Por que? As casas de cambio estavam com o dólar em torno de 18 pesos mexicanos e o real entre 4 e 4,20 mas tinha uma casa de câmbio no aeroporto que tava trocando reais a 4,50. Aí foi a felicidade!!! Se você fizer a conta da razão de 18 por 4,50 dá exatamente 4, ou seja, vale levar dólar se você comprar dólar aqui no Brasil a menos de 4 reais, o que ultimamente não era possível. Eu levei também 300 dólares que eu tinha comprado aqui por 4,09. Esses dólares voltaram comigo porque eles foram só por precaução, assim como o cartão do banco pra saque, pois eu ia viajar pelo interior do México e se eu fosse roubado ou meu dinheiro acabasse eu não ia conseguir fazer NADA com reais por lá. O único lugar que vi trocar reais no México é no aeroporto da Cidade do México e eu até achei boa a cotação de 4,50 então se você for levar reais, procure o melhor cambio no aeroporto e troque TUDO lá. Também usei cartão de crédito pra pagar as hospedagens que aceitavam cartão sem adicional por isso e algumas passagens de ônibus também. A cotação no cartão de crédito já com IOF ficou muito perto dos 4,50, geralmente entre 4,45 e 4,48 Vou colocar no relato os valores em pesos mexicanos, pra converter pra real é só dividir por 4,50. Como eu não ia andar o dia todo com o celular na mão fazendo contas (nem você vai fazer enquanto lê) eu dividia por 5 e pensava que era um pouquinho mais do que o resultado. Se algo era 50 pesos, era pouco mais de 10 reais e assim por diante… HOSPEDAGEM: fiquei toda a viagem em hostel, que eu reservava pelo Booking ou Hostelworld, pois se tem uma coisa que não combina comigo é chegar num lugar e ficar caçando onde ficar, gosto de já ir direto ao ponto [emoji38] Então no dia anterior quando eu decidia que realmente ali já deu e tava na hora de partir pra outro lugar eu entrava no app e reservava um hostel na próxima cidade. Ao longo do relato vou dizendo onde fiquei e o que achei. SEGURANÇA: O México parece um pouco com o Brasil, sempre saem notícias de grupo de narcotraficantes tacando o terror em algum lugar, existem sim lugares perigosos...mas pra mim a sensação foi de tranquilidade. Me senti sempre como se eu estivesse na minha cidade, que é uma cidade do interior “relativamente” tranquila. Claro que eu passei pelos pontos mais turísticos e obviamente mais policiados. Creio que você deve andar com a cautela comum que você deve ter em qualquer lugar do mundo, aquela velha história de não ostentar nada e observar ao seu redor. No mais aproveite o México que eu achei bem de boa. CLIMA: Taí uma coisa a ser observada sempre. Uma boa época pode ajudar bastante nos seus planos, então manda um Google no mês que você vai pra saber se não é uma furada. Parece que o pior é a época mais chuvosa entre junho e outubro. Agora em abril tava perfeito. Cidade do México, Puebla e Oaxaca com tempo seco e certo friozinho pela manhã, entre 12 e 15 graus e calor de tarde entre 25 e 30 graus e interessante que nessa região o povo adora um agasalho, tudo bem que até faz um friozinho de manhã mas no calor do meio da tarde eles não tiram o agasalho E adoram vestir um coletinho também[emoji1] Peninsula de Yucatan com o tempo abafado de sempre, temperaturas entre 20 e 30 graus. Vi apenas duas chuvas nesses 22 dias, quase sempre muito ensolarado, é um mês bem aproveitável. [emoji41]
  6. E aí, galera. Farei uma conexão de cerca de 14h na Cidade do México (das 17h40 do domingo até 07h30 da segunda) com a minha mãe. Farei uma reserva de um hotel dentro ou bem próximo ao aeroporto e gostaria de sugestão de locais para dar uma volta rápida na cidade, conhecer algo e comer tb. Valeu!
  7. Olá pessoas, Irei realizar um intercâmbio na universidad de Guadalajara por 6 meses, mas não sei nem por onde começar! Gostaria de dicas e ajudas: Qual a formas mais baratas de chegar lá saindo do Rio de Janeiro? Hospedagem lá alguém me recomenda algo? Qual o custo de vida? e quanto devo me preparar para gastar ? A vida não é só estudos então me ajudem, o que eu não posso voltar para casa sem ter conhecido/ vivido? Obrigada pela ajuda desde já!
