Troca de informações sobre a Argentina, o país dos 5 continentes. Neve, montanhas, desertos, pântanos e cidades maravilhosas.
#209847 por Foschiani
08 Nov 2005, 16:06
Fui para Mendoza no final de Julho e tinha acabado de nevar -15ºC, o transporte são 95 pesos de Buenos Aires até Mendoza pela viação TAC é a que tem mais saidas de ônibus com janta e café, de Mendoza até a estação de esqui de penitentes são 12 pesos. A melhor dica é NÂO ficar no hostel Campo base II, é o mais caro 45 pesos por dia com café da manhã, eu fiquei em um que é do lado do campo base por 20 pesos com café da manhã e tem o MESMO conforto do campo base. Vale lembrar que esquiar em penitentes é caro para alugar o equipo mais aula e a entrada na estação são quase 160 pesos, tem ônibus que pode levar você a uma estação de esqui a frente (Punta del Inca) que custa 2 pesos, nesta estação de esqui com 60 pesos você tem aula e aluga o equipo, além de ver umas construções Incas. Se precisar de algumas outras dicas pode me mandar email (foschiani@gmail.com) para te dar mais ou menos os caminhos das pedras por lá...

#209850 por Ever
08 Nov 2005, 16:22
Puente del Inca é um lugar muito interessante para se visitar mas as ruínas que se vê por lá não são incas mas sim de um hotel construido pelos ingleses no início 20.

A área foi devastada por um terremoto e uma igrejinha de pedra foi a única coisa que ficou de pé. A área onde os hóspedes se banhavam nas águas quentes e sulfurosas também continua lá, em ruínas, dentro de um buraco, embaixo da formação rochosa em forma de ponte que dá nome ao lugar.

Imagem

Imagem

Se estiver passeando pela região de Mendoza, esse é uma passeio imperdível.
#212426 por rickSP
16 Nov 2005, 12:34
Claudia,
fui à Mendoza no começo deste ano fev/2005 para visitar algumas vinícolas.

Em geral, as visitas "agenciadas" ocorrem todos os dias e passam pelas mesmas vinícolas (não perca tempo visitando muitas agências) e custam cerca de Ar$ 50 por pessoa. Se vc possui apenas uma tarde, vale a pena. Neste passeio, visitei a Lagarde e Cavas de Weinert. O pessoal do Campo Base (Calle Mitre, 946 T: (261) 4290707) organiza estas excursões.

Outra opção é contratar um taxista ("remis") por um dia inteiro para vc visitar as bodegas de sua preferência. Se vc estiver com duas ou mais pessoas vale a pena, pois vai custar cerca de Ar$ 200 e vc terá tempo para conhecer umas 5 ou 6 bodegas. Algumas dicas:
- agende com um dia de antecedência as visitas entrando em contato com as bodegas;
- escolha as bodegas em uma mesma sub-região (Godoy Cruz, Maipu, Lujan de Cuyo, San Rafael)

Para informações sobre os telefones e endereços das bodegas e contato com remis:
- Oficina de Turismo (261 429-6298)

Bodegas que visitei e valem a pena:
- Escorihuela Gascon
- Catena Zapata [:)]
- Tapis
- Dominio del Plata [:)]
- Achaval Ferrer
- Lagarde
- Chandon
- Cavas de Weinert

Rick
#214086 por llbas
20 Nov 2005, 17:16
Como faço reserva no campo base do Brasil ? Tenho que pagar antecipado ???
Abraços
#214110 por Marcelo Lopes
20 Nov 2005, 19:22
Ilbas, tente entrar no site do Campo Base e se informar por lá. Eles tem um link para reservas.
#214231 por Ever
21 Nov 2005, 09:07
llbas, por garantia voce pode comprar os bilhetes de Buenos Aires a Mendoza com antecedencia pela Internet. Eu fiz isso atraves da Andesmar, uma excelente empresa de onibus que faz este trajeto. Os precos variam de empresa para empresa, se pesquisar podera achar precos mais baixos mas a qualidade do servico tambem sera inferior.

