Use o menu Tags para buscar informações sobre destinos! - Clique aqui e confira outras mudanças!

Ir para conteúdo
MauroBrandão

Cairo - Perguntas e Respostas

Posts Recomendados

[info]Este tópico é para troca de informações. As informações inéditas serão aproveitadas e colocadas no tópico

Egito - Guia de informações

As perguntas e Repostas na medida que ficarem desatualizadas e duplas, as mais antigas serão substituidas pelas mais novas.[/info]

 

 

Cairo

 

 

Primeiramente: No site http://www.opengate.com.br/embegito" onclick="window.open(this.href);return false;, no item PEDIDO DE VISTO, em INFORMATIVO, você encontra todos os pontos turísticos do Egito e todas as informações que você possa imaginar tudo em Português visto etc. Eu tirei o visto por aqui mandei o passaporte e o valor do visto por sedex, é mais tranqüilo, você entra direto.

Por isto só vou relatar, parte dos que o Cairo pode oferecer.

 

Cheguei ao Cairo de avião Curitiba Frankfurt, Cairo.

Peguei um táxi, já preparado para negociar o preço, de 20 USD consegui por 10 USD, mesmo assim fui aviltado, dividido em dois o preço ficou razoável. Do aeroporto até a cidade são 13 km

Fiquei no Hotel SUN, Praça Midan Thair, 2 talat Karb Street, bem no centro, próximo ao Museu. Fiz reserva por este site, preço 10 USD por dia quarto privativo, em quarto mixed, sai por muito menos, é um Hotel simples, mas, da para dormir, os banheiros são relativamente limpos, o que assusta é o Hotel, fica num andar de um prédio antigo, o elevador é uma coisa, deve ter sido uns dos primeiros do mundo. O site do Hotel, informa que aceita cartão de crédito, pura mentira,somente em dinheiro.

Com o mesmo motorista, já precavido, contratei para ir, pela manhã 08h00minh até, Giza, onde ficam as Pirâmides, e a Esfinge, Na região existem pelo menos umas 100 pirâmides pequenas. E apos ir até Saqquara a 32 km, ao Sul de Giza, onde fica a pirâmide de degraus a primeira grande construção de pedra realizada pela humanidade. E a Menphis onde sta a etátua de Ramsés.

Um detalhe, na chegada, o motorista, nos levou primeiramente a um lugar onde alugam Camelos para visitar as Pirâmides, é furada o negócio é ir a pé, é uma boa andada, da umas 3 horas de passeio.

Alias antes de ir para as Pirâmides ele parou numa loja que dizia ser Museu do Papiro, o atendente, poliglota, falava em Português, queria vender uns papiros, não compramos só assistimos a explanação dele como eles eram confeccionados, até que foi uma boa aula, ficou decepcionado tanto ele como o motorista que não levou o dele, mas ele mesmo tinha afirmado que era sua a obrigação dar as informações, mais tarde em Luxor acabei comprando na rua uns papiros falsos por cinco ponds, mas consciente.

No retorno já era umas 15 horas, o motorista parou na frente de um restaurante típico com música na entrada e tudo, claro que ele leva comissão. Resolvemos almoçar, antes perguntamos o preço, inclusive do motorista. Em qualquer lugar têm que perguntar o preço e pedir para eles escreverem o valor, se não vem tudo com preço diferente, eles são muito espertos, e mesmo assim você sempre vai ser ludibriado.

No outro dia, contratamos um outro motorista, ele nos levou até a cidade dos mortos, vale a pena, é realmente uma cidade, muito grande, com mausoléus enormes, mais parecem uma mesquita, nos pequenos, o povo invadiu e moram neles. Entramos numa destas tumbas, ainda preservadas, o motorista nos cobrou 20 pondes de cada um, claro que ele ficou com 20, mas valeu a pena, é um passeio que turista em grupo não conhece. Completando o passeio, passamos em algumas mesquitas. A mais bonita a mesquita Mohamed Ali, e a do Sultão Hasan.

Estes dados eu tinha tirado do site da embaixada, o preço foi acertado por 60 Pound, deu umas cinco horas de passeio.

No outro dia, reservamos para ir ao Museu do Egito, a entrada é 5,00 USD, da para ver o tesouro de Tutanknamun, e centenas de urnas, armas etc. No segundo andar para entrar na sala das múmias, tem que pagar mais 10,00 USD, mas vale a pena.

Para se ter uma idéia de cotação 60 Pound é aproximado 10,00 USD.

O povo é muito dócil, são simpáticos, adoram brasileiros, mas muito pobres, e com isto, eles são insistentes para vender, e negociam com insistência, mas muito menos, por exemplo, que os Baianos no Pelourinho. O preço que eles pedem você consegue por uns 60% a menos, é a média. A maioria é produto da china. Recomendo fazer o câmbio, já no Aeroporto, assim é mais fácil pagar as contas. Nas pirâmides não da para entrar com câmera ou filmadora, assim como no Museu.

Contratamos o mesmo motorista para nos levar na madrugada para o aeroporto, com destino a Luxor, relato a parte, pagamos 8,00 USD.

Não esquecer de levar adaptador com dois pinos redondos para recarregar a filmadora, câmera etc.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi, Mauro.