  8. Olá, depois de um tempo de acontecido, venho dividir com vocês minha lua de mel em Cancún. A escolha se deu por parte da minha esposa, da minha parte eu iria para Punta Del Este. A chegada no aeroporto de Cancún deve ser com atenção, porque você é atacado por pessoas vendendo pacotes de passeio e taxistas igual fosse uma rodoviária grande. Dica: tem umas vans que vão para a zona hoteleira com o preço mais barato que os do táxis, igual regime de lotada, encheu partiu. Não vá de táxi, a chance de você ser enganado é alta, melhor opção é a van, porque você vai com mais gente e o caminho é um só, todos vão para zona hoteleira (isso se você for se hospedar lá) Pois bem, fomos no mês de Setembro pra lá e todos os sites e dicas que eu pegava dizia que não é uma temporada boa pra viajar pra por causa do período climático de muitas chuvas, demos sorte de não pegar chuvas nem furacões no período que tivemos lá, só um dia que choveu a noite e só, mas na Cidade do México houve um terremoto de grandes proporções que me deixou bastante preocupado, porém conversando com os locais, me informaram que esses eventos em Cancún são basante raros. Ficamos hospedado no The Royal Islander. Prós: Infraestrutura ótima, funcionários excelentes. Vão faltar palavras pra descrever os pontos positivos, porém não posso deixar de mencionar alguns pontos. - Tem um mini mercado dentro do hotel que você pode comprar usando de um saldo calção que deixa na hora do check-in que pode ser usado para tudo o que você comprar dentro do hotel, se não me engano o mínimo que pode deixar é U$100,00 e com esse valor consegui me virar muito bem com itens como: água, lasanha de microondas, souvenires, sucos, biscoitos e os lanches nos restaurantes durante 5 dias. As coisas são muito baratas e o dólar comparado ao peso mexicano faz bastante diferença. - O hotel é grande suficiente para ter três restaurantes super bons, tem um restaurante mais chique, outro mais casual e outro para lanches, todos top demais. - A limpeza é impecável, jardins muito bem cuidados, o hall de entrada sempre limpo e cheiroso. O custo benefício em se hospedar lá vale muito. - Essa rede de hotéis tem a vantagem de te autorizar o trânsito nas partes comuns dos hotéis deles. Há um ônibus que te leva de um hotel a outro e o melhor hotel dos dois hotéis da rede é o The Royal Sands, esse é sacanagem de tão lindo que é, fui lá e tirei uma ondinha na piscina que parece que faz ligação com o mar. Contra: Longe do centro urbano, como toda a zona hoteleira. (aproximadamente uns 10 min de ônibus) - Café da manhã sem variedade, ainda mais para quem ficou 5 dias, nada que denigra a qualidade do café da manhã. The Royal Islander . The Royal Sands Os passeios são bastante comum a todos os visitantes da cidade e não tenho muito a acrescentar. Chichén Itzá opte por um passeio que não inclua a parada em tribo local para almoço. O bagulho é longe pra canudo estava um calor fora do comum uma umidade do ar nas alturas, comida ruim, nada pra ver de legal e uma chance de passar mal bem grande, minha esposa e eu estávamos preocupadíssimos um com o outro, se segurando pra não passar mal e não falamos isso pra não nos preocuparmos, tentam te vender todas as pedras dizendo que são energizadas. Pra quem gosta e é adepto de um passe de macumba, tem isso lá de graça. A companhia que fez nosso turismo pra lá foi a 13 Baktun não sei se todas incluem essa parada no roteiro, mas esta sim então fica a dica. Isla Mujeres: Vale a pena o passeio, vá até o cais no centro (para quem está no zona hoteleira, os ônibus passam lá 12 a 15 min de viagem. valor do passagem 1 dólar para todos os ônibus) e pegue um ferry boat, há várias companhias que fazem o trajeto para a isla, veja a que valha mais a pena e bom passeio. Dica: Dentro do barco tem várias atrações legais, danças de países latinos, bebida liberada e muito sorriso, nesse trajeto vão te vender passeios na ilha, como andar de carrinho de golfe ou mini bug, esteja sóbrio e atento para escolher e estar ciente de todas as informações. Eu e minha esposa não somos adeptos a bebida alcoolica e passaram a perna em mim, comprei um passeio de mini bug e não me falaram que precisa estar com minha habilitação brasileira para dirigir o bug e eu nem perguntei, pois achava que não precisava e não valeria, mas chegando na ilha me pediram a cnh, quis cancelar o passeio, só que pra cancelar o passeio tem que pagar uma multa e pra dirigir o mini bug tem que pagar uma taxa de seguro, ou seja, te enrolam de todos os lados, se isso foi avisado? Claro que não, paguei a droga do seguro pra dirigir pela ilha. Valladolid: Foi uma parada na volta do Chichén Itzá. É uma pequena cidade, do tamanho de um bairro, que é centenária (datada de 1543), do período maia e é reduto de maioria do povo de origem maia. Culturalmente muito rico. Não faça esse passeio aleatoriamente, só se tiver atrelado a Chichén, é muito longe, umas 2 horas de viagem pra ir sozinho. Cenote: São vários em Yucatán, os roteiros que passam por chichén sempre incluem um cenote qualquer. São cavidades naturais na terra com águas muito profundas, te dão toda o equipamento para nadar no cenote, pagando alguns dólares por isso. (a época que fui foi 10 ou 15 dólares) Resumindo: Não voltaria, a cor da água realmente é sacanagem, muito bonito, mas a água do mar é quente e no período que fui muito suja de alga. De bonito é isso e a parte de infra da zona hoteleira que foi construída sob medida pra isso. O centro urbano é precário e feio, achei parecido com a Uruguaiana no RJ rsrsrs. No mais é mais badalado do que realmente é. (minha opinião) Diferente do que achei de Barcelona, ahh mas é na Europa, ok. Porém achei que valeu muito mais a pena o investimento, falando financeiramente, gastei um pouco menos em Cancún, algo em torno de R$1,5K a menos, se pudesse colocaria esse valor e voltava pra Barcelona, sem dúvida. Leia meu relato sobre Barcelona aqui