Se interessar consulte : http://www.andesmar.com

Imagem
#226178 por André Barcellos
21 Dez 2005, 19:08
Olá, pessoal! Essa é minha estréia neste fórum, que conheci há pouco tempo. Aliás, também sou estreante nas viagens com mochilão. Decidi abandonar a galera do "pacotão". Ademais, minha experiência internacional resume-se a algumas viagens como "auxiliar de sacoleira de Ciudad del Leste". Portanto, perdôem-me algum eventual equívoco que eu possa cometer, dado a minha condição de debutante no assunto.

Vamos ao que interessa: navegando por essas páginas, interessei-me em conhecer a Província de Mendoza e adjacências.

Para finalizar (por favor, não me xinguem), gostaria de compartilhar um "resumão" que tentei fazer a partir das preciosas informações registradas aqui sobre Mendoza.

E que o deus Dionísio me abençôe e me proteja nessa empreitada.

Abraços,

André.

MENDOZA

Como chegar:
Partindo de Santiago, aproximadamente 8 horas de ônibus, dependendo do bom-humor dos Carabineros na fronteira (ver http://www.andesmar.com.ar; e http://www.turbus.com).

Hospedagem:
http://www.hostelindependencia.com.ar
http://www.campo-base.com.ar
http://www.hostelmendoza.net/
http://www.hostalconfluencia.com.ar
http://www.damajuanahostel.com.ar

Passeios:
Vinícolas (La Rural, Trapiche e Família Cerno, etc.);
Museu do vinho;
Excursões pra Alta Montanha, cavalgadas, trekking, rappel, rafting (ver http://www.mendoza.com.ar);
Baladas (ver http://www.mendozanoduerme.com.ar).

Comentários:
"Fiz o tour que eles chamam de Alta Montaña ($50 Pesos) - você passa pela cidade de Uspallata, e visita Los Penitentes (ver http://www.penitentes.com), Puente del Inca e Las Cuevas que já fica na boca do túnel para o Chile". Passa também pelo Parque Provincial Aconcágua.

"Mendoza é uma cidade legal e bem tranqüila. Muito bem arborizada com casas bonitas e um parque muito legal - San Martin. Tem uma universidade e por conta disso alguns barzinhos interessantes na Avenida Collon próximos ao parque. Os preços no geral são mais baratos que Buenos Aires. As agências têm um leque de passeios tradicionais e radicais.
Os vinhos de lá são os melhores da Argentina e bem baratos".

"Na rodoviária de Mendoza tem uma sala grande de vidro, onde funciona o Centro de Atendimento ao Turista. Eles também organizam excursões para alta montanha e outros passeios. O pessoal é super atencioso. Fiquei hospedada em um hostel bem em frente a rodoviária. O lugar é ótimo, fiz muitos amigos lá. O preço é bem acessível. Tem quartos comunitários e quartos individuais. Fica a umas dez quadras do centro, mas vale a pena".

"Fiquei no Hostel Internacional (http://www.hostelmendoza.net) e eles tinham uma agência, fiz um passeio que começava com um trekking na base dos Andes, que terminava com um rappel de 40 metros, e na parte da tarde tinha um rafting de duas horas pelo Rio Mendoza, com lanches, transporte, equipamento, tudo incluso, por 110 pesos.

"Se quiser comer bem e gastar pouco em Mendoza vá até o Mercado Público, no centro da cidade, acho que na avenida Las Heras. O mercado é bem limpo e tem uma área de alimentação bem movimentada com alguns restaurantes baratinhos".
#238441 por trotatorres
24 Jan 2006, 15:02
pessoal, dicas de hospedagem em mendoza, o campo base é estilo albergue de garotada? com gritaria, atendentes metidos a malandro e coisas do tipo, como um milhouse da vida?
to indo pra lá finald e abril
#249877 por tsfrazao
02 Mar 2006, 22:35
Uma opção muito boa de hospedagem para quem quer um albergue menos "gurizada" e mais "família" é o SosaHaus Hostel (http://www.sosahaus.com)

