Ir para conteúdo

Rússia - Não recomendo.


matheus4ibi

Posts Recomendados

  • Membros

Eu e minha mulher estivemos em Moscou no começo de março de 2018.  4 dias foram poucos, mas entendo perfeitamente o relato "Moscou não recomendo", embora não concorde

Com relação ao inglês, é realmente um problema seríssimo. Pouquíssimas pessoas balbuciam o inglês. Tive problema até no Mac Donalds no centro da cidade, pois nenhum dos funcionários falavam absolutamente nada de inglês, nem um simples "yes ou no". Fui ajudado por estudante que estava atrás de mim, mas tbém com muita má vontade.

Dá a sensação que os moscovitas são absolutamente indiferentes aos turistas e o relato está absolutamente correto, somos empurrados constantemente, seja no metro, lojas e restaurantes. Filas, parecem não existir.

Os policiais são extremamente grossos, com algumas exeções. Na lojas tbém não são nada amistosos (loja de souvenirs para turistas). Atendem muito mal. No aeroporto de Domededovo tbém fomos mal tratados por policiais que não tem a menor paciência com turistas. Com relação a malas, não tivemos problemas, pq só levamos bagagens de mão. Deixamos as malas num hotel de Lisboa, pois iríamos retornar. E diante deste relato, temos a certeza que fizemos o certo.

Com todos estes problemas, fiquei com receio de ir ao metro, mas tivemos sorte, na base da mímica e mostrando onde  gostaríamos de ir em alfabeto cirílico (Depois de ter estudado o mapa e algumas estações mais importantes), obtivemos êxito e deu tudo certo. Duas ou tres palvras em Russo eles mudam completamente. Ficam extremamennte felizes, até mesmo os policiais. Talvez seja esta a senha. As estações de metro Moscou são maravilhosas, um vdd palácio subterranâneo. 

Casa de câmbio, outro problema para nós. Achamos um banco ao lado do hotel , com um horario muito ruim. Fechava muito cedo. A caixa do banco, embora muito educada não fala absolutamente nada de inglês, mas com boa vontade de ambas as partes, deu tudo certo.

Bem, outro lugar impactante e deslumbrante, é a famosa praça vermelha com a Catedral de São Basílio, e o Kremlin,  São atrações maravilhosas e muito interessantes , talvez uma das mais impactantes que já vimos nas nossas vidas e olha, que conhecemos bastante coisa.

Fizemos tudo por conta a apesar dos inconvenientes,ficamos apaixonados pela cidade.

No frio, Moscou é ainda melhor, pois não existe perigo de chuva, ou é sol ou é neve.

Uma dica interessante, é ficar num bom hotel e perto da Praça vermelha. Dá para fazer tudo a pé e contratar um transfer d do Hotel até o aeroporto e vice e versa. Melhor coisa que fizemos. O aeroporto é muito longe do centro. Pagamos 7.200 rublos para ir e voltar, cerca de 100 euros. Os mostoristas, com carros luxuosos, tbém são zero de inglês. A sensação é horrivel, parece que estamos sendo sequestrados, mas bastou um bom dia em Russo e tudo mudou.

O maior desprazer da nossa viagem foram os funcionários do hotel, extremamente frios e sem muita paciência, mesmo com inglês fluente.

O Hotel tinha segurança 24 horas e não conseguíamos entender o motivo. Talvez o relato do matheus tenha explicado.

Pra terminar, apesar os pesares, recomendos e muito Moscou. É preciso ir com o espirito preparado.

  • Gostei! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 2 semanas depois...
  • Colaboradores

Eu discordo complemente dos comentários, tirar conclusões passando poucos dias e visitando somente lugares turísticos é assim mesmo. Fui em 2014 e voltei agora em 2018, ficando 58 dias pois cruzei toda a Rússia de trem.
Ninguém é obrigado a falar inglês pois a língua oficial é o Russo, só concordo que funcionários de hotéis e aeroporto precisam se esforçar um pouco.

Os Russos são pessoas gentis SIM, fiquei em muitas casas onde todos faziam o possível para me deixar confortável. Cada um tem uma experiência mas com certeza o que li aqui não é bem a realidade do país.

