Ir para conteúdo
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Encontre companhia para viajar, compartilhe dicas e relatos, faça perguntas e ajude outros viajantes! 

casal100

Caminho Religioso da Estrada Real a pé (CRER ) - Janeiro de 2016

Posts Recomendados

18° dia - 18.01.2016 - Segunda-feira

 

Saída de Tiradentes e chegada a São João del Rey - MG

+- 10 kms em aprox. 02:40 horas.

Acumulado CRER: 464 Kms

 

Os caminhos são coincidentes.

 

Minha parceira acordou um pouco melhor. Gentilmente anteciparam o café da manhã pra nós. E que café maravilhoso,  pena que não podemos comer Glutén e nem leite.

 

O tempo estava encoberto, como o trecho era curto não preocupamos.

Paramos no marco inaugural da ER pra tirar algumas fotos.

Vimos artesanato maravilhosos num distrito colado a SJDR,

trecho praticamente reto, com algumas curvas.

Um pequeno trecho da estrada não tem acostamento tem que ter cuidado. Basicamente eh um percurso urbano.

Perto da pousada comemos um comercial a $12 por pessoa, simples mas excelente.

Compras supermercado:  $50

Farmácia : $35

Meias (6): $33

 

Hospedagem: pousada Segredo (032) 3372-2249, atrás igreja São Francisco,  ótimas camas, ventilador, tv, frigobar, wifi bom.

Preço : $130 casal com café da manhã. RECOMENDO!

Obs.: sabendo que tínhamos problemas com Glutén e leite, fizeram um bolo de milho especial, frutas. .sucos..presuntos.

Colocaram a disposição pra fazer o café, o horário que quiséssemos. ::otemo::::otemo::

ÓTIMO ATENDIMENTO.

 

Algumas fotos:

Como foi servido o café da manhã na pousada, muito bom..

20160118_072119_zpsmg4qyuds.jpg

Saída de Tiradentes

20160118_085017_zps1o6e8jdn.jpg

Diferentemente dos anos anteriores, tinha uma linda cachoeira no marco número um da estrada real

20160118_095344_zpsspuldgzm.jpg

Igreja de São Francisco, conseguimos excelente pousada atrás desta imponente igreja.

20160118_120845_zpsoiqmalif.jpg

Residência da família Neves(Aécio) em São João del Rey

20160118_193511_zpsse2fponi.jpg

Cidade histórica muito bem conservada

20160118_193657_zpsc902hzjl.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

19° dia - 19.01.2016 - Terça-feira

 

Saída de São João del Rey e chegada a São Sebastião da vitória -MG.

+- 27 kms em aprox. 06 horas.

Acumulado CRER: 491 kms.

 

Gentilmente a pousada providenciou café da manhã às 05:30hrs  e, ainda fizeram um bolo sem leite e Glutén. Atendimento nota 10.

Saímos antes das 06, tempo encoberto e com chuva bem fina.

Ontem procuramos os marcos do CRER e não achamos, decidimos seguir os da ER.

Seguimos até final da avenida e entramos numa trilha com uma subida forte, no topo avistamos boa parte do próximo percurso.

Descemos até os lagos, atravessamos um pequeno riacho, mato alto e muito escorregadio.

Atravessamos Rio das Mortes, na saída encontramos os marcos do CRER, logo numa subida os marcos indicavam direções diferente,  segundo morador os marcos CRER poderiam estar depredados,  diante dessa informação resolvemos seguir ER.

 

Pegamos subida forte, após entramos em outra trilha com mato alto e tivemos que atravessar outro riacho. Passamos dentro de fazendas de criação de gado e cavalo. Outra subida forte com lindo visual de montanha.

Descemos até rodovia asfaltada e uns 2 kms entramos em SS Vitória.

Ligamos no  número indicado numa placa da única pousada da cidade e desta vez a proprietária nos atendeu....Ufa. 

15 minutos depois apareceu a dona com as chaves..

Fomos rumo ao  centro e encontramos restaurante Self-service a $15 por pessoa à vontade.

Retornamos a pousada para tomar banho e dormir um pouco.