O dono é um cara chamado Sérgio, uma figuraça de uns 40 anos e muito prestativo. Fiquei lá em Janeiro/2006 e recomendo!
#251024 por Júnia Pimenta
06 Mar 2006, 10:48
Topic author: trotatorres

Buenas a todos!ajudem esse pobre editor a tanto sem férias e que m maio que uns 10 dias de paz numa região de montanhas.
estou entre dois lugares, MENDOZA do tópico ou um estagio no congelador em el chalten(em maio), que já fui algumas vezes.
mendoza já passei dezenas de vezes, somente de passagem, e agora pretendo ficar or lá esses dias.

o que procuro: uma acampada tranquila, num lugar bucolico nas montanhas, sem ordas de pentelhos portenhos, caminhada meia boca (sem esforços, please, hahaha)onde possa tomar um bom malbec todo dia ( vou levara minha taça!!)o que vcs acham de umas voltas por uspallata e outros povoados do cordon del plata?

aguardo dicas!


RESPOSTA DO PAULO

Trota,

Me sinto até constrangido de dar dicas a vc que tanto nos ajuda neste forum, mas, vou tentar não decepcioná-lo.
Saudações dionisíacas. Eu adoro vinho e, até, dei uma exagerada em Mendoza. Fui a 2 vinícolas: La Rural e Família Cerno. Eu fiquei no Hostal Independência - 17 pesos (te mando uma foto não comercial dele, se vc quiser). Lugar é muito bonito. trata-se de um prédio muito antigo, em estilo acho que neoclássico, cheio de frescura. O staff é muito gentil e me cederam cozinha e Internet mesmo eu já tendo feito o check out. De uma voltinha no site deles http://www.hostelindependencia.com.ar/.

Quanto ao passeio em Uspallata, eu acho que o lugar é mais para atividades de inverno. Tava meio deserta. Passei reto e fui a Puente del Inca (ônibus 13,00 pesos). Ai, sim, me encontrei. Gostei do clima abandonadão do lugarejo, cheio de umas cabanas malucas de lata, aproveitadas de abrigos militares (há um quartel no local). Tem uma pousada grãfina meio decadente e outra, que acho que nem nome tem (não me lembro). Foi nesta que fiquei e gostei muito (15 pesos). Puente del Inca nada mais é do que uma parada de viajantes que vão ao Chile. Não espere encontrar infra para turismo nem atrativos tipo Canela/Gramado. Daí se faz uma bonita caminhada até o Parque Nacional do Aconcágua (4,0Km pelo asfalto e depois, vc se perde no parque, se quiser). E, justo em Puente del Inca, está a famosa, adivinhe: puente del inca, uma formação rochosa que, dizem servia para passagem de caravanas incas em viagem pelo Taiwantisuiu (duvido que eu tenha escrito certo). Ai vc encontra a estação de águas medicinais que foi atropelada por um terremoto em 1965. Só sobrou a capela.

Para quem gosta de frio e neve, eu NÃO considero uma boa escolha ir para esta região agora, no verão. Não que eu não tenha encontrado neve e frio, mas, nada a ver com o forte inverno do local. Já faz quase 2 meses e deve haver pouco agora. Não há muito para se fazer em mais de 2 dias. No inverno a estação de esqui Los Penitentes, que fica a 4 Km, está funcionando.

A viagenzinha de ônibus entre Mendoza e Puente del Inca é de cinema, com montanhas enormes, túneis, pontes, riozinhos...muito bonita. Já vale dar um gole no vinho ai mesmo hahaha.

Quero voltar lá no inverno.

Abração
Paulo Mota


Reply author: Jorge Soto

Cara, Mendoza nao tem la gdes atraticvos a nao ser q vc curta mesmo vinho... Agora se vc quer montanha, va pra Pte del Inca sim, conforme sugeriram acima, q ta do lado do cordao do Aconcagua. Mendoza nao tem mmto o q fazer, cara..la realmetne e pto pra pegar visto pros trekkings e escaladas do Aconcagua, caro pra xuxu. Mas da pra caminhar nos arredores do pq em travesias muito iradas. Claro q vc pega td rango em Mendoza pq no albergue de Pte del Inca metem a faca. E da pra acampar gratis atras do albergue mesmo...nao tem erro! Pra chegar la basta de Mendoza pegar q qbusao ou excursao q va pro Chile e descer antes da fronteira.. tranquilo. Banho esquece, mas tem a opcao de tomar nas termas sulfurosas do lado,q deixam teu cabelo mais duro q cimento...rsrs

Recomendo ir no verao pra onde disse...la por maio a neve e o frio tornam-se insuportaveis...