  • Gostei! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Morrei muitos anos na Europa, na Alemanha, e só tinha um único povo com fama de serem menos simpáticos do que os alemães e eram justamente os russos. E olha que para um alemão chamar alguém de antipático, o negócio tem que ser feio! kkkk

E tenho que concordar, os russos que eu conheci enquanto morrei na Alemanha não eram nenhum exemplo de simpatia. E a minha experiência de 3 dias em St. Peterburgo e 3 em Moscou também não foi das mais simpáticas e amigáveis... rsss

Mas é o jeito dos povos, os alemães assim como os russos em um primeiro momento também não parecem muito simpáticos, mas basta você conhecer eles um pouco melhor, falar algumas palavras no idioma local, que eles ficam muito mais abertos.

O problema na Russia é que depois de várias décadas vivendo praticamente isolados do mundo,  com a população sendo tratada a base de bordoada feito animais pelo regime comunista no poder na época,  onde a regra era fique quieto no seu canto e não falar demais, e principalmente não falar com estranhos, para não correr o risco de passar uma temporada numa prisão Siberiana, os Russos não estão acostumados a lidar com turistas e estrangeiros.

O turismo como o que fazemos hoje em dia é invenção relativamente recente, tem menos de 100 anos, e a Russia perdeu o bonde da história em se tratando de turismo, pois até poucos anos atras era um regime/país extremamente fechado a contato com o mundo externo. 

E por causa disto eles simplesmente não tem a habilidade de lidar com turistas como nas demais cidades do mundo ocidental, que já tem quase 100 anos de experiência no assunto, na Russia tem mal e mal uns 10 ou 15 anos de experiência no assunto Turismo, que é quando começou a ser relativamente fácil ir para a Rússia fazer turismo, e 10 ou 15 anos é muito pouco tempo para a maioria da população aprender a lidar com o turismo no seu dia e perder aqueles velhos costumes de serem fechados que eles desenvolveram como autodefesa durante o regime comunista.

A copa é uma oportunidade de a Russia aproveitar para recuperar um pouco do terreno perdido quando o assunto é turismo, vamos ver se eles conseguem aproveitar e tirar algum lucro ou proveito dela, e que não aconteça como no Brasil e Africa do Sul, onde a copa só serviu para enriquecer políticos corruptos, apesar que na Russia, a coisa não anda melhor não neste sentido...

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores

Não conheço a Russia, mas essa coisa do Inglês universal é meio que conto de fadas. Você chega em Paris e não ache que vai se comunicar facilmente em Inglês, na Espanha em regiões que se fala o Castellano eles preferem arriscar um Portunhol do que Ingles... vai para o Middle East: Budapeste, Praga, Croácia, Varsóvia, etc... é a mesma coisa de chegar aqui no Brasil falando Ingles, pode até achar alguém que fale bem, em alguns lugares fala-se o básico do básico e a maioria das pessoas não fala nada!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Eu acredito que a comunicação em inglês funciona bem em capitais, cidades economicamente importantes de países desenvolvidos.

Não tive nenhum problema com isso nem no leste europeu: Moscou, São Petersburgo, Sofia, Praga, Budapeste e Tallin, que foram as cidades por onde passei. Não foram 100% das pessoas com quem procurei informações que falavam mas também não tive dificuldades em encontrar quem falasse, normalmente os mais jovens.

Sobre a simpatia, como falei anteriormente, não tive nenhum problema e adoravam quando eu falava que era do Brasil. 

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores

Eu nunca fui pra Russia, mas quero muito. E este tópico sempre me assusta um pouco quando vem à tona!

Já visitei alguns países zero inglês e foi tranquilo, tipo Turquia e Japão (que até fala, mas não se compreende, rs)... espero que a Rússia seja mais um!

:)

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Colaboradores
11 minutos atrás, peresosk disse:

@Juliana Champi Turquia para mim foi sussa demais, estive na Coreia e foi sofrido mas sempre da certo

Sempre dá certo. A língua universal é a boa vontade...

Mas os turcos falavam bem devagar, em turco, quando a gente não entendia... kkkkk... mímica pra que!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Boa noite, @Juliana Champi 

Em 30/04/2018 em 00:54, Juliana Champi disse:

Eu nunca fui pra Russia, mas quero muito. E este tópico sempre me assusta um pouco quando vem à tona!

A Rússia não deveria assustar. Com um pouco de planejamento, paciência e estudando o alfabeto cirílico, dá para conhecê-la sem maiores dificuldades.

Em 30/04/2018 em 00:54, Juliana Champi disse:

Já visitei alguns países zero inglês e foi tranquilo, tipo Turquia e Japão (que até fala, mas não se compreende, rs)... espero que a Rússia seja mais um!

Será!

Boa viagem!

  • Obrigad@! 1
Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 8 meses depois...

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...