Muito obrigada pelo seu post.

 

Nao sei ainda se vou de trem, como escrevi em algum post em algum lugar, as minhas experiencias com trem sao terriveis, mas, nao pela grana, mas pela experiencia, acho que vale a pena, pois é nessa hora que aprendemos muito sobre o povo, o pais e a cultura, quando fazemos COMO eles.

O que vc acha?

Enfim, consegui o site do trem, e gostaria de compartilhar. O trem entre Cairo e Luxor sao 10 horas no WagonsLit sleeper train

 

www.sleepingstrain.com

 

Até mais. E valeu pela sua ajuda.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Andrea um lembrete, leve comprimido para disenteria, muita gente diz que é a comida, mas na realidade é a água, inclusive a mineral, tem muito potácio e quase ninguem escapa. Se vc vai levar pouca roupa, não esqueça também de agulha e fio, me salvou.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi, pessoal!!!

 

Acabei de voltar do Egito. Que lugar maravilhoso!!! Gente receptiva, amiga e simples. As dicas nos posts acima sao exatamente o que vi por lá.

 

No Cairo, fiquei na Pensao Viena, bem no centro. Paguei 70 egp por quarto double bed. Fiz o city your pelo Old Cairo, Zalmalek, Citadel, Kanin Kalil, etc etc.

Melhor lugar para comer foi o Felfela, no centro. O Cairo e barato, divertido e barulhento. Fiz um passeio-jantar num barco a noite pelo Nilo, com direito a buffet e dois shows, um Sufi e um de danca do ventre. O pacote me custou 80 egp. Classe A.

 

Muito cuidado ao atravessar a rua, eles nao respeitam sinal.

 

Tem muitos policiais em todo o Egito, vc se sente extremamente seguro. Em quase todos os lugares publicos, vc tem que mostrar sua bolsa e passar pelo detector de metal.

 

As Piramides, Dashur e Sakara sao um absurdo de beleza. Fui ver as Piramides by camelo. O maximo, me custou tudo, incluido o almoco, 150 egp. Adorei a experiencia!!!!

 

Pesquise tudo antes. Vc ira encontrar diferencas absurdas para a mesma coisa.

 

Acrescento: O trem Cairo - Luxor, custou 350 EGP e foram 9 horas, super tranquilo. Eles oferecem jantar e cafe da manha, incluido no preco da passagem. E muito tranquila a viagem e da para dormir numa boa. Dica em Luxor: andar em uma charrete fazendo um city tour- 5 egp e passear pelo Nilo num barco, feluca que custou 20 egp por 2 horas. Da para alugar bicicleta- por 17 egp - vale pelo dia inteiro. Fiquei no Hotel Mercure Inn. Hotel 3 estrelas, com piscina e cafe da manha.Proximo ao Luxor Temple.

 

Hurghada: Paraíso!!!!! Que lugar alucinante. As praias sao de um azul celeste indescretivel!!!! Nao ha muito o que se fazer na cidade. O lance e aproveitar a beleza da praia. Fiquei no Hilton Resort, um luxo, com cafe da manha, piscina e tudo mais.

 

Sharm El Sheik: O lugar é maneiro, parece um balneario, tipo Buzios, eu achei tudo absurdamente caro, surreal.Uma Stela, cerveja local, custa 20 egp, enquanto no Cairo ou em Dahab, custa 5. Bom, o melhor em Sharm é o passeio de barco, que dura 1 dia inteiro no parque aquatico Ras Mouhamed, vc pode alugar um snorkel e um pe de pato e se maravilhar com os peixes e corais. La e um dos melhores lugares do mundo para mergulho e snorkel, pois ha uma grande visibilidade. Imperdivel. Fiquei no Radison Sas Resort, bom e absurdo de caro. Deus me livre!!!

Para chegar em Sharm pegamos o Ferry, muito legal, durou 4 horas e custou 250 egp.

 

Dahab: ALUCINANTE!!! Simplesmente o maximo. O lugar mais irado do Egito, na minha opiniao. Lindo, simples, barato. Da para mergulhar e snorkel por la. As praias nao sao lindas como de Hurghada e Sharm, mas o astral do lugar e absurdamente maravilhoso. Fiqui na Pousada Penguin, custou 78 egp por double quarto.

 

 

Taba: é a ultima cidade de praia do Egito e faz fronteira com o Jordao e Israel, belas paisagens, bonitissimas praias, mas nao ha nada na cidade, e mais para relaxar e curtir o visual.

 

Ate para escovar os dentes, eu usava agua mineral. Nao tive nenhum problema, mas aconselho dar atencao maxima ao que se come e bebe. La a media da temperatura variava entre 38 a 42 graus, super quente.

Atencao quando for snorkeling ou mergulhar, infelizmente, presenciamos a morte de um turista japones, no Blue Hole, em Dahab. Se nao sabe nadar ou e iniciante, sempre fique proximo de outras pessoas.

Eu amei o Egito, as pessoas. Eles amam o Brasil, sabem escalar a selacao inteira.

 

No mais, Maasalama.

Andrea

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Lore e Henrique

É difícil falar em gastos, depende aonde vc quer dormir e comer.

