Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
Fernanda Nicaretta

Sobre viajar sozinha: minha experiência no Peru

Posts Recomendados

3 horas atrás, Rogerio K C disse:

@Fernanda Nicaretta sobre o transporte do aeroporto até o local do hostel, você teve problema com o taxista? Pois eu ouvi falar que os taxistas que pegam os passageiros de dentro do aeroporto costumam abusar no preço da corrida... 

No Peru não tem taxímetro, então a negociação é feita na hora. Achei o preço do táxi bem bom, comparando com o que pago aqui na minha cidade. Tem muuuuita oferta, mas muita mesmo! Então se achou caro é só dizer obrigada que já tem cinco ao redor de ti oferecendo por menos! É uma loucura!!

Em Lima eu usei um ônibus do aeroporto que leva até o centro e o bairro Miraflores (onde eu fiquei hospedada). Comprei a passagem na hora por 25 soles. Em Cusco usei táxi, paguei 15 soles (a primeira oferta foi 20, eu disse que estava caro e ele fez por 15). Não senti medo ou que estava sendo explorada em nenhum momento, durante toda a viagem.

Vai tranquilo que lá é super fácil o acesso a tudo!!

Espero ter ajudado!! :)

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

1 hora atrás, ddemoliner disse:

Oi Fernanda! Tu comprou o ingresso pra Machu Picchu lá na hora mesmo ou antecipado pela internet? Ouvi dizer que é meio concorrido a subida, fico meio assim de chegar lá e não ter ingresso mais emoji33.png

Eu comprei antes, meses antes porque fiquei com medo de não ter na hora. Porém durante a viagem conversei com pessoas que compraram um dia antes e foi super tranquilo. Acho que na hora é meio complicado...ainda mais se você for de abril a novembro (que é alta temporada lá). Agora, em janeiro, comprar um dia antes estava tranquilo.

Como é limitado o número de pessoas, a gente fica com esse medo né...foi por isso que comprei bem antes, mas por fim nem foi necessário tanta antecipação.

Espero ter ajudado!! Ótima viagem :)

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Agora, Fernanda Nicaretta disse:

Eu comprei antes, meses antes porque fiquei com medo de não ter na hora. Porém durante a viagem conversei com pessoas que compraram um dia antes e foi super tranquilo. Acho que na hora é meio complicado...ainda mais se você for de abril a novembro (que é alta temporada lá). Agora, em janeiro, comprar um dia antes estava tranquilo.

Como é limitado o número de pessoas, a gente fica com esse medo né...foi por isso que comprei bem antes, mas por fim nem foi necessário tanta antecipação.

Espero ter ajudado!! Ótima viagem :)

Aah, essas pessoas que conversei que compraram um dia antes, compraram lá em Cusco, em um local oficial que vende ingresso para Machu Picchu. 

;)

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Belo relato.

Estou querendo ir em Maio para Cusco.

Já tenho as passagens aéreas.

Só tenho duvida no dinheiro 2 mil maximo 2 mil 500 reias.

Na sua opinião esse valor dá?

Vou ficar 8 dias.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
25 minutos atrás, ddemoliner disse:

Valeu Fernanda! Acho que vou comprar antecipado mesmo porque pretendo ir em abril.. e o preço estava a mesma coisa antecipado e na hora?

Sim! O preço é o mesmo. É padrão.

O preço do trem até Águas Calientes muda, mas a entrada para Machu Picchu não!

Eu comprei a passagem do trem antes e paguei mais que pessoas que compraram na hora...mas é o risco!

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
4 minutos atrás, fabianob31 disse:

Belo relato.

Estou querendo ir em Maio para Cusco.

Já tenho as passagens aéreas.

Só tenho duvida no dinheiro 2 mil maximo 2 mil 500 reias.

Na sua opinião esse valor dá?

Vou ficar 8 dias.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 minuto atrás, fabianob31 disse:

Belo relato.

Estou querendo ir em Maio para Cusco.

Já tenho as passagens aéreas.

Só tenho duvida no dinheiro 2 mil maximo 2 mil 500 reias.

Na sua opinião esse valor dá?

Vou ficar 8 dias.

Será uma viagem linda! Se prepare para se surpreender com o Peru ♥️

Eu gastei cerca de 2000,00 em 10 dias. Fiz os passeio que queria, me alimentei bem, mas gastei pouco com hostel, em compensação. Levei 400 dólares e precisei sacar mais lá. O que totalizou uns 2000,00

Hoje não sei se levaria em espécie. Paga-se taxas para sacar lá,mas no câmbio também a gente perde um pouco... então no fim dá elas por elas

Ótima viagem!!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.