Reply author: Jorge Soto

Então, Trota..se vc quer trilhar em meio a montanhas, rusticidade igual Chalten, fica nos arredores de Pte del Inca!

As montnhas oferecem inumeras opcoes de caminhada, claro q com charme diferente de Chalten..la nao ha vegetacao alguma, so rasteria e muita rocha.

Mas aviso: se vc for em maio nao dá pra ficar em barraca nao! O frio e uma camada de neve de quase 2m impedem qq pernoite fora, tanto é q ate o transito la fica prejudicado. Serria apenas pra vc ficar no albergue e nao sair.. Essa regiao o ideal é veraozao, quinem patagonia.

O jeito é como vc disse: ficar ao pé dela q é mais ameno. So q ai nao sei o q te recomendar pq ali estao as vinicolas, pradarias etc... area rural de Mendoza. E Mendoza (montanhisticamente falando) vive da cordilheira basicamente, so q em alta temporada, ou seja, verao.

Como vc estará perto de Mendoza e será inicio de inverno rigoroso acho q nao vale a pena ficar enfurnado em albergue por lá.
Sugestao: vá um pouco + ao norte, em San Juan (oeste de Cordoba), q tem dois parques q lembram muito a regiao do Atacama pela aridez, com peculiaridades bem desconehcidas do filao turistico convencional. Pq NS das Quijadas,e mais ao norte, o Pq Prov. Ischigualasto (Vale da Lua), quase na divisa com La Rioja. Este pq tem resquicios de fosseis e é bem louco, com vales e canions. Ai vc ou tem q achar uma agencia q te leve de San Juan, ou tentar carona de San Agustin del Valle Fertil, cidadezinha mais proxima do parque (75km)..pq nao tem conduçao regular ate ele. Ou vc tem carro ou vai de agencia..

http://www.penitentes.com.ar


Reply author: Ever

Olá Trota ...

Eu passei alguns dias na cidade de Mendoza e achei legal. Tem coisas pra fazer na cidade sim ... tem um parque muito bonito com um imponente portão de entrada muito elegante, lojas, restaurantes, universidade, dá pra passar um dia ou dois se curte a vida nas cidades. Apesar de ser uma cidade grande Mendoza preserva um ar de cidade do interior, tudo fecha para a siesta na hora do almoço e a cidade só volta a funcionar lá pelas 4 horas da tarde.

Uspallata é onde foi filmado "7 anos no Tibet" Para um lugar mais tranquilo talvez Uspallata seja uma boa pedida ... passei por lá só de passagem, nao conheci muita coisa.

Fui também a Penitentes mas estava como uma cidade fantasma ... a pista de esqui estava fechada então tudo fecha e não fica ninguém no local a não ser os funcionários que operam o teleférico até o topo da montanha. Acho que não rola ficar lá não se a pista estiver fechada.

Para Puente del Inca fiz um passeio de uma dia, vale a pena conhecer o lugar, ao redor tem opções de caminhadas, uma delas vai até o Cristo Redentor. Vi que por ali tem lugares para dormir e vi tem camping também ... mas acampar no frio é dureza. Almocei num restaurante em Puente del Inca ... preços para turista mas nada tão absurdos.

