Ir para conteúdo

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''japao''.

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Perguntas e Respostas
    • Perguntas Rápidas
    • Perguntas e Respostas & Roteiros
  • Relatos de Viagem
    • Relatos de Viagem
  • Companhia para Viajar
    • Companhia para Viajar
  • Trilhas e Travessias
    • Trilhas e Travessias
  • Equipamentos
    • Equipamentos
  • Nomadismo e Mochilão roots
    • Viajar sem dinheiro
    • Nomadismo Digital e Work Exchange
  • Volta ao Mundo e RTW
    • Volta ao Mundo
  • Outras Formas de Viajar
    • Viagem de carro
    • Viagem de moto
    • Outras Formas de Viajar
  • Outros Fóruns
    • Outros Fóruns

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que contenham...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


Sobre mim


Ocupação


Próximo Destino

  1. Ola Moro na China e quero visitar meu namorado no Japão,como conseguir o visto de turismo emitindo na China se sou brasileira? Obrigada
  2. Olá, Mochileiros!!! Depois de Peru, Tailândia, Camboja+Vietnã+Laos e Filipinas, divido com vocês nossa viagem para o Japão. Confesso que não foi nada fácil entender esse país que parece pequeno, mas é uma imensidão de cultura e regiões muito distintas e diversas. O outro Felipe e a Pati são um casal de amigos que já estavam planejando a tempos ir para o Japão, e no início de 2017 convidaram a gente – sabe aquelas conversas de bar, que você topa mas sabe que será difícil de sair do papel? Então...no mês de Julho-17, eles nos enviaram um Whatsapp avisando que tinham acabado de comprar
  3. INFORMAÇÕES GERAIS (2019) Visto: exigido (R$86); dura cerca de 05 dias para ser emitido Passaporte: documento válido Moeda: iene (¥) – cotação em 16.12.18: R$1,00 = 29,07¥ Idioma oficial: japonês Cod. telefone: +81 Padrão bivolt: 100V Tomadas: A, B Grutt Pass: ¥2200/R$76; cartão que dá acesso gratuito ou com desconto a cerca de 75 museus da capital japonesa. Japan Rail Pass: absolutamente indispensável para suas viagens no trem-b
  4. Viver não é relatável, como já dizia Clarisse Lispector, mas vou tentar contar um pouco do que vivemos! O relato que vem a seguir são as minhas impressões, opiniões. Vc pode concordar comigo e fazer parecido, ou discordar de mim e fazer diferente! Eu escrevo tudo, mas tuuuudo que lembro. Gosto de ler relatos assim, portanto escrevo assim tb. Se vc quiser só ver as dicas, pule a introdução, no fim de cada cidade eu faço um resumo! ESTRELANDO... Eu, marido Gui, filho João (9) e amigo e compadre Lio, padrinho do João. Olha, a gente viaja andando! A gente anda das sete da man
  5. Feerssilva