  • Conteúdo Similar

    • Por coinetekarla
      Bom dia,

      Neste tópico vou falar especificamente de valores, depois faço outro relato contando minha experiência sensorial, mas já aviso, o Chile é maravilhoso, podem ir sem medo de ser feliz, mal cheguei e já quero voltar lá pelo menos umas 10 vezes mais hahahaha.

      Passagem ida e vol Latam – 1170,00

      Hostel Che Lagarto Santiago 10 Noites 340,00

      Alimentação 600,00

      Cajon del Maipu/Embalse El Yeso 160,00

      Farellones (sem ski) 170,00 entrada + 130,00 transfer + 60 reais de alimentação

      Aluguel de roupas 120,00 (completo)

      Viña del Mar 60,00 City Tour

      Passagem ida e volta Tourbus – 100,00

      Cambio $162,00

      *Ida pra Santiago, comprei a passagem pelo 123Milhas, muito mais barato e bastante seguro comprar, não tive problemas, emitiu minha passagem 3 horas depois que confirmei o pagamento, por cartão de débito. Recomendo olhar bem os horários de conexão, porque eu não reparei e tive que ficar 10 horas numa conexão noturna em Rosário-AR e mais 10 horas na volta em Córdova-AR, na ida é até aceitável, porém na volta, muito cansativo e estressante.

      *Hostel eu reservei 6 dias pelo HostelWord, e depois comprei mais quatro dias lá mesmo. Quem paga em espécie a diária tem um acréscimo de 19%, então optei em pagar no cartão mesmo, mas é um risco, porque quando fui o dólar e estava a 3,89 e hoje a 4,31, então cada um vê o que melhor lhe convém. Hostel limpo e organizado, cozinha fica disponível das 7:00 da manhã até as 22:00 horas, tem a opção de café da manhã, staff muito bacana e gente boa, a limpeza do quarto acontece dia sim dia não. Mas o diferencial principal é a localização, fica bem no centro, tudo perto, passeio, mercado, pontos turísticos, metro, o ponto de ônibus é na frente.

      *Alimentação, caríssima e eu particularmente, não gostei da comida, mas o que é de gosto é regalo da vida não é, então depende do paladar, mas em média um prato de Pollo com papa Frita sai em torno de 30 reais, e isso em lugares populares onde os locais vão comer, o montante que eu gastei da pra ser menor sim, mas mesmo comprando em mercado ainda assim, não vai sair barato, até porque a nosso real está super desvalorizado lá.

      *Farellones, não tive sorte, o dia que eu fui não estava tudo branquinho, porém tinha uma quantidade razoável de neve, mas durante a madrugada caiu uma nevasca enorme, um grupo que estava no meu hostel foi no outro dia disse que estava tudo coberto de neve, então depende se São Pedro vai com sua cara ou não hehe. Não deixem de levar comida, lá tem pouquíssimas opções e tudo não sai a menos de 60 reais, levem sanduíches e água que da pra passar o dia e ser muito feliz, o valor da entrada inclui a tirolesa, a descida de boia, o ski bunda, o carrinho de gelo. Mas não inclui a aula de ski e o aluguel das roupas, não posso falar quanto a isso porque optei em não fazer.

      *Cajon del Maipo/Embalse el Yeso, fui no dia após a nevasca, vocês não podem imaginar o quanto é lindo, o valor citado, inclui o transfer e um comes e bebes no final do passeio, então levem comida também e muita água, lá não tem opção nenhuma para comprar. Paramos num local onde era uma passagem de trem e dizem que um rapaz se matou la por amor e tem muitas homenagens a ele, achei bacana.  O meu transfer também fez uma parada em San Jose de Maipo, uma cidadezinha pequenininha, acolhedora, mas não vi nada excepcional, a não ser a cordilheira ao redor, mas isso tem em Santigo também, conto melhor depois, mas Cajon e Embalse El Yeso é daqueles lugares que todo mundo devia conhecer uma vez na vida. Cajon del Maipo é a rota que fazemos para Embalse el Yeso, eu fui achando que era um lugar específico, tipo um único ponto, mas não é não.

      *Aluguem roupas em Santiago, sai muito mais em conta, quase metade do preço, no bairro Bella Vista tem lugares mto mais baratos que a parada das vans no dia do passeio.