Mas se vc for tipo mochila, os Hostels ficam em torno de USD 10,00, a USD 20,00, comida vc tem que negociar, base em restaurante médio USD 15,00 alias tudo tem que negociara antes a maioria o desconto fica em torno de 40% mas mesmo assim vc esta sendo robado. Acho que meu relato acima e o da Andrea já da para começar a planejar.

O povo é super dócil, amigo, não se ve assalto, so enchem para vender e pedir esmola, mas não atacam. Eu fiz um roteiro de aviao Curitiba Cairo via Frankfurt, Luxor Cairo, Atenas, Istambul, Budapeste, Praga, Frankfurt, Brasil preço USD 1,600,00, entre o resto com tudo, mais USD 1500,00 por ai mais ou menos.

Tem um passeio que não fiz, descer o Nilo de barco da e 2 a 3 dias é uma opção.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

heka, vc tem o site da agência pra me passar ?

 

 

Oi Michelschon,

Eu fui em Agosto do ano passado. Mas fiz metade por conta e outra metade por uma agencia inglesa, que contratei via site mesmo. Fiz os pontos principais, piramides, cruzeiro no Nilo, Aswan, Abul Simbel,etc com a agencia e saiu ao redor de 1000 dolares, incluindo algumas refeições ( todas no cruzeiro), transporte, guia, tours, etc.

 

Mauro, Araujo e Heka, obrigado pelas informações !!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi Michelschon,

 

O site é da Imaginative traveller

http://www.imaginative-traveller.com

O pacote que comprei foi o estilo Traveller, mas eles tem mais rústico que é o Adventurer ( é mais barato) ou se vc quer mais conforto o Conosseur. O preço varia pelo tipo e dias. Por ex. o tour adventurer de 8 dias tá saindo 650 USD mais 100 USD pagto local. Peguei por cartão via site e não tive problema. Mas se não me engano a STB no Brasil também vende os tours deles e talvez te de um pouco mais de segurança pagando atraves deles.

Além do vlr do tour vc paga um vlr no local quando chega, pras despesas pequenas, como gorjetas, etc. Não está incluso as entradas nas atrações dependendo do tour q vc escolher.

 

Boa viagem

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu fiz o cruzeiro pelo Nilo e posso dizer seguramente que vcs só poderão ter uma noção da grandiosidade e beleza deste rio fazendo o mesmo. É maravilhoso amanhecer e anoitecer em suas águas. E é perfeitamente possível estar com contato com os locais, só não o faz quem não quiser.

Tá certo que cruzeiro tem suas frescuras: jantar do capitão, festas temáticas e blá, blá, blá....mas as paisagens de inenarrável beleza que eu pude vislumbrar ao longo do Nilo ficarão na minha memória para sempre.

Farei de novo se um dia voltar ao Egito.

Outro lugar que adorei conhecer foi a região do oásis Al-Baharia, o deserto branco onde acampei uma noite (uau, quantas estrelas!!!) e o deserto negro. Paisagens de endoidecer gente sã. Algumas fotos aqui:

http://rosanaspider.multiply.com/photos/album/21

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Essa é para as moças que já estiveram lá... minha namorada está preocupada com a roupa, como vcs se vestiram no Egito e no restante do Oriente Médio ?

 

 

obrigado !

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

calça pode ser de linho he he he, mas pernas de fora, eles não estaão acostumados é risco, turbante esqueça sem problema. Nas Mesquitas que é solicitado colocar uma cobertura.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Quando fui tomei o cuidado com as roupas, pois estava sozinha, mas o que percebi é que no Cairo eles são um pouco mais liberais e vi muitas garotas de bermudas e blusa regata. Mas pra não ofender melhor se vestir mais conservadoramente. Cuidado se for em algum festival, não tem mulher que escape das pegadas mesmo estando acompanhada ou sendo mulçumana, vestindo a burca. Tive relatos de pessoas que foram a estes festivais e simplesmente foram tocadas em todas as partes e tiveram que sair com a ajuda da polícia.

Nas mesquitas recomendo a sua namorada levar um lenço e amarrar no cabelo. Usar calça longa ou saia longa. Mas depende do lugar, eu entrei em uma mesquita, mas não exigiram o lenço ( talvez porque eu tenha cabelo curto?).

Também não se deve mostrar os ombros. Mas como ela vai esta com vc não vejo problema. Quando a mulher esta acompanhada eles não mexem. a Jordania e a Turquia foram mais conservadores neste quesito que o Egito, pelo menos no que eu pude experimentar.

Mas é claro que eu não escapei das cantadas nem de uma pegada, mesmo com todos os cuidados. Piores lugares são o metro lotado e onibus.

 

Boa viagem

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Obrigado heka, era exatemente isso que estava querendo saber...

 

Minha namorada tem o cabelo liso e um pouco mais longo, então acho melhor ela usar um lenço, né ?

 

Já que vc falou... nas mesquitas existe alguma restrição quanto as mulheres, tipo horários especiais, lugares separados etc ?

 

Quando fui tomei o cuidado com as roupas, pois estava sozinha, mas o que percebi é que no Cairo eles são um pouco mais liberais e vi muitas garotas de bermudas e blusa regata. Mas pra não ofender melhor se vestir mais conservadoramente. Cuidado se for em algum festival, não tem mulher que escape das pegadas mesmo estando acompanhada ou sendo mulçumana, vestindo a burca. Tive relatos de pessoas que foram a estes festivais e simplesmente foram tocadas em todas as partes e tiveram que sair com a ajuda da polícia.