 

Hospedagem: Pousada Nova Vitória  (032) 3374-2187 /3372-2981 /99970- 7640, na entrada da cidade próximo posto de combustível,  bem simples, camas regulares, tv, wifi, banheiro privativo. Preço  $60 casal com café da manhã simples. Prefiram os quartos da entrada, são melhores.

Tem filtro d'agua

 

Algumas fotos:

Chuva fina teimava em cair.

20160119_055954_zpstovzlgfl.jpg

Vista do vale que íamos passar, ao fundo subidas que enfrentamos...

20160119_070831_zpsqmooq7dk.jpg

Pequeno riacho com muito barro, mas passagem foi bem tranquila

20160119_073042_zpsqcmpgblb.jpg

Essa é a subida que vimos no início deste trecho..

20160119_095315_zps4nfi82sh.jpg

As chuvas do dia anterior foi forte, derrubou tudo.

20160119_074154_zpswh3mykx6.jpg

Aqui reencontramos o marco do CRER em Rio das Mortes

20160119_084443_zps7kvyryjh.jpg

Atravessando fazenda, com muito barro

20160119_104341_zpsjr2tsji8.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

20° dia - 20.01.2016 - Quarta-feira

 

Saída de São Sebastião da vitória e chegada a Capela do saco-MG

+- 22 kms em aprox.  05:15 horas

Acumulado CRER: 513 kms.

 

Saímos depois da 06 da manhã,  tomamos um café simples na pousada, o tempo estava nublado com chuva fina, que logo cessou.

 

Esse trecho é curto mas com algumas subidas / descidas fortes, como choveu muito, na noite anterior, a estrada estava com muito barro o que dificultava muito.

Neste trecho os marcos da ER e do CRER são coincidentes.

Chegamos em Caquende as 11:45 horas a balsa estava atravessando pra outro lado.  Tivemos que aguardar até as 13 horas pois neste intervalo a ela não funciona, preço: $2,00

 

Altitude capela do saco: 955 msnm

 

Compras picolés /água /balas  $30

 

Hospedagem: Pousada do Pinguinha (32) 99951-6039 / 3371-2153, Capela do saco,  camas simples,  tv, sem wifi. Preço: $80 o casal com café da manhã simples.

Obs.: funciona nas férias e nos finais de semana.

Refeição: $20 por pessoa.

 

O distrito tem outra pousada com melhor estrutura, mas muda de administração constantemente e, é mais cara.

 

Algumas fotos:

Tempo nublado com chuva fina, sinal que enfrentaríamos muito barro na estrada

20160120_063715_zpsww2xuxf4.jpg

Muito barro...

20160120_095247_zpssbdw8l4n.jpg

Mais barro

20160120_100116_zpswlsfcsum.jpg

Aguardando a balsa....

20160120_114120_zpsvw3jp5wt.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

21 ° dia - 21.01.2016 - Quinta-feira

 

Saída de Capela do Saco e chegada a Carrancas  - MG

+-28 kms em aprox. 6 horas

Acumulado CRER: 541 kms

 

Os caminhos CRER e ER são coincidentes neste percurso.

 

A Fátima esposa do Pinguinha deixou o café pronto pra nós.

Acordamos e o tempo estava nublado e chuvisco fino.

Saímos assim mesmo, depois o tempo melhorou e foi assim até o final, inclusive pegamos um pouco de sol.

Trecho aberto com lindo visual de montanha, grandes plantações,  criações de gado. Não tivemos trilha neste trecho,  piso sem barro.

Minha esposa quase pisou numa cobra, deixamos ela ir embora.

Grande subida e descida da serra de carrancas com visão de 360° de toda região.

Hoje é carnaval antecipado em Carrancas,  são 4 dias de folia.

Comemos um excelente Self-service no posto próximo a pousada $15 por pessoa à vontade.

Compras supermercado: $30

Açai 300 ml: $6

 

Altitude Carrancas: 1100 msnm

 

Hospedagem: pousada Luz do sol, camas ótimas,  tv, wifi, ventilador, frigobar,  piscina, churrasqueira. $150 o casal com café da manhã. Nesta pousada não abrem exceção para antecipar café da manhã.

Não tem filtro d'agua.

 

Obs.: estivemos no Dutra irmão do Roberto,  dono da chacara próximo a traituba que recebe o pessoal que fazem os caminhos.