      *Viña del Mar e Valparaiso, primeiro um conselho, vão bem cedinho, pra conseguir aproveitar e conhecer tudo, eu não fiz isso, talvez por isso eu não curti muito o passeio, mas valeu a experiência, outra coisa, o clima de lá é muito diferente de Santigo, sai de Santiago na hora do almoço estava maior calor, cheguei em Viña estava bem frio, outra coisa, optem por chegar por Valparaiso, que os passeios pelas casinhas coloridas tem que ser de dia, porque a noite (hora que eu consegui chegar lá não da pra ver nada :/), em resumo, contratei um passeio na rodoviária mesmo, pessoal bem gente boa, pechinchei e o passeio saiu por 60,00 reais. Em suma, vou voltar um dia para Viña e Valparaiso, pra tentar tirar a impressão ruim que tive, porque não curti muito, mas acho que isso foi por culpa minha, mas Valparaiso parece uma grande favela, não estou dizendo isso no sentido pejorativo, mas porque parece mesmo, casinhas no morro uma em cima da outra. O transfer me levou a alguns lugares turísticos, ficamos por alguns minutos. Mas como eu disse, um dia vou dar uma nova chance àquele lugar. E não se iludam quando falam que da pra fazer a pé e tal, é tudo muito grande lá e muito longe uma coisa da outra, não da pra fazer a pé e eu acho que um dia é muito pouco, pelo menos durmam uma noite por la.

      Então é isso, vou escrever um novo post contando sobre a experiência em si, e as impressões que eu tive sem me apegar muito a parte monetária.

      Espero que tenha ajudado. Desculpem qualquer erro de português, digitei meio que correndo hahaha.

      Beijos e até a próxima.






       








    • Por Laringomes
      Hoje viajo de novo ao escrever sobre minha primeira viagem internacional!
      Resumo ela com três palavras: Aprendizado, Superação e Gratidão!
           Vamos lá, por que aprendizado? Porque aprendi mais sobre mim mesma e mais sobre a vida! Aprendi sobre os meus novos gostos: de lugares, de comidas e de pessoas!!!
      Valorizei o abraço de quem ficou, a preocupação de quem mandou msg e o quanto somos abençoados por ter pessoas por perto, mesmo a muitos KM de distância!
      É incrível como a gente se conhece mais, são novos sentimentos, era a Larissa se redescobrindo outra vez!
          Sobre Superação: ah como é incrível você se superar, superar o medo do desconhecido e chegar ao destino realizada, você se sente mais forte, mais confiante ( pra mim isso foi essencial já que sou uma pessoa um pouco insegura, confuso né? Para algumas coisas uns medos bobos e para outras uma coragem absurda! O bom saber que isso faz parte de você, da sua essência.) é como se você mesma pegasse na sua mão e dissesse: vamos lá, você consegue e estufar o peito, erguer a cabeça e ir ( fiz isso algumas vezes).
         Gratidão: meu coração transbordava!
      Gratidão por tudo, até pelo que não saia como planejado, resolvi me permitir, sim isso é bom, se permita, não fique de neura porque algo não saiu como você queria, depois você vai lembrar e rir; da rua que você virou errado e andou pra caramba achando que estava perdida, das informações bobas que você perguntou diversas vezes e algumas até sabendo da resposta e outras até entendendo errado porque o seu espanhol não estava tão afiado como achou que estava!
      Aprendizado, Superação e Gratidão, por tudo que eu conheci e experimentei, pelas pessoas que me admiraram por estar viajando sozinha, por querer saber mais de mim, onde fui, senão tive medo, como fiz isso e aquele outro, por aquelas também que me acharam loucas, mas, se não eu, quem? 
      Viajar sozinha te liberta, te transforma, te surpreende, renova e te incoraja a pensar na próxima viagem!
      Viajar sozinha te faz ser melhor, uma melhor companhia pra você e também para o outro (familia, amigos e amores).
      Viajo, logo quero viajar de novo, sozinha ou não!! 
      Chile, obrigada por me fazer descobrir tanto sobre mim e por tantos lugares lindos que conheci ( sobrevoar a Cordilheiras dos Andes e depois andar sobre ela, ter uma vista incrível de toda a cidade do Sky Costanera, ter um vista maravilhosa do hotel, degustar vinhos saborosos e se apaixonar nas vinícolas por toda história e processo, poder pensar sobre o tempo observando o relógio das flores) e momentos maravilhosos que pude viver, até a próxima!



    • Por Bianca Manfroi
      Estou pensando em ir em Agosto, queria especificamente neste local pois amei a paisagem e curto trilhas, mas fiquei com receio justamente por isso pois sei que tem uma trilha de dois dias também, gostaria de algumas informações se alguém foi o que vocês acham ? obrigada
    • Por EmanuelaBazzan
      Oi!
      queria pedir opinião de quem já foi, se acham tranquilo fazer um mochilão sozinha pelo Chile, Bolívia e Peru, sendo que sou mulher e jovem. Tenho muita vontade de ir, mas tenho medo de me sentir insegura, principalmente nos trajetos de ônibus e pegar taxis de noite e de madrugada.
      Obrigada!


×
×
  • Criar Novo...