Nas mesquitas recomendo a sua namorada levar um lenço e amarrar no cabelo. Usar calça longa ou saia longa. Mas depende do lugar, eu entrei em uma mesquita, mas não exigiram o lenço ( talvez porque eu tenha cabelo curto?).

Também não se deve mostrar os ombros. Mas como ela vai esta com vc não vejo problema. Quando a mulher esta acompanhada eles não mexem. a Jordania e a Turquia foram mais conservadores neste quesito que o Egito, pelo menos no que eu pude experimentar.

Mas é claro que eu não escapei das cantadas nem de uma pegada, mesmo com todos os cuidados. Piores lugares são o metro lotado e onibus.

 

valeu !!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Olá,

No geral, nas mesquitas que não são turisticas, eles tem horário proprio para a entrada de não mulçumanos e inclusive uma ala separada para mulheres. Mas alguns não permitem a entrada de turistas.

No Egito, geralmente eles cobram para o turista entrar. Eu particurlarmente, não precisei entrar em ala separada, mas não era hora das orações e estava mais tranquilo.

Já em Israel, eles são bem mais restritos e mulher turista não entra.

Turquia foi tranquilo também. Fale pra sua namorada levar sempre o lenço, pois dependendo do lugar ela vai ter que usar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu estive no Egito em julho de 2007 e não tive nenhum problema quanto a assédio masculino. Mas é claro, temos que fazer prevalecer o bom senso. Saias que não sejam curtas demais ou outra peça de roupa que mostre demais as pernas, roupas muito justas, decotes muitos generosos, etc. Basta se vestir com um certo decoro (sem neuras), e sempre ter a mão um lenço ou echarpe pra poder cobrir-se um pouco quando assim for necessário. Além do mais, os lenços ou echarpes ajudam a proteger a pele do sol escaldante de lá.

Os homens que se aproximaram de mim mostraram o maior respeito, e o mesmo aconteceu com as outras mulheres que estavam em meu grupo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se vc alugar um taxi base US 30,00 tem que negociar vc consegue num dia ver as Pirâmides, Esfinge, Memphis e Squara. Meio apertado da no outro dia também de taxi o custo fica entre US 15 a 20, para conhecer a cidade dos mortos e as mesquitas (principais). Depois que vc for ao museu.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi, Mauro.

 

Obrigada por me responder, principalmente com os valores do táxi!!

 

E no 2o dia, dá tempo de fazer o museu egipcio, as mesquitas, a cidade dos mortos e mais Khan al-Khalili?

 

Outra pergunta: Dá tempo de fazer quantas mesquitas? E quais são as principais? Mohammed Ali e Sultão Hassan?

 

Abraços.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Se vc não tem a opção do terceiro dia, não sei se vc vai ser minucioso no museu, mais fora a sala das múmias que tem que pagar a parte e tem fila, o que chama mais atenção é o tesouro de Tucamon, e o resto tem bastante coisa para ver mais muito repetitivo. A cidade dos mortos e as duas mesquitas que vc mencionou são as principais, a Mohammes Ali é a mais importante e a Hassan a mais imponente. Eu acho que meio dia é apertado maís se não der olha a última so por fora. Atenção sempre negocie o preço antes, mesmo assim eles vão pedir gorgeta. Se vc vai chegar de avião ja contrate um taxi da qui vc vai ser menos roubado e a gorgeta ´vai ser pedida. Vc não imagina o que é a cidade dos mortos. Hoje tem gente morando nas tumbas. Tem uma tumba que mais parece um castelo onde tem um dei lá não sei dizer que grita o alcorão dando um éco muito lindo, Vc vai pagar por isto.

Também nas pirâmides eles vão querer te alugar um camelo, é fria va a pé, assim o motorista do taxi vai querer te levar numa fábrica de papiros eu não comprei nada os baratos são feitos com casca de banana, pura fria.

A verdade que quando vc pensar que empatou com eles, com certesa vc perdeu um pouco ainda.

Mais vale a pena, tudo é muito barato.

Não se assute em ver homens andando de mão dadas e dando beijo um no outro.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Oi, Mauro.

Obrigada pelas dicas. Estou revendo o meu planejamento para ficar mais um dia em Cairo.

 

Outra coisa, estou querendo mergulhar em Sharm El Sheikh. Vc sabe se é fácil contratar alguma operadora de mergulho local? É só chegar lá e contratar fácil?

 

Não sou expert em mergulho, tenho carteirinha do PADI básico, mas quero aproveitar essa oportunidade e mergulhar num dos melhores do mundo.

 

Abraços.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

ola

 

nao tem problema ...so te vao perguntar e te incomodam com perguntas seja ao entrar egipto ou seja ao entrar israel .. so tens que ter calma e responder sem medo ..as perguntas sao mais relacionadas com seguranca e fazem com todos por eso nao sentes incomodado..

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu andei procurando onibus do Cairo para Dahab e parece que não há onibus direto.

Alguem poderia me confirmar ???

Caso não exista mesmo, qual a melhor forma ???