  9. Antes queria dizer que minha vibe é mais natureza, paisagens, praia, aventura. Isso vai explicar eu ter deixado pra trás algumas atrações famosas como ruínas, parques Mayas, etc. Então se você curte coisas diferentes é bom procurar outros relatos pra ter mais informações sobre o que te interessa. Outro detalhe importante é que eu fui pra essa viagem com ZERO planejamento. Isso fez, claro, eu pagar mais em algumas coisas, mas também permitiu eu mudar o “planejamento” durante a viagem. Em dezembro peguei uma promoção de 568 reais Fortaleza-Miami-Fortaleza. Fui decidir o resto da viagem faltando poucos dias pra partir. Dia 1 (8FEV) Fortaleza-Miami Dia 2 (9FEV) Miami Não vou falar de Miami porque não era o foco e já tem bastante coisa de lá. Fui pra lá pela passagem mesmo. Dia 3 (10FEV) Miami-CDMX Aeroporto tem metrô e é bem tranquilo sair de lá. A estação fica no Terminal 1 e tem transporte entre os terminais. Comprei um chip no aeroporto mesmo por 195 pesos. Fiquei no Hostel Metro (374 pesos / 2 dias). Eu dividia os preços no México por 5 pra ter uma ideia em reais. Dia 4 (11FEV) Peguei o metrô (5 pesos) até a rodoviária de CDMX e de lá um ônibus pra Teotihuacan (104 pesos ida e volta). Entrada (75 pesos). Fica até não aguentar mais. A tarde, fui bater no Estádio Azteca, onde o Brasil foi Tricampeão do mundo em 1970. Também é possível ir de metro junto com o que eles chamam de “trem ligeiro”. Pra quem gosta de futebol/esporte vale a pena (visita guiada 160 pesos). CDMX: fiquei muito pouco tempo. Tinha bem mais coisa pra fazer. Museus e parques. Ficaria pelo menos um dia a mais lá. Importante saber que segunda-feira (dia que eu fiquei lá) os museus são todos fechados. Fiz tudo na CDMX de transporte público e a pé! Achei que funcionou muito bem. Dia 5 (12FEV) CDMX-San Cristobal de las Casas Ida pro aeroporto de metro também. Tem uma van do aeroporto de Tuxtla Gutierrez que leva até San Cristóbal (180 pesos). Cheguei no final da tarde. Fiquei uma noite no Indajani (90 pesos) não gostei e troquei no outro dia. Neste dia, encontrei um casal de músicos argentinos tocando na rua. Sentei pra assistir. Tocaram “Feira de Mangaio”. Deixei uns bons trocados lá... Dia 6 (13FEV) A partir deste dia, fiquei Hostel La Casa de Paco. Simples, um pouco mais longe do centro, mas muito melhor. O tal do Paco fica lá o tempo todo e cuida bem de tudo. 100 pesos a diária. O dia tava nublado e não deu pra ir no Cânion Del Sumidero. Fiquei pela cidade, andei bastante e fui nuns museus. A cidade é legal. Lembra Cuzco, sendo menos turística, ou menos famosa. Dia 7 (14FEV) Tour fechado pro Cânion del Sumidero (350 pesos). Inclui a van (1h cada pernada), o passeio no barco (2h) e a passagem em três mirantes. Dura quase o dia todo. Entre o barco e os mirantes, a van para num vilarejo na hora do almoço. Comi um taco no meio da rua (não havia muitas outras opções). Passei a noite inteira enjoado, mas não vomitava. Isso estragou meu “planejamento” do dia seguinte e adiei tudo em um dia. Dia 8 (15FEV) Passei o dia de molho tentando melhorar. Passar 10h numa van nas curvas da Guatemala do jeito que eu tava não seria boa ideia. Dia 9 (16FEV) Shuttle a San Pedro la Laguna (Lago Atitlán, Guatemala). Dura o dia todo. Tem a van mexicana até a fronteira, a van guatemalteca da fronteira até Panajachel e o barco até San Pedro (500 pesos tudo). Na fronteira, quem passa mais de sete dias no México tem que pagar 550 pesos pra deixar o país. Pra quem enjoa em estrada já vai preparado com remédio porque a Guatemala só tem curva. Hostel Mikaso (80 quetzales) Dividia o preço em quetzales por 2 pra ter uma ideia em reais. Dia 10 (17FEV) Subida do Vulcão San Pedro (100 quetzales a entrada no parque). Vários avisos de que a galera tava sendo assaltada lá em cima. Levei só uma garrafa d’água. 3h de subida num ritmo bom. Não é mais um vulcão, é uma “montanha” com uma vista do lago. Achei muito cara a entrada pra ainda correr risco de assalto. Tem um tour lá que é o amanhecer no “Indian Nose”. Depois achei que esse seria mais interessante. Claro que tudo depende da previsão do tempo. Tentei antecipar minha ida pra Antigua e não consegui. Dormi mais uma noite em San Pedro, agora na Pousada Villa la Laguna (60 quetzales quarto privado com banheiro compartilhado). É um vilarejo um pouco mal cuidado. Dizem que os israelenses dominam por lá. Tava bem vazio quando eu fui. Dia 11 (18 FEV) Saí as 4h da manhã pra La Antígua (60 quetzales). Fiquei no hostel mais bem avaliado de toda a América Central e do Norte (Maya Papaya, por 100 quetzales). Fiquei lá só pelo título e realmente é muito bom, mas não o melhor que já passei. À tarde, fui ao Vulcão Pacaya (120 quetzales transp+entrada c/ guia) na intenção de ver lava. Tempo fechado! Não vi nada! Só botamos mashmelow pra esquentar lá no calor do que um dia já foi lava. Melhor jantar da viagem: uma pizza na “Picadilly”. 