Ir para conteúdo

Visto - Workaway na Europa


luizanavarrodea

Posts Recomendados

  • Membros

Oi, boa tarde! Sou brasileira e tenho planos de viagem para a Europa em 2021. Estou começando a me planejar agora, e essa seria a minha primeira viagem internacional, então tenho algumas dúvidas.

Primeiramente, devo dizer que eu não possuo cidadania europeia. Minha ideia seria passar cerca alguns meses na Europa.  A viagem se iniciaria possivelmente (ainda podem haver mudanças) na Alemanha, onde eu penso em passar cerca de 1 mês trabalhando de forma remunerada em um hostel que encontrei pelo Workaway, depois, meu plano é visitar conhecidos que moram em alguns países europeus, e para hospedagem nesses locais, se preciso, utilizar o Workaway novamente de forma remunerada ou não. 

Com isso, surgem algumas perguntas relacionadas a questão de visto. Sei que a permanência máxima no Espaço Shengen é de 90 dias, então, dentro deste prazo existe a possibilidade de eu fazer Workaway remunerado ou não sem um visto? Ou se necessário um visto, qual seria (Working-Holiday, trabalho, turismo...)?

Ademais, gostaria de saber como funcionaria para passar pela imigração.

Obrigada!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

A grande maioria dos trabalhos não são permitidos fazer, mesmo se for voluntário, dentro dos 90 dias, etc. Porém, dê uma pesquisada de aur pair, pois era um dos poucos serviços que eu conheço que era possível para brasileiro conseguir. Como aur pair é basicamente mulher que faz, então não fui atrás, e não sei dizer quais as exigências, ou se ainda é possível.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros
Em 04/06/2020 em 13:07, luizanavarrodea disse:

Com isso, surgem algumas perguntas relacionadas a questão de visto. Sei que a permanência máxima no Espaço Shengen é de 90 dias, então, dentro deste prazo existe a possibilidade de eu fazer Workaway remunerado ou não sem um visto? Ou se necessário um visto, qual seria (Working-Holiday, trabalho, turismo...)?

Com visto de turismo de 90 dias você não pode fazer qualquer tipo de trabalho remunerado. 

Na hora que você chegar lá na Europa, antes mesmo de sair do aeroporto você vai passar pela imigração, e os policiais vão lhe fazer algumas perguntas, a primeira costuma ser: Quanto tempo pretende ficar?

Se você responder 3 meses, o policial vai ficar bastante "curioso" e muito provavelmente querer saber como você vai se sustentar durante todo este tempo, e se você falar workaway,  e não tiver o visto adequado, você volta para o Brasil no próximo voo, sem nem sair do aeroporto.

Para trabalhar, você precisa de um visto que permita isto, cada país tem regras e vistos diferentes, um deles era o visto de au pair que o Davi citou, caso não saiba o que é au pair, é basicamente serviço de babá para cuidar de crianças pequenas, mas não são todos os países que possuem este tipo de visto, e não sei se continuam a aceitar novas solicitações, pois era um tipo de visto muito criticado por causa das fraudes.

Alguns poucos países tem visto de Working-Holiday, onde jovens podem trabalhar por alguns meses durante as férias, mas tem limitação de idade, e quantidade de pessoas, se não me engano era limitado a 500 ou 1.000 pessoas por ano. Mas geralmente exigem que você comprove possuir uma quantia significativa de dinheiro para conseguir se sustentar lá caso algo dê errado no seu trabalho.

Visto de trabalho é o mais complicado de se conseguir, atualmente só são concedidos vistos para profissionais altamente qualificados  como por médicos, engenheiros, cientistas, pesquisadores, gerentes, diretores, artistas internacionalmente reconhecidos, etc... 

Já o visto de turismo, não permite nenhum tipo de trabalho remunerado, e até mesmo trabalho voluntário é bem restrito a organizações de fim social devidamente reconhecidas pelo governo local.

  • Gostei! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros
Em 04/06/2020 em 15:43, Davi Leichsenring disse:

A grande maioria dos trabalhos não são permitidos fazer, mesmo se for voluntário, dentro dos 90 dias, etc. Porém, dê uma pesquisada de aur pair, pois era um dos poucos serviços que eu conheço que era possível para brasileiro conseguir. Como aur pair é basicamente mulher que faz, então não fui atrás, e não sei dizer quais as exigências, ou se ainda é possível.

Obrigada

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros
15 minutos atrás, poiuy disse:

Com visto de turismo de 90 dias você não pode fazer qualquer tipo de trabalho remunerado. 

Na hora que você chegar lá na Europa, antes mesmo de sair do aeroporto você vai passar pela imigração, e os policiais vão lhe fazer algumas perguntas, a primeira costuma ser: Quanto tempo pretende ficar?

Se você responder 3 meses, o policial vai ficar bastante "curioso" e muito provavelmente querer saber como você vai se sustentar durante todo este tempo, e se você falar workaway,  e não tiver o visto adequado, você volta para o Brasil no próximo voo, sem nem sair do aeroporto.

Para trabalhar, você precisa de um visto que permita isto, cada país tem regras e vistos diferentes, um deles era o visto de au pair que o Davi citou, caso não saiba o que é au pair, é basicamente serviço de babá para cuidar de crianças pequenas, mas não são todos os países que possuem este tipo de visto, e não sei se continuam a aceitar novas solicitações, pois era um tipo de visto muito criticado por causa das fraudes.

Alguns poucos países tem visto de Working-Holiday, onde jovens podem trabalhar por alguns meses durante as férias, mas tem limitação de idade, e quantidade de pessoas, se não me engano era limitado a 500 ou 1.000 pessoas por ano. Mas geralmente exigem que você comprove possuir uma quantia significativa de dinheiro para conseguir se sustentar lá caso algo dê errado no seu trabalho.

Visto de trabalho é o mais complicado de se conseguir, atualmente só são concedidos vistos para profissionais altamente qualificados  como por médicos, engenheiros, cientistas, pesquisadores, gerentes, diretores, artistas internacionalmente reconhecidos, etc... 

Já o visto de turismo, não permite nenhum tipo de trabalho remunerado, e até mesmo trabalho voluntário é bem restrito a organizações de fim social devidamente reconhecidas pelo governo local.

Obrigada, vou pesquisar mais!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Esqueci do Visto de Estudante.

Em alguns poucos países é possível trabalhar meio período ou durante as ferias se você tiver um visto de estudante.

Mas também é um visto caro ou complicado.

Em alguns países você só pode trabalhar meio período se estive matriculado num curso superior, não permitem trabalhar se estiver matriculado em curso de idiomas.

E nos poucos países onde é permitido trabalhar estando matriculado num curso de idiomas, geralmente você precisa pagar pelo menos 6 meses de curso antecipado para conseguir o visto.

Mas em ambos, você ainda precisa comprovar que possui pelo menos uns 600 ou 800 Euros por mês antes de viajar, para poder se sustentar durante o curso caso não consiga um trabalho.

  • Gostei! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...