Estou pensando em comprar um tour com Cairo x Luxor x Aswan com o cruzeiro no Nilo por alguma agencia local e deixar a parte de Dahab x Sinai para fazer sozinha.

Por acaso alguém conhece também as agencias Travel Eg e Pack2Egypt ???

Obrigada. :)

 

Mulher sozinha no Egito dá medinho ... Rosana Spider ... você ainda anda por aqui ???

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora


  • Conteúdo Similar

    • Por nayhara
      Esqueça tudo que você viu e viveu até hoje. Posso te garantir: sua vida só começa depois de conhecer o Egito. É simplesmente uma experiência avassaladora para quem ama vivenciar novas culturas.
      O Egito é barato mas também é caro. Pode ser muito barato. Mas também pode te levar à falência em um dia.
      Para início de conversa: fui sozinha. E estava morrendo de medo de como isso seria. Não li um relato agradável na internet. Inclusive aqui no site, tem relato de gente que até apanhou de leve na rua rs... É sério, procurem que vocês vão encontrar as coisas mais bizarras.
      Mas vamos ao que interessa. Durante o relato vou fazendo as considerações para vocês.
      Dia 01
      Cheguei no aeroporto do Cairo, exatamente às 16h55 min. No meu voo tinha apenas eu de brasileira e um grupo de senhorinhas que estavam fazendo turismo religioso. De resto, todos eram árabes. Por esse motivo, a alimentação era especial, já que muçulmanos só podem comer comida Halal.

      Chegando no aeroporto fui (para varias) barrada pelo cara da "polícia federal" deles. Mas não se assustem. Ninguém no meu avião foi barrado. O problema é sempre pessoal. Isso já aconteceu em diversos países que eu visitei. Talvez por eu ser mulher, solteira, sem filhos... enfim, o que eles consideram uma pessoa perfeita para entrar em qualquer país e nunca mais sair. Passei um belíssimo sufoco e acho que foram mais de 40 minutos tentando convencer o cara que eu não era uma salafrária. Ele me questionou várias vezes porquê uma mulher sozinha, sem amigos ou família tinha escolhido o Egito para passar as férias,, se eu realmente não conhecia ninguém lá. Mesmo mostrando documentos do hotel, passagem, passaporte, visto, dolares, euros... o fdp resolveu que ia me Cristo (ou para qualquer outro profeta) naqueles dia. Depois de até revistar meu celular e eu dar um ataque que já estava misturando inglês, português, italiano e espanhol, o escroto do cara resolveu me liberar às gargalhadas. Ali tive certeza que ele só estava mesmo zombando da minha cara!
      Nesse primeiro instante fiquei bem apavorada e com medo do que viria dali para frete. Pensei que aquilo ali poderia ser apenas o início de uma viagem trágica ao Egito mas graças a Deus não. Foi só um susto e depois foi tudo lindo e maravilhoso.
      Na saída do aeroporto comprei meu chip da VodaFone que me custou 35 libras egípcias com um pacote de dados de internet e SMS. Ah, e tem banco onde você pode trocar algum dinheiro. Não troque tudo porque a cotação é péssima. Na rua você encontra preços bem melhores. Quando saí do aeroporto tinham uns taxistas, mas resolvi seguir as dicas da internet e usar o UBER que já estava previamente instalado no meu celular. Deu super certo e foi o que eu usei a viagem toda. Barato e seguro (eu via as rotas pelo google mapas e ninguém me enrolava não).
      Saí do aeroporto em direção ao meu Hostel (super bem localizado por sinal), depois de 3 dias viajando (fiz várias conexões - passagem promocional ne gente?), morta e arrasada de cansaço mas com um pôr do sol único e com a sensação de felicidade imensa. Ah e eu nem me importei com o trânsito naquele momento (não tenha dúvidas, você vai pegar trânsito por todos os lugares).