    Viagem Ao Japão

    Boa noite, bom dia, boa tarde, tudo bem com você? no fim de outubro ou começo de novembro estou indo ao japão,gostaria de saber se mais alguém estaria indo para lá ou passando por lá, um abraço a todos espero que possamos conversar sobre a viagem um abraço
  6. Gente alguém já foi visitar o Lago Motosuko (um dos 5 lagos do Monte Fuji) saindo de kawaguchiko? Vi que tem um ônibus saindo da estação de kawaguchiko, e meu plano seria ir de manhã para voltar na hora do almoço, será que da? Obrigada!
  7. Oi gente! Queria saber duas coisas 1) Alguem que ja foi no chureito pagoda lembra de ter armários para guardar bagagem na estação de trem mais próxima? (Shimo Yoshida) 2) Saindo de Kawaguchiko, qual o melhor caminho para ir para kyoto de trem? Pelo que eu entendi tem que voltar até a estação Otsuki e de la até a estação Yokohama e então pegar o trem-bala. É isso mesmo? Obrigada
  8. (JAPÃO) (MONTE FUJI) (KAWAGUCHIKO) (FUJI Q HIGHLANDS) Galera tudo bomm? alguma de vcs ja foi ver o Monte Fuji de Kawaguchiko saindo de Tóquio? Preciso de dicas pq estou mega perdida com os trens e tudo. E depois vou sair de lá e ir para Kyoto e estou mais perdida ainda kkk então se algúem ja fez esse trajeto e ficou nessa região estou aceitando todas as dicas possíveis Além disso, alguém ja foi no Fuji q Highlands? to com muita vontade de ir porque amo montanha russa, mas eu perderia um dia Kawaguchiko e quero saber se vale mesmo a pena, além de ser bem carinho... E
  9. Olá pessoal ! Eu moro na Noruega e eu estou pensando em fazer um trip para o Whistler/Canadá ou Niseko/Japão ,duração de 7 a dias 10. Eu já estive em nesses 2 lugares e achei top e agora estou pensando em ir novamente . Se alguém estiver afim de junto e só me avisar.
  10. Antes de ir ao Japão, eu já conhecia a história de Hachiko porque o mais famoso cachorro do Japão já teve sua história contada em 3 filmes. Mas, uma das coisas que eu mais queria visitar em Tokyo, era a estátua em sua homenagem localizada no bairro de Shibuya! Aqui vai o tópico completo sobre o Hachiko no blog de viagens que mantenho, depois de quase 6 meses turistando no Japão! Dizem que traz sorte tocar as patas da estátua de bronze de Hachiko, e elas já até mudaram de cor devido a isso! Quem foi Hachiko? Hachiko nasceu numa fazenda próxima à província de Akita
  11. Pessoal, reparei que esta parte do forum anda um pouco parada, então não sei se o povo já não tem mais nenhuma dúvida sobre roteiros, ou se desistiram.. risos De qualquer maneira, vou compartilhar meu roteiro completo, depois de 7 meses de vivência no Japão. Num período de férias lá, peguei 10 dias pra andar com o trem bala/shinkansen pra cima e pra baixo. Em resumo, 10 dias é pouco para o Japão, sem sombra de dúvidas. Por outro lado, vejam a quantidade de coisas que é possível de se fazer pra quem só tem 10 dias! risos Passei por: - Tokyo - Osaka - Himeji - Nara
  12. Esse é o relato da nossa viagem pelo Japão. Fomos em casal, fizemos todas as reservas sozinhos. Pesquisamos muito antes de viajar, lemos muitos roteiros e dicas da internet e de alguns amigos que já tinham ido. Tentei ser objetiva e coloquei tudo em tópicos para facilitar. Se ainda tiverem alguma dúvida, só perguntar. Porque conhecer o Japão: país limpo, organizado, com pessoas muito simpáticas e uma cultura única. Tudo no Japão é novidade. Você não precisa ir para nenhum ponto turístico para vivenciar coisas diferentes. Sempre tive receio dos preços, mas não achei nada absurdo para fazer
  13. Olá amigos Mochileiros, Replico aqui minha visita a cidade de Hiroshima, na minha segunda viagem ao Japão. O post completo fiz em: https://www.novocalculodarota.com.br/hiroshima-conhecendo-a-cidade/ Hiroshima (広 島) é mundialmente conhecida por um triste fato: em 6 de agosto de 1945 foi alvo da primeira bomba atômica. Lançada estrategicamente sobre a cidade – a princípio – como um teste. Afinal, nem os americanos criadores tinham noção exata do seu poder. Muitas pessoas relatam uma certa tristeza ao visitar a cidade. Porém, confesso que minha impressão foi t
  14. Galera, abaixo meu relato da visita ao Zoo de Ueno em Tóquio (Tokyo). Foi fantástico conhecer a família de Pandas, mas também descobri 2 histórias tristes que assolam este zoo por causa do período da segunda guerra mundial. O post do blog onde vou atualizando sempre as informações está aqui: https://www.novocalculodarota.com.br/panda-zoo-ueno-tokyo/ O panda gigante de Tokyo ou melhor, a família de ursos panda gigantes que vivem no zoológico de Ueno são a principal atração deste zoo! Sou contra a exploração de qualquer tipo de animal, mas aqui a história é
  15. Dessa vez uma promoção da Qatar Airways me levou pro Japão. Eu inicialmente ia sozinho, mas uma amigo se interessou pela viagem. Só que como toda promoção, os preços baratos não duraram muito, ele moscou decidindo se ia ou não, e perdeu. Então acabou comprando passagem pro Japão em outra promoção, da AeroMexico. Na verdade eu diria que pegou voos ate melhores que o meu, porque o dele chegava de manhã na cidade do Mexico e o segundo vôo saía a noite. O que eu chamaria de uma conexão amigável, pois dá para sair do aeroporto, passear um pouco e seguir viagem sem aquela sensação que você agora mor
  16. O Japão é uma paixão antiga, presente e futura. Eu e a minha namorada já conhecíamos o país, depois de uma viagem em 2014 às cidades mais populares (Tokyo, Kyoto e Osaka), mas quando este ano a oportunidade se voltou a colocar nem pensámos duas vezes. O destino principal era a Coreia do Sul, mas por razões de poupança voámos para Shanghai, na China, em primeiro lugar. Era um plano ambicioso. Em 12 noites já íamos conhecer duas cidades, mas a paixão pelo Japão obrigou a mais uma paragem. Afinal estavamos perto e, apesar de representar uma escorregadela no orçamento, seria mais barato do que vol
