Ir para conteúdo
  • Cadastre-se
  • Faça parte da nossa comunidade! 

    Peça ajuda, compartilhe informações, ajude outros viajantes e encontre companheiros de viagem!
    Faça parte da nossa comunidade! 

Posts Recomendados

Safári Amazônico.

O passeio chamado Safári Amazônico, um tour de um dia que sai de Manaus e percorre de barco as principais atrações da região do rio Negro: Tribo indígena, Botos cor de rosa (Boto Vermelho para os amazônidas), Lago Janauari (almoço), Ponte Sobre as Árvores e Encontro das Águas.
Saídas: terça, quinta, sexta, sábado e domingo. Horário: 8:00 às 16:30
Embarcação: Lancha Rápida (Speed Boat)
Pagamento: Visa / Master / Amex / Cash: 120 reais, com tudo incluso.
Incluso: almoço, guia bilíngue, taxa de embarque e de visitação.

A viagem segue com destino à uma comunidade indígena onde participamos de um ritual de apresentação e conhecemos um pouco sobre sua cultura.
Logo após descemos o Negro passando pela orla da cidade em direção ao Parque Ecológico Janauary, no local foi servido um almoço regional (cardápio à base de peixes, carne ou frango, saladas e acompanhamentos, buffet self-service), depois fomos uma visita às vitórias-régias caminhando sobre uma passarela palafita na selva, em seguida visitamos a feira de artesanato local. Muitos animais silvestres, entre eles muitos macacos.
Após isso, vamos ao mais esperado do passeio, o Encontro das águas, Rio Negro e Solimões, que correm juntos 7 kms para se misturarem e formar o Imenso Rio Amazonas, com o segundo encontro, lá no Pará, em frente a Santarém e desaguar no Oceano Atlântico, perto de Belém do Pará, porém isso já é outra história, farei um novo tópico.

Saindo em direção a Ponte Sobre o Rio Negro.
As fotos são de 2 modelos, que fui fazer os books para os portfólios delas.


 

36852358_1840948502614629_7427303901503684608_n.jpg

37015856_1850611324981680_6598050737186406400_n.jpg

37673575_1866563650053114_4673966432948584448_n.jpg

39408960_1913545875354891_4099003344331210752_n.jpg

Roteiro:
Saindo do porto (Roadway), subimos o rio Negro em direção à plataforma flutuante de interação com os botos, onde tivemos a oportunidade de nadar com esses animais incríveis e dóceis e observá-los ao serem alimentados por um nativo.
Vamos aos detalhes:
Primeira parada: Tribo indígena - a primeira parada foi na Tribo Indígena Tucanas, onde fomos recebidos com uma pequena demonstração da cultura, costumes e rituais indígenas da tribo. Dançamos, comemos e apreciamos o estilo de vida deles.
Curiosidade: As formigas fazem parte da alimentação deles, assim como peixes e raízes. As formigas que provei na aldeia, tinham gostinho de amendoim, bem crocantes, como um salgadinho. Além de tudo o que vivenciei e aprendi, fiquei impressionado com o visual da aldeia. A vista do rio Negro, é fantástica. Uma sensação de paz e tranquilidade incrível.
E os Tapurus, isso nós já estamos acostumados, desde que servimos ao exército e fazemos o "Boina Verde" um tipo de sobrevivência na selva.
E como não poderia faltar, o peixe assado.
 

11139979_1060462350663252_4348158646667178135_n.jpg

12932672_1060462817329872_802257643733132914_n.jpg

12933103_1060462897329864_1286723100117046890_n.jpg

12963675_1060462873996533_1792772744456476719_n.jpg

Depois vem o convite para dançarmos como os índios,é sensacional.