      Meu hostel era o Freedom Hostel, extremamente bem localizado, eu entrei em contato com eles antes de ir para o Cairo e um dos responsáveis, o Eslam, sem muito simpático, respondia todos os emails rapidamente e detalhadamente. O hostel fica bem pertinho da Praça Tahir e do Museum e tem estação de metrô próximo (mas eu não usei). Tem restaurante, ruas cheias de lojas de roupas, eletrônicos, turismo, câmbio, tudo pertinho.
      O UBER do aeroporto para o hostel deu 40 EGP (libras egípcias)
      Me assustei chegando no hostel, o prédio é velho e caindo aos pedaços. Mas logo você se acostuma e percebe que tudo no Egito é assim. O hostel fica no último andar do prédio e sofri um bocado para subir com minha mala (e olha que só pesava 14kg). Sempre digo que vou de mochilão, nunca vou e sempre me arrependo, claro! Fui muito bem recebida pelo próprio Eslam. Meu quarto era logo o primeiro, dividia com 6 pessoas, cada uma de uma nacionalidade diferente. O Wi-fi é liberado. Depois de me acomodar eu só precisava de um banhinho quentinho e sair para comer porque a fome era maior que o cansaço.
      À essa altura do campeonato já estava me achando  rica milionária. Pedi indicação ao Eslam do restaurante mais top e com comidas típicas do Cairo e ele me indicou o Sequoia. Pedi um UBER (valor da corrida ida e volta 40EGP) e fui. Ele fica às margens do Rio Nilo, todo aberto para você comer e admirar as belezas daquele lugar. Só indo pra vê gente. Pedi todas as comidas típicas que eu ahcei no cardápio (em inglês) naquele dia. Sério, comi como se não houvesse amanhã. Comida maravilhosa, cheia de gordura e fritura, do jeito que meu tecido adiposo gosta. Depois de comer como um trator, no final pedi um café egípcio e um karkadec (chá de hibiscus), então por aí vocês tiram o quanto eu comi e bebi nesse dia. A conta deu míseros 200 EGP (aprox 40 reais). Eu comi como se não houvesse amanhã, mas tinha amanhã e ele era nebuloso... Cheguei no hostel passando muito mal, claro. Eu não to acostumada com esse tipo de comida, estava sofrendo com o fuso horário (pela primeira vez tive jetleg), não dormia bem há dias... resultado: o fígado reclamou e eu passei a madrugada em claro (sem sono pelo jetleg) e chamando o Hulk no banheiro do hostel. Os meninos da recepção do horário da noite me fizeram chá preto e me deram um biscoito muito parecido com cream craker (apra vocês verem que amor). E às 5h da manhã (meia-noite ainda no Brasil). Eu estava acordada feito um zumbi. Devo ter pego no sono depois de 3 dramins, 2 xantinons e 4 epoclers.



      Hostel:
      Freedom Hostel: 6 Bank Misr Street Off Sherif St.Front of the Central Bank of Egypt., Cairo, Egito (Peçam para falar com o Eslam)  -
      Restaurante:
      Sequoia: 53 Abou El Feda, Zamalek, Cairo, 11211
      Cotações do dia:
      No aeroporto: 1 dolar = 15 EGP
      Na casa de câmbio perto do hostel: 1 dólar = 19.50EGP
      OBS:. não se troca reais por EGP no Cairo, mas eles te dão a cotação para você ter uma ideia e sempre fica em torno de 1 real - 5 EGP
      Gastos do dia:
      Chip Vodafone: 35 EGP
      UBER aeroporto - hostel: 40EGP
      UBER hostel -sequoia: 40 EGP (20 ida e 20 volta)
      Sequoia: 200 EGP
      Total: 315 EGP (aprox 63 reais ou 16 dólares)
      Dia 02
      Depois de dormir pouquinho devido a madrugada dos horrores já mencionada acima rs, acordei às 8h, tomei um café preto com um pão apenas. O Hostel tem um café da manhã modesto mas bem bonzinho e que dá pro gasto. E o melhor, sem fritura. Preferência nacional de qualquer prato no Egito. Conversei com o Eslan e ele conseguiu um UBER para mim. Acabou que no final fechei todos os dias com esse rapaz do UBER, um senhor muito distinto, educado e simpático, mas que infelizmente não tirei foto nem decorei o nome dele. Mas acredito que, se você pedir no seu hostel, com certeza você consegue um guia ou UBER bem em conta como eu.
      Mas vamos ao que interessa, quem vai ao Cairo quer ver o que? Pirâmide. Então vamos de Pirâmides no primeiro dia e não quero nem saber se é a cereja do bolo rs... A programação do dia era Pirâmides de Queops, Pirâmide de Djoser e Sacara. Mas vai por mim, você não vai conseguir fazer isso tudo por alguns motivos: 1) A logística é impossível, 2) o transito não deixará, 3) Queops é imenso e você vai ficar tão absudamente boquiaberto com tudo que vai querer passar o dia inteiro lá. E foi o que eu fiz...
      O UBER me cobrou 60 EGP para me levar e buscar (tava com o whatsapp dele). No caminho além do trânsito caótico que não me deixava esquecer que estava no Egito, de longe eu conseguia avistar a pontinha das pirâmides, e claro, comecei a chorar (se você for manteiga que nem eu vai chorar mesmo, é uma energia, uma emoção sem tamanho...)
      O carro me deixou na entrada e fui para a fila comprar meu ingresso. Eu tenho uma carteirinha internacional de estudante. Se você tem uma a dica é: leve-a. Eu paguei meio na maioria dos locais que eu fui no Egito. eles super valorizam a carteirinha. Comprei o ingresso que dava direito a entrar nas pirâmides e custou 100 EGP (lembrando que era meia, tá?).