Mendoza
Los Penitentes
Puente del Inca
Hostel em Uspallata
Para comer: Milanesa de Pollo con papas y ensalada


Reply author: trotatorres

Valeu EVER,
Olha, minha programação é mais ou menos esta: quero ficar uns 3 dias lá por cima, ou um pouco mais, caminhar pelos vales da região
http://www.andesmountain.cl/argentinamontana/mapa_aconcagua.html, fotografar, tomar uns vinhos lá por cima, ir caminhando até a laguna de horcones, etc...não preciso de agito, só quero que o http://www.penitentes.com.ar%20esteja%20aberto ( ver - http://www.penitentes.com.ar/tarifasalojamiento.asp ), pelo site estará, mas como os caras não me respondem nem a paulada os emails...
vou tb reservar uns dias para uspallata e outras regiões, como tupungato, veremos..e uns 3, 4, 5 dias para san juan, onde vou visitar os parentes da minha mulher.
#257926 por Premota
03 Abr 2006, 05:51
Laurence,
Só para esclarecer o pessoal que acessa: Este é um dos HI de Mendoza. Eu fiquei no Independência e fui muitíssimo bem atendido. 17 pesos argentinos.
Ainda sobre Mendoza: cuidado com o roubo durante as compras. Tem uma moda lá, entre os gatunos de cortar a mochila nas suas costas e esvaziar por trás. Minha namorada escapou por um triz desta.
Na minha modesta opinião, afora os vinhos, não há muito o que curtir por lá. As montanhas, sim, são maravilhosas. A sensação de despreendimento de tempo e espaço que se experimenta na louca Puente del Inca é impressionante.
Acho que já mencionei que na pousada em que fiquei, não encontrei o dono (estava viajando). Dei comida para o gato e para o cachorro dele, deixei o dinheiro com um vizinho e fui embora...muito maluco....muito interessante.
Abração

Paulo Mota
#259565 por Premota
11 Abr 2006, 06:38
Trota,
Realmente, na minha modesta opinião, acho Mendoza simpática e nada além disto. As vinícolas são outro assunto: experimente o Malbec da La Rural (e compre uns vinhos, se puder). Eles são quase artesanais, maravilhosos.
Eu fiquei no Hostal Independência. Eu também curto muito pouco o esquema Milhouse e achei este mais tranqüilo, mais underground. O staff é muito gentil.
mendoza é uma cidade grande, tem tudo, tudo mesmo. Supermercados por todo lado, restaurantes de todo tipo, enfim, toda infra d uma grnade cidade. Eu recomendo o restaurante em frente ao Hostal Independência. Mesinhas na calçada, lugar bonito, gente passando,etc. preço bem razoável.
Outra coisa: se vc vai para o Hostal Independência, dá para economizar o taxi. São 20 minutos de caminhada desde a rodoviária. se pegar taxi, cuidado, os caras são metidos a dar uma volta maior. O valor da corrida não pode passar de 7 pesos. Atenção, também, na rodoviária: há muito furto de bagagens.
Quanto às montanhas, acho que você já leu meu post sobre Puente del Inca (que no post anterior eu troquei o nome por Uspallata). É muito louca. Não é exatamente um lugar turístico. As casinhas, algumas de lata (sobra de abrigos militares), são bem simples e tem gente bem simples por lá. De lá eu fiz uma bonita caminhada até o Parque do Aconcágua, que em Outubro tinha muita neve e lagunas congeladas. Debaixo da neve, no caminho do parque, encontrei uma tabuleta que, no verão, era uma tabuleta mesmo, da altura das pessoas. Um dia basta para esta caminhada que inclui uns 4Km de asfalto até a entrada do parque. Lá dentro, ande o quanto puder. para todo lado, tudo é lindo. Eu demorei para definir qual pico era o Aconcágua. Os vizinhos dele são, igualmente, majestosos. Não sei se já há nevascas nesta época do ano, mas, se houver, tente antecipar-se a ela, pois não há como se abrigar e vc está muito longe da pousada. A cabana do guarda-parques queimou e não existe mais.
Mas, veja, que, para tudo isto em Puente del Inca, 3 dias estão, até, sobrando. tenha em mente que PDI é um beirão de estrada de camioneiros, não muito bonita. Me interessou mais pelo "clima" de Bagdad Cafe.
Procure pelo bar do Martin e saboreie um drinque tropical, destes que se toma em Cancun (eu disse que lá tudo era meio louco).
No vilarejo tem um açougue e um ou dois botecos, mas, vc pode comprar comida no armazém do quartel que existe ai. Consulte o guarda antes de ir entrando, ok?
Em Uspallata, nunca dormi (troquei o nome no post anterior, vou editar), mas, parece que tem de tudo na cidade. Caminhei umas poucas horas por lá. Lamento não ajudar.
Os trajetos entre Puente del Inca, Uspallata e Mendoza são muuuito lindos, o problema é que, de ônibus, fica difícl desfrutar e/ou fotografar. De qualquer forma, prepare sua câmera, coloque um filtro polarizador e aproveite a paisagem (eu usaria uma grande angular para apanhar a amplitude do lugar). Puente del Inca, particularmente, é motivo para enlouquecer um fotógrafo apaixonado. Tudo é muito agreste e forte: as montanhas nuas, as construções semi-destruídas pelo clima violento, o céu, que a todo momento nos surpreende com novos matizes, as casas tristes e muito mais.
Deve haver muitas atrações mais para se ver e viver e você, com este seu instinto de viajante, certamente, vai nos trazer muita novidade.
Abração