O problema é que o Roberto teve que amputar um dedo do pé e não estava recebendo ninguém lá.

Ele estava hospedado na casa do Dutra em Carrancas para recuperar da cirurgia.

Ele(Roberto) sugeriu entregar as chaves pra nós, mas achei complicado isso.

Ele, como sempre tentou de todas maneiras resolver nosso problema,  ele ia mandar o filho dele de 16 anos conosco à pé pra abrir e resolver tudo.

No final ele resolveu ir de carro até a chacara dele para nos atender. SÃO ESSAS PESSOAS QUE FAZEM O CAMINHO, E NÃO NÓS!

GENTE BOA!

 

Algumas fotos:

Uma subidinha para acalmar os nervos...

20160121_064011_zpsvdawa0bg.jpg

Uma cobrinha para dar um medo na tropa

20160121_090057_zpsugrekbzo.jpg

Serra de Carrancas

20160121_085606_zpscphk9rbv.jpg

Lindo visual da serra de Carrancas, depois do susto da inofensiva cobra

20160121_093550_zpssutxl8ap.jpg

Subindo...

20160121_102005_zpselyt6p20.jpg

Subi....

20160121_101131_zpsincbykll.jpg

Carrancas chegando é só descer..... ao fundo serra de Traituba, onde dormimos no dia posterior

20160121_111222_zpsqklkw3pt.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

22 ° dia - 22.01.2016 - Sexta-feira

 

Saída de Carrancas e chegada a Casa do Roberto antes da fazenda Traituba-MG

+-28 kms em aprox. 05:45 horas

Acumulado CRER: 569 kms

 

Ontem encontramos outro caminhante que estava fazendo a ER(já caminhamos uns 4.000 kms na estrada real, foi a primeira vez que encontrei outra pessoa fazendo). Combinamos de encontrar as 06 da manhã.  Como não apareceu, seguimos sem ele.

 

Os marcos do CRER  segue outro caminho, mas não encontrei o marco inicial em Carrancas. Os caminhos se encontram a uns 6 kms da casa do Roberto.

Pela estrada real esse percurso é mais longo.

 

Hoje tivemos um lindo amanhecer, nas montanhas de Carrancas, o sol deu as caras logo cedo.

Trecho com algumas subidas/descidas fortes. Grandes plantações de milho e  criações de gado.

Faltando uns 4 kms da chegada, o Roberto passou de carro. ......Então tudo resolvido.

Não vão até lá sem ligar antes.

 

Altitude casa do Roberto: 1150 msnm

 

Hospedagem: casa do Roberto, depois de um vilarejo, defronte a um marco. Acomodações bem simples.  Mas a atenção dada por ele sobrepõem tudo. Cara Sensacional.

Preco: paguei o esforço em nos atender. LIGUEM E VEJAM O PREÇO.

O Roberto preparou uma ótima galinhada com frango caipira, comi 3 pratos.  À noite ele fez milho cozido na palha.

Obs. : como a chacara está distante de Carrancas, o sinal da VIVO pega muito fraco, somente numa porteira.

 

N.B.:  A casa do Roberto é bem simples, não é uma POUSADA com estrutura. 

Ele, como é sozinho, não tem tempo de cuidar da CASA. Pois tem que cuidar das vacas, gado, galinhas, porcos, plantações. ...

Portanto quem forem, tem que levar tudo isso em consideração.

 

Algumas fotos:

Igreja matriz de Carrancas

20160122_060221_zps0vnr3lnb.jpg

Lindo amanhecer

20160122_063717_zpszjwmwcgh.jpg

Subidas e descidas leves

20160122_074856_zps9mvsqkey.jpg

Encontramos o marco do CRER

20160122_111453_zpsg7cvtm0l.jpg

Belos cavalos e caminho com pouca sombra

20160122_101208_zpsaqipinns.jpg

Serra Traituba

20160122_113139_zpsim8dc1p5.jpg

Chegada a casa do Amigo Roberto

20160122_115224_zps88e5ecac.jpg

Saboreando uma excepcional galinhada feita pelo mestre Roberto, uma delícia.... sim, era caipira

20160122_163327_zpssnwgy3my.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

23° dia - 23.01.2016 - Sábado

 

Saída casa do Roberto e chegada a Cruzilia - MG

+- 40 kms em aprox. 08:30 horas.