 

36712454_1840943362615143_4092945288665235456_n.jpg

Na Tribo Indígena Tucanas, onde fomos recebidos com uma pequena demonstração da cultura, costumes e rituais indígenas da tribo. Dançamos, comemos e apreciamos o estilo de vida deles.
Curiosidade: As formigas fazem parte da alimentação deles, assim como peixes e raízes. As formigas que provei na aldeia, tinham gostinho de amendoim, bem crocantes, como um salgadinho. Além de tudo o que vivenciei e aprendi, fiquei impressionado com o visual da aldeia. A vista do rio Negro, é fantástica. Uma sensação de paz e tranquilidade incrível. 

Depois foram as fotos com os índios e dos índios Tucanas.

12936776_1060462783996542_25770194191452107_n.jpg

12991078_1060462750663212_3501927373164898893_n.jpg

36879526_1846133878762758_474412329350463488_n.jpg

37414078_1859913534051459_4812527914778099712_n.jpg

Aperta a fome, é hora do lanche, pois teremos muito chão pela frente, opaaa, muita água.

37247475_1856748264367986_4408275942087065600_n.jpg

Segunda parada: Interação com os Botos


Obs.: Não tem saídas para interação com os botos às quartas-feiras, considerando a necessidade de promover o turismo responsável, estimulando o equilíbrio natural da espécie dentro de seu habitat conforme determinação do Ibama.
A parada seguinte foi no flutuante do boto. Os animais ficam livres no rio Negro, não ficam em cativeiros e "aparecem" no local pois são alimentados, sendo que não é permitido encostar nos animais.
Sugestão: Levar dinheiro trocado para o caso de compras de artesanato, toalha e roupa de banho.
Assim que chegamos, fomos orientados de como nos conduzir na água. Após orientação do pessoal do flutuante, colocamos coletes e entramos na água em pequenos grupos, 6 por vez. Os visitantes são convidados a entrar na água para sentir a movimentação dos animais, mas é estritamente proibido encostar ou alimentá-los. Somente os monitores, podem alimentar os botos. Não é possível avista-los, quando estão submersos, pois a água do Rio Negro é escura, como já diz o nome do rio. Se leva sustos com os botos, passando ao lado das perna e braços da gente.
 

36785199_1843169412392538_992308818866077696_n.jpg

Terceira parada: Restaurante Flutuante.


Já era quase meio dia e a fome estava apertando. A próxima parada foi em um restaurante flutuante, onde almoçamos. O restaurante totalmente flutuante. A comida era deliciosa. Comi peixe, muito peixe Tambaqui e Pirarucu, deixei o frango e carme de lado, pedi como bebida, um delicioso suco de cupuaçú.

 

almoço.jpg

Apo's o almoço, vamos a "feira de artesanatos dos nativos", ali próximos, é como se fosse passar de uma balsa a outra.
Não dei muita importância, pois como mora na região, já não me chama a atenção esses produtos, porém os turistas ficam muito tempo vendo esses produtos.
Então convidei a minha modelo, e fomos para a Ponte Sobre as Árvores, onde poderíamos encontrar alguns animais.

Quarta Parada: Ponte Sobre as Árvores:


Alguns animais que  se encontram na mata próximo ao restaurante, tem o bicho preguiça, jacaré e muito, mais muito macaco e pássaros de todos os tipos e cores.
Aqui é quase certo de encontrarmos muitos macacos, e eu já sabia disso, então sai na frente com a modelo para as fotos, bem antes dos turistas chegarem.
 

12928305_1060463267329827_8384367071423545882_n.jpg

12938300_1060463237329830_7495233418351334823_n.jpg

12974428_1060463467329807_749755124334047708_n.jpg

12985422_1060463193996501_8421865061243124082_n.jpg

12990977_1060463150663172_3155141204175792911_n.jpg

13001283_1060463177329836_6504355090865806555_n.jpg

ponte e macacos 1.jpg

ponte e os macacos.jpg

Iniciando as fotos da modelo, vem um dos macacos e se aproxima dela, como dizendo, "Eu também sou modelo", claro, um modelo de macaco. Ficou até engraçado a foto da modelo com ele ao lado.
Vale lembrar, que esses animais ficam soltos na selva. Observe que tem mães macacas, carregando seus filhotes nas costas.