      Entrei... e quase morri! Só indo para ver. Não vou ficar detalhando a beleza e imensidão. Não tem como. Vamos nos atear a logística da coisa. Depois de passar uns 10 min abraçada nas pedras da pirâmide, fui procurar um guia e um camelo. Acredite, você vai precisar de um. Ah, e antes que alguém venha falar dos direito dos animais eu já aviso: eu sou vegana e luto diariamente para isso, mas você não vai resistir a andar de camelo nas pirâmides, por mais que esteja com o coração partido e morrendo porque está colaborando com a exploração dos animais. Então, aceite! Fechei com um guia um passeio completo pelas pirâmides e até o ponto mais alto por 500 EGP (aprox 100 reais). Não achei caro, já tinham me oferecido por 1000, 800 e depois de chorar consegui o desconto. Aliáaaaasss, chore muitoooooooo no Egito, provavelmente você consiga descontos do tipo 80% (e não to brincando não).
      É muitooo emocionante andar de camelo, naquela paisagem. Gente, não tem explicação. O guia foi muito bacana e tirou várias fotos show (depois rolou 50 EGP por fora, claro). Outra observação: no Cairo, no egito em geral, tudo tudooo é comissionado. Se eles te derem uma informação, vão te pedir comissão. Acostume-se e separe uma grana pra isso. Não é de bom tom não dar e você será xingado em árabe por umas 15 gerações.
      O guia dá a volta inteira nas Pirâmides. Esse passeio dura umas 3 horas e no final ele te leva num lugar para comprar essências e perfumes egípcios. Alias, quase todo passeio terminam nessas perfumarias, tapeçarias ou "papirarias" (onde vendem os papiros). Dentro de Guizé é beeemmm caro  e não recomendo comprar nada por lá. Depois ele voltou comigo para dentro da área das pirâmides. Acho que já eram por volta das 17h e estava quase escurecendo. O pôr-do-sol naquelas bandas é de babar.


      Apreciei mais um pouco cada pedacinho daquele lugar, tirei mais 600 fotos, beijei a esfinge, segurei a pirâmide e virei artista por 15 min. Vocês podem imaginar o que uma ocidental loira com os cabelos expostos pode causar nas crianças egípcias? Eles adoram. Pedem para tirar foto a cada passo que você dá. Você é assediado como se fosse um artista hollywoodiano. O guia teve que pedir pelo amor de deus para eu não ser tão simpática porque ele não aguentava mais parar para tirar foto com as mulheres de burca e as crianças rs... E acredite, você adora no início, mas no final da viagem tava fechando a cara já, porque enche o saco e daí entendi porque os artistas também ficam de saco cheio rsrs...

      Ah, durante o dia nas pirâmides eu não comi absolutamente NADA! Você não vai lembrar de ter fome, acredite. Quando cheguei no hostel pedi um pão e chá preto e eles me forneceram, e não me cobraram por nada. Voltei para o hostel e combinei com o UBER dele me buscar para ir a Khan El Khalili. Estava muitoooo ansiosa e deixei para comprar algumas lembrancinhas lá. Ele me buscou por volta das 19h30.
      Explore o máximo que você puder de Khan. Eu sinto não ter podido ir lá de manhã. Deve ser lindamente colorido. Porque à noite já era. As luzes e cores são tão fortes por lá que quando você sentir esse cheiro novamente, com certeza, lembrar das ruas de El Khalili (aconteceu comigo em Sharm). Eu comprei muitas lembrancinhas lá e por um preço muitooo em conta. Cada papiro comprei a 10 EGP e mais miniaturas de piramides e gatos, esfinge, deuses (cada um a 10 EGP). Mas chore muito que o preço cai. Eles custavam 80 EGP hahaha. Depois achei um café que havia sido recomendado pelo guia do UBER e parei lá para jantar, chamado Naguib. É bem carinho perto dos preços do Cairo, mas quem liga né? Lá é proibido tirar fotos mas tirei da entrada pra vocês verem. Mas é bem divertido, tem música ao vivo e as pessoas cantam alegremente. Aliás, cantar alegremente é uma coisa que os egípcios adoram fazer.






      Gastos do dia:
      UBER até as pirâmides: 60 EGP (ida e volta)
      Entrada das Pirâmides: 100 EGP
      Passeio de Camelo + fotos: 550 EGP
      UBER para o jantar: 50 EGP (ida e volta)
      Jantar: 250 EGP
      Dia 03
      Tinha combinado com o motorista do UBER bem cedinho nesse dia. Nesse dia fomos a Saqqara, Dsjor, um passeio pelo deserto do Saara e Memphis. Acordei cedo, tomei café no hostel e saí por volta de 8h30.
      Todas as entradas eu paguei meia com o cartão de estudante.



      O guia ia me explicando tudo e dei muita sorte. Nenhum dos lugares estava cheio. Nesse dia, apesar do frio extremo no Cairo, fez um pouco de calor e como eu estava com roupa térmica, mais blusa segunda pele, casaco, cachecol passei mal. E ainda juntou que passava muitas horas sem me alimentar. O guia parou num feirante e compramos um cacho de banana rsrs... o mais vegan que eu achei por aquelas bandas. Para o guia o cacho custava 5 EGP mas quando ele viu que era eu quem queria comprar ele se recusou a vender por esse preço e fui obrigada a pagar 7 EGP. Isso é bem comum no Egito, bem mesmo. Se um nativo pergunta o preço, para ele com certeza, ser[a mais barato. Nada tem preço tabelado ou exposto. Justamente para isso.
      Todas as pirâmides ficam no mesmo completo e quando você compra o ingresso já compra tudo junto. O templo fica bem afastado e na entrada já encontramos aquelas clássicas pilastras que vemos em várias fotos. É enormemente impressionante. 