Acumulado CRER: 609 kms.

 

Os caminhos CRER e  ER são coincidentes.

 

Acordamos antes das 5 da manhã,  Roberto já estava preparando o café. Batemos um papo rápido e saímos.

Ainda era noite aproveitamos o frio para acelerar o passo  e rapidamente chegamos a fazenda Traituba.

O sol jah começava a dar as caras,  mas permaneceu encoberto uma boa parte do percurso. Somente do meio até o final que o sol ficou forte o que dificultou a caminhada.

Esse trecho é longo mais de 40 kms com grandes subidas /descidas fortes, algumas retas, tudo em estrada de terra com ótima sinalização.

Os últimos 4 kms e feito pelo asfalto sem acostamento.

Tomamos um açai de 700mls a $10 cada com paçoca.

Compras supermercado  $20

Jantamos numa padaria a $24,90 o quilo.

 

 

Altitude Cruzilia: 1090 msnm

 

Hospedagem: Hotel Central (035) 3346-1257, ao lado igreja matriz, camas ótimas,  ventilador, tv, wifi, frigobar, ventilador, muito limpo e acomodações novas. Preço: $100 casal com café da manhã. Prefiram os aptos do primeiro andar. RECOMENDO.

Obs.: tem filtro de água.

 

Algumas fotos:

Fazenda Traibuta

20160123_061234_zpsqe5eqtiv.jpg

Muito calor e estrada de terra, mas sem movimento. Cuidado esse trecho não tem muitos pontos para coleta de água

20160123_124611_zpsyiiobmyt.jpg

Naquela subida ali na frente tive que tomar um ar....kkkkk

20160123_124124_zpstqt3li7z.jpg

Chegada a capital do cavalo Mangalarga marchador....Cruzília

20160123_133825_zpsbtxwy4gd.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

24° dia - 24.01.2016 - Domingo

 

Saída de Cruzilia e chegada a Caxambu - MG

+- 26 kms em aprox. 05:40 horas

Acumulado CRER: 635 kms

 

Os caminhos CRER e ER são praticamente coincidentes.

 

Nossa intenção era dormir em Baependi pra no outro dia ver o espetáculo dado pelos pássaros ao amanhecer . Por esse motivo saímos mais tarde.

 

Como o tempo estava encoberto decidimos dormir em Caxambu.

O primeiro trecho até Baependi é basicamente de subida /descidas, como ponto alto destaco a descida pelos túneis de terra e árvores na chegada a Baependi.

O segundo trecho entre Baependi é Caxambu  é em estrada de terra/pedras quase plana,  até a entrada da cidade.

Fomos a um Self-service  numa padaria $14,90 por pessoa à vontade .

Tomamos açai 500 ml a $9 cada.

Compras supermercado : $20

 

Altitude Caxambu : 920 msnm

 

Hospedagem: pousada Água de Caxambu,  centro, camas ótimas, tv, wifi, ventilador, preço : $130 casal com café da manhã.

Tem filtro d'agua.

 

Algumas fotos:

Vista de Baenpendi, muita plantação de café

20160124_101403_zpszbq39ypu.jpg

Linda estrada, com grandes vala e notem as raízes das grandes árvores

20160124_102511_zpsqzhxiktl.jpg

Idem

20160124_102454_zpsd7xkag8u.jpg

Entrando novamente no famoso túnel

20160124_103646_zpszdlj1mo1.jpg

Chegada a Baependi

20160124_110743_zpsoxuaugli.jpg

Linda matriz de Baependi

20160124_113414_zpshgkgksvy.jpg

Estrada baependi x Caxambú

20160124_122849_zpsa8oq9gan.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

25° dia - 25.01.2016 - Segunda-feira

 

Saída de Caxambu e chegada a São Lourenço - MG

+- 27 kms em aprox. 05:50 horas

Acumulado CRER: 662 kms.

 

Só vimos marcos do CRER a uns 8 kms de Caxambu. Os marcos  são  baixos e com mato alto eles ficam escondidos.

Siga o da estrada real.