 

ponte sobre as arvores.jpg

No final da Ponte sobre as Árvores, você vai encontrar o Lago das Vitórias Régias, é super lindo esse local, e se der sorte, vais ver além das Vitórias Régias e sua belíssimas flores, pássaros e jacarés "dentro" das imensas folhas dessa planta aquática.

 

39283030_1913544808688331_7233846896475766784_n.jpg

lago das vitorias régias.jpg

vitória régia.jpg

Finalmente, o Maravilhoso encontro das Águas.
Esse encontro se dá, entre os Rios Solimões e Negro, sendo o Solimões de águas barrentas e o Negro, com águas escuras, por isso fica um dos encontros mais lindos do mundo. A noite, esse encontro é mais lindo ainda, como se fosse óleo diesel jogado na água, é fantástico.
Os dois rios, correm juntos aproximadamente 7 kms, se juntando e formando o imenso Rio Amazonas, e lá no Pará, mais precisamente em frente a Pérola do Tapajós (Santarém), outro belo encontro das águas, om os Rios Amazonas e Tapajós, desaguando no Oceano Atlântico, próximo a Belém.

 

encontro das aguas.jpg

 

9392_555624401147052_814974551_n.jpg

422779_351018664941516_668704660_n.jpg

430035_252123528197843_1470965780_n.jpg

1743472_536977383084769_1606293893_n.jpg

book das indias.jpg

braceletes.jpg

chegada.jpg

dança dentro da maloca.jpg

dança.jpg

danças completa.jpg

entrada.jpg

escada.jpg

filho do cacique.jpg

india tatuya.jpg

india.jpg

indinhos.jpg

indios book 1.jpg

indios book.jpg

indios na tribo.jpg

iramario.jpg

joulie.jpg

loren canto.jpg

louise reis.jpg

monalisa1.jpg

monaliza amazonica.jpg

monaliza amazonica1.jpg

pintando a loren canto.jpg

porco espinho.jpg

Chegando no Porto de Manaus, se dirija ao Mercado Municipal e saboreie um delicioso peixe frito, Pacú e Jaraqui. Isso já é por sua conta, não está incluso no pacote.

 

 

peixes fritos.jpg

boto.jpg

  • Gostei! 2
  • Obrigad@! 2

Compartilhar este post


Link para o post

Ótimo! Faltam informações sobre como visitar esta região. Quase sempre mostram o turismo de artistas em hotéis de selva luxuosos e com todos os passeios incluídos. Vou acompanhar, juntar as informações e planejar. Obrigado!

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post

@FlavioToc, em um grupo, as pessoas disseram a mesma coisa, então resolvi postar muitos passeios pela região, Logo postarei um, inteiramente GRÁTIS, em um tour de ônibus, pelos locais turísticos de Manaus.

Já tenho até o texto pronto

  • Obrigad@! 2

Compartilhar este post


Link para o post

Quem sabe até saia o "Encontrão" ainda antes de 2020, ou seja, duas ou mais pessoas. Você está fornecendo as razões para visitar essa região tão conhecida apenas pela TV. E tomar umas cervejas também.... Abraço!

 

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post

52 minutos atrás, FlavioToc disse:

Quem sabe até saia o "Encontrão" ainda antes de 2020, ou seja, duas ou mais pessoas. Você está fornecendo as razões para visitar essa região tão conhecida apenas pela TV. E tomar umas cervejas também.... Abraço!

 

Que bom.
Ainda não terminei de postar todos os textos e fotos.
Graças a Deus, Abril, prévia do mês das noivas, tenho muitos books agendados e por consequência, pouco tempo de terminar os textos.

Maio tenho uns casamentos para fazer as coberturas fotográficas e como também a Trip, Chile, Bolívia e Peru. 

Tudo está sendo corrido.

  • Obrigad@! 1

Compartilhar este post


Link para o post

@FlavioToc, essa moça que aparece em algumas fotos, é uma modelo juvenil.
Esse passeio foi para fazer o portfólio dela. Não estranhe em ela aparecer em várias fotos que ainda postarei.

O Encontrão, vai sair sim, nem que seja 2 ou 3 pessoas.

  • Obrigad@! 1

Compartilhar este post


Link para o post

Vou para o Perú entre maio e Junho de 2019. Estou montando o roteiro, depois te comento.

 

  • Gostei! 1

Compartilhar este post


Link para o post

5 minutos atrás, FlavioToc disse:

Vou para o Perú entre maio e Junho de 2019. Estou montando o roteiro, depois te comento.

 

Final de maio, estarei no Peru, ali por Arequipa e Puno

  • Gostei! 3

Compartilhar este post


Link para o post

Muito legal seu relato e suas informações!!

Uma das regiões mais lindas do nosso Brasil.

gostaria muito de ir nas minhas férias, conhecer um pouco a região, se você tiver algumas dicas, sugestões de roteiro pra me dar, ficaria muito agradecido!!

  • Gostei! 2

Compartilhar este post


Link para o post

@Victor Dos Santos, ainda falta completar a postagem, tem ainda, a interação com os botos, Almoço em um restaurante flutuante, Ponte sobre as árvores, com vários animais no caminho, lago das Vitórias Régias, e o encontro das águas. Como o tempo esta cruto, estou postando aos poucos e selecionando as fotos.

  • Gostei! 2
  • Obrigad@! 1

Compartilhar este post


Link para o post

Participe da conversa!

Você pode ajudar esse viajante agora e se cadastrar depois. Se você tem uma conta,clique aqui para fazer o login.

Visitante
Responder

×   Você colou conteúdo com formatação.   Remover formatação

  Apenas 75 emoticons no total são permitidos.

×   Seu link foi automaticamente incorporado.   Mostrar como link

×   Seu conteúdo anterior foi restaurado.   Limpar o editor

×   Não é possível colar imagens diretamente. Carregar ou inserir imagens do URL.

  • Conteúdo Similar

    • Por jpofreitas (GoTravel2Live)
      Pessoal, desta vez vou compartilhar a experiência que eu e minha namorada tivemos na Amazônia. Mas será de uma forma diferente, um resumo cinematográfico... Conhecemos essa beleza natural que o Brasil tem no mês de maio e foi incrível. 
       
    • Por Thalyta Milena
      Olá, gente!
      Eu estou montando um roteiro turístico aqui pelo Amazonas, mas ainda sou muito nova nessa área, e semana que vem vou levar afamilia do meu namorado para um passeio por Manaus
       porém não sei muito bem como começar
      vcs sabem alguma empresa boa aqui? ou é melhor ir sem empresa? alugar carro?
      quais melhores cachoeiras? e esse tempo de Julho é bom para ir? e se vcs tiverem outro locais pra por na lista por favor me dizem. 
      Eu ja tenho em minha lista Museu do Seringal, jantar com apresentação de boi bumbá, Teatro Amazonas, Mercado Municipal, Encontro das águas e Ritual indígena. 
    • Por Thalyta Milena
      O que fazer em Manaus?
      Olá, gente, sou nova no site e nao sei bem como faz as publicações aqui, mas vou começar assim, e começarei falando da cidade de onde eu moro: Manaus.
      Normalmente o norte sempre é o ultimo ponto onde os viajantes vão. Já viajaram por todo o Brasil e então decidem ir para o norte, mas não é só porque eu moro aqui, mas também porque trabalho com turismo, sei que as pessoas que vem aqui de 10 8 voltam! E isso é muito gratificante, então queria mostrar aqui um pouco das Belezas do Amazonas, que infelizmente é escondida do mundo.
      1-Teatro Amazonas 
      O Teatro Amazonas é um dos mais importantes teatros do Brasil e o principal cartão postal da cidade de Manaus de estilo renascentista entorno de sua estrutura externa com os detalhes únicos na sua cúpula, tornou-se um dos monumentos mais conhecidos do Brasil e, consequentemente, o maior símbolo cultural da cidade de Manaus. É a expressão mais significativa da riqueza na cidade durante o Ciclo da Borracha, sendo tombado como Patrimônio Histórico Nacional em 1966.
      Teatro Amazonas - Foto: Michael Dantas
      Teatro Amazonas. Foto: Michael Dantas

      Teatro Amazonas - Foto: Michael Dantas
      2 - Nossa linda floresta Amazônica
      Quem visita Manaus sempre faz algum passeio pela Floresta Amazônica, nem que seja aquele mais rapidinho que passa nos pontos principais. Como:
      Encontro das Águas 
      Trata-se de um incrível fenômeno da natureza onde as águas barrentas do Rio Solimões e as águas escuras do Rio Negro se encontram e percorrem, lado a lado, por um trecho de seis quilômetros de extensão, mas não chegam a se misturar nunca. Para presenciar essa maravilha natural, um passeio de barco, que tem duração de um pouco mais de uma hora e passa por outras lindas paisagens da região, lhe levará até o ponto de encontro das águas desses dois importantes rios.
       
      Nadar com os botos
      Uma das experiências mais especiais que você pode ter no Amazonas é ter o contato com os botos cor-de-rosa, que são uma espécie de símbolo dessa região. Nesse passeio, o barco lhe levará até a Praia da Orla de Novo Airão, onde esses animais maravilhosos vivem livremente, e após uma palestra sobre as principais características desses mamíferos e sobre a atividade de turismo com eles, será liberado a interação e mergulho com os botos a partir de uma plataforma submersa
      .
      3- Hotéis de Selva
      Também chamados de Jungle Lodges, esses hotéis são excelentes opções de hospedagens, pois lhe permite estar muito próximo de toda a natureza e exuberância da Amazônia, já que ficam situados em meio à selva, fazendo desta experiência ainda mais especial e única. Outro ponto muito positivo desses hotéis é que eles oferecem passeios diurnos e noturnos, como focagem de jacarés, caminhadas na floresta e visitas às comunidades dos cablocos e nativos da região, entre tantos outros. Uma sugestão de um ótimo hotel de selva é o Juma Amazon Lodge, que possui bangalôs muito confortáveis e seguros para os viajantes que desejam se hospedar em plena Floresta Amazônica.

      4- Ritual Indígena
      Conhecer o Amazonas é uma ótima oportunidade para ver de perto os costumes indígenas. Normalmente, os passeios que envolvem paradas em tribos e são feitos em junção com outro passeio.Vê-se um pouco da cultura indígena, seus costumes, rituais e normalmente se vende artesanatos indígenas nos locais a serem visitados.

      5- Festival de Parintins
      O Festival de Parintins é uma festa popular realizada anualmente no último fim de semana de junho. O festival é uma apresentação a céu aberto de associações folclóricas, a disputa de dois bois Garantido (Vermelho) e o Caprichoso (Azul), ois dois mostram a cultura do Amazonas em 3 dias de festa, mostrando rituais, danças coreografadas, músicas, artes cênicas, alegorias e os itens principais. 

      Bom, mochileiros, é muitas coisas que tem aqui no Amazonas, eu que moro aqui ainda nem visitei tudo, nem metade, ainda estou no começo de minha carreira como turismóloga, mas dese já quero apresentar minha cidade que é como um baú, está escondida, mas é cheia de tesouros! Deem uma pesquisada no Google!
      Beijos e beijos
       



       




    • Por Renato Nery De Souza Santos
      Hostel, pousada, hotéis,amazonas,manaus



×
×
  • Criar Novo...