      Existe um sítio arqueológico aí dentro e o ingresso dá direito a entrar. Quando você entra, encontra o complexo funerário de Djoser. Tem uma tumba lá dentro com uma múmia. Não lembro qual rei é. Mas se procurar no Google acha. Aliás, se você não tem boa memória que nem eu, é bom levar um caderninho para anotar o nome das múmias, porque você verá muitaaaassss delas, por todos os lugares. Dentro do complexo fica um Beduíno. Ele te explica tudo mesmo sem você querer e vai pedir gorjeta. Prepare-se. Cogitei em não pagar e o guia me disse que não era de bom tom e nem seguro (quando ele uso essa palavra saquei 20 EGP e dei ao cara). Mas valeu a pena!
      Se você não fala bem inglês pode se enrolar no Egito. Eles são muito simpáticos e solícitos mas o inglês e o árabe são o idioma. É bom procurar por um guia que domine o idioma que você também domina. Mas tirando o seu guia que pode falar diversos idiomas (inclusive o russo - eles amam russo), tudo será em inglês.
       Nesse dia o guia do UBER me acompanhou o tempo todo. Então não paguei apenas a ida e volta. Mas valeu cada centavo. Ele me explicou sobre tudo e me senti muito segura com ele próximo além de tê-lo como fotógrafo e não precisar ficar pagando gorjeta para cada árabe que pedia pra tirar foto. Se você pegar um guia maneiro, ele ainda vai te ajudar em fotos maneiras essa daí embaixo. Você só paga sua entrada. Os guias sempre entram de graça.

      Quando saímos dessa pirâmides fomos para o Complexo que fica no meio do deserto do Saara. Dá pra entender porque eu passei mal né? Devia estar uns 35 graus e era inverno (à noite caía abaixo de zero) e eu entupida de roupa. Prepara-se para comer muitaaaa areia porque o vento é alucinante. Não há cabelo que resista rsrs. Mas vai valer a pena.


      Pegamos o carro e fomos para a Pirâmide de Dashur também conhecida como Pirâmide Curvada e eu gostei demais dessa. Beeemm diferente mesmo.

      Logo depois pegamos o carro de novo e percorremos o deserto para chegar na Pirâmide Vermelha. Nada especial nessa. Essas pirâmides ficam no meio de uma área militar então não é dificil ver carros do Exercito rodeando o carro do guia e soldados olhando pra você como cara de poucos amigos. A Pirâmide Vermelha só serviu para o meu guia me ajudar a fazer as maiores estripulias e tirar as fotos mais doidas. Como eu disse, nesse dia, só estavamos eu e o guia nas pirâmides. É bem diferente das grandes de Guizé, que são lotadas e dificilmente você conseguirá uma foto sem um intruso.

      Saimos de lá  fomos para Memphis ver a Estatua de Ramsés II

      Voltei pro Hostel. Estava exausta, tinha comido toda a areia do deserto, estava imunda mas terrivelmente feliz. Combinei com o UBER que ligaria para ele me buscar para jantar.
      Ele passou no hostel por volta das 21h e fui jantar num restaurante no Nile City. É um restaurante na beira do Nilo em formato de navio. Comi uma salada e tomei um suco. Sentei numa mesa que dava para o Rio Nilo e pensando no quanto Deus é bom conosco porque nos permite realizar sonhos como esse.

      UBER me pegou e voltamos para o Hostel.
      Gastos do dia:
      Entradas: 20 + 20 + 40: 80 EGP
      Guia = UBER: 500 EGP
      Cacho de banana: 7 EGP
      Gorjetas: 20 EGP
      Uber para o jantar: 50 EGP (ida e volta)
      Jantar: 150 EGP
      [Em Construção]
       
       
    • Por Idelzi Costa
      Boa noite alguém pode me ajudar  tenho um voluntariado pra fazer no Egito com a minha escola mas não sei nem por onde começar a solicitar o visto vi que a embaixada fica em Brasília como faço ?
    • Por Raquel Tolesquini
      Estive sozinha no Cairo no fim de setembro 2017, fiquei 4 dias. Para conhecer os principais pontos turísticos contratei um guia que fala português pois a língua é bem diferente e confesso que estava com um pouco de medo, já que fui sozinha. Foi a melhor coisa que fiz. Faty é um ser humano sensacional!! A gente vê o amor no que faz. Paciente, explica super bem. Muito simpático e extremamente profissional. Sou imensamente grata a ele por ter me ensinado tanto daquela cultura tão rica!!
      Super indico:
      Faty Taher +20 100 198 2074 (whatsapp)
    • Por joaooliveiraramos
      Amigos(as) mochileiros
      Estou planejando minha viagem para o Egito e ficarei sete dias em Setembro/14 e tudo que puderem me dar de dicas eu agradeço, pois irei sozinho.
      Eu quero ir nas pirâmides, rio Nilo, Alexandria, mesquitas. Sei que não da tempo de fazer muita coisa, mas se puderem me dar alguma sugestão quem já fez isso, eu agradeço. Para ir até Alexandria, vi uma passagem aérea pela cia Egyptair e achei barato, porem não gostaria de fazer tudo de avião, gostaria de ônibus, trem, alguma coisa que pudesse apreciar melhor os lugares mas não estou conseguindo localizar pela internet.
      No Cairo estou querendo ficar no Meramees Hoste, pelo li na internet que tem muitos brasileiros nesse hostel, se alguém puder dar uma opinião sobre esse ou outro, aceito indicação.
      abraços e aguardo
      João Ramos
×