  17. Adiei um tempo minha contribuição aqui no forum mas é aquela coisa: antes tarde do que nunca. Ao todo foram 28 dias de viagem. 24 no Japão, 2 dias em Dubai e 2 dias em trânsito. Roteiro São Paulo ⇒ Dubai (Conexão) Dubai ⇒ Tóquio Tóquio ⇒ Yokohama Yokohama ⇒ Fuji Fuji ⇒ Takayama Takayama ⇒ Kyoto Kyoto ⇒ Osaka Osaka ⇒ HIroshima Hiroshima ⇒ Tóquio Toquio ⇒ Dubai (stop over) Dubai ⇒ São Paulo Viajamos pela Emirates. Uma baita de uma Cia Aérea. Compramos as passagens numa promoção que eles lançaram em abril. Saiu uns 2.5k pra cada. Com taxas e tudo. Ou seja, um negoção..
  18. Dias 1 e 2 Em 9 de março de 2017, comecei a viagem por Floripa. Como usaria muitas companhias de baixo custo, precisei fazer milagre para que tudo, incluindo meu equipamento de mergulho, coubesse numa mochila média. No final da tarde, saí de Guarulhos num voo da AirChina, comprado numa promoção com vários meses de antecedência. A empresa presta um serviço razoavelmente bom em relação à alimentação e entretenimento. Antes de chegar em Seul, os intermináveis voos tiveram conexões em Madri e também em Pequim, onde a imigração levou um tempão. Vi 2 noites passa
  19. Com a chegada das monções fica difícil de programar uma subida em montanha, além do risco de fortes chuvas ainda convivemos com um grande inimigo que são os raios provenientes das tempestades. Lord e eu havíamos programado uma travessia pelos montes Kama e Gozaisho, porém com o tempo ruim não pudemos levar adiante esse plano, como no dia seguinte Lord não estaria livre para a escalada decidi fazer uma solo, coisa que a muito tempo eu não fazia. Entre seguir o programa do dia anterior e troca-lo, optei por escolher uma montanha onde nunca havia pisado antes, depois de pesquisar decidi subir
  20. Nesta postagem vou abordar a conquista dos 7 cumes de Suzuka, uma meta alcançada 13 meses após eu estabelece-la, e que me dá força e inspiração para almejar e buscar novas conquistas. Tudo começou em março de 2012, quando comecei a pegar gosto pela coisa e buscava uma montanha em que pudesse me aventurar sozinho sem correr maiores riscos, com isso após pesquisas descobri quais eram estas montanhas e as melhores rotas para se alcançar seus cumes. A Cordilheira de Suzuka se localiza na divisa entre as províncias de Mie, Shiga e uma pequena parte no Sul da província de Gifu. Com uma área
  21. Feriadão no Japão e eu e o Lord nos preparávamos para mais ascensões, a ideia era de subir duas montanhas em dois dias, porém o tempo acabou não ajudando e ficamos apenas com 1 dia de tempo bom. Afim de concluir os 7 cumes de Suzuka, escolhi o Monte Ryu, ou Ryugatake em japonês, com 1099 metros de altitude esse era o último cume dos 7 que me faltava e com isso concluiria uma das minhas metas. Como essa montanha parecia não ser muito exigente, convidei Juquinha que outrora já havia manifestado o desejo de subir conosco, ele aceitou de imediato, então foi só passar as coordenadas para que el
  22. Uma programação de última hora incluiu no mês de abril uma escalada ao Monte Sen, ou Sengatake em japonês, com 961 metros de altitude, essa é maior elevação de cidade de Kameyama e fica localizada no Sul da Cordilheira de Suzuka. Eu já havia cogitado subir essa montanha no último outono, o que acabou não se concretizando, por isso achei uma boa oportunidade para conhece-la. Minha ideia era de levar minha filha Kaori junto, por isso consultei o líder Taro para saber se a rota era tranquila, ele me informou que a trilha era variável e se ela não tivesse medo de altura não haveria problema. C
  23. Com a finalidade de concluir os 7 Cumes de Suzuka, eu havia prometido pra mim mesmo que não repetiria escalar a mesma montanha por pelo menos 6 meses, porem quando surgem boas oportunidades de uma nova travessia não podemos ignorar. Foi exatamente o que acabou acontecendo e o calendário do Clube acabou me empurrando para uma nova travessia no Monte Amagoi. Takeyan faria sua estréia como líder do Suzuhai e propôs uma rota bem interessante que acabou me seduzindo. A subida começaria do lado totalmente oposto ao que eu já havia subido, encarando uma grande crista e chegando ao pico sul da mon
  24. Este relato foi o que inaugurou o meu blog, http://nandosilvauptothelimit.blogspot.jp/2012/05/desde-que-cheguei-ao-japao-em-2007.html a aventura ocorreu em agosto de 2011, fico devendo mais fotos, quem ler o relato vai entender o porque... Desde que cheguei ao Japão em 2007, sempre tive a curiosidade de explorar o Monte Fuji, alem de ser a maior montanha do arquipélago é também uma das mais belas e famosas montanhas do mundo. Inspirado em um grupo de parentes e conhecidos que se aventuraram na montanha, eu também decidi que iria subir. Eles foram com uma turma durante um feriado e d
  25. Aproveitando que o Brasil está na estação de outono, vou mandar 2 relatos de travessias durante o último outono japonês, abaixo segue o primeiro e mais fotos podem ser vistas nos links: Blog:http://nandosilvauptothelimit.blogspot.jp/2013/01/monte-ontake-mosaico-de-cores-no.html Facebook:http://www.facebook.com/media/set/?set=a.536126146404540.138905.100000214779467&type=1&l=a8135c8849 Passada minha escalada ao Monte Fuji eu já conseguia visualizar para o próximo ano novas subidas nos 3000+ japoneses, só não esperava que isso se concretizasse no mês seguinte. Depois
×
×
  • Criar Novo...