PMota
#265112 por trotatorres
26 Jun 2006, 17:38
Rebeca: Fiquei num hostel que é quae um hotel, excelente. Se vc busca tranquilidade, limpeza absoluta e excelente localização (fica a duas quadras da praça central) o hostel que vc procura é o HOSTEL CONFLUÊNCIA. Mas se vc quer agitação - não é esse o lugar...não é o típico hostel da "rapaziada", festas, estas coisas, é o tipo tranquilidade.

Zorra vc encontra no hostel campo base, e ELES NÃO RESPONDEM EMAIL! faça diretamente a reserva via www.hostelworld.com

Há, a reserva do confluência vc faz via site deles www.hostelconfluencia.com.ar resondem muito rapidamente, são muito atenciosos, serviço nota mil!

o PREÇO, pra quarto privado, com banheiro externo (mas só seu) são 40 pesos, creio, ou 30, não me lembro bem ao certo. É mais caro que os albergues com quartos lotados, mas vale a pena se vc tiver um cascalho a mais...

surte e qq coisa me avise
Léo
#265370 por robsoncesar
28 Jun 2006, 11:58
Rebeca, aproveito para dar esta dica: Hotel Savoy, na av. Belgrano 1377, ao lado de Bancos e à uma esquina do Carrefour (isso mesmo, tem Carrefour lá). Também é proximo da calle Las Heras, o quarteirão de lojas e artesanatos mendoncinos. Estive lá e gastei 40 pesos a diária para casal, em janeiro/06. Vale a pena pechinchar pois queriam cobrar 50, mas como fiquei mais dias, consegui por $ 40. É um lugar legal, sossegado. Fica a uns 10 quarteirões da Rodoviária.
#266009 por trotatorres
02 Jul 2006, 13:52
REbeca, para tres dias isso é o Básico mesmo, não tem como fazer mais coisa não.
Esse passeio às vinícolas, se vc curte vinhos, vai decepcionar, pois é algo bem rápido, básico mesmo. Se vc puder escolher as vinícolas, prefira mesclar as grandes e as pequenas. Seria perfeito: Rutine, um clássica, grande e onde fica o museu do vinho. Lopez, outra tradicional, que usa tonéis grandes, etc...CArmelo PAtti, pequena, excelentes vinhos, o próprio CArmelo faz a guiada.

Alta Montanha - se prepare pra ficar muitas horas dentro de uma van, é cansativo, mas vc vai ver lindas paisagens, lindas mesmo, coisa de outro mundo. O ideal é ficar lá nas montanhas mesmo e ter tempo pra "sentir" o local, etc...mas como vc tem pouco tempo, é esse passeio mesmo o que dá pra fazer.

NA cidade: não tem muita coisa a se fazer, tem o parque san martin, que é um parque né...muitas lojas, couro, etc...e boa carne, muito boa carne.
Se quiser gastar uma graninha, vai na Avenida Sarmiento e eascolha um restaurante, um prato de carne e um bom vinho, vc vai gostar!

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante