Ir para conteúdo

Huaraz


Alcides

Posts Recomendados

  • Membros de Honra

BULHA:

 

acabei de ler a sua mensagem onde comentava dos guias...

fiquei um pouco decepcionado com essa situação, inclusive já tinha escutado alguma coisa a respeito.

 

pretendo ir no ano que vem, e para fazer o maior circuito possivel, que creio ser o de duas semanas, ainda estudadei todo o caminho, etc...não sei nada ainda, mas...

imagina ter que pagar guia por 15 dias!

 

realmente gosto de fazer as coisas sozinho, acho desagradavel a companhia de um cara me levando, etc...

 

mas de forma alguma gostaria de ser mal recebido nos vilarejos...

 

q que eu faço!!!?

já to pensando em pagar um guia e não leva-lo!!!!!!!!hahahahahahhahaha

 

algum comentário, sugestão, etc?

 

abraços

leonardo

 

…Quien sólo camina con sol, jamás llega a su destino...

http://www.fotolog.net/trotatorres

http://geocities.yahoo.com.br/trotatorres

yo soy un loco

que se dio cuenta

que el tiempo es muy poco!!!!!!!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

E aí, Trota? Beleza?

 

A estória do guia eu li na revista Headwall nº 7 de agosto/setembro de 2003. Há uma ótima matéria sobre o trekking em volta da Cordillera Huayhuash, perto de Huaráz.

 

Sobre a guiagem, a matéria diz o seguinte:

 

"É possível fazer a caminhada de forma completamente autônoma. Mas existe uma praxe vigente que não é aconselhável quebrar, que é a de contratar um 'arriero', um chefe de tropa de mulas, para ajudar a carregar a comida e o equipamento necessário para 10 a 12 dias de contorno da Cordilheira Huayhuash. Além de contribuir positivamente para a economia local empregando esses campesinos que ganham uma boa parte de seu sustento com o turismo de aventura, é mais seguro transitar pelas trilhas de montanha na companhia de arriero, pois os habitantes dos pequenos povoados ao longo da trilha não raro se sentem tentados a roubar equipamentos e dinheiro de trekkers que se aventuram desacompanhados, talvez até mesmo em represália por essas pessoas não darem trabalho a seus conterrâneos."

 

Sinceramente, eu não sei como contornar essa situação. Talvez entrando com antecedência em contato com hospedarias nos povoados do caminho para reservar lugar para dormir seja uma forma de caminhar sem guia, ao mesmo tempo em que se contribui para a economia local.

 

No entanto, os povoados no percurso podem não ter bons produtos alimetícios para a trilha, o que poderia te obrigar a carregar comida para os 10 a 12 dias, o que não é pouco peso. Assim, talvez seja uma boa ponderar em levar um guia.

 

A mesma matéria recomenda o guia Jorge Martel ([email protected]), proprietário da Peru Llama Trek, como a pessoa para te dar todas as dicas, guiar ou até organizar a sua viagem. Talvez ele possa te dar alguma idéia.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros de Honra

não sou contra contribuir para o desenvolvimento dos povoados, realmente o que me grila é ter guia.

Mas um arriero com certeza também não é um grande impecílio para sentir-es bem livre...

 

vou correr atras dessa Headwall.

 

vc tem idéia quando me custaria a companhia de uma arriero? para o circuito completo da cordilheira Huayhuash??

e era exatamente essa travessia que constava desse livro, o top trekks que recentemente dei uma olhada, cara, cada foto, que simplesmente vc fica doido!

 

sobre carregar comida para 12 dias...é duro, já carreguei uma vez, mas a medida que os dias passam é uma felicidade, cada dia a mochila está mais leve.

 

acho que aguentaria na Boa, claro que com a ajuda da minha coya, mi cohilita argentina, ou seja, minha namorada quase esposa, que aguenta peso as pampas! hahahahahahhahaha!

 

…Quien sólo camina con sol, jamás llega a su destino...

http://www.fotolog.net/trotatorres

http://geocities.yahoo.com.br/trotatorres

yo soy un loco

que se dio cuenta

que el tiempo es muy poco!!!!!!!

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Ola Galera,

 

irei para o Peru em agosto e, em principio, nao havia pensado em ir a Huaraz, mas fiquei fascinado com o que vcs estão falando por aqui bem como com os links que vcs indicaram.

Sou um completo neófito em termos de trekking e, portanto, nao me arriscarei em grandes trilhas, exceto a de MP.

MInha pergunta é se vale a pena ir a Huaraz e fazer apenas os passeiso de 1 dia que vcs comentaram. Dá para conhecer Chavin em um dia apenas? Vale a viagem ate Huaraz para ficar uns 3,4 dias no maximo?

 

[]`s

 

Moises

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • Membros

Moises,

 

Huaraz tem motivos e atracoes para muitos mais dias, mas para apressados como eu tb vale a pena 3 ou 4 dias. Vc pode fazer os passeios com van ou taxi, logico que nao tem nada a ver com a experiencia do trekking.

Acho que toda forma de conhecer novos lugares e culturas vale a pena sim. Agora menos tempo que isto, e melhor voltar depois com mais planejamento, ok?

 

Falow,

Blaster.

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 4 semanas depois...
  • 2 meses depois...
  • Membros de Honra

a revista tem a mesma reprtagem q a Headwall

Trota, acho q o lance do arriero é meio q imprescindivel sim.. levar rango pra 12 dias na Cordilheira Blanca é diferente de Torres del Paine...la vc esta caminhando acima dos 3mil de altitude e o bixo pega..

Vc vai la ano q vem? eu tb penso nessa possibilidade..

Link para o comentário
Compartilhar em outros sites

  • 4 meses depois...
  • Silnei changed the title to Huaraz

Participe da conversa

Você pode postar agora e se cadastrar mais tarde. Se você tem uma conta, faça o login para postar com sua conta.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emojis são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

×
×
  • Criar Novo...