Esse trecho também faz parte do caminho dos anjos. Então vc verá as setas amarelas dele.

 

O hotel gentilmente providenciou café da manhã mais cedo para nós.

Passamos no parque das águas e enchemos nossas garrafas com água mineral com gás, de graça.

O primeiro trecho é tranquilo, são  15 kms em estrada de terra praticamente reta.

Os últimos  12 kms têm algumas subidas / descidas fortes até entrada da cidade, depois ruas com subidas leves.

O tempo ajudou bastante pois estava com muitas nuvens, somente nos últimos 13 kms que pegamos sol forte.

Apesar de Cruzilia ser a capital do cavalo manga larga,  vimos mais criação de cavalos neste trecho, em lindos haras.

Comemos Self-service na rua principal a $32,90 o kg.

 

Hospedagem :  hotel imperial,  rua principal, próximo ao parque das águas,  camas ruins, tv pequena, wifi, ventilador, limpo. Preço : $140 o casal com café da manhã.

Obs.: esse hotel não oferece café da manhã fora do horário estabelecido.

Tem filtro d'agua.

A cidade tem uma infinidade de opções de hospedagem.

 

Algumas fotos:

Trecho com subidas fortes e muito sol

20160125_093731_zpsnh9ateyq.jpg

Hotel antes de São Lourenço

20160125_101129_zpsnrren9yv.jpg

Como seguir os marcos...lamentável

20160125_102526_zpsbigusffo.jpg

Chegando a São Lourenço

20160125_112358_zps5ckbjz8o.jpg

Somos gozadores

20160126_121125_zpsucgkicf5.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

26° dia - 26.01.2016 - Terça-feira -feira

 

Saída de São Lourenço e chegada a Santana do Capivari - MG

+- 28 kms em aprox. 06:30 horas.

Acumulado CRER: 690 kms

 

Caminhos coincidentes, primeiro marco ER em frente rodoviária na saída da cidade. Siga SEMPRE marcos ER, alguns marcos CRER foram destruídos e alguns estão escondidos pelo mato alto.

 

O hotel não disponibiliza café da manhã antes do previsto.

Saímos às 05:30 horas para aproveitar o tempo fresco.

Céu encoberto nos primeiros 10 kms, depois o sol apareceu forte e complicou o dia.

Nossa intenção era dormir em Pouso Alto(16 kms), mas chegamos muito cedo à cidade e resolvemos andar até santana do Capivari, depois que ficamos sabendo que tinha pousada lá.

 

O trecho até Pouso Alto tem algumas subidas/descidas fortes.

Após P.A pegamos asfalto até uns 4 kms, depois  de são Sebastião do rio verde, Viramos à esquerda e entramos numa estrada de terra com muita poeira e com sol forte até Capivari, com alguns trechos íngremes e lindo visual de

montanhas.

Comemos Self-service a $13,90 por pessoa à vontade num restaurante em frente  pousada.

Compras água /banana/doces $25

 

Altitude Santana do Capivari: 940 msnm

 

Hospedagem: pousada O Caipira (035) 3364-7230, próximo ao trevo na beira do asfalto, camas boas  mas um pouco sujas, ventilador,

tv pequena, wifi, frigobar, piscina,

Muito barulho devido a proximidade da rodovia.

 $120 o casal com café da manhã.

 Obs.: pousada não oferece café da manhã antes do programado.

Não tem filtro d'agua.

 

Santana do capivari: pequeno distrito tem duas pousadas, restaurantes e algumas mercearias.

 

Algumas fotos:

Saindo cedo

20160127_061904_zpshku5ysnl.jpg

Tempo encoberto

20160126_070710_zps9zaaohk9.jpg

Distrito no caminho

20160126_101806_zpsxvc1tspl.jpg

Lindos visual de montanha, subida forte com sol forte

20160126_103157_zps8hokoqdj.jpg

Lindo aquilo lá

20160126_103229_zps2vvechpc.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

27° dia - 27.01.2016 - Quarta -feira

 

Saída do distrito de Capivari (pouso alto) e chegada a Itanhandu - MG

+- 29 Kms em aprox. 06:30 horas.

Acumulado CRER: 719 kms.

 

Os caminhos ER E CRER são coincidentes.

 

Hotel não disponibilizou café pra nós mais cedo, comemos o que compramos no dia anterior.

 

Saímos antes das 05:15 hrs, atravessamos todo distrito pegamos uma forte subida e logo a seguir descida forte. Após, trechos com subidas e descidas médias até uma avícola grande.

Viramos à esquerda e seguimos às margens de um rio,  passamos por um lindo haras e o caminho começou a virar trilha.

TOMEM CUIDADO : Neste trecho sigam os marcos do CRER, quando chegar num marco à direita (ele eh meio torto) contorne ele..que na margem do rio vc verá uma pequena porteira, é ali que vc deve atravessar, com muitas pedras e correnteza fortíssima.

Do outro lado vc verá areia, siga o caminho sempre mais à esquerda que uns 200 metros estará os marcos do CRER e logo a seguir reaparecem os da ER.

Após trilha começa  forte subida numa pequena estrada de terra, com muitos bois. LINDO visual de toda região de Itamonte  (até a pedra da mina agente viu). UMA DAS MAIS LINDAS PAISAGENS DA ESTRADA REAL/CRER.

Depois começa forte descida até o asfalto,  dali uns 6 kms chegamos em Itamonte.

Resolvemos tocar até Itanhadu,  Saímos da matriz, seguimos os marcos até fora da cidade, entramos numa estrada de terra e já pegamos FORTÍSSIMA  subida,  do topo lindo visual de Itamonte e do caminho que passamos mais cedo. Seguimos até uma granja por um caminho sombreado,  chegamos ao trevo e caminhamos até igreja matriz.

Almoçamos Self-service a $ 36,90 o kg perto praça.

Açai 500 ml $8

Compras supermercado  $40

 

Altitude Itanhandu: 950 msnm

 

Hospedagem: hotel Terra Sul (35)3361-1650, camas boas, wifi, ventilador, preço : $ 90 casal com café da manhã  (só tinha um quarto disponível sem TV) por isso o preço baixo.

Hotel não tem filtro d'agua.

 

Algumas fotos:

Caminho tranquilo com muita sombra

20160127_070819_zps5bc5ju7w.jpg

Esse é o famoso marco que indica onde virar...... foto tirada perto do rio...

20160127_073917_zps98fgliyv.jpg

Agora é só atravessar, mais um...

20160127_073909_zpssupytvhs.jpg

Mais um subida

20160127_080905_zpsfu7xu9xv.jpg

Rio estreito mas com muita pedra e corretenza

20160127_075058_zpslvrflyek.jpg

Continuando.....

20160127_081532_zpslcvtnpu7.jpg

Lindo vale, mas francamente, precisamos disso(2 marcos no mesmo lugar) êta brasil!

20160127_081425_zps2hqumj01.jpg

Descendo, lindo visual de montanha, um dos lugares mais incrível da ER/CRER

20160127_082233_zpsvknl8krr.jpg

Mais tarde passamos numa daquelas montanhas..

20160127_081846_zpsyocjtwj1.jpg

Chegamos na montanha, ao fundo onde estávamos.

20160127_103742_zpsd4dmxkcq.jpg

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por casal100
      Resolvemos, dessa vez, fazer alguns roteiros distintos: beira-Mar, trilhas em montanhas e travessia.
      Começamos por Ubatuba, foram 10 dias de caminhada, por algumas das principais praias; depois pegamos nosso veículo e fomos fazer alguns roteiros em Extrema-MG e, por último,  a grata surpresa: TRAVESSIA DA SERRA DA CANASTRA-MG, que lugar maravilhoso: belas cachoeiras, trilhas fortes, flora e fauna exuberante, povo amigável, queijos deliciosos(alguns entre os melhores do mundo na sua categoria) sem contar a culinária mineira. Tudo de bom.
    • Por casal100
      Fizemos a maioria dos caminhos que passam pela Serra da Mantiqueira(Estrada Real, Caminho da Fé, Crer....), alguns mais de 1 vez.
      É quase unanimidade entre os caminhantes que, indiscutivelmente, a Serra da Mantiqueira têm as mais bonitas paisagens e, nós concordamos integralmente. São caminhos que proporcionam lindas fotos,  clima agradabilíssimo, povo acolhedor e simpático, ingredientes que definiram esse roteiro.
      Foram quase 50 dias e mais de 1.100 quilômetros de muitas alegrias, felicidade e paz,  poucas tristezas e decepções.
      Começamos e terminamos na MAGNÍFICA cidade de Campos do Jordão-SP, depois de rever vários lugares (passei alguns invernos nesta bela cidade, quando eu era "bacana"). A cidade se transformou,  criaram vários roteiros turísticos, belas e caras casas dos novos e velhos "bacanas", ótimos restaurantes, atrações mil,  pousadas e hotéis de todo tipo e preço, tem até o refúgio do peregrino, comércio bom, povo hospitaleiro, clima perfeito e, ainda por cima fomos no verão,  baixa temporada,  onde com facilidade encontramos boa hospedagem com preços menores que muitas hospedagem em cidades pequenas.

      Outra coisa que pesou em escolher fazer essa travessia é que a região se assemelha muito com um projeto que temos em mente, que é a travessia entre Punta Arenas x Arica no Chile,  então serviu como treinamento.
    • Por casal100
      ROTEIRO À PÉ:
       
      RIO GRANDE DO SUL:
      Portão
      Bom Princípio
      Carlos Barbosa
      Garibaldi
      Bento Gonçalves - Vale dos vinhedos
      Bento Gonçalves - Pinto Bandeira
      Bento Gonçalves - pela cidade
      Bento Gonçalves - caminho de Pedras
      Caxias do Sul - flores da Cunha
      Caxias do Sul - estrada dos imigrantes
      Nova Petropolis
      Gramado - Natal de Luz
      Canela - Cachoeira do Caracol
      Gramado - pela cidade (parques, centro)
      Santa Maria Herval
      Picada Café
      Ivoti
      Sapiranga
      Três Coroas
      São Francisco de Paula
      São Francisco de Paula  (parques, lagos e pela cidade)
      Tainhas
      Cambará do Sul
      Cambará do Sul - Canyon Itambezinho
      Cambará do sul - canyon Fortaleza
      Torres - praia
       
      SANTA CATARINA:
      Praia Grande - descida Serra do faxinal
      Balneário Gaivota - Praia
      Balneário arroio do Silva - Praia
      Balneário Rincão - Praia
      Balneário corrente - Praia
      Farol de Santa Marta - Praia
      Laguna - cidade histórica + Praia
      Orleans
      Guatá  (distrito de Lauro Muller) pé da serra do Rio do Rastro
      Bom Jardim da Serra
      ROTEIRO DE ÔNIBUS :
      São Joaquim
      Urubici
      Bom Retiro
      Lages
      Fraiburgo
      CONTINUAÇÃO À PÉ SANTA CATARINA:
      Videira
      Treze Tílias
      Água Doce
      Jaborá
      Concórdia
      Seara
      Chapecó
       
      PARANÁ (ÔNIBUS):
      Curitiba
      Paranagua
      Morretes
       
      QUILÔMETROS /DIAS: +- 1.300 kms em 53 dias
       
      PESSOAS:
      No planejamento da viagem nossa preocupação era de como seríamos recebidos nas pequenas cidades, visto que algumas delas não tinham vocação turística, e "mochileiros"poderiam ser "novidade". Mas, essa preocupação foi rapidamente deixada de lado.
      Fomos recebidos muito bem em todos os lugares (exceto dois episódios, que não afetou em nada nossa caminhada).
      Ficamos impressionados com a educação e o acolhimento da população do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, sempre solícitos às nossas demandas.
      Poxa, que saudade de tudo aquilo, em breve voltaremos.
       
      CIDADES:
      Praticamente todas as cidades desse roteiro tinham pousada ou hotel, somente o distrito de tainhas-SC não tem, somente restaurante (mas esse trecho tem serviço de ônibus intermunicipal).
       
      ESTRADAS:
      Optamos em fazer pelas estradas asfaltadas(alguns trechos fizemos em estrada de terra), pois não conseguimos informações sobre estradas secundárias nesta região.
       
      COBRAS:
      Nunca vimos tantas cobras como na serra Gaúcha, teve dia que vimos umas 5, quase minha esposa pisou numa em uma rodovia asfaltada.
      Elas ficam enroladas na pista de rolamento, é normal vê-las todas esmagadas por veículos, ficam parecendo um desenho no chão (pois vários veículos passam por cima).
       
      ANIMAIS SELVAGENS:
      Outra coisa que nos chamou atenção, vimos muitas espécies(raposa, cobras, tatu, macacos, roedores, porco espinho etc) passando lentamente perto de nós.
       
      PRECONCEITO:
      Tivemos um fato lamentável num hotel fazenda.
      O gerente nos recebeu num descaso tremendo, nem respondia nossas perguntas, foi preciso a intervenção de uma funcionária para resolver a situação (quase mandei o cara a pqp), o infeliz está no lugar errado.
      O outro caso foi mais leve, mas fiquei puto.
      Tirando isso, foi muito tranquilo ser mochileiro naquela região, muito tranquilo mesmo.
       
      PREÇOS HOTÉIS:
      Variou de $25 a 95 por pessoa (mas a crise pegou todo mundo ), em alguns lugares priorizamos ficar em lugares melhores,
      Sempre pechinchamos os preços, na maioria dos casos conseguimos descontos, principalmente à vista.
      Não fizemos nenhuma reserva, foi muito tranquilo.
       
      PREÇOS REFEIÇÕES:
      variou de $10 a $35 por pessoa à vontade.
      Peso : de $20 a $44 o quilo.
      Obs.: em média coloque $22 por refeição sem bebidas.
       
      ABUSO CONTRA TURISTA:
      Só tivemos alguns casos de abuso, mas nada gritante:
      Você chega em duas pessoas e pede somente um cafezinho pequeno, o cara trás dois grandes (claro, mais caro) e na maior cara de pau diz que pedimos dois.
      Isso aconteceu nuns 5 lugares na serra gaúcha, lamentável!
      Obs.: para nos proteger disso, fazíamos assim: chegávamos nos caixas do estabelecimento e pagava antecipadamente, acabou o problema.
       
      CARONA: precisamos pegar carona em algumas oportunidades, e foi até tranquilo conseguir.
      .fomos ao canyon Itambezinho e no Fortaleza à pé, e voltamos de carona, foi tranquilo.
      .quando visitamos uma cachoeira em Cambará do sul, fomos à pé e voltamos de carona ( neste dia pegamos três, cada um nos levou num pequeno trecho).
      .dividimos o trecho entre Seara e Chapecó-SC em dois, como o ônibus demoraria muito, resolvemos ir de carona, demorou uns 40 minutos para aparecer.
       
      SEGURANÇA:
      Em momento algum tivemos problema, somente em Porto Alegre (visita ao mercado central que nos orientaram a ter cuidado), mas os moradores de PA estão preocupados.
      .na saída de Caxias do Sul, saída para estrada dos imigrantes tem um lugar que me pareceu inseguro, mas nada complicado.
       
      NEGOCIAÇÃO HOSPEDAGEM:
      Sempre negocie, em alguns casos conseguimos descontos de 10% abaixo dos sites de hospedagem. Principmente nesta crise, em alguns casos somente nós dois estavam hospedados no hotel.
    • Por casal100
      Realizamos no período de 19 a 28 de julho de 2015, o circuito completo do Vale europeu em Santa Catarina. Foram 10 dias contemplando e vivienciando lugares, pessoas maravilhosas.
      Destaco alguns locais incriveis: Pomerode, blumemau, fazenda campo do zinco e sua maravilhosa cachoeira, lindos mirantes, estradas encantadoras, pessoas hospitaleiras e cordiais. Nāo tivemos nenhum incidente.
       
      Começamos antes do circuito, fazendo o caminho entre blumenau e pomerode a pé, e no final fizemos do mesmo modo a rota enxaimel em Pomerode, por isso o roteiro foi concluido em 10 dias.
       
      Brevemente relato completo.
    • Por casal100
      Realizamos no periodo de 05 a 17 de Julho de 2015 a Volta completa da ilha de florianopolis a pé. Foram 12 dias e 251 quilometros.
      Somente a trilha entre ponta de canas e lagoinha que estava fechada, as outras estavam abertas.
      Em breve relato completo.


×
×
  • Criar Novo...