40 quetzales pra viagem (se comesse lá era mais caro) Dia 12 (19FEV) Passei o dia rodando a cidade. Parece muito com San Cristóbal. Pra mim, sem dúvida, foi o lugar mais apresentável da Guatemala. As 18:00, comecei a viagem pra Belize. Paguei 75 dólares no transporte até a Cidade da Guatemala, ônibus durante a madrugada pra Flores e ônibus de manhã até Belize City (cheguei umas 13:30 do outro dia). Guatemala: achei mais caro que a primeira parte do México e me senti mais “explorado como turista”. Importante: os preços lá variam MUITO! Vale a pena um pesquisa detalhada. Tem empresa que o mesmo tour é mais de 50% mais caro que em outra. Depois descobri que deveria ter planejado pra subir o Vulcão Acatenango, em Antígua (5h de subida, pernoite em barraca e descida no outro dia). Pra quem gosta de hiking, deve ser uma experiência boa. Ficou pra próxima. Aquele dia de molho pelo Taco “estragado” fez falta aqui. Acabando passando o Semuc Champey por achar que não seria algo tão “inédito” e por querer chegar logo na praia. Outra opção na Guatemala é Tikal, mas não é muito meu gosto. Dia 13 (20FEV) Assim que cheguei em Belize City (13:30), já peguei o ferry pra Caye Caulker (22 US Dollars ida e volta). Fiquei os dois dias no Go Slow Hostel (45 Belize Dollars + 30 BDollars, mudei no segundo dia porque vagou um quarto mais barato). (Um dólar americano são dois dólares belizenhos). Junto com aquele Indajani de San Cristóbal, foi o pior hostel da viagem. Mas o preço é esse mesmo e parece que a qualidade lá também é essa mesma. Por do sol absurdo na ponta de ilha. Dia 14 (21FEV) Na noite anterior tinha conversado com uma americana que tinha uma operadora de mergulho lá. Ele mesma disse que com o Snorkeling eu já veria bastante coisa. O mergulho no Blue Hole tá 300 USD. Pensei que com esse dinheiro poderiam fazer várias outras coisas. Fiz o passeio “half-day snorkeling” (60 B Dollars. Fiz com o hostel. Tinha empresa cobrando 45 USD pelo mesmo passeio). Valeu a pena. Passagem na barreira de corais, uns pequenos tubarões e umas arraias, além de muitos peixes. Dia 15 (22FEV) Ferry até Belize City (já tava pago), andando até a rodoviária e ônibus pra Bacalar, México (40 B Dollars). Parada na fronteira e taxa de 40 B Dollars pra deixar Belize independente de tempo. Belize: tudo muito caro e entupido de americano. Bem mais que na Riviera Maya proporcionalmente falando. Valeu a pena passar por lá, mas eu não sairia do Brasil só pra ir pra lá por exemplo. Na entrada do México, a galera que tava comigo no ônibus que iria passar mais de 7 dias no México teve que pagar um valor (ACHO que são aqueles mesmos 550 pesos). Como só ia passar cinco, não paguei nada. Cheguei em Bacalar umas 16:00 e fui pro Hostel Blue Monkey (230 pesos pra ficar num ônibus escolar estacionado na beira do lago que virou quarto). É impressionante como a Riviera Maya é MUITO mais cara que San Cristóbal. Eu sabia que seria, mas não tanto. Ficou longe do centro, mas a localização beira de lago valeu a pena. Dia 16 (23FEV) Peguei uma bicicleta do hostel e fui conhecer o Cenote Azul (talvez não seja esse o nome!). Depois, às 10h, fiz um passeio de lancha lá pelo lago (300 pesos). Recepção do hostel se enrolou com os “marinheiros” e fui sair quase 11h. Foi MUITO caro pro que foi pago. Eles param em dois lugares pra fotos e banho (um deles é na beira do lago e dava pra ter ido de bicicleta). No lago, a água é verde, azul turquesa, azul marinho, etc.. Realmente tem varias cores e é bem bonito. Água doce. Tava comendo mal há uns três dias e resolvi comer bem. Melhor almoço da viagem num restaurante recém inaugurado por lá chamado Banana “alguma-coisa” que esqueci o nome (200 pesos tudo). Fica na avenida da beira do lago perto do balneário municipal. As 15:15, peguei o ônibus pra Playa Del Carmem (370 pesos). Paguei logo dois dias no hostel The Yak (250 pesos / noite). Melhor hostel da viagem. Cama confortável, café bom pro que normalmente é oferecido no México e atendimento 100%. O argentino da recepção (um dos 50 mil que tem em Playa) me deu bastante dica sobre mergulho e o que fazer na cidade. Dia 17 (24FEV) De manhã fui marcar meus mergulhos e dei uma volta em Playa Del Carmem. À tarde, peguei um coletivo (45 pesos o trecho) e fui a Tulum (1h de viagem). Dei uma andada na cidade e depois fui nas ruínas (75 pesos a entrada). Dia 18 (25FEV) Mergulho no Cenote Chacmol (Impressionante!). Voltei do mergulho e fui direto pegar o ferry pra Cozumel (incluso no mergulho porque mergulharia no dia seguinte lá). Andei uns 3km até chegar numa “praia” e ver mais um por do sol absurdo na viagem. Hostel Beds Friends. Simples e preço de Riviera Maya (250 pesos). O melhor dia da viagem sem dúvidas. Dia 19 (26FEV) Mergulho em Cozumel e ferry de volta à Playa, voltei pro Hostel The Yak (270 pesos) Encontrei o mesmo casal de músicos argentinos de San Cristóbal. Eles até me reconheceram, mas desta vez não dei dinheiro. Dei muito da outra vez. Dia 20 (27FEV) Peguei o ônibus de Playa ao aeroporto de Cancun (208 pesos). Riviera Maya: não é à toa que tão turística. Tem muita coisa pra fazer e os mergulhos foram realmente impressionantes. Achava que só tinha turismo caro lá e não é bem assim. Voo pra Miami (chegada 14:30). Paguei um day pass de ônibus (5,65 USD) e fui pro Dolphin Mall gastar um pouco do dinheiro que tinha sobrado. 22:00 embarque pra Fortaleza.
  10. Olá pessoal!! Tudo bem ? Pretendo passar 26 dias viajando pela parte central do México, chegando dia 09/04 de Guadalajara e voltando dia 05/05 de Guadalajara, poderiam por favor me ajudar vendo se meu roteiro está ok ou se devo fazer alterações no tempo de cada lugar, ou se devo excluir alguma cidade e acrescentar outra? E se puderem contribuir também com dicas do que eu devo fazer nesses lugares serei eternamente grata 😅 Guadalajara (09/04 até 11/04) San Luis Potosi (11/04 até 13/04) Guanajuato (13/04 até 16/04) Querentáro (16/04 até 17/04) Vera Cruz (17/04 até 20/04) Puebla (20/04 até 22/04) Guerreiro - Acapulco (22/04 até 24/04) Cidade do México (24/04 até 02/05) Guadalajara (02/05 até 05/05) Se alguém estiver com datas que coincidam pode me chamar pq estou sem companhia para a maioria dos lugares 😊
  11. Olá, pessoal! Tudo bem? Estou retornando ao México agora para conhecer a parte mais leste e estou com sérias duvidas do que fazer para ter um rolê mais tranquilo e não tão "turista-gringo-topzeira". Em Puerto Escondido e Mazunte amei as praias e como as coisas eram, mas já vi que as coisas do outro lado são diferentes rs. Conseguem me ajudar com dicas, por favor? Gerais Com o dólar no valor que está, ainda assim vale trocar dólares aqui pra levar e trocar por pesos lá? As conversões em Mérida são boas? Dá pra comprar passagem da ADO online sem cartão mexicano? Merida Estrei lá a trabalho por alguns dias enfornada em uma conferência e queria saber quantos dias acham suficiente para conhecer a cidade, estava pensando em deixar dois dias. Vale ir para Celestún? Parece um parque lindo, mas não consegui achar infos se realmente é um passeio legal pelas águas azuis ou se é exploração pura dos flamingos rs Tulum Tem infinitos cenotes! Quais valem mais a pena? Dá pra fazer tudo de bike? Vale ir pra Chichen Itza? Já fui em Teotihuacan e Palenque, tenho dúvidas se vai ser diferente ou "mais do mesmo" (com todo respeito a enormidade das pirâmides!) Vale ir passar o dia em Playa del Carmen? Isla Mujeres É agradável ou já está tipo Cozumel, cheio de resorts? A princípio meu roteiro está: 16/02 São Paulo - Mérida (chega a noite) 17/02 Mérida 18 a 21/02 Mérida - Trabalhando 22/02 Merida - Tulum (onibus a tarde) 23/02 Tulum 24/02 Tulum 25/02 Tulum 26/02 Tulum 27/02 Tulum - Isla Mujeres 28/02 Isla Mujeres 01/03 Isla Mujeres 02/03 Isla Mujeres 03/03 Isla Mujeres - Merida 04/03 Merida - São Paulo (voo as 16h) Muito obrigada! ❤️
  12. Oi pessoal! Vou para a CDMX dia 17 de abril 2019 e pretendo passar 2 meses e meio lá! Estou viajando sozinha e queria saber de outras meninas, inicialmente, que façam roteiros parecidos para nos encontrarmos por lá. Vou as cidades maias na península de Yucatan, pretendo ir a Cuba e Guatemala, CDMX e redondezas. Me mandem email no [email protected] Meu insta é brunna_canella. Meninos tbm podem me mandar mensagem se quiserem. Já fui ao México e lá é muito incrível! Bjos
  13. Oi pessoal! Vou para a CDMX dia 17 de abril 2019 e pretendo passar 2 meses e meio lá! Estou viajando sozinha e queria saber de outras meninas, inicialmente, que façam roteiros parecidos para nos encontrarmos por lá. Vou as cidades maias na península de Yucatan, pretendo ir a Cuba e Guatemala, CDMX e redondezas. Me mandem email no [email protected] Meu insta é brunna_canella. Meninos tbm podem me mandar mensagem se quiserem. Já fui ao México e lá é muito incrível! Bjos
  14. Ola, pessoal! Conhecemos Cancun, Isla Mujeres, Playa del Carmem, Cozumel e Tulum de 28/11 a 6/12. Uma das nossas duvidas era como dividir os dias. Li que Cancun era bem americanizado e cheio de resorts all inclusive, Playa era menor com uma rua agitada e Tulum mais zen. Como nosso estilo de viagem nao é de ficar em resorts e sim conhecer a cidade, as praias e partes historicas, decidimos ficar em Cancun só o necessário, preferimos ficar mais em Playa e Tulum. Minha opiniao no fim da viagem: achei encantos em Cancun 💕! Infelizmente nao deu tempo de conhecer as praias de la, só a que saia o ferry pra Isla. Passeamos um pouco pelo cidade (fora da zona hoteleira) e gostei bastante, queria ter andando mais. Resumindo, hoje eu teria ficado mais um ou dois dias la. Playa é legal, mas dormir uma noite pra mim seria o suficiente, as praias de la nao sao tao boas e o centro mto shopping pro meu gosto rsrsrs. Agora Tulum eu amei! Queria ter ficado mais dias la dia 28/11 cancun - chegada 29/11 cancun - isla mujeres/praia 30/11 cancun/playa - chichin itza/cenote ik kil 01/12 playa del carmem - praia mamitas 02/12 Playa del carmen - Cenote azul, akumal, xpu-ha 03/12 Playa del carmen /Tulum - Cozumel 04/12 Tulum - Ruinas e praia 05/12 Tulum/cancun - Gran cenote e praia 06/12 Cancún - mercado/volta Dicas: - Geralmente os preços de hoteis, comidas e etc nao estao inclusos as taxas e impostos, são cobradas no final. - La rola gorjeta, a gente dava mais ou menos os 10% da conta. - Se comprar as passagens dos onibus ADO com antecedencia são bem mais baratas. - O onibus ADO que sai de Chichen Itza passa primeiro em Tulum e depois segue pra Playa - Em Chichen Itza tem guarda volumes (100 pesos por mala) - As vans de Playa para Tulum rodam o dia todo. O ultimo acho que sai la pelas 23h. São os que passam nos principais cenotes. - Vale a pena ir com guia em Chichen. Nao precisa fechar com agencia, la na hora dá pra juntar uma galera e dividir. - Quem chegar no aeroporto de Cancun e for de busao ate o terminal ADO pra depois ir de taxi pro hotel, se estiver animado ande um pouco ate a avenida atras do terminal, o taxi é bem mais barato. - Em Cancun a melhor cotação que achamos foi na frente do terminal e em Tulum foi a melhor da viagem, na rua principal...mas nao lembro o nome. - Muitas praias pagam pra entrar. A mais bonita que fomos foi em Tulum, a playa Paraiso, e é de graça! Em Cancun tem as entradas publicas, mas como nao fui nao posso opinar rsrr - Tequila no Walmart em Cancun foi bem barata! Compramos um azeite de oleo de abacate com chipotle bem gostosinho. - Experimentem o doce marchesita, é mto bom. Fizemos tudo por conta, sem contratar agencias de turismo. Como íamos andar bastante e mudar de cidade, pensamos em alugar um carro. Porem, lemos que a policia tem costume de extorquir os turistas pedindo propina, entao desistimos de alugar. Essa decisao foi muito dificil: por um lado carro ou moto seria uma mao na roda, especialmente pra gente que gosta de rodar bastante, mas esse lance da policia, a dificuldade de estacionar e das empresas de locação serem enroladas nos fez desistir. Conseguimos fazer a maioria das coisas que planejamos de onibus e taxi de boa, mas demoramos mais e foi mais cansativo. As vezes iamos pra um lugar e mesmo nao curtindo mto acabavamos ficando pela preguiça de ir negociar com taxista ou pegar onibus. Ainda nao sei dizer se valeria o risco de alugar o carro, mas que teria sido mais prático, isso sem duvidas! Achei a regiao bem cara. Passeios, lembrancinhas, comida, entradas de praia. Taxi era coisa de 40 pesos por uma distancia de uns 3 km. O passeio mais em conta que vi era 40 dolares por 40 minutos de mergulho. Com o dólar a 4 golpinhos...ficava pesado. Pegamos promoção de passagem pela TAM por 1550 ida e volta cada um, e gastamos 4000 reais pelos 8 dias os dois, fora os hotéis. Dia 28/11 Chegamos em Cancun dia 28/11 no fim da tarde. Logo na saída do desembarque tem um pessoal com informações turísticas, que explicaram todas as opções pra chegar no hotel. Optamos por pegar um ônibus ADO ate o terminal do centro, e la pegamos um taxi ate o hotel. Quem estiver disposto, tente pegar o taxi na avenida Tulum, que fica atras do terminal. Sai metade do preço. Na frente do terminal tem uma casa de cambio e estava com cotação boa. Nesse dia estávamos muertos da viagem e só jantamos e fomos descansar. Nosso hotel ficava mais pro centro, proximo ao terminal ADO, cerca de 2,5 km, e proximo a zona hoteleira. Chama SUITES MALECON, é um ape todo equipado, mto bom. Ali proximo tem ponto de onibus. Dia 29 Nao tinhamos fechado o cafe no hotel e fomos num restaurante proximo. Pagamos cerca de 10 doletas cada. Andamos uns 15 min ate o ponto de onibus para pegar um ferry para ISLA MUJERES pelo Porto Embarcaderos acho que era umas 12h (enrolamos e fomos tarde). Tem tb a opção de Puerto Juarez e Caracol. Sao uns 30 minutos pra chegar e o ferry da ULTRAMAR eh bem bacana. Isla eh uma delicia, estilao praia msm, com centrinho de artesanato e restaurantes. Fomos a pe ate a PLAYA NORTE, fica uns 15 min do porto. A praia eh gostosa e estava bonita, passamos o resto do dia. Compramos breja e comida no 7eleven. Muitas pessoas alugam carro ou moto pra passear. Nesse dia queríamos ficar de boa e ficamos só la, mas acho que vale dar um role na ilha sim! Voltamos no fim da tarde para Cancún e saímos pra comprar passagem pra Chichen Itza (se comprar antecipado tem desconto) e comer. Encontramos uma praça no caminho frequentada pelos locais, com barraquinha de comida. Tava rolando show de jazz e ficamos por la. Comemos gringas de pastor, nachos e marchesita (docinho muitcho bom). Queria mto ter comido milho assado, mas nao cabia mais. Vou tentar fazer em casa kkkk Passamos no mercado pra comprar pao e fazer lanchinho pro dia seguinte. Dia 30 Fizemos nosso check-out e pegamos um ADO no terminal para CHICHEN ITZA as 8:45 (só tem esse horário) e chegamos por volta meio-dia. Graças a Deuxxx la eh uma hora a menos de Cancún, pq senao seria mais corrido do que foi. A entrada custa 245 pesos e, como tem guarda volumes grande (100 pesos), levamos nossa mala toda pra depois seguir para Playa del Carmem. Na entrada é cheio de guia turistico. Custava 900 pesos por 1:30h. Falamos pra um deles que gostariamos de dividir e nao demorou muito pra compor um grupo. Dividimos com um pessoal da Colombia e pagamos 120 pesos por pessoa. Nosso guia foi muito bacana, falava devagar, entendemos bem e valeu mto a pena. As ruinas sao mto legais, a piramide Kukulkan é linda! La dentro tem mto artesanato, li que sao os melhores preços pra compras, mas nao tive tempo de ver quase nada, o único ônibus para Playa saia as 16:30 e ainda fomos ao cenote Ik Kil. O cenote eh pequeno mas super bonito. Tem banheiros e lockers. Fica uns 6km de Chichen, pegamos um taxi por 160 pesos ida e volta. Bom, seguimos para Playa. Eu coloquei Playa como segundo destino pq achei q era mais perto de Chichen, que chegaria mais rápido e tals. Pero no! O busao parou primeiro em Tulum e depois seguiu pra Playa...🙄 Chegamos umas 21h e quebrados. O terminal fica na 5 avenida e, como bons ̶P̶a̶o̶ ̶d̶u̶r̶o̶s̶ mochileiros 🤣, seguimos a pé por ela pra ir ao hotel rsrsr. Paramos na metade do caminho pra jantar e comi uma quesadilla mara no Texas BBQ. Tinha promoção e a comida era otima. Fomos mais duas vezes depois. Eu achava que Playa era mais de boa, com centrinho de compras tal, mas é bem agitado e cheia de lojas de grife, restaurantes, bares, praticamente um shopping. A quinta avenida eh bem bonita e extensa, se nao tiver alugado carro sugiro ficar próximo dela na altura do terminal ADO, que tb eh perto do ferry pra Cozumel e das vans pros cenotes. Senão ou anda muito ou depende de Taxi. Nos hospedamos no Grand Fifty e é um hotel mto bom, porém um pouco afastado do centro da 5 avenida. Dia 01/12 Fomos conhecer a famosa PLAYA MAMITAS, mas pra nossa tristeza estava cheia de sargaços e o mar mexido. Bom, pelo menos havia um Oxxo perto pra comprar os quitutes e breja. A faixa de areia eh meio estreita, mas ficamos de boa tomando sol, tava um dia bonito. A praia estava cheia e rolando festa num barzinho. Pelo o que percebi, tirando a playa Mamitas e a do porto, as praias sao acessadas pelos resorts e são meio afastadas do centrinho...sei la, fiquei meio perdida hahhhaha. A moça do hotel comentou da praia Punta Esmeralda, mas nao deu tempo de ir. playa Mamitas Praia do porto A noite fomos na quinta avenida. Tem uma sorveteria chamada ALDOS e é mto boa! Comemos um sorvete que tinha uma massinha de panqueca e eu amei. Custa uns 20 reais mas vale! Dia 02/12 Pela manhã fomos ao CENOTE AZUL. Pegamos uma Van que vai a Tulum e pedimos pro motorista parar la, super tranquilo, tem Van toda hora saindo. A entrada eh logo na estrada. Pagamos 180 pesos pra entrar e la nao tem lockers. Levamos snorkel e eu, friorenta que sou, levei uma blusa neoprene. Esse cenote eh aberto, bate sol. A água é fria mas suportavel. Adorei o lugar, eh lindo. Agua clarinha, mas nao tem mtos peixes nao, só aqueles pequeninhos que bicam os pés. Ficamos cerca de uma hora la. Em seguida pegamos a van de novo pra ir ate AKUMAL. Akumal tem duas entradas, uma custa 100 pesos e outra 50 pesos, nao sei porque! Entramos pela de 50 pesos (achei meio estranho, nao nos deram nenhum papelzinho, nao tinha placa com valores e etc...). Li que em la tem tartarugas e que é boa de mergulho, mas o mar la tb nao estava bom, tinha mto sargaço na agua e na areia, a praia estava mto feia. A faixa de area é estreita e lotada de cadeiras dos hoteis. Fui estender minha canguinha embaixo de um coqueiro, eis que veio um lazarento do resort falar que só podiamos ficar na frente das cadeiras, ou seja, quase dentro do mar. Que raiva, quase chutei a canela dele. Foi o pior lugar que fomos. Os resorts dominam. Se vc nao estiver hospedado nao é bem vindo. Ficamos pouquissimo tempo e fomos embora. Mais uma vez pegamos a van e paramos na praia de XPU-HA. A praia tb tinha bastante sargaço, mas conseguimos deitar na areia de boa e ficamos o resto da tarde por la. Pagamos 80 pesos pra entrar. Dia 03/12 Nao estavamos dando sorte com as praias, o mar estava muito mexido e cheio de sargaços. Nao estava nos nossos planos ir em COZUMEL, mas arriscamos ir, e foi muito bacana! Me encantei pela ilha! Andando pela 5 avenida em Playa tem varias empresas de passeio. Queriamos fazer mergulho, mas como o mar estava ruim o moço nao nos aconselhou, ai apenas alugamos uma moto pra rodar e fazer snorkel no raso mesmo. Pegamos um ferry do winjet, o valor para dois e a motinha ficou 1150 pesos. Motinha furreca, caindo aos pedaços hahahah mas deu tudo certo. A ilha é gigante! Tem um centrinho super gostoso. Primeiro paramos no MONEY BEACH e mergulhamos ali mesmo. Nao tem areia, é tudo pedra, mas tem um bar que aluga espreguiçadeiras. Deu pra ver alguns peixinhos e corais. Seguimos os proximos pontos de mergulho mas nao paramos em nenhum. Ou a praia tinha sargaços, ou pagava pra entrar e tinha minimo de consumação (sem saber como tava a praia nao quisemos arriscar). Fomos para o outro lado da ilha, onde o mar é mais agitado, mas tem uma vista linda. Paramos na praia CHEN RIO e almoçamos no El Pescador. Nao tinha tanto sargaços e o mar estava bonito. Valeu a pena alugar a moto e conhecer a ilha toda, ver a vegetação e as pedras vulcanicas que tem aos montes, pena que o dia estava nublado e o mar mexido. Queria ter feito mergulho Voltamos pra Playa e seguimos para TULUM. 04/12 Ficamos hospedados no hotel Corazon de Jade, que fica na rua principal e pertinho do terminal. Alugamos uma bike (20 reais o dia) e fomos pras ruinas, fica a uns 3km do centro. Custou 70 pesos a entrada, dessa vez nao fizemos com guia. As ruinas sao lindas, com uma vista linda e o lugar é cheio de iguanas! Imperdível! Saindo de la fomos na PRAIA PARAISO. Ai sim minha gente, achei o mar do CARIBE! A praia é longa, extensa, tem resorts e bares, mas eles nao se importam de vc estender sua canga ao inves de alugar cadeiras, pelo contrario, te atendem na areia mesmo. Almoçamos e ficamos a tarde toda la. Tinha um pouquinho de sargaço, mas consegui entrar na agua! Voltamos para o hotel e fomos dar uma volta. O centrinho de Tulum é o centro que espero de uma praia. Com lojinhas de artesanatos, restaurantes, barzinhos, mas sem parecer shopping rsrrss, tudo bem zen. Achei carinha tb, tem que dar aquela barganhada. Gostei demais de la! A cidade é bem pequena mas bem ajeitadinha, estavam reformando o calçadao, tem bastante ciclofaixas, é limpa, tem varios cestos de lixo espalhados pela cidade. Amei ❤️ 05/12 Fomos de bike ate o GRAND CENOTE, fica a uns 5 km do centro. Pagamos 180 para entrar e tem banheiros, lockers, lugar pra tomar sol. Tem uma parte aberta e outra mais fechadas, são pequenas cavernas com morcegos e passaros. A agua é cristalina e tem tartaruguinhas. Tem tb ali perto o cenote DOS OJOS, mas era bem mais caro e acho que tem o mesmo perfil do Grand Cenote, porém maior. Preferimos voltar na praia Paraiso e ficamos ate umas 17h. Mar azul e um solao maravilhoso! A noite voltamos pra Cancun, iriamos embora no dia seguinte. 06/12 Tinhamos apenas a parte da manha pra passear, mas o tempo tava estranho, entao nem fomos a praia. Aproveitamos pra ir ate o Walmart pra comprar lembranças e tequilas. A tarde pegamos o voo de volta pro Brasil.
  15. Olá pessoal, gostaria de saber a opinião de vocês sobre o roteiro abaixo. Na verdade a dúvida maior é sobre os trechos que vou fazer de ônibus noturno. É viável? É seguro? Da para comprar os trechos antes pela internet? Tulum ou Playa, qual melhor para se hospedar? 03/03 (Domingo) Cidade do México -Chegada na Cidade do México às 05:05 -El Zócalo -Templo Mayor -Palácio Nacional e painéis de Diego (Palácio de Belas Artes) -Torre Latinoamericana 04/03 (segunda-feira) Cidade do México -Pirâmides de Teotihuacán 05/03 (terça-feira) Cidade do México -Museu de Antropologia 06/03 (quarta-feira) Cidade do México -Castelo de Chapultepec -Museu Nacional -Basílica de Guadalupe 07/03 (quinta-feira) Cidade do México -Casa de Frida Kahlo -Casa Museu de León Trotsk -Mercado de Coyoacán 08/03 (sexta-feira) Cidade do México-Puebla-Oaxaca *Pegar Daytrip para Cholula/Puebla -Ficar na rodoviária de Puebla *Ônibus noturno para Oaxaca (5hs de ônibus) 09/03 (sábado) Oaxaca- San Cristobal de Las Casas -Tour de Mitla + Hierve el Agua *Ônibus noturno para San Cristobal 10/03(domingo) San Cristobal de Las Casas -Chegada em San Cristobal por volta das 8hs -City tour em San Cristobal *Agendar Tour para Palenque no outro dia 11/03(segunda) San Cristobal de Las Casas - Palenque-Mérida -Sítio Maia de Palenque *Ônibus noturno para Mérida 12/03(terça) Mérida -Chegada em Mérida por volta das 10:00 -Sítio Uxmal *Agendar Tour de Chichen Itzá com volta para Riviera 13/03(quarta) Mérida-Chichen Itzá-Playa del Carmen/Tulum -Chichen Itzá -Volta pela PLaya de Carmen 14/03(quinta) Playa del Carmen/Tulum 15/03(sexta) Playa del Carmen/Tulum -Cobá 16/03(sábado) Playa del Carmen/Tulum 17/03(domingo) Cancun 18/03(Segunda-feira) Cancun-Havana(fim do dia) 19/03(Terça-feira) Havana 20/03(Quarta-feira) Havana -Ver como fazer bate e volta para Varadero 21/03(Quinta-feira) Havana 22/03 (Sexta-feira) Havana-Lima (vou fazer a volta por lima pq fico no Peru até dia 31/03) Desde já sou muito grata a quem puder contribuir!! Abs!
  16. Oii gente, tudo bem? Estou fazendo mobilidade acadêmica no méxico, minhas aulas irão até 19 de maio, mas comprei passagem de volta para o Brasil só para o dia 2 de julho, com isso pretendo viajar durante esses 40 dias com mais ou menos uns 3000 reais. Queria saber qual a opinião de vocês sobre pegar carona no seguinte trecho: méxico(cidade do méxico) – belize – guatemala – méxico(cidade do méxico), tentando conhecer os lugares mais importantes, Vocês acham muito mais arriscado e perigoso do que pegar carona na américa do sul, ou é o mesmo esquema? Alguém já viajou de carona pela américa central e pode me dizer como foi a experiência por favor? Queria saber também se esse valor é ok considerando que penso em pegar carona como meio de transporte e me hospedar usando o couchsurfing, então o valor seria mais para alimentação, passeio e emergência. Também podem me dizer se daria pra incluir Honduras e el salvador ou o tempo ficaria muito apertado considerando também que viajar de carona é mais demorado? Também gostaria de saber como é a fronteira nesses países para pegar o visto, posso pegar em qualquer cidade da fronteira, precisa pagar, eles fazem muita pergunta? Desculpa as milhares de pergunta mas eu nunca fiz um mochilão (embora leia bastante sobre o assunto) e não sei quando terei novamente a oportunidade de viajar para esses lugares então quero realmente aproveitar ao máximo.
  17. Galera vou passar o mês de Março mochilando por esses países, quem estiver por algum desses nas datas vamo se encontrar!! Abs!! 03/03 (Domingo) Cidade do México -Chegada na Cidade do México às 05:05 -El Zócalo -Templo Mayor -Palácio Nacional e painéis de Diego (Palácio de Belas Artes) -Torre Latinoamericana 04/03 (segunda-feira) Cidade do México -Pirâmides de Teotihuacán 05/03 (terça-feira) Cidade do México -Museu de Antropologia 06/03 (quarta-feira) Cidade do México -Castelo de Chapultepec -Museu Nacional -Basílica de Guadalupe 07/03 (quinta-feira) Cidade do México -Casa de Frida Kahlo -Casa Museu de León Trotsk -Mercado de Coyoacán 08/03 (sexta-feira) Cidade do México-Puebla-Oaxaca *Pegar Daytrip para Cholula/Puebla -Ficar na rodoviária de Puebla *Ônibus noturno para Oaxaca (5hs de ônibus) 09/03 (sábado) Oaxaca- San Cristobal de Las Casas -Tour de Mitla + Hierve el Agua *Ônibus noturno para San Cristobal 10/03(domingo) San Cristobal de Las Casas -Chegada em San Cristobal por volta das 8hs -City tour em San Cristobal *Agendar Tour para Palenque no outro dia 11/03(segunda) San Cristobal de Las Casas - Palenque-Mérida -Sítio Maia de Palenque *Ônibus noturno para Mérida 12/03(terça) Mérida -Chegada em Mérida por volta das 10:00 -Sítio Uxmal *Agendar Tour de Chichen Itzá com volta para Riviera 13/03(quarta) Mérida-Chichen Itzá-Playa del Carmen/Tulum -Chichen Itzá -Volta pela PLaya de Carmen 14/03(quinta) Playa del Carmen/Tulum 15/03(sexta) Playa del Carmen/Tulum -Cobá 16/03(sábado) Playa del Carmen/Tulum 17/03(domingo) Cancun 18/03(Segunda-feira) Cancun-Havana(fim do dia) 19/03(Terça-feira) Havana 20/03(Quarta-feira) Havana -Ver como fazer bate e volta para Varadero 21/03(Quinta-feira) Havana 22/03 (Sexta-feira) Havana-Lima 23/03 (Sábado) Lima 24/03(Domingo) Lima 25/03(Segunda-feira) Lima 26/03(Terça-feira) Lima 27/03(Quarta-feira) Lima-Cusco 28/03(Quinta-feira) Cusco 29/03(Sexta-feira) Cusco 30/03(Sábado) Cusco 31/03 (Domingo) Cusco -Saída de Cusco às 05:30
×
×
  